"Tu vais vencer, Podes crer, Porque a nossa força é brutal. Mais de um século de histórias para contar. Sporting, tu nunca vais acabar" - osangueleonino.blogspot.com -

Sangue LEONINO

sábado, agosto 31, 2013

Sabe a pouco...

Sporting-Benfica, 1-1

Grande ambiente, grande estádio, verde e branco, sem sombra de dúvida as mais belas cores do mundo!

Entrada muito personalizada da equipa leonina no jogo, com os miúdos e os estreantes em derbies a não se sentirem nada intimidados. Ao contrário do que muitos iluminados ao longo da semana defenderam.

E aos dez minutos: Monterogol! Três jornadas consecutivas a marcar. Temos goleador! E dos bons!

Vantagem justíssima por tudo o que até esse momento tinha acontecido. O Sporting era claramente a melhor equipa em campo.

A partir dos quinze minutos o Benfica equilibrou as operações, criando alguns sobressaltos ao nosso sector defensivo. 

No entanto íamos recuperando com alguma facilidade a bola, ganhando preponderância face ao adversário no meio campo. Pressão feita na perfeição. Uma equipa muito concentrada, solidária e abnegada.

Resultado justo ao intervalo, talvez até pecando por escasso.

Em relação à arbitragem, muito meiguinha a nível disciplinar para os encarnados. Maxi terminar os primeiros quarenta e cinco minutos em campo só mesmo com a generosidade incompreensível do senhor do apito.

No início da segunda parte nota de destaque para o milagre da redenção e do perdão... às mãos de Jesus. A enjoativa novela Cardozo parece ter tido o seu epílogo em Alvalade.

Markovic ameaçou... e à segunda marcou. Defesa muito macia... a ver jogar.

Quebra evidente da nossa equipa após o golo do empate, com o Benfica a conseguir fazer chegar a bola com mais perigo à nossa área. Do contentor de sérvios, este Markovic parece-me bom jogador, tendo criado sérias dores de cabeça à nossa defesa.

Tirando Carrillo, que na segunda parte desapareceu da partida, e pondo Capel, Jardim tentou dar mais velocidade e dotar a equipa de maior dinâmica no último quarto de hora, visando contrariar a preponderância encarnada no jogo.

Luisão e Maxi muito generosos a oferecer pancada, e cartões vermelhos nem vê-los. Seguramente, algum atestado de impunidade distribuido na Luz...

Até final Sporting a carregar, a pressionar, Benfica a tentar suster a avalanche ofensiva leonina - com Montero e Slimani - mas o resultado não sofreu alteração.

Empate que sabe a pouco, mas a certeza que se está a construír uma senhora equipa em Alvalade!

Nuno M Almeida

sexta-feira, agosto 30, 2013

Vamos a eles!!!!!!

Lista de convocados para a 'Operação Sérvia':


Guarda-redes: Rui Patrício, Marcelo Boeck;


Defesas: Welder, Maurício, Jefferson, Marcos Rojo, Eric Dier, Cédric Soares;


Médios: André Martins, Gerson Magrão, Diego Capel, William Carvalho, André Carrillo, Rinaudo, Adrien Silva, Wilson Eduardo;


Avançados: Slimani, Montero, Cissé.


Nuno M Almeida

terça-feira, agosto 27, 2013

As habituais manobras de diversão...

Na semana em que se joga o Sporting-Benfica que pode pôr a equipa de 'galácticos' da segunda circular - com sotaque sérvio - seis pontos atrás de um clube moribundo, na penúria, em coma profundo (ironia...), nada como distraír a atenção do povinho.

E distraír do quê?

De crescentes críticas internas, de um
clima de paz podre, de um treinador na corda bamba, de um capitão de equipa que insulta os seus adeptos, de petições no facebook para a contratação de Marco Silva, de ameaça de manifestações de descontentamento ao redor do estádio, de uma novela mexicana de inspiração paraguaia que se arrasta desde maio, de uma pré-época miserável após avultadas contratações em que cada sérvio que chegava era o novo fenómeno do futebol mundial e arredores...

E como se tenta desviar o foco de tudo isso?

Simples: num filme demasiadas vezes visto, apelando à habitualmente amiga comunicação social, dando destaque ao caso Bruma, e batendo forte no nosso treinador de futsal Nuno Dias e em Zezito,  que tal como qualquer sportinguista faria, perderam a paciência perante as reiteradas provocações soezes de um verme chamado Gonçalo qualquer coisa.

Como nestas coisas não pode faltar a cereja no topo do bolo do ridículo, hoje anuncia-se que um beijo redentor de Jesus trouxe o milagre da harmonia e fraternidade eternas ao balneário.

Nada de novo. Respondamos onde o devemos fazer: em campo!

Nuno M Almeida

segunda-feira, agosto 26, 2013

Futsal soma e segue!

O Sporting conquistou a Taça de Honra da Associação de Futebol de Lisboa, ao vencer o Benfica por 3-2.

Os encarnados começaram a ganhar com golo de Bruno Coelho mas Pedro Cary empatou para os leões. 

Ainda antes do intervalo, Alan Brandi voltou a colocar o Benfica na frente mas, já na segunda parte, Cary bisou e restabeleceu o empate.

O golo da vitória do Sporting foi apontado por Alex, praticamente em cima do apito final. (A BOLA)


Nuno M Almeida

domingo, agosto 25, 2013

O homem que não sorri



Crónica de Rogério Azevedo, no jornal A BOLA

O homem fala pouco. É inexpressivo. Não sorri. Raramente arranca tirada empolgante. Tem sotaque que, para alguns, pode parecer estranho.
Não pinta o cabelo. Não usa barba. Não usa relógios de luxo. Os jornalistas não o tratam por professor. Ou por mister. Não é bonitinho.
Os adeptos não entraram em euforia quando se soube que estava contratado.
Não se queixa dos árbitros. Não se põe em bicos de pés. Aparece muitas vezes, nos jogos e nas conferências de imprensa, de fato de treino. Mas, até agora, tem colocado a equipa a jogar futebol. Com alegria e velocidade. Com ideias. Mesclando juventude e experiência.
Alguns dos jogadores do ano passado, então tristonhos, apáticos e desfocados, aparecem agora muito alegres e desinibidos.
É cedo? Evidentemente que sim. Fazer análises profundas após duas de trinta jornadas é quase ridículo.
A única análise que se pode fazer, ao fim de 180 minutos, é que o homem que não sorri colocou o Sporting a jogar muito bom futebol nas duas primeiras jornadas.
Parabéns, Leonardo Jardim.


Nuno M Almeida

Andebol: supertaça é nossa!

Sporting vence FC Porto e conquista a Supertaça

A juntar ao categórico triunfo de ontem do nosso futebol em Coimbra, destaque e aplauso também para o nosso andebol.

O Sporting, que havia ganho a Taça de Portugal, arrecadou a Supertaça ao bater o FC Porto, campeão nacional, por 33-32 em Viseu.

Este foi o terceiro triunfo leonino na prova, depois das conquistas em 1997/1998 e 2001/2002. FC Porto e ABC somam cinco troféus, contra quatro do Benfica.

Uma palavra ainda para o desaparecimento do carismático Aleksander Donner, deixando assim o andebol luso mais pobre.

Nuno M Almeida

sábado, agosto 24, 2013

Leão cada vez mais categórico

Tudo lhes corre bem!
 
Académica, 0 - Sporting, 4
Primeira parte de demonstração de classe leonina e de uma equipa em rápida consolidação. Ir a Coimbra e mandar no jogo, chegando ao intervalo com uma vantagem de dois golos (Carrillo e Rojo) era prova irrefutável da motivação, pujança e confiança leonina. A Académica é uma das minhas apostas para ser uma das agradáveis surpresas desta liga, mas nos primeiros 45 minutos poucas hipóteses teve. Mérito total leonino. 

Que diferença em relação ao leão moribundo da época passada...
Segunda parte de domínio absoluto verde e branco. Se dúvidas havia que com racionalização de recursos se pode construír uma equipa de qualidade, em vez de comprar contentores de pernas-de-pau pagos a peso de ouro, ficaram completamente dissipadas.

Adrien e Montero também inscreveram os seus nomes na lista de honra dos marcadores desta partida. Destaque para a estreia de Slimani.
Dois jogos: duas vitórias, seis pontos, nove golos marcados! Líderes da liga!

Venha o Benfica!

Nuno M Almeida

sexta-feira, agosto 23, 2013

O tiro saiu-lhes pela culatra!

Notícia RECORD:

A Comissão Arbitral Paritária deu razão ao Sporting, considerando improcedente o processo interposto por Bruma, depois do jovem extremo ter pedido a nulidade do contrato que tinha com o clube de Alvalade.

Assim, Bruma fica "preso" ao clube de Alvalade até junho de 2014, ao contrário do que era alegado pelo advogado e tutor do jovem internacional Sub-20, que afirmava que o vínculo apenas era válido até junho de 2013 e que, assim, já teria expirado.

Face ao epílogo desta triste e deprimente novela, em relação à qual nunca opinei até se saber o seu desfecho, regozijo-me com esta decisão porque castiga os parasitas que gravitam em redor do futebol e que o vão destruíndo. 

Que a derrota de Bebiano e Baldé seja uma lição para futuros oportunistas que queiram minar terrenos leoninos. 

Quanto a Bruma lamento que um talento e um diamante por lapidar de 18 anos se tenha deixado instrumentalizar, pelo que por mim agora estaria um ano sem jogar, ou na melhor das hipóteses apenas a treinar (sozinho) na academia. 

E que os abutres que ao longo do processo estiveram na sombra a alimentar e orientar os fantoches supostos tutores e procuradores do atleta, salivando alarvemente pela sua contratação, que agora aguentem mais um ano!

O mais importante disto tudo é que há novamente mão firme em Alvalade no que toca à defesa dos interesses do clube. Os tempos de Godinhos e afins - com muita culpa e responsabilidade em todo este 'processo Bruma' - parecem cada vez longínquos!

Quem quer respeito dá-se ao respeito. Quer-me cada vez mais parecer que com o Sporting não brincam mais!

Nuno M Almeida

"Recusei Oblak e Atsu"



Bruno Carvalho, hoje na BOLA:

«Bruma reconheceu ter contrato.

Só nos chegou uma proposta: do Chelsea, de dois milhões pagos em suaves prestações.

Ao Sporting nestes cinco meses foi-nos oferecido o Oblak e o Atsu e neguei determinantemente, sem sequer qualquer contacto adicional sobre o assunto.

Vim para o futebol para servir o Sporting e o próprio futebol. Se o Sporting perder este processo também perderá o futebol.

O Bruma também tem sido enganado pelo poder que está a tentar vencer este processo, o poder do agiotismo, da mentira, da chantagem...

Tudo vale para um jogador rescindir.

É sempre importante para o Sporting entrar a vencer. 

Jogar à tarde é uma vitória para quem gosta de desporto.

O Sporting em termos globais é o maior clube de Portugal e um dos maiores do Mundo.

Não há guerras entre o Sporting e a arbitragem. 

O Sporting não tinha uma luta de classes, o que tinha era uma luta de pessoas que queriam ver-se refletidas na direcção do clube.

Devolver a confiança é saber estar e agir.

Se quiserem algo de mim, venham com paninhos quentes e salamaleques. Aí sou coração mole. Se quiserem chocar de frente, recarregam a minha bateria.

Peço apenas uma verba razoável por um guarda-redes que é dos melhores do mundo.

Caldeira foi muito malcriado. Não conhecia aquelas pessoas de lado algum.

É magnífica a união das claques. Todas as alterações que temos feito visam fortificar o Sporting.

O Tiago Ilori está num processo evolutivo. É só.

Sobre a auditoria de gestão é assunto que está com o conselho fiscal. Para já, porém, não posso avançar com uma data concreta.

Estar no banco serve de muleta para perceber o grau de envolvimento real das pessoas.

Tenho tido uma honra enorme, um prazer tremendo e grande realização em ajudar o clube que amo.»

Nuno M Almeida

terça-feira, agosto 20, 2013

As ferroadas do costume...



E ao fim da primeira jornada aí vem uma ferroada carregada de veneno...

Desta vez na capa do pasquim O JOGO!

Tenho a certeza que este tipo de notícias intensificar-se-á na proporção directa das boas exibições e resultados leoninos. Faltando uns dias até ao fecho do mercado de transferências deve estar para breve outra, mas revelando a insatisfação de Rui Patrício por ainda não ter saído.

A prioridade é desviar a atenção das habilidades de Capela e de resultados falseados...

Nada de novo, portanto...


Nuno M Almeida


segunda-feira, agosto 19, 2013

Rendidos à evidência...

RecordA Bola

... perante uma equipa em crescendo e uma curva única e inigualável!





Nuno M Almeida

domingo, agosto 18, 2013

Grande estreia com Monterogol a facturar!

Sporting começa a golear (5-1)

Sporting, 5 - Arouca, 1

Estádio José Alvalade

Árbitro: Rui Costa

SPORTING: Rui Patrício; Cedric, Maurício, Rojo e Jefferson; William Carvalho, Adrien Silva (Rinaudo) e Gerson Magrão (André Martins); Wilson Eduardo, Montero e Carrillo (Capel).

Suplentes não utilizados: Marcelo Boeck, Eric Dier, Chaby e Salim Cissé.

AROUCA: Stefenovic; Luís Dias, Mika, Henrique e Tinoco; Bruno Amaro, Nuno Coelho e David Simão; Pintassilgo, Roberto e Paulo Sérgio.

Suplentes: Rui Sacramento, Balliu, Diego, Soares, André Claro, Romário e Serginho.

Golos: 0-1 Bruno Amaro, 1-1 Maurício, 2-1 Montero, 3-1 Wilson Eduardo, 4-1 Montero, 5-1 Montero


Nuno M Almeida

sexta-feira, agosto 16, 2013

Época nova, vida nova

Começa este fim-de-semana a aventura leonina na época 2013/2014 da liga nacional de futebol, frente ao caloiro Arouca.

Renovam-se as esperanças, volta o fervor dos adeptos, as discussões de café após cada jornada, enfim, toda uma lógica e uma rotina que ano após ano alimentam a vivência sportinguista.

Após a nossa pior temporada de sempre, com a maior demonstração de incompetência directiva alguma vez vista em Alvalade, tenho a agradecer aos actuais timoneiros terem revitalizado o meu entusiasmo e interesse em seguir a carreira da nossa equipa. Nunca pensei que o meu incurável sportinguismo chegasse a tão lastimável estado de coma, mas Godinho e a corja que dirigiu o nosso futebol profissional conseguiram o impossível.

Não votei em Bruno Carvalho, tal como não votei em qualquer dos restantes candidatos, mas finalmente vejo algum rumo, processos feitos com lógica e com os pés assentes no chão, fundados na perfeita consciência da nossa realidade, mas nem por isso deixando de montar e estruturar uma equipa capaz de fazer bem melhor do que a cambada de mercenários que chegaram em contentores - com inusitados ordenados - e que em 2012/2013 se limitaram a arrastar em campo...

Os sinais da pré-época parecem-me positivos, alguns reforços começaram já a mostrar o seu valor, pelo que podemos e devemos encarar com algum optimismo o próximo campeonato.

Como vivo neste planeta, e não na lua, não peço o título, mas não posso deixar de exigir que com profissionalismo e competência o nosso símbolo e camisolas sejam respeitados e honrados a cada jogo.

A nós, adeptos e sócios, cumpre-nos apoiar, nunca alienando o indispensável sentido de exigência em relação aos profissionais que têm o privilégio de representar esta maravilhosa instituição centenária chamada Sporting Clube de Portugal.

Que a bola comece a rolar!

Nuno M Almeida

domingo, agosto 11, 2013

Melhor ensaio final era difícil

Sporting, 3 - Fiorentina, 0

Noite de evocação dos míticos Cinco Violinos frente a um dos históricos do futebol transalpino.

Boa entrada em jogo, Montero em destaque a provocar dores de cabeça aos 'viola', culminando num golão logo aos cinco minutos. A chegada de Slimani, leia-se concorrência, parece ter-lhe dado motivação extra. O jovem Semedo na defesa, outra agradável surpresa.

Alvalade puxava pela equipa e os jogadores empolgavam os adeptos. Toada mais morna até ao intervalo com a Fiorentina a abrandar o ritmo de jogo, procurando levar a partida para um futebol matreiro táctico tipicamente mais italiano.

Vantagem leonina justíssima ao intervalo

O segundo tempo arrancou mais lento, sem grandes jogadas de perigo na sua fase inicial.

A partir de metade dos segundos 45 minutos a Fiorentina começou a ser mais protagonista no jogo, indo com mais perigo à nossa área, mas o Sporting em rápidas jogadas de contra-ataque ia equilibrando, e até tendo as ocasiões mais flagrantes, sendo exemplo disso uma bola na barra, da autoria de André Martins, por volta dos 70 minutos. Dois minutos depois Carrillo acabou mesmo por assinar o 2-0 a passe de Magrão. Reitero: Magrão é mesmo reforço!

O terceiro golo veio aos 76 minutos pelo jovem Semedo, a passe de William Carvalho, premiando a exibição de ambos.

Nota menos positiva para a expulsão de Rui Patrício no lance que originou um livre directo, mas do qual não resultou perigo. Mesmo com dez elementos esta equipa deu boa prova do seu carácter combativo já que andou mais perto do quarto do que os 'viola' do primeiro.

Bom ensaio para a estreia no campeonato. Se após o torneio do Guadiana aconselhava a tipicamente bipolar massa adepta leonina a não entrar em depressão desta vez sugiro que mantenhamos os pés bem assentes no chão. Há um trabalho sóbrio, consistente e competente a ser encetado. Cumpre-nos apoiar!

Nuno M Almeida

sexta-feira, agosto 09, 2013

a lenda



SL

Miguel Damas

quarta-feira, agosto 07, 2013

O menos importante era o troféu

Sporting, 0 - Braga, 1

Com um onze inicial bastante próximo daquele que deverá ser o titular no arranque do campeonato, o Sporting mostrou bons pormenores, um melhor entendimento entre sectores, apenas pecando na finalização, sobretudo duas oportunidades flagrantes desperdiçadas por Montero.   

No primeiro tempo, superioridade quase total sobre os aspirantes a quarto 'Grande' do futebol nacional, sobretudo superioridade vincada a meio-campo. Mérito para a entrega ao jogo demonstrada pelos nossos jogadores. Gostei ainda da exibição de Adrien e Magrão, sobretudo este por ter sido tão criticado aquando da contratação, num momento em que nem sequer tinha tido oportunidade de mostrar o que valia. 

Diria que o nulo ao intervalo nos penalizava face ao que se havia passado em campo. Mas quem não marca...

No arranque da segunda metade o Braga equilibrou mais o jogo a meio-campo e acabou por chegar à vantagem por Edinho.

Montero continuou a deixar em campo boas indicações a nível técnico, pecando infelizmente na finalização. Acredito, no entanto, quando consolidar a sua adaptação ao futebol europeu, e sobretudo quando começar a facturar e a ganhar confiança, poderá vir a ser um excelente reforço.

Até final não mais conseguimos voltar a ter a clara supremacia do primeiro tempo, as mexidas não trouxeram melhorias, pelo que o Braga acabou por conseguir segurar a vantagem e conquistar o troféu em disputa.

Nada de alarmismos, porém. O trabalho de pré-época continua, está a reconstruír-se uma equipa, pelo que se requer tempo e paciência - eu sei que não é fácil -  sobretudo depois de uns certos senhores terem deixado de forma assassina o clube em estado de coma. É óbvio que virão os comentários pessimistas típicos de uma massa adepta bipolar, fruto de anos e anos de frustrações, mas reitero que há que dar tempo ao tempo. Não vejo outra alternativa.

Nuno M Almeida

terça-feira, agosto 06, 2013

Há dez anos o novo covil do leão!


Nuno M Almeida

segunda-feira, agosto 05, 2013

Pré-época é isto mesmo

Depois de uma série de jogos de preparação sem perder, nalguns deles até com boas exibições e com jogadores a deixarem boas indicações, chegou há pouco a primeira derrota.

Se há altura em que se aceita perder é precisamente na preparação de uma temporada, rodando e experimentando jogadores, e afinando o plantel.

Há derrotas com efeitos positivos e esta será provavelmente uma dessas, refreando ânimos e trazendo de volta o realismo e a serenidade com que se deve abordar a próxima época. Embandeirar em arco após alguns bons resultados e euforia despropositada pode ser contraproducente...

Foi um jogo menos conseguido, mostrámos pouca capacidade para contrariar o estilo de jogo pressionante e físico do West Ham, mas até isso é positivo porque permite detectar lacunas, insuficiências e deficiências, e implementar as devidas correcções antes dos jogos a doer.

Nada de alarmante, portanto. Recordo que há poucos dias os dois dream teams portugueses (ironia...) também perderam.

Nuno M Almeida

sábado, agosto 03, 2013

Há quem nem fica nas Brumas da memoria

 Já houve Figos, Ronaldos ou Quaresmas. 5 violinos, Damas ou Jordões. Todos eles marcaram gerações e (até) nem todos foram campeões. Uma coisa porem a todos assistiu. A sua efémera passagem no futebol. Apenas o clube é eterno. Há quem ache que metendo-se em bicos de pés consiga ser maior que ele. A ingratidão é algo que não se apaga. O orgulho e honra é algo que não se compra. Há uma linha que separa os homens das hienas, os mitos dos pés de barro. É me indiferente se a CAP dá razão ao Sporting ou não. Será apenas e só uma questão de dinheiro, de receber ou não. Pois para mim, esse projecto de jogador que é ladeado por duas hienas há muito que não é jogador do Sporting. Não há volta a dar e há que saber o momento de largar mão de algo. Defendam apenas os interesses do SCP e vendam-no de seguida pelo melhor preço. Pela camisola mais linda do mundo que muitos pagariam para a vestir não se a pode oferecer a quem tanto maltrata o símbolo.

SL


Miguel Damas