"Tu vais vencer, Podes crer, Porque a nossa força é brutal. Mais de um século de histórias para contar. Sporting, tu nunca vais acabar" - osangueleonino.blogspot.com -

Sangue LEONINO

segunda-feira, março 30, 2015

"Não gosto de falar de renovação"

Fernando Santos manteve-se fiel em relação ao que disse no dia da sua apresentação como seleccionador nacional.

Prova disso, o número de jogadores trintões que hoje defrontaram a Sérvia, 10 entre 14 utilizados.
Apenas William (22), Coentrão e Patrício (27), Nani e Moutinho (28), ainda não entraram nesse rol, sendo que o primeiro foi suplente, pelo que em campo tivemos um onze com uma média de 30,5 anos.

Se a questão da renovação se adia até ao próximo espalhanço nacional, o que custa mesmo é ver gente como Eliseu, Bosingwa ou Danny continuarem a arrastar-se dentro de campo...

Ser do Sporting continua a não ser grande ajuda para se chegar a titular na selecção.
Que o digam William, João Mário, Cédric, Paulo Oliveira, Adrien, etc.

SL
José

sexta-feira, março 27, 2015

Um novo Record e um novo Bruno de Carvalho


Comecemos por aqui, pela análise de António Magalhães ao trabalho de Bruno de Carvalho em dois anos à frente do Sporting.
Entre elogios à postura e aos resultados, nota-se claramente nestes últimos tempos uma reaproximação entre Sporting e Record.
Não é situação que me deixe particularmente entusiasmado, mas é algo que que se sente ser necessário, a melhoria da imagem do clube junto da Comunicação Social, uma CS que esteja menos disposta a malhar em tudo o que diga respeito ao Sporting. Nesta perspectiva, entendo perfeitamente esta nova relação com o jornal que em tempos se disse ser o mais conotado com o nosso clube.

Sobre a entrevista de 8 páginas podem vê-la na íntegra aqui: https://drive.google.com/folderview?id=0BwXwKN_WxOuAZW1qbzBWVFR6cjQ


Mas este dia teve continuação com mais festa em Alvalade, com o treino aberto aos sócios, com a inauguração das ruas Vítor Damas e José Travassos e, sobretudo, com o lançamento da primeira pedra do futuro pavilhão João Rocha.

Grandes momentos que merecem grandes fotografias.

SL
José

terça-feira, março 24, 2015

2013-2015 - 2 anos de mandato

Ontem, dia 23 de Março, completaram-se 2 anos sobre a eleição da Direcção presidida por Bruno de Carvalho.

Dois anos em que muito foi feito, mas que nos demonstraram também que muito há ainda por fazer.

Pegando nas palavras que BdC escreveu por ocasião deste aniversário, "agora é manter as mangas arregaçadas e continuar, sem medo, a trabalhar para fazer sempre mais e melhor".

E é por aqui que lanço o desafio aos que visitam o Sangue Leonino, que todos os sportinguistas se pronunciem sobre:

Quais as prioridades para os próximos 2 anos no Sporting?

E a pergunta coloca-se a todos os níveis e não só no futebol.

Apoie-se ou não, este é o presidente e esta é a Direcção que nos poderá colocar novamente na rota das conquistas e da glória há muito desaparecidas de Alvalade.

SL
José

sábado, março 21, 2015

Hóquei na final-four da Taça CERS e amanhã é para os 50 mil!

O hóquei do Sporting está de regresso à disputa das Taças europeias, sendo este desiderato um facto que se saúda tendo em conta o enorme historial que o Sporting tem nesta modalidade que já deu muitas glórias ao clube.

Quanto ao futebol, no que concerne à equipa principal, temos amanhã uma oportunidade de reduzirmos a desvantagem para a liderança e caso ganhemos ficaremos a 9 pontos. No último post que escrevi, referi que tinha gostado de ouvir o Ewerton afirmar que a equipa acreditava no título, pois ainda faltam muitas jornadas para o final do campeonato e é perfeitamente possível que o Sporting chegue ao fim do mesmo em primeiro, pois temos todas as condições para chegarmos aos 80 pontos. Se amanhã acreditarmos, se no resto dos jogos essa mesma crença se transformar em vitórias, estou em crer que os lampiões fizeram um bom trabalho ao reservarem uma rotunda em Vila do Conde para a festa do título. Tendo em conta que na última ronda do Campeonato se jogara um Rio Ave - Sporting, espero que eles tenham acertado e que o Sporting comece aí a festejar o título. Seria uma bofetada de luva branca em muita gentinha...

Lion King

Uma claque serve mesmo para quê?


Para apoiar!

Para muitos dos que integram a Juve Leo, parece que isso é secundário neste momento...

Depois da detenção do líder da Juve Leo (Mustafá), num caso que envolve também o ex-vice-presidente do Sporting Paulo Pereira Cristóvão, eis que a claque mais famosa do Sporting se torna novamente famosa pelas piores razões.

Violência, tiros, 1 ferido, 2 detidos e armas apreendidas junto ao Estádio de Alvalade, na disputa pela posse do espaço destinado à JL e numa luta pela sucessão do líder.

É este o tipo de comportamento que se espera de uma claque do Sporting que integra uns quantos milhares de sportinguistas, muitos deles jovens?
A luta pelo poder dentro da maior claque sportinguista soa a luta de gangs criminosos, algo que nada rima com futebol ou com o Sporting e que exige imediata intervenção da Direcção do Sporting em conjunto com as autoridades antes que tome proporções piores do que aquelas que vamos tendo conhecimento, pondo em risco aqueles que se dirigem a Alvalade apenas com o objectivo de ver futebol e apoiar o seu clube.

Se noutros clubes não têm tomates para o fazer, o Sporting e a sua Direcção devem dar mais uma vez o exemplo e correr com esta gente que envenena o desporto.

SL
José

terça-feira, março 17, 2015

Adrien, um caso sério de eficácia

Adrien completou no passado Domingo 26 anos, dia em que apontando um golo de penalty fez com que o Sporting conquistasse os 3 pontos em disputa frente ao Marítimo.

E não haja dúvidas que esta é uma especialidade de Adrien, o pontapé da marca dos 9,15 metros.

Desde que em 08/10/2011 apontou o seu primeiro penalty, Adrien repetiu o gesto por mais 14 vezes, tendo falhado apenas uma única vez, frente ao Estoril no final da época passada.
Um aproveitamento de 93%.

Não muito longe vão os tempos em que o Sporting tinha um trauma com este tipo de lances, com um aproveitamento destes lances abaixo dos 50%.

Relembre-se por exemplo a época de 2007/08 onde todos desesperávamos cada vez que havia um lance deste tipo:

Sporting-Académica (4-1) - João Moutinho, golo
Sporting-Belenenses (1-0) - João Moutinho, falhou
Sporting-V. Setúbal (2-2) - João Moutinho, golo
Sporting-Naval (4-1) - João Moutinho, falhou
Sporting-U. Leiria (1-1) - Polga, falhou
Sporting-Ferreira (2-1) - Romagnoli, golo
Sporting-E. Amadora (2-0) - Polga, falhou
Sporting-Nacional (4-1) - Romagnoli, falhou
A juntar a tudo isto ainda perderíamos a final da Taça da Liga dessa época...nos penalties, tal como perderíamos a Taça Lucílio Baptista da época seguinte.

Adrien representa neste momento competência e confiança, algo essencial no futebol e que merece sem dúvida o elogio.

SL
José

domingo, março 15, 2015

3 pontos muito importantes

Um jogo com Sol e calor, numa fase da época em que ambas as equipas parecem cada vez mais afastadas dos seus objectivos, seria sempre um convite a um longo bocejo...e assim foi em boa parte do jogo.
Empenho existiu de ambos os lados mas emotividade e golos foram quase zero.

Para o Sporting são 3 pontos essenciais para nos afastarmos decididamente do Braga (7 de avanço) e manter a esperança de nos aproximarmos do 2º lugar, algo que parece cada vez mais distante (8 pontos, que na prática são 9 pois temos de ficar à frente dos tripeiros).

A deslocação antevia-se difícil face à ausência de William, a que se juntava Tobias (embora menos significativa porque temos para já uma excelente entrada de Ewerton na equipa que resulta numa boa dor de cabeça para Marco Silva), mas a sorte do jogo, tão arredada do nosso clube, acabou por nos sorrir.
O Sporting parece querer recompor-se da fase mais difícil da época mas sente as naturais dificuldades de quem levou vários socos que o derrubaram mais que uma vez.
O bom futebol vai aparecendo a espaços, mas nota-se que a equipa continua falha de ideias em boa parte dos 90 minutos.
 
Destaque na Madeira para Patrício, que na mais difícil das intervenções na partida, logo aos 4 minutos, soube manter o placar em branco com uma intervenção que é de facto uma obra de arte.

O nosso golo nasceu de uma grande penalidade, que não levanta qualquer dúvida e que mais uma vez Adrien, o aniversariante do dia, converteu de forma imaculada.
O Marítimo tentou também "sacar" um penalty ridículo, mas a falta de jeito de um tal de Xavier não deu para mais que um amarelo bem mostrado por simulação.
Rui Costa, o árbitro, ainda esteve perto de borrar a pintura quando no primeiro minuto dos descontos, deixou passar em claro uma carga sobre Rui Patrício que soltou a bola, mas que felizmente foi parar aos pés de Jefferson.

O resumo podem vê-lo aqui: http://desporto.sapo.pt/futebol/primeira_liga/videos/25-a-j-14-15-maritimo-sporting/

No próximo Domingo será mais um jogo difícil contra o Guimarães, que começa a ver perigar o seu lugar europeu na classificação.
Uma boa oportunidade para nos desforrarmos da derrota sofrida na primeira volta e, à falta de melhor, cimentarmos o nosso lugar na pré-eliminatória da Champions.

Deste Domingo sobressai a vitória do Sporting B sobre o Académico de Viseu por 2-1 (mais 1 golo de Rubio).
Excelente a 2ª volta da equipa liderada por João de Deus, que depois da arrumação da casa está a apresentar excelentes resultados, tendo o Sporting obtido em 11 jogos desta 2ª volta, um excelente conjunto de 7V 3E 1D (20gm-16gs).

Tal série permitiu a subida do 14º lugar ocupado no final da 1ª volta até ao actual 4º lugar em conjunto com Covilhã e Benfica B, recuperando 8 pontos a cada uma das Bs dos nossos rivais.

Vamos ver até onde consegue ir este grupo, agora a apenas 6 pontos do 1º lugar.

Por último, depois da vergonha que foi ver o Penafiel a defender em Alvalade durante 80 minutos contra 10 do Sporting, hoje foi a vez do Arouca fazer o mesmo no Dragão...
Um campeonato com 18 clubes para quê mesmo?

SL
José

sábado, março 14, 2015

Até quando vai continuar o all in nas contas dos nossos rivais?

Há notícias que continuam a passar ao lado dos jornais desportivos mas que vamos sempre sabendo por outras vias, como por exemplo a reportagem que o Jornal de Negócios fez sobre o Novo Banco no dia 3 de Março e a sua relação com os 3 grandes do futebol português.


PORTO

Por esta reportagem ficamos a saber que o all in a Norte continua, com a entrega das seguintes garantias em troca de um empréstimo de 6.3M€  junto do Novo Banco:
- Receitas da Champions (passagem aos 1/8 de final);
- Verbas a receber do Manchester City (vendas de Mangala e Fernando), da PT (publicidade), direitos televisivos e passes de jogadores (Danilo e Jackson).
- Receitas de bilheteira até à época de 2017/18
- Penhor de créditos fiscais
- Verba do contrato com a Unicer

O brutal risco assumido pelos portistas no início da época continua a ser exponenciado pela sua Direcção com a contração de sucessivos empréstimos.

Os resultados desportivos continuam a não ser visíveis, pois as possibilidades de ganharem o campeonato são diminutas, enquanto na Taça de Portugal já há muito foram afastados.
Sobra como consolo o percurso na Champions, onde os sorteios foram até agora favoráveis, fazendo entrar dinheiro nas contas portistas.
No entanto, os 1/4 de final serão certamente a última ronda onde participarão.
A partir daí restará...a Taça da Liga como objectivo.

No final da época terão de se libertar da maioria dos seus bons jogadores, seja porque não têm capacidade financeira para ficar com eles, seja porque muitos deles querem mesmo sair e já o afirmaram por mais que uma vez.

Falta saber se as contas portistas aguentam nova loucura como a que se assistiu esta época, ou se, será em 2015/16 que retiram as fichas todas e adoptam uma gestão mais próxima da linha seguida pelo Sporting.
Se não o fizerem, estará cada vez mais perto o fim do reinado de Pinto da Costa, o maior corrupto que o futebol português conheceu até hoje.


BENFICA

A maior fatia de crédito que o Novo Banco concedeu nos primeiros 6 meses da época desportiva foi, claro, ao clube da Luz.
Entre Junho e Dezembro, uma nova linha de empréstimos garantiu 50M€ aos benfiquistas, cobrindo o reembolso das obrigações da SAD, vencido no final de 2014.
Ao mesmo tempo foi celebrada uma nova operação de factoring na ordem dos 12.8M€, o que elevou para 62.8M€ o financiamento concedido pelo NB aos benfiquistas.

Este financiamento permitiu ao Benfica investir 28.9M€ na obrigatória compra da totalidade do Benfica Stars Fund, gerido pelo NB, onde muitos dos jogadores que constam desses fundo já nem virão a gerar mais-valias: Airton (40%), Djuricic (20%), Gaitán (15%); Maxi Pereira (30%), Nélson Oliveira (25%); Rúben Amorim (50%); Sulejmani (25%).

A constatação evidente que se faz é que para quem se queixa tanto dos bancos, como o Benfica o faz, até que no caso do Novo Banco têm sido muito bons amigos e vão garantindo a sua vida acima das possibilidades para quem tem um passivo de 429M€.

E também não deixa o NB de ser um grande aliado de Vieira pois teve de herdar a magnífica operação de reestruturação da dívida de 600M€ que o presidente benfiquista tinha para com o BES, evitou que este entrasse na lista de maiores devedores do chamado do Banco mau.

Falta saber como vai ser no final da época, desinvestimento ou uma jogada à Porto com as fichas todas em cima da mesa?
O problema é que jogadores com potencial de venda vão começando a escassear na Luz (muitos dos melhores já estão acima dos 30 anos).
Sabendo-se também que a aposta na formação é um rotundo zero, não será difícil de perceber que, também o Benfica está cada vez mais próximo de seguir uma gestão à Sporting.

Junte-se a tudo isto o facto de os Doyens estarem cada vez mais longe de continuar a ser as bengalas dos dois clubes gémeos e perceberemos que algo vai ter de mudar radicalmente na vida destes dois sob pena do desastre financeiro ser eminente, tal como foi eminente em Alvalade.

SL
José

sexta-feira, março 13, 2015

Notícas preocupantes?

O Record já tinha desvendado boa parte dos temas do encontro com a Direcção leonina, tendo faltado algum foco relativamente a um tema preocupante, as repercussões da investigação da UEFA sobre o fair-play financeiro.

Recorde-se que o Comité de Controlo Financeiro dos Clubes da UEFA (CFCB) abrira em Setembro de 2014 uma investigação formal ao Sporting por este ter apresentado resultados negativos em 2012 e 2013.

O Económico complementou agora com mais alguma informação, sobressaindo a possibilidade de o clube vir a ser castigado pela UEFA no âmbito da investigação sobre o cumprimento das regras de fair-play financeiro, as quais foram violadas pela Direcção anterior.

A decisão deverá ser divulgada já no próximo dia 27.


"Custos com plantel reduzidos de 30 para 20,8 milhões entre 2011/12 e 2013/14. Castigo da UEFA quase certo no final do mês.

Sem incluir transacções com passes de jogadores, o Grupo Sporting facturou 54,8 milhões de euros em 2014. Este número compara com os 48,7 milhões de euros em Junho do ano anterior e com os 58,6 milhões de 2012. Dados da SAD sportinguista, relativos à "execução da reestruturação nos campos operacional e financeiro", indicam que, entre 2011/12 e 2013/14, os custos com o plantel desceram de 30 para 20,8 milhões (menos 32%) e os restantes gastos com pessoal baixaram de 19 para 7,2 milhões, ou seja, uma descida de 60%.

Em relação ao saldo entre aquisições e alienações com passes de jogadores, também foi operada mudança, pois os gastos com aquisições baixaram de 31,2 para 8,3 milhões. Assim, o prejuízo de 29,8 milhões em 2010 compara com o resultado positivo de 16,7 milhões no primeiro semestre deste ano. Pelo meio há três temporadas positivas: 2010/11 com 2,5 milhões, 2012/13 e 2013/14, ambas com 7,1 milhões de lucro neste aspecto e prejuízos de 24,1 milhões em 2011/12.

Entre Dezembro de 2012 e o mês homólogo de 2014, os proveitos operacionais subiram de 17,7 para 32,9 milhões, enquanto os custos operacionais desceram de 33,5 para 23,9 milhões. "Desde o segundo semestre de de 2012/13", as receitas operacionais têm crescido, chegando à verba de 33 milhões nas contas do primeiro semestre de 2014/15 "com a participação na Champions League".

Apesar da inversão da tendência negativa nos resultados, algo que permitiu chegar aos 11,6 milhões de euros em capitais próprios positivos nas contas do primeiro semestre da corrente época, fonte sportinguista reconhece que, tendo em conta os anteriores desequilíbrios acumulados, a UEFA deverá comunicar um castigo no próximo dia 27, o qual pode ter aspectos atenuados "face à recuperação que permitiu uma das melhores reviravoltas financeiras".

A mesma fonte admite que "não será necessário continuar a descida de salários, embora seja preciso manter a tendência de rigor". No que diz respeito a questões como renovações de contratos com jogadores - Cédric, André Martins e Carrillo são apenas alguns dos casos que ilustram a política -, devem obedecer a critérios de "estratégia, importância e valor justo". Além disso, o empréstimo obrigacionista de 30 milhões "será apresentado em breve".


SL
José

segunda-feira, março 09, 2015

Apoiem o Sporting!

Vitória justa a que alcançamos hoje sobre o Penafiel, sendo que a única nota que registei de menos positivo foi a parca assistência no nosso Estádio. Creio que um clube que movimenta milhões de sportinguistas não se pode contentar com assistências menores, temos que ter o Estádio cheio até ao final da época! Existem ainda duas competições que podemos vencer, a equipa acredita pois tal como frisou o Ewerton no final da partida de hoje, temos tudo a ganhar.

O mágico Sporting Clube de Portugal merece o nosso apoio!!!


Lion King

sábado, março 07, 2015

Orgulho num Sporting português mas...é preciso mais

É um facto que maioria dos sportinguistas sente um enorme orgulho em ver a equipa do Sporting apresentar na sua equipa titular um conjunto de jogadores portugueses, maioritariamente da formação.

Somos de longe, entre os três grandes, o clube que mais aposta na formação e que mais minutos dá ao jogador português, não sendo por isso surpresa que a selecção portuguesa seja normalmente composta por 50% de jogadores com ligações ao Sporting e sobretudo à formação dos leões.

Bastará olhar para as tabelas ao lado para se perceber a aposta que uns fazem (Sporting), e que outros não fazem (Porto), ou ainda que outros supostamente dizem fazer ou que andam sempre nas capas dos jornais a dizer que o fazem (Benfica).

O número de minutos dos jogadores portugueses do Sporting esmaga completamente a dos adversários, com uma média 585 minutos por jogo, contra 158 de Benfica e 99 do Porto.

Representa isto que há em média 5 a 6 jogadores portugueses na equipa titular do Sporting.
No Benfica há em média 1 a 2.
No Porto há 1.

Se isto nos enche de orgulho, há também o revés de percebermos que os jogadores estrangeiros que contratámos esta época, serem na sua maioria menos valias para a equipa, sendo este factor de forte desequilíbrio face aos nossos adversários.

Se olharmos para equipa do Porto que ontem jogou em Braga, ou a equipa que nos venceu no Dragão por 3-0, não encontramos um único português titular, ou seja, o Porto não aposta nos seus portugueses para os jogos mais importantes e decisivos.
Ao contrário do Porto, o Sporting não tem estrangeiros de qualidade aos quais recorrer para decidirem e vencerem as suas partidas.

E aqui reside parte do nosso insucesso esta época, as aquisições, sobretudo, de Sarr, Jonathan, Rabia, Rosell, Gauld, Slavchev e Tanaka foram tiros falhados na sua maioria, sendo noutros casos apenas jogadores com um rendimento razoável mas sem capacidade para serem decisivos e fulcrais na época dos leões, por limitações evidentes, ou por serem demasiado jovens.
Nos nomes acima indicados gastámos perto de 11.4M€, o que contraria o sucesso da época passada, onde fomos capazes de descobrir Slimani, Jefferson, Montero e Maurício, titulares e mais valias para a época realizada, por um custo de apenas 3.5M€.
Estes 11.4M€ aplicados num bom avançado e num bom defesa central poderiam ter dado à nossa equipa outra capacidade que não tivemos em fases decisivas da época.

É neste ponto, na ida ao mercado, que reside o principal factor de sucesso da próxima época, precisamos de contratar cirurgicamente e com qualidade.

Temos todos a perfeita noção que não temos os meios dos outros para fazer contratações na casa dos 10M€ ou mais, mas precisamos de dar à nossa equipa técnica soluções de qualidade, não ficando dependentes apenas dos bons valores portugueses que temos no plantel, os quais infelizmente continuam a ter diversas lacunas na finalização e pouca propensão para determinadas posições no campo (avançado e médio centro ofensivo por exemplo).

SL
José

quinta-feira, março 05, 2015

Valeu o resultado e o golão do Mané

Uma exibição de altos e baixos a desta noite.

Uma primeira parte em que as equipas alternaram o domínio e onde as oportunidades poderiam ter colocado uma ou outra equipa na frente.

Os erros defensivos (outra vez com destaque negativo para a asa esquerda), e as perdas de bola em zona proibida foram inúmeras, tal como já acontecera no Dragão, algo inaceitável ao nível a que jogamos.

Na segunda parte e tal como na primeira entrámos novamente com a mesma falta de intensidade e para piorar as coisas, Patrício resolveu dar mais uma oferta (até o nosso guarda-redes parece estar em baixo de forma).

Respondeu bem Tobias com o empate, para logo a seguir se deixar antecipar por Lucas João no coração da área, numa luta contra 2 nacionalistas (????).

Para piorar as coisas, segundo amarelo para Miguel Lopes e respectiva expulsão, num lance em que não acerta no adversário mas em que fez por isso.
E logo o Xistra aproveitou...

E curiosamente, é com 10 e com Adrien, Cédric e Slimani em campo, que o Sporting partiu para o seu melhor período na partida, que culminou com o golão de Mané, mais uma vez a salvar o Sporting da derrota.

A equipa não está bem, física e animicamente. Marco Silva também não está melhor.
Mas a verdade é que precisamos de continuar a apoiar a equipa pois há ainda muitos objectivos a cumprir esta época, entre os quais se encontra a conquista desta Taça de Portugal, essencial!

Dia 8 de Abril joga-se a segunda mão em Alvalade e será mais uma oportunidade para enchermos Alvalade e carregarmos os jogadores até ao Jamor.

SL
José

terça-feira, março 03, 2015

Inenarrável

O Sporting homenageou ontem o ex-árbitro Pedro Proença, por sinal um dos protagonistas que prejudicaram o Sporting ao longo da sua carreira, num futebol português que está actualmente ferido de morte pelo facto de ser um futebol viciado.

Numa altura em que o futebol português precisa de pessoas oriundas de fora do sistema em que o futebol está tristemente metido, parece-me claramente um mau sinal esta homenagem. Será que Bruno de Carvalho já se esqueceu, por exemplo, daquele jogo no Dragão onde erradamente se assinalou um atraso de bola de Polga a Stojkovic? Será que Bruno de Carvalho já se esqueceu que o árbitro desse jogo foi precisamente... Pedro Proença?

Lion King

segunda-feira, março 02, 2015

Estamos muito longe do final da época!

É com este pensamento que todos, jogadores, técnicos, Direcção e adeptos, devem abordar os 13 ou 14 jogos que nos faltam até Maio próximo.

A frustração é grande após a eliminação frente ao Wolfsburg e a derrota no Dragão, mas não há dúvidas que até final da época ainda temos muito a ganhar.

Comecemos pela Taça de Portugal que corresponde também ao único título ao nosso alcance nesta época e que poderá corresponder ao quebrar de um jejum de títulos que dura desde Agosto de 2008 (a caminho de 7 anos).
É nesta competição que reside a nossa esperança em conseguir uma alegria e será nesta que se investirão todas as fichas, começando já esta quinta-feira com a 1ª mão das 1/2 finais na Choupana.

Mas será só nesta competição que ainda temos ambições?

Mesmo depois da derrota de ontem e do atraso de 8 pontos que levamos para o 2º lugar (na prática 9 pois temos de ficar à frente dos portistas), convém verificar o calendário do nosso rival e constatar que ainda têm saídas muito complicadas a Braga, Nacional, Rio Ave, Benfica, Setúbal e Belenenses.

É muito provável que o Porto deixe ficar muitos pontos pelo caminho nestas jornadas, sobretudo se começar a ficar cada vez mais distante do título.

As deslocações a Braga e Luz encerram dificuldade máxima para os portistas e podem muito bem levar à perda de pontos significativos.

O Sporting terá deslocações ao Marítimo, Paços Ferreira, Setúbal, Moreirense, Estoril e Rio Ave.

Face ao calendário de ambas as equipas, o Sporting tem de continuar a acreditar que o 2º lugar é possível de alcançar.

SL
José

domingo, março 01, 2015

J23 - Porto-Sporting

Jornada 23
FC Porto-Sporting CP
Domingo, 01/03/2015, 19h15, Estádio do Dragão

O jogo:
Não há muito a dizer sobre este jogo a não ser que a vitória é essencial se queremos continuar a sonhar com o 2º lugar (esqueçam lá o 1º lugar, pois há muito está reservado para o Colo-Colo).
E quando temos o Braga apenas a 1 ponto, mais importante se torna vencer no Dragão.
Sabemos também que na próxima jornada teremos um Braga-Porto e um Sporting-Penafiel, que nos poderão deixar ainda mais perto desse objectivo.

Do lado contrário, também o adversário sabe que apenas a vitória os pode ainda fazer sonhar com a possibilidade de lutar pelo título, mas até já eles se aperceberam que têm poucas ou nenhumas hipótese, como comprova  discurso do seu treinador sobre as arbitragens.

O 2º lugar no campeonato garante o ingresso directo na Champions, enquanto o 3º lugar obriga à disputa de uma pré-eliminatória.
E este ano, aparentemente vamos ter muitos tubarões como cabeça-de-série nessa pré-eliminatória. Se os campeonatos na Europa terminassem neste momento, teríamos diversas equipas com melhor posição no ranking e que nos atirariam para o pote das equipas que não são cabeças-de-série, como por exemplo, Manchester United, Valência, Ajax, Nápoles, Leverkusen, Shakhtar, etc.
Ou seja, a nossa presença na pré-eliminatória da CL, obrigar-nos-á certamente a ter de jogar com um destes adversários.
Mais um motivo para perseguirmos o 2º lugar com todas as nossas forças.
Vamos a eles. Força Sporitng!

Convocados:
Regressa Slimani às convocatórias para o campeonato mas ainda sem rodagem como se viu na passada quinta-feira.
Jonathan manterá a titularidade a defesa esquerdo mas também ele terminou o jogo com o Wolfsburg em franco défice físico.
Tirando um jogador imbecil de nome Jefferson, temos toda a gente pronta a ir à luta.

O árbitro:
Artur Soares Dias - AF Porto

Mais um jogo na invicta e mais um jogo com um apitador da AF Porto...
E por falar em apitadores desta AF Porto, constata-se que em 23 jornadas temos pela 9ª vez um árbitro desta AF a apitar o Sporting, com Soares Dias a apitar pela 4ª vez o Sporting neste campeonato...

Artur Soares Dias (AF Porto) - 4 jogos
Rui Costa (AF Porto), Jorge Sousa (AF Porto), Jorge Ferreira (AF Braga), Nuno almeida (AF Algarve) e Hugo Miguel (AF Lisboa) - 2 jogos
Pedro Proença (AF Lisboa), Cosme Machado (AF Braga), Carlos Xistra (AF C. Branco), Olegário Benquerença (AF Leiria), Manuel Oliveira (AF Porto), Bruno Esteves (AF Setúbal), Duarte Gomes (AF Lisboa), Paulo Baptista (AF Portalegre) e Jorge Tavares (AF Aveiro) - 1 jogo

Frase do dia na ETAR:
 
«Vão dizer mais uma vez que o Benfica jogou com mais um. O Benfica vencia por 5-0 e talvez o Estoril ainda pudesse empatar... Vamos ver o se os nossos adversários se vão agarrar à expulsão»
Jorge Jesus

Começou a operação limpeza do título por parte do limpinho, limpinho.
O que está para trás é passado e não interessa como foi ganho, aliás, com esta personagem sinistra, nunca interessa, basta ver o seu comportamento em Moreira de Cónegos e sua bazófia semana após semana.
O que interessará no final é que o título é ganho, seja de que maneira for, para alegria este anormal e dos adeptos do clube da nádega.
Uma semana sem ajudas e fica logo tudo limpinho.
Merda de futebol português...

SL
José