"Tu vais vencer, Podes crer, Porque a nossa força é brutal. Mais de um século de histórias para contar. Sporting, tu nunca vais acabar" - osangueleonino.blogspot.com -

Sangue LEONINO

quarta-feira, julho 30, 2008

Sentimentos...

Hoje começo por transcrever uma frase que muito me sensibilizou: “Não foi uma escolha. É uma questão de gostar, é algo que se sente”.
Esta frase foi proferida pelo Presidente da Republica de Cabo Verde (Pedro Pires) que na passada segunda-feira visitou o Estádio José Alvalade e a Academia.
Foi com esta frase que ele explicou o porquê de ser sportinguista.

Eu diria que para mim o Sporting é uma paixão avassaladora que não se explica. Nunca me foi imposta, mas cresceu dentro de mim ao longo da vida.
Poderia ter sido imposta por um pai “doente pelo Sporting”, daqueles que não falhava um jogo em Alvalade. Que hoje em dia continua “doente pelo Sporting” mas já só faz visitas esporádicas ao Estádio José de Alvalade.
Quando falo do Sporting existe qualquer coisa dentro de mim que exulta e que me faz vibrar com tudo o que lhe diga respeito.
É por isso que acompanho tudo com atenção redobrada e que me emociono com cada pequeno/grande feito dos nossos atletas.

Ainda ontem fiquei extremamente feliz com mais um feito dessa enorme atleta que é Naide Gomes. Mais uma vez estabeleceu um novo recorde nacional do salto em comprimento e ao mesmo tempo melhor marca mundial do ano com 7,12 metros.
Com a aproximação dos Jogos Olímpicos Naide está a demonstrar uma subida de forma assinalável e a colocar toda a concorrência em sentido.
Uma palavra de incentivo para ti: “ Tu vais conseguir”

Outra noticia que me encheu de orgulho foi a convocação de dois atletas de Hóquei em Patins para a selecção nacional de juvenis que vai disputar o campeonato da Europa.
Os atletas Gonçalo Alves e Pedro Delgado campeões de iniciados na época transacta foram os seleccionados.
Estará para breve o dia em que teremos novamente jogadores nossos a envergar a camisola da selecção nacional de seniores.

Já expressei várias vezes a minha enorme admiração e esperança em Daniel Carriço.
Paulo Bento e a direcção do Sporting parecem estar convencidos que temos ali o futuro patrão da defesa leonina e quiçá da selecção nacional indo assim avançar para a renovação do contrato.

Prometi que não voltaria a falar deste assunto e não vou tecer mais considerandos.
Deixo simplesmente esta frase: “Desculpem mas 19 milhões não chegam”.



Verde CDV

terça-feira, julho 29, 2008

Então é isso!














O pai de João Moutinho deu uma entrevista ao CM onde explica algumas das razões pelas quais o seu filho quer deixar o Sporting.

Mas mesmo assim lendo nas entrelinhas não me soa muito bem, o caso não está bem contado de certeza.

"NÃO EXISTEM QUAISQUER PROBLEMAS FAMILIARES":

Nélson moutinho, Pai de João Moutinho

Correio da Manhã – João Moutinho está com problemas pessoais tão graves que o obrigam a deixar o Sporting?
Nélson Moutinho – Comigo não. Mais: não existem quaisquer problemas familiares. Só o João é que saberá que problemas tem. O Sporting deve saber o que se passa.


– Há dificuldades financeiras com a escola que João Moutinho está a construir em Portimão?
– Não vou falar sobre essa questão, nem sobre os problemas pessoais dele.


– Mas as obras no empreendimento estão paradas há alguns meses...
– Já disse que não falo sobre essa questão. Mas todos sabem que as obras estão paradas: quem passa pela Via do Infante ou pela estrada entre Lagoa e Silves vê isso...

– João Moutinho deve ficar no Sporting?
– Não lhe vou dar qualquer conselho. Ele é maior e vacinado. Mas quero o melhor para o meu filho, fique, ou não, no Sporting. Quem adoça a boca do meu filho adoça a minha.

– Ficou surpreendido com o facto de ele ter dito que queria deixar o Sporting?
– Se ele disse o que disse lá terá as suas razões.


The Best One

segunda-feira, julho 28, 2008

Depois da tempestade...

Primeiro foi a tempestade criada em torno da derrota contra o Sunderland em que alguns já vaticinavam o descalabro. Claro que não foi uma derrota agradável, como aliás nunca o são.
Mas também não era motivo para criar um tal alarido, como se constatou neste ultimo fim-de-semana. Como tudo na vida há que saber tirar as ilações consoante os momentos.
As vitórias e as derrotas averbadas nas pré temporadas têm de ser vistas sempre num plano de preparação para conquistas futuras. São sobretudo tempos de experimentação e consolidação de processos.

Já em pleno torneio do Guadiana veio o maior abalo sentido durante toda esta pré temporada e que provocou um abanão terrível em todos os sportinguistas.
João Moutinho veio verbalizar para todos o desejo de sair do Sporting alegando razões pessoais.
Assim como condenei Miguel Veloso também condeno Moutinho pelo mesmo tipo de atitudes. Mas o que mais lamento é a forma encontrada para exprimir esse desejo legítimo.
Não é razoável o aproveitamento da comunicação social para pressionar o clube. Não sei se a ideia partiu dele ou de outrem, mas já é suficientemente maduro para perceber que não é com este tipo de atitudes que leva a melhor.
Até porque o clube tem direitos adquiridos por um contracto celebrado pelas duas partes de comum acordo. Logo existem certas prorrogativas que têm de ser cumpridas para a sua pretensão ser viável.

Não censuro a sua pretensão em melhorar a sua vida a nível financeiro, nem coloco em causa o seu profissionalismo dentro de campo, sempre acima de qualquer suspeita.
Já não compreendo que queira sair por motivos pessoais; que se diz serem graves, mas que nada têm que ver com o clube.
Não havendo conflito com o clube não se percebe porque razão quer sair ou será que a versão recente da verba reclamada pelo jogador afectou as relações.
Sinceramente não quero acreditar nesta ultima versão, por tudo o que o jogador representa para este clube e pelo seu carácter.
Deixo um conselho a João Moutinho: “ Encara os problemas de frente e tenta resolve-los porque não é fugindo que eles deixam de existir. Por norma os problemas perseguem-nos e tornam-se cada vez maiores”.

Apraz-me registar a tomada de posição da SAD do Sporting. No comunicado que saiu para a imprensa veio reiterar que o contrato tem uma cláusula de rescisão que tem de ser paga para haver transferência e disponibilizou-se para ajudar a resolver os problemas do jogador, que nada têm que ver com o clube.
Para mim este comunicado traduz tudo o que Filipe Soares Franco tem afirmado desde o princípio. A transferência só será possível mediante um cheque de 25 milhões de Euros. É assim que se colocam na linha certos empresários e se avisam os potenciais interessados.
Muito bem também esteve Paulo Bento ao afirmar categoricamente que conta com o jogador. Não pode abrir mão de um símbolo maior deste Sporting renovado.
É um jogador carismático e influente na manobra da equipa e ele sabe-o melhor que ninguém. Contudo não deixou de castigar o jogador ao não o convocar para o derradeiro jogo do torneio.
Paulo Bento sabe ser disciplinador mas é ao mesmo tempo um treinador justo, sabendo perdoar e compreender os atletas e os seus deslizes. Como tal foi o primeiro a punir e será o primeiro a aceitar as explicações do jogador.
As magoas não se esquecem e certas atitudes também não mas quem nunca errou que atire a primeira pedra.
Portanto João vais para dentro do campo comandas a equipa, jogas como sempre nos habituaste e no final festejaremos juntos.


Depois veio a bonança com a vitória no Torneio do Guadiana, onde o Sporting realizou dois bons jogos e em ambos foi um justo vencedor.
Congratulo-me com este triunfo no torneio, não porque tenha vencido o eterno rival; porque isso já se tornou um bom hábito, mas porque vi jogar uma equipa capaz de discutir todas as provas em que está inserida É de salientar a consolidação de outros modelos de jogo alternativos.
Como já disse atrás não podemos entrar em euforias excessivas, mas fiquei muito agradado com a equipa.
Algumas notas sobre o Torneio do Guadiana:
- É obvio que o Sporting tem a sua estrutura mais definida mas isso não retira nenhum mérito ao triunfo alcançado.
- Parabéns ao Fábio Rochemback por ter sido eleito o melhor jogador do torneio, um prémio inteiramente justo.
- Destacar pela negativa o péssimo trabalho efectuado pelas equipas de arbitragem. Veio reforçar a minha tese de que temos uma arbitragem medíocre.
- Ainda pela negativa o comportamento lamentável e recorrente das claques antes e durante o jogo.
- Por fim uma palavra para a estação que transmitiu o torneio. Como de costume realizou um péssimo trabalho e não me refiro somente ao jogo de ontem.
É para mim inadmissível comentar um jogo de futebol como se de uma peladinha de rua se tratasse. Já nem me refiro há parcialidade ou falta dela.
Falo das piadas e graçolas de mau gosto, do alheamento em relação a lances de perigo para comentar coisas laterais. Falo do tom assertivo nos comentários e nas perguntas.
Que dizer da falta de respeito para com os telespectadores ao não permitir a visualização da entrega do troféu ao vencedor.
Agora percebem todos porque preferimos o futebol na RTP.




Verde CDV

domingo, julho 27, 2008

Ficar com água na boca



Sporting, 2 - Benfica, 0

Manteve-se a tradição dos últimos derbies e mais uma vez derrotámos de forma clara o velho rival. Eles são levados ao colo, todos os dias têm as primeiras páginas dos jornais, cada jogador que contratam é o sucessor de Rui Costa, cada reforço é o melhor talento que algum dia se viu nos relvados, mas no jogo jogado ganhámos novamente de forma indiscutível.

Mesmo assim foi hilariante ouvir o esforço dos senhores comentadores da SIC para justificarem a derrota encarnada, argumentando que a preparação do nosso adversário começou mais tarde, quando na realidade iniciaram os trabalhos de pré-época nos mesmos dias.

Com uma equipa mais consistente e experiente, reforçada por contratações cirúrgicas, espero que este triunfo no Torneio do Guadiana dê a Paulo Bento a tranquilidade para preparar bem a equipa para a época exigente que se avizinha e que faça calar as vozes 'agoirentas' que logo se fizeram ouvir após o desaire frente ao Sunderland.

Temos um plantel equilibrado, jogadores que na sua maioria já se conhecem de épocas anteriores (novo no clube só mesmo Postiga), uma equipa técnica que vai para a sua quarta época ao leme, estabilidade directiva e uma massa adepta fiel, patente no bom ritmo de vendas de gameboxes.

Creio que estão reunidas todas as condições para termos uma época ainda com mais alegrias do que nas anteriores, fazendo votos para que haja imunidade a todas as manobras desestabilizadoras que nos vão ser criadas a partir de fora. Aguardemos ainda pelas últimas movimentações do mercado, para ver se Moutinho e Veloso ficam no clube, ou se o nosso meio-campo ainda vai ser alvo de novas mexidas.

Leonino

Sarilhos. Pequenos, grandes e nenhuns.

A palavra sarilhos parece querer ficar umbilicalmente ligada à braçadeira de capitão do Sporting. É de Sarilhos Pequenos o nosso último grande capitão. E foram nenhuns os sarilhos que Manuel Fernandes nos arranjou: postura humana e profissional exemplares ao ponto de deixar o seu nome gravado na história do clube e no coração de todos nós. Foram no entanto grandes os sarilhos para os guarda-redes adversários das equipas que nos defrontaram. Sim, porque Manuel Fernandes juntou às qualidades acima referidas uma enorme qualidade técnica e aptidão para a dificil função de goleador, apesar da sua estatura não ser propriamente uma referência.

Não quero com isto ser ingrato para os seus sucessores que corporizaram também uma forte ligação com o espirito leonino, tais como Venâncio, Oceano, Carlos Xavier, Beto e Sá Pinto. Mas a referência para a nação sportinguista continua a ser Manuel Fernandes.

Nos últimos tempos a braçadeira de capitão parece carregar uma espécie de maldição. Beto, um dos homens que poderiam constituir uma referência, pela sua ligação de sempre ao clube, saíu quase de empurrão e por uma porta das traseiras. Custódio, que nada fez para conquistar esse estatuto, para lá de ser bom profissional, viu-lhe oferecida a braçadeira e, quase no mesmo instante, saíu para a ignota Rússia, atrás dos petro-rublos. E são 2 exemplos apenas.

Hoje, depois de rumores pouco abonatórios para a sua condição de capitão e ainda não desmentidos, leio as palavras ofensivas de Moutinho estampadas nos jornais. Moutinho rescindiu com o Sporting. Não o contrato laboral. Rescindiu a ligação afectiva e o respeito que, vistos agora, eram maiores que o seu merecimento. João afinal é mesmo moutinho.

Está na hora de repensar a forma como um simbolo do clube é atribuído, que, para nós adeptos, tem um valor inestimavel. Não gostamos de o ver no braço de quem não sabe estar ao seu nível. A SAD tem uma palavra a dizer, porque, como sportinguistas como nós, têm a obrigação de perceber a relevância do assunto. "Peseteros" não obrigado.

verdão(sl)

O Leão na Tempestade



As declarações do nosso capitão não me surpreenderam. O empresário dele abriu os cordões à bolsa, quando quis ser o seu representante, oferecendo um apartamento aos seus pais, por exemplo.

Quanto tempo ia o empresário esperar para ter um retorno sobre investimento?

Infelizmente é essa a atual realidade do nosso futebol. Os jogadores são pouco ou nada agradecidos a quem lhes permitiu chegar ao mais alto nível.

Os exemplos são vários e já demais conhecidos.

O António Oliveira, enquanto era uma das figuras principais do nosso Sporting campeão 81/82 disse: ''Por cada leão que cair, outro se levantará!''

Tenho a certeza que o Grande Sporting vai ultrapassar esta ''tempestade'', ficando mais forte do que antes. Há jogadores que saíram do Sporting com a ilusão de ter grandes carreiras e que acabaram em clubes de 2o plano, como o Hugo Viana, Beto e sobre tudo o Carlos Martins.

Ganha juízo baixinho, a tua hora há de chegar, sair à força não é solução e como os outros antes de ti acabarás por te arrepender... a não ser o que objectivo seja ir para o tripas numa jogada tipo Frank Rijkard.

Força Grande Sporting.
Saudações leoninas
Mindo

sexta-feira, julho 25, 2008

Será que eu li bem?

NÃO QUIS ACREDITAR! Quando hoje de manhã abri o Correio da Manha e vi a noticia que o Pinto da Costa está mesmo a tentar "roubar-nos" o João Moutinho.

Pelo que li atá já almoçaram juntos na presença do Agente do jogador.

O que é que se passa com este senhor? Com o Benfica até compreendo as guerras, agora com o Sporting???? Será por causa do Hélder Postiga???

The Best One

quinta-feira, julho 24, 2008

Silly Season, silly post...

Enquanto Ronaldo, o escravo, continua a penar, os nossos rivais fazem uso dos cartões de crédito até à incandescência. O fcp, depois de andar vários anos a fazer remakes do Padrinho, recorre, desta feita, à banda desenhada. Do lado de lá do Colombo, o bom do Rui só lhe faltava ir a Sidney para fazer volta ao mundo em 60 dias. A nós entretem-nos a irreverência do incrível "Vuck”, mais a estupidez olimpica do "caso Stojkovic".

Continuando com a actualidade, soltam-se hossanas pelo regresso do futebol à RTP, ou melhor, pela sua saída da Querida e Manhosa TVI, que tão mal o tratou: mais minutos de publicidade do que de futebol, a horas ter a cabecinha na almofada. E, o que eu não perdoo, a frequência de comentários zarolhos e manhosos sobre o meu Sporting. Justiça seja feita, foi o “Trio de Ataque”, da RTPN, quem melhor tratou a bola na TV.

No meio de tudo isto há quem prefira olhar para os olhos do vizinho para fazer esquecer os seus próprios terçolhos.

Ah! A água do mar está a 23 graus!

verdão(sl)

quarta-feira, julho 23, 2008

Objectivo: 40.000 Gameboxs

















A partir de hoje vai começar a ultima fase da venda de Gameboxs. Até hoje foram vendidas mais de 17.000, ultrapassando as melhores expectativas e conseguindo-se melhorar o número de Gameboxs vendidas em igual período da época passada.
Todos queremos que seja batido o recorde nacional estabelecido na época 2006/2007 com perto de 35.000.
Mas como o bom é inimigo do óptimo eu estabeleço como objectivo prioritário a marca de 40.000.
Primeiro se lográssemos atingir esta marca seria fantástico, pois teríamos um incremento de mais 5.000 Gameboxs e segundo seria a garantia de ter sempre casa cheia em Alvalade.
Jogar num estádio com uma assistência de 25/30 mil espectadores é diferente de jogar com 45/50 mil espectadores.
Só quem nunca teve o privilégio de assistir a um jogo com casa cheia em Alvalade é que não percebe o que estou a dizer. A vibração, o barulho, o entusiasmo são enormes e os jogadores transcendem-se nesses momentos.
Nós podemos e devemos ser o 12º jogador. Eu quero ajudar o Sporting a ser Campeão e quero lá estar a puxar e a vibrar com o espectáculo.
Vem junta-te a nós e vem vibrar com o nosso Sporting.


Para finalizar dois destaques, um pela positiva e outro pela negativa:

- A enorme Naide Gomes que ontem competiu no Meeting de Atletismo de Estocolmo bateu o recorde nacional do salto em comprimento com a marca de 7,04 metros, estabelecendo também a melhor marca do ano a nível mundial.

- Como diria o amigo Verdão (SL), Stoi deu mais um tiro no pé. Prejudicando a sua carreira e o clube, que arranjou mais um problema bicudo para resolver.



Verde CDV

terça-feira, julho 22, 2008

Obrigado, Grande Artista!



O meu amigo Verde CDV que me perdoe a sobreposição de artigos mas face ao anúncio oficial do arrumar de botas de João Vieira Pinto, creio que se exige uma palavra sobre o mesmo.

Tendo sido durante algumas épocas considerado um símbolo dos nossos maiores rivais - e no seguimento daqueles angustiantes 3-6, onde realizou uma exibição esplendorosa - confesso que não vi com muitos bons olhos ou grande entusiasmo o seu ingresso no nosso clube, na já remota pré-epoca de 2000/01.

No entanto, passados 7 anos, e depois de se ter sagrado campeão nacional e vencedor da Taça ao serviço das nossas cores, mesmo com passagens posteriores por Boavista e Braga, é da mais elementar justiça reconhecer que me rendi ao talento do nosso 'Grande Artista'.

João Vieira Pinto serviu o Sporting com grande profissionalismo, dedicação e entrega. Em momento algum criou problemas no balneário, colocou o seu enorme talento ao serviço do colectivo, nomeadamente em relação a Jardel, tendo mesmo sido um daqueles que procurou inverter a rota rumo ao abismo por parte do brasileiro, saíndo do clube sem pingo de ressentimento ou amargura.

Porque hoje comunicou o fim da sua rica carreira e porque foi um dos maiores talentos que o futebol português produziu, cumpre-me deixar-lhe aqui o meu agradecimento pela classe com que representou o emblema da minha eleição e dizer-lhe muito simplesmente: MUITO OBRIGADO POR TUDO, JOÃO!

Leonino

Os profetas voltaram

Basta dar uma volta pela blogosfera para constatar que depois da acalmia do defeso voltaram os profetas; qual Nostradamus, profetizando o descalabro e a “débâcle“ total.
Ainda não começou o futebol a sério e já se exigem mundos e fundos de quem ainda não pode dar muito.
Pode até ser que a minha cultura de exigência seja extremamente baixa ou o meu bom senso seja enorme.
Meus caros estamos no início do início portanto guardem as espingardas para novas batalhas.

Até os profetas se enganam e muitas das suas profecias só são lembradas depois da sua morte. Mas estes de que falo; felizmente não morreram, estiveram somente em estado de “ hibernação “ ou dormência.
Mas quando despertaram vieram cheios de vigor e pujança, mais sibilinos que antes.
Eu não sou profeta nem arauto da desgraça, também não sou nenhum Rei Mago que vem trazer a boa nova do nascimento do treinador mais competente e ganhador que alguma vez passou por Alvalade.

Não sou construtor mas segundo sei uma boa casa precisa de bons alicerces e estes já foram criados, depois erguem-se as paredes e estas estão a crescer a bom ritmo, para no final se colocar o telhado.
Espero que no final desta época se consiga colocar totalmente esse telhado que falta para finalizar a obra iniciada faz três anos.
Existem casas que demoram mais a construir, mas no futuro revelam-se mais sólidas e dão mais garantias de resistência a sismos e tremores de terra.
Não queiramos voltar a outros tempos em que ao mais pequeno abalo a casa vinha abaixo.


POR UM SPORTING SEMPRE MAIOR!



Verde CDV

segunda-feira, julho 21, 2008

Água na fervura

Perdemos o 1º jogo “ a sério” da época, tendo em conta que havia um troféu em disputa. Mas mesmo não gostando de perder, são estes os jogos em que, se tal acontecer, nada de importante se perde. Tal como nada de importante teríamos ganho, mesmo que tivéssemos dado uma goleada. Os jogos de pré-época servem essencialmente para recriar mecanismos colectivos, integrar os novos jogadores e apurar a forma individual.

O que me foi dado ontem observar, via tv, apenas reforçou as minhas impressões quer sobre as individualidades quer sobre o colectivo. Isto é:

- O nosso calcanhar de Aquiles continuará ser as laterais, a não ser que Caneira venha a fazer a direita e Grimmi a esquerda. Ronny e Abel a defender dão poucas garantias. Carriço é um miúdo com pinta e não é uma carta fora do baralho. Ter que andar a apagar os fogos do Abel tira-lhe disponibilidade para fazer melhor.

- As bolas cruzadas na área, em particular as que resultam de bolas altas e ou de bolas paradas continuarão a causar calafrios.

- Rochemback com Veloso e Moutinho e provavelmente Vukcevic na esquerda farão um meio-campo de respeito, caso PBento consiga tirar deles o melhor rendimento. O que não é fácil nem óbvio. Na resolução ou não da articulação deste sector dependerá muito do sucesso desta época. Adrien pode render mais, tem categoria para tal. Izmailov tem que ser mais constante.

- Derlei melhor acompanhado – por Postiga ou Liedson – é um jogador a ter em conta. E todos os avançados dependerão muito do que atrás deles acontecer. Os lançamentos longos não poderão ser a única forma de se chegar à frente.

- O regresso ao losango na segunda-parte foi o regresso ao passado. O meio-campo desapareceu, deixando a equipa de defender ou de atacar. Rochemback provou as mesmas dificuldades que Veloso, jogando sozinho à frente da defesa. O que por certo deverá fazer reflectir PBento e muitos autores de comentários depreciativos sobre Veloso. O problema não será exclusivo do nosso 24, mas sim da forma como a equipa actua neste esquema. As evidentes dificuldades da defesa também foram causadas pela desarticulação colectiva, além da falta de entrosamento sectorial.

Seja como for, nada é definitivo a não ser que ainda há muito trabalho pela frente. Nesta fase embrionária da época, mesmo com um resultado adverso com uma das piores equipas da Premier League, não vejo nenhuma razão para não acreditar numa boa época. O resultado servirá apenas para tirar um pouco de vento aos que já embandeiravam em arco. Água na fervura, pois.

verdão(sl)

domingo, julho 20, 2008

2º Teste
























Mais logo teremos o segundo jogo desta pré temporada contra o Sunderland, que terá transmissão televisiva no canal 1 da RTP (21h 15m) visando a disputa da 3ª Edição do Torneio Cidade de Albufeira.
Os jogos da pré temporada vão aumentando de dificuldade e este será de certeza muito mais difícil de ganhar.
Os próximos jogos inseridos no Torneio do Guadiana serão também de maior grau de dificuldade. Dia 26 contra o Blackburn Rovers e dia 27 contra o nosso rival.

Este será um teste mais a sério contra uma equipa que acabou o campeonato inglês no 15º lugar. Esta equipa é treinada pelo irlandês Roy Keane ex jogador do Manchester United. Roy Keane trouxe 21 jogadores para esta deslocação ao Algarve, onde se destaca o nome do veterano Dwight Yorke ex jogador do Manchester United.

Pare este confronto Paulo Bento não contará ainda com os internacionais, que se apresentarão amanhã para integrar o estágio em Isla Canela no sul de Espanha, nem com os dispensados: Purovic, Farnerud, Celsinho e Stojkovic.
Assim o treinador deverá proceder a algumas alterações decorrentes do maior grau de exigência do próprio adversário.
A expectativa reside na observação dos reforços e das jovens promessas. A minha expectativa particular reside sobretudo na observação da jovem promessa Daniel Carriço, jovem a quem todos os seus ex treinadores auguram um futuro brilhante e na observação do relativamente desconhecido Ricardo Baptista.
Estes são jogos que servem para assimilar novos processos, mas que também nos permitem ir tirando algumas ilações quanto ao futuro deste Sporting.



Verde CDV

sábado, julho 19, 2008

A figura maior

Existiram e existirão sempre grandes figuras no Sporting Clube de Portugal. Mas a figura de que vou falar faz parte do presente. É uma personagem incontornável deste grande clube.
Tem uma história de vida incrível, onde teve que vencer grandes dificuldades, porem os infortúnios da vida não duram para sempre e existem momentos onde se consegue atingir sonhos que se julgavam impossíveis.
Mesmo quando nascemos diferentes temos o direito de desfrutar; como todos os outros de sonhos e tentar alcança-los mais dia, menos dia.
E quis o destino que a sua vida mudasse radicalmente, para muito melhor quando conseguiu concretizar o seu maior desejo.
O seu ingresso no Sporting foi a coisa mais importante que lhe aconteceu e modificou toda a sua vida.
O Sporting passou a ser a sua casa de todos os dias, no fundo o clube é a sua vida.
É acarinhado por todos, desde dirigentes, atletas e adeptos. É uma figura reconhecida a nível nacional e internacional (galardão entregue pela UEFA no Mónaco).

Já muitos devem ter percebido de quem estou a falar, mas para aqueles que ainda não identificaram esta figura, aqui fica o seu nome: Paulo Gama, o popular roupeiro do Sporting, carinhosamente tratado por Paulinho.
Já há bastante tempo que queria prestar a minha homenagem ao Paulinho. Nunca tinha calhado, mas numa visita ao blog da nossa amiga Tite descobri uma iniciativa em prol do Paulinho.
O nascimento de um blog inteiramente dedicado a esta figura maior do nosso clube, pretendendo as suas autoras fazer um clube de fãs. Gostei bastante da ideia e peço-vos que espreitem e se inscrevam neste clube de fãs.
Para aqueles que não conhecem como aconteceu a ligação do Paulinho ao Sporting veja como veio parar a Alvalade pela mão da Torcida Verde.
Por ultimo uma palavra para o Sporting Clube de Portugal que como grande instituição que é, não serve somente para promover o desporto mas serve também para desígnios maiores como sejam ajudar a reabilitar e a integrar socialmente pessoas mais desfavorecidas, proporcionando-lhes a realização de uma vida e de um futuro risonho.



PS: A campanha de venda das Gameboxs está a bater todos os recordes, pois já foram vendidas 16.564 mais 1.200 que em igual período da época passada. Vamos de certeza bater o recorde nacional estabelecido em 2006/2007 – 34.129.
Esta época o desígnio é muito maior e por isso vamos chegar ao número de 40.000 Gameboxs vendidas.



Verde CDV

sexta-feira, julho 18, 2008

Leões D.O.C.

É notória a inversão na política de aquisições realizada este ano.

Há 2 épocas estivemos sob o signo do empréstimo (Bueno, Caneira, Alecsandro) e do custo zero (Farnerud, Ronny e Paredes).

Na época passada predominou o empréstimo (Had, Celsinho,Grimmi, Izmailov e Gladstone) e aquisição definitiva (50% de Vukcevic, Purovic, Stojkovic, Pedro Silva) e apenas Derlei a custo zero.

Este ano compramos os passes de Izmailov, Ricardo Baptista, 50% de Postiga e 65% de Grimmi. Caneira e Rochemback eram jogadores livres, tendo o clube ficado com 70% do passe do brasileiro. Na verdade apenas desconhecemos o valor actual e potencial de Ricardo Baptista, por ele ser um jovem jogador que muito cedo emigrou para Inglaterra. Mas não faltam elogios de quem o conhece. Os restantes são jogadores com nome firmado na praça e apenas Grimmi não é internacional pelo seu país. No cômputo geral constata-se que gastamos mais mas, aparentemente, melhor. Compramos Leões de Denominação de Origem Controlada, cuja qualidade pode ser aferida.

Dito isto, o que esperar da equipa na próxima época? Da minha parte é simples: o que nos faltou o ano passado. Maior equilíbrio na manobra colectiva, maior consistência e constância de (bons) resultados e sempre, sempre instinto e atitude de verdadeiros leões. E que tenham(os) a sorte sempre indispensável a qualquer campeão.

P.S. – O adepto comum e anónimo como eu estranharia as recentes decisões do famigerado apito dourado. Isto se não estivéssemos em Portugal, onde as diferenças entre a justiça comum e a desportiva são bem menores do que nos querem fazer crer.

P.S. – E esta, hem?

verdão(sl)

Uma decisão sensata ou de risco?

Há alguns dias atrás perguntava se seria verdade que Carlos Queiroz seria o próximo seleccionador nacional. Agora que já sabemos que é ele que vai comandar as nossas “tropas”, continuo a achar que haviam outras escolhas possíveis.
Esta foi a escolha de Gilberto Madail e todos temos que apoiar a nossa selecção em mais uma campanha de qualificação para o Mundial de 2010.
Apesar de não ser grande entusiasta deste treinador, não desejo que Portugal perca para depois poder afirmar que afinal tinha razão.
Ao contrario de outros que na era Scolari se regozijavam com as nossas derrotas, por não ter feito certas escolhas ou até por ter afastado algumas “vacas sagradas”.
O meu desejo é que Portugal seja campeão com este ou com outro treinador, acima de tudo está o meu país.

Contudo o destino ou o Srº Gilberto Madail pregam-nos grandes partidas. Isto porque o primeiro jogo da fase de qualificação para o Mundial de 2010 em Portugal se vai realizar no estádio José Alvalade,dia 10 de Setembro contra a Dinamarca.
Não sei qual foi a intenção do Presidente da FPF. Pensará ele promover a reconciliação entre Filipe Soares Franco e Carlos Queiroz ou nem ligou a estes pequeno grande aspecto colateral que deriva da questiúncula entre estas duas personalidades.
Da parte de Carlos Queiroz nada se ouviu quanto a este assunto.
O Presidente do Sporting já veio esclarecer que as relações institucionais com a FPF são uma coisa e a má educação é outra. As relações entre o nosso clube e a FPF sempre foram cordiais e continuarão a sê-lo, mais afirmou que o Sporting nunca tentou boicotar o nome de Carlos Queiroz.
Penso que agiu correctamente, mas se o fizesse não estaria a fazer nada que outros já não o tivessem feito. Contudo não concordando com este tipo de atitudes e só me apraz registar o comportamento do Sporting.
Questionado sobre se o seleccionador seria bem recebido em Alvalade não proferiu nenhum comentário.

Era exactamente isto que eu gostaria se saber, mas julgo que só no momento se irá verificar a reacção dos adeptos. É certo que num jogo da selecção estarão presentes adeptos de outros clubes, mas sendo em Alvalade estarão de certeza muitos sportinguistas.
É sabido que aquando deste triste episodio muitos se dividiram quanto a quem tinha razão. Não se poderá pensar que os mesmos adeptos que assobiam os jogadores do Sporting também poderão brindar Carlos Queiroz com assobios.
Não será esta uma decisão que vai contribuir para colocar mais "axas" na fogueira.
Só espero que ninguém confunda Carlos Queiroz com a selecção e que esta não seja prejudicada por questiúnculas laterais á própria equipa.
Por tudo isto será que esta foi uma decisão sensata ou de risco.



Verde CDV

Um exemplo a seguir!

Descobri hoje este video, achei incrivelmente valiosa a maneira como se da as boas vindas ao adversario.

Sou e sempre serei adepto deste tipo de actitudes, e tenho enorme orgulho em ter no meu clube pessoas com o caracter do Manuel Fernandes.

The Best One

quinta-feira, julho 17, 2008

O novo guarda-redes

















Chama-se Ricardo Baptista tem 21 anos é internacional sub-21 custou 150 mil Euros e assinou por três anos ( Ex- Fulham ).
Foi com estupefacção e surpresa geral que o Sporting anunciou ontem á noite a contratação deste novo guarda-redes.
Até a comunicação social foi apanhada de surpresa, quando já muito se especulava na própria imprensa e na blogosfera, eis que surge um nome nunca antes ventilado e que estaria fora das cogitações de todos.

Confesso que foi um nome nunca pensado por mim e penso que pela maioria dos adeptos sportinguistas.
De certeza que muitos ficaram desiludidos e outros na duvida sobre este reforço. É compreensível porque a maioria só o conhece através das suas actuações na selecção de sub-21, pois saiu muito novo de Portugal antes mesmo de se afirmar no panorama nacional.
Compreendo a desilusão de alguns adeptos pois esperavam um nome sonante que pudesse ser um titular indiscutível. Mas também não podemos entrar em juízos precipitados, pois quem tem vindo a ter uma politica de contratações tão acertada ao longo desta pré temporada merece que se lhe conceda o benefício da dúvida.
Não acredito que este jogador não fosse seguido e observado pelo clube há já bastante tempo. Portanto antes de emitirmos juízos de valor deixemos o jovem mostrar-nos as suas qualidades.

É de louvar esta nova atitude nas contratações do Sporting e este é um bom exemplo de como se deve dirigir uma negociação. Sem show-off e sem parangonas nos jornais dentro de um secretismo absoluto, para melhor defender os interesses do clube, não proporcionando a inflação do passe do jogador.
Ao contrário de outros não fazemos alardes e folclores para depois não termos que justificar falhanços rotundos pagos a peso de ouro. Por vezes acontecem grandes surpresas, um jogador desconhecido torna-se numa grande contratação outras vezes uma grande estrela adquirida por milhões não se adapta e mostra que já está numa fase decrescente da carreira.
Enquanto um revela uma ambição desmedida em triunfar o outro revela uma acomodação olímpica.

Parece-me que Paulo Bento se apresta para continuar a apostar em Rui Patrício. Guarda-redes que não reúne o consenso de todos os sportinguistas no que á titularidade diz respeito, contudo tenho que lembrar que o miúdo demonstra grandes qualidades e que depois da prova de fogo porque passou na temporada passada estará de certeza muito mais adulto e maduro.
A sua chamada ao Euro 2008 também serviu para lhe restaurar a confiança um tanto ao quanto abalada pelos assobios dos adeptos sportinguistas.
Reconheço que esta é uma aposta de risco por parte do treinador; não a vejo como uma mera teimosia, mas com toda a certeza um risco calculado, pois este ano terá á sua frente uma defesa muito mais sólida.
Será de certeza uma aposta ganha e que nos permitirá ter um guarda-redes para a próxima década e quem sabe se não poderá ser o futuro guardião da selecção.
Não existem muitos exemplos de jovens guarda-redes a defender a baliza de um grande clube, mas se não tivesse havido a coragem de apostar no jovem Vítor Baia e tivesse sido colocado a rodar noutro clube nunca se tinha descoberto um dos maiores talentos das balizas portuguesas. Antes de emitirem as vossas opiniões ou antes de assobiarem Rui Patrício pensem neste exemplo e reflictam se estão a ajudar o jogador a crescer e a ajudar o Sporting a tornar-se cada vez maior.

Com esta contratação parece que o plantel 2008/2009 está encerrado, pois todos os adeptos esperam que após dia 21 de Julho já não hajam mais mexidas.
Sobretudo esperamos que Moutinho e Veloso já não saíam do plantel.
Agora é tempo de nos unirmos em torno desta equipa, concordando ou não com todas as escolhas e apoiar incondicionalmente estes jogadores.
Vamos caminhar lado a lado com eles e puxar até à vitória final.



PS: Bruno Matias preferiu o Sporting ao Valencia e renovou por mais duas temporadas.



Verde CDV

Tiro no pé?

A forma como foi preenchido o elenco de guarda-redes para a época que agora começa tem tudo para se transformar num verdadeiro tiro no pé. Considerando que a aquisição de Stojkovic acabou por se revelar um fracasso, cuja responsabilidade não pode recair apenas sobre o sérvio, não me parece que a contratação de um miúdo de 21 anos, suplente do modesto Fulham, venha trazer a experiência que necessitamos para a baliza de um clube como o nosso. E também duvido que este seja o competidor de que Rui Patricio necessita para crescer e se afirmar.

Vamos enfrentar a época com 2 guarda-redes promissores mas inexperientes. O terceiro é um veterano, mas tem mais jogos no banco que a titular. Todos eles podem até “fazer um balneário” fantástico, mas isso de pouco lhes servirá quando, sozinhos, tiverem que defender as nossas cores. O facto de Ricardo Baptista ser sportinguista desde pequenino também não contará nesses momentos. Também eu sou mas, acreditem, seria uma péssima escolha para o lugar.

Parece que Paulo Bento se apresta para oferecer a titularidade a Rui Patrício, tal como, de forma premonitória, já aqui havia colocado como cenário a evitar. Haverá quem veja nesse acto uma demonstração de afecto por Paulo Bento. Para mim, ao colocar tal responsabilidade sobre ombros notoriamente impreparados, Paulo Bento incorre no mesmo erro dos pais que, cegos pelo amor paternal, oferecem porsches ou ferraris aos filhos imberbes e recém-encartados. Com os resultados trágicos que às vezes se conhece.

Será que o stock de bom-senso até agora revelado nas aquisições se esgotou nos 2.5 milhões gastos em 65% do passe do Grimmi?

Quem mais uma vez fica à prova, além do Rui Patrício, é o nosso amor pelo clube: assobiar, ao invés de resolver, só agravará.

verdão(sl)

quarta-feira, julho 16, 2008

O Levezinho voltou




















Liedson chegou esta manhã a Lisboa para continuar a sua recuperação que ainda irá demorar alguns meses, devendo voltar ao activo em Outubro.
Chegou inteiramente sintonizado com todas as novas contratações e deu o seu aval a todas elas. Já jogou com Caneira e Rochemback, diz que Postiga é um óptimo jogador e só vem acrescentar qualidade ao plantel.
Promete uma época melhor que a anterior com muita dedicação e empenho.


Leandro Grimi é definitivamente leão. O Sporting assinou um contrato com o jogador para as próximas cinco épocas. Veja aqui as condições do negócio com o AC Milão.
Dentro da política de rigor imposta pela direcção este foi mais um negócio de sucesso.
Aliás as aquisições desta época têm sido todas pautadas pelo rigor.
Parece-me que o Sporting apostou claramente em jogadores com provas dadas.
Contratou Caneira e Rochemback que eram jogadores livres e já tinham actuado em Alvalade. Comprou os passes de Grimi e Izmailov dois jogadores que evoluíram na época passada e que deram plenas garantias ao treinador.

Contudo vejo muitos adeptos a colocarem em causa os valores despendidos. Não serão de certeza valores exorbitantes que vão contra a politica rigorosa do clube, não mais do que outros clubes gastam em jogadores totalmente desconhecidos.
Veja-se o caso do Porto que gastou muitos milhões de Euros em vários defesas esquerdos sem grande sucesso.
Acho que os valores não foram exorbitantes tendo em conta a idade dos atletas e sua capacidade de progressão. Dois jovens que podem evoluir bastante e permitir um encaixe significativo numa venda posterior. Serão sempre jogadores com bastante mercado a par de Vukcevic.


Constatei hoje no site do Sporting que já foram renovadas 11.297 Gameboxs e ainda nem terminou a fase de renovações.
Ainda teremos uma fase de trocas (19 e 20 Julho) e a fase de compra (a partir de 23 de Julho). Ao atingir este número tão cedo será possível sonhar com esse número mágico de 40.000 Gameboxs vendidas.
Acho que esta equipa merece que os adeptos se desloquem ao estádio José Alvalade em massa.


PS: O Sporting contratou o guarda-redes da selecção de sub-21 Ricardo Baptista. Veja aqui as primeiras declarações do novo reforço que já foi apresentado em Alvalade. Pode ouvir aqui a primeira entrevista como jogador do Sporting.




Verde CDV

terça-feira, julho 15, 2008

E se fosse verdade ...
























… que Paulo Bento iria abandonar o Sporting. Desde já esclareço que não acredito nesta notícia.
Não acredito que queira abandonar um projecto aliciante e uma equipa construída por si para ser campeã. Num ano que teve todos os reforços por si idealizados e em que têm uma equipa á sua medida, não é crível que abdique de conquistar mais troféus para o seu palmares e para as vitrinas do clube.
Contudo se fosse verdade seria a pior noticia que os adeptos do Sporting poderiam receber esta época. Seria muito pior que perder João Moutinho e Miguel Veloso ao mesmo tempo.
Não existem treinadores insubstituíveis, mas existem alguns mais difíceis de substituir. Paulo Bento entra definitivamente nesta ultima categoria.
Parece que ainda não recebeu a bênção de muitos sportinguistas, mas a nível internacional é-lhe reconhecido muito mérito, apesar da curta carreira e prognostica-se um futuro brilhante.
Só espero que o deixem fazer o seu trabalho para nos dar mais alegrias. Que seja muito feliz onde quer que esteja, mas que esteja muitos anos no Sporting.


Ao contrário do que muitos aqui afirmaram, parece que afinal o Sporting tem mesmo opinião sobre o imbróglio do “apito final” e não hesita em torná-la publica pela voz do seu Presidente e Vice-presidente.
O Sporting quer o afastamento do Major Valentim Loureiro da Liga, aliás se tivesse dignidade e quisesse prestar um grande serviço ao futebol tinha-se afastado e saído pelo seu próprio pé.
Assim tem de ser empurrado pelos clubes já que Hermínio Loureiro não consegue colocá-lo fora da Liga.
Afinal o nosso clube também queria o agravamento das sanções disciplinares no que toca á corrupção e coacção, mas existiu alguém (Valentim Loureiro) que mais uma vez conseguiu adiar essas decisões e atirou as alterações ao regulamento disciplinar da Liga para as calendas.
Não duvidem que o nosso clube pugna por um futebol português limpo e transparente.
Não precisa de falsos moralismos, porque felizmente nunca viu o seu nome envolvido em apitos, sejam eles dourados ou finais.


Há umas semanas atrás alguém perguntava pelo miúdo Romeno que o Sporting foi buscar ao Olhanense (Cristian Ponde).
Parece que está a dar conta do recado e está a ter um crescimento acima das expectativas. Foi integrado na Academia Sporting/Puma antes da data prevista.
Que tenhamos um novo Marius Niculae e que consiga ser muito mais feliz.




Verde CDV

segunda-feira, julho 14, 2008

Os 24 leões, sector por sector

Nota prévia: O "dossier Stojkovic" permanece em aberto, resultado da repetição dos erros do ano passado: se o sérvio é para Paulo Bento o equivalente à muito temida versão humana da gripe das aves, o melhor mesmo era que não se aproximasse do balneário sequer. Afinal agora vem treinar, depois vai à experiencia para o Everton. Se os ingleses não o quiserem, volta como se nada fosse? E com que hipóteses de, por mais que se dedique, ser mais que 3º guarda-redes? O arrastar deste caso ameaça tornar-se uma nódoa no pano imaculado que tem sido a planificação da época. É notório a falta de uma mediação superior, que chame à razão as partes. Os superiores interesses do clube estão acima de tudo e todos. Pelo menos assim devia ser.

Com a resolução da situação de Grimi fica praticamente fechado o plantel para a época 08/09, numa estrutura de 24: 3 GR, 8 defesas, 8 médios e 5 avançados. É assim possível fazer já uma análise do plantel que todos esperamos nos devolva as 5 quinas à camisola mais bonita do mundo.

GR - Feita a análise à situação de Stojkovic, fica pouco para dizer. Parece-me inquestionável que necessitamos de um bom elemento para esta difícil função, mas que acumule à qualidade a experiência. Porque bons são já os 2 GR que possuímos. O que me parece imprescindível é que quem alcance o estatuto de titular o faça alicerçado no mérito e na classe, e não por outro predicado menos tangível ou aleatório. Numa cultura de exigência, que se deve estender a todo o clube, o SCP não tem lugares para oferecer, mas sim para serem conquistados e merecidos. Neste lugar solitário se constroem campeonatos e se desfazem muitos sonhos.

Defesa – O encerramento do “Dossier Grimmi” equivale a dizer que os alicerces estão consolidados. Muito me engano se a constituição da defesa, na maioria dos jogos, não for Caneira – Tonel – Polga – Grimmi. Parece-me ser esta a inclinação de PB e julgo que ficaremos com um bloco defensivo coriáceo e fiável. O seu calcanhar de Aquiles poderão ser as bolas a disputar no 3º andar e os embates com avançados possantes, dada a mediania de estatura e peso. Nada que a inteligência de acção não possa resolver. Abel, Pedro Silva e Rony terão vida difícil. O joker será Carriço. Dado o seu passado, nem supreenderia que se afirmasse já este ano.

Meio-Campo – A entrada de um só elemento – Rochemback – corresponde ao equilibrar de um sector que o ano passado careceu muito de dimensão física e de experiência competitiva. O brasileiro traz-nos isso. E, olhando de repente, parece só haver um lugar em aberto no quarteto intermédio, dado que Veloso – Moutinho – Rochemback, em condições normais, serão os titulares. Além da curiosidade de perceber que evolução terá o esperança Adrien e a quase certeza Pereirinha, parece claro que Romagnoli terá que fazer pela vida para não ficar muitas vezes de fora. Vuckcevic e Izmailov serão, em princípio, os que mais jogarão a seguir aos 3 supracitados. De ambos esperamos maior consistência exibicional e, por isso, menos intermitência, que no caso do russo, em alguns jogos, equivaleu a autênticos eclipses totais. O calcanhar de Aquiles neste sector, bem como no seguinte, parece-me que será a velocidade e capacidade “explosão”. E estas são qualidades indispensáveis como abre-latas dos onzes que jogam na expectativa, afinal quase 80% das equipas do campeonato.

Avançados – A lesão de Liedson é a grande condicionante deste sector. A ausência de um jogador com a sua categoria e preponderância afectaria qualquer equipa. Estamos a falar do avançado que, ao longo dos últimos anos, tem marcado com categoria e constância o futebol nacional. Assim tudo parece indicar que iremos ver reeditada a dupla que ajudou a dar a Uefa ao fcp: Derlei – Postiga. Pelo menos enquanto Liedson estiver ausente. Se as lesões não aparecerem, aposto no Postiga. A sua entrega fará dele um dos preferidos. Tiuí terá que dar continuidade ao que fez nos 2 últimos jogos para esbater as nuvens que a sua contratação deixou numa fase inicial. A Djaló convém dar o passo final que lhe resta no sentido da afirmação plena: em futebol o controlo da bola e o seu endosso são tão ou mais importantes que a velocidade. A falta de um homem “alto e louro” terá que ser contornada com classe e inteligência nos jogos em que aparecerem 11 a defender. Já a ausência de extremos puros é de estranhar, num clube que os faz a granel para depois os deixar sair.

P.S.- Vinte anos de Aurélio Pereira. Podem ser mais 20? Quanto devemos a este homem?

verdão(sl)

domingo, julho 13, 2008

Capitão sem braçadeira

























Existem jogadores que têm um carisma próprio e que não necessitam de se impor aos colegas, porque a sua liderança é natural. Estou a falar do regressado Marco Caneira, ele consta nesta espécie de jogadores raros que nascem lideres.
Caneira foi formado na melhor escola de Portugal, onde aprendeu os valores futebolísticos, mas mais importante que isso aprendeu os valores humanos e morais.
Dentro de campo lidera não só sector defensivo, ajudando os colegas e incentivando-os, como lidera toda a equipa durante os noventa minutos.
É um jogador que não se destaca pela sua exuberância ou atitudes espalhafatosas, tenta ser sobretudo eficaz e discreto, dentro de um estilo sempre correcto e leal.
Tinha todas as condições para ser o capitão do Sporting. Há duas épocas só não foi o eleito porque era um jogador emprestado.
Esta época poderá ser um dos escolhidos para envergar a braçadeira de capitão. Seria de elementar justiça que fosse um dos escolhidos.

A função de capitão numa equipa como o Sporting acarreta muitas responsabilidades e tem de ser desempenhada com o máximo de respeito e humildade. Normalmente é atribuída a um jogador formado no clube, com alguns anos de primeira equipa, que seja visto como um líder e como um exemplo a seguir dentro e fora do campo. Que consiga estabelecer a ponte entre treinador e jogadores; um verdadeiro líder de balneário e que aos mesmo tempo possa ser uma extensão do treinador no campo.
No fundo que seja respeitado e admirado por colegas, adversários e demais agentes do futebol.

No que toca aos predicados que acabei de enunciar é bastante obvio que todos eles podem ser encontrados no actual capitão.
Não é vulgar encontrar um jovem tão maduro e responsável que se consiga impor perante colegas e adversários mais velhos.
João Moutinho é um predestinado e cedo se percebeu que era um jogador acima da média, não só no capítulo futebolístico, mas sobretudo no humano. Não tem a experiência dos anos como Caneira, mas compensa com a sua extrema dedicação e humildade.

Nas grandes equipas normalmente existe sempre um grande líder, com certeza que esta época se verá a emergência desse líder dentro do campo.
Sendo que a braçadeira de capitão acarreta um outro estatuto existem os tais capitães sem braçadeira que se impõem naturalmente.
Neste Sporting não vejo porque não podem coexistir dois jogadores que se entreajudem na tarefa de comando da equipa. Um com braçadeira e outro sem ela.
Um pode emprestar a sua experiência e liderança natural enquanto outro pode ajudar com a sua humildade e empenho inexcedíveis.



Verde CDV

sábado, julho 12, 2008

1º Jogo da temporada









O Sporting efectuou hoje pelas 10 horas o seu primeiro jogo treino contra o Atlético do Cacem.
O jogo teve lugar na Academia Sporting/Puma e foi aberto à comunicação social e a adeptos sportinguistas, sendo que registou a presença de 1200 espectadores.

O Sporting ganhou o encontro por 3-0. Com o primeiro golo a ser apontado pelo reforço Fábio Rochemback aos 17’ de livre directo. Na segunda parte Pereirinha fez o 2-0 aos 56’ com um remate cruzado já dentro da área e ao minuto 82’ Celsinho fechou a contagem ao marcar isolado.
Destaque ainda para duas bolas que acertaram na barra, uma por Derlei de cabeça e outra por Tiuí após um remate de fora da área.

Aqui ficam as equipas que alinharam durante os 90’ minutos:

Onze Inicial do Sporting:
Tiago; Abel, Carriço, Polga, Ronny; Rochemback, Izmailov, Vukcevic, Romagnoli; Purovic e Derlei.

2º Parte:
Tiago (Golas, 61m); Pedro Silva, Tonel, Carriço, Caneira; Adrien, Pereirinha, Farnerud, Celsinho; Yannick Djaló e Tiuí


Atlético Cacém
:
Tecelão; Ivan, Arroja, Oliveira, Pedro Coelho; Venda, Veludo, Balão, Pedro, Eder; Nuno Duarte

Jogaram ainda
: Ricardo, Karashym, Mario, Emerson, Alex, João Silva, André, Serginho, Castor e Júlio Fernandes


Primeiro começámos a ganhar o que é sempre motivante, mesmo que seja contra um oponente de menor valia técnica.
Estes são meros jogos de treino, mas servem sobretudo para afinar estratégias e para aquilatar da adaptação dos reforços aos métodos do treinador.
Servem também para dar oportunidade aos novos jogadores de se mostrarem ao técnico.

Neste primeiro onze ressalta a inclusão de Purovic que está de saída, mas que precisa de mostrar serviço para os potenciais compradores. Assim foi lhe dada uma oportunidade de mostrar o seu potencial aos possíveis interessados.
Outra nota de destaque é a inclusão de Daniel Carriço neste primeiro onze. Este é um jogador em quem os sportinguistas depositam legitimas esperanças.
Pode ser um sinal claro da parte do treinador que conta efectivamente com o jogador e que virá a ter reais oportunidades de jogar ao longo da desgastante temporada.

Não tendo assistido ao jogo não posso fazer uma análise técnica aos vários intervenientes, mas posso fazer um destaque ao jogador que mais se tem evidenciado nesta pré temporada.
Ele chama-se Fábio Rochemback e mais uma vez voltou a fazer alarde do seu excelente pontapé ao marcar um golo de livre directo.
Confesso que tive algumas reservas quando há alguns meses atrás se começou a falar da sua vinda para o Sporting. Estas reservas tinham sobretudo que ver com a sua atitude mental e de entrega ao jogo e nunca com as suas capacidades técnicas, aliás acima de suspeitas.
Depois de constatar o seu empenho nos treinos e a sua vontade indómita de ser campeão pelo Sporting, só posso dizer: Bem-vindo Rochemback e que consigas alcançar grandes êxitos, para no final todos fazermos a festa.

Uma palavra para Celsinho que sendo um jogador jovem, demonstra um potencial enorme que não pode ser desperdiçado. Talvez seja benéfico para o clube e para o jogador o seu empréstimo a um clube onde possa jogar com regularidade.



Uma nota de muito regozijo da minha parte por constatar que os sócios estão bastante empenhados em levar este Sporting rumo ao título. Pois apoio não vai faltar de certeza, a ver pelas 4.500 Gameboxs renovadas em apenas 4 dias, sendo que na totalidade já foram vendidas 4.987.
Vamos esperar que os sócios e adeptos do clube correspondam e que este ano se consiga atingir uma marca recorde de 40.000 Gameboxs vendidas, com todas estas vantagens é impossível recusar.


PS: veja aqui os golos do Sporting.



Verde CDV

sexta-feira, julho 11, 2008

Equipamentos 2008/09



Aí estão os novos equipamentos para a época que agora se inicia, esperando todos nós que sejam o símbolo de uma sucessão de grandes vitórias.

Leonino

Também tu Ronaldo?

Bem sei que os tempos são outros (mesmo que não soubesse, todos os dias a "indústria futebol" me faz questão lembrar), bem sei que o tempo do amor à camisola já lá vai (apesar de não aceitar isso de animo leve), bem sei que "activo" passou a ser o termo para designar aquilo que anteriormente o vulgar adepto chamava de "jogador", bem sei que aquilo a que todos chamávamos de contra-ataque hoje se denomina de "transição ofensiva", bem sei tudo isto e outras coisas mais.

Aquilo que eu ainda não sabia é que instituições com dezenas e dezenas de anos (muitas das quais centenárias), constituídas e sustentadas pelo sangue, suor e lágrimas de milhões de indefectíveis que ao longo dos anos tornaram possível que estas tenham atingido a dimensão que atingiram, tenham que se subjugar aos interesses e caprichos de meia dúzia de meninos mimados. Meninos mimados esses, que devem tudo o que são a quem lhes deu a mão e os projectou para o patamar onde se encontram hoje.

É esse o caso de Cristiano Ronaldo. Tratado como um príncipe desde que chegou a Manchester, quando ainda não tinha provas dadas ao mais alto nível, Ronaldo evoluiu sob um plano bastante cuidado, elaborado por Alex Ferguson e seus pares, que lhe deu todas as condições para atingir o nível que hoje patenteia. Ronaldo é hoje idolatrado em Manchester, o público facilmente troca os cânticos mais conhecidos de apoio ao United, pelo "Viva Ronaldo". Ronaldo conquistou nas 2 últimas temporadas diversos titulos, tanto a nivel colectivo, como a nível individual, estando bem colocado para atribuição da Bola de Ouro. Tudo isto ao serviço do Man Utd.

Como forma de agradecimento ao clube inglês pelo tratamento prestado ao longo destas 5 épocas, Ronaldo resolve desdobrar-se em "declarações de amor" ao Real Madrid, procurando forçar a saída para Espanha, desrespeitando todos aqueles que "andaram com ele ao colo" nestes últimos anos. No fim de contas tudo isto acaba por não ser estranho, uma vez que Ronaldo, possui na sua luxosa mansão em Manchester, uma divisão onde guarda os diversos prémios, fotografias e outro tipo de recordações da sua carreira futebolistica, o certo é que bem podemos procurar porque naquela sala não conseguimos encontrar nada verde. Talvez seja por ordem do Man Utd, devido à acesa rivalidade existente com o Sporting...

Todos sabemos que um dos clubes mais afectados com este tipo de vaidades é o nosso, e este ano já tivemos, e continuamos a ter, a nossa dose desta feita servida por Miguel Veloso. No entanto este é um problema a nível mundial, e assim sendo seria bom que as entidades que gerem o futebol pusessem alguma ordem em toda esta bagunça. Estou por exemplo a pensar na FIFA, e mais concretamente na figura do seu presidente, Joseph Blatter.

O que terá Joseph Blatter a dizer sobre esta matéria? O Presidente da FIFA diz então, sobre a situação de Ronaldo, "Ele deve poder deixar o Manchester para ir para o Real Madrid se é isso que deseja" e abordando este tipo de situações no geral refere que "isto são sinais de uma escravatura moderna".
Ora bolas! E Ronaldo, claro, bate palmas...


PS: Com pena minha ultimamente não me tem sido possível colaborar tanto como gostaria aqui no blog. Por este facto peço desculpa aos meus colegas editores, bem como a todos os que visitam o Sangue Leonino.

Lampard_1906

quinta-feira, julho 10, 2008

O fcp tem os melhores pontas-de-lança

É Lisandro melhor que Liedson ou Farias melhor do que Postiga? Sinceramente, não creio, embore aceite opiniões diversas da minha. Mas afinal, se assim é porque escolhi eu tal título? É simples:

Tem o Sporting algum ponta-de-lança melhor que Gonçalves Pereira, o presidente do CJ da FPF? Temos nós um jogador assim, que defende e ataca sozinho, e que, ainda só, marca os golos de caneta? É um tipo raro de jogador que, esquivando-se às dialécticas do 4x4x3 ou losango, rende sempre o máximo que se espera dele, sem necessitar de departamento técnico, médico ou estatístico. E, nos momentos em que o onze falhar, ou, como no caso em apreço, for a acção dos dirigentes a falir, manda-se entrar o ponta-de-lança. Que agora se chama Gonçalves, mas também já foi Adriano, Lourenço, Calheiros, Guímaro, Martins dos Santos etc, etc. Avançados assim decisivos não temos não. E ainda por cima são baratos, porque lhes basta beijar a mão ao dono.

E o que temos nós Sporting a ver com tudo isto? Tudo, mesmo tudo. É que não basta o regabofe que tivemos que aturar nas últimas 3 décadas. Não me surpreenderia que a UEFA, para fazer escola e para dar os habituais rebuçados aos seus afilhados, acabasse por suspender os clubes portugueses de todas as competições. Também não me surpreenderia muito que o fcp, neste processo, temendo o seu afastamento da Champions, aposte no tudo ou nada ao jeito da politica da terra queimada.

Por isso acções como a dos AAS são de extrema importância. A eles os meu parabéns pelo ineditismo da recepção de que foram alvo e pelos temas abordados.

O clube, pela voz do presidente, foi dos 1ºs a manifestar o seu descontentamento pelo sucedido. Talvez devesse ir mais longe ou ser mais insistente porque o presidente-rolha (nunca vai ao fundo...) nada disse e mandou outros fazer por ele. Estranho que a Associação de Futebol de Lisboa não tenha vindo a público dar conta da sua opinião. Bem sei que são 30 anos a ver os comboios passar com destino ao Porto, mas a situação actual requer voz activa. E do Governo podemos contar com o de sempre: nada!

verdão(sl)

Será verdade?
























Se for verdade não fico nada contente, nem vou exultar como alguns farão de certeza.
Já tive a minha dose de Carlos Queiroz e bastou. Não consigo ver em Carlos Queiroz o treinador genial que muitos vêem.
Reconheço-lhe o mérito do consulado das selecções jovens e dos dois títulos mundiais de sub-20. Mas também temos de reconhecer que teve nas mãos a geração mais brilhante do futebol português.
Na sua primeira experiência com seniores, que por acaso até foi no Sporting, falhou rotundamente ao deixar escapar o título de campeão nacional a poucas jornadas do fim.
Teve ao seu dispor uma das melhores equipas de todos os tempos e mesmos assim não conseguiu o desiderato a que se tinha proposto.

Em Carlos Queiroz vejo para além do treinador, uma pessoa conflituosa, snob e deselegante. Não é necessário recuar muito para constatar tudo isto, basta lembrar o seu conflito com o Sporting. Se quisermos recuar ainda mais podemos lembrar vários conflitos com Scolari.
No conflito que estabeleceu com o Sporting, para além da razão que até poderia ter, teve uma desfaçatez enorme e proferiu atoardas graves contra a pessoa de Filipe Soares Franco, presidente da instituição Sporting Clube de Portugal.
Não se coibindo de mandar mais umas “bocas” aquando da deslocação do Sporting a Inglaterra para jogar com o Bolton.

Se Carlos Queiroz for o novo seleccionador como irá ser a sua relação com o Sporting e com os seus dirigentes?
Terá ele humildade suficiente para pedir desculpas pelas ofensas proferidas?
Será ele capaz de assistir a jogos em Alvalade depois de ser considerado persona non grata?
Estas são algumas das interrogações que eu coloco. Mas desde já digo que não se criara um bom clima se Carlos Queiroz não conseguir restabelecer uma relação de cordialidade com o Sporting.

Treinadores portugueses capacitados para dirigir a nossa selecção não são muitos, mas encontro pelo menos mais um nome: Manuel José.
Não terá muito mais curriculum e experiência que Carlos Queiroz. Não mereceria já uma oportunidade.
Era muito mais justo que o cargo lhe fosse entregue a ele, mas talvez esteja a pagar pela sua irreverência e independência. Veremos o que fará Carlos Queiroz á frente da selecção nacional. Veremos se será agora que se vão alcançar os títulos que Scolari tinha tido obrigação de conquistar.
Isto segundo a versão de alguns que já tinham visto a nossa selecção em muitas finais e meias-finais de campeonatos da Europa e do Mundo.
Eu sinceramente duvido das capacidades de Carlos Queiroz mas cá estaremos para averiguar.



Verde CDV

quarta-feira, julho 09, 2008

Campanha rumo ao título

Este é um repto que eu lanço a todos os sportinguistas. Vamos todos ajudar o Sporting a ser campeão.
O nosso apoio é fundamental para catapultar este clube para mais altos voos.
Temos de repartir esforços ou seja o clube tem de dar condições aos atletas para singrarem, estes por sua vez têm de mostrar orgulho e raça dentro de campo e têm de honrar a camisola que envergam.
Nós adeptos temos de lotar o estádio José de Alvalade e apoiar incondicionalmente do primeiro ao último minuto.

Penso que o clube está cumprir a sua parte, proporcionando todas as condições aos jogadores, estes por sua vez estão a demonstrar uma grande ambição e querer em alcançar o tão almejado título de campeão.
Faltamos nós, os adeptos para fechar este círculo de união. Temos de dizer presente, pois o clube também nos está a proporcionar condições para lotarmos o estádio José de Alvalade em todos os jogos.
Seja através de campanhas de angariação de novos sócios ou recuperação de sócios antigos e também através da venda de Gameboxs.

Esta época o discurso é de optimismo, basta atentar nas palavras proferidas por Pedro Barbosa e na entrega dos jogadores ao trabalho.
Temos razão para ter este optimismo todo?
Eu acho sinceramente que temos todas as razões e mais uma para ter este imenso optimismo.
Primeiro porque somos os melhores adeptos do mundo e estamos sempre com a nossa equipa, nos bons e maus momentos e isso proporciona-lhes uma motivação extra para superar todos os obstáculos que vão encontrando pelo caminho.
Em segundo este pode ser um momento de viragem no futebol português e na hegemonia do FC Porto e o Sporting tem que aproveitar para se afirmar como o clube dominador do panorama futebolístico português. Quanto a outros rivais nem vale a pena falar, porque todos os anos é a mesma feira de vaidades e as suas inúmeras equipas maravilha nunca passam do papel.
Em terceiro lugar, vamos ter uma equipa mais madura e equilibrada que nos dá todas as garantias de uma época repleta de sucessos. Ao contrário de outros anos não se cometeram os mesmos erros e não se contratou em catadupa e para a plateia.
Contratou-se pouco e de qualidade para suprir as lacunas da época passada. Agora temos um plantel capaz de fazer um grande onze e um banco de suplentes á altura.

Caros sportinguistas este ano não existem desculpas para não se apoiar esta equipa.
Apoiem o Sporting Clube de Portugal e ajudem-no a tornar-se cada vez maior. Este apelo é para todos, porque mesmo os que não estão com esta direcção têm de estar com o clube. Digo e repito o clube tem de estar acima de todos nós.
Os que já apoiam, têm de continuar a apoiar e os que deixaram de apoiar têm de voltar ao seio da família sportinguista. Voltem a tornar-se sócios e comprem a Gamebox.
Vamos fazer do estádio José Alvalade a nossa casa e proporcionar uma festa de cor e alegria em cada jogo.
Nós podemos ser decisivos nesta caminhada rumo ao título, portanto nunca faltes. Temos de ser decididamente o 12º jogador.



EU ACREDITO! POR ISSO VOU LÁ ESTAR A PUXAR. E TU?




Verde CDV

terça-feira, julho 08, 2008

O primeiro dia do futuro Campeão
























A nova época está ai e já se conhecem os desígnios do próximo campeonato, pois ontem decorreu o sorteio da temporada 2008/2009.
Por sinal vamos ter um começo bastante complicado, mas como temos de jogar contra todos, que venham já os jogos difíceis porque andamos todos necessitados de assistir a grandes derbis.
Contudo antes do campeonato teremos a disputa da Supertaça, troféu ganho por nós o ano passado. Queremos repetir este triunfo novamente e se possível com um golo de Hélder Postiga.
Ainda quanto ao sorteio concordo inteiramente com Pedro Barbosa. É bom começar em casa e acabar em casa a festejar o título com os adeptos.

O Sporting iniciou ontem a temporada com um treino na Academia Sporting/Puma.
Paulo Bento começou a preparação da nova época com 21 jogadores, sendo que o destaque foi para Caneira e Rochemback.
Nota para as ausências de Liedson que regressa a Lisboa no próximo dia 16 e para os internacionais: Moutinho, Veloso, Rui Patrício e Hélder Postiga que se juntam aos companheiros dia 21 de Julho.

Parece que Tiuí vem com a garra com que acabou a época passada e foi o primeiro jogador a marcar um golo, por sinal o único na sessão de ontem.
Quem também vem com grande vontade de apresentar trabalho é Rochemback que transparece uma garra e uma ambição desmedidas, aliás como demonstrou na primeira época em Alvalade.
Demonstra que quer ser o patrão do meio campo sportinguista, quem também parece que não está pelos ajustes é Vukcevic que afirma que não quer ser suplente e ontem teve grandes despiques com Rochemback.
Para mim isto não é nada negativo; bem pelo contrário, só demonstra que os jogadores têm uma grande ambição e querem lutar pela titularidade.
Como bem disse Pedro Barbosa: “ No Sporting todos querem ser titulares “, eu acrescentaria: “ ainda bem porque quem ganha com isso é o clube que tem todos os jogadores motivados para uma grande época “.
Para mim e espero que para Paulo Bento também jogador que não corre e não mete o pé nos treinos não merece ser titular.
Um destaque para os dois benjamins que muito prometem: Daniel Carriço e Diogo Rosado, que sejam muito felizes nesta nova etapa.

Pode ver aqui um pequeno vídeo do 1º treino do Sporting e aqui pode ver as fotos.


PS: No 2º dia de trabalho parece que a pontaria esteve mais afinada e já se marcaram mais golos. Izmailov bisou e Derlei e Romagnoli marcaram um golo cada.



Verde CDV

segunda-feira, julho 07, 2008

Época 2008/2009

Teve hoje início a nova época do nosso clube com o primeiro treino e também o sorteio do campeonato da mesma época http://www.maisfutebol.iol.pt/noticia.php?id=969748&div_id=1676.

Tendo em conta que o campeonato se baseia em duas voltas em todos contra todos não deixa de ser evidente pelo sorteio de hoje que as primeiras 5 jornadas de cada volta podem decidir ou fazer muita mossa nos chamados grandes ou candidatos ao título.

Com desejo que no fim sejamos nós a fazer a festa em alvalade com mais um título limpo e sem lamúrias dos adversários.

ps: quero desejar um voto de bem-haja a 3 pessoas em especial que fazem muito para que este blog seja uma referência para mim e todos, sem esquecer ou desmerecer os outros que participam com as suas opiniões sempre que necessário.

ANA- Por todos os dias teres uma palavra, um comentário com graça e não teres defeso do nosso SPORTING.

VERDÃO -Sempre com um post actual, conciso e em que eu sempre me revejo em muitas opiniões.

VERDE CDV-Um sportinguista com alma, um coração enorme e luta sempre por um SPORTING MAIOR em todas modalidades.

ISMAS

Parabéns ao Hoquei em Patins!

























Depois de um curto período de descanso, onde me isolei de tudo. Volto novamente às minhas lides de blogger.
Cara Ana, não desapareci e também não vou postar para nenhum concorrente, muito menos escrever para jornais.
Gosto e prezo muito a minha independência e até que o Leonino me permita vou continuar a exprimir livremente as minhas opiniões neste blog.

Como todos vós sabem eu sou um defensor do Ecletismo no nosso clube. Há algum tempo atrás referi-me a um projecto muito interessante neste âmbito. Projecto esse que estava relacionado com o Hóquei em Patins e com o possível ressurgimento de uma equipa sénior.
Parece que esse projecto começa a dar os seus frutos, pois o Sporting conseguiu colocar as equipas de Infantis e Iniciados nas fases finais dos respectivos escalões.
Na final four disputada no fim-de-semana passado (4,5,6 de Julho) o Sporting sagrou-se Campeão Nacional de Iniciados.
Na sexta-feira empatou com Paço d’Arcos a quatro bolas, no sábado venceram o FC Porto por 4-1 e no domingo golearam o Hóquei de Barcelos por 8-1.
Dezoito anos depois o Sporting arrebatou o título máximo da modalidade no escalão de iniciados. Este foi um feito alcançado sem uma única derrota (45 jogos = 44 V + 1 E).

O meu agradecimento muito especial ao Srº Gilberto Dias (mentor deste projecto) e ao Srº António Rocha (coordenador técnico de todos os escalões de formação), extensível a todos os treinadores e atletas, por mais uma conquista para o enorme palmares do Sporting Clube de Portugal.
O meu obrigado por revitalizarem uma modalidade muito cara a todos os sportinguistas e que num futuro próximo possamos ver alguns destes atletas a representar a equipa sénior. Uma palavra muito especial para os pais dos atletas que são os seus primeiros apoiantes e a sua claque de todas as horas.



PS1: Mais uma palavra para o sempre inestimável Atletismo e para os jovens atletas que no passado fim-de-semana se sagraram Campeões Nacionais de Sub-23 na cidade da Guarda.


PS2: Para quem diz que o Sporting e o seu Presidente já se deveriam ter pronunciado sobre este ignóbil processo “ Apito Final “, aqui está a palavra do nosso Presidente.
Eu considero que o pronunciamento foi no tempo correcto, pois sendo o Sporting parte integrante do futebol português e um clube que sempre se pautou pelo bom senso e que nunca tentou retirar dividendos de processos alheios, só tinha de esperar pela decisão da ultima instancia jurídico desportiva para então se pronunciar e emitir uma opinião abalizada e não meros palpites.
Mais uma vez o Sporting demonstra; ao contrário de outros, que norteia a sua conduta por princípios de ética e respeito pela lei, não navegando ao sabor de ventos e mares e não proporcionando tristes espectáculos para a praça publica.



Verde CDV

domingo, julho 06, 2008

Eu acredito!

Começa amanhã uma nova época para o nosso clube. Não faltarão análises nos próximos dias e semanas sobre o plantel e forma como será constituído. Reservarei a minha para quando haja dados mais definitivos. Até ao fecho do mercado muita coisa poderá acontecer. Veloso e Moutinho são os nomes que nos poderão obrigar a ir às compras o que, a suceder, obrigará a um grande esforço da SAD. São jogadores fundamentais para o treinador e podem obrigar a até a mais do que um substituto por cada um deles que saia, dada a sua polivalência.

Hoje quero debruçar-me sobre o nosso maior desígnio e vontade: voltar a ostentar as 5 quinas na camisola mais linda do mundo. Voltar a ser campeões. Para tal temos que começar nos preparar bem. A resolução rápida dos lugares ainda pendentes é fulcral. Mas que a qualidade prevaleça. Uma vez preparados, temos que acreditar na nossa força. Na força da equipa mas também na força de um clube centenário, cujos adeptos gostam de ser vistos como os melhores. E isso, meus caros, tem que se provar todos os dias, sobretudo nos mais difíceis.

Por uma questão de perspectiva gostava de lembrar que, apesar da turbulência no seio da família sportinguista, cujo pico se pode considerar atingido na época passada, temos vivido nos últimos anos os nossos melhores anos no que a conquista de troféus no futebol diz respeito. Do inicio do sec. XXI para cá já cá cantam 3 Taças de Portugal, 3 Supertaças, e 2 Campeonatos nacionais. Ou seja quase tanto como o que me é permitido lembrar, desde que, nos longínquos anos 70, comecei a assistir ao futebol ao vivo e a cores.

Estou satisfeito? Não, evidentemente que não. O SPORTING CLUBE DE PORTUGAL não nasceu para ser segundo! Mas é verdade que se deixou cair para lá desse lugar nas 3 últimas décadas do século XX. Isto falando apenas de futebol, bem entendido. Mas é também um facto que, nesta primeira década do sec. XXI, soubemos sacudir a inércia e estamos mais perto de vencermos mais vezes. Eu convictamente assim acredito.

P.S.- Caso a época não corra de feição, o que não creio, mas que pode acontecer - embore, repito, não deve mesmo acontecer - eu continuo a acreditar no SPORTING CLUBE DE PORTUGAL!

P.P.S.- Discutiu-se aqui há dias a oportunidade e até a justiça da recente medida de perdão de cotas aos mais, digamos assim, "esquecidos". A possibilidade de sportinguistas como a Ana regressarem ao clube na qualidade de sócios demonstra como a medida é oportuna.

verdão(sl)

sábado, julho 05, 2008

Eu quero...

quinta-feira, julho 03, 2008

Pontas soltos

Se a formação generalizada de jogadores pode ser considerada uma bandeira do nosso clube, a particularidade de esse processo produzir extremos de elevada qualidade e em quantidade igualmente assinalável, tem servido para tornar o nome do nosso clube conhecido em todo mundo. Infelizmente parece que também ficar cada vez mais associada à imagem do clube a incapacidade de reverter em proveito próprio o talento que brota da nossa Academia nesta posição em particular.

Sabemos que todos os escalões de formação usam o 4x3x3, mesmo que em momentos possa ser o 4x2x3x1, mas sempre com os extremos. Sabemos que Paulo Bento prefere o 4x4x2 em losango e que agora irá treinar um 4x4x2 mais clássico, segundo o próprio.

Uma das justificações dadas pelo nosso técnico é que “Liedson não sabe jogar sozinho” ou não rende tanto, (em 4x3x3 portanto). Ora sabemos que Liedson está lesionado e sabemos que a eternidade está para ele como para o amor: será eterno enquanto durar. E diz-nos a prudência que fazer depender o sucesso na preponderância de apenas um elemento é uma forma de nos auto-limitarmos.

Os extremos (ou pontas, como se dizia antes) não têm futuro no nosso clube. E por isso não seria de surpreender que, findo o processo de formação, comecem a debandar para lugares onde os seus préstimos sejam melhor apreciados. Não será de surprender também que o clube cada vez sinta mais dificuldade em renovar com os melhores.

Por tudo isto pergunto eu: até quando continuaremos a desperdiçar o talento que nos tem caído do céu (mais o metódico trabalho de muitos…)?

verdão

terça-feira, julho 01, 2008

102ª ANIVERSÁRIO: envie-nos a sua mensagem

O Sítio Oficial deu-te a oportunidade de se associar às comemorações dos 102 anos de vida do Sporting Clube de Portugal!

Através deste mail (parabensscp@sportmultimedia.pt) varios enviaram uma mensagem que reflictia tudo aquilo que sentem pelo seu clube do coração.

As melhores frases foram publicadas no Sítio Oficial.











A minha foi escolhida, confere AQUI e AQUI se a tua tambem e deixa-a aqui para mais tarde recordar-mos este dia tao especial para todos nos.

The Best One

Parabéns, Sporting!

O Sporting está de parabéns hoje ao atingir 102 anos de idade de uma longa História de sucessos, não só em Portugal como em toda a Europa, sendo hoje um clube respeitado e temido por todos os seus adversários.

Mensagem do presidente Filipe Soares Franco

RESUMO DA HISTÓRIA DO SPORTING















Sporting 1923


Alguns Momentos de Glória


Cup of the Cups


Caneira Goal


Sporting/Az Alkmar


SCP 5-3 SLB


The Best One