"Tu vais vencer, Podes crer, Porque a nossa força é brutal. Mais de um século de histórias para contar. Sporting, tu nunca vais acabar" - osangueleonino.blogspot.com -

Sangue LEONINO

sexta-feira, setembro 30, 2011

Contrariados... mas têm que dar o braço a torcer!



Nuno M Almeida

quinta-feira, setembro 29, 2011

Não há dúvida: temos equipa!



Sporting, 2 – Lazio, 1

Estádio José Alvalade
Árbitro: Serge Gumienny (Belgica)


SPORTING: Rui Patrício; João Pereira, Onyweu, Polga e Insúa; Matías (André Santos) Fernándes, Rinaudo e Schaars; Carrillo (Evaldo), Wolfswinkel e Capel (Carriço).

Suplentes não utilizados: Marcelo, André Martins, Bojinov e Rubio.

LAZIO: Marchetti; Konko, Diakité, Dias e Lucic; Gonzalez, Cana e Brocchi; Hernanes; Rocchi e Klose.

Suplentes: Bizzarri, Radu, Cavanda, Ledesma, Sculli, Kozak e Cissé.


Golos: 1-0 Wolfswinkel, 1-1 Klose, 2-1 Insúa

Nuno M Almeida

quarta-feira, setembro 28, 2011

"Vem pintar o teu estádio!"



Após receber vários pedidos de sportinguistas que querem ajudar na pintura do nosso Estádio e tendo em conta que ainda há muito trabalho em aberto no anel B, a direcção leonina vai abrir inscrições a todos os adeptos para que possam vir ajudar o Sporting a renovar o seu estádio.

Para isso basta os interessados enviarem um e-mail para vempintaroteuestadio@sporting.pt indicando nome, idade, número de contacto e disponibilidade dia/hora a partir de 28 de Setembro em diante.

Nuno M Almeida

terça-feira, setembro 27, 2011

Contrato de Luis Aguiar suspenso























Sem qualquer tipo de comentário até porque me parece uma decisão de nível pessoal.
Fica aqui na integra o comunicado do Sporting CP Sad



A Sporting Clube de Portugal - Futebol SAD e o jogador Luís Aguiar chegaram a acordo para a suspensão do contrato, até 30 de Junho de 2012.

Devido a problemas pessoais do jogador, relacionados com a gravidez da mulher, a Sporting Clube de Portugal – Futebol SAD entendeu que o Uruguai, onde o jogador irá jogar a partir de Janeiro de 2012, é o local ideal para sua recuperação futebolística.

Lisboa, 27 de Setembro de 2011

Sporting Clube de Portugal - Futebol SAD


SL

Miguel Damas

sábado, setembro 24, 2011

Temos um leão de qualidade na luta!

Grande arranque de jogo, boa exibição, vitória clara e justa, mas mesmo assim não me esqueço do boçal erro de arbitragem, quando com o resultado em 1-0 não foi assinalada uma flagrante mão na bola de um avançado setubalense num lance que a seguir poderia ter dado o 1-1.

Mesmo em jogos onde a nossa superioridade e qualidade são evidentes, eles não desistem de nos tentar prejudicar. Está-lhes no sangue…



Sporting, 3 – V. Setúbal, 0

Estádio José de Alvalade
Árbitro: Cosme Machado


SPORTING: R. Patrício; João Pereira, Rodriguez (Polga), Onyewu e Insúa; Rinaudo Elias e Schaars (Bojinov); Carrillo (Matias), Wolsfwinkel e Capel.

Suplentes não utilizados: Marcelo Boeck, Evaldo, André Santos e Rubio.

V. SETÚBAL: Diego; Ney, Ricardo Silva, Anderson do Ó e Miguelito; Bruno Amaro, Hugo Leal e José Pedro; Jorge Gonçalves, João Silva e Pitbull.

Suplentes: Ricardo, Rafael Lopes, Igor, Bruno Severino, Gonçalo Graça, Thiago Veras e Neca.

Golos: 1-0 Schaars, 2-0 Wolfswinkel, 3-0 Wolfswinkel


Nuno M Almeida

Uma certeza para logo: VAMOS GANHAR!

Lista de convocados de Domingos Paciência:

- De fora, mas devido a lesão, ficaram Izmailov, Jéffren e Luís Aguiar.

Guarda-redes: Rui Patrício e Marcelo Boeck;

Defesas: João Pereira, Rodríguez, Onyewu, Polga, Evaldo e Insua;

Médios: Schaars, Rinaudo, André Santos, Elias, Diego Capel, Matías Fernandez;

Avançados: Van Wolfswinkel, Bojinov, Diego Rubio e André Carrillo.


E vamos a caminho dos 40 mil espectadores para o jogo de hoje, o que mostra bem que o entusiasmo parece estar de volta ao reino do leão, só pedimos que:

POR FAVOR NÃO NOS DEIXEM FICAR MAL.

JOGO ÀS 20:30 ESTÁDIO ALVALADE SÉCULO XXI (Transmissão em Directo na TVI)


ZenMan - Vítor Araújo

quinta-feira, setembro 22, 2011

O caminho do cofre ...



Não, não estou a falar de ganhar em campo. Desta vez, ganhámos no campo financeiro.

Depois de há alguns dias, se ter levantado um pé de vento por causa do valeriam os 50% do passe de Elias ( a mim parece-me claro que o valor de aquisição foi 2 vezes pelo qual foi vendido ao fundo, sendo o resto o prémio de assinatura pago via Espanha por causa dos impostos... ) , hoje o Sporting alienou fracções dos passes de Jeffren, Rinaudo, Carrillo e Capel ao fundo que partilhamos  com o BES. Percebe-se hoje que a valorização de André Santos terá sido uma espécie de garantia relativa a negócios futuros.

No total recebemos 3,45 milhões de euros. A novidade foi a valorização que estes jogadores sofreram desde o momento da sua contratação.

Assim

Jeffren - 1,375M€ por 25% do passe o que significa que face ao valor de aquisição o jogador apreciou de 3,75 M€ ( valor de aquisição ) para um valor actual de 5,5M€ . A mais valia teórica, dado que do valor de aquisição seria de 437,5 mil€ , pois 25% dos 3,75M€ seriam apenas 937,5mil€

Em resumo :

Jeffren


1,375M€, por 25% passe
Valor actual, face ao valor a que foi vendida a % do passe : 5,5M€
Valor de aquisição : 3,75 M€
25% valor de aquisição : 0,9375M€
"Mais valia teórica" : 0,4375 M€


Diego Capel

950mil€, por 20% passe
Valor actual, face ao valor a que foi vendida a % do passe : 4,75M€
Valor de aquisição : 3,5 M€
20% valor de aquisição : 0,7M€
"Mais valia teórica" : 0,25 M€

André Carrillo


600mil€, por 20% passe
Valor actual, face ao valor a que foi vendida a % do passe : 3 M€
Valor de aquisição : 1,3 M€
20% valor de aquisição : 0,26M€
"Mais valia teórica" : 0,34 M€

Fito Rinaudo
525mil€, por 15% passe
Valor actual, face ao valor a que foi vendida a % do passe : 3,5 M€
Valor de aquisição : 0,53 M€
15% valor de aquisição : 0,075M€
Mais valia  : 0,45 M€




Em resumo 

Custo total dos valores de aquisição : 9,08M€
Somatório das % alienadas a custo de aquisição : 1,9725 M€ ( cerca de 21,7% dos passes combinados destes jogadores )

Valor recebido pelas % : 3,45 M€ ( um valorização total para as % alienadas de 74% !!! ) 
Valor calculado teórico actual dos jogadores : 16,75 M€ ( valorização de 85% )

Creio que parece óbvio o porquê da politica de contratações  que se seguiu em Alvalade. É certo que os jogadores até se poderão vir a valorizar mais e parece-me óbvio que muito provavelmente, por exemplo o Rinaudo possa ser vendido por bem mais que os 3,5M€ que actualmente ficou valorizado nesta apreciação. No entanto, este apoio dos fundos ( os bem identificados e que sabemos onde estão e quem são ! ) é fundamental para podermos aceder a melhores jogadores. 

E não podemos querer apoio financeiro ( e este caminho é indiscutivelmente melhor que recorrer a financiamento puro e duro ) sem que quem entra com dinheiro perspective ganhar algum de futuro. Também porque partilha connosco um risco relativamente ao sucesso do jogador. 

É verdade que se vendermos Rinaudo por 20 milhões, hoje teremos entregue por 525 mil € o que no futuro poderia representar 3 milhões. Mas tem de ser assim. Porque também podemos ter recebido 600mil por Carrillo que o fundo nunca recuperará ! 

Em resumo, creio que foi uma operação muito interessante, mostrando que estamos a saber copiar o que os outros fazem ! Haverá muita gente a ganhar com isto ? Certamente, mas nós também.  E esta politica de financiamento permite-nos chegar a jogadores que seriam de outra forma impossíveis de adquirir. 

E ter melhores jogadores, permite-nos ter uma base de jogadores que nos poderão de futuro inclusivé potenciar melhor a nossa formação, permitindo um crescimento sustentado desses jovens sem o peso de uma equipa como o Sporting às costas. 


Mário Rui Oliveira

O (nosso) bébé assassino


Com as devidas distancias nas comparações e por estar tão em voga fazer comparações com Sir Alex Ferguson e o "seu" Man Utd, lembrei me de Soljskaer a quem os adeptos dos red devils chamavam o "the baby-faced assassin" por ter uma cara muito juvenil.

O nosso "lobinho" como já alguém aqui no blog o apelidou foi dos avançados que menos brilhou na pré época apesar dos golos que marcou. Toda a gente falava que seria a época de Postiga ou então do outro miúdo chileno que também demonstra bons pormenores.

Wolf nem começou por ser opção prioritária. Domingos optou sempre por Postiga a titular e em aperto Diego Rubio e Bojinov.

O Holandês soube esperar pela sua oportunidade e neste momento já caiu nas graças dos adeptos.

Quem para ele olhar dentro do campo acha que é um juvenil, tanto pelo físico como pelo ar bem jovem. No entanto se contra o Paços fez "apenas" o golo da vitória num remate de primeira de boa execução e contra o Zurique foi oportuno e demonstrou escola na desmarcação nas costas do defesa, contra o Rio Ave já mostrou mais qualquer coisa. Para alem do faro e oportunismo e de uma excelente rotação evitada em esforço por um defesa vila-condense, Wolf foi muito mais que apenas o marcador de um golo.

Caindo nas alas e assumindo a construção ou já aparecendo em jogo dando linhas de passe aos colegas , já não andou tão escondido do jogo. Precisa talvez de ganhar um pouco capacidade de choque para termos ali um caso sério. Apesar de ainda ser cedo para grandes elogios acredito que neste caso Freitas tenha feito uma excelente contratação e que o "lobinho" vá justificar o dinheiro nele investido.

Com as devidas distancias faz me lembrar em muito Juskowiak. O Polaco era também um jogador que tinha que ser servido. Era muito mais de área do que um jogador móvel. Não quer dizer que não o possam fazer mas julgo que se sentem mais a vontade dentro da zona de finalização.

Wolf ainda não mostrou jogo de cabeça pois todos os 3 golos que marcou foram com o pé. Curioso que Insua e Capel tenham sido até agora os seus municiadores com a ala direita ainda a carburar menos bem.

Já se viu que é um jogador de ultimo toque e que procura o espaço por trás dos defesas para finalizar ou pelo menos assim aconteceu nestes 3 golos. Tenho fé neste jogador ainda para mais num ano em que o Sporting tem várias opções para e jogando sobre as alas.

Olhando para o sorriso infantil a cada golo e a expressão de felicidade do "lobinho" que continue a fazer golos para satisfação da massa adepta e consolidação desta equipa em construção.

SL

Miguel Damas

quarta-feira, setembro 21, 2011

O Guarda Redes

“Um dado irrefutável: o guarda-redes é o jogador mais importante da equipa, pois pode, mais que qualquer outro jogador, marcar a diferença num jogo e numa época”

John Hodgson.


É claramente a discussão do momento. Rui Patrício é ou não o guarda redes que precisamos?
Não vou emitir juízos de valor sobre o atleta. Já aqui fui acusado de fazer dele um ódio de estimação. Não tenho qualquer tipo de problema com Rui Patrício e se alguma vez tive um ódiozinho foi com o senhor que seguiu para Saragoça.

Diz Carvalho, nossa velha gloria que retirar Patrício neste momento e relegar-lo para o banco é matar-lo. Acrescenta ainda que o jovem guarda redes pode estar a sentir o peso da responsabilidade.

Não querendo por em causa as palavras de alguém que muito respeito e que até conheço pessoalmente por intermédio do nosso Juvenal Carvalho, tenho que discordar. O peso esse foi quando se estreou. O peso foi quando as pessoas puseram em causa a sua titularidade em detrimento de Stoi.

Neste momento não se coloca esse peso. A bancada central de Alvalade é exigente mas também justa. Neste momento Rui Patrício não atravessa um bom momento de forma e isso reflecte-se na insegurança que transmite. Mais que aos adeptos é a desconfiança com que os colegas o olham.

Não creio que passar pelo banco fosse matar o jogador. Ricardo passou pelo mesmo e veio mais forte quando voltou a ser o numero 1.

É uma posição ingrata a de guarda redes. Não há polivalências neste lugar tão especifico. Em 3 guarda redes de um plantel só joga um. Não é como noutras posições em que o jogador poderá fazer outro lugar. Por outro lado a protecção demasiada pode levar a desmoralização dos outros guarda redes que deixaram de trabalhar no duro para ganhar o lugar.

Sei que 4 defesas fantásticas são imediatamente esquecidas após um golo mal sofrido. Neste momento o nosso Keeper é um foco de discussão e talvez de desestabilização defensiva. Não vou por ai mas que Domingos têm que tomar uma decisão é inequivoco!! Quer a dar lugar a outro como a demonstrar clara confiança no actual titular.

Rui Patrício acima de tudo tem que ter estofo. Não joga numa equipa de meio da tabela mas sim de um candidato ao titulo. Tem que estar preparado para situações menos boas. A vida de um futebolista não é só sucessos. Acima de tudo tem que corrigir os aspectos menos bons da sua boa qualidade global.

É esse o caminho. Tentar ser melhor e calar as criticas com exibições condizentes. Somos exigentes mas tambem justos. Se já foi defendido pode ser criticado como voltará a ser elogiado . Tem que levantar-se e ser mais forte. Não podemos é cair na redundância de não criticar apenas e só porque é o nosso titular, foi por nós formado e ser o titular da selecção nacional. Assim não iremos crescer. Vejam os tripeiros. Hulk é o seu melhor jogador e há muita gente que o critica!

Acredito que sairemos mais fortes. Agora é ganhar ao V.Setubal e aproveitar o resultado dos rivais no classico.

SL

Miguel Damas

terça-feira, setembro 20, 2011

Problema nuclear

A conversa dos sportinguistas tem andado animada durante estas últimas semanas. Em boa parte, tal deve-se ao facto de ao fim de alguns anos a penar haver futebol para discutir. Nem sempre bom, muito menos consistente, mas existe futebol nos jogos do Sporting sem ser jogado, apenas, pelos nossos adversários de ocasião. Custa-me um pouco, admito, ver centrada a discussão no mau arranque de época de Patrício (um dos melhores da época transacta, e num contexto bem mais complicado) ou de João Pereira (de quem não sou fã, nem como jogador), quando me parece que o problema maior do Sporting nesta altura, a juntar a um departamento médico demasiado concorrido, é um problema táctico. E que nem me parece de muito difícil resolução (no papel, claro!). Assim, e armando-me em treinador de bancada e arriscando levar uma sova dos experts da matéria, deixo a minha opinião



Nos últimos jogos, o Sporting tem jogado, e mesmo alternando alguns nomes, na táctica representada à esquerda. Um quinteto defensivo com os 4 defesas e Rinaudo. Uma linha de 4 médios com os 2 alas e os 2 médios interiores e o avançado lá na frente. Ora, se em termos ofensivos isto tem criado algumas situações de jogo interessantes, das quais destaco os triângulos criados nas zonas laterais, com o lateral, o extremo e o médio interior desse lado a criarem imensas situações de cruzamento por jogo. A fazer lembrar os tempos de Peseiro e o primeiro ano de Paulo Bento. Ou seja, em termos ofensivos, e talvez tirando o jogo de Paços de Ferreira (em que curiosamente ganhámos) criámos situações de golo suficiente por jogo para ganhar confortavelmente os desafios. Mas em termos defensivos este sistema tem-se revelado facilmente ultrapassável. Basta ao adversário ultrapassar a 1ª linha (ontem Capel, Schaar, Elias e Carrillo) e Rinaudo e os defesas ficam muitas vezes em igualdade numérica com os médios e avançados do opositor. Cria-se um verdadeiro problema no centro do terreno, em frente a Rinaudo, como se viu ontem, onde imensas vezes o argentino via-se pela frente com 2 ou 3 opositores embalados, sendo obrigado a recuar enquanto o resto da equipa (5 jogadores) ficava demasiado afastado para poder ajudar a conter as jogadas de ataque do Rio Ave. E como ultrapassar isso, sem mexer demasiado no esquema actual usado por Domingos? Na minha opinião, que tento representar no desenho da direita, tal pode ser feito adoptando algumas alterações ao posicionamento na perda de bola, ajudando a uma melhor transição defensiva, mesmo que podendo perder alguma acutilância ofensiva. Assim sugiro que os médios interiores joguem ligeiramente mais recuados que até agora, aproximando-se um deles de Rinaudo (como moutinho faz no fcp ou witsel no slb) e que os extremos, em movimento defensivo, fechem mais para o interior, e não fiquem colados à linha (Capel principalmente fica muitas vezes assim). Estas duas pequenas alterações ajudariam a corrigir o tal fosso central à frente de Rinaudo, embora depois se crie um outro problema, que é o do ponta de lança ficar talvez muito longe dos médios interiores, nomeadamente nas transições rápidas. Creio no entanto que, principalmente quando em vantagem no marcador, esta é uma opção que tornaria a equipa mais consistente e menos sujeita a períodos de jogo como ontem, onde se perdeu o controlo do mesmo quando se tinha tudo para partir para uma vitória positiva. Esta é para mim uma das soluções possíveis para sermos ainda melhores (a outra passaria por trocar Schaars ou Elias por Matias e recuar o que sobra para jogar mais perto de Rinaudo com o triângulo invertido e Matias disponível para apoiar de perto Wolfswinkel, e sem grandes obrigações defensivas. De qualquer forma, não passa de uma opinião de um leigo na matéria. E que, jogando bem ou mal, possamos continuar a somar vitórias, de modo a ajudar a criar uma onda positiva em Alvalade (principalmente) e por esse país fora.

Saudações leoninas.

Nelson Santos

segunda-feira, setembro 19, 2011

Este Sporting vai mostrando carácter



Rio Ave, 2 – Sporting, 3

Estádio dos Arcos

RIO AVE: Paulo Santos; Jean Sony, Gaspar, Jeferson e Tiago Pinto; Wires, Tarantini e Vítor Gomes; Kelvin, João Tomás e Yazalde.

Suplentes: Huanderson, Braga, Dinei, Saulo, Zé Gomes, Christian Atsu e Éder Monteiro

SPORTING: Rui Patrício, João Pereira, Rodriguez, Onyewu e Insúa; Rinaudo, Elias (André Santos) e Schaars; André Carrillo (Pereirinha), Van Wolfswinkel e Diego Capel (Matias).

Suplentes não utilizados: Marcelo Boek, Polga, Evaldo e Bojinov.


Golos: 0-1 Schaars, 0-2 Wolfswinkel, 1-2 Atsu, 2-2 Yazalde, 2-3 Onyewu

Nuno M Almeida

domingo, setembro 18, 2011

Supremacia



Vencemos hoje no Fundão por 5-2. Uma vez mais a equipa campeã nacional demonstrou a sua supremacia coroada com os golos de Leitão (2), Pedro Cary, Djó e João Matos. Foi um bom jogo de futsal com o Fundão a dar boa réplica, mas a maior categoria dos jogadores do Sporting fez a diferença.


Tem sido um fim-de-semana vitorioso. Foi assim no ténis de mesa, andebol e futsal. Falta que o futebol do Sporting nos dê amanhã uma alegria!



Lion King

sábado, setembro 17, 2011

Vitória natural

O Sporting venceu esta tarde a equipa do Maia/ISMAI por 34-24 em jogo disputado no Pavilhão da Maia. Foi um jogo onde o Sporting esteve praticamente toda a partida em vantagem, com boas diferenças no marcador, fruto da nossa natural superioridade ante o ISMAI. Espero que este resultado moralize a equipa, depois do arranque menos bom em Braga na semana passada e depois também da vitória frente ao S. Bernardo a meio da semana, rumo a um tão desejado como ambicionado 18º título de Campeão Nacional!


Lion King

quinta-feira, setembro 15, 2011

Aos poucos este leão vai-se consolidando



Zurique, 0 – Sporting, 2

Letzigrund Stadium
Árbitro: Pol van Boekel


ZURIQUE: Leoni; Koch, Beda, Jorge Teixeira e Rodriguez; Buff, Chikhaoui, Gajic e Schonbacher; Alphonse e Mehmedi.

Suplentes: Guatelli, Koch, Magnin, Margairaz, Nikci, Barmetller e Chermiti.

SPORTING: Patrício; João Pereira, Onyewu, Rodriguez e Insúa; Pereirinha, Rinaudo e Schaars; Carrillo (André Santos), Wolfswinkel (Rubio) e Capel (Evaldo).

Suplentes não utilizados: Marcelo, Polga, André Martins e Bojinov.

Golos: 0-1 Insúa, 0-2 Wolfswinkel


Nuno M Almeida

terça-feira, setembro 13, 2011

Os campeões não se esquecem.


Vitor Damas 1947/2003



SL

Miguel Damas

segunda-feira, setembro 12, 2011

Comichão ?!


O Sporting e bem, resolveu esclarecer de forma rápida e clara a questão das comissões que hoje veio a lume e mais uma vez de forma absolutamente inenarrável.

Como já muitas vezes disse, os jornalistas desportivos, que mesmo no seu métier, são tantas vezes maus ou pelo menos parciais, ao falarem de finanças entram na mais absoluta ignorância. Com a agravante, como é normal, que a maioria dos seus leitores perceba ainda menos do assunto. Assim, vêem os títulos, lêem as análises absolutamente disparatadas que um jornalista desportivo resolve fazer e saem por aí a criticar.

Os jornais sabem que no Sporting, as contas vendem quase tantos jornais como um novo ponta de lança ! e aproveitam mais esta razão para nos faltarem ao respeito ! Alguém sabe quanto é que os nossos adversários devem ? quanto pagam em comissões ? que valor realmente recebem quando vendem um jogador?! Não, porque o lampião e tripeiro médio não quer saber. Só no Sporting este assunto vende.

E nós deixamo-nos levar. Começamos a discutir um assunto acerca do qual a maioria não tem a minima competência sequer para perceber quanto mais discutir. E na falta desse conhecimento, nascem as ofensas, porque se baseiam nos erros e más interpretações que vão lendo escritas em jornais desportivos por jornalistas que grosso modo percebem tanto de contabilidade e finanças como eu percebo de cozinhar uma chanfana ( sei que leva cabra ... )

Por isso, este esclarecimento foi essencial !

O que importa é ganhar quinta feira e sábado ! Apoiar e dar força para que sejamos de novo respeitados por todos, como merecemos pela nossa grandeza !

os ataques têm sido em tantas frentes e com tantas faces que acho mesmo que começamos a preocupar alguém ! Como disse o Luis Duque, o tempo do simpático "Sportinguezinho" acabou ! e esse é um papel que todos temos de desempenhar ... desde a discussão futebolística com os amigos, até aos blogs !

Fica o comunicado :

"Devido à errada leitura, e análise, do Relatório e Contas da Sporting Clube de Portugal - Futebol, SAD, importa esclarecer os sportinguistas, e o público em geral, que é totalmente falso que tenham sido pagos mais de 11,6 milhões de euros em comissões, entre 1 de Julho de 2010 e 30 de Junho de 2011. O valor pago em comissões de compra foi de um milhão e 50 mil euros.
Discriminando a rubrica dos «Fornecedores Gerais» (11.673 milhões de euros) por natureza temos:
Direitos de Imagem - 1.472
Aquisição de Direitos Económicos a entidades 3ªs (não clubes) - 2.974
Mecanismos Solidariedade - 50
Comissão de venda - 345
Serviços de Scouting - 992
Comissões de compra - 1.050
Fornecimentos e serviços diversos (Fornecedores correntes) - 4.790
No que respeita à comparação dos vencimentos da Administração, deve ser considerada, tal como no relatório está escrito, a totalidade dos vencimentos auferidos pelos administradores (na SAD e noutras empresas do Grupo Sporting); tanto este ano, como em anos anteriores, pelo que a comparação apresentada está errada.
Lisboa 12 de Setembro de 2011
Sporting Clube de Portugal – Futebol, SAD"



Mário Rui Oliveira



ps : Como, podem eventualmente ter reparado ( admito que seja uma assunção um nadinha pretenciosa, mas vá ... ) tenho estado ausente deste blog e tenho escrito bem menos do que gostaria. mas tive recentemente uma rescisão amigável do meu contrato matrimonial e uma vida um nadinha às avessas por essa razão. Estando as coisas aos poucos a voltar ao normal espero contribuir de novo com mais assiduidade neste espaço 

...vivido na primeira pessoa!

Caros amigos Sportinguistas, ainda no rescaldo do jogo de Paços de Ferreira (onde entive presente) gostava de vos deixar o relato de uma situação que se passou aos olhos de todos e do qual muito me orgulho.

Durante quase todo o jogo, eu como a maior parte dos adeptos Sportinguistas espalhados pelo topo Norte do “Estádio” da Mata Real estávamos com o “chamado” nervoso miudinho visto as coisas não nos estarem a correr de feição.

Varias vezes reparei num “jovem” na casa dos 40 que descia e subia as escadas de acesso aos lugares, não deixei de reparar que de duas vezes que ele foi até ao fundo das escadas local contrario ao que eu me encontrava, marcamos golo.

Discussão para aqui discussão para ali (estilo: tira o Rodrigues, chutem á baliza, etc...) enfim os comentários normais de quem está a precisar de golos para vencer e vê o tempo a passar a certa altura eu digo-lhe alto e bom som num momento de quase silencio na nossa zona, “Ó AMIGO, VOCÊ VÁ MAS É LÁ PARA BAIXO, POIS SÓ CONSIGO LÁ EM BAIXO É QUE NÓS MARCAMOS GOLOSestávamos nós no minuto 84, ao que ele respondeu “EPÁ, QUE NÃO SEJA POR ISSO, VOU JÁ) acontece que não esteve mais que 5 segundos no fundo da escada pois ,Wolfswinkel marcava de seguida só me lembro de olhar para os lados ver cerca de uma dezena de adeptos a olhar para mim e a pensar: como é que ele fez isto?

O certo Sr. nesse momento correu escadas acima e agarrou-se a mim com aquela alegria que SÓ NÓS SPORTINGUISTAS TEMOS NESTAS HORAS, foram segundos de enorme confraternização e quase que ouvi um obrigado generalizado das gentes que me rodeavam.

Lógico que nada teve a ver com o que eu disse, foi o simples desenrolar do jogo que ditou esta vitória mas senti que mesmo lá no fundo fiz alguma coisa para isso!

Se houver alguém que é leitor habitual do Sangue Leonino e que testemunhou esta situação deixe o seu parecer, pois é por situações como estas onde ninguém se conhece e se agarra num abraço como é dado a um irmão que se vê que “NÓS SOMOS UM CLUBE DIFERENTE”

SL
The Best One

Na liga da verdade...

... estaríamos agora, não apenas com 5 pontos, mas sim - e pelo menos - 10:

- mais dois frente ao Olhanense;
- mais dois do jogo de Aveiro;
- pelo menos mais um ponto com o Marítimo.

E tudo isto nem sequer considerando os favores prestados pelos senhores do apito aos nossos directos rivais: golos em fora-de-jogo e grandes penalidades generosamente assinaladas. Nesse caso teríamos que subtraír-lhes também vários pontos.

E só ainda vamos na quarta jornada...



CLASSIFICAÇÃO ACTUAL

1.º Porto - 12
2.º Benfica - 10
3.º Braga - 10
4.º Marítimo - 7
5.º Académica- 6
6.º Beira Mar - 5
7.º Sporting - 5


Sem os roubos de que fomos alvo teríamos

1.º Porto - 12
2.º Sporting - 10
3.º Benfica - 10
4.º Braga - 10
5.º Marítimo - 7
6.º Académica- 6
7.º Beira Mar - 5


Os erros de arbitragem, 'inocentes' ou não, fazem muita diferença não fazem? Sobretudo na definição da classificação logo nas primeiras jornadas. É o chamado condicionamento estratégico...

Nuno M Almeida

sábado, setembro 10, 2011

A partir desta noite ganhar o hábito das vitórias

É óbvio que esta nossa equipa não ajuda nada a sua própria tarefa - que se pretende seja bem sucedida e menos sofrida - mas também custa ver à quarta jornada o quarto jogo consecutivo em que somos prejudicados por decisões de arbitragem.

Atraso para o guarda-redes? Por amor de Deus, sr. Paulo Baptista...

Enquanto isso vemos na Luz o Benfica beneficiar num só jogo de 3 grandes penalidades e o Porto a ter penalties a seu favor a cada encosto sobre Hulk na área adversária.

Em suma: nada ajuda!

Mas desta noite fica a postura positiva de ver a equipa após desvantagem, nunca desistir e lutar - mesmo que atabalhoadamente - indo para cima do adversário em busca dos golos que nos deram a justíssima vitória.

Como há muito era reclamado pelos adeptos, Domingos apostou finalmente nos reforços e estes começaram a provar o seu valor. Têm é que jogar, já que não é no banco de suplentes que ganham confiança e rotinas de jogo com o resto da equipa.

Que seja o princípio de um ciclo bem positivo e que este triunfo permita aos nossos jogadores (e treinador) subirem bastante os seus níveis de confiança!

Será que é a partir desta noite que vamos ter o verdadeiro leão da época 2011/2012?



Paços de Ferreira, 2 - Sporting, 3

Campo da Mata Real

Árbitro: Paulo Baptista

P. FERREIRA: Cássio; Filipe Anunciação, Cohene, Fábio Faria e Nuno Santos; André Leão, Manuel José e Vitor; Luisinho, Michel e Caetano.

Suplentes: António Filipe, Josué, Luiz Carlos, Eridson, Backar, Melgarejo e William.

SPORTING: Rui Patrício; João Pereira, Rodríguez, Onyewu e Insúa; Elias, Rinaudo e Schaars (Izmailov); Pereirinha (Rubio), Bojinov (Wolfswinkel) e Diego Capel.

Suplentes não utilizados: Marcelo Boeck, Anderson Polga, Evaldo e André Santos.

Golos; 1-0 Michel, 2-0 Michel, 2-1 Izmailov, 2-2 Elias, 2-3 Wolfswinkel


Nuno M Almeida

quinta-feira, setembro 08, 2011

Parar para pensar

Uf! Depois duma pré-época com uma "chuva" de contratações chegamos a Setembro. Foram contratados jogadores "a esmo", tardiamente e muitos de fraca qualidade. Vieram jogadores em bom estado e lesionados! Alguns dos jogadores, receio bem, vai ser um problema para despachar no fim da época. Vai ser preciso, outra vez, pagar tudo para que eles aceitem sair. Mesmo assim desta vez contratamos alguns bons jogadores. Estou convencido que este ano temos vários jogadores de qualidade. Mas nalgumas posições, como defesa direito, há um exagero no número de atletas. Noutras posições, como ponta de lança, estamos fracos. Outro dia diziam-me que o melhor ainda é o Pongolle....Um conselho para futuro: a escolha deve ser entregue a quem sabe mesmo, não a C. Freitas, para assim aumentar o rácio de assertividade.

Mas agora este plantel é o nosso, o melhor do mundo. Tem de ser assim!

O treinador Domingos tem fraquejado. Parece perdido. Demonstra ainda falta de autoridade ao deixar sair, em cima da hora, as suas primeiras opções, que aliás não deixam saudades. Vamos ver como vai comentar o "puxão de orelhas"(!!) (em público) do Presidente. Domingos tem de mostrar já qualidades e resultados. Se não tem de sair antes de se formarem os grupos "pró e contra" o treinador, ficando assim a massa associativa dividida. É bom a estabilidade, mas melhor são resultados. Vamos esperar que apareçam resultados e não seja necessário dispensar ninguém.

Foi mau o presidente não ter estado na reunião de hoje com os outros presidentes. Perdeu a oportunidade de estabelecer contactos pessoais, fazer amizades, etc., lobi enfim. E Luis Duque não tem, naturalmente, a mesma autoridade.

Não seria nada bom que FSF fosse eleito para a FPF. No entanto não faria tanto mal ao Sporting como já fez.

Vamos jogar sobre brasas em Paços de Ferreira, e eu lá estarei.
Gabriel Almeida

FIFA rejeita transferência de Djaló para o Nice!


O avançado do Sporting já se encontrava a treinar em França e os responsáveis do Nice estava bastante optimistas quanto ao desfecho da situação, prometendo agora recorrer da decisão. O Nice alega que os tempos exigidos foram todos cumpridos.

Comunicado do Nice:

«Tomámos conhecimento nesta quinta-feira da recusa da FIFA em aceitar a validação excepcional da transferência do jogador Yannick Djaló. O clube usará todas as vias de recurso possível que garantam os seus direitos e a sua boa fé de que a transferência foi registada pela Liga francesa antes do fecho de mercado determinado pela FIFA.»

In Mais Futebol

SL
ZenMan - Vítor Araújo

quarta-feira, setembro 07, 2011

Mais um tiro no pé?





Godinho Lopes e Luís Filipe Vieira estiveram à mesma mesa a discutir o momento atual do futebol português.

Os presidentes dos dois maiores clubes de Lisboa almoçaram, esta terça-feira, em Lisboa.
Os assuntos que estiveram no centro do encontro foram a reunião da próxima quinta-feira da Liga de Clubes, as próximas eleições da Federação Portuguesa de Futebol, com principal destaque para um eventual apoio a Fernando Seara, e ainda a arbitragem, tema em que o Sporting tem sido o principal crítico desde o arranque do campeonato.
Luís Duque, dirigente da SAD Leonina, também marcou presença. Após o repasto, não foi feita qualquer declaração e, segundo a Antena 1, os três elementos saíram separadamente do local.



Lion King

domingo, setembro 04, 2011

Afinal.....

Reclamamos, apontamos, degladiamo-nos. Damos bitaites. Trocamos até insultos por aquela critica por oposto com aquele que acha que apenas se deve aplaudir...

O certo é que em 3 jornadas e apesar do nosso péssimo futebol e erros próprios, 2 árbitros em 3 possíveis tiveram nota negativa e com trabalho(?) que influenciou o resultado. Curiosamente num jogo em que fomos arbitrado por alguém da distrital apenas podemos nos queixar de nós proprios.

O certo é que enquanto outros jogando mal conseguem um empurrão para se projectarem e moralizarem com "aquela" vitória vital , assim como o penalty do fcp no Guimarães, nós ainda somos empurrados e prejudicados por essa classe sem classe nenhuma.

Não gosto de me refugiar nos erros dos outros para justificar os meus. Mas começa a ser demais, pior que isso é essa trupe de ladrões pagos, ainda quer que os dirigentes do Sporting se retratem e peçam desculpa!!!

Esteve muito bem o presidente Godinho Lopes , acredito que não seja fácil este Sporting e ainda ser empurrado para baixo. Peço apenas que haja capacidade para discernir aquilo que nos prejudica e aquilo que falhamos para que não nos refugiemos no lugar comum que a culpa é sempre dos árbitros.

Teremos que ser mais fortes? Com certeza! Mas teremos que ser implacáveis nesta guerra e não nos desviarmos um milimetro daquilo em que acreditamos. Que haja coragem para ir até ao fim.
A isenção é aquilo que se pede e acho que não é pedir muito ou pelo menos não devia ser.......

SL

Miguel Damas

sexta-feira, setembro 02, 2011

Esforço, Dedicação e Devoção


A "nossa" Ana deixou no ultimo post o link para o blog cacifo do Paulinho onde tinha esta fabulosa foto. Palavras para quê? Sá Pinto pode ter muitos defeitos mas falta de entrega nunca foi um deles.

SL

Miguel Damas

quinta-feira, setembro 01, 2011

Janela fechada mas horizontes bem definidos......

Antes de qualquer consideração um elogio a Sá Pinto e os "seus miúdos". Depois da excelente vitoria em Anfield Road perante o Liverpool uma vitoria em casa sobre o campeão Alemão (junior), Wolfsburg.

É prestigiante e motivo de orgulho que a nossa formação seja reconhecida mundialmente.

Julgo que nos próximos anos a aposta nas camadas jovens voltara a subir. Era necessário um investimento no plantel que o tempo vira a dizer se foi bom ou mau.

Neste momento e com a janela de transferências fechadas , havendo apenas a hipótese de contratar jogadores livres temos que cerrar fileiras e encontrar no (longo) plantel as opções necessárias que nos façam vencer e convencer.

Não foi o começo que todos desejariamos e lançou infelizmente logo uma campanha de desconfiança sobre o plantel e treinador chegando mesmo a regressar as desconfianças sobre a direcção.

Custa-me ver certos erros e foi nesse contexto que critiquei Domingos. Certos jogadores não rendem mas continuam ou continuavam a jogar a titulares.

Não sendo apologista da desculpabilização fácil julgo que esta paragem mais que vir numa boa altura é sobretudo uma bolsa de ar para que o plantel interiorize aquilo que é jogar no SCP. Que o treinador reveja os seus próprios erros e que corrija quem tem falhado dentro das 4 linhas.

Um erro aceita-se, dois tolera-se, uma sucessão dos mesmos erros como vamos assistindo por parte da nossa defesa é intolerável!! Foi alguma teimosia que levantou todo este burburinho de novo sobre a equipa Leonina. Sei bem que este é um ano zero, um ano para encurtar distancias mesmo que os dirigentes prometam lutar pelo titulo. Tal como Mirko Jozic em 98-99 é necessário que Domigos faça crescer a equipa. E isso não estava a ser feito com a inclusão dos mesmos jogadores de sempre....

Que estes 15 dias sejam bem aproveitados!

Quanto a saída de Postiga e Djáló, dois dos mais mal amados pela massa associativa. Não me aquece nem arrefece embora tenha que ser sincero que nenhum me deixa saudades.

Um foi aposta continua de vários treinadores e nunca teve evolução. Uns arrufos, umas arrancadas e uns golos de quando em quando. Sempre mais falado fora do campo do que dentro...

Postiga tecnicamente é realmente um grande jogador, se o futebol fosse sem balizas e ele não fosse avançado era de certeza um dos melhores jogadores mundiais. Infelizmente e para quem joga sozinho lá na frente pede-se golos, muitos golos. Coisa que Helder nunca foi capaz de capitalizar as (varias) oportunidades que ia tendo ao longo do jogo. Má concentração? Inepcia? Alguma coisa será e foi irritando a massa associativa chegando ao ponto de esta ter perdido a paciencia.

Jogadores há ainda no plantel no mesmo patamar que Djáló e Postiga.

Evaldo , Carriço, João Pereira e por vezes André Santos começam a ter pouco espaço para falhar. Julgo que o treinador tem que gerir muito bem estes casos para não se tornarem um problema (assobios) para o resto da equipa.

Acredito que as coisas vão melhorar porque só podem melhorar mesmo!! Não podemos ser eternamente um buraco sem fundo. Façam o favor de voltarem a fazer-nos sorrir!!

SL

Miguel Damas