"Tu vais vencer, Podes crer, Porque a nossa força é brutal. Mais de um século de histórias para contar. Sporting, tu nunca vais acabar" - osangueleonino.blogspot.com -

Sangue LEONINO

quarta-feira, agosto 31, 2011

A(s) boa(s) notícia(s) do dia




Yannick Djaló parece estar mesmo a caminho do Nice (França), e segundo consta, por 4,5 milhões de euros (para um contrato de 4 anos), uma verba superior àquela que pagámos por Jeffren!

Uma saída lógica de um jogador com pouco espaço junto da massa associativa, um atleta que há muito desejava saír e que nos últimos anos pouca ou nenhuma evolução futebolística mostrou.

Reportando-me apenas à sua qualidade enquanto futebolista devo dizer que não me deixa saudades.... ao contrário de outros colegas seus que saíram de Alvalade nos últimos anos (Tonel, Quaresma, Nani, Liedson, Derlei...).

A outra possível boa notícia é a forte possibilidade de Postiga também abandonar o Sporting, devendo-se avançar nesse caso para a contratação de outro ponta-de-lança.



ACTUALIZAÇÃO: está quase confirmada a ida de Postiga para o Saragoça por 2,5 milhões de euros.

Podem vir agora alguns dizer as maiores maravilhas de Djaló e de Postiga, que é uma pena a sua saída, um erro crasso, que não arranjamos nem temos melhor, blah blah blah, mas eu mantenho que são dois jogadores que gostava de ver fora de Alvalade, estando esse desejo prestes a ser concretizado.

Para mim são dois atletas de fraco rendimento, nunca foram mais-valias no Sporting e duvido do seu contributo para um bom ambiente no grupo de trabalho. Sobretudo o senhor que passou pelo Porto. Depois do Tottenham, St. Etiènne, Panathinaikos e Sporting, que vá agora enganar os senhores do Saragoça!

Não sou dos que assobiam os nossos jogadores mas também não sou hipócrita: estou muito satisfeito!

Nuno M Almeida

terça-feira, agosto 30, 2011

Elias

É preocupante constatar que apesar de terem chegado reforços em catadupa, continuamos com estranhas debilidades na defesa - nomeadamente na sua zona central - falta-nos um patrão no meio-campo - alguém que pense o jogo e que coordene a restante equipa, que seja o prolongamento do treinador em campo - sendo também evidente que no ataque não temos um matador decisivo, como eram Liedson ou Jardel.

Por isso mesmo estranho que Elias, provavelmente, 'feche' a porta dos reforços, já que continuaremos com lacunas na defesa e no ataque, e ainda por cima após um arranque tão mau na liga nacional, já com Benfica, Braga e Porto a uma certa distância. Exagerando na tónica, apetece dizer que à terceira jornada já (quase) não dependemos apenas de nós para sermos campeões.

Mas enfim... Freitas e Duque é que sabem.

Eu, como tantos milhares de sportinguistas, sou um mero treinador de bancada... e ainda por cima dos maus, ou seja, daqueles que se limitam a mandar uns bitaites sem profundo conhecimento de causa nem qualquer formação específica sobre a matéria.


Fica então aqui a ficha do novo reforço:



Elias Mendes Trindade, mais conhecido como Elias, nasceu em São Paulo, a 16 de Maio de 1985.

Tem 1.73 m, pesa 70 kgs, joga no meio-campo e é destro.

Elias começou a sua carreira no Palmeiras tendo ainda jogado no Brasil nos seguintes clubes: Náutico, São Bento, Juventus, Ponte Preta e Corinthians, após o que rumou ao Atlético de Madrid.

O brasileiro é ainda internacional pelo seu país, tendo vestido a camisola canarinha em 10 ocasiões. No dia 23 de setembro de 2010, recebeu sua primeira convocação pelo técnico Mano Menezes para a selecção principal.

Como dizem os brasileiros: que venha mesmo para somar!


Nuno M Almeida

segunda-feira, agosto 29, 2011

O que falha no nosso futebol?

Acima de tudo é isso que quero perguntar aos frequentadores deste espaço. Sem mais nem menos. Que digam de sua justiça e que debatam com ou sem acordo ortográfico...

É certo que por vezes me passo com tudo isto e perco o discernimento. Mas agora calmo quero apenas perguntar como é possível assistir-mos o mesmo filme de há 3-4 anos a esta parte?

É um tremendo deja vu....

SL

Miguel Damas

Domingos erro de casting?

Domingos começa a "cheirar" a erro de casting.

Se não vejamos. Os erros e o (mau) fio de jogo são os mesmos do ano passado. A defesa é a mesma que o ano passado meteu agua jogo após jogo. Vejo pedirem a cabeça de Polga mas deviam era pedir a cabeça dos outros 3 colegas de sector. Carriço é o central mais mediocre que pelo Sporting passou. Nem um tal de Miguel que veio do Guimarães no final da decada de 80 era tão mau. Deram-lhe a braçadeira e nem isso tem classe para a ostentar.

João Pereira e Evaldo são fraquinhos demais. Ambos mal a atacar e sobretudo a defender.

André Santos pode ser muita coisa mas nunca trinco. Ocupa mal o espaço que deve ocupar como tal e sobretudo não tem capacidade fisica para impor a sua presença.

Schaars marca tudo e mais alguma coisa mas ainda não criamos perigo uma unica vez. Tarda em impor-se e não vem buscar jogo deixando um espaço enorme no miolo e obrigando os defesas a despejarem bolas ou a usar o passe longo.

Yannick apesar de tudo ainda tenta alguma coisa mas está a ser sobretudo prejudicado por um treinador teimoso e por não dizer estupido. Queima-o ao colocar-lo de inicio e ainda o queima mais ao retirar-lo....

Capel hoje não teve muita iniciativa mas sobretudo não teve bola. Se eu fosse jogador daquela equipa e depois do jogo de quinta, se quisesse ganhar era nele que metia. Houve demasiadas vezes em que colegas simplesmente ignoraram a sua presença.

Izmailov irrita-me por levar prender demasiadas vezes o jogo mas tenho que reconhecer que acrescenta um pouco de classe ao nosso (inexistente) futebol.

Postiga é inarravel , mesmo quando consegue alguma coisa invariavelmente remata a figura, ele que é uma figurinha triste para quem joga a ponta de lança. Aqui a culpa é claramente do treinador e de quem constroi o plantel. Falta uma referencia que entre de caras na equipa e não é de certeza os jovens Wolf e Rubio e o há muito fora de forma Bojinov.....

Até quarta vamos ver se são capazes de ter coragem de assumir o erro e partirem para a contratação de um verdadeiro matador.

Jeffren não podia jogar....é tão certo como eu ter sangue Damas...quem faz um remate daqueles e (re)abre a rotura não estava claramente em condições. Há aqui 3 factos que me fazem pensar. Primeiro que o treinador arriscou a sua utilização. Segundo que o treinador tinha o jogador como 100 por cento utilizavel e é o departamento médico que falha. A 3 tem a ver com as outras duas e perguntar que face a estas duas conjuturas porque não lançou Carrillo? Sim porque ao contrario de outros anos aquilo que não falta é extremos, apesar de não haver ponta para finalizar as idas a linha e achar que com extremos daqueles era de jogar com 2 avançados.....

Apesar de todo o esforço da direcção em proporcionar a equipa do Sporting a materia prima para poder ser feliz há claramente algo que está a falhar e começa a ser um dejá vú cada jogo....

O treinador falha demasiado para o cartel com que vinha precedido. No Braga é verdade não teve que montar uma equipa, mas confesso que apesar de saber que é preciso dar tempo ao tempo há tiques de teimosia mas acima de tudo a inexistencia de automatismos e fio de jogo que eram exigiveis com o tempo que já leva no clube e atendendo que fez pré época....

Não assobio, sou claramente contra não deixando claro de quando em quando "cair" um vernaculo com um ou outro jogador. Há claramente um defice de qualidade em certos jogadores que transitaram do ano passado e que a tentativa de recuperação deles pelo treinador está a redundar num fracasso tremendo.....

Há agora 15 dias de paragem, tempo para Domingos e a entourage leonina pensarem bem naquilo que querem para os proximos meses, mesmo até para o proximo trienio........porque sem querer precipitado cheira-me a um Domingos erro de casting.....

ps-Hoje sofremos 2 golos iguais que até podiam ter sido mais se Rui Patricio não tivesse feito 3-4 defesas de grande nivel. A fragilidade com que defendemos os cantos chega a roçar o mediocre. Jogadores há que não atacam a bola, outros que fingem que atacam e simplesmente virão a cara ou o corpo a luta. André Santos, Evaldo mas sobretudo Carriço ficaram muito mal na fotografia hoje.....

SL

Miguel Damas

domingo, agosto 28, 2011

Adeus Domingos??


Sporting, 2Maritimo, 3

Árbitro: Pedro Proença

Estádio José de Alvalade

SPORTING: Rui Patrício; João Pereira, Carriço, Polga, Evaldo; André Santos e Schaars; Yannick (54m Bojinov), Izmailov e Capel (54m Jeffren); Postiga (64 Wolfswinkel).

Maritimo: Peçanha; Briguel, Robson, Roberge, Ruben; Roberto, Rafael, Marquinho, Baba; Adilson e Danilo.

Golos: 1-0 Izmailov, 1-1 Rafael Miranda, 1-2 Sami, 2-2 Jeffren, 2-3 Baba


ZenMan - Vitor Araujo

E agora, para onde caminha este Sporting?



Mudaram o plantel, mudou o treinador, mudou a direcção… mas continuamos a ver a mesma mediocridade de sempre em campo.

Os erros de arbitragem escandalosos – como hoje voltámos a ver – não justificam nem desculpam tudo.

Não há atitude, brio, empenhamento, fio de jogo, um sistema táctico bem definido.

Assim não saímos da cepa torta, e como os adeptos e sócios tanto têm dado, nunca poupando no entusiasmo, paixão e dedicação, apetece-me dizer que andam há demasiado tempo a gozar connosco! !!!!!!!


Nuno M Almeida


Ainda vêm quantos jogadores ?

Domingos disse ontem em conferência de impressa :


Há 11 reforços para o imediato. Há mais cinco que são de perspectiva de investimento em jovens que despontaram nos seus países e nas selecções, pois daqui a uns anos seria mais difícil contratá-los: Arias, Turan, Carrillo e Rubio, e ainda o André Martins. Vou trabalhar com jogadores a mais em virtude de haver essa perspectiva, não estou minimamente preocupado. 25/26 será o ideal para trabalhar, não contando com esses jogadores." in O Jogo


Ora fazendo algumas contas, se temos neste momento 28 jogadores contando com os 5 referidos pelo treinador e se afirma que pretende trabalhar com 25 a 26 jogadores mais os 5, podemos claramente esperar 2 a 3 jogadores. Creio que a serem 2 estaremos a falar provavelmente de um Ponta de Lança e de Elias ( que parece estar próximo de chegar por empréstimo ). O eventual terceiro será o tal central de classe extra ? 

Mário Rui Oliveira

Assobiar não é apoiar


Para ser franco não gosto de Yannick, ponto. É um jogador tecnicamente fraco no controle de bola e julgo que têm bastantes deficiências . Compensa pelos arranques e pelo remate fácil com ambos os pés.

É manifestamente pouco? Não sou treinador do Sporting, julgo apenas que se Yannick fosse mais inteligente virava-se menos com a bola, passava a um colega quando estivesse de costas para baliza (tabelinhas) e ia buscar mais a frente aproveitando-se da velocidade que têm....

Infelizmente os anos passam e continuamos sempre a ver o mesmo Yannick, capaz do melhor e do pior, talvez por ser um jogador de poucos festejos dá sempre aquele ar de estar alheado ao Sporting, talvez seja o feitio dele, não sei , não o conheço.

Aquilo que importa a meu ver é o adepto do Sporting ter a calma necessária (aquela que eu tenho ao ver Postiga no 11....lol) e se não apoiar pelo menos que não assobie. Porque para quem já jogou futebol nem que seja na distrital sabe que as bocas ou assobios vindos de fora são sempre desestabilizadores mas acima de tudo não apenas com o jogador visado mas com toda a equipa.

Com os resultados que temos tido e a dificuldade em capitalizar as oportunidades que temos criado é importante apoiar para não haver uma descrença ainda maior nos nossos jogadores. Não podemos ser o nosso pior inimigo. Alvalade é o nosso covil e é necessário que seja o adversário a sentir dificuldades e não o contrário. Com amigos assim.....

Acredito no trabalho desenvolvido apesar de algumas teimosias do treinador. Mas como sou daqueles a quem acima de tudo importa apoiar o SPORTING independentemente de quem entra lá para dentro, importante sim é GANHAR e apresentar BOM FUTEBOL.

Logo a noite com o Maritimo serei mais uma voz nas milhares que sofrem pelo clube e que religiosamente cada vez que o SPORTING joga se desloca para ver ao vivo o melhor clube do MUNDO.

Que sejamos uma unica só voz e que o nosso apoio seja realmente o 12 jogador.

SL

Miguel Damas

sábado, agosto 27, 2011

Insúa no Sporting





O Sporting contratou o internacional argentino Insúa que estava no Liverpool. Foi contratado por cinco temporadas, depois de estar emprestado pelos ingleses ao Galatasaray da Turquia na última temporada.

Parece-me um reforço efectivo do lado esquerdo da defesa, com este argentino a acrescentar uma relação de qualidade elevada para o sector. Desejo a Insúa as maiores felicidades com a camisola mais bonita do Mundo!



Lion King

sexta-feira, agosto 26, 2011

Os senhores que se seguem

Liga EUROPA - Grupo D



Lazio (Itália), Zurique (Suíça) e FC Vaslui (Roménia)

Nuno M Almeida

quinta-feira, agosto 25, 2011

Triunfo magro para tão claro domínio



Sporting, 2 –Nordsjaelland, 1

Árbitro: Ovidiu Hategan

Estádio José de Alvalade

SPORTING: Rui Patrício; João Pereira, Carriço, Polga, Evaldo; André Santos e Schaars (Rinaudo); Yannick (Bojinov), Izmailov (Carrillo) e Capel; Postiga.

Suplentes não utilizados: Marcelo, Onyewu, Wolfswinkel e Rubio.

NORDJAELLAND: Hansen; Kildentoft, Okore, Bjelland, Parkhurst; Gundelach, Stokholm, Beckmann, Christensen; Lawan e Granskov.

Suplentes: Jensen, Mtiliga, Mikkelsen, Lund-Nielsen, Laudrup, Mathias Nielsen e Rohde.

Golos: 1-0 André Santos, 2-0 Evaldo, 2-1 Laudrup

Nuno M Almeida

terça-feira, agosto 23, 2011

Quero ver que tratamento vai ter o V.Setubal.....



A classe dos palhaços do apito quer guerra...Pois eu digo, Caro Godinho Lopes vamos até ao fim com isto!!! Sempre quero ver que comunicados vão sair em relação as afirmações do treinador do V.Setubal.

Ou apenas interessa desestabilizar o Sporting Clube de Portugal? Há ai muitos artistas do apito que têm dentes a mais.... Num país de brandos costumes onde escutas de corrupção são ignoradas para condenar um clube a norte , estamos conversados. Querem guerra? Vamos a ela.....

SL

Miguel Damas

segunda-feira, agosto 22, 2011

E o Beira-Mar acabou prejudicado...

Pois foi. Com esta trapalhada toda foi o Beira-Mar o mais prejudicado. Normalmente o jogo teria sido arbitrado por um árbitro da "situação". Este "árbitro" não se teria inibido de praticar as arbitrariedades do costume, claro, sempre em prejuízo do Sporting. Esta dualidade de critérios acabaria por beneficiar o Beira-Mar sem culpa nenhuma deste.

Mas isto não ilide a responsabilidade da classe arbitral. Esta "casta" que deveria aparentar isenção (se praticasse a isenção era melhor...) foi por uma vez transparente. OBRIGADO! Mostrou a toda a gente a sanha que nutre pelo Sporting. Foi por uma vez prestado um bom serviço ao futebol, sem máscaras, sem hipocrisia; com coragem e à vista de todos.

Como nada se alterou, nem se espera que altere, no próximo domingo, o nosso jogo contra o Marítimo, contamos que seja arbitrado por outro árbitro "espontâneo". Melhor para o futebol, na medida que será com muita probabilidade outra boa arbitragem. Nada de árbitros estrangeiros. Há aqui bons árbitros, têm é de "sair" fora dos ambientes e estruturas apodrecidas. Como dos "distritais". É claro até a longa mão da "corrupção" (vidé as gravações das escutas) não chegar lá!

Quanto a JF e aos outros que se recusaram arbitrar, é evidente que não podem arbitrar mais. NUNCA mais. Foi a escolha deles. Pior seria um dia arbitrarem um jogo do Sporting. "Credo! T'arrenego Satanás!!"

Para isto é necessário saber o nome dos "boicotadores". Ainda não sabemos os nomes.

E Vitor Pereira? Se não conseguiu nomear um árbitro ("obrigar"?) a fazer o seu serviço deve-se demitir, e já. Mas se não tentou nomear um árbitro, então deve-se demitir, e já. E se mesmo assim, VP não se quiser demitir? Deve ser demitido, e já.

Gabriel Almeida



domingo, agosto 21, 2011

Podemos ter árbitros de segunda categoria em todos os jogos?

Este jogo ficou marcado pela triste novela das virgens ofendidas do futebol português e pelo degradante espectáculo que nos proporcionaram antes do jogo.
E porquê?

Porque o Sporting fez justíssimas queixas após um roubo ocorrido na primeira jornada, um verdadeiro escândalo, mas logo essas virgens ofendidas do apito se juntaram e uniram na sua solidariedade corporativa.

Curioso, não?

E curioso sobretudo porque houve outros que fizeram queixas a ministros, levaram DVD's, fizeram conferências de imprensa com visionamento de erros de arbitragem, apelaram pateticamente a que os seus adeptos não comparecessem aos jogos fora, apontaram o dedo a vários árbitros. Que aconteceu? Nada. Nenhuma reacção dos artistas do apito na boca!

Adiante.

Para o jogo de hoje Domingos fez algumas mexidas, mas foi quase no final da primeira parte que na minha opinião melhor montou a equipa ao tirar Matias (pouco fresco) e Yannick (por amor de Deus, vale a pena insistir neste jogador?), e colocar Postiga (a fazer dupla no ataque com Wolfswinkel ) e Izmailov no meio-campo. Não há forma de acertar com um onze inicial.

Primeira parte: zero oportunidades, muita apatia, jogo pouco interessante. Maior domínio leonino mas zero de eficácia.

Segundos 45 minutos: outra dinâmica, um pouco mais de alma e de alegria, empurrando o Beira Mar para o seu meio-campo, tentando criar lances de perigo, ora para Postiga ora para Wolfswinkel. Capel em destaque. O espanhol é mesmo reforço: não só cria lances de perigo como os procura concretizar.

No entanto é evidente que nos falta um matador, um homem que decida no ataque, alguém que não falhe. Chamem-me saudosista mas falta-nos um Acosta, um Jardel ou um Liedson.

E é claro que não podemos desperdiçar 45 minutos como fizemos no jogo de hoje. A primeira parte foi para esquecer!

Peço também a Domingos que tenha um ar menos abatido durante os jogos e evite abanar constantemente a cabeça em simbólicos ‘nãos’. É importante que os jogadores, quando olham para o banco - sobretudo quando as coisas correm menos bem - vejam um treinador confiante, inspirador, motivador, e não o contrário!


(faço votos para que as virgens ofendidas da suposta ‘primeira categoria’ tenham aprendido alguma coisa com a arbitragem de hoje do homem da foto, Fernando Martins de seu nome.
Um juiz de categoria B)

Beira Mar, 0 - Sporting, 0

Estádio Municipal de Aveiro

Árbitro: Fernando Martins

BEIRA MAR: Rego; Pedro Moreira, Tavares, Hugo e André Marques; Rui Sampaio, Nuno Coelho e Nildo; Artur, Zhang e Cristiano.

Suplentes: Jonas, Koukou, Dominic, Jaime, Tiago Barros, Balboa e Joãozinho

SPORTING: Rui Patrício; J. Pereira, Polga, Rodriguez (Carriço) e Evaldo; Rinaudo, Schaars e Matías (Izmailov); Djaló (Postiga), Capel e Wolfswinkel.

Suplentes não utilizados: Marcelo, Bojinov , Carrillo e André Santos.


Nuno M Almeida

Arbitragem de anedota

E aconteceu que o árbitro João Ferreira foi nomeado para o jogo Beira-Mar-Sporting. É claro que a imprensa não se esqueceu de lembrar os lapsos flagrantes e colossais que este árbitro já teve num passado recente, sempre em prejuizo do Sporting. E que fez o árbitro? Com a consciência pesada, verificou que a imprensa (alguma) tem memória. E acto contínuo amuou: "não arbitro e prontos". Mas muito pior foi a atitude de outros árbitros. Se o J. F. não quer arbitrar, nós então também não arbitramos. Quem são estes árbitros? Como se chamam? É NECESSÁRIO SABER UM POR UM O SEU NOME. Porque se não querem arbitrar este jogo NÃO PODEM ARBITRAR OUTRO JOGO QUALQUER. Não se podem esconder debaixo dum "manto" global que a todos engloba, mas a todos esconde também. Vamos lá saber o nome destes amigos do J. F..

Diga-se de passagem que não fazem falta nenhuma. NENHUMA. Podem perfeitamente desaparecer. Infelizmente esta "nega" mais não é do que uma birra contra o Sporting.

Aliás os árbitros são pródigos em greves a jogos do Sporting. Uma vez P. Costa recusou-se a arbitrar em Faro e o jogo foi arbitrado por um espectador ex-árbitro, da terceira categoria, que fez uma arbitragem magnífica. Aliás basta que a pessoa (o árbitro) quando vê uma infracção se limite a soprar. Para isso deve trazer o apito na boca. Ora se o tal árbitro(?) nesse preciso momento pensar em classificações, avaliações, observadores, clubes, fruta, viagens, etc., logo não vai soprar, ou vai soprar sem ter visto falta. Foi assim naquela final da Taça da Liga.

O Sporting apresentou um dia após a renúncia de J. F. um documento sobre a arbitragem com muito boas ideias. Debalde. Tempo perdido. Estes senhores apenas conhecem relações de poder e favores. Não querem saber para nada evolução do sector da arbitragem, transparência e competência.

Porque será que todos criticam os árbitros, mas estes somente se abespinham contra o Sporting?
Gabriel Almeida



sexta-feira, agosto 19, 2011

Vejam as diferenças......

Alguns comentários no Forum Oficial do Liverpool, atentem nisto e vejam a diferença: "Were getting outplayed." ; "damn another brilliant goal 2-0 down" ; "oh my, 2 down .. looking good this bunch of sporting kids" ; "Sporting showing some real quality in this half. Very impressed with their composure in the final third." ; "Getting mullered here, their lads are different class." ; "I think the kids are just too shocked to be honest. They've never played a team so good before, have battered every opponent until now and have not reacted to the goals well" ; "They've got some cracking little players Sporting" ; "Sporting are fantastic aren't they?" ; "Sporting have been different class tough, very impressive. They could give a few premier league sides a run for their money." UAU! ; "Gotta give it to these sporting lads though, their attacking play is superb. Premier League sides would struggle to defend against that shit!" :) ; "You only have to look at the players Sporting have been consistently producing the last few years. They are clearly much further along than we are with out project." ; "Sporting, by contrast, did that 'Barca' thing of passing to a man who was shadowed, knowing that the player in question had the technique (and therefore strength) to ride a challenge and move the ball on. If Suso had been playing for Sporting tonight he'd have been their stand-out player." ; "I think a couple of hour players could learn a lot from their Sporting counterparts in tonights game." ; "I will be amazed if a number of their players are not recognized names in the next five years or so. " ; "It's important to remember who we were up against as well. This was a Sporting side regarded as one of the very best in Europe. Up there with Barcelona as one of the best youth setups around." ;

FABULÁSTICO.


Um grande amigo meu e enorme Sportinguista postou isto no meu mural do facebook depois de ter ido ao Forum oficial do Liverpool "cuscar" o que tinham dito os adeptos sobre o jogo dos miudos....façam as comparações e vejam os golos.....




SL

Miguel Damas

quinta-feira, agosto 18, 2011

Que tédio... Tinham obrigação de fazer muito mais!

"É simplesmente deprimente!!! Para quem viu o jogo de ontem do grande Barça com o Real Mourinho, este jogo parece-me um jogo de solteiros e casados"

Este comentário feito por um consócio reflecte o meu estado de alma a ver este jogo da Liga Europa. O Sporting tinha obrigação de fazer mais, muito mais, e bem melhor frente a uns esforçados - e pouco mais do que isso - rapazes altos e loiros.

Estes jogos servem também para ganhar confiança através da obtenção de bons resultados, com vitórias claras. Ao invés, mesmo com alguns jogadores recém chegados, vi o mesmo Sporting do ano passado, os mesmos vícios, as mesmas deficiências. Preocupante. Isso e o facto de se insistir em Postiga e Djaló.

Mantenhamos a clarividência e algum optimismo, mas...



Nordsjaelland, 0 – Sporting, 0

Farum Park

Árbitro: Mark Courtney, da Irlanda do Norte

NORDSJAELLAND: Jesper Hansen; Parkhurst, Kildentoft, Bjelland, Okore, Enoch Adu, Stokholm, Beckmann, Christense, Lawan e Granskov.

Suplentes: David Jensen; Mikkelsen, Gundelach, Matti Nielsen, Andreas Laudrup, Mathias Nielsen e Rohde.

SPORTING: Rui Patrício; João Pereira, Rodríguez, Polga, Evaldo; Rinaudo, André Santos (Matias) e Schaars; Jeffren (Izmailov), Postiga (Rubio) e Yannick.

Suplentes não utilizados: Marcelo, Onyewu, Van Wolfswinkel e Capel



Nuno M Almeida

quarta-feira, agosto 17, 2011

Alguns apontamentos

A época de futebol não começou bem. Tivemos 5 jogos contra equipas profissionais apenas tendo ganho à Juventus, sendo 2 jogos em casa e 3 em campo neutro. Passamos duma euforia para um desânimo; da apresentação da Equipa, para a estreia na Liga perdemos quase 17 000 espectadores, mesmo assim uma razoável assistência. Estamos a começar do zero.

Louve-se a esperança que nos deram, lamente-se a desilusão (então com crianças em casa não é fácil) que está a aparecer.

Contratamos alguns jogadores bons, outros razoáveis e outros fracos. Parece-me, nalguns casos, que o custo está na razão inversa da qualidade (veja-se Rinaudo e Ricky). O investimento foi muito elevado, principalmente considerando o saldo, na medida em que não conseguimos vender um só jogador. Mesmo assim o investimento está longe dos 100 milhões ou até dos 30 milhões. Dos jogadores prometidos afinal não veio nenhum até agora!!!

Acho inacreditável não conseguirmos trespassar nenhum jogador; nem Maniche, nem P. Mendes, nem Zapater, nem Grimi, nem Vukcevic, nem Stoikovic, nem Purovic, nem Caneira,ninguém. Então este último irá para o segundo ano de "dolce farniente": sai de casa tem "personal trainer" na Academia, faz a sua manutenção sem pagar o ginásio, banho e toalhas pagas, e fica com o dia livre. Ao fim de semana não tem "chatices" de estágios fora da família e apenas tem de esperar pela segunda-feira para nova jornada. E quanto ao salário nem é bom falar. Já viram melhor vida?

Bastava vender um jogador por milhão e meio, que é equivalente às cotas de 10 000 sócios. Logo o "negócio" não está em bilheteira, ou cotas ou até Televisão, mas em transferir jogadores. A continuar assim teremos um agravamento significativo do Passivo. Investimento em compras elevado e receitas de vendas ridículas-zero. Não temos ninguém na "estrutura" com conhecimentos no Mercado? Como é que todos os anos "enfiamos alguns barretes" nas contratações e não conseguimos ao menos vender um jogador?

Andamos a perder tempo em estruturações e organigramas pela enésima vez.

Pelo meio a Arbitragem continua a fazer o que quer do Sporting. Lá vamos apresentar outra vez um documento de re-organização do Sector. Para nada, só para jornalista ver. Os senhores da arbitragem só conhecem relações de poder. Verdade, transparência, organização e competência não são nada para eles.

Pelo meio estamos a atrasar-nos no audio-visual e nos canais de TV.

Será que a nossa equipa na véspera de jogar contra o Sp. Olhanense já não quis ficar na Academia e preferiu estagiar num hotel de 5 estrelas na Quinta da Marinha? Foi o que me disseram. Há assim tanto dinheiro?
Gabriel Almeida

segunda-feira, agosto 15, 2011

A braçadeira de "capitão"

Sei que os tempos de hoje estão longe dos que ainda menino me deslocava ao velho Estádio José Alvalade e que isto que é o futebol de hoje tem o efeito pastilha elástica - tipo mastiga e deita fora, com carradas de jogadores estrangeiros, alguns de valor mais do que duvidoso a chegarem ao nosso Clube, perdendo-se com isso a identidade, embora não seja um exclusivo nosso mas sim sinais dos novos tempos do mundo da bola Desta forma, o que me faz vir aqui é a história da braçadeira de capitão, esse símbolo tão valioso que já foi envergada por grandes símbolos do Sporting como Francisco Stromp, Vitor Damas, Manuel Fernandes, etc... estar hoje "vulgarizada" ao ponto de ser entregue a João Pereira. Lamento profundamente que aquele clube que foi fundado em 1906 sob valores nos quais ainda hoje me revejo, que na primeira década do novo milénio tenha dado dois melhores jogadores do mundo; tenha no onze jogadores da casa como Rui Patrício, André Santos e Yannick, por exemplo, e ainda Polga, que pode discutir-se a qualidade mas nunca a conduta de leão ao peito, entregue a braçadeira de capitão a João Pereira. E digo-o por várias ordens de razão, destacando das demais estas três:

1 - Não me esqueço a atitude dele em pleno estádio do clube onde jogava, primeiro com Hugo Viana e depois com Tello com provocações ostensivas e dignas de um anti sportinguista primário

2- Não me parece que tenha espírito de liderança inerente a um verdadeiro capitão

3- A mais importante. Não tem nem nunca terá cultura SPORTINGUISTA.

Juvenal Carvalho

sábado, agosto 13, 2011

Empate muito amargo



Sporting, 1 - SC Olhanense, 1

Muito público nas bancadas – como é diferente o ambiente quando há comunhão entre os adeptos e os jogadores – relvado em bom estado (finalmente!) e uma agradável exibição até ao momento do golo algarvio.

Domingos optou por Rui Patrício, João Pereira, Polga, Rodriguez, Evaldo, Rinaudo, André Santos, Schaars, Jeffren, Yannick e Postiga.

Jeffren para mim foi quem mais se destacou na primeira parte – um jogador de inegável qualidade - continuo a achar que vai ser uma das grandes figuras desta liga. Aliás, ainda não acredito como Guardiola o deixou saír…

O Sporting entrou com um bom ritmo, pressionante, dominador, com grande toada atacante, velocidade na troca de bola… mas não marcou. E no tal remate feliz de Wilson Eduardo apareceu o 0-1.

Mas antes ficou um penalty por marcar a nosso favor, por mão do defesa olhanense. Habilidades do costume logo na primeira jornada.

Até intervalo a equipa não mais se encontrou, pese embora continuar a atacar, mas sem qualquer resultado prático. Mas foi evidente que se ressentiu do golo adversário obtido completamente contra a corrente do jogo.

No segundo tempo Domingos fez entrar Izmailov, tirando André Santos. Claramente procurando um organizador de jogo, quem pensasse as jogadas e segurasse a batuta, algo que para mim faltou nos primeiros 45 minutos. Matias fez muita falta…

Também saiu Jeffren (lesionado) e entrou o puto com pinta Rubio. Um daqueles jogadores que facilmente cai no goto pela entrega e pela qualidade do seu jogo. Mas hoje não entrou bem, pelo menos com a acutilância que todos queríamos.

Com essas mexidas o nosso jogo pouco se alterou. Ganhou um pouco mais de qualidade, outra dinâmica, mas sem oportunidades de golo. E já com Capel (hoje muito 'brinca na areia') no lugar de Yannick a toada e os resultados foram os mesmos. Mas até um golo nosso mal invalidado houve, não foi Sr. Xistra? E já agora: outra vez, Sr. Cardinali?

A presença de Izmailov – talvez o melhor jogador do nosso plantel - acabou por dar frutos. Foi dele o golo do empate numa altura em que o nervosismo era tremendo, com os minutos a passarem a ritmo vertiginoso.

Apesar do empate no marcador final as oportunidades claras não faltaram depois do golo de Izmailov, sobretudo de Schaars e uma vez mais de Izmailov.

Um jogo ingrato, de grande sofrimento, com um Olhanense que se limitou a defender e a fazer uma ou outra investida atacante, buscando apanhar o Sporting em contra-pé. Temos que encontrar rapidamente o antídoto para este tipo de estratégia já que seguramente poucas serão as equipas que ao longo desta liga virão a Alvalade jogar de modo diferente.

Agora é a mim que apetece dizer uma frase que abomino quando a oiço da boca dos nossos jogadores:

Vamos levantar a cabeça! A procissão só ainda agora vai no adro!

Nuno M Almeida

sexta-feira, agosto 12, 2011

Treinador de bancada


Tal como todos os Sportinguistas ou amantes do desporto rei em geral , tenho o meu quê de treinador. Julgo que não haverá no mundo um trabalho tão sujeito a apreciação ou palpites como o de treinador principal de um equipa de futebol.

São 11 de um plantel de 28, nem todos independentemente do valor que têm recolhem o agrado dos milhares ou milhões de adeptos. Se até num clube pequeno de centenas de associados estamos sujeitos as simpatias....

Mas voltando ao assunto. A minha dica\bitáite para o jogo de amanha.

Se estivessem todos operacionais haveria um jogador que para mim é o jogador com mais classe e em oposto mais mal aproveitado. Matias Fernandez é um jogador fabuloso que ainda não consegui ser potenciado no Sporting. Julgo que num esquema de 4-1-2-2-1 com defesa classica, um trinco , dois médios centros em que um ficaria box to box e outro (Matias) pausa-se\organiza-se o jogo , dois extremos e um ponta. Mas como não temos neste momento Matias, terei que organizar a equipa de outro modo.

Na baliza Patricio. Neste leque de 3 guarda redes é consensual que seja o dono da baliza. Terá que ser mais interventivo com os colegas sendo que estando sempre de frente para as jogadas tem uma visão previlegiada do jogo. E tem que meter na cabeça que bolas aéreas dentro da pequena área são dele.

Nas laterais, Evaldo e João Pereira. Se o português ainda disfarça pela sua entrega ao jogo alguma debilidade de marcação, o brasileiro falha constantemente e tem tido exibições a roçar o pior do ano passado. Na defesa julgo que de caras terá que vir mais um central. Para mim amanha joga Polga e Rodriguez. Não me vou alongar muito. Mas o Americano fora de forma arrisca-se a levar tempo a entrar na equipa e o capitão não tem pernas para jogar......e mais não digo.

A trinco só pode jogar Fito Rinaudo. Nos dois jogadores a frente dele Schaars e André Santos, Izmailov seria tambem uma boa opção para pautar o ataque. Aliás vejo-o mais como medio centro que extremo..... Nas alas jogaria Jeffren e Carrillo. Cappel está fora de forma e Yannick apesar de uns golinhos nem uma bola sabe dominar.

Na frente meteria o miudo Rubio. Estou farto de Postiga e das suas idiotices durante o jogo. É um eucalipto que tudo seca a sua volta. Em todo o caso tenho em conta que o holandês bem servido desde as alas pode ser peça importante.

Tenho por tanto para o 11 de amanha a seguinte equipa.

Patricio
J.Pereira
Polga
Rodriguez
Evaldo
Rinaudo
Schaars
A.Santos
Jeffren
Carrillo
Rubio

Fico a espera dos vossos bitaites

SL

Miguel Damas



quinta-feira, agosto 11, 2011

Vai começar a rolar...



Há 1 ano, também por esta altura, escrevia que desejava que a primeira jornada fosse a primeira de trinta belas etapas. Infelizmente nada disso se concretizou. Longe disso.

Inicia-se este fim-de-semana em Alvalade, frente ao Olhanense, a nossa aventura leonina na edição 2011/2012 da liga portuguesa.

Uma vez mais, na condição de sportinguista incurável e sofredor militante, faço sinceros votos para que seja o início de uma temporada onde o leão faça definitivamente calar todas as vozes agoirentas – umas com mais manha, outras com mais gel - que alarve e indisfarçadamente salivam quando teimam em atribuir-nos o mero papel de figurantes numa época, para eles, uma vez mais de plena consagração apenas para águias ou dragões.

Como desta vez acredito mesmo que o trabalho sério que se encetou há alguns meses em Alvalade, alicerçado num projecto realista mas ao mesmo tempo ambicioso em várias vertentes, vai dar frutos – haja paciência! – acredito que o papel menor que há muito nos colam, no final tornará ainda mais saboroso o nosso sucesso.

A época 2010/2011 foi um verdadeiro pesadelo, demasiado má, mas também uma lição da qual devemos forçosamente retirar as devidas ilações. O que não podemos é continuar sistematicamente afogados em traumas, nem em estranhos bipolarismos que tanto nos elevam a um optimismo exacerbado (após a vitória com a Juventus), como logo de seguida nos atiram para a depressão mais profunda.

Reitero que necessitamos de uma corrente de positividade e crença nos profissionais que se dedicam e empenham no seu trabalho diário - sempre em prol do Sporting - nos mais variados níveis hierárquicos, sectores e funções, já que isso decerto nos levará à consagração que há tanto ambicionamos.

Um clube centenário como o Sporting Clube de Portugal, recheado de êxitos desportivos no seu longo e maravilhoso historial, é credor de todo o respeito, pelo que não podemos ser nós - adeptos e sócios - os primeiros a contribuir para alimentar um exercício de pura má fé que apenas nos visa denegrir, rebaixar e alimentar um cenário desportivo que muitos sonham ver apenas dominado por dois outros emblemas.

Junto-me assim a Godinho Lopes no sentimento e no apelo de que um verdadeiro sportinguista não vai para as bancadas de Alvalade assobiar os nossos jogadores, nomeadamente aqueles que acabam de chegar ao clube. Temos que acreditar no trabalho sério e honesto das pessoas, sabendo no entanto que ninguém faz milagres. Há que dar tempo ao tempo.

Somos demasiado grandes para não acreditar nas nossas possibilidades, no nosso valor e na nossa competência, não podendo assim deitar a toalha ao chão prematuramente, pelo que acredito piamente que frente ao Olhanense vamos assistir à primeira de trinta belas etapas.

O Sporting precisa de todos nós e todos nós precisamos do Sporting.

Vamos a isto! Força, Sporting!

Nuno M Almeida

quarta-feira, agosto 10, 2011

Varandacoincidência?

Sai o Dr. Gomes Pereira, médico experiente e reputado, após 11 anos no clube
entra um tal de Frederico Varandas.

Pelo que me dizem é familiar (primo ou irmão) de João Pedro Varandas, o jovenzinho centurião que conseguiu um lugarzinho na actual Direcção.

Viva o Sporting, viva o país onde vivemos, o país das coincidências!

Ao Dr. Gomes Pereira, pessoa que tive o prazer de conhecer agradeço-lhe o serviço prestado ao Sporting ao mesmo tempo que lhe recomendo que ignore a ingratidão.

Via VERDE

Ser ou não ser....




A propósito das declarações de Godinho Lopes que visto aqui pela blogoesfera deixou muita gente incomodada. Acredito que não seja fácil construir de um dia para o outro uma equipa competitiva. Acredito que tenha que ser dado tempo ao treinador para explanar as suas ideias e aos jogadores para as assimilarem. No entanto apenas aponto uma cambalhota no discurso a partir do momento em que tivemos resultados negativos.

Sejamos francos. Todos sabemos que o SCP com Soares Franco e sobretudo com o péssimo Bettencourt cavou um fosso muito grande em relação aos outros dois grandes. Com Franco foi um deixa andar completo satisfeitos com os 2 lugares alcançados com o intragável losango de Paulo Bento. Um desinvestimento apenas no papel até porque foram comprados e emprestados imensos jogadores.

Pior foi o legado de Bettencourt que sendo uma inutilidade a nível de gerir o futebol apesar de ter bramado aos 7 ventos que tinha carta de pesados "deu" a exploração do mesmo a Jorge Mendes e "sus muchachos"....

Não é fácil nem será se calhar no primeiro ano que iremos "fechar" esse fosso e ombrear com benfica e porto, embora esperemos que pelo menos possamos levar a luta o mais longe possível.

O grande problema é que ás varias vitórias alcançadas no inicio da pré época veio os debacles com Valencia e Malaga com a agravante de com os primeiros ter sido na apresentação e quase com 50 mil aficionados nas bancadas, um golpe demasiado duro na euforia dos Leões.

Acredito que quem trabalha o esteja a fazer com o máximo de rigor e de profissionalismo. No entanto acredito que se forem abertos a critica podem melhorar muito mais. Que não se fechem e acreditem que são os únicos que sabem pensar futebol.

Entendo que há jogadores que queiram que sejam potenciados depois de tantos outros terem rescindido sem o Sporting ter sido ressarcido. Mas entendo também que é um erro tremendo continuar a acreditar em alguns jogadores que a titulares são um óbice e um pesadelo....

Não vou entrar em nomes até porque muitos de vós sabem quem eles são. Apenas friso que 2 anos de mediocridade não são apagados de um momento para o outro mas sobretudo não se adquire qualidade adicional proporcional a grandeza do Sporting assim de uma época para outra. Olha-se para o campo e continua-se a notar os mesmos erros, os mesmos tiques ou as mesmas dificuldades em interpretar um futebol de bom nível.

Tenho para mim que o SCP historicamente será sempre um candidato ao titulo. Acredito que depois destes últimos resultados o presidente Godinho Lopes queira retirar um pouco de pressão a equipa.

Não me choca as palavras nem sequer o discurso. Seja qual for eu estarei sempre do lado do Sporting. É ele o meu grande amor e tudo farei para o ver ao vivo e puxar por ele. Mas é bom que Godinho Lopes perceba que o Sportinguista é critico porque é inteligente. Sabe onde o clube e equipa falha e é talvez por isso que seja uma massa associativa tão exigente como fiel.

Estamos fartos de ver sempre os mesmos "artistas" a falhar. Com 14 jogadores novos é sintomático que salvo algumas excepções de jogadores que estão a procura de ritmo ou de entrosamento , o alvo das criticas seja principalmente quem já lá estava.

É um plantel incomparável ao dos últimos anos. Tem mais e melhores opções, sobretudo nas alas e no ataque onde o ano passado e transacto era de uma mingua atroz. No entanto julgo que a defesa tem que ser reforçada com mais 1 ou 2 jogadores. Sobretudo um defesa central que seja patrão. Um jogador que entre de caras na equipa e que traga qualidade acrescida. Não estou a dizer com isto que quem veio não tem qualidade. Mas o americano por exemplo está completamente sem ritmo e mostra um grande défice de entendimento com os colegas. Polga e Carriço já cá estavam e não encantavam...Rodriguez parece ser a partida o único com lugar garantido mas num lugar a dar tantas "casas" era bom sabem quem casava com quem....

Sábado espero uma vitória porque acredito que o treinador encontrará a formula para dar equilíbrio a equipa. Espero que ás experiencias feitas na pré época tenha chegado a uma conclusão.

Que os deuses estejam connosco e que possamos ser mais felizes nesta época que agora começa.

SL

Miguel Damas

sábado, agosto 06, 2011

Em 4º lugar



Terminamos hoje a participação no Torneio Ramón Carranza perdendo nas grandes penalidades por 10-9 com a Udinese, após um empate a dois no final do tempo regulamentar. Não conseguiram marcar da nossa parte, Capel e André Martins este último na 2ª grande penalidade que foi chamado a apontar.


Quanto ao jogo, um empate a dois. Uma primeira parte onde a Udinese chega à vantagem cedo, após lance onde a fragilidade defensiva leonina ficou mais uma vez exposta e onde Marcelo Boeck ficou mal batido, somou-se um Sporting a jogar de forma pausada criando um ou outro lance de perigo, mas sem marcar. No 2º tempo foi tudo diferente, com a entrada do chileno Diego Rubio a surtir efeito no início da 2ª metade onde o sentido de oportunidade desta pérola chilena, foi precioso.

A permissividade da nossa defensiva permitiu o segundo golo aos italianos, um golo contra a corrente do jogo, mas em cima do apito final uma boa insistência de Rinaudo ganhou uma grande penalidade, muito bem convertida por Rubio.



Lion King

O Verão tem mais encanto... pintado de verde e branco!



O Sporting está de volta... também na praia!

O clube preparou uma série de iniciativas - as quais ainda estão no segredo dos deuses - visando pintar de verde as praias deste país e levar o nome do clube a todos os pontos de maior afluência nesta altura do ano.

Com várias actividades previstas contar-se-á ainda com a presença de personalidades ligadas à história do clube, prevendo-se muita animação nos areais deste país.

O arranque dá-se já amanhã, dia 7, nas seguintes praias:

Aveiro - Praia da Barra (velha), Ílhavo

Lisboa - Praia Nova na Costa da Caparica

Portimão - Praia da Rocha


Horário das acções (simultâneas nas três praias programadas):

11h30 – Concentração dos voluntários nas praias;
11h30 – Chegada de dirigentes e atletas;
12h00 – Acção surpresa;
12h10 – Convívio dos adeptos com dirigentes e atletas (inscrição de equipas de futpraia e arranque torneio inter-núcleos);
15h00 – Conclusão torneio com entrega de troféus.


Nuno M Almeida

sexta-feira, agosto 05, 2011

Derrota óbvia







Com uma equipa de grande qualidade individual pela frente, o Sporting foi derrotado pelo Málaga por 3-1, no Torneio Ramón Carranza que se disputa em Cádis.



E foi uma derrota óbvia porque defensivamente fomos uma equipa à deriva. A somar às falhas colectivas de marcação zonal, acrescente-se que os corredores laterais foram autênticas passadeiras vermelhas para a equipa do Malága. A nossa defensiva tem que ser mais coesa, segura, com mais entreajuda entre todos os jogadores ou seja, temos que ser um bloco, um verdadeiro bloco defensivo.



Na 2ª parte, reagimos ofensivamente onde Diego Rubio esteve em destaque ao marcar o nosso golo e a colocar em sentido o guarda-redes dos espanhóis, sendo juntamente com Jeffrén, dos jogadores que mais tentaram mexer com o jogo.



Equipa titular:

Rui Patrício, Rodríguez, Onyewu, Evaldo, João Pereira, Diego Capel, André Santos, Stijn Schaars, Van Wolfswinkel, Yannick e Hélder Postiga



Lion King

Um ano depois... o mesmo adversário



FC Nordsjaelland-Sporting CP

Um ano depois repete-se a história: calhou-nos novamente o mesmo adversário dinamarquês que há uma época, por esta altura, eliminámos desta mesma Liga Europa.

Esperemos agora que o desfecho se repita. Primeira partida fora: os jogos estão marcados para 18 e 25 de Agosto

Nuno M Almeida

segunda-feira, agosto 01, 2011

Nem tanto ao mar nem tanto a terra....

O jogo de sábado teve o condão e fazer voltar os Sportinguistas a um estado de alma tristonho, levando-os até num jogo de apresentação a assobiar a equipa....

Tenho para mim que uma equipa não se constrói de um dia para o outro. Conforme registei com agrado a vitória sobre a Juventus mas sem entrar em euforias, a derrota de sábado também não me tirou o sono nem me atirou para um estado de despero.

É certo que tudo aquilo que tinhamos visto de bom até então foi completamente desmoronado por um Valencia muito rapido , quase supersonico para a nossa defesa, que cometeu erros em catadupa.

Julgo que se o jogo fosse hoje e sem a festa que o antecedeu a nossa equipa não teria entrado tão desconcentrada.

É bom que estas situações aconteçam agora em jogos a feijões do que depois quando for a doer.

Tenho me votado ao silencio e apenas aqui ou ali opinado. Depois das eleições e de todo aquele turbilhão e desavenças resolvi afastar-me um pouco. Por um lado para "descansar" por outro para ver aquilo que iria ser ou não feito pela novel direcção.

É com agrado que tenho observado estes quase 4 meses de reinado Godinho Lopes. Tirando algumas situações pontuais o presidente tem demonstrado uma apetencia agregadora e um discurso de união e de orgulho Leonino. Ao contrario dos debates eleitorais , Godinho Lopes dentro do fato de presidente tem se mostrado um homem frontal e corajoso mas sobretudo com um discurso limpido e honesto.

O futebol, liderado por Duque e Freitas sofreu uma revolução total. Se bem que para ser sincero não goste de Freitas e considere Duque um despesista, na minha opinião tem sido feito um trabalho válido e sobretudo têm sido dado ao treinador matéria prima para se trabalhar. Talvez na construção do plantel falte de caras mais um central. Tenho para mim que quando o melhor central continua a ser Polga, algo estranho se passa.....

O plantel tem mais e melhores soluções mas continua a ter casos enigmaticos, Evaldo é o maior deles, continua a não mostrar aquilo fez no Braga, Carriço é outro caso que não consigo entender ainda por cima capitão de equipa, lento , sem altura e sem poder de choque......espero que seja eu que esteja enganado. Por fim e passando por João Pereira que claramente tambem não faz mais que numero para mim temos Postiga. Muitos defendem o jogador, que é um jogador com grande tecnica mas tenho para mim que é um obice a equipa pois tem decisões que matam jogadas de ataque amiude....pode ir disfarçando com os golos na pré época mas quando chegar a doer quero ver....(há dois jogos que não marca e curiosamente com os adversarios de maior valia)

Mas não falando apenas das coisas más vamos falar das coisas boas.

Na baliza Rui Patricio tem agora a competição de Marcelo , daquilo que conheço do jogador é um Guarda Redes seguro e que dá garantias caso Patricio não possa jogar, embora tenha cometido 2 erros tremendos nos ultimos 2 jogos. Contra a Juve não devia ter-se adiantado pois Llori estava em cima de Del Piero e contra o Valencia teve uma saida em falso que por pouco não deu golo , num cruzamento largo desde a esquerda.

A defesa é para mim o sector que tem que ser melhor gerido e que a meu ver devia ser reforçada com mais um central. Nas alas Evaldo e João Pereira não convencem, defendem mal , o português perde-se em discussões que o desconcentram a ele e a equipa. No sabado esqueceu-se de marcar o seu oponente porque estava a discutir.....A esse facto acresce-se uma incapacidade gritante de conseguir cruzar uma bola a preceito. A essa caracteristica podemos juntar Pereirinha que é incapaz de cruzar tambem em condições...Espero que Arias e Turan venham acrescentar aquilo que estes três até agora não conseguiram. No centro da defesa 2 centrais novos é para mim manifestamente pouco. No sabado o Americano desiludiu-me imenso, foi incapaz de atacar a bola a preceito e foi até "comido" em bolas aéreas tal e qual como Carriço foi no primeiro golo.... Polga e Rodriguez acrescentaram alguma segurança e estancaram os sobressaltos naquela defesa. Vamos ver na sexta feira quem jogará e como será o entendimento.

No miolo julgo que Schaars e Rinaudo serão de certeza os pilares defensivos da equipa e anseio pelo regresso de Matias para ser adicionado aquele meio campo. Seria o balanço ideal para o Chileno poder explanar o seu melhor futebol. Sobram André Santos, André Martins e Luis Aguiar. Este ultimo supreendeu-me no sabado pois não o conhecia bem e pode ser um valor a ter em conta quando estiver em melhor forma. A estes leque de jogadores julgo que se pode acrescentar Izmailov que para mim é mais jogador de miolo que propriamente das alas.

Nas alas é para mim onde estaremos melhor. Carrillo, Capel, Yannick, Izmailov, Pereirinha e agora Jeffren. É muita materia prima e não queria estar no papel de Domingos para escolher embora ache que Pereirinha será sempre a ultima escolha e que Yannick apesar dos golos irá perder a luta com os espanhois e o Peruano. O russo terá que arrepiar caminho pois encontra-se ainda muito longe do seu melhor mas como já comentei anteriormente para mim seria puxado para o meio....

No ataque gostei muito de Rubio e considero que Wolfsfinkel bem servido desde as alas vai fazer bastantes golos. Postiga continua igual a si mesmo, capaz do melhor e do pior mas pior que isso é que não é um matador e tem decisões que não se percebe. No sabado com Rubio a fazer uma diagonal e ficando sozinho preferiu rematar com o seu pior pé.....e faz isso varias vezes durante o jogo....ou quando prende a bola em demasia e opta invariavelmente mal. Espero sinceramente que o jogador me engane e prove que sou eu que embirro com ele mas sinceramente não acredito....

Bojinov de quem muito se espera ainda não vi nada. De todos os avançados é aquele de quem mais espero algo pois era um jogador muito promissor e tem aqui uma grande oportunidade de voltar a mostrar todo o seu futebol.

Em suma estes 4 meses de Godinho Lopes fizeram nos recuperar um pouco a auto-estima, um bom trabalho dará sempre frutos e não podemos desanimar ao primeiro contra-tempo. Os assobios de sábado num jogo de festa em que o resultado apesar de importante era o que menos importava foram tudo aquilo que não devemos ser. Não vamos dar cartas aos nossos adversários pois não? Haverá jogos em que as coisas não vão correr tão bem e um apoio desde a bancada pode fazer toda a diferença!!!

Se remarmos todos para o mesmo lado o SPORTING CLUBE DE PORTUGAL será cada vez mais forte e vai com certeza encurtar o fosso que temos em relação aos nossos rivais. Temos que ter isso em conta!!! Não são 4 meses e 14 jogadores e um treinador novo que vão nos por no mesmo patamar imediatamente!!! Será trabalho de fundo!! Dedicação!! Esforço e devoção!!! Quero um Sporting forte para um ciclo e não para vitórias esporádicas. E até alcançarmos a GLORIA ainda vamos tropeçar algumas vezes.

Importante será não regatear o apoio e presença. Todos seremos poucos para elevarmos de novo o Sporting.

Uma palavra para o treinador Domingos, um longo e moroso trabalho espera-o mas tem sido lúcido e perspicaz na construção da equipa. Mas acredito na sua capacidade. O trabalho em Braga não foi obra do acaso. Não tendo sido uma escolha do meu agrado para o cargo tem todo o meu apoio e respeito e tenho apreciado muito positivamente o seu trabalho.


SL

Miguel Damas

O Homem que se segue (e que não seja o último)!

O internacional Sub-21 espanhol de 23 anos joga a extremo direito e deve ser o nome que irá ser apresentado muito brevemente.
O objetivo do Sporting é fechar o processo rapidamente e ao que parece só faltam pequenos detalhes para fechar o processo que fará de Jeffren a 14.ª contratação deste início de época.
O jogador está com a equipa do Barcelona em Miami, mas não foi utilizado no jogo com o Manchester United, aguardando ordem para rumar até Lisboa.

Grande aquisição a meu ver, faltando reforçar 2 "linhas", defesa e ataque, cada uma com 1 jogador de qualidade, mas a Noticia é dada como última contratação para a época que se avizinha.

* Jeffrén estreou-se na equipe principal do Barcelona contra o Badalona, partida disputada pela Copa da Espanha, na temporada 2006-07, substituindo o argentino Javier Saviola, entrando aos oitenta e três minutos.

Durante a temporada 2007-08, defendendo o Barcelona B, marcou cinco golos, em trinta partidas, ajudando a equipe a retornar para a terceira divisão espanhola.

Na temporada 2008-09, Jeffrén teve nova oportunidade no elenco principal, quando foi chamado por Josep Guardiola, disputando todas as sete partidas da pré-temporada, tendo marcado dois golos, contra Fiorentina e New York Red Bulls. Sua estreia na La Liga, aconteceu na derrota por 2 a 1 para o Real Mallorca, em 17 de maio de 2009[1].

Em 19 de dezembro de 2009, participou da grande final do Mundial de Clubes da FIFA de 2009. Na partida, contra o Estudiantes, da Argentina, o Barcelona ganhou na prorrogação com o gol de Lionel Messi no segundo tempo da prorrogação e o jogo terminou com a vitória do Barça, por 2-1, dando pela primeira vez o título mundial de clubes ao clube catalão.

Na temporada 2010-11, continuou tendo chances na equipa principal e atuou num total de 13 partidas, sendo oito pela La liga.


Fica aqui um pequeno vídeo demonstrativo da melhor qualidade que um extremo deve ter:



ZenMan - Vítor Araújo