"Tu vais vencer, Podes crer, Porque a nossa força é brutal. Mais de um século de histórias para contar. Sporting, tu nunca vais acabar" - osangueleonino.blogspot.com -

Sangue LEONINO

sábado, janeiro 31, 2015

A crise da formação leonina

Nos últimos meses, assistimos com frequência na comunicação social ao elogio do trabalho feito na formação do Benfica em contraponto com reportagens, como foi a de ontem no Record, sobre a crise na formação do Sorting.

Sim, os resultados da formação do Sporting estão este ano a ser muito maus (juniores e juvenis), a qualidade desapareceu sobretudo no escalão mais alto da formação, sendo necessário rever com urgência o investimento (ou falta deste), mas também a gestão que tem sido feita nesta área tão importante para o clube.

O problema teve origem nos tempos de Godinho Lopes, onde o desinvestimento efectuado fez com que a actual Direcção, ao entrar em funções, se deparasse com 2 anos de salários em atraso para com os responsáveis pelo recrutamento. Estas decisões, associadas à falta de cumprimento com as obrigações assumidas, pagam-se ao longo do tempo com decréscimo de qualidade naqueles que nos representam.
A actual Direcção também não está isenta de responsabilidades e precisa de demonstrar aos sportinguistas que o caminho está a ser invertido.
DA minha parte, acredito que estaremos a assistir ao pico dos resultados negativos da  formação e que as próximas épocas farão regressar a normalidade e a qualidade aos juniores e juvenis.

Não se espere no entanto que os títulos apareçam em barda nos diversos escalões de formação pois isso não é algo que o clube tem como prioridade, mas espera-se pelo menos o regresso a um nível de conquistas idêntico ao que temos desde que os nossos rivais resolveram apostar no Olival e no Seixal.









Quem aposta afinal na formação?
Isto leva-nos também para outra discussão que é o endeusamento da formação do Benfica.
Se o campus do Seixal já existe desde 2006, seria normal vermos na equipa do Benfica esse reflexo, certo?
Então vejamos os números dos jogadores formados nos 3 grandes e a sua utilização na equipa principal (tabela ao lado).
Surpresa, parece que afinal, com excepção de um tal de Ruben Neves no Porto, continua a ser o Sporting o clube que mais aposta na formação com os nossos meninos a colecionarem esta época uns singelos 15.118 minutos vs. 179 (!!!) da melhor formação do mundo, a do Seixal...

Outra curiosidade, os jogadores utilizados não são para se sentarem no banco ou para que o JJ receba elogios pelas sua aposta na formação aos 89 minutos de uma partida. Os nossos jogam assiduamente, são titulares indiscutíveis e resolvem jogos, tendo até agora apontado a simpática marca de 25 golos esta época, distribuídos por Nani (8), João Mário (6), Mané (5), Adrien (5) e André Martins (1).

E esta aposta tem-se vindo a retrair?
Não, bem pelo contrário, as duas últimas jornadas para o campeonato trouxeram o Sporting mais made in Alcochete de que há memória, com 650 e 630 minutos disputados respectivamente com Rio Ave e Académica, da responsabilidade de Patrício, Cédric, Tobias, William, Adrien, Mané, Nani, João Mário e André Martins.


E como vai a tal aposta de Vieira na espinha dorsal da selecção portuguesa?
Já todos perdemos a conta às vezes que esta máxima foi repetida pelo Orelhas e que ecoa pelos habituais pasquins, mas é algo que temos de analisar com base em números.
Então vamos a isso olhando mais uma vez para a tabela do lado.
Surpresa das surpresas, a aposta no jogador português é mais uma treta do Vieira, enquanto a Norte a aposta é mesmo no jogador...espanhol.

Não deixa de ser engraçado ver 8 jogadores da nossa formação (sim, Quaresma também é), entre o top 10 de jogadores portugueses mais utilizados pelos 3 grandes.
E se olhamos para o total de minutos que os jogadores portugueses têm esta época no nosso clube (17.759 minutos), verificamos que é mais que o dobro dos que os outros dois clubes juntos (7.524 minutos).

Sim, a nossa formação atravessa um mau momento e é nela que está boa parte do actual ADN leonino.
É por isso que precisamos de cuidar muito bem da fonte do nosso orgulho, tendo a palavra a actual Direcção.

Vivemos bem com a bazófia dos adversários que dizem ter a melhor formação do mundo, mas que pouco ou nada apostam nela, preferindo vendê-la ao desbarato sem lhes dar oportunidade de mostrar serviço pelo clube, nem vestir a camisola que aprenderam a amar.

É também nisto que eu sinto orgulho em ser sportinguista!
SL
José

quarta-feira, janeiro 28, 2015

Equipa secundária com jogadores de primeira

Creio que a equipa que temos apresentado na Taça da Liga e que é tida como secundária, tem feito até agora uma competição onde temos mostrado possuírmos muita qualidade entre os nossos jovens leões complementados com outros jogadores mais experientes. Penso que ganhamos alguns jogadores que neste momento atravessam um melhor período de forma em comparação com outros jogadores da equipa titular, como tem mostrado Tanaka, Ryan Gauld e mais um ou outro extremo que se tem destacado mais. E isto parece-me ser muito positivo para o Sporting: ter na equipa B jogadores que a qualquer momento podem tirar lugar aos da equipa A. A concorrência é das coisas mais importantes que podem existir num plantel pois obriga o nível de quem quer jogar a titular a estar num patamar de topo. E quem ganha com isso é o Sporting.

Lion King

terça-feira, janeiro 27, 2015

Grão a grão...

Somos tão maus, tão maus - segundo alguns entendidos de óculos vermelhos ou azuis - e estamos há tanto tempo sem vencer nada de importante, mas por acaso até gostaria de ver se perante idêntica situação os adeptos rivais se manteriam mobilizados e apaixonados como nós, indefectíveis sportinguistas...

Não reservamos o Marquês de Pombal, não somos levados ao colo em campo com 'paixão' pelos do costume, não temos a comunicação social servil a bajular-nos, temos um orçamento baixíssimo comparado com os milhões pomposos dos nossos maiores rivais, temos um presidente cujo estilo não aprecio - tal como não gosto de croquetes - e que presumo eu (e escrevo presumo para não ser alvo de um processo-crime...) se adore ouvir e também ver ao espelho... mas mesmo assim, após 18 jornadas, temos apenas uma (!) derrota na liga, enquanto Porto e Benfica já levam duas!

Ah, e é verdade: de facto não ganhamos nada com as derrotas dos nossos rivais, mas também é verdade que estar em primeiro lugar ao fim de 18 jornadas ainda não dá títulos... segundo julgo saber!

É por estas e por outras que cada vez tenho mais orgulho em ser SPORTINGUISTA e em ter nascido numa família SPORTINGUISTA!

 Nuno M. Almeida

segunda-feira, janeiro 26, 2015

Afinal foram 14 os pontos ganhos

Ganhar 14 pontos numa única jornada é obra!

Sobre o jogo de Paços, ia começar por dizer que a arbitragem roçou a vergonha, mas não, esta arbitragem não tem qualificação possível e evidenciou bem quem é que tem de ser campeão mais uma vez.
O nome do árbitro é Bruno Paixão, mas podia chamar-se Capela, Mota, Proença, Gomes, etc, etc.

Mas já estávamos à espera disto, certo?
O que não se esperava era tanto desperdício por parte dos 12  que jogaram de vermelho.

Podemos começar por falar do penalty marcado a favor do Benfica, só possível de apitar a favor desta equipa.

Podemos falar de dois lances na área lampiã em que o Paixão manda seguir.

Continuar pelas faltas consecutivas de Talisca, Samaris ou Maxi que nunca vêem o segundo amarelo, pois isso é impossível.

E podemos acabar com o penalty que deu a vitória ao Paços e em que teve de ser o assistente a obrigar o Paixão a apitar.

Podemos ainda finalizar com os 7 minutos e meio de descontos que quase davam o empate...mas não deram!

Foi apenas um pequeno percalço na caminhada do Colo Colo a caminho do título pois com arbitragens destas é impossível falharem...

SL
José

Esta vitória vale para já 11 pontos

Vitória difícil perante um adversário que apenas se preocupou em defender nos 90 minutos de jogo.
Simplesmente vergonhoso ver uma equipa da I Liga, com o historial da Académica, submeter-se a uma táctica 6-4-0, como se fosse uma qualquer equipa dos Distritais.
Se eu fosse adepto dos estudantes sentiria vergonha por esta táctica que nem mesmo o Famalicão ousou colocar em campo.

Treinador medíocre = Futebol medíocre.

Deste jogo, que não vai deixar saudade, fica o essencial, a vitória e os 3 pontos ganhos em Avalade, que na prática equivalem a 11 pontos se lhe somarmos os 3 ganhos hoje na Madeira, Bessa e ainda os 2 pontos ganhos ontem em Guimarães.
Esperemos que se possam somar ainda mais alguns amanhã.

O jogo não foi brilhante e os 45 minutos dados de avanço podiam mais uma vez ter-nos saído caros.
A falta de reacção de Marco Silva deixou também bastante a desejar e só mesmo quando mexeu na equipa é que conseguimos chegar à vitória.

Agora é apontar baterias para o jogo em Arouca onde não teremos Jefferson nem Nani.
Ambos levaram amarelo de propósito para cumprirem o castigo frente ao Arouca e poderem estar disponíveis frente ao Benfica, mas a minha dúvida mesmo é se eles não farão mais falta frente ao próximo adversário que frente ao velho rival.
Será o Arouca uma equipa assim tão fraca que dê para dispensar dois dos habituais titulares?

SL
José

domingo, janeiro 25, 2015

J18 - Sporting-Académica

Jornada 18
Sporting CP - A Académica C
Domingo, 25/01/2015, 16h00, Estádio José Alvalade

O jogo:
O adversário de hoje será possivelmente um dos mais desvalorizados pelo Sporting e ao mesmo tempo um dos que mais dissabores nos provoca nos últimos anos.
Não basta lembrar a oportunidade perdida de vencer a Taça de Portugal de 2011/12 e que nos leva a cumprir um jejum de títulos que se prolonga já por 6 épocas, mas é também o volume de resultados negativos acumulados frente aos estudantes, sobretudo no nosso terreno.
O quadro ao lado é exemplificativo (as derrotas devem ser entendidas como vitórias do Sporting) a que se somam os 2 pontos estupidamente desperdiçados em Coimbra logo no arranque do campeonato e que tanta falta fazem neste momento.

Apesar destes dissabores, todos os sportinguistas acreditam hoje que a vitória terá que sorrir ao ao seu clube, aumentando para 5 vitórias a excelente série que vai sendo obtida em fase decisiva do campeonato, a melhor da presente época.
Uma jornada em que vamos continuar a aguardar pela escorregadela de quem vai à frente e que cada vez se percebe ser mais difícil face à moralização que a APAF lhes dá e que lhes garante as vitórias mesmo quando jogam mal.
Uma jornada em que procuraremos cavar o fosso para os adversários que vêm atrás.

A última saída dos de Coimbra terminou numa goleada sofrida em Guimarães (0-4) e as palavras de Paulo Sérgio, um treinador que não deixa saudade a nenhum sportinguista, espelham bem o que tem sido normalmente a Académica nos últimos tempos: "Houve um período em que a equipa se desencontrou, cada vez que foi à nossa área, o Vitória fez golo. A última linha esteve muito desorganizada, os jogadores muito macios, foi tudo muito mau..."

Esperemos então que o muito mau dos estudantes passe a péssimo hoje em Alvalade e a nossa equipa continue a sua senda vitoriosa apoiada por um público que, espera-se, possa bater o record da época que pertence ao jogo com o Porto (37.999), com forte presença dos núcleos e famílias pois jogos às 16h00 de Domingo são hoje em dia um luxo!

Convocados:
O black-out continua, logo lista de convocados só por aproximação.
Slimani e Heldon continuam de fora.
Maurício saiu e será rendido na convocatória por Sarr face à péssima forma física de Ewerton, mantendo-se a dupla Tobias-Paulo Oliveira como titular.
A dúvida prende-se com a disponibilidade física de André Martins e mesmo se este será a primeira opção de Marco Silva em detrimento de Mané ou Tanaka.
Com Carrilo totalmente recuperado, diria que o onze que jogou com o Rio Ave voltará a ser repetido hoje.

O árbitro:
Rui Costa - AF Lisboa
A época tem corrido bem a Rui Costa, sem arbitragens polémicas ou erros significativos que o tornem vedeta desnecessária, mas...
Quem não se lembra do Benfica-Arouca (2-2) da época passada?
E do Benfica-Nacional de há duas épocas em que os lampiões puderam fazer tudo em capo e fora dele, beneficiando da cegueira momentânea deste amigo? - http://www.zerozero.pt/noticia.php?id=30362
São amigos destes que empurram os lampiões para o título.

Interessante:

Notícia de dia 23/01:
António Silva Campos, presidente dos vila-condenses, chegou a acordo com um clube estrangeiro para a transferência do avançado egípcio e já informou Bruno de Carvalho do desfecho das negociações.
«Apareceu-nos uma proposta melhor e tenho de zelar pelos interesses do Rio Ave. Já falei com o presidente do Sporting e, neste momento, o caso Hassan terminou», adiantou o dirigente, em declarações à TSF.

Notícia de hoje:
O avançado egípcio Hassan não está a corrente sobre uma proposta do Basileia e estará bastante interessado em rumar até Alvalade.

SL
José

sábado, janeiro 24, 2015

Sai Maurício e entra Ewerton

Ainda não tinha entendido bem esta troca de Maurício por Ewerton, até porque estamos a ver sair um jogador que pode a qualquer momento ser chamado para jogar a titular, por um outro que sabemos estar completamente fora de forma e que nas próximas semanas não entra nas contas para Marco Silva.
É verdade que Maurício também não é um jogador indiscutível nesta equipa e sobretudo esta época, tendo acumulado erros decisivos (Maribor e Schalke os maiores exemplos), mas havia aqui qualquer coisa que escapava na big picture.

Ora lendo hoje a entrevista de Maurício ao rascord, percebe-se que Maurício já tinha decidido o seu futuro há muito. Aqui vão alguns excertos:
- "Além disso tive propostas para sair no início da época, mas as pessoas do clube não deixaram, contudo também não reconheceram o meu trabalho. Prometeram-me uma situação e não cumpriram, e isso mexeu comigo.".
-"Faltou um pouco mais de reconhecimento a quem sempre deu tudo pelo clube, nunca faltei a um treino, nunca cheguei atrasado, nunca criei problemas com um colega e sempre dei tudo, até coisas que nem convém falar...Enfim acho que podiam ter-me reconhecido mais, aliás como aconteceu com outros jogadores".

Acho que se havia alguém a ficar reconhecido e agradecer tudo o que lhe foi dado e tudo o que alcançou, como por exemplo este seu novo contrato com a Lazio, essa pessoa deverá ser Maurício.
O Sporting foi buscá-lo à 2ª divisão brasileira, numa curva descendente, a pique, da sua carreira, trazendo-o para a Europa e projectando-o numa montra como a Champions (curiosamente a montra onde mais erros cometeu).

Dito isto, boa sorte a Maurício e bem-vindo Ewerton!

Mas que Ewerton?
25 anos, 1,88m e 81 kg.
Jogador com experiência no campeonato português, tendo passado pelo Braga na época de 2012/13, antes de no final dessa época embarcar na aventura russa em representação do FK Anzhi, atraído certamente pelos rublos, mas também pelos nomes que compunham o plantel, treinado pelo bem conhecido Guus Hiddink.

No Braga de 2011/12, Ewerton disputou 31 jogos, num total de 2.700 minutos, marcando 2 golos.
Dizia-se que na altura era pretendido pelo Porto mas a opção foi Rússia.

O Anzhi, fundado apenas em 1991, teve uma ascensão meteórica no futebol russo por força do dinheiro do milionário Suleyman Kerimov (mais um empresário de sucesso ao estilo de Abrahmovic), sobretudo a partir de 2011, tendo chegado a ter no seu plantel o jogador mais bem pago do mundo, Eto’o.

Na época 2011/12, após investimento superior a 100M€, o Anzhi alcançou apenas um 5º lugar final no campeonato com acesso à Liga Europa.

Em 2012/13, já com Roberto Carlos como director desportivo e com novo investimento perto dos 100M€, dos quais 5,4M€ em Ewertono Anzhi voltou a falhar o desejado título, ficando-se pelo 3º lugar, sem lograr sequer o apuramento para a Champions.
Em 2012/13, entre Liga Russa, Taça e Liga Europa, Ewerton foi utilizado em 13 jogos, num total de 977 minutos.

Consequência da falta de títulos, organização e tudo o mais que se possa pensar num clube que é um brinquedo de um milionário, começou o desinvestimento por parte de Kerimov. Reza a história que o milionário russo terá tomado a decisão após uma derrota da sua equipa em que se terá sentido indisposto, tendo colocado à venda todas as estrelas da equipa e optando por passar a investir muito menos dinheiro e mais orientado para os jogadores russos.
Hiddink abandonou o clube para ir orientar a laranja mecânica, tal como todos os nomes referidos acima foram saindo, até ficar uma equipa demasiado fraca para competir no principal campeonato russo.
De candidato ao título o Anzhi acabou por descer de divisão no último lugar.

Nessa época de 2013/14, Ewerton começou como titular da defesa russa, mas gradualmente foi perdendo lugar no onze, sendo relegado para o banco onde passou a ser presença assídua e não utilizada.
Em 2013/14, entre Liga Russa e Liga Europa, Ewerton foi utilizado em 19 jogos, num total de 1.228 minutos, apontando 2 golos.

Na presente época de 2014/15 e ao fim de 21 jornadas, o Anzhi lidera o campeonato da II Divisão, mas Ewerton tem sido ainda menos utilizado, tendo o seu último jogo oficial sido efectuado a 20 de Setembro passado, em jogo da 11ª jornada, onde actuou durante 66 minutos.
Uma lesão contraída no tronozelo colocou-o fora de campo por 4 meses.
Esta época Ewerton foi utilizado em 5 jogos, num total de 241 minutos.

Voltou recentemente a ser utilizado num amigável realizado na Turquia contra os polacos do Lechia Gdansk, entrando ao intervalo ,revelando uma péssima condição física e abandonando o jogo 14 minutos depois
http://www.maisfutebol.iol.pt/liga-sporting-ewerton-anzhi-lechia-gdansk-kevin-friesenbichler/54c139850cf2bc5211c35d0b.html

Ewerton, pelo seu passado em Braga até se poderá vir a revelar-se um bom reforço mas para já é uma carta fora do baralho, e demorará ainda algum tempo para se vir a tornar uma verdadeira opção para Marco Silva.
Face aos números que apresenta após saída de Braga diria que é uma contratação que não me empolga, mas desejo-lhe as maiores felicidades pois o seu sucesso será sempre o sucesso do Sporting.
Espero que mais uma vez seja um achado como já o foram outras contratações da actual Direcção.


Por último, deixo-vos a crónica de um tal de Nuno Farinha, director adjunto do rascord.
Elogiar as vendas fictícias do Orelhas por valores que apenas podem ser obtidos no triângulo das Bermudas composto por Valência-Mónaco-Benfica, juntando-lhe como exemplo a venda de Ronaldo há 11 anos atrás é algo que só mesmo numa mente lampiã é possível conceber.

Numa coisa tem razão, já nessa altura o Sporting foi a parte que menos recebeu nessa venda, tal como agora acontece com o Benfica...

O Manha parece ter deixado bastantes discípulos e bem ensinados.

 
SL
José

sexta-feira, janeiro 23, 2015

Descanse em paz, Miguel Galvão Teles

Uma notícia triste para a comunidade leonina, esta a do falecimento do antigo presidente da Mesa da AG do Sporting.

Foi uma pessoa que serviu o Sporting com uma reconhecida capacidade e competência.


Até sempre!

Lion King

quinta-feira, janeiro 22, 2015

Ewerton reforça centro da defesa leonina

Ewerton chega a Alvalade por empréstimo dos russos do Anzhi até ao final da época tendo aí o Sporting opção de compra.

Creio que se trata de um alargar das opções para defesa-central esta contratação deste brasileiro, que me parece ser um jogador com qualidade e ainda numa idade com muito para dar.


Ewerton, bem-vindo!



Lion King

quarta-feira, janeiro 21, 2015

Este menino vale Gauld!

Ryan Gauld fez hoje uma primeira parte de muito bom nível em Belém, mostrando bons pormenores técnicos e grande qualidade no seu jogo. É um jogador que se continuar a evoluír da forma positiva que se tem visto irá ser um caso sério!

Trata-se de um jogador que vale o seu talento a peso de... Gauld!


Lion King

Sai Maurício, entra Costa?

A notícia era há muito falada na imprensa italiana. Está confirmada.  A Lazio vai receber o nosso jogador Maurício por empréstimo, comprometendo-se ainda a comprar o central no final da temporada por 2 milhões e 600 mil euros.
Porta aberta em Alvalade para Ricardo Costa?

Nuno M Almeida

terça-feira, janeiro 20, 2015

Escolher bem o treinador, algo raro no Sporting

É quase consensual entre os sportinguistas a ideia que a escolha dos treinadores por parte da actual Direcção tem-se revelado aposta ganha, quer com Leonardo Jardim, quer com Marco Silva.

Não muito longe vão os tempos em que se escolhia gente sem qualquer crédito, verdadeiros tiros no escuro para treinar o clube, ao qual se acabava por associar um futebol medíocre e resultados que todos bem nos lembramos mas que fazemos por tentar esquecer.
Essas escolhas traduziram-se em chicotadas psicológicas consecutivas como é exemplo (péssimo!) a época de 2012/13 onde tivemos 4 treinadores.

Fazendo uma análise aos treinadores do Sporting no século XXI, verifica-se que é Leonardo Jardim o treinador que melhor percentagem de vitórias obtém (66%), seguido de Fernando Santos (65%), com Inácio e Marco Silva a partilharem a terceira melhor marca (62%).
De referir que as últimas 8 vitórias consecutivas do Sporting parecem indiciar que Marco Silva poderá em breve tornar-se o líder desta tabela.

Do lado dos menos derrotados, Leonardo Jardim é também líder (11%), seguido de Marco Silva (14%), com Paulo Bento a fechar o pódio (16%).

Saliente-se que Jardim não esteve envolvido em jogos das competições europeias, sobretudo da Champions. Sabendo-se que é normal acumular algumas derrotas nessas competições, reside também aqui parte da razão da liderança do treinador madeirense.

O que parece comum a todos os treinadores com melhores médias é mesmo o factor estabilidade e aí, olhando novamente para o percurso dos nomes acima indicados, verificamos que todos fizeram pelo menos uma época completa à frente do clube, ou para lá caminham como é o caso actual de marco Silva.



SL
José

segunda-feira, janeiro 19, 2015

Actualizando as notícias sobre o Pavilhão

Foi emitido há pouco um comunicado relativamente ao futuro Pavilhão João Rocha.

Serão 3.000 os lugares sentados e a obra deverá estar terminada em Outubro de 2016, sendo a sua inauguração em Dezembro desse mesmo ano.

A Missão Pavilhão irá continuar com o objectivo de executar obras de restauração no Multiusos.


Pavilhão João Rocha

No seguimento da apresentação do projecto do Pavilhão João Rocha, realizada na Assembleia Geral Extraordinária de dia 17 de Janeiro de 2015, o Sporting Clube de Portugal considera importante esclarecer alguns aspectos:

- A Obra – após concurso efectuado, a obra será adjudicada à empresa Somague, num regime de concepção e construção, sendo que a área para a edificação foi definida em acordo estabelecido entre anteriores Direcções do Sporting Clube de Portugal e a Câmara Municipal de Lisboa, estando a mesma inserida no Plano de Pormenor Alvalade XXI;

- O Edifício - a arena do Pavilhão João Rocha terá 4 bancadas e lotação máxima de 3000 lugares sentados. No edifício, também está definida uma área de 1000 m2 para implementação da nova Loja Verde e para a extensão do Museu Mundo Sporting;

- Extensão Museu Mundo Sporting – este espaço, dedicado à história do Sporting Clube de Portugal, com especial incidência nos principais títulos internacionais e nas figuras de relevo mundial, será dotado de tecnologias interactivas que permitirão aos visitantes conhecerem a história do Clube através de realidade virtual;

- Modalidades – o Pavilhão João Rocha permitirá a competição das seguintes modalidades: Andebol, Basquetebol, Futsal, Hóquei em Patins e Voleibol. Também está prevista a possibilidade de realização de outros eventos de natureza desportiva, recreativa e cultural;

- Estacionamento – este projecto terá zona para o estacionamento de veículos de suporte aos eventos, não sendo construídos lugares destinados ao parqueamento público;

- Campos de Futebol – está planeada a construção de três campos de futebol de 5/7, nas imediações do Pavilhão. Estes campos têm como grande objectivo, servirem a formação do Sporting, tornando-se assim complementares aos campos existentes no Polo EUL. Este tema em específico, já foi discutido e acordado com o Presidente da Câmara Municipal de Lisboa, estando neste momento sujeito à aprovação formal pelos Órgãos competentes;

- Cronograma previsto – as seguintes datas estão dependentes de vistorias e licenças emitidas por entidades externas, nomeadamente a Câmara Municipal de Lisboa, entre outras:

Entre Janeiro e Maio de 2015 - Fase de projectos e licenças de obra
Junho de 2015 - Início da obra
Outubro de 2016 - Conclusão da obra
Novembro de 2016 - Vistorias e obtenção de licenças de utilização
Dezembro de 2016 - Inauguração do Pavilhão João Rocha

- Missão Pavilhão – com a construção do novo Pavilhão João Rocha, as modalidades ficarão com duas infraestruturas que se complementam, ou seja, o Multidesportivo no Estádio José Alvalade, onde residirão cerca de 30, e o Pavilhão João Rocha destinado às restantes modalidades já referidas.

Para este desígnio e porque o Multidesportivo carece de obras de restauração, a Missão Pavilhão continuará activa, mantendo-se a meta de alcançar 10 milhões de euros, com os seguintes destinos:

9.621.557€ - Pavilhão João Rocha
378.443€ – Obras de restauração do Multidesportivo

Com a Missão Pavilhão, o Sporting Clube de Portugal ficará novamente dotado de infra-estruturas dignas para as suas modalidades, voltando assim a ser possível, no mesmo local, viver e experienciar, dias repletos de Sportinguismo, junto ao Estádio José Alvalade.
 
SL
José

Tanaka on fire e William a subir

Eu fui um dos que não acreditei que Tanaka pudesse ser a solução para o ataque, mas a verdade é que ele me tem vindo a contradizer jogo após jogo e é já um dos jogadores que mais emoções desperta em Alvalade.
Selou a vitória esta noite, 6 minutos após ter entrado em campo e só por isso é merecido o destaque pois se há um avançado do outro lado da 2ª circular que marca 1 golo em cada 94 minutos, deste lado da 2ª circular, Tanaka marca 1 golo em cada 88 minutos!

Mas o destaque desta noite vai para a exibição de William, sim o velho William que está de volta, enchendo o campo todo com o seu futebol rendilhado, saindo do meio da confusão com uma limpeza de processos que só ele consegue e empurrando a equipa para a frente como um verdadeiro patrão.
A seu lado coloco esta noite Jefferson, cada vez mais um lateral quase extremo em certas jogadas e que continua brilhante do ponto de vista dos cruzamentos, rendendo hoje mais uma assistência para golo.

Em noite de estreia de Tobias e Gauld, lançados às feras face a tantas ausências de peso na nossa equipa, foi muito bom ver a sua resposta e a excelente segunda parte que a equipa fez.

Do outro lado esteve um adversário digno que tudo tentou para contrariar a vitória leonina, e quando assim é, as vitórias são sempre mais saborosas.
Pena é que o gordo que treina os vilacondenses tenha apenas mau perder contar o Sporting...

Resumo do jogo:
http://videos.sapo.pt/S2qjYmVZgQF9S1e8MzW4

SL
José

domingo, janeiro 18, 2015

J17 - Sporting vs. Rio Ave

Jornada 17
Sporting CP - Rio Ave FC
Domingo, 18/01/2015, 20h15, Estádio José Alvalade

O jogo:
O lema para hoje é mesmo: "não há uma sétima vitória sem uma oitava", pois todos queremos que esta excelente série de vitórias se perpetue por muito mais tempo.

O adversário é o sempre incómodo Rio Ave, que sempre que joga contra o Sporting encara o jogo como se estivesse a jogar uma final, mas que quando joga as finais parece esquecer-se de marcar presença (Taça de Portugal, Taça da Liga, Supertaça).

O mesmo Rio Ave que sempre que joga com o Sporting e perde, tem no seu balofo treinador a primeira pessoa a reclamar das arbitragens e de forma enérgica, mas que quando é roubado na Luz e no Dragão (especialmente neste), se esquece de reclamar das mesmas arbitragens.

Depois da Xistrada do ano passado (1-1) e da vitória dos vilacondenses há 2 anos (1-0), é hora de voltarmos a vencer este Rio Ave em Alvalade.

A equipa leonina estará certamente alertada para as dificuldades e não se terá esquecido da fórmula necessária para arrecadar os 3 pontos, pressionar e lutar por cada bola como se fosse a última do jogo.

Convocados:
De ambos os lados há baixas de peso.
No Sporting Slimani e Heldon estão na CAN, Adrien e Maurício cumprem castigo.
Tobias Figueiredo e André Martins devem assim surgir nos lugares dos dois castigados, ficando a dúvida sobre quem jogará na frente. Tanaka-Montero, Tanka-Mané ou Montero-Mané?

O Rio Ave tem baixas sobretudo na defesa. Não jogam Marcelo, Tiago Pinto, André Vilas Boas e Roderick. Prince está convocado mas só se saberá se joga na hora de início da partida

O árbitro:
Nuno Almeida - AF Lisboa
Apitou o jogo do Sporting em Vizela com erros graves.
Não deixou saudades n trabalho que efectuou no Sporting-Arouca
Aos 39 anos regressou à lista de árbitros de primeira categoria, depois de lá ter passado fugazmente entre 2003 e 2005.
Falta saber se é só falta de um padrinho, ou mesmo falta de qualidade.


Risada do dia:
Na véspera do jogo com o Braga, coloquei aqui nesta área o comentário do Lopatego: «Temos sido claramente prejudicados».

Depois do jogo com o Rio Ave e do jogo de ontem, começamos a ter uma competição intensa entre trampiões pelo título de clube mais beneficiado pela arbitragem.
Por enquanto os lampiões levam vantagem mas cada vez mais ligeira e no final desta tarde vamos ver se repõem a vantagem de pontos oferecidos pela APAF.

Mas vamos lá ver as imagens do jogo de ontem com a maravilhosa arbitragem do trio liderado pelo Soares Dias filho, cada vez mais parecido com o Soares Dias pai:
http://www.vidfutebol.pt/?p=118

Depois de ver os lances dos golos já podemos ter a certeza que o Lopatego já não se irá queixar nos próximos tempos das arbitragens (até à próxima derrota?) e o espanhol até pode estar descansado pois há um tal de José Leirós (outro bom árbitro como todos se recordam), que tem a mesma opinião que ele...

(cliquem nas imagens para ver melhor)


Mais curiosa ainda a opinião do jornal oficial lampião (ou trampião?), sobre os lances de ontem em Penafiel...





SL
José

Pavilhão João Rocha - Da promessa à realidade

Dia grande hoje o do Sporting, onde sobressaem as vitórias do hóquei na Suiça frente ao Basileia em jogo para a Taça CERS (4-3) e um importante passo rumo aos 1/4 de final da competição.
No andebol, vitória sobre o Madeira SAD e passagem aos 1/8 de final.
No futsal entramos em campo amanhã frente ao Pinheirense em ronda dos 1/16 de final da Taça de Portugal.
No basquetebol feminino, vitória da nossas meninas em Ovar por 60-58 frente ao líder da classificação.

As nossas modalidades parecem querer agradecer da melhor forma, com vitórias, a grande notícia do dia e que é a de o Pavilhão João Rocha passar do papel à prática.

Essa é sem dúvida a grande novidade da AG realizada hoje em Alvalade e na qual a Direcção surpreendeu os sócios com a apresentação da maquete do futuro Pavilhão João Rocha.

A infraestrutura prevê a existência de 4 bancadas, com capacidade para 4.000 lugares sentados, estando prevista a inclusão do Museu e Loja Verde com 1.000 m2 e ainda um auditório.


O inicio das obras, a cargo da Somague, está previsto para Junho próximo e deverá concluir-se em Dezembro de 2016, pelo preço total de 9,6M€.

No terreno exterior ao pavilhão, o Sporting vai ainda propor à CM Lisboa que aí se possam construir, em princípio, 2 campos relvados onde se possam instalar as escolas de futebol do Sporting de Sub-14 que actualmente desenvolvem a sua actividade no Estádio Universitário (a parte do terreno em causa é propriedade da CML).

Mais de 13 anos depois do desaparecimento da simples mas saudosa Nave de Alvalade, o Sporting voltará a ter o seu espaço dedicado às modalidades, algo que há muito todos ansiávamos mas que ninguém até hoje tivera capacidade para tornar realidade.

Um motivo de enorme orgulho para todos.

SL
José

quinta-feira, janeiro 15, 2015

E se chegarmos às 1/2 finais da Taça da Liga?

A assistência que esteve hoje em Alvalade demonstra bem o interesse que esta competição desperta entre os sportinguistas, apenas 9.035 espectadores.

Estará sempre associada à vergonhosa arbitragem de Lucílio Baptista, ou à decisão vergonhosa a favor dos tripeiros na época passada.

Será assim uma competição menor onde o motivo de interesse será sempre o de ver em acção as nossas segundas linhas e dar mais alguns minutos de experiência a quem ainda não a tem em doses suficientes para alinhar na I Liga ao mais alto nível.

O jogo de hoje, tal como o de Guimarães, não podiam assim ser grandes jogos, mas tiveram ambos o essencial, a vitória do Sporting e a confirmação que para os lances de bola parada temos um japonês em alta.

A vitória de hoje, aliada ao empate no Restelo, coloca o Sporting na liderança do grupo, podendo já na próxima jornada selar o apuramento para as 1/2 finais em caso de vitória no Restelo e ao mesmo tempo o Setúbal não vença o seu jogo.
Se assim não acontecer, tudo se decidirá na recepção ao Vitória dentro de 15 dias.
Sem dúvida um desempenho muito interessante deste misto de jogadores menos utilizados e equipa B.

A questão que se coloca é, e em caso de apuramento para as 1/2 finais, com jogo quase certo na Luz, quem jogará esse jogo?
A equipa principal ou esta equipa que jogou hoje?

Olhando para o calendário e sabendo que esse jogo da 1/2 final calhará entre dois jogos muito importantes para o campeonato (recepção ao Benfica e deslocação ao Restelo) e sabendo também que uma semana depois se inicia um exigente ciclo de jogos que levará o Sporting a jogar quase ininterruptamente 2 jogos por semana, só posso esperar que a equipa que jogou hoje, seja também a que jogará a 1/2 final desta competição menor.


SL
José

segunda-feira, janeiro 12, 2015

Parabéns Ronaldo, o filho pródigo de Alvalade!

Cristiano Ronaldo conseguiu um feito fantástico para o futebol português ao vencer a 3ª Bola de Ouro da sua carreira. Creio ser um orgulho para o Sporting Clube de Portugal um feito desta natureza pois Cristiano Ronaldo é um grande campeão e também um grande leão!

Parabéns Ronaldo, "és um dos nossos"!


Lion King

domingo, janeiro 11, 2015

Obra de arte japonesa!

É de ficar de olhos em bico.
Que assim continue Tanaka a facturar e a ausência de Slimani será menos notada.

Grande jogo do Sporting, sobretudo no primeiro quarto de hora da segunda parte, no qual podíamos e devíamos ter resolvido o jogo.

William a encher o campo como já não víamos há muito é sem dúvida um bom prenúncio para os próximos tempos.

Nas próximas duas jornadas jogamos em casa com Rio Ave e Académica.
Benfica desloca-se ao Marítimo e Paços Ferreira.
Porto desloca-se a Penafiel e Marítimo.
Vencer os nossos jogos e aguardar que os outros cedam pontos para continuar a recuperação.

SL
José

J16 - Braga vs. Sporting

Jornada 16
SC Braga - Sporting CP
Domingo, 11/01/2015, 19h15, Estádio Municipal de Braga

O jogo:
 Depois das vitórias "sem espinhas" frente a Estoril e Famalicão, o Sporting joga hoje importante desafio que, em caso de vitória, o colocará em 3º lugar isolado.
São 3 pontos muito importantes eu permitirão perceber se este Sporting é ainda candidato a algo mais que um 3º lugar, permitindo manter a perseguição aos portistas na tabela classificativa.

O adversário é um clube que insistentemente ouvimos dizer que é do nível do Sporting (Bruno Pratas é um dos papagaios que repete esta conversa até à exaustão).
OS 3 pontos de hoje têm assim o significado importante de nos catapultarem para uma segunda metade de época ao nível dos nossos pergaminhos e consequentemente deixar este Braga bem lá para trás.

Mesmo com a tabela classificativa a separar-nos por apenas 2 pontos, o Braga actual tem exibições e resultados que oscilam entre o muito bom (vitórias sobre o Benfica ou as recentes goleadas ao Belenenses e Penafiel) e o péssimo (derrotas na Madeira com Marítimo e União, esta última para a Taça da Liga).
Uma equipa que é capaz de se empolgar e arrancar exibições de luxo, em contrapartida com exibições nervosas e derrotas quando as coisa correm menos bem.

Nani e Carrillo serão peças essenciais na obtenção dos 3 pontos e será da inspiração destes, aliada à segurança defensiva leonina que necessariamente nascerá o triunfo.
Em Montero, promovido ao lugar de avançado titular, estará igualmente outra das chaves para encontrar o caminho dos golos, num estádio onde já foi feliz a época passada.

Assim haja garra e querer como se tem vindo a ver nos últimos jogos e a vitória estará ao nosso alcance.

Convocados:
Saída de Slimani da convocatória e regresso de Tanaka será a alteração mais visível.
Tobias Figueiredo por Sarr deverá ser outra alteração.
Nenhum será titular, mas no caso do japonês poderá ser alternativa ao longo da partida.
Tobias Figueiredo parece caminhar para a titularidade a par de Paulo Oliveira. Não deverá ser já hoje, mas obrigará Maurício a jogar bem melhor e a ter menos oscilações nas suas exibições se não quer perder a titularidade para o jovem sportinguista.

O árbitro:
 Hugo Miguel - AF Lisboa
O mesmo palhaço que esteve em Guimarães, está também hoje em Braga.
Novamente o Minho como palco, novamente um incompetente e seus assistentes a apitar.
Mais palavras para quê?

Risada do dia:
«Temos sido claramente prejudicados» – Lopetegui
A sério?

 SL
José

sábado, janeiro 10, 2015

O top dos mais utilizados por Marco Silva


Após 26 jogos disputados a nível oficial pelo Sporting, são estes os 15 jogadores mais utilizados por Marco Silva.

Sem surpresa, a lista é liderada por Rui Patrício, Adrien e William, três homens da casa, pilares do 11 habitualmente escolhido por Marco Silva.

Rui Patrício é o único totalista do Sporting no campeonato, tendo disputados os 90 minutos de todas as 15 jornadas.
A cedência de titularidade a Boeck ocorreu apenas em 3 jogos a contar para a Taça de Portugal (Espinho, Vizela e Famalicão) e no jogo da Taça da Liga em Guimarães.
O Rui surge já no top 20 dos jogadores de sempre com mais jogos disputados com a camisola verde e branca, com o belo número de 304 jogos.
O rei da lista, há já largos anos é Hilário, que somou 471 jogos, mas cada vez mais parece que esta marca poderá vir a ser quebrada pelo nosso guardião.

Tal como Patrício, também Adrien e William participaram já em 22 jogos esta época, diferindo apenas 16 minutos no total jogado.

Adrien já "facturou" por 5 vezes esta época, tendo bisado duas vezes (Schalke e Estoril), mantendo-se com o pé quente sempre que é chamado a marcar os penalties.
Adrien é o segundo jogador do actual plantel com mais jogos disputados com a nossa camisola, somando 139 jogos e 18 golos.

Curiosamente, Capel, que não surge entre os mais utilizados esta época, é o terceiro jogador do plantel com mais jogos disputados pelo clube, num total de 135 jogos e 16 golos.

William continua à procura do seu primeiro golo esta época, que possa juntar aos 4 golos marcados com a camisola leonina na época passada. 55 são os jogos disputados na sua carreira ao serviço dos leões e todos esperamos que possa fazer mais, muito mais jogos com o leão rampante ao peito.

Maurício, reforço da época passada aparece com significativos 1.706 minutos jogados e titularidade em 20 jogos, sendo o mais utilizado dos centrais.
Para quem se diz poder estar de saída, tem uma utilização elevada o que leva a crer que as notícias não passem disso mesmo, notícias.

Nani, o reforço mais sonante da presente época, é o quinto mais utilizado e poderia estar bem mais acima não fosse a lesão sofrida no Bessa.
Os 7 golos apontados pelo médio de 28 anos fizeram a sua conta pessoal elevar-se para 19 ao serviço do Sporting.
Nani é o quinto jogador do actual plantel que mais vezes envergou a camisola do Sporting em jogos oficiais (94 jogos).

Segue-se na lista, Carrillo, cada vez mais um jogador imprescindível para Marco Silva, com números que finalmente impressionam os adeptos. É o jogador que mais vezes foi chamado a actuar esta época, participando em 24 jogos, tendo marcado em 6 ocasiões com uma média de 62 minutos de utilização. Nas anteriores 3 épocas, o peruano jogou 109 jogos, tendo apontado 7 golos e jogado uma média bem menor de minutos por época.
Carrillo é o quarto jogador do plantel com mais jogos disputados pelo Sporting (133 jogos).

O senhor que se segue é Paulo Oliveira que, depois de um início pouco convincente, agarrou o lugar  de titular no eixo da defesa e é já titular indiscutível.
18 jogos e 3 golos revelam um central goleador como há muito não víamos em Alvalade.
Um excelente reforço pelo preço de 1,8M€.

O lateral direito Cédric soma 1.475 minutos e parece ter ganho a corrida com Esgaio e, mais recentemente, com Miguel Lopes.
Aguarda-se ainda pela sua estreia nos golos e esperam-se também por boas notícias sobre a sua renovação.

O argelino Slimani é o nosso principal matador, tendo apontado até ao momento 9 golos em 20 jogos.
A sua ausência na CAN fará com que durante muito tempo estes se mantenham os números do habitual titular no ataque leonino.
Slimani tem um total de 19 golos apontados ao serviço do Sporting em 50 jogos.

O último do topo 10 é o regressado João Mário com 21 jogos e 1.427 minutos disputados que representam uma média de 69 minutos em campo.
4 golos são também um excelente registo que ajuda a cimentar cada vez mais a importância de João Mário no actual Sporting.

Sarr e Jonathan, reforços desta época, apresentam também eles uma utilização muito significativa para quem apenas agora chegou.
À procura ainda de se imporem nas sua posições, têm no entanto sido opções de valor, mesmo que caso do francês continue a não convencer muitos sportinguistas.
O potencial de ambos é elevado e tem merecido o apreço dos adeptos.
O valor de investimento é algo que não parece nada avultado face ao contributo já dado por ambos (1M€ por Sarr e 2,61M€ por Jonathan).

Montero apresenta o curioso registo de 11 jogos a titular e 11 jogos como suplente utilizado
Nas próximas semanas esperamos todos ver o melhor Montero regressar (e como vamos precisar dele!), fazendo ainda melhor do que até aqui, numa época em que já leva 8 golos apontados.
desde que chegou a Alvalade, Montero já fez balançar as redes adversárias por 23 vezes, 15 das quais a época passada.

A lista completa-se com Jefferson e Mané.
O lateral esquerdo, este ano bastante afectado com lesões, tem-se revelado um reforço de peso sempre que joga, tendo nos seus cruzamento teleguiados para a área adversária o seu principal contributo.
Esperemos que se mantenha com índices físicos elevados para a importante fase da época que se avizinha.

O jovem Mané leva já esta época 5 golos apontados em 18 em jogos, o que representa já uma franca melhoria face aos 19 jogos e 4 golos da época passada
Mesmo que a coisas não lhe corram bem em alguns momentos, a verdade é que muitos sportinguistas, nos quais me incluo, depositam imensa confiança no futuro deste menino.


Resumindo, entre os 15 mais utilizados estão 5 reforços contratados esta época e 4 da época passada, num total de 9 reforços.
Significa isso que 60% dos jogadores mais utilizados fora contratados pela actual Direcção.

Se por um lado revela que muitas das contratações efectuadas têm valor, por outro lado também confirmam que Marco Silva vai utilizando a mão-de-obra que lhe disponibilizaram para esta época.

É neste equilíbrio que o Sporting tem vindo a crescer e que poderá indiciar uma excelente segunda metade da época, assim nos consigamos unir e apoiar estes jogadores, treinador e Direcção.

SL
José

domingo, janeiro 04, 2015

Avançados do Sporting

Slimani fez ontem o último jogo pelo Sporting por um longo período de tempo.

 A Argélia está na CAN e é uma das grandes favoritas à vitória, pelo que se espera que chegue longe na competição máxima do continente africano.
Se a Argélia desiludir e ficar-se pela 1ª fase, a ausência do nosso melhor marcador será nos jogos frente a Braga (F), Rio Ave (C) e Académica (C). Se a Argélia avançar para os 1/4 de final falhará o jogo com o Arouca (F). Atingindo a final falhará também o jogo com o Benfica (C).

Muito possivelmente, serão 4 ou 5 jornadas em que o nosso principal artilheiro estará ausente e a alternativa principal residirá apenas em Montero.
E digo principalmente porque Tanaka não é a meu ver uma solução credível e as alternativas de ataque que existem na equipa B poderão ser até melhores opções que o avançado nipónico.

Apesar de Montero ser um excelente jogador, continuo a ver em Slimani o jogador com melhor curriculum para jogar a titular no nosso campeonato. A forma como desgasta as defesas contrárias, pressionando-as e recuperando bolas, mas também a sua capacidade de decidir jogos, seja pelo ar ou seja junto à relva, são já um excelente cartão de visita que inquieta qualquer defesa contrário.

Isto leva-me ao tema dos reforços e de tanto se falar na contratação de um central experiente.
Se um reforço é necessário para essa zona, considero muito mais urgente que conseguíssemos garantir o concurso de um avançado experiente, cuja adaptação fosse imediata (ou que pelo menos pudéssemos ir integrando nos jogos da Taça da Liga com vista ao campeonato).

Viver só com Montero nos próximos tempos é algo que me preocupa bem mais que a aquisição de um central como se poderá ver pelos números que apresentam os 5 avançados utilizados até agora em jogos oficiais da equipa principal:

Minutos
Titular
Suplente utilizado
Golos
 Slimani           1.474  
17
3
9
 Montero           1.063  
10
11
7
 Tanaka
            154  
1
5
1
 Sacko
              26  
-
1
-
 Dramé
                3  
-
1
1


Por falar em Slimani, aqui ficam algumas curiosas palavras tiradas da última entrevista que concedeu ao Le Buteur:

Islam Slimani sabe como foi difícil assumir-se como o ponta de lança titular no Sporting. Quando chegou, na época passada, Montero estava em grande forma e o espaço para brilhar era pouco. O argelino esperou, e, hoje em dia, está satisfeito com o trabalho desenvolvido.
«Fico orgulhoso com os elogios dos adeptos do Sporting, pessoas que nem conheço. É uma grande vitória para mim. É uma honra para mim e para toda a Argélia. Eu diria que na Argélia não falam de mim assim, e esse é o problema. Lá continuo a ser criticado. Alguns dizem que só marcou de cabeça, ou que não sou bom com os pés, entre outras críticas que não compreendo», disse o jogador.
«Quantos são os jogadores nascidos na Argélia marcaram na Liga dos Campeões? Apenas dois: Madjer e Slimani. Que preciso fazer para agradar às pessoas?», questionou o avançado leonino, que ainda assim garante não ficar abalado: «Os meus pontos fortes são a competitividade, a vontade e a ambição. As críticas fazem-me trabalhar mais e o meu nível melhora, pois tenho confiança nas minhas capacidades. Se fosse um jogador qualquer ninguém me criticava. As críticas mostram que existo. Isso faz com que jogue com mais vontade.»
Slimani lembrou que os primeiros tempos em Alvalade «não foram fáceis», mas que provou o seu valor. «Cheguei a Lisboa três dias antes do início da época, e no primeiro o jogo o avançado titular (Montero) marcou três golos», recordou o argelino, que revelou ainda ter dito a Shikabala, a dada altura, que seria titular na segunda volta da época de estreia. Assim foi, e nunca mais perdeu o lugar.

in Mais Futebol

SL
José

Fim da novela

Porque as imagens valem mais que mil palavras








sábado, janeiro 03, 2015

J15 - Sporting vs. Estoril

Jornada 13
Sporting CP - GD Estoril Praia
Sábado, 03/01/2015, 18h00, Estádio José de Alvalade

O jogo:
Quero acreditar que este jogo, na altura em que ocorre (primeiro jogo do novo ano em altura de férias escolares), será uma festa dos sportinguistas em todas as bancadas, com um apoio mais perto da casa dos 40.000 sportinguistas.

Espera-se, da parte de todos, a necessária ajuda com os cânticos, as palmas e um apoio incondicional durante os 90 minutos da partida, fazendo com que o problema que neste momento decorre da incompatibilidade entre Direcção e Treinador, seja colocado em segundo plano e se pense apenas na conquista dos 3 pontos.

Havendo este apoio, com certeza que a nossa equipa sentirá outra força para enfrentar esta difícil partida e somar mais 3 importantes pontos como aqueles que obteve na Madeira.

Mais uma vez refiro que gostaria de ver Marco Silva continuar como treinador do Sporting e que ambas as partes resolvessem este problema, seja ele qual for, pois quem ganharia seria sempre o Sporting Clube de Portugal.

Espero que seja também esse o desejo daqueles que hoje se vão sentar nas bancadas de Alvalade e a festa aconteça no final por parte daqueles que verdadeiramente a merecem, mais que ninguém, desde que se iniciou toda esta novela, os sócios e adeptos do Sporting.

Que haja respeito de quem veste a nossa camisola, de quem nos treina e de quem nos dirige.

O adversário:
A história diz-nos que o Sporting se tem dado bem com este adversário...com excepção para as últimas duas épocas onde o Estoril, bem orientado por Marco Silva, conseguiu empatar e vencer em Alvalade.
Antes disso, em 20 jogos em Alvalade, apenas 1 empate tinha sido obtido pelo Estoril.
Diga-se que este Estoril, desde que regressou e bem, à I Liga, não foi vencido pelo Sporting (2E e 2D).

Orientado agora por José Couceiro, o último e principal adversário de Bruno de Carvalho nas eleições de 2013, o Estoril tem vindo a subir de forma depois de um início de campeonato bem abaixo das expectativas, sendo que a presença na Liga Europa, mais uma, não ajudou mesmo nada a estabilizar.

Saídos das competições europeias, mais uma vez de cabeça bem levantada e dando exemplo a outros clubes portugueses de estatuto e condições bem mais elevadas, eis que temos o regresso do melhor Estoril à competição nacional onde não perde há 6 jogos (3V e 3E), tendo nesta série vencido a equipa sensação de Guimarães e empatado com o Porto quando teve os 3 pontos perfeitamente ao seu alcance.

É assim o melhor Estoril desta época que se apresenta em Alvalade, orientado por alguém que conhece bem os cantos à casa.

Convocados:
Não se sabe quem são os convocados por força do blackout, mas contamos certamente com os regressos de Nani e Jefferson à lista de eleitos e, pelo menos o primeiro deverá ser titular por troca com João Mário.

Slimani deverá jogar o seu último jogo por uma longa temporada que poderá ser mais curta ou longa conforme a performance da Argélia na CAN, equipa que se sabe ser uma das principais favoritas à conquista do troféu.
A ausência de Slimani poderá assim prolongar-se até à recepção ao Benfica.
Ao contrário do que é dito, mais que um central, a Direcção devia preocupar-se em contratar um avançado para colmatar esta ausência pois a principal alternativa (Tanaka), não convence minimamente. Sacko e Dramé, também não me parecem ser opções imediatas. Cissé não parece entrar nas contas.

O árbitro:
Artur Soares Dias, 35 anos - AF Porto
Depois de nos ter apitado em Coimbra e em casa com o Setúbal, é o terceiro jogo em que este internacional apita o Sporting esta época.
Desta vez é por força da indisponibilidade de Vasco Santos.
Apesar de lhe reconhecer melhores atributos que ao seu pai, sabe-se também que é capaz do melhor e do pior como o demonstrou recentemente no Benfica-Braga para a Taça de Portugal.
Que não seja o centro das atenções neste jogo, é o meu principal desejo.

Risada do dia:

«Mukhtar? Os grandes reforços são os que estão cá» - Jorge Jesus

Como seriam as capas dos jornais se fosse Marco Silva a proferir estas palavras?
É a 19ª contratação do Benfica na presente época.
São quase 50 milhões de euros gastos em jogadores, dos quais apenas 3 vão jogando como titulares (Talisca, Júlio César e Jonas), com a curiosidade de 2 deles terem vindo a custo zero.
Alguns deles não chegaram sequer a jogar 1 minuto em jogos oficiais (Djavan, Dawidowicz, Luís Filipe, Victor Andrade, Candeias, Friesenbichler e Menga), num total ~ de 10M€.

A aposta na formação e no jogador português preconizada pelo Orelhas e com o imenso eco do Record e Bola continua a ser uma realidade virtual como se pode ver...

SL
José