"Tu vais vencer, Podes crer, Porque a nossa força é brutal. Mais de um século de histórias para contar. Sporting, tu nunca vais acabar" - osangueleonino.blogspot.com -

Sangue LEONINO

terça-feira, junho 30, 2009

Matías e Liedson



No dia em que Matías Fernandez - grande talento chileno - chegou a Portugal, tivemos ainda a excelente notícia de que Liedson está garantido por mais 3 anos.

Segundo Gilmar Veloz, empresário do craque, o acordo éstá estabelecido: «Sim, está tudo certo. Está confirmado que Liedson vai ser jogador do Sporting por mais três épocas».

Desfeitas todas as dúvidas, esbatidas as incertezas relativas à permanência de um dos melhores avançados da nossa história, falta agora o anúncio da contratação de um ponta-de-lança e de mais um ou dois jogadores, para que o plantel tome forma definitiva e 2009/2010 seja o ano do leão!

No que a nós adeptos diz respeito, reitero que a nossa contribuição deve começar pela renovação ou aquisição da gamebox 2009/2010.

Vamos a isto!

Leonino

segunda-feira, junho 29, 2009

Sporting CP-Benfas....As imagens possiveis....






























SL

Miguel Damas

sábado, junho 27, 2009

Os animais foram a Alcochete!

Nem num jogo de júniores, um escalão de formação... de jogadores e de homens! Velhos hábitos nunca morrem!



No site do Sporting:

O jogo entre Sporting e Benfica que servia para apurar o campeão nacional de juniores foi interrompido na Academia Sporting/Puma, devido a confrontos entre adeptos das duas equipas. A partida desenrolava-se normalmente, com os «leões» a terem uma grande ocasião para ganhar vantagem num remate ao poste de Diogo Rosado e uma má emenda de André Martins na “cara” do golo, mas, perto da meia hora, com a entrada da claque do Benfica na Academia instalou-se o caos.

A polícia não conseguiu suster os adeptos encarnados que incrivelmente entraram na infra-estrutura com petardos e mais alguns artefactos que arremessaram em direcção da bancada amovível onde estavam os adeptos do Sporting. As duas equipas tiveram de descer às cabines, dado que os sportinguistas foram obrigados a ir para o relvado.

O jogo será em princípio adiado.



(VÍDEO - clicar na imagem)


Uma nota final de total reprovação para todos aqueles abutres nojentos que já começaram a pôr a cabeça de fora, acusando José Eduardo Bettencourt por estes tristes acontecimentos.

Enquanto houver uma horda de adeptos leoninos oportunistas, patologicamente maldizentes, denominados de 'anti-qualquer coisa' e sem espinha, não haverá forma de se promover a paz no seio da nossa família!


Leonino

Já cá canta!

Segundo anunciou o "Record" hoje ás 1:32 da manhã Matías Fernández "já é Leão".

Tenho esperança que seja de facto o jogador que falta para dar a qualidade e equilibrio á nossa equipa na época que agora se inicia.

Matías Fernández é o primeiro reforço do Sporting para a nova temporada. Os leões enviaram à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) o comunicado que confirma o médio chileno em Alvalade, horas depois de o plantel ter dado início aos trabalhos.

Comunicado enviado para a CMVM na íntegra:

"Nos termos e para efeitos do cumprimento da obrigação de informação que decorre do disposto no artigo 248º, nº1 do Código dos Valores Mobiliários, a SPORTING - Sociedade Desportiva de Futebol, SAD (Sporting SAD) informa ter chegado a um acordo de princípio com o Villareal CF e com o jogador Matias Fernandez tendo em vista a sua transferência definitiva para a Sporting SAD. O acordo definitivo ficará dependente da realização dos exames médicos.



The Best One

sexta-feira, junho 26, 2009

Notícia de última hora

ATENÇÃO: NOTÍCIA DE ÚLTIMA HORA

Portugal está prestes a tornar-se um país Muçulmano !!!

ANTES DO FIM DO ANO,
VÃO SER 6 MILHÕES CONTRA JESUS...

Pedro

Com o apoio de todos rumo à glória!



Arranca hoje oficialmente a nossa época 2009/2010, renovando-se a partir deste dia todas as esperanças, anseios e ambições que anualmente guiam a família leonina no seu apoio à nossa equipa e ao clube, em busca dos desejados triunfos.

Este ano com presidente novo, discurso ambicioso, sportinguismo na pele - apesar das ainda muitas indefinições em relação ao quadro de jogadores profissionais - temos pela frente árduos desafios e bastantes etapas, onde o factor apoio vindo do 12.º jogador constituído por todos nós será mais importante que nunca.

Estamos numa fase decisiva onde muito do futuro da nossa Instituição se joga, pelo que faço aqui um apelo à união da família leonina, no sentido de que rememos todo no mesmo sentido, ou seja, no sentido do muito ESFORÇO, DEDICAÇÃO, DEVOÇÃO e... da tão ansiada GLÓRIA!

Boa sorte, querido SPORTING!

Leonino

quinta-feira, junho 25, 2009

Há coisas fantasticas não há?





O futebol é sem duvida o desporto-rei do planeta e com situações sui generis bastante curiosas.
Resolvi pegar em duas delas para poder demonstrar que neste jogo qualquer um pode ser um heroi ocasional e passar ao lado da historia do clube mas deixar a sua marca na historia do mesmo. "Como assim?" Perguntará o leitor.

Há dois jogadores que deixaram marca na historia do Sporting mas futebolisticamente falando passaram completamente ao lado do clube. Miguel Garcia e Luis Filipe.
O primeiro fez o percurso das camadas jovens desde os iniciados aos juniores como central. Ao subir aos seniores foi adaptado a lateral direito , função que desempenhava razoavelmente. Não era nem foi um jogador fulcral no Sporting , alternando entre a titulariedade e o banco. Era um lateral defensivo e devido ao seu passado de central com grandes dificuldades em atacar. Está neste momento desempregado após uma mal sucedida aventura em Itália ao serviço do Reginna.

Mas que fez Miguel Garcia para ficar para sempre na historia leonina? É ele o heroi de Alkmaar. Ao ultimo minuto do prolongamento da meia final AZ Alkmaar- Sporting CP e com a eliminatória perdida foi ele que reduziu de cabeça para 3-2 permitindo o Sporting empatar a eliminatoria e passar devido ao factor golos marcado fora. Foi ele com o seu golo que nos colocou na final mais desejada da nossa historia.
Este alentejano de gema , agora sem clube , estará sempre ligado a essa final , independentemente de vir ou não a voltar a jogar ao mais alto nivel. Esse seu golo está tambem ligado ao ultimo golo gritado em plenos pulmões por Jorge Perestrelo um dos mais famosos locutores desportivos da nossa praça. Este "ripa na rapaqueca" faleceu no dia seguinte a esta jornada de gloria.

Luis Filipe foi um jogador que em Alvalade foi marcado pelo Amor-Odio ..... mais odio que amor... ;-). Era um jogador que veio rotulado como extremo direito e acabou a jogar (pouco) a lateral direito. Sendo claramente um jogador sem apoio nem carinho por parte da massa associativa. Mas Luis Filipe está ligado para sempre à historia do Sporting e do seu estadio Alvalade XXI pois foi dele o primeiro golo marcado naquele recinto. Foi no jogo Sporting CP-Man Utd (3-1) na inauguração. O primeiro golo oficial foi da autoria de Fabio Rochemback de penalty ao minuto 14 do Sporting 4 Belenenses 2. Com passagens por Braga , Guimarães e Benfas , Luis Filipe nunca será um jogador de topo mas estará sempre ligado a este episodio da nossa historia.

É pois assim o futebol. Nem só os grandes têm possibilidade de deixarem a sua marca na historia. É sem duvida um desporto que possibilita momentos de gloria a um qualquer desconhecido.

ps-Até hoje não percebia o porque de tanta agressividade do jogador Tarik Sektioui em relação ao Sporting. Ao rever o video do golo em Alkmaar percebi logo. O homem jogava lá na altura e já fazia a festa no banco....Azias....

SL

Miguel Damas

quarta-feira, junho 24, 2009

Cenas de um Casamento

Está a fazer quase duas semanas que o Liedson casou, na Bahia, Brasil. Aparentemente tudo normal, um mero acto da vida privada dum cidadão, por sinal mediático, uma das estrelas do firmamento Sportinguista. Provavelmente assunto “apenas” com interesse para as revistas “cor-de-rosa”.
Mas quem esteve mais atento por certo notou a ausência de convidados da "estrutura" do futebol do Sporting. Nem Directores, nem empregados, nem Clínicos compareceram ao casamento dum dos jogadores mais antigos do plantel. Ou não foram convidados ou não “puderam” marcar presença. Apenas compareceram os jogadores Polga e Derlei.
O vínculo ao Sporting e a mística revelam-se nestes aspectos. E aqui o Sporting tem falhado muito nos últimos anos. Se os responsáveis do Sporting não tiverem atitudes de proximidade e afectividade com os jogadores, não podem esperar depois que esses mesmos jogadores prefiram sempre o nosso Clube em contraponto com outros clubes.
Se os responsáveis pugnarem por relações meramente “profissionais”, tipo “são - 18 horas - vou – para –casa”, nunca conseguiremos segurar jogadores. Por isso vimos recentemente que alguns jogadores preferem ir jogar em clubes de segunda linha, a ganhar pouco mais, do que continuar no Sporting; alguns deles inclusive passaram pelas camadas jovens!
A “estrutura” do Clube/SAD terá de estar genuinamente preocupada com as necessidades dos jogadores, especialmente quanto aos seus problemas particulares ( e das suas famílias). Com transparência e autenticidade, sem hipocrisias.
Quando assim acontecer os jogadores terão prazer em ter colegas e lideres nos seus casamentos. Quando assim acontecer os jogadores só trocarão jogar no Sporting por contratos muito, mas muito superiores. Quando assim acontecer, depois dos golos os jogadores abraçarão os treinadores. Quando assim acontecer os Directores não ficarão no Notário à espera do jogador que entretanto “pisgou-se” para a Turquia.
Quando assim acontecer teremos não um Grupo, mas uma Equipa.



Gabriel Almeida

O Homem de quem se fala!

Matías "Mati" Ariel Fernández Fernández (Buenos Aires, 15 de maio de 1986) é um futebolista nascido na Argentina, de nacionalidade chilena. Atualmente joga no Villarreal.

É considerado uma das maiores promessas do futebol do Chile.

De mãe argentina e pai chileno, Fernandez nasceu na Argentina e viveu nesse país até os quatro anos de idade quando sua família transferiu-se para o Chile (cidade de La Calera). Deu seus primeiros passos no futebol na pequena equipe do Unión La Calera. Aos 12 anos foi para as divisões inferiores da equipe do Colo-Colo.

Fez sua estréia na equipe principal em 1º de agosto de 2004 contra a equipe da Universidad de Chile. Marcou gols como profissional pela primeira vez contra a equipe do Club Deportes Cobresal (anotou dois tentos). Nesse mesmo ano marcou oito gols e foi o artilheiro do seu time.

Jogou pela seleção chilena juvenil o Campeonato Mundial sub-20, na Holanda, e no ano seguinte jogou três partidas pela seleção principal e marcou dois gols (ambos contra a seleção do Peru). Em 2006, formando uma grande dupla de ataque com Humberto Suazo, sagrou-se campeão chileno com o Colo-Colo (torneios Apertura e Clausura) e ainda chegou à final da Copa Sul-Americana.

Suas atuações lhe valeram, em 28 de dezembro de 2006, uma transferência de nove milhões de dólares para a equipe do Villarreal CF, da Espanha, onde está até hoje. Em seu novo clube, logo nas primeiras partidas, já é considerado o melhor jogador estreante da liga espanhola.

Em 2006, foi eleito o Jogador de Futebol do ano pelos jornalistas esportivos chilenos.
Nesse mesmo ano ganhou o prêmio Melhor dos Melhores, dado ao melhor esportista chileno.
Ainda nesse ano, o jornal uruguaio El País o elegeu o Melhor Jogador da América em uma pesquisa realizadas com diversos jornalistas do continente.



The Best One

terça-feira, junho 23, 2009

Por cada leão que cair outro se levantará














Reza a lenda que que quando António Oliveira entrou para o campo a 29 de Setembro de 1982 para defrontar o Dinamo Zagreb já sabia da morte do pai mas que mesmo assim quis jogar.

O Sporting vinha de uma desvantagem de 0-1 da primeira mão e Oliveira fez uma espantosa exibição individual fazendo um hattrick e levando o Sporting a uma confortável vitoria por 3-0.

Só no dia seguinte o povo leonino ficou a saber que o herói da noite anterior tinha jogado com a terrível noticia na cabeça não deixando mesmo assim de se entregar como um leão ao jogo e proporcionando uma noite memorável encaixando 3 golos a um ainda desconhecido Ivkovic.

Oliveira era do famoso trio leonino do principio da década de 80 do século passado o mais dotado tecnicamente. Senhor de uma genialidade impar era capaz de encantar a plateia com toques de classe nunca deixando de jogar para a equipa.

Fez 93 jogos de leão ao peito e fez balançar a rede por 37 vezes. Jogando a avançado ou médio ofensivo este virtuoso jogador fez a sua primeira aparição a 22 de Agosto de 1981 num jogo com o Belenenses que terminou 2-2.

Senhor de um drible fantástico , Oliveira foi também jogador de selecção jogando 24 vezes pela equipa das quinas sendo que 7 foram como jogador do Sporting. No principio da época de 1982-83 chegou mesmo a ser jogador-treinador com a saída de Big Mal.

Venceu um campeonato e uma taça como jogador e uma supertaça como jogador-treinador.

Manteve-se no Sporting até ao final da época de 1985 de onde se transferiu para o Maritimo onde viria a terminar a sua carreira futebolística.

É dele a frase “ por cada leão que tombar outro se levantará” na sequencia da noite magica diante dos jugoslavos Dinamo Zagreb e tão infeliz a nível pessoal. Sendo uma personagem que não é muito querida ao nível de treinador em Alvalade é sempre bom recordar o jogador , esse sim um verdadeiro fora de serie e um jogador que muito deu a plateia leonina.

SL

Miguel Damas


domingo, junho 21, 2009

Haverá lugar para a fantasia em Alvalade ?

Nas últimas épocas tem-se notado a ausência de fantasistas na nossa equipa, jogadores capazes de desequilibrar, fortes no 1x1 e que entusiasmem o futebol da equipa e contagiem os adeptos com essa alegria de jogar.

Sob este prisma, gostaria de focar dois jogadores que pertencem ao Sporting, e que poderiam ser esses fantasistas que a equipa por vezes necessita para transformar alguns empates em vitórias, de forma a podermos ser mais consistentes e fortes no Campeonato, objectivo que desejamos alcançar na nova temporada.


Celsinho - é um jogador jovem, tecnicista, fantasista, e que não teve uma época dentro daquilo que se esperava, no E. Amadora, clube que teve bastantes problemas ao qual não será alheio também um certo apagamento de Celsinho na parte final do Campeonato. No entanto, foi um jogador em destaque no início da Liga, marcando e assistindo, fazendo exibições de bom nível, mais próximo de um nível daquilo que se espera do potencial deste jogador que recrutamos ao Lokomotiv de Moscovo.


Fábio Paim - é um jogador que gostaria que regressasse ao Sporting, sendo que já poderia ter estado no clube onde foi formado na época passada, tanto no início da temporada como em Janeiro, quando regressou do empréstimo ao Chelsea onde actuou na equipa de reservas. É um jogador com grande talento, capacidade técnica, criatividade, poderá ser um expoente da tal fantasia que gostaria de ver no nosso relvado. Desde as camadas jovens que existem grandes expectativas em torno da capacidade de Fábio Paim, mas não tem confirmado essas mesmas qualidades por onde tem passado, com excepção ao período em que esteve emprestado ao Trofense onde mostrou algum do seu futebol. É um jovem com uma mentalidade difícil, mas os grandes talentos normalmente têm uma dose temperamental em excesso...
É minha opinião que Fábio Paim tem condições, ainda para se tornar no melhor jogador a saír das nossas escolas de formação, o que tem faltado é que a sua "educação" profissional e futebolística seja feita em casa, no Sporting, onde se sente à vontade e poderá ter em Paulo Bento, a pessoa ideal para colocar Fábio Paim na rota dos melhores.

Lion King

sábado, junho 20, 2009

Lenda viva.....II



Rui Manuel Trindade Jordão

Sei que haverá nos mais novos quem não tenha visto jogar este tigre de Benguela. Um verdadeiro felino de área que juntamente com Manuel Fernandes e também com Oliveira nos deram tantas tardes e noites de exaltação Leonina. Quantas peladas nos encheram o imaginário com " eu sou o Manuel Fernandes e tu o Jordão" e jogávamos lá na frente e festejávamos os golos tal e qual os nossos ídolos. De Jordão guardo um golo contra o Feyenoord numa grande noite europeia que assisti ao vivo e um hattrick contra o benfas no titulo de 82 num jogo visionado na televisão (dos poucos na altura).

Apesar de não estar ligado ao futebol nem ao Sporting. Jordão sempre primou pela discrição fora dos relvados contrastando com a entrega que teve dentro do relvados. A sua elegância e classe aliada a uma capacidade invulgar de concretização deram-lhe 2 botas de prata e colocam no top 10 do futebol português em 9 lugar com 215 gm com uma media de 0,60 por jogo.

No euro84 deu-nos a esperança de alcançar a final com 2 golos portentosos na meia-final com a poderosissima França. Rui Jordão faz parte da historia do Sporting com aquele tridente ofensivo que em 1982 fez miseria pelos relvados portugueses e estrangeiros. Para alêm da dobradinha foi a primeira equipa portuguesa a alcançar uma vitoria em solo inglês. Com o Southampton (2-4).
Aos mais novos que não o viram jogar pode se dizer que o estilo de Jordão confunde-se um pouco com o de Liedson embora Jordão tivesse uma maior capacidade e velocidade de partir para cima dos adversarios.

Sempre no nosso imaginario e no nosso coração leonino Rui Jordão é um Leão dos nossos e mais um dos alicerces historicos do nosso Sporting.

SL

Miguel Damas

sexta-feira, junho 19, 2009

Lenda viva.....



Mais que o presente , mais que o futuro. Por mais voltas que possamos dar. A historia será sempre fiel. Das lendas e das vitorias. Das derrotas mas sobretudo das tardes de gloria. Porque o espólio é nosso e convêm sempre recordar.

Quando um filho têm tamanha devoção , admiração e paixão , só temos que nos lembrar da gloria e esforço de alguém que nos encheu de alegria e a dar pulos como uma qualquer criança numa alegre brincadeira. Será sempre nosso e nosso será até morrer e mesmo depois disso a sua marca estará para sempre ligada a um clube que estando acima de tudo e de todos e acima de qualquer vaidade , foi construído nos alicerces por gente como esta.

http://marketingfc.blogspot.com/2009/06/o-museu-do-mestre.html

Bem hajas Manuel Fernandes!!

SL

Miguel Damas

quinta-feira, junho 18, 2009

Oportunidades, empréstimos e formação

Numa altura em que o Sporting tenta constituír o seu plantel, existem alguns jogadores que poderiam ser alvo de integração no mesmo, mediante uma nova oportunidade para mostrar a sua valia.

Elencando esses jogadores, começaria pela sector defensivo, primeiramente pela baliza:

Stojkovic, é um guarda-redes que poderia ter essa oportunidade, pois é titular da selecção da Sérvia que se encontra bem colocada para se qualificar para o próximo Mundial e faria aumentar o nível de concorrência na nossa baliza. Acima de tudo, também tem em vista a situação de Ricardo Batista a quem faria bem jogar tendo em conta a sua idade e numa posição onde actualmente será difícil fazê-lo em Alvalade. Com a renovação de Tiago, diminuiu-se o espaço a Victor Golas que é um guarda-redes que pode ter um bom futuro, mas que pelos vistos será emprestado ao V. Setúbal.

Em relação ao sector da defesa, confesso que veria em João Gonçalves uma boa alternativa pois fez uma boa época no agora primo-divisionário Olhanense, apesar do infortúnio da lesão sofrida e que o obriga a parar mais alguns meses, mas ao que consta será mantido em Olhão, onde também está Paulo Renato que ainda não teve a oportunidade de mostrar o valor que se lhe foi augurado desde a formação. Com o regresso de André Marques, fechou-se o espaço para Tiago Pinto que ainda se encontra a ponderar a proposta de renovação que lhe foi efectuada, sendo que o jogador que esteve emprestado ao Trofense é também um jogador jovem a quem se prevê que possa vir a fazer uma carreira bem sucedida.

No sector intermediário, à um ano atrás uma das figuras da equipa júnior era Marco Matias que pode jogar no lado direito do meio-campo ofensivo e que esteve emprestado ao Varzim. É uma solução a ter conta tendo em vista uma alteração de jogo que previligie mais as alas ofensivas, algo que pode acontecer futuramente. No lado contrário, um jogador com talento como Diogo Rosado seria também alguém a ter em boa conta, pois tem vindo a demonstrar ao longo da sua formação, actualmente na equipa júnior, que pode ter um futuro auspicioso.

No sector ofensivo, regressará Carlos Saleiro que é um ponta-de-lança que pode brilhar, e que esperará por oportunidades para isso. Quanto a Tiuí, confesso que foi um jogador que me surpreendeu positivamente em relação às expectativas iniciais, sendo fundamental naquela vitória na Taça de Portugal frente ao Porto. Nesta época que findou, não teve oportunidades para dar sequência a esse grande momento no Jamor, mas pela sua idade, poderá ser um avançado a ter em conta. Outro jogador que seria um ponta-de-lança com capacidade de fortalecer a equipa, Purovic. O internacional montenegrino é um tipo de ponta-de-lança útil pela sua estatura, jogo aéreo, capacidade de finalização de pequena área a salientar, acho que poderia ser um jogador com futuro no Sporting pois não é fácil encontrar este tipo de jogadores da antiga escola jugoslava, no qual Zigic é outro exemplo.
Uma referência para Wilson, avançado dos júniores, jogador de grande potencial e a quem chamam o "Liedson dos júniores"...

Lion King

quarta-feira, junho 17, 2009

Crazy silly season!



SL

Miguel Damas

terça-feira, junho 16, 2009

Estabilidade na estrutura do plantel

Paulo Bento deu ontem uma entrevista ao programa Dia Seguinte da SIC Notícias onde revelou que a estrutura do plantel será para manter o mais possível. Analisando por posições:

Guarda-redes: o objectivo passa por ficar com Rui Patrício, Tiago e Ricardo Batista, procurando para Stojkovic colocação visto não contar com o sérvio para a próxima época.

Defesas: pretende manter a estrutura base da defesa, com Abel e Pedro Silva na lateral direita, Tonel, Polga, Carriço e Caneira como opções para o centro defensivo, sendo que na lateral esquerda manter-se-á Grimi, regressando André Marques após empréstimo ao V. Setúbal o que faz com que Ronny perca o seu espaço e também procure colocação.

Médios: Adrien, Rochemback. Quanto a Miguel Veloso tudo dependerá de uma possível oferta que seja do agrado do Sporting e do jogador sendo que pode permanecer no plantel caso não seja transferido. Pereirinha, Izmailov e Vukcevic são jogadores a quem se poderá juntar outro com características de ala que pode ser um alvo para uma alternativa de jogo que privilegie mais os flancos. João Moutinho será para manter caso seja possível segurar o número 28, e Romagnoli vai sendo dado como um jogador a quem a saída pode ser a solução pretendida, sendo que a procura de outro médio organizador de jogo ofensivo é algo bem visto.

Avançados: Liedson, Postiga, Djaló são jogadores a manter para Paulo Bento. De assinalar o regresso de Saleiro após uma 2ª volta melhor sucedida na Académica do que a 1ª volta onde não conseguiu jogar com regularidade em Setúbal, após empréstimo. Não tendo sido possível segurar Derlei, Paulo Bento pretende mais um jogador para a linha avançada, tendo em conta que Tiuí parece carta fora do baralho.

Lion King

segunda-feira, junho 15, 2009

Reforço por horas

Quem será o nosso 1º reforço?
Segundo o jornal Record, está praticamente assegurado e não se trata do equatoriano Caicedo.

Só espero é que seja um bom sucessor do Derlei que, infelizmente, não irá continuar no Sporting.

Pedro

Modalidades














O futebol mexe connosco e mobiliza as massas, mas são as modalidades que nos proporcionam alegrias constantemente.
Elas são responsáveis pela maioria dos mais de 13.000 títulos conquistados ao longo destes quase 103 anos.
Este post surge na esteira de mais uma brilhante vitoria no Nacional de Clubes em Atletismo. Conseguimos a bonita soma de 47 e 40 títulos para homens e senhoras respectivamente.
Aliás o palmares desta modalidade deve ser impar a nível nacional. Não disponho de dados que me permitam concluir esse facto com certeza absoluta, mas desafio-vos a encontrar outra com este manancial de títulos.

Esta é a de certeza a modalidade rainha por tudo o que já proporcionou ao país.
Mas gostaria de deixar também uma palavra de gratidão a outra modalidade que é muito cara a Portugal e aos sportinguistas.
Essa modalidade é o Hóquei em Patins e está a renascer no nosso clube graças a um projecto consubstanciado na pessoa desse grande sportinguista que é o Eng. Gilberto Dias.
Por enquanto falamos somente de escalões de formação, onde o excelente trabalho já permitiu que na corrente época tenhamos três equipas a disputar a final four para apurar o respectivo campeão.

Se outros se esquecem de realçar estes feitos por distracção, incúria ou maldade, nós estamos aqui para lhes recordar que somos realmente o maior clube de Portugal.
Se alguns sofrem de “clubite” aguda ou tentam depreciar as nossas vitórias, nós estaremos sempre alerta para fazer eco dos nossos feitos impares.

Poderia destacar outros feitos e outras modalidades, mas hoje a minha homenagem vai para estas duas, com a promessa de voltar a este tema brevemente.

Foi você que prometeu um pavilhão?


Verde CDV

domingo, junho 14, 2009

Onde andam eles?

À custa do jogo de juniores de ontem vieram-me à memória alguns ex-craques da nossa formação e resolvi fazer uma pesquisa para saber onde andariam por esta altura, sendo que não foi possível descobrir informação sobre muitos jogadores, nomeadamente os mais antigos. Fica então a listagem dos últimos 10 anos, incluindo a equipa B (entre 1998 e 2003, onde pontificaram alguns jogadores de relevo, mesmo alguns que nunca passaram pelos juniores).

1998/99:
Juniores
Márcio Ramos (GR): Estoril
Vasco Faísca (DEF): Pádua (Itália)
Mangualde (DEF): Freamunde
Vasco Matos (AV): Portimonense
Equipa B
Beto (GR): Leixões
Nuno Santos (GR): V. Guimarães

1999/2000:
Juniores
Santamaria (DEF): Ponferradina (Espanha)
Rodolfo (DEF): Rio Maior
Paulo Teixeira (MED): Lucarno (Suíça)
Custódio (MED): V.Guimarães
Vasco Varão (MED): Fátima

2000/2001:
Juniores
Alemão (GR): Santa Clara
Hugo Tecelão (GR): Odivelas
Miguel Garcia (DEF): sem clube
Miguel Ângelo (DEF): Trofense
Duarte Machado (DEF): Fátima
Carlos Marques (DEF): APOP (Chipre)
Luís Dias (MED): Gloria Buzău (Roménia)
Hugo Viana (MED): Valência (Espanha)
Equipa B
Jorge Vidigal (DEF): Recreativo da Caála (Angola)
João Filipe (DEF): Barreirense
Hélder Rosário (DEF): Málaga (Espanha)
Houssine Kharja (MED): Génova (Itália)
Nauzet (MED): Terrassa (Espanha)
Ricardo Quaresma (AV): Chelsea - Inglaterra (emprestado pelo Inter Milão, Itália)
Dady (AV): Osassuna (Espanha)
Gisvi (AV): Zamora (Espanha)
Cuco (AV): Freamunde
Vargas (AV): AEL Limassol (Chipre)
Lourenço (AV): Panionios (Grécia)
Chiquinho (AV): Panetolikos (Grécia)

2001/2002:
Juniores
Hugo Pina (MED): Guadalajara (Espanha)
Cristiano Ronaldo (AV): Real Madrid (Espanha)
Paulo Sérgio (AV): Salamanca (Espanha)
Equipa B
Paíto (DEF): Sion (Suíça)
Fernando Dinis (DEF): Beira-Mar
Nuno Diogo (DEF): CS Otopeni (Roménia)
Hugo Moutinho (MED): FC Drobeta (Roménia)
Marinho (MED): Naval 1º Maio
Hugo Machado (MED): Alki Larnaca (Chipre)
João Paiva (AV): FC Luzern (Suíça)

2002/2003:
Juniores
Semedo (DEF): Charlton Athletic (Inglaterra)
Edgar Marcelino (AV): APOP (Chipre)
Varela (AV): Porto
Equipa B
Christopher (GR): Marítimo
Valdir (DEF): sem clube
José Fonte (DEF): Crystal Palace (Inglaterra)
Miguel Pinheiro (MED): Igreja Nova
Miguel Paixão (AV): União Leiria
Hugo Évora (DEF): Stiinta Bacau (Roménia)
Pedro Araújo (DEF): Beira-Mar
Carlos Marques (MED): Pinhalnovense
Pimenta (MED): Sp. Covilhã
Mateus (AV): Nacional

2003/2004:
Juniores
Hugo Cardoso (GR): Madalena
Mário Felgueiras (GR): Braga
Jorge Teixeira (DEF): AEP (Chipre)
Emídio Rafael (DEF): Portimonense
Miguel Veloso (DEF): SPORTING CP
Nani (MED): Manchester United (Inglaterra)
João Moutinho (MED): SPORTING CP
Yannick Djaló (AV): SPORTING CP
Bruno Filipe (AV): Portimonense
Carlos Saleiro (AV): SPORTING CP

2004/2005:
Juniores
Pedro Cardoso (GR): Cova da Piedade
André Nogueira (DEF): Torreense
Paulo Renato (DEF): Olhanense (empréstimo)
Tiago Pires (DEF): Potenza - Itália ( empréstimo do Génova, Itália)
André Marques (DEF): SPORTING CP
David Caiado (MED): Trofense
Celestino (MED): Estrela da Amadora (empréstimo)
Zezinando (MED): Real Massamá (empréstimo)
Diogo Tavares (AV): Frosinone - Itália (empréstimo do Génova, Itália)
Tomané (AV): Tourizense
Manuel Riera (AV): Sant Julià (Andorra)

2005/2006:
Juniores
Rui Patrício (GR): SPORTING CP
Tiago Jorge (GR): Ayia Napa (Chipre)
Tiago Pinto (DEF): Trofense (empréstimo)
Marco Lança (DEF): Nea Salamis (Chipre)
Simão Coutinho (DEF): Vianense (empréstimo do Gil Vicente)
Vasco Campos (DEF): Cova da Piedade
Daniel Carriço (DEF): SPORTING CP
João Gonçalves (DEF): Olhanense (empréstimo)
João Martins (MED): Atlético (empréstimo)
André Pires (MED): Tourizense
Bruno Pereirinha (MED): SPORTING CP
Sebastião Nogueira (AV): Nea Salamis (Chipre)
Ricardo Nogueira (AV): sem clube
Fábio Paim (AV): ???
Alison Almeida (AV): Legião (Brasil)

2006/2007:
Juniores
André Martins (GR): Casa Pia (empréstimo)
Rui Figueiredo (DEF): Esmoriz (empréstimo)
David Santos (DEF): Oriental (empréstimo)
Tiago Pedrosa (DEF): Fátima
Jorge Abreu (DEF): Fiães
Adrien Silva (MED): SPORTING CP
André Santos (MED): União Leiria (empréstimo)
Yannick Pupo (MED): Marília (Brasil)
André Cacito (AV): Sintrense
Marco Matias (AV): Varzim (empréstimo)
Bruno Matias (AV): Fátima (empréstimo)
Vivaldo Arrais (AV): Ayia Napa - Chipre (empréstimo do Bétis Sevilha - Espanha)
Rui Lopes (AV): Ribeirão (empréstimo do Braga)

2007/2008:
Juniores
Nuno Silva (GR): Oeiras
Vinicius Golas (DEF): Odivelas
Wellinton Matos (DEF): Adap Galo Maringá (Brasil)
Mihai Radut (DEF): Internaţional (Roménia)
William Owusu (MED): Real Massamá (empréstimo)
Luís Paez (AV): Fátima (empréstimo)
Diogo Viana (AV): Porto

Como é óbvio os jogadores ainda nos juniores não estão apontados aqui. Mas além da grande quantidade de jovens que compõe o plantel sénior actualmente ficam três anotamentos:
- o incrível número de jogadores formados em Alvalade/Alcochete actualmente no Chipre (9), Espanha (9) e Roménia (5);
- a razia quase total de jogadores "pescados" no Brasil, dos quais sobram os actualmente nos juniores, estando todos os outros de volta ao Brasil, e para clubes pequenos;
- a quantidade de jogadores colocados a rodar em clubes como o Fátima, Olhanense ou Real Massamá.

Nelson Santos

sábado, junho 13, 2009

Renovar com André Marques


Já aqui disse que sou fã deste miúdo. Tapado por Cissokho no Setúbal, beneficiou (e de que maneira!) com a saída deste para o FCPorto. Arrancou excelentes exibições que lhe valeram a chamada à Selecção e o sempre desejado retorno à casa mãe. André Marques termina contrato esta época e tendo em conta que a concorrência em nada lhe é superior, é de crer que jogue bastante. Esta é a altura ideal para lhe renovar o contrato, não só porque deixará o jogador mais tranquilo como evitará sobressaltos indesejáveis lá mais para o final da temporada.

Foto: site do Sporting Clube de Portugal

Abraço de Leão,

Verdão.

sexta-feira, junho 12, 2009

Os golos sofridos....

Depois de muita discussão e debate , resolvi fazer uma pequena pesquisa e escalpelizar a maneira como sofremos golos esta época na primeira liga. Sendo que alguns dos golos foram por desconcentração , outros por mérito do adversário e outros por ajudas daqueles senhores que de amarelo , preto ou grená têm um "amor" tão grande ao Sporting , que invariavelmente os seus maiores erros de carreira acontecem com o clube do nosso coração.

Não quero com isto me refugiar nos erros das arbitragens para explicar o insucesso desta época que findou. Sou contra isso e prefiro sempre muito mais fazer uma introspecção para ver o que nos falhou que acusar outros pelas nossas falhas.

Sou apologista que conhecendo e detectando as nossas fraquezas e erros e ter capacidade para os corrigir é meio caminho para o sucesso num futuro próximo.
Sendo assim depois de visionar os lances capitais dos 30 jogos disputados pelo Sporting na competição rainha nacional , cheguei as seguintes conclusões.

Muitos dos golos que sofremos deveram-se a erros de marcação e faltas de concentração. Ao contrario do que têm sido dito , Rui Patrício ainda têm demasiadas responsabilidades em alguns golos. Embora não seja por ai que critico o guarda redes mas sim na sua fraqueza nas bolas aéreas e no jogo de pés (embora estranhe que os colegas tantas vezes lhe dêem a bola para o pé errado...) , de alguma incapacidade da defesa por vezes em afastar a bola de qualquer maneira. É certo que este exercicio não pretende denegrir uma defesa que apesar das lesões durante a época e do aparecimento de um jogador jovem a titular conseguiu a nível nacional manter uma bitola bastante elevada. Pretende-se unicamente detectar as falhas passiveis de serem corrigidas.

Passamos então aos golos sofridos.

1 golo - Jornada 1 - Trofense - minuto 59 - Pinheiro - Grande penalidade- Este é um dos golos que é "batoteiro" . Polga têm uma desatenção e deixa o seu adversário isolar-se , faz o carrinho bem fora da área e supreendentemente ou talvez não o arbitro por indicação do seu fiscal dá penalty.

2 golo - Jornada 4 - Benfas - minuto 66 - Reyes - Lancamento lateral , com Rochemback que discutia com o arbitro a esquecer-se do seu jogador directo que livre de marcação remata cruzado fazendo golo.

3 golo - Jornada 4 - Benfas - minuto 71 - Sidnei - Livre lateral com cruzamento para area onde Sidnei cabeceia com Polga a encolher-se.

4 golo - Jornada 5 - Porto - minuto 17 - Lisandro - Falha grosseira de Grimi na abordagem á bola cruzamento para area onde após varias carambolas e uma incapacidade para tirar a bola , Lisandro faz golo.

5 golo - Jornada 5 - Porto - minuto 31 - B.Alves - Livre directo frontal com Rui Patricio a ficar muito mal na fotografia não fazendo tudo que podia para evitar o golo.

6 golo - Jornada 8 - Leixões - minuto 63 - Roberto Souza - Remate de longe com Rui Patricio a ser incapaz de impedir a bola de entrar apesar de ainda tocar nela.

7 golo - Jornada 11 - E. Amadora - minuto 5 - Anselmo - Remate de longe com Rui Patricio a defender para a frente onde aparece Anselmo a empurrar.

8 golo - Jornada 15 - Nacional - minuto 8 - Néné - Chapeu a Rui Patricio que parece demasiado adiantado e falha de Polga ao não atacar a bola.

9 golo - Jornada 17 - Braga - minuto 58 - Meyong - Na sequencia de um canto e resultante da incapacidade da defesa em tirar a bola.

10 golo - Jornada 17 - Braga - minuto 81 - Renteria - Passividade de Rochemback e Abel com o Colombiano a rematar sem oposição já bem dentro da area.

11 golo - Jornada 17 - Braga - minuto 84 - Moissoró - Golo de chapeu após mais uma jogada em que a defesa foi incapaz de afastar a bola.

12 golo - Jornada 18 - Belenenses - minuto 51 - Marcelo - Lentidão de Miguel Veloso em recuperar , saida de Polga ao jogador que tinha a bola com este a centrar e com o avançado azul em fora de jogo a cabecear para a baliza.

13 golo - Jornada 19 - Benfas - minuto 36 - Reyes - Penalty que foi cometido por Polga após uma desantenção do proprio na abordagem á bola.

14 golo - Jornada 19 - Benfas - minuto 89 - Cardozo - Cruzamento desde a esquerda da nossa defesa com o paraguaio a cabecear no meio dos centrais.

15 golo - Jornada 24 - Naval - minuto 15 - Marcelinho - Mau passe de Veloso provoca um contra ataque que dá em golo do adversario.

16 golo - Jornada 25 - Vit. Guimaraes - minuto 55 - Roberto - Cruzamento para a area desde a esquerda da nossa defesa onde o avançado Vimarenense cabeceia sozinho com P.Silva a marcar com os olhos.

17 golo - Jornada 26- E. Amadora - minuto 45 - Goianira - Golaço do brasileiro com um remate indefensavel a uns bons 35 metros da baliza.

18 golo - Jornada 28 - V. Setubal - minuto 37 - B. Gama - Perda de bola de Romagnoli que resulta num contra ataque mortifero do Vitoria Sadino.

19 golo - Jornada 29 - Maritimo - minuto 89 - Olberdan - Bom golo num remate colocado á entrada da area. Sem hipoteses .

20 golo - Jornada 30 - Nacional - minuto 11 - Néné - Excelente golo de livre directo a uns bons 30 metros

Em resumo pode-se dizer que Rui Patricio e Anderson Polga , curiosamente dois jogadores a quem já foi apontado como falha a falta de dialogo entre eles , são sem duvida quem mais falhas têm. Talvez seja importante a rever na proxima época um maior entrosamento entre os dois. Que a ala esquerda permitiu dois cruzamentos vitoriosos contra zero do lado direito. Que a falta de concentração ou de eficacia defensiva do nosso trinco está relacionada com alguns golos.
Que seis dos vinte golos sofridos foram nas ultimas seis jornadas em que a equipa estava claramente "espremidinha" ao maximo atingida com castigos e lesões.

Como curiosidade , apenas Reyes e Néné e ambos de bola parada e no nosso estadio conseguiram marcar tanto em casa como fora. Que o benfas bisou tanto em casa como fora e que juntamente com Braga (este por 3 vezes) e Porto foram as unicas equipas que nos marcaram mais que um golo. Fica claro que a nossa prestação defensiva é estragada com as condicionantes que nos atingiram na parte final do campeonato.

SL

Miguel Damas

quinta-feira, junho 11, 2009

Toca a comprar



Já aí está a Gamebox 09/10. Depois de uma campanha eleitoral algo desgastante mas enriquecedora, a hora é de reunir tropas e aderir em massa ao chamamento do Leão. Daqui para a frente pouco interessa se apoiamos ou não Bettencourt se gostamos ou não de Paulo Bento, daqui para a frente interessa apenas que amamos o Sporting Clube de Portugal e tudo devemos fazer para o unir, pacificar e fortalecer. O meu grito é este:

TOCA A COMPRAR, O SPORTING PRECISA DE TODOS NÓS!

PS- Podem ver aqui algumas das novidades e ofertas disponíveis

Abraço de Leão,

Verdão.

Fonte: Site do Sporting Clube de Portugal

quarta-feira, junho 10, 2009

May the force be with you!

Uso esta expressão galáctica para expressar a minha confiança e esperança no trabalho que Bettencourt pode fazer no Sporting. Como sabem, gostava que Soares Franco tivesse ficado; mas nessa impossibilidade, votei Bettencourt e até agora estou satisfeita com o que vi. É sangue novo, é o primeiro presidente profissional e portanto remunerado do Sporting, é alguém a quem mais do que nunca poderemos exigir a prestação de contas. Acima de tudo, é alguém que ama o Sporting tanto como nós. Gosto que o Paulo Bento tenha ficado e vou gostar mais ainda se o Veloso for vendido em tempo útil.
Por fim, apenas um receio: espero que o comportamento de adepto de Bettencourt não lhe tolde a capacidade de tomar decisões difíceis de vez em quando. E que não o meta em trabalhos com a comissão disciplinar... :)

Gia

Será o adeus?










O Sporting informa que o jogador Derlei comunicou à Sporting, SAD a sua intenção de não aceitar a proposta de celebração de um novo contrato de trabalho desportivo que lhe foi apresentada logo a seguir ao último jogo da época 2008/2009.

A Sporting, SAD enaltece as qualidades pessoais e profissionais reveladas por Derlei ao longo dos dois anos em que vestiu a camisola do Sporting e deseja-lhe as maiores felicidades.


Site do Sporting Clube de Portugal


Verde CDV

Espirito de grupo

As eleições já acabaram mas continua a haver de parte a parte acalorados debates sobre o que se fez , vai fazer ou pode ser feito. Quem me conhece , sabe que sou de convicções fortes e de ideias ou opiniões muito minhas. Julgo que todos sabem que não votei JE Bentencourt e que não gosto de Paulo Bento. Não importa aqui referir os porquês de um e de outro. São temas demasiado debatidos e que infelizmente vão ser num futuro proximo arma de arremesso tanto a um como a outro.

Não quero com isto dizer que passei a ver tudo com bons olhos mas num sentido justo principalmente a JE Benttencourt é caso para dizer " deixem o homem trabalhar".
É cedo para tirar ilações e as primeiras impressoões , honra lhe seja feita têm sido positivas.
Julgo que o proprio Paulo Bento terá que arrepiar caminho porque já se entendeu nas entrelinhas que com JEB não há choradinhos nem desculpas a torto e a direito como com FSF e os seus administradores.

Passando acima disto , que achei por bem frisar , quero-vos falar de um email que recebi no principio da semana do nosso amigo Pai da Leoa em que ele denotava grande preocupação na maneira como as nossas equipas fraquejam ou tremem contra toda e qualquer adversidade ou desafio. Achei uma certa piada pois é um assunto que tenho debatido variadissimas vezes com o Felizberto e com o Green Ghost. Os bloqueios mentais das nossas equipas e a falta de espírito de grupo evidenciado varias vezes pela equipa principal.

Sem querer criticar um trabalho fabuloso feito na academia , é notorio que ás nossas equipas falta muitas vezes garra , ratice , capacidade de sofrimento e espirito de grupo.
Dá ideia que se priviligia muito a tecnica e o jogador fantasista mas e vendo varios casos da equipa principal e da equipa junior . alimentam-se egos em detrimento do espirito colectivo.

Passo a explicar para não ser mal interpretado. Faz muita confusão que em situação de conflito , picardias ou entradas duras sobre nossos atletas , normalmente são jogadores que tiveram escola noutro clube que saem em defesa do colega. Quantas vezes não vemos Liedson a ser provocado ou injuriado quando está no chão sem haver qq colega a fazer a sua defesa? Com Moutinho aconteceu varias vezes essa situação. E quem sai em seu socorro são invarialvemente os mesmos. Tonel , Postiga (quando joga) , Abel , etc..... Salvo a excepção Caneira tudo jogadores sem formação na nossa casa.

Outro exemplo e que aconteceu nos juniores. A incapacidade para aprendermos com os erros e estarmos precavidos para qualquer situação. Mesmo depois do final de jogo vergonhoso que nos deu o titulo o ano passado , fomos capazes de ser anjinhos e sofrer um golo depois da hora porque ficamos á espera do fair play do adversario....Ainda por cima a mesma situação ia acontecendo num jogo de juvenis ou iniciados contra o Benfas. Ora onde está a nossa capacidade de introspecção? A capacidade de analisar as coisas e transmitir ensinamentos para que não caimos nos mesmos errros?

O certo é que tanto a critica como o elogio facil nos tiram descernimento mas teremos que dentro da nossa casa lidar e crescer com isso , ganhando anti-corpos e força para lutar sempre pela vitoria em todo o lado. Conhecermos as nossas fraquezas torna-nos mais fortes. Tenho a convicção que no Sporting se chora demasiado sem se dar atenção ao porquê de se ter falhado.
Nunca haverá ambição necessaria para vencer se nos desculpar-nos de tudo.

É porque as arbitragens são contra , ou porque são demasiado violentos ou agressivos ou até a falta de experiencia. Tudo isso pode ser contornado com capacidade de analise introspectiva.
Que nos serve esta onda toda de euforia e de apoio ao presidente e ao treinador se dentro do campo os nossos jogadores não se apoiarem uns aos outros? Se o colectivo não se impor aos egos e tiques de vedeta. Se não lutarmos por cada palmo de terreno? Se não meter-mos o pé mais alto que o adversario cada vez que ele nos intimidar? Se não cerrarmos os dentes e fizermos das tripas coração quando sabemos ( e sabemos tantas vezes) que a arbitragem nos vai ser prejudicial?

Julgo que o discurso de JEB vêm um pouco nesse sentido e não tendo votado nele , agrada-me o sentido de exigencia que ele emana e a paixão com que fala do Sporting. Porque meus amigos apesar de todas as nossas opiniões sobre isto ou aquilo ,as nossas divergencias ou concordancia sobre assuntos varios , tudo isto é relativo quando acima disso está o Sporting.
Esse meu amor prevalece sobre tudo embora não me retire o sentido critico das coisas.
O meu maior medo é que aqueles que mais exultam com as eleições sejam os primeiros a mandar pedras ao treinador. Seria mais logico ter-se deixado cair esse elo sempre mais fraco. Mas sendo ele , treinador , uma aposta pessoal de JEB , creio que se deve dar todas as condições para que no final do ano possamos festejar.

Julgo que , se formos unos dentro e fora do campo , com 2-3 reforços de qualidade e com mais espirito leonino , poderemos festejar todos no final do ano mesmo sem grandes retoques no plantel.

SL

Miguel Damas

terça-feira, junho 09, 2009

Bettencourt no trio d'ataque



O caríssimo Miguel Damas que me perdoe a sobreposição de posts mas gostaria de informar que o programa Trio D'Ataque de hoje, na RTP N às 22.30h, será feito em directo a partir do Estádio José de Alvalade, e tendo como convidado o nosso presidente José Eduardo Bettencourt.

Leonino

Estatística

Visto ser um dos "desportos" aqui no blog rebater qualquer critica ou observação com comentários estatisticos resolvi pesquisar e encontrei no site da liga uma serie delas bem interessantes.
Em primeiro lugar quero aqui endereçar ao LeãoConselheiro os meus parabéns porque realmente ele tinha razão no facto dos 45 minutos. Só não percebo o porque do próprio treinador ter dito varias vezes que tínhamos dado a 1 parte de avanço.

De qualquer modo e apenas para factuar o campeonato que findou e escalpelizando em numeros o nosso segundo lugar , este exercicio não deixa de ser interessante.

Ficamos a saber que o Sporting teve 6 vitorias seguidas como a sua melhor série contra as 9 vitorias seguidas do FCP. Em empates e derrotas igual ao FCP , 2 derrotas e 2 empates seguidos foram as piores series a desperdiçar pontos.

No campeonato das primeiras partes ficamos a saber ( tal como o conselheiro disse) que o SCP é ao intervalo quem teria mais pontos num campeonato virtual. 57 pontos contra 56 do FCP Espante-se agora que se fosse nos primeiros 15 minutos , e nós que reclamamos tantas vezes de entrarmos a passo , a vantagem seria enorme! 47 pontos contra 38 do FCP ! Realmente é supreendente quando em conversas entre sportinguistas o factor "entrada lenta"é sempre apontado a nossa equipa.

Ficamos a saber então que é na segunda parte que o SCP perde mais pontos. A fase critica é até aos 75 minutos , em que a diferença para com o FCP chega a fixar-se nos 9 pontos para ser compensada no minuto 90 com a recuperação para 4 pontos de desvantagem em relação ao campeão. 70 pontos contra 66 .

Outra das supresas que constatamos é que o Sporting foi o clube com melhor aproveitamento em casa , isto mesmo com 3 derrotas na condição de visitado. 34 pontos contra os 32 do FCP. Ficamos tambem a saber que o nosso ataque em casa é o melhor com 29 gm contra 24 do Nacional. Pior é a nivel defensivo. Enquanto o FCP apenas sofreu 7 golos em casa , o SCP sofre quase o dobro , 13 golos ! Ficando atras do Braga (10) e com os mesmos sofridos que a Academica.

No reverso , ou seja , como visitante o SCP fica muito aquém do actual campeão. O SCP faz 32 pontos contra os 38 do FCP. Se apenas perdemos 1 vez tal e qual o FCP , verifica-se que foram os empates (demasiados) que nos fizeram cavar a diferença. 5 empates contra apenas 2 do Porto.
A nivel de golos verifica-se o inverso em relação aos jogos em casa. O FCP marca muito mais fora de casa. 38 golos marcados contra apenas 16 marcados pelo Sporting. Sendo que nesse aspecto equipas como o Benfas com 31 , Nacional com 23 ou Braga com 20 , isto apenas para dar algusn exemplos , foram mais certeiros que nós fora de portas. A diferença está então na maneira como defendemos fora de casa. Apenas 7 golos sofridos , uma performance igual ao do FCP em casa.
Apenas FCP e Braga se aproximam a esta segurança defensiva. Por exemplo o nosso vizinho de carnide sofre 18 golos na condição de visitante.

Sabem quantas vezes o SCP virou um resultado? Pois é , por 3 vezes p SCP virou um resultado este ano , talvez o mais espectacular tenha sido em Guimarães. No oposto não há como o SCP , alias é uma caracteristica que identifico em Paulo Bento e que pode ser observada quando se está no estadio e o SCP chega a vantagem. É notorio que passamos a jogar muito mais cautelosos e arriscando menos , tentamos sair rapido no contra-ataque. O Sporting em jogo de campeonato que tenha estado a vencer , nunca se deixou supreender , mantendo sempre a vantagem adquirida , embora FCP e SLB tb nunca se tenham deixado supreender após terem a vantagem.

Apesar de jogarmos com 2 pontas de lança o nosso peculio ofensivo não foi por ai além este ano. O nosso ataque sentiu demasiado a falta de Liedson no inicio do campeonato e talvez tenha sido uma das explicações para a fraca concretização apresentada. O nosso ataque é 4 na geral com 45 gm contra 47 gm do Nacional , 54 gm do benfas e 61 gm do FCP.
Tivemos uma média de 1,5 golos por jogo contra os 2,1 dos azuis e brancos. É uma gritante diferença e manifestamente pouco para quem joga para o titulo. Terá que ser um aspecto a rever. Provalvemente o pouco aproveitamento das bolas paradas é uma das explicações para este factor.

Acabamos como 2 melhor defesa e atendendo aos problemas de logistica que aconteceram no final do campeonato com demasiadas lesões e castigos não deixa de ser meritorio sofremos 20 golos á media de 0,67 contra os 18 do FCP que tiveram media de 0,60. Este foi um sector que teve sempre demasiadas mexidas ao longo do ano. Foram os laterais , foi a lesão de Tonel e a entrada de Carriço. Enfim , são situações de futebol , que , julgo eu , condicionaram um setor que normalmente em equipas de alta competição é o que menos se mexe.

Por ultimo 3 coisas que podem ou não explicar as vezes o menos rendimento ou maior dificuldade em certos jogos. O Sporting juntamente com o Nacional são as equipas com media de altura mais baixa da primeira liga, 1.78 cm contra os 1,83 do FCP. A media de idade mais baixa da 1 liga (plantel) é a do FCP com 22 anos contra os 25 anos do SCP. Cai um pouco pela base a teoria que temos uma equipa muito jovem. Falta talvez um pouco mais de experiencia para ajudar os mais novos.

Por ultimo a nivel disciplinar ficamos a meio da tabela mas convem analisar isto. O Belem de Coroado foi a equipa mais indisciplinada na primeira liga com 97 amarelos , 3 duplos amarelos e 1 vermelho para um total de 101 cartões!!! O Sporting teve 69 amarelos , 5 duplos amarelos e 2 vermelhos. Agora compare-se com o FCP. É realmente curioso verificar que se a nivel de amarelos a coisa é mais ou menos equilibrada (64 amarelos do FCP) os anjinhos do dragão apenas viram 1 duplo amarelo e pasme-se ZERO vermelhos.... É anedotico , ainda para mais com as imagens que foram dando o ano todo com entradas assassinas de certos jogadores do FCP.

Em analise e visto assim a frio os numeros estatisticos parece que a distancia que nos separa do FCP não é assim muita. Mas infelizmente e ao vivo as coisas não se passam assim. Teremos que ser mais aguerridos e lutar por cada centimetro do campo se quisermos ser Campeões no final de 2010. Teremos que ser 11 irmãos dentro de campo em que se baterem num estão a bater em todos. É esse espirito que falta ao nosso 11 seja ele qual for. Uma maior capacidade nas bolas paradas poderam resolver certos jogos dificeis e pender a balança para o nosso lado. Um discurso mais apaixonante e um futebol mais atractivo será chamariz aqueles que já se aborreceram no passado e sequencia de vitórias criará um élan que acompanhará a onda verde que temos verificado nos ultimos dias. Em suma....está na hora de Paulo Bento e sus muchachos contribuirem para a continuação dessa onda.
VENÇAM POR NÓS!!!
SL
Miguel Damas

segunda-feira, junho 08, 2009

A nova era!
























Esta foi a primeira grande entrevista de José Eduardo Bettencourt como presidente do Sporting Clube de Portugal e pode ser lida no Diário de Noticias de ontem.
A entrevista é bastante extensa e aborda vários temas, assim vou destacar algumas frases mais significativas. Aconselho a leitura na sua totalidade para tal deixo um link em cima.


Vitória nas eleições:

“…acho que é uma vitória de alguém que traz essa paixão da bancada e que, ao mesmo tempo, tem a responsabilidade de ter que ter um equilíbrio, justamente, entre essa paixão, e os pés na terra. Porque, como eu dizia ontem também, o clube de facto é dos sócios, e, quando as coisas não são nossas, temos de ter cuidados redobrados naquilo que fazemos e na forma como agimos.”

Factor de União:

“Tinha um sonho, porque achava que podia unir a família sportinguista. Era algo que sentia no meu íntimo, pelo contacto com as pessoas, se calhar por alguma polivalência até da minha parte, porque conseguia falar bem com os da bancada, com os tecnocratas, com os do Norte, com os do Sul…”

Continuador ou não:

“Sou um continuador das coisas que acho que estão bem feitas e um disruptor das que acho menos bem feitas. Faço uma escolha de amor e por um ideal. E isso tem de ter também uma correspondência naquilo que vou fazer ou na forma como vou exigir das pessoas que trabalharem comigo.”

Modelo Organizativo:

“Creio que no Sporting houve claramente dificuldades, perderam-se energias e um bocadinho esta ligação ao clube, fruto de alguma complexidade na forma como o modelo... e daí que tenha sido um dos meus cavalos-de-batalha simplificar o modelo organizativo, que não se pode dissociar do modelo de governo e do próprio modelo societário.”

Reestruturação Financeira:

“Penso que a única diferença é que o trabalho com este tema não pode ocupar tanto espaço na comunicação social... acho que esse tema ganhou um espaço demasiado no caso do Sporting, quando a situação não é assim tão exclusiva nem tão especial.”

Marca Sporting:

“ …vou pedir também às pessoas que trabalham mais directamente com o futebol, que sejam os primeiros a ajudar-me numa valorização da marca, no aumento da relação afectiva com os sócios. Ou seja, atletas de futebol têm de ser os primeiros vendedores da marca Sporting; temos já um documento preliminar, justamente, para os envolver muito mais na dinâmica, no aumento da relação afectiva com os sócios, na venda da marca, que é fundamental.”

Futebol e Sócios:

“Primeiro, futebol e sócios, com a cabeça e com os pés na terra para não se criarem expectativas e demagogias.”

Dossiê Liedson:

“Era bom que estivesse resolvido, esta direcção merecia ter ficado com o tema, mas é talvez a primeira prioridade.”

Dossiê Aquisições:

“Há muita observação, há muitos jogadores vistos, há pouco dinheiro. E, portanto, tudo tem de ser feito de uma forma muito selectiva. Em termos de equilíbrio entre jogadores emprestados, etc., acho que é recomendável que não abusemos.”

Títulos:

“Agora se formos capazes de retocar em dois ou três sítios os níveis competitivos, creio que com a vontade, com a mística e com este sentido de responsabilidade haverá ambição e condições para ganhar um título, como todos queremos e precisamos.”

Segundos lugares:

“Não, não há nada como ganhar! Por exemplo, sei o que é ganhar um campeonato e sei que depois de ganhar as pessoas desculpam a eventual não repetição. Mas trocava os segundos lugares pelos terceiros que eu tive a seguir, claramente.”

Luís Filipe Vieira e Pinto da Costa:

“Luís Filipe Vieira, conheci-o profissionalmente. Pinto da Costa, conheci-o de ver na televisão e dos livros, é uma figura que tem muitos aspectos positivos, outros negativos, mas que é uma pessoa com quem tenho relações cordiais. Tivemos uma ou outra altercação, que é pública…”

PS: José Eduardo Bettencourt será o entrevistado do programa desportivo “Grandes Adeptos” que passa na Antena 1 às 19h 15m.


Verde CDV

domingo, junho 07, 2009

Sarau de Ginastica SCP 2008 em algumas imagens



















Perante 3250 (números redondos) e com a presença do novel presidente José Eduardo Bettencourt e com apresentação de Maurício do Vale realizou-se mais um sarau de ginástica do Sporting Clube de Portugal. Foi uma noite agradável e divertida onde desde miúdos a mais graúdos varias classes desfilaram num evento que começou por volta das 21.30 e prolongou-se até para alem da meia noite. Destaque para a muita juventude e o amor que nutrem pelo Sporting.
Numa altura que não há futebol sénior e que o futebol juvenil atrasa-se na corrida ao titulo convém lembrar o titulo de campeão nacional em Ténis de mesa. Parabéns!!

SL

Miguel Damas

Memória: António Livramento (10 anos)

O Pelé do Hóquei em PatinsFaz hoje 10 anos que faleceu, vítima de uma trombose, um dos mais geniais jogadores de hóquei em patins de todos os tempos, António José Parreira do Livramento. Apesar de ter passado por ambos os nossos rivais, nascendo como jogador num deles e falecendo como treinador no outro, este alentejano era um sportinguista de gema, que fez parte do quinteto maravilha formado por Ramalhete, Sobrinho, Júlio Rendeiro, Chana e (claro) Livramento. Ainda hoje esta equipa é considerada como uma das melhores equipas de sempre da história do Hóquei em Patins, tendo vencido em 1976/1977 o Campeonato Nacional, a Taça de Portugal e a Taça dos Campeões Europeus, que até aí nunca nenhuma equipa portuguesa tinha conseguido ganhar.

28 de Fevereiro de 1944 - 7 de Junho de 1999

Início de Carreira no Sporting: 1977
Títulos conquistados ao serviço do Sporting (jogador):
1 Taça dos Campeões Europeus (1977);
1 Campeonato Nacional (1977);
1 Taça de Portugal (1977).

Títulos conquistados ao serviço do Sporting (treinador):
2 Campeonatos Nacionais (1982 e 1988);
1 Taça das Taças (1981);
1 Taça CERS (1984);
1 Taça de Portugal (1984).

Palmarés como Jogador da Selecção Nacional:
209 internacionalizações
425 golos
3 Campeonatos do Mundo (1962, 1968 e 1974);
7 Campeonatos da Europa (1961, 1963, 1965, 1967, 1973, 1975 e 1977).

Palmarés como Seleccionador/Treinador da Selecção Nacional:
2 Campeonatos do Mundo (1982 e 1993);
3 Campeonatos da Europa (1987, 1992 e 1994).

No dia seguinte à sua morte (foi enterrado com o caixão coberto por 2 bandeiras, a do Sporting Clube de Portugal e a da Federação Nacional de Patinagem) a France Express anunciava que "Morreu o Pelé do Hóquei em Patins" o que mereceu o seguinte comentário por parte do Prof. Moniz Pereira, "Não seria antes Pelé o Livramento do Futebol?"

Nelson Santos

sábado, junho 06, 2009

O nosso Presidente!













Em primeiro lugar queria agradecer a todos os consócios que foram votar, sobretudo aos que se deslocaram de muito longe como Algarve e Trás-os-Montes.
Fomos muitos e mais seriamos se a chuva não tivesse vindo atrapalhar. Fazendo uma analogia com o ditado popular: “ Casamento molhado é casamento abençoado” o pronuncio só pode ser bom.
Mesmo com esta vicissitude votaram mais de 11.000 sócios, constituindo a terceira maior votação da nossa história. Demonstração de uma grande vitalidade.

O dia foi bastante longo pois estive em Lisboa desde as 18h até ás 3h da madrugada.
Nada como um bom banho de sportinguismo para lavar a alma. Tive oportunidade de acompanhar o evoluir da votação e ir trocando algumas opiniões com outros sportinguistas.
Toda esta emoção culminou no auditório do estádio José Alvalade onde foram feitos os discursos dos candidatos.

Uma palavra de profundo agradecimento ao Drº Paulo Pereira Cristóvão pelo seu discurso e pela participação nestas eleições. Também ele e a sua equipa ajudaram a mobilizar alguns milhares de sportinguistas e tornaram estas eleições mais interessantes.
Algumas picardias no calor da luta que se estenderam a outros sítios e que doravante devem ser esquecidas e enterradas para bem do nosso Sporting.
O Drº Paulo Pereira Cristóvão teve um discurso cordial, apaziguador e de união da família sportinguista. O discurso de um verdadeiro sportinguista.

O discurso do Drº José Eduardo Bettencourt foi de um realismo profundo, mas carregado de emoção como já algum tempo não se via pelas bandas de Alvalade.
Desde o tempo do presidente Sousa Cintra que não se sentia uma tamanha vibração.
Um auditório repleto de sportinguistas ávidos de saber o que o futuro nos reserva.
Devo dizer-vos que ontem me arrepiei ao sentir emergir de novo a alma sportinguista.
Os sucessivos vivas ao Sporting e as canções da Juve Leo cantadas em uníssono são uma coisa linda. Ontem senti que teremos um presidente que sente as massas e que compreende o quão importante é a aproximação do clube aos sócios e adeptos.
Ontem senti uma onda a crescer por esse Portugal fora (muito boa a referência aos núcleos), uma onda “Jebiana” mesmo para aqueles que não foram seus apoiantes.
O Sporting vai reerguer-se de novo e fazer ver ao mundo que este é um clube maior que os maiores da Europa.

Ontem cheguei tão cansado a casa que já não tive disponibilidade para ligar o computador e deixar aqui o meu testemunho. Mas posso assegurar-vos que a minha esperança ultrapassava largamente o meu cansaço.
O cansaço já se foi mas a esperança continua bem presente.


VIVA O SPORTING!!!


Verde CDV