"Tu vais vencer, Podes crer, Porque a nossa força é brutal. Mais de um século de histórias para contar. Sporting, tu nunca vais acabar" - osangueleonino.blogspot.com -

Sangue LEONINO

quinta-feira, setembro 30, 2010

Já não estávamos habituados a tanta fartura



Sporting, 5 - Levski, 0

Arbitragem: Sascha Kever (da Suíça)

SPORTING: Rui Patrício; João Pereira, Polga, Daniel Carriço e Evaldo; Maniche (André Santos) e Zapater; Diogo Salomão, Matías Fernandez e Vukcevic (Abel); Hélder Postiga (Saleiro).

LEVSKI SÓFIA: Petkov; Mulder, Ivanov, Miliev e Minev; Greene e Yovov; Mladenov, Tasevski e Joãzinho; Dembélé.

Golos: Carriço, Maniche, Salomão, Postiga e Matias.


Leonino

Manifestação à porta da AG da Sporting SAD



As imagens são de ontem ao final da tarde. Felizmente correu tudo dentro do maior civismo, apesar da fraca afluência de manifestantes. Entretanto, no interior do edifício, foram aprovados o relatório e contas do ano passado, com um prejuízo acima dos 26 milhões (mesmo dando de barato faltarem incluir alguns negócios, entre eles as vendas de Miguel Veloso e de outro jogador), e o ordenado do presidente (21.600 euros/mensais). Mais informações sobre as decisões da AG, aqui.

Hoje, há jogo para a Liga Europa!

Nelson Santos

terça-feira, setembro 28, 2010

Sporting CP 28 Sporting da Horta 24 em imagens




















SL

Miguel Damas

segunda-feira, setembro 27, 2010

Olá Pai.......

...... Há algum tempo que não falamos e as coisas por aqui não estão muito bem, o teu clube do coração que tu me ensinaste a adorar e do qual hoje sou sócio, assim como o teu neto, está pelas ruas da amargura; se ainda estivesses por aqui verias como é triste um clube centenário passar pelo que está a passar.

Lembro-me que havia nesse teu coração verde um pequeno espaço para o sempre simpático Belenenses, pois bem os "Pasteis" estão hoje na segunda divisão e o nosso Sporting está de tal maneira que não sei se um dia não estaremos na mesma divisão deles.

Estamos neste momento em sétimo lugar a 10 pontos do líder F.C. Porto, enquanto o Belém está em quinto a 2 pontos do também líder Penafiel. Sabes, nem sei como te dizer isto mas estou um pouco cansado de ver tanta desgraça no nosso clube, desde dívidas que não acabam, a resultados inesquecíveis como foi aquele de perdermos com o Bayern Munique por 12-1. Sim, é verdade, 12-1, 0-5 em casa e depois 7-1 na Alemanha. Estes resultados ficam marcados na nossa memória e por mais que não queiramos existe sempre um fantasma que parece estar por aqui e que pode voltar a qualquer momento.

Como é difícil ver que o nosso rival começou o campeonato com 3 derrotas e neste momento já está à nossa frente.

Desculpa lá o desabafo mas hoje lembrei-me muito de ti por saber do amor que tinhas pelo nosso Sporting e da maneira que sentias as vitórias, e na altura, as poucas derrotas. Agora se ainda aqui estivesses não conseguias arranjar justificação para tal tristeza que vai na alma de todos os Sportinguistas.

É tão triste ver que ainda agora o Campeonato começou e que já nem vale a pena pensar em lutar pois a equipa não puxa por nós, o novo Estádio que não chegaste a ver está sempre com menos de meia casa (mais uma vez como o do Belém). Sei que se ainda aqui estivesses haverias de ter uma palavra de incentivo para que eu não me fosse abaixo, mas como tu não estás tenho que ser eu a fazê-lo para que o teu neto não perca a vontade de ver um dia O NOSSO SPORTING DE NOVO CAMPEÃO.

Que saudades tuas, Pai!

The Best One

domingo, setembro 26, 2010

Pouco... muito pouco



Sporting, 1- Nacional, 1

SPORTING - Rui Patrício; João Pereira, Daniel Carriço, Nuno André Coelho e Evaldo; Vukcevic, André Santos (Matias), Zapater e Yannick (Saleiro); Hélder Postiga e Liedson (Diogo Salomão).

Suplentes não utilizados: Hildebrand, Polga, Abel eTorsiglieri,


Treinador: Paulo Sérgio

NACIONAL - Bracali; Claudemir, Felipe Lopes, Danielson e Nuno Pinto; Luís Alberto, Thiago Gentil, Pecnik e Skolnik; Orlando Sá e Edgar Costa.

Suplentes: Elisson, Patacas, Bruno Amaro, Juninho, Mihelic, Anselmo, João Aurélio

Treinador: Pedrag Jokanovic

Golos: 1-0 Saleiro 1-1 Danielson


Leonino

sábado, setembro 25, 2010

E tinham medo de votar em aventureiros.....




















As dificuldades financeiras do Sporting Clube de Portugal levaram o clube a ceder à banca os direitos desportivos de jogadores que ainda não contratou.

Segundo avança a edição de hoje do Correio da Manhã, o Sporting Clube de Portugal terá dado como garantia bancária os passes de jogadores que ainda não contratou, o que significa que os direitos de futuras contratações passem a estar automaticamente hipotecados à banca. A situação, segundo o mesmo jornal, vem referida no relatório e contas da SAD leonina referente à época 2009/2010.

"No âmbito do contrato de abertura de crédito em conta-corrente com o BES e Millenium bcp foram prestadas garantias de créditos de bilheteira e créditos de passe", refere o documento. Sobre este último ponto, acrescenta que "estão incluídos os direitos desportivos detidos ou a deter pela Sporting SAD relativos aos jogadores de futebol que tenham com ela celebrado um contrato de trabalho".

Passivo do clube continua a aumentar

No final de Junho a Sporting SAD detinha um passivo total de 173 milhões de euros (um aumento de 21,4%) face ao mesmo mês do ano anterior, sendo parte deste passivo respeitante aos empréstimos contraídos pelo clube, que à mesma data superavam os 49 milhões de euros.

O Correio da Manhã adianta ainda que o clube tem um empréstimo obrigacionista de 19 milhões de euros sobre o qual paga um juro de 7,3%, assinalando que as taxas de juro suportadas pelo Sporting na maior parte dos seus empréstimos estão bastante acima dos juros dos títulos da dívida pública.

O CM revela que terá tentado fazer algumas perguntas a José Filipe Nobre Guedes (administrador da SAD com o pelouro financeiro) sobre a situação financeira do clube mas não chegou a obter qualquer resposta.


In DN


Ao ver esta noticia fico enojado. O nojo de ver o estado em que estes senhores meteram o Sporting e a razão que há anos que impedem que uma auditoria seja feita as contas do clube. Sem mais pergunto , não é tempo de sairem? Foram eleitos sim , mas acredito que nenhum socio ou simpatizante reveja o seu ideal de clube neste estado calamitoso em que as nossas financas foram colocadas.

Todos vós que votaram Jeb com o argumento dos aventureiros estão satisfeitos? Em oposto esta direcção e o seu rumo é o quê? Que argumento de peso me podem dar a mim para não ser claramente contra esta linhagem? Aqueles que há muito tempo "vomitam" frases como vocês é que faziam melhor e tal pergunto. É assim tão dificil fazer melhor? É assim tão impossivel renogociar as dividas em questão baixando o juro? Ou apenas é necessario mais uma restruturação? Ainda vão continuar a acreditar nesta mentira pegada? ATÉ QUANDO?


Deixo a vossa consideração mas gostava de ler agora os grandes defensores desta direcção e que argumentos validos me podem dar para continuarem a deixar dirigir(?) o SCP , Jeb e cia.

SL


Miguel Damas



sexta-feira, setembro 24, 2010

A ausencia

Por onde anda ? Para quando um leão vigoroso e vitorioso em todos os campos?
Ansiamos por ele mas acima de tudo ansiamos por um rumo. Os soluços em que vivemos ora ganhando ora perdendo levando os adeptos embalados num mar alto ora em euforia ora em desespero.

Com eles o insulto ou elogio fácil a ânsia de defender o seu campo. Mas no fundo todos sentimos a ausencia do Sporting. Julgo que para muitos dos adeptos mais novos 8 anos sem ver o SCP vencer o campeonato é muito. Mas imaginem todos aqueles tal como eu que comungaram a mesma esperança de ver de novo o verde e branco na rua numa explosão (nacional) de alegria!

E não me lembro durante esses 18 anos de termos uma clivagem tão grande entre adeptos e simpatizantes. Sim porque é notorio que há um crescente mau estar entre adeptos. Como se houvesse o nosso proprio "norte e sul".

De um lado os apoiantes de Jeb e de uma politica Roquettiana , do outro adeptos que fartos de promessas vãs se insurgem contra o estado actual do (principalmente) futebol Leonino.

A quem prevalece a razão? É certo que desde Jorge Gonçalves o clube se defende sistematicamente dos aventureiros. Mas e aqui ressalvo o mas. Não será hora de uma renovação?

Por muita credibilidade que me mereçam varios nomes da praça Leonina , nomes esses conotados com a banca , julgo que é notório que para alem do logro , há um completo secar de ideias que se repete ciclicamente de 2 em 2 anos (aproximadamente) em restruturações financeiras.

Cada uma vendida como a "grande" restruturação sem no entanto resolver nada e volvermos mais tarde a repensar noutra....

No entanto e apesar das promessas o "red line" não baixa e continuamos a olhar para os rivais como o parente pobre dos grandes nacionais!

Sem patrimonio e com uma equipa cada vez mais envelhecida e com uma Academia a perder o brilho qual será o nosso caminho?

É bom que os adeptos leoninos pensem nisto. Até 2001 criamos extremos de excepção , muitos deles rotulados de melhores do mundo. Tudo isto feito com pelados e alojados debaixo de uma bancada do antigo estádio. Desde aí apenas um jogador foi vendido ( e bem) por uma soma avultada e apenas esse era um extremo. Que falhou? Como é possivel que com mais recursos e instalações tenhamos passado a produzir menos?

E ninguem se preocupa? Aparentemente não!! Pois não vejo qualquer tipo de preocupação por parte dos responsaveis Leoninos! Depois olha-se para as nossas camadas jovens e mesmo partindo do principio que nem tudo são Ronaldos , Figos ou Quaresmas não se descobre nenhum jogador excitante , daqueles que vai passando de boca em boca pelos socios que sempre acompanham as camadas jovens!

Entretanto a equipa principal foi desde o ano passado metodicamente reforçada com jogadores mais velhos para dotar o grupo de experiencia. Por vezes num exercicio de logica tento perceber que jogadores pode o SCP vender e fazer dinheiro quando os seus 2 melhores activos e vendidos este ano não renderam mais que 17M os dois....

É assustador e periclitante!!! Duvido que possamos sobreviver a mais fugas para a frente. Teremos que parar e repensar todo o nosso futebol começando pelos mais novos. Será que ter academias por todo o mundo mais importante que ter apenas uma excelente academia e dela extrair os melhores para servir a equipa principal? Ou seremos apenas uma linha de montagem gigante de produtos em bruto para os outros se servirem?

Estou em crer que a passagem dos pelados e lares na bancada para as Academias e todo o seu esplendor não foi o "proximo passo" que tanto desejariamos.

Tudo é ciclico e por vezes basta um clique. Mas olhando para o mar de equivocos que é este Sporting é dificil acreditar que iremos sair desta crise que nos ameaça abater perigosamente.

Creio que mais que nomes , mais que linhagens ou mais que interesses teremos que pensar muito bem e em primeiro lugar no Sporting Clube de Portugal. Revolução de ideias é preciso e necessario de possivel com novas pessoas que venham "servir" o SCP. Agora guerras civis ou na sombra , lutas de vaidade e poder apenas vão enfraquecer ainda mais um desde já enfraquecido SCP que vê um Braga emergir quase ao seu nivel e sofre de um cada vez mais alheamento dos seus adeptos com a vida do clube.

Não podemos ser autistas para pensar que apenas mais palminhas e apoio e voltaremos ao trilho das vitorias. O Sporting precisa muito mais que isso!

(Desculpem o desabafo)

SL

Miguel Damas

quarta-feira, setembro 22, 2010

A verdade segue dentro de momentos....

Não costuma ser meu apanágio. Mas como chegou-me as mãos esta pérola do Fernando Amaral tinha que partilhar com todos os adeptos leoninos! Está um must!!!

http://fernandoamaral.org/o-comunicado-que-o-benfica-devia-ter-emitido/

SL

Miguel Damas

terça-feira, setembro 21, 2010

As frases do costume.....

"A equipa teve atitude, mas não teve personalidade para controlar a bola. Não faço criticas individuais publicamente, mas a forma infantil como sofremos o segundo golo é uma aberração e o primeiro também, merecem reflexão..."

"Perdemos 3 pontos, mas há muito campeonato e vamos estar na luta até ao fim"

"O Sporting fez um bom jogo, mas o Benfica foi mais eficaz. Trabalhámos pouco a bola e não utilizamos os espaços"

Paulo Sergio

«Foi um bom jogo de futebol, o árbitro fez um bom trabalho. Faltou-nos um pouco de personalidade para defrontar uma grande equipa como o Benfica, em sua casa. Jogámos muito afastados e isso criou-nos dificuldades para construirmos lances de golos. Equilibrámos o jogo na segunda parte, o lance do Liedson poderia ter modificado a história do jogo. Lutámos e dignificámos a camisola do Sporting»

«Afastados do título? Então e o Benfica, que tem menos um ponto que nós? Há muito campeonato, o FC Porto e o Benfica não vão ganhar sempre»

«O Sporting precisa de mudar a sua forma de pensar e ser mais determinado na hora de marcar»

"Se o Liedson tivesse marcado aquele golo provavelmente o jogo modificava-se. Mas julgo que atuámos muito afastados uns dos outros, o que dificultou a criação de oportunidades de golo no último treço do campo"

Maniche

«Temos de demonstrar a força e a união da equipa já no encontro com o Nacional. Queremos vencer essa partida e tudo vamos fazer para sairmos de Alvalade com a conquista dos três pontos»

Postiga

«A equipa fez um grande jogo»

«Queríamos somar os três pontos, mas não fomos felizes. Temos de trabalhar mais. Temos de olhar para a frente e trabalhar para vencermos os três pontos no próximo jogo»

Evaldo

"A nossa estratégia passava por não sofrer golos. Sofrer um não nos pode afetar, temos de ter personalidade"

"O Sporting é um grande e não se pode deixar abalar"

"Acima de tudo, não conseguimos implementar o nosso modelo de jogo. Tínhamos sido antes um equipa com posse de bola muito fluída e que criava oportunidades de golo",

Carriço

“Objetivamente, considero que o pouco tempo de intervalo entre o jogo realizado em França e o encontro diante do eterno rival foi lesivo para o Sporting. Aliás, o Benfica solicitou a alteração do jogo da época passada”

“Parece-me óbvio que o Sporting devia ter diligenciado nesse sentido”

“Como sportinguista, acho que o jogo devia ter sido adiado, mas o clube tem pessoas especializadas para formular este tipo de decisões e esse não foi o entendimento que tiveram sobre a matéria. Por isso não há mais comentários a fazer a esse respeito”

Rogerio Alves

Que diferença para outros anos? Nada!! Apenas que começam mais cedo as lengas-lengas do costume.
E ao que parece e porque não podemos criticar , temos que nos habituar a isto!!
É claro como a agua que estamos claramente em queda e que fazer? Não querendo ser mais papista que o papa apenas gostava de perguntar ao presidente e ao director desportivo se acham que isto é alguma coisa. Se conseguem dormir descansados com o "belo trabalho" que estão a fazer?

Se têm alguma vergonha na cara façam algo!!! E não me venham os do costume com a conversa de orçamentos ou do apoiar. Eu apoio!! Estou lá sempre. Mas apesar de toda a dedicação e devoção queremos ver "algo"!!! E esse algo é muito pouco para aquilo é os pergaminhos do Sporting!!

Haja alguem com coragem de dar um murro na mesa e que acabe com este pesadelo!!!

Há claramente opções e decisões que são no minimo surreais!!! A começar logo por Carriço!! Patrão??!!!! Capitão??!!! Mas será que não aprendem com os erros? O rapaz até pode ser humilde e Sportinguista mas não é nenhum fenomeno e é de tenra idade!!!! Será que o episodio montinho não os fez aprender nada?

Alegremente caminhamos pelo abismo!!! Sim !! Porque não estamos a beira , já caimos há muito!!

A pergunta que faço é.
Há alguem com coragem e saber para nos tirar de lá? Ideias precisam-se e há por ai muito Sportinguista valido!! Arrepiem caminho e assumam a vossa incapacidade mas acima de tudo sejam honestos e peçam ajuda!!! Depois de andarmos a reboque do porto vamos ser um entreposto do mendes?

SL

Miguel Damas

segunda-feira, setembro 20, 2010

Demitam-se!!!!!!



Via VERDE

domingo, setembro 19, 2010

Exibição que se resume a isto: falta de classe!

Paulo Sérgio que me desculpe, mas não tendo visto com bons olhos a sua contratação, dei-lhe o benefício da dúvida. Hoje acabou. Para mim não tem estaleca nem qualidade para ser treinador desta equipa.

Não quero fazer dele bode expiatório dos nossos insucessos mas ainda não vi um jogo esta época que me convencesse. Não há fio de jogo, não há rotinas, pingo de ambição...

Não temos o melhor plantel do mundo mas acredito que pelo menos temos jogadores para que se possa fazer uma boa equipa. Quando vejo jogadores que parecem desaprender ao chegar a Alvalade só posso concluír que a cultura reinante não é de ambição nem exigência, e que o treinador não sabe 'pegar' na equipa nem tirar o melhor rendimento do potencial dos seus atletas.



Benfica, 2 - Sporting, 0


Estádio da Luz, em Lisboa

Carlos Xistra (Castelo Branco)

Benfica: Roberto; Maxi Pereira, Luisão, David Luiz e César Peixoto; Javi Garcia; Carlos Martins (Jara, 86) , Pablo Aimar (Rúben Amorim, 46) e Fábio Coentrão; Saviola (Airton, 80) e Cardozo.

Suplentes: Júlio César, Gaitán, Sidnei e Kardec.

Sporting: Rui Patrício; João Pereira, Daniel Carriço, Nuno André Coelho e Evaldo; Maniche, André Santos (Saleiro, 73) e Valdés; Matías Fernandez (Hélder Postiga, 59); Yannick (Vukcevic, 59) e Liedson.

Suplentes: Tiago, Torsiglieri, Zapater e Abel.

Disciplina: Cartão amarelo a Javi García (8), Valdés (21), Maxi (33), Fábio Coentrão (44), Rúben Amorim (71), Hélder Postiga (90), Airton (90), César Peixoto (90+3)

Marcadores: 1-0, Cardozo (13); 2-0, Cardozo (50)



Leonino

Oh Mister!!! Vamos lá calar os invencivels e chegarmo-nos aos podres do norte?

Este ano não irei a estádio do nosso maior rival. A decisão pesou mais na carteira que propriamente na vontade de lá ir. Amo o SCP mas há alturas que não dá mesmo para acompanhar fora de portas. Mesmo que seja a miseros 3 km. Simplesmente é demasiado caro ir ao futebol em Portugal embora perceba que num jogo destes em que a procura aumenta o preço suba em conformidade.

Espero do SCP aquilo que espero sempre. A vitória ( não o milhafre) aquele resultado que nos dá os 3 pontos e direito a ter aquele sorrisinho nos labios por ser contra quem é.

Basta ler a comunicação social e ver os jogos dos nossos rivais para perceber que há 2 sistemas em Portugal. Um dentro do campo que normalmente protege a norte e outro fora dele na comunicação social que histericamente brota loas e mais loas ao glorigozo.

É assim há anos e a mim apenas faz-me confusão como é que qualquer presidente Leonino pode sentar-se a mesa com essa gente....mas isso são contas de outro rosário.

Logo as 20.15 espero e desejo que atinjamos a luz com esforço , dedicação e devoção. Classe e futebol para podermos sair de lá com a cabeça erguida e com a vitoria no bornal.

Aquela hora acredito que não haja um leão sequer em todo o mundo que não pense apenas em ganhar indepentemente de confiar ou não na equipa no seu todo.

Vamos atingir a luz!!!



(vaticino 1-2 para nós)

SL

Miguel Damas

quinta-feira, setembro 16, 2010

Sporting - versão B - dá conta do recado



Lille, 1 - Sporting, 2

Árbitro: Martin Atkinson

LILLE: Landreau; Debuchy, Rami, Rozenhal e Vandam (Emerson, 39); Dumont (Hazard, 39), Mavuba (Cabaye, 74) e Balmont; Gervinho, Frau e Obraniak


Suplentes: Oukidja; Gueye, Souare, Cabaye, Sow, Emerson e Hazard

SPORTING: Tiago; Abel, Daniel Carriço, Polga e Torsiglieri; Vukcevic (João Pereira, 73), Zapater, André Santos e Diogo Salomão (Evaldo,82); Saleiro (Nuno André Coelho, 90+1) e Postiga


Suplentes: Hildebrand, Evaldo, Fernández, Valdés, Yannick Djaló, Nuno André Coelho e João Pereira

Marcadores: 0-1 por Vukcevic (11); 0-2 por Postiga (34); 1-2 por Frau (58)



Leonino

Oh Mister!!! Queremos Lille um bocado porque andamos azedos outra vez!!!



Logo a tarde pelas 18 horas o SCP joga em Lille o jogo (em teoria) mais dificil do calendario do grupo em que fomos inseridos na liga Europa.

Estive fora e nem vi o resumo do jogo contra o Olhanenense. Sei por pessoas que me são insuspeitas que não jogamos um caracol. E com o empate relançou-se de novo as velhas discussões de fundo do Sporting.

Não vou por ai. Hoje em conversa com uma das pessoas que mais comungou Sportinguismo comigo em Alvalade dizia isso mesmo. Este Sporting de há anos a esta parte retirou-nos imensa paixão. Eu era daqueles miudos que nem dormia no dia anterior a um jogo europeu. Aquele frenesim todo do dia do jogo em que a hora de chegar a Alvalade nunca mais chegava.
A passagem na alameda da linha de torres e ver a imponente bancada nova de cá de fora e as luzes já acesas era sempre um ritual unico para um miudo que amava (e ama) o Sporting.

Os anos passados e passei tambem a dormir sem aquele frenesim. Mas o nervoso miudinho dos dias de jogo manteve-se. Estes ultimos Sportings têm tido o condão de mo matar. É certo que é mais um adormecimento que outra coisa. Falta um clique. Faltam vitorias e titulos e porque não mais taças. Mas falta sobretudo empolgamento. Falta elán para arrancarmos e sermos unidos mesmo na desavença das nossas opiniões.

Estou certo que aquele "momento" em Madrid , o qual vivi como a prova viva que o Sporting é mesmo um grande amor tem que ser alimentado.

Sei que há problemas graves na estrutura e planeamento. Sou daqueles que não se conforma com as politicas vigentes em Alvalade e que há caras que gostaria muito que se afastassem de lá.

Mas não comparem essa critica ou opinião pelo amor que tenho ao Sporting clube.

Quero vencer sempre mesmo sabendo que essas vitorias são oxigenio a quem maltrata tanto o clube.
Mas não seria capaz e dá me uma azia tremenda perder ou mesmo empatar.

O leão para mim é para rugir sempre e em qualquer campo. Vamos a eles rapazes!!! E façam-nos sorrir de novo!!!

SL

Miguel Damas

terça-feira, setembro 14, 2010

Que não sejamos nós os cordeiros sacrificados...

Pela primeira vez tenho que concordar com um personagem que não me é nada simpático nem me incute grande confiança, mas que desta vez proferiu afirmações bem judiciosas: Rogério Alves.

Atendendo à patética e histéria encenação promovida ontem pela colectividade do bairro de benfica, ameaçando tudo e todos numa lógica de deitar poeira para os olhos dos tais 6 milhões, travestindo uma manobra de diversão face ao que tem sido esta época o desempenho da sua equipa principal de futebol, subscrevo na íntegra as palavras do presidente da SAD do Sporting:

«O que me preocupa nesta tomada de posição é a circunstância de ocorrer nas vésperas de um Benfica-Sporting e de o Benfica ter acumulado toneladas de capital de queixa e, aparentemente, estarem criadas condições para que o Sporting seja o cordeiro oferecido em sacrifício para a reposição da moralidade perdida»

Resta estarmos atentos ao que se vai passar no próximo domingo, já que à partida, seja qual for o árbitro nomeado, vai seguramente estar condicionado por uma enorme pressão despoletada na passada sexta-feira, após o jogo de Guimarães.

Que a nossa Direcção esteja atenta e que se for caso disso, dê um forte murro na mesa e denuncie aquilo que é uma farsa orquestrada pelos mesmos do costume, os tais que como dizia ontem Eduardo Barroso «estão mal habituados», logo estranham muito quando são prejudicados já que o hábito é serem levados ao colo pelos homens do apito.


Leonino

sábado, setembro 11, 2010

Serviços (demasiado) mínimos



Sporting, 0 - Olhanense, 0


Estádio José de Alvalade

Árbitro: André Gralha (Santarém)

SPORTING – Rui Patrício; João Pereira, Daniel Carriço, Nuno André Coelho (Postiga, 84m) e Evaldo; André Santos; Maniche, Matías Fernandez (Vukcevic, 64m) e Valdés; Yannick (Saleiro, 64m) e Liedson.

OLHANENSE – Moretto; João Gonçalves (Mexer, 87m), Maurício, Jardel e Carlos Fernandes; Delson (Lulinha, 46m) e Vinícius; Jorge Gonçalves, Nuno Piloto e Paulo Sérgio; Yontcha (Adilson, 77m).

Ao intervalo: 0-0

Acção disciplinar: Cartão amarelo a Daniel Carriço, Moretto, Paulo Sérgio, Maniche, Yontcha, Lulinha, Jardel, João Pereira.



Leonino

sexta-feira, setembro 10, 2010

Inquietações verdes e brancas

Tinha prometido a mim mesmo não voltar a escrever nada sobre o nosso clube nos próximos tempos para ver se tudo isto acalmava e se voltava aos eixos.
Infelizmente tenho que faltar ao prometido e deixar aqui duas notícias que muito me desagradaram:

Que rico presidente

  • quatrocentos mil euros, dois salários


    Em tempos de crise e com as dificuldades financeiras que o Sporting vive temos um presidente e administradores que auferem ordenados chorudos. Bons exemplos. A competência merece ser premiada, sobretudo quando as contas se agravam.


    Baralhar, baralhar e voltar a dar de novo

  • reestruturação financeira aprovada


    http://web3.cmvm.pt/sdi2004/emitentes/docs/FR30036.pdf

    Até quando durarão estas reestruturações?
    Quando é que a casa de uma vez por todas ficará arrumada?
    Terá João Mineiro razão ao aludir à ilegalidade de se ter votado ontem pela emissão de VMOC's quando os sócios ainda não se haviam pronunciado em assembleia-geral?


    Via VERDE
  • quarta-feira, setembro 08, 2010

    Entrevista a Paulo Sérgio



    Para os menos atentos há uma entrevista ao técnico do SPORTING, o Sr.PAULO SÉRGIO, no site do clube.

    Já disse que 'não vou à bola' com a parte técnica deste treinador, mas não posso deixar de saudar a maneira positiva, clara e simples como tenta fazer passar a sua mensagem.


    Ps: para quem se queixava nos anos anteriores da má política de comunicação do clube não deixa de ser positivo.



    ismas

    sábado, setembro 04, 2010

    Futsal do Sporting começa o ano como acabou o anterior...a vencer troféus!

    Sporting Clube de Portugal 5 - 2 CF Belenenses
    0-1 Jardel (11'), 1-1 Divanei (22'), 2-1 Alex (32'), 3-1 Marcelinho (33'), 4-1 Caio Japa (34'), 5-1 Divanei (37'); 5-2 Danilo (39')

    No Entroncamento terminou há minutos a 13ª edição da Supertaça de futsal. O Sporting, mercê de uma segunda parte dominadora e concentrada, virou a desvantagem inicial ganhando por 5-2 com toda a naturalidade, começando a temporada com o novo treinador, Orlando Duarte, em grande estilo. É a quarta supertaça do nosso historial. Que seja o início de mais uma época memorável para o nosso futsal. Parabéns aos atletas, técnicos e dirigentes da modalidade. Bravo!

    Três pequenos comentários:
    1) relativamente ao desrespeito pelo minuto de silêncio em memória do falecido José Torres. Desnecessário e parvo, não me lembro de uma única falta de respeito do antigo futebolista em relação ao nosso clube, ao contrário de outros de maior "fama" da sua geração, e o facto de ter jogado no nosso eterno rival não é desculpa para se descer ao nível que, creio, não queremos que seja o nosso.
    2) a lesão de Cardinal. Depois de João Pereira novo susto com um atleta nosso. Espero que não passe disso e que o nosso pivot possa regressar em breve àquilo que faz melhor, muitos golos!
    3) a transmissão televisiva. Além das tentativas de diminuição da nossa vitória (ele eram os erros do Belém, as ausências etc.) ainda acabam a emissão uns 10, 15 segundos depois do apito final, não dando tempo para ver praticamente nada dos festejos leoninos nem ouvir as declarações dos intervenientes. E isto apesar de terem lá o espaço montado para isso. Fossem outras as cores e dava para 10, 15 minutos de directo. A menos que a RTP2 tivesse algum (outro) serviço público muito urgente para transmitir...

    Nelson Santos

    Tonel dixit

    "Costinha está sempre com a equipa, e sabemos que temos ali uma pessoa que vai até ao fim do Mundo pelos jogadores e pelo Sporting."


    Isto apesar de naturalmente estar ao serviço de Pinto da Costa e Jorge Mendes, segundo inúmeros comentadores deste e outros blogs ....

    Mário Rui Oliveira

    quinta-feira, setembro 02, 2010

    "Mudasti !" by ANA

    Ontem e hoje, tal como muitos, não pude deixar de seguir com muita atenção os vários sites e blogs à procura de notícias e comentários sobre a possivel chegada de novos jogadores ao nosso clube, e que são muitos precisos para fortalecer o plantel .

    Não pude deixar de reparar nos comentários jocosos e maldicentes, em muitos casos, sobre a SAD e o presidente, e até entendia a frustração pelo passar das horas e nada acontecer como queríamos.

    Ontem, quando acordo vejo que um tal de Tales foi contratado, e mais comentários de todo o tipo li, até que perto das 2 da tarde leio que foi contratado um atleta que já foi internacional alemão.
    Os comentários sobre o Tales e pinheiro tão falado pelo Paulo Sérgio continuaram mas sobre o TIMO HILDEBRAND não vi nada e foram escasseando comentários nos blogs quase todos. Elogios à contratação não vi e a notícia já está no site do clube.

    Nas 2 últimas épocas os jogadores saiam com o passe na mão, ou não se conseguia colocar os excedentes. Este ano tenho que dar os parabéns ao Costinha pelo trabalho feito em relação a isso já que até jogadores júniores foram colocados em alguns clubes estrangeiros.

    ps: escrevo com um teclado inglês espero que entendam :)

    ISMAS

    quarta-feira, setembro 01, 2010

    Análise ao plantel 2010-2011

    Como não sou grande adepto dos totobolas preenchidos à segunda-feira, um dos passatempos preferidos do adepto de futebol nacional típico, em Abril passado - logo após o anúncio de Paulo Sérgio como treinador do Sporting - fiz a análise do que considerava serem as necessidades do plantel para a nova temporada. Estou agora, no dia após o fecho do mercado, em condições de comparar o que propus então com o plantel definitivo. Sendo assim, por sectores:

    a) Guarda-redes:
    Abril
    Rui Patrício, novo guarda-redes, Tiago
    Continuo a confiar na evolução de Rui Patrício e duvido que não seja titular da selecção nacional daqui a pouco tempo, mas considero que devíamos encontrar um 2º guarda-redes com mais capacidade para lutar pela titularidade do que Tiago (que deveria ficar como jogador de balneário e 3º guarda-redes). Como nem quero imaginar que se cometa a asneira de tentar, mais uma vez, recuperar Vladimir Stojković e como penso que Ricardo Baptista devia rodar, aconselharia a compra de um guarda-redes de valor e já com alguma experiência.

    Setembro
    Rui Patrício, Vitor Golas, Tiago
    Apesar de ter gostado do que vi do jovem brasileiro, penso que deveria ter sido colocado a rodar num clube onde pudesse crescer, e não ficar como 3ª escolha do plantel. Acho que se fez bem em não incluir o sérvio Stojković no plantel e na colocação de Ricardo Baptista, penso que se falhou ao não contratar um outro guarda-redes para lutar de uma outra forma pela titularidade com o jovem titular das nossas redes.

    b) Laterais defensivas:
    Abril
    João Pereira, Abel, novo lateral esquerdo, Leandro Grimi
    Com João Pereira como 1ª opção, Abel como reserva e Pedro Silva (espero) de saída, só a saída de Abel me levaria a considerar ser necessária a entrada de alguém - a subida de Cedric Soares ou o regresso de João Gonçalves seriam opções interessantes. Já na lateral esquerda penso que é necessário encontrar um lateral diferente de Grimi, podendo ficar esse no plantel como 2ª opção. Penso que seria importante ter um lateral esquerdo mais ofensivo e que não tornasse o jogo tão afunilado pelo lado direito, se não para todos os jogos pelo menos para a grande maioria dos jogos do campeonato o Sporting precisa de 2 laterais que além de defesas sejam "desbloqueadores" de jogo pelas alas.

    Setembro
    João Pereira, Abel, Cédric, Evaldo, Leandro Grimi
    Praticamente 100% de acordo com aquilo que pedi, embora confesse fazer-me alguma confusão a inclusão de Cedric no plantel se for para ser 3º lateral direito. Se Abel tivesse saído concordaria sem hesitações em colocar o nosso valoroso ex-júnior em competição directa com João Pereira, mas se for para ser 3ª escolha, como parecem indicar os últimos 2 jogos, preferia que se tivesse optado por um empréstimo a um clube onde pudesse jogar e continuar a evoluir.

    c) Defesas centrais:
    Abril
    Daniel Carriço, Tonel, mais dois centrais
    Um dos grandes problemas em termos da formação do plantel 2010-2011 e aquele onde, a meu ver, as escolhas mais vão influenciar o sucesso ou insucesso da próxima época.
    Dos 4 centrais actuais do plantel considero que só o jovem Carriço e Tonel podem ficar para a próxima temporada, sendo que o ex-maritimista até poderia sair no caso de se encontrar um bom negócio para as nossas cores. Anderson Polga e Marco Caneira já não constituem qualquer valor acrescentado para o plantel dado que mesmo aquilo que poderiam trazer, experiência, não compensar o facto de pouco jogarem (e mal) e serem dos jogadores mais bem remunerados. O moçambicano Mexer deveria rodar por uma equipa da 1ª liga. Quanto à escolha dos 2 centrais, optaria por uma de duas situações. Ou 1 central de renome daqueles que peguem de estaca e um jovem da cantera - Nuno Reis? - para 4º central ou 2 centrais de potencial (brasileiros, argentinos, etc...) que possam lutar entre si por 1 (ou os 2) lugares no centro da defesa.

    Setembro
    Daniel Carriço, Nuno André Coelho, Anderson Polga, Torsiglieri
    A primeira observação vai para a saída de Tonel em detrimento da de Polga. Mesmo sabendo que seria mais fácil, em termos práticos, de arranjar mercado para Tonel, penso que não seria impossível arranjar um negócio no Brasil utilizando Polga como "moeda de troca". Penso que mais uma vez aqui sofremos por termos jogadores em que o ordenado que recebem não corresponde ao seu actual valor futebolístico, fazendo com que seja praticamente insuportável a um outro clube receber o brasileiro. Relativamente às entradas penso que Nuno André Coelho tem potencial para ser um esteio da nossa defesa e espero, como todos, para ver o que vale o argentino Torsiglieri. Se este último for capaz de lutar pela titularidade penso que poderemos estar relativamente bem servidos de centrais. De qualquer forma penso que só com o decorrer da temporada vou (vamos) conseguir perceber qual foi realmente o resultado das alterações nesta posição.

    d) Meio-campo defensivo:
    Abril
    Pedro Mendes, Adrien Silva?
    Está aqui aquele que me parece ser, para já, o principal reforço do Sporting para 2010-2011, Pedro Mendes. É um jogador que eu pessoalmente desejava em Alvalade há alguns anos e espero que esteja em condições físicas para atacar a próxima época na plenitude das suas capacidades. A minha dúvida nesta posição prende-se mais com o jovem Adrien Silva, que considero pouco ter evoluído nestas últimas temporadas. Como não sei se tal se deve a ter sido "mal treinado" ou apenas a um caso de estagnação pura e simples do jogador, se for colocada a hipótese de o colocar a rodar num clube competitivo poderia sair, sendo aí necessário fazer a aquisição de um jogador para a sua posição. Nesse caso optaria por um jogador mais "possante" que Pedro Mendes, embora igualmente omnipresente, para dar o equilíbrio de que a equipa precisa em termos defensivos e de apoio ofensivo mais recuado.

    Setembro
    Pedro Mendes
    Para mim boa parte do sucesso/insucesso desta temporada continua a rodar em torno desta posição. O único jogador do plantel que vejo com qualidade e rotação suficiente para assegurar o equilíbrio do plantel, cobrir devidamente as subidas dos laterais, proteger o espaço em frente dos centrais, etc. continua a ser Pedro Mendes. Infelizmente, é um jogador propenso a lesões (começou cedo este ano, aliás) e temo que com o andar da temporada iremos ver muitas vezes André Santos e/ou Zapater a fazer esse papel, que não me parece ser aquele para que estarão mais talhados, apesar de ter gostado de ver o nosso jovem médio nas últimas duas partidas. De qualquer forma penso que se falhou aqui em não assegurar a contratação de alguém com um outro perfil que pudesse cobrir as ausências de Pedro Mendes.

    e) Meio campo ofensivo:
    Abril
    Marat Izmailov, Matias Fernandes, João Moutinho?, André Santos, mais dois médios
    Neste ponto encontram-se actualmente 3 dos jogadores mais influentes (e por isso também dos que têm mais mercado) do Sporting: João Moutinho, Miguel Veloso e Marat Izmailov. Apesar de muitas críticas feitas a cada um destes jogadores, penso estar aqui o sector mais forte do Sporting 2009-2010, e aquele em que os retoques do plantel têm que ser melhor pensados. Na minha opinião o único que venderia sem pensar 2 vezes seria Miguel Veloso, apesar da "boa" temporada que teve em termos de golos e assistências é um jogador à semelhança do que tem sido o clube nestes últimos 2 anos, capaz de oscilar bons períodos com momentos de pura ausência de campo, muitas vezes dentro do mesmo jogo. Com o regresso de André Santos (excelente temporada em Leiria) penso que as restantes saídas/entradas do plantel dependem das ideias a implementar por Paulo Sérgio, caso se opte por um dez mais clássico penso que esse lugar teria que ser de Matias Fernandez, optaria pela possibilidade de venda de João Moutinho e pela entrada de 2 médios, um com características de 10 para "suplente" de Matias, que poderia ser um jovem esperança ou um jovem vindo dos emprestados/juniores do clube - Diogo Rosado? - e um outro com características próximas das de Izmailov para fazer o 4 de meio campo com Mendes e Matias. Caso Paulo Sérgio pretenda ter como opção um 433 mais clássico com extremos, talvez mantivesse Moutinho para fazer com Izmailov e Mendes o 3 de meio campo, optando depois pela compra de 2 médios com características semelhantes ao 28 e ao russo. Penso ser importante, de qualquer forma, que esses 2 médios possam oferecer algum "peso", "músculo" e presença na área ao meio campo leonino, sem que isso signifique perda de potencial futebolístico.

    Setembro
    Marat Izmailov, Matias Fernandes, Zapater, André Santos, Tales, Maniche, Valdés Com a saída de dois dos esteios do Sporting nas últimas 3 ou 4 temporadas, e a possível não recuperação (física e mental) em absoluto de outro - o russo Izmailov - este é praticamente um sector todo novo. Se penso que a posição de Veloso fica bem coberta com a inclusão de André Santos, e a de Moutinho com a de Maniche, penso que tinha ficado a faltar alguém para lutar pela posição mais avançada do meio campo com o chileno Matias Fernandez. Ontem chegou o brasileiro Tales, que ao que dizem é um jogador talhado para essa posição, embora desconheça em completo o seu valor. Quanto a Valdés apesar de ter vindo como opção para as alas parece-me um jogador mais válido para jogar numa posição de médio interior direito, podendo por isso lutar com Izmailov por uma posição no 11. Sobra Zapater, incluído no negócio de Miguel Veloso, e de quem espero que possa lutar por uma das posições no centro do meio campo com Maniche, André Santos e até Pedro Mendes. Tal como na posição de defesa central, vou aguardar mais uns jogos para avaliar o que valem os reforços e o que podem trazer de novo relativamente ao ano anterior.

    f) Extremos:
    Abril
    Um extremo esquerdo, um extremo direito, Bruno Pereirinha?, Yannick Djaló?
    Pelo que vi das equipas de Paulo Sérgio este gosta de ter no plantel jogadores rápidos, incisivos e capaz de esticar o jogo pelas alas. Ora o Sporting tem 2 jogadores no plantel para fazer isso, desde que devidamente motivados e treinados, ambos da formação, Bruno Pereirinha e Yannick Djaló. De qualquer forma penso que seria um risco muito grande avançar para uma nova temporada "apenas" com isso. Com a saída praticamente certa de Simon Vukcevic do plantel considero que precisaríamos de atacar forte no mercado estas oposições com a aquisição de 2 extremos, um para cada ala. No caso de um dos dois poder alinhar em ambas as alas, colocaria a hipótese de venda ou empréstimo de um dos dois jogadores da formação citados.

    Setembro
    Vukcevic, Diogo Salomão, Yannick Djaló
    Na minha opinião vai ser um dos dois principais problemas da constituição do plantel do Sporting deste ano, em particular se Paulo Sérgio optar por esquemas com alas. Vukcevic é intermitente, Diogo Salomão uma incógnita, Djaló rende mais ao lado de Liedson mas só de vez em quando. Continuo sem perceber porque não se apostou definitivamente em Pereirinha para a posição de extremo direito. E penso que Paulo Sérgio vai ser obrigado a optar pelo "tão apreciado em Alvalade" losango a meio campo entregando as alas a Evaldo e João Pereira. Na minha opinião pessoal, fará bem em fazê-lo mas apenas porque não temos extremos que confiram a possibilidade de jogar em 433 ou mesmo em 442 mais clássico, as tácticas que me pareciam ser da preferência do treinador. Faz pouco sentido, não é? Pois...

    g) Pontas de lança:
    Abril
    Liedson?, novo ponta de lança, Carlos Saleiro, Hélder Postiga?, Sinama Pongolle
    Outro dos grandes problemas do Sporting desta temporada. Marcámos muito poucos golos para uma equipa de topo, e se bem que isso não seja problema exclusivo dos pontas de lança do plantel, penso que está na altura de mudar. Para mim certos para o próximo estariam Carlos Saleiro e Sinama Pongolle. Hélder Postiga é daqueles jogadores que mantém uma relação próxima com a bola mas afastada com a baliza o que, mesmo quando joga bem, cria um clima entre ele e os adeptos que não é bom para ninguém. Há quem diga que devia "descer" no terreno para uma posição de 10 onde pudesse explorar melhor a sua visão de jogo e bom jogo de apoios ofensivos sem estar tão limitado à função de fazer balançar as redes. Sinceramente estivesse o clube em alta e seria opção a ter em conta, no estado actual de coisas penso ser uma opção arriscada, ainda para mais num jogador muito bem pago. Sobra...Liedson, o nosso melhor marcador nas últimas (muitas) temporadas. Ora eu sou daqueles que considera que, a haver uma boa proposta pós-mundial, devia vender-se o levezinho, agradecendo-lhe tudo o que fez por nós, todas as alegrias que nos deu. Tudo tem um fim, e penso estar na altura de o Sporting encontrar, não um jogador para jogar ao lado de Liedson mas para jogar em vez de Liedson. Claro está que esta contratação não poderia ser feita por um jogador qualquer, porque o peso do 31 estaria sempre presente a partir do primeiro minuto em que o novo ponta de lança entrasse em campo ou mesmo antes. A sair o baiano-lusitano, o jogador que o viesse "substituir" teria que - dentro daquilo que são as certezas no futebol - vingar de imediato, de modo a que não houvesse tempo de pensar demasiado na falta ou não que faria Liedson.

    Setembro
    Liedson, Carlos Saleiro, Hélder Postiga
    Sem entrar sequer em considerações sobre as árvores que eram para vir e não vieram, considero que neste ponto a direcção e o director desportivo falharam por completo. E eu nem sou daqueles que queria um pinheiro, sou daqueles que não ficaria escandalizado pela saída de Liedson após o mundial, mas este não lhe correu de feição. Assim, esperava que mantendo-se os 4 pontas de lança da última temporada, havia que dar uma oportunidade a sério ao francês Pongolle e contratar um outro ponta de lança, independentemente da altura que pudesse ser jogador de 11. A investir num jogador de créditos firmados esta tinha que ser a posição. Com o empréstimo de Pongolle ao Saragoça, ainda mais premente era esse reforço. Com as declarações dos dirigentes e, principalmente, de Paulo Sérgio, penso que todos pensámos que viria alguém - embora discordasse do perfil indicado pelo técnico. Hoje vamos para a guerra com 3 pontas de lanças, sendo que será quase certo que Djaló e Vukcevic vão acabar por entrar nestas contas não por opção mas por necessidade. Tal como relativamente aos extremos, aqui a direcção e o director desportivo falharam em absoluto, não dando ao treinador e aos sócios e adeptos uma frente de ataque condigna com o historial e as obrigações do plantel. Daqui até Janeiro vai uma enormidade de tempo e jogos, e arriscamo-nos a ter a época perdida ou perto disso antes de lá chegarmos. Se já hoje nos indignamos com estas falhas na construção do plantel, imaginem nessa altura.

    Nota final:
    Penso que, até em oposição a um passado recente no clube, se acertou em boa parte na identificação das lacunas do plantel, o que seria um bom princípio. No entanto penso que se falhou em várias posições, o que torna este defeso em termos de aquisições/vendas particularmente insuficiente. Na minha opinião faltam: um guarda-redes capaz de lutar pela titularidade com Patrício; um médio defensivo mais "puro" para precaver as ausências de Pedro Mendes; um ou dois extremos (dependente da afirmação de Diogo Salomão), de linha, capazes de alargar o jogo e de não ser dependente apenas das subidas dos laterais. E um ponta de lança (ou dois, com a saída de Pongolle) com "golo", que pudesse ser alternativa ou complemento a Liedson. É com estes que vamos continuar a lutar, são estes que vou continuar a apoiar, e não lhes aponto a eles - jogadores - mais do que não seja lutar pela nossa camisola e pelas nossas cores. Já aos dirigentes, esperava que com o tempo de que dispuseram para preparar a temporada, as lacunas fossem TODAS preenchidas e não sobrassem deficiências tão evidentes no plantel. Assim, em vez de pinheiro, sobrou o cepo onde estão colocadas as suas cabeças. Espero que tenham, pelo menos, noção exacta disso!

    Nelson Santos

    e para Dezembro , será que há tempo ?

    A menos que alguém tenha sido inscrito e só se venha a saber amanhã, ou mais daqui a um bocado e independentemente de se vir até a obter bons resultados com a equipa que temos, o que se revela possível, acho inacreditável que em todos estes meses não se tenha conseguido contratar um ponta de lança, que desde o primeiro dia ser uma das claras necessidades deste plantel.

    Repito, acredito que a equipa poderá estar mais forte, mais equilibrada, mas não se pode andar a prometer novidades e elas não aparecerem ... 

    Porque as expectativas eram elevadas, ainda para mais, porque ao longo destes meses foram inúmeros os nomes relevantes e interessantes que foram aparecendo. O Sporting, pode até não ter responsabilidade no surgimento destes nomes, mas sabia que isto foi criando nos adeptos uma esperança de ver chegar um ponta de lança que nos fizesse sonhar. Se não havia esse possibilidade todos a entenderíamos, estou em crer. Mais difícil é deixar entender essa possibilidade e depois não chegar ninguém. Isto ajuda a criar insegurança nos adeptos que será contida se as vitórias continuarem a aparecer, mas logo surgirá se falharmos mais que um jogo seguido. 

    Guardarei para mais tarde uma análise mais completa da preparação desta época. 

    ps : e custa-me assim muito mais a aceitar o empréstimo de Pongolle ...

    Mário Rui Oliveira