"Tu vais vencer, Podes crer, Porque a nossa força é brutal. Mais de um século de histórias para contar. Sporting, tu nunca vais acabar" - osangueleonino.blogspot.com -

Sangue LEONINO

segunda-feira, agosto 31, 2015

Emoção à conta da arbitragem

E mais uma vez o homem do jogo é...o árbitro.
O de hoje chama-se Bruno Esteves e é já um velho conhecido do Sporting.

Com o resultado em 2-0 à meia hora de jogo, dificilmente alguém apostaria no regresso da Académica à disputa pelos pontos esta noite.

Dificilmente?
Esperem lá que há sempre um árbitro amigo pronto a querer animar os serões leoninos e vai daí, toma lá um penalty assinalado contra o Sporting (falta inexistente) e 1-2.
Poucos minutos depois, jogada em tudo idêntica na área da Académica e "no pasa nada"...

Isto desanima e revolta os sportinguistas, mas prende-os ao televisor para ver até que ponto vai a vergonha dos "profissionais" da arbitragem, levando-nos igualmente a questionar se há alguma ponta de verdade desportiva nesta merda de campeonato, a mesma questão que já nos tínhamos colocado a meio da semana em relação à Champions depois do duplo roubo contra o CSKA.

Depois de vermos voar 15M€ a meio da semana, parece que há alguém com muita vontade de nos arredar desses mesmo 15M€ da próxima época.
Entenderá certamente esse alguém que fazem mais falta a outros amigalhaços.

Tentando limpar-se do prejuízo causado, na segunda parte Bruno Esteves lá inventou penalty a favor do Sporting (falhado por Adrien) e não teve coragem de não assinalar o que dá o 3-1, tão óbvio foi o puxão a Slimani.

Num jogo de sentido único, mais uma vez a velha máxima cumpriu-se, o Sporting tem de ser muito superior ao seu adversário para poder ganhar os jogos.
Ao contrário do jogo da semana passada com o Paços, o Sporting foi nitidamente superior, e nem um Bruno Esteves em "grande forma" nos conseguiu tirar pontos.
O problema é que nem todos os adversários são tão fracos como esta Académica e, se a roubalheira continuar, dificilmente não perderemos pontos nos próximos jogos.

É que já nem uma vantagem de 2 golos nos permite descansar contra os "azares" da arbitragem. Começa a cheirar demasiado mal este campeonato...e ainda só vamos na 3º jornada.

SL
José

sexta-feira, agosto 28, 2015

Sorteio pouco sortudo

Na minha opinião, um sorteio ao contrário do que seria preferível, com viagens longas, logo com desgaste para os nossos jogadores e com impacto previsível na preparação dos jogos mais importantes, os do campeonato.
Ao mesmo tempo um sorteio que nos coloca pela frente equipas difíceis mas pouco atractivas.

Se o nosso objectivo é mesmo ser campeão, vamos ter que saber dosear a importância atribuída a esta Liga Europa, elegendo o campeonato como prioridade máxima para o Sporting, sobretudo em véspera de jogos decisivos.
As datas da Liga Europa permitem já identificar alguns confrontos com datas a merecer essa reflexão.
Na véspera de jogar na Luz, possivelmente a um Domingo, jogaremos quinta-feira antes para a Liga Europa.
Se o jogo for em Moscovo, vale a pena apostar nesta competição sabendo que teremos apenas 48 horas para recuperar os jogadores para tão importante confronto?
O mesmo se passa na jornada seguinte com jogo para a LE em véspera de ir a Arouca.

22/10 - 3ª jornada Liga Europa
25/10 - Benfica (F)

01/11 - Estoril (C)
05/11 - 4ª jornada Liga Europa
08/11 - Arouca (F)

Ser campeão significa uma entrada directa na Champions da próxima época, como cabeça-de-série (tal como o Benfica o foi este ano), logo o argumento de juntar pontos na Liga Europa, cai por terra.

Por outro lado, as receitas da Liga Europa e as possíveis receitas de bilheteira são para esquecer pois os prémios por vitória são baixos e os adversários que nos calharam em sorte não são particularmente atractivos para o público se deslocar a Alvalade.

Ao nível da dificuldade, apesar de considerar o Sporting a equipa mais forte do grupo, espero não ver ninguém dizer que será fácil pois estamos perante adversários complicados como o são Besiktas e Lokomotiv.

O Besiktas é equipa tradicionalmente complicada para os portugueses, tendo no seu plantel mais valias como Quaresma, Mario Gomez e Rhodolfo (central brasileiro que supostamente foi hipótese para o Sporting).
Geçlerbirligi alguém se lembra?

O Lokomotiv é actual 3º classificado na Liga Russa, com 4 vitórias e 2 empates.
Ficou em 7º lugar na época passada mas venceu a Taça da Rússia através da marcação de grandes penalidades
Esta época perdeu a supertaça russa para o Zenit da mesma forma depois do 1-1 nos 90'.
Conta com nomes menos sonantes no plantel, sendo os mais conhecidos Manuel Fernandes, Corluka e Maicon.
Depois deste texto todo, bastaria dizer que são russos e de Moscovo para garantirem todo o nosso respeito...

O Skenderbeu é a equipa mais fraca do grupo mas terá o mesmo papel que o Maribor teve na época passada no nosso grupo da Champions, tramar as contas a alguém.

SL
José

P.S. - De leitura obrigatória:

http://oartistadodia.blogspot.pt/2015/08/algumas-consideracoes-sobre-o.html?showComment=1440778531858#c7771264364399997430

O que seria um bom sorteio?

Aqui fica a composição dos potes para o sorteio da fase de grupos da Liga Europa:


POTE 1
Schalke 04 (Alemanha), 111.883
Borussia Dortmund (Alemanha), 99.883
Basileia (Suíça), 84.875
Nápoles (Itália), 84.102
Tottenham (Inglaterra), 84.078
Ajax (Holanda), 66.195
Villarreal (Espanha), 58.999
Rubin Kazan (Rússia), 57.099
Athletic Bilbao (Espanha), 56.999
SPORTING (PORTUGAL), 56.276
Marselha (França), 55.483
Dnipro (Ucrânia), 52.033

POTE 2
Sp. Braga (Portugal), 51.776
Fiorentina (Itália), 49.102
Lazio (Itália), 49.102
Anderlecht (Bélgica), 47.440
Liverpool (Inglaterra), 47.078
AZ Alkmaar (Holanda), 46.695
Viktoria Plzen (Rep. Checa), 41.825
Club Brugge (Bélgica), 41.440
PAOK (Grécia), 40.880
Celtic (Escócia), 39.080
Besiktas (Turquia), 36.520
APOEL (Chipre), 35.460

POTE 3
Mónaco (França), 31.483
Sparta Praga (Rep. Checa), 30.825
Fenerbahçe (Turquia), 30.020
Legia Varsóvia (Polónia), 24.800
Bordéus (França), 24.483
Lokomotiv Moscovo (Rússia), 23.099
Lech Poznan (Polónia), 17.300
Saint-Étienne (França), 16.983
Slovan Liberec (Rep. Checa), 16.325
Augsburgo (Alemanha), 15.883
Rapid Viena (Áustria), 15.635

FK Krasnodar (Rússia), 15.099

POTE 4
Partizan (Sérvia), 14.775
Asteras Tripolis (Grécia), 13.380
Belenenses (Portugal), 12.276
Rosenborg (Noruega), 11.875
Molde (Noruega), 10.375
Dínamo Minsk (Bielorrússia), 9.650
Groningen (Holanda), 8.695
Sion (Suíça), 8.375
Midtjylland (Dinamarca), 7.960
Skënderbeu (Albânia), 5.575
Qabala (Azerbaijão), 2,750
Kairat Almaty (Cazaquistão), 2.575


Lion King

quarta-feira, agosto 26, 2015

Simplesmente vergonhoso

Vergonhosa a arbitragem mas igualmente vergonhosa a nossa atitude.

Uma atitude de merda de jogadores e treinador.

O Sporting hoje jogou 45 minutos e entrou em modo de descanso na segunda parte, não respeitando o adversário e, acima de tudo, não respeitando os adeptos sportinguistas nem o símbolo que vestem.

Já se sabia que a arbitragem nunca seria a nosso favor, mas se houvesse raça hoje em campo nunca o CSKA teria virado este jogo da forma fácil como o fez.

Mau, muito mau a todos os níveis este resultado e sobretudo a falta de atitude num jogo tão importante...

SL
José

Vencer hoje é...

- Injectar confiança na equipa e nos adeptos fazendo aumentar a onda verde.

- Definitivamente, enterrar a mala pata com equipas russas.

- Marcar presença pelo segundo ano consecutivo na Champions, a elite europeia, fazendo regressar um
Sporting tão grande quanto os maiores da Europa.

- Mostrar aos nossos rivais que o Sporting esta época tem plantel, técnico e jogadores para ombrear em todas as frentes.

- Fazer ver aos pasquins e a quem odeia JJ que o treinador que hoje está em Alvalade também sabe ter sucesso na Champions.

- Arrecadar os milhões tão necessários às contas do clube, evitando assim que alguns dos nossos principais jogadores se perfilem na porta de saída, contribuindo ao mesmo tempo para a renovação com jogadores essenciais para o nosso actual e futuro sucesso desportivo.

- Homenagear Mascarenhas, um grande sportinguista que infelizmente nos deixou ontem e que sempre será recordado pela grande campanha da Taça das Taças de 63/64, o homem dos 6 golos num único jogo, ainda hoje record nas competições europeias.


Estas são só algumas das razões que me levam a pensar que eliminar o CSKA é fundamental para o futuro do Sporting.

SL
José

domingo, agosto 23, 2015

Um problema de vontade mas também um problema à direita

Poderia começar por olhar para o jogo de ontem escalpelizando a arbitragem manhosa, mais uma, que aconteceu em Alvalade, mas acho que isso está muito bem analisado pelo Trovador de Bancada no blogue A bola não tem pulmão:
http://abolanaotempulmao.blogspot.pt/2015/08/sporting-1-1-pacos-arbitragem-video.html.

O Sporting fez um jogo fraco mas que deveria ser o suficiente para vencer a partida.
Já sabemos que por força dos manhosos do apito vamos ter de ser sempre bem superiores aos nossos adversários se queremos ser campeões. Exige-se assim concentração e raça aos jogadores do Sporting, algo que estranhamente não apareceu em grande parte do jogo e que no caso de alguns jogadores simplesmente não existiu (Montero foi exemplo flagrante).

Para quarta esperamos todos algo de completamente diferente caros jogadores e treinadores do Sporting....acho que nem seria necessário dizer isto...

Para lá da falta de concentração e raça de boa parte da equipa, outra situação é por demais evidente e que se prende com o facto de não termos defesa direito, ou pelo menos parece que estar lá ou não estar é indiferente...
Se no jogo com o CSKA esse problema já fora evidente frente a Musa e Doumbia, especialmente o primeiro, ontem, frente a jogadores de um nível inferior como Roniel e Cícero, o problema agudizou-se.
Mas se do lado defensivo o "Ai Jesus" é constante, do ponto de vista ofensivo a coisa não é melhor e raramente vemos JP a subir pelo seu flanco tais as limitações que mostra neste momento.

Nesta fase, Esgaio já justifica plenamente a entrada na equipa e até dia 31 temos necessariamente de encontrar outra opção no mercado que nos permita dar à equipa a necessária solidez defensiva para os objectivos desta época.

Referência para a festa curta dos nossos adversários, que felizmente nos pouparam os ouvidos, especialmente esta noite.
Continuo a olhar para os treinadores dos nossos adversários e a ver dois verdadeiros cepos à frente de planteis de milhões.

SL
José

quinta-feira, agosto 20, 2015

A vitória de ontem é dedicada a...

Mr. Burns, obviamente!

Espero sinceramente que na próxima terça-feira, véspera do jogo em Moscovo, esta personagem sinistra e altamente cretina, possa mais uma vez sair do buraco lamaçento onde se esconde por tempos infinitos e nos possa brindar com mais algumas frases típicas de lampião.
Será um importante incentivo para Jorge Jesus, o tal que tinha sempre inícios de época negros lá para as bandas da Luz, e para que este continue o seu percurso 100% vitorioso à frente do Sporting esta época (3 jogos = 3 vitórias só recuando a 2007/08).


Quanto ao jogo de ontem foi, antes de mais, um grande jogo entre duas equipas que mereceriam estar ambas na fase de grupos da Liga dos Campeões, tal a qualidade do futebol ofensivo praticado e que deixou certamente satisfeitos os 41.000 adeptos presentes em Alvalade.
Mas como só uma lá poderá chegar, acredito que essa equipa será o Sporting. Depois de ter visto ontem tantas oportunidades de golo criadas pelo Sporting, comungo do pensamento de JJ, dificilmente o Sporting não marcará em Moscovo.

Foram 20 minutos brilhantes do Sporting na primeira parte que culminaram com a vantagem leonina, mas que receberam excelente resposta dos russos no tempo restante, tendo esta merecidamente chegado ao empate.

Na segunda parte, uma excelente reacção leonina, que procurou e mereceu a vantagem na eliminatória, ainda que por apenas 1 golo de diferença.

Houve claramente mão de JJ nesta vitória pois eu seria um dos tais que nunca apostaria em Aquilani para um jogo tão importante como este e após tão pouco tempo de treino conjunto.
A verdade é que o italiano revelou-se uma cartada decisiva, tal como decisivo e endiabrado esteve Carrillo em quase todo o jogo, um verdadeiro joker que merece todo o investimento que o Sporting faça na renovação do contrato.
Junte-se a estes, o bulldozer Slimani ou a magia de dois putos como Mané e Gelson e temos a fórmula perfeita para matar um borrego russo.

Outra mão clara neste jogo foi a do defesa russo na sua área, roubando o golo a Slimani e sendo ainda premiado com a não marcação do penalty por nenhum dos 5 árbitros em campo...
Se o aparente penalty sobre Ruiz ainda se pode aceitar que não seja assinalado, já esta mão foi simplesmente mais um escândalo à la Gazprom.
Razão têm os sportinguistas cada vez que assobiam o hino da Champions...

Mas esqueçamos a Champions por uns dias e viremos as baterias novamente para dentro, pensando agora no Paços Ferreira que aí vem este Sábado às 18h30 (belo horário, ideal para mais uma excelente casa em Alvalade) e preparemo-nos para defrontar mais um autocarro, agora vindo da capital do móvel.

Apenas mais um pormenor curioso, 3 jogos, 3 arbitragens manhosas e claramente em desfavor do Sporting, mas...3 vitórias do Sporting.
Algo mudou realmente no Sporting este ano.

Vamos a eles rapazes!

SL
José

terça-feira, agosto 18, 2015

Um rival cada vez mais velhaco

O Benfica anunciou hoje que vai avançar para tribunal com um processo no qual reclama de Jorge Jesus uma indemnização de 7,5M€ por quebra unilateral do contrato.

Não deixa de ser vergonhoso que a Direcção do nosso velho rival tome esta atitude, dois meses e meio depois do acontecimento e, como muito bem referiu Rogério Alves esta noite, em véspera do importante confronto entre Sporting e CSKA Moscovo.

Esta atitude não visa atingir apenas Jorge Jesus, visa sobretudo atacar o Sporting e tentar de forma ineditamente suja que o Sporting alcance a fase de grupos da Champions, que se sabe valer a módica quantia de 14M€.

Teria vergonha se a Direcção do meu clube tivesse um atitude baixa, reles e velhaca como esta.


A jornada 1
 
Constatações por demais evidentes deste fim-de-semana futebolístico:
- As dificuldades acima do normal que o Sporting teve para levar de vencida o Tondela em Aveiro, onde a Xistralhada foi mais uma vez inqualificável.
- A facilidade com que a arbitragem continua a proteger o Benfica nos momentos de arranque de campeonato.
- Pelo meio, a constatação que o Porto teve a tarefa mais fácil da jornada ao encontrar um Vitória candidato à primeira mudança de treinador no nosso campeonato.
 
O que mais nos interessa, o jogo com o Tondela, trouxe-nos um Sporting com 45 minutos de grande fulgor, massacrando o adversário, quase o asfixiando com tanto futebol ofensivo, mas…sem capacidade para fazer mais que um golo e novamente às três tabelas.
A mesma qualidade de jogo que demonstrara frente ao Benfica mas os mesmos defeitos que apresentara no jogo do Algarve.
 
A segunda parte do Sporting é mais preocupante porque a equipa acomodou-se à vantagem mínima, algo muito comum na época passada e que tantos desgostos nos trouxe, mas trouxe algo mais desconfortável que foi a falta de pulmão demonstrada, sobretudo nas alas, onde João Pereira e Jefferson falharam imenso na sua principal missão, colocar a bola dentro da área em condições de finalização.
Foi um Sporting pressionante nos últimos minutos de jogo, mas que bateu quase invariavelmente no autocarro tondelense após o golo de empate.
Um déjà vu da época passada.
 
A vitória acaba por cair do céu, por falha incompreensível do jogador, em boa hora emprestado pelo Benfica ao Tondela e pelo empenho de Gelson a quem se adivinha um futuro brilhante.
 
E é na condição física que assentam as principais preocupações, não só para o jogo de amanhã, como também para os próximos. Em que condições responderá a nossa equipa à exigente sequência de jogos que se avizinham, com 4 confrontos no espaço de 12 dia
- 18/08 - CSKA Moscovo (C)
22/08 - Paços Ferreira (C)
26/08 - CSKA Moscovo (F)
30/08 - Académica (F)
 
Sabendo que Jesus exige sempre o máximo, é necessário ter calma com a exigência física que vamos pedir aos jogadores, sobretudo aos habituais titulares, pois todos nos lembramos como no espaço de 1 semana se perdeu o campeonato e a Liga Europa da época passada.
 
 
Sócios…
 
Noutro âmbito, não deixa de ter a sua piada ver o clube da Luz apresentar os resultados da sua contagem de sócios de forma tão sorrateira e tão envergonhada.
Não muito longe vão os tempos em que a Direcção benfiquista se vangloriava de ter mais sócios que qualquer outro clube no mundo, dando mesmo origem a uma guerra de palavras com o Bayern de Munique sobre a liderança desse ranking.
O clube bávaro acusou na altura o Benfica de ter um número acima do real, algo de imediato contestado, como se não soubessem dessa realidade…
 
Ora, depois da recente recontagem, vê-se bem o ridículo em que caem tão facilmente e tão habitualmente, tendo à cabeça o inenarrável João Gabriel.
Caso para dizer que as mentiras tão habituais lá para as bandas da Luz (anos de fundação, número de títulos, número de adeptos, etc.), nesta área têm validade máxima de 10 anos, equivalente ao período máximo da recontagem de sócios no SLB.
 
O mais curioso é ver que o Sporting fez a mesma recontagem poucas semanas antes e apresentou uma perda inferior a 10.000 sócios no espaço de 5 anos enquanto o Benfica perde 90.943 no espaço de 10 anos, ficando agora na casa dos 156.000 sócios pagantes.
A verdade crua e nua é que o Sporting está cada vez mais próximo do Benfica em número de sócios, tendo neste momento ultrapassado os 125.000 (os 10.000 perdidos na recontagem estão em vias de ser recuperados num curtíssimo período de tempo), estando cada vez mais próximo de ultrapassar a marca em tempos alcançada por João Rocha (130.000 sócios).
Ao ritmo a que segue o Sporting, não será difícil conseguir esse feito ainda esta época.
Maior realce ainda para o facto de em 2010 o Sporting ter feito a mesma recontagem que na altura correspondeu a uma perda na casa dos 20.000 associados e que nos colocou com pouco mais de 84.000 sócios pagantes.
 
A recontagem sportinguista de 2015 mostra um clube em claro crescendo (mesmo sem ser campeão há tantos anos), a caminho de ser novamente clube com mais sócios em Portugal.
 
SL
José

sexta-feira, agosto 14, 2015

Pole position? Nem pensar!


"Sporting é candidato ao título e parte da pole position
Todos nos lembramos desta tirada de Inácio no ano passado sobre a candidatura do Sporting ao título e como foi recebida com cepticismo e muitas dúvidas por parte da maioria da massa adepta leonina.
 
Olhando para o investimento dos nossos adversários esta época, diria que a expectativa entre os sportinguistas se deve manter cautelosa.
 
Não tenho qualquer dúvida que a grelha de partida terá de continuar entregue aos nossos principais adversários, partindo o Sporting do 3º lugar pelas seguintes razões:
 
Porto
Entre muitos outros jogadores contratados, o Porto investiu 25M€ num único jogador, um valor que é o dobro de todo o investimento do Sporting nos 8 reforços desta época (9.7M€)
Além disso, passam a ter o jogador mais bem pago a actuar no campeonato luso (Casillas) e o mais que provável segundo lugar desse ranking de vencimentos (Maxi), podendo ainda deduzir-se que o top ten dos mais bem pagos em Portugal seja composto na sua maioria por jogadores portistas.
É a este clube que deve ser atribuída a pole position por mais uma vez conseguirem fazer um impensável all in.
 
Benfica
Do outro lado da 2ª circular assistiu-se esta semana ao enterranço (investimento?) de 9M€ em 50% do passe do mexicano Jimenez, um valor que é praticamente igual a todo o investimento do Sporting esta época (os tais 9.7M€).
A esta investimento (comissão para o Vieira?), juntam-se mais 10M€ oferecidos por mais um camião de reforços, mesmo que a maioria nunca venha sequer a vestir a camisola em qualquer jogo oficial.
 
Sporting
Perante os números adversários, é mais que evidente que partimos do 3º lugar da grelha de partida, mesmo que o Sporting tenha feito um esforço significativo e investido bem mais que nas duas épocas anteriores, onde se registou forte contenção.
Mesmo assim, Bruno de Carvalho já deixou o alerta para possíveis vendas se o objectivo Champions não for alcançado.
 
Então onde poderá residir o factor surpresa?
 
Esperança n.º 1 de todos os sportinguistas é que Lotopegui mostre mais uma vez que nada aprendeu com a época passada e que se espalhe mais uma vez ao comprido como mestre da táctica que não é.
 
Esperança n.º 2 de todos os sportinguistas é que o Rui de vitória só tenha o nome e que o futebol benfiquista não passe daquilo que mostrou na Supertaça, pontapé para o ar e que junto ao solo se resuma a investidas individuais do Gaitan.
Esperança n. º 3 e deixei esta de propósito para último, o piloto que foi contratado para comandar o bólide leonino, solidamente apoiado pela estrutura leonina para o futebol, chama-se Jorge Jesus e é reconhecidamente o melhor treinador em Portugal na actualidade, batendo por larga margem Pategos e Vitórias.
Jorge Jesus já mostrou que é piloto para guiar um carro de menor cavalagem até à vitória, mas também é verdade que aqui não terá o colinho nem a APAF do seu lado (já se viu no jogo da Supertaça, falta confirmar como será a Xistrada desta noite em Aveiro).
 
No dia em que arranca mais um campeonato, saibamos conter o nosso entusiasmo e concentremos esforços no apoio da nossa equipa jogo a jogo, num regresso ao discurso á boa moda de Leonardo Jardim. 
 
SL
José
 

segunda-feira, agosto 10, 2015

Vai-te a eles Jesus!

É este o conselho que me apetece dar a Jorge Jesus depois da vitória sem margem para contestação na Supertaça.
 
Digo isto porque Jorge Jesus foi, desde que se tornou treinador do Sporting, alvo de todos os ataques de lampiões ressabiados (e são cada vez mais), de todos os jornalistas e paineleiros vermelhos e travestidos, notando-se bem por estes dias quem são e como não conseguem esconder a azia de ver JJ de verde e branco (alô Paulo Garcia, é contigo, agora dá para perceber porque é que o Dias Ferreira estava com vontade de te aviar em directo no programa).
 
Jorge jesus, entre os tropeções no seu português limitado e a sua arrogância natural, anteviu o jogo e a tática (ou falta de dela) de Rui Vitória e condicionou de imediato o seu adversário com o seu discurso, começando pelos jogadores, dizendo-lhes que os conhece perfeitamente, mas principalmente o seu treinador ao dizer que a tática era a dele e que nada fora mudado até aí.
 
Ora este foi o ponto de partida para o espalhanço de Rui Vitória, o qual reagiu como um amador sem experiência e mexeu, mal, no seu xadrez.
Resultado, vitória inequívoca do Sporting como há muitos anos não se via, mas sobretudo uma demonstração de querer e garra dos jogadores do Sporting que, em 5 semanas de trabalho com Jorge Jesus, mostram uma qualidade de posse de bola, aliada à capacidade defensiva e ofensiva que nos deixa de água na boca para os jogos que se avizinham.
 
E o mais incrível no meio disto tudo é ser uma vitória sem espinhas contra o adversário que mais nos tem ganho nos últimos anos, mas também porque esse mesmo adversário foi mais uma vez levado ao colo pelo “internacional” Jorge Sousa, melhor árbitro português…
 
Depois de anos de discurso do vencidos mas honrados, faço minhas as palavras de Jorge Jesus e concordo em absoluto com o discurso que proferiu no final do jogo:
 
Fomos a melhor equipa, fomos a equipa que mais perto esteve do golo.
Fizemos um golo que contou e outro limpinho que foi anulado.
Estou satisfeito, é mais um título.
Não se trata de prometer nada aos adeptos.
Quem trabalha no Sporting tem de ambicionar ganhar o campeonato.
Tem de jogar para ganhar.
O passado deste clube não é tentar ganhar, é ganhar.
Podemos não ser campeões, mas vamos lutar para isso.”.
 
Já agora,  aqui ficam a as fotos que fazem a nossa festa.
 
E vão dois troféus para o “garoto”, nada mal para quem não percebe nada disto J
 
SL
José
 




 

domingo, agosto 09, 2015

AInda se lembram do limpinho, limpinho?

Não foi assim há tanto tempo pois não?
Mas parece, tal o número de virgens ofendidas lampiãs (adeptos e paineleiros) que agora aparecem a criticar um discurso que já é hábito nos últimos anos em Jesus.
Parece que estes discursos nunca aconteceram na Luz e só acordaram para a vida quando Jorge Jesus mudou de clube.

"As ideias que estão lá são todas minhas. O Benfica não mudou nada, zero. Vou jogar contra uma equipa com ideias minhas. Eu cheguei ao Sporting e mudei tudo. O cérebro já não está lá, o treino não vai ser o mesmo, mas tudo aquilo continua", referiu o treinador do Sporting em entrevista à RTP.
"O que eu vi, nas bolas paradas e na ideia de jogo, foi tudo criado por mim", acrescentou Jesus, referindo que os prováveis substitutos de Lima e Maxi Pereira no "onze" "encarnado" não têm a mesma qualidade: "O Benfica perdeu dois jogadores com grande influência e havia outros que estavam como segundas opções que vão jogar, que têm o mesmo conhecimento, têm qualidade, mas não o mesmo valor."

Disse alguma mentira?
Não, até porque ao Rui Vitória não reconheço grande capacidades como treinador, diria que é um Paulo Fonseca numa versão com mais gel no cabelo.

Foi deselegante?
Sim, sempre foi e sempre o será, mas quando estava na Luz ninguém se importava com isso.
A campanha da comunicação social a centrar atenções nestas palavras (SIC e RTP na linha da frente como bons covis de lampiões), é um aproveitamento que não me recordo de ver no passado com o limpinho, limpinho e outras..

Vai repeti-lo?
Certamente que sim e talvez seja já esta noite se vencer a Supertaça

Para mais logo, o desejo de todos nós é que sejamos o primeiros a ganhar um troféu esta época, tal como fomos os últimos a ganhar na época passada, quero é que os nossos entrem em campo e "comam" a relva, mostrando à corja jornalística e aos adeptos lampiões que estamos cá para lutar por todos os títulos.

O resto é conversa e serve apenas para entreter lampiões...

SL
José

sábado, agosto 08, 2015

Más recordações de russos

Não há como fugir das más recordações cada vez que vemos, lemos ou falamos do CSKA Moscovo.
Estes %$#&% ficaram-nos com uma Taça UEFA que deveria estar hoje no nosso museu!
 
Aquela final de 2005 está ainda atravessada na garganta de todos os sportinguistas e o sentimento de revanche está nas nossas mentes há 10 anos.
 
Mas o passado negro com equipas russas ou soviéticas vai mais atrás, ou até mais recentemente que aquele confronto com o CSKA Moscovo….
1 única vitória na distante época de 1983/84, 1 empate e 5 derrotas.
Zero apuramentos frente a equipas representantes deste futebol, uma Taça UEFA perdida e duas eliminações na fase de grupos da Champions.
Mau demais!
 
Época
Competição
Adversário
1ª mão
2ª mão
2006/07
Champions     
Spartak Moscovo – Sporting   
E 1-1
D 3-1
2004/05
Taça UEFA     
Sporting – CSKA Moscovo      
D 1-3
-
2000/01
Champions     
Spartak Moscovo – Sporting   
D 3-1
D 3-0
1983/84
Taça UEFA     
Sporting – Dinamo Minsk        
V 2-0
D 0-2
 
Damo-nos mal com estes tipos, é um facto.
Eles jogam um futebol que é geralmente muito eficaz, é certo.
São presença habitual na Champions (tentam a 5ª presença na prova máxima nas últimas 7 épocas), bem melhor que nós!
Nas últimas 13 épocas na Russia, foram 5 vezes campeões e 6 vezes vice-campeões, o que diz bem da competitividade desta equipa.
Ainda não perderam um jogo este ano…
 
Sem dúvida um currículo e uma história que devem fazer o Sporting respeitar ao máximo este adversário, mas também uma enorme oportunidade para darmos a volta a essa mesma história e começar a escrever capítulos bem mais felizes.
Isto já para não falar no guito que está envolvido na passagem à fase de grupos e que tanta falta nos faz.
 
Curioso o facto de ainda jogarem no CSKA alguns vencedores de 2005, como Akinfeev (29 anos), Ignashevich (36), os irmão Aleksey (33) e Vasili Berezutskiy (33)
 
Dia 18, em Alvalade, é para esgotar os lugares nas bancadas e apoiar do primeiro ao último minuto em busca da Champions.
 
Força Sporting!
Nós acreditamos em vocês!
 
SL
José

sexta-feira, agosto 07, 2015

Vamos lá tratar da desforra de 2005!



 PLAY OFF DA CHAMPIONS: 

O Sporting defronta o CSKA Moscovo. Jogamos primeiro em casa diante do líder da liga russa (ex aqueo com o Zenit).
A primeira mão disputa-se a 18 de agosto, em Lisboa, e a segunda a 26, em Moscovo.

 Nuno M Almeida

Mitro... quê?



Aquilani já é leão!
Ex-Roma, Milan, Juventus, Fiorentina, Liverpool e internacional A italiano!

 Nuno M Almeida

quarta-feira, agosto 05, 2015

Cabeças de série da Champions garantido

Esta noite a surpresa aconteceu e o Ajax foi eliminado na sua própria casa pelo Rapid Viena, após uma derrota por 2-3 (2-2 em Viena).

Esta eliminação tem como principal repercussão a subida do Sporting a cabeça-de-série do playoff da Champions, evitando desde já defrontar Manchester United, Valência, Leverkusen e Shakhtar (caso elimine o Fenerbahçe).

Face a esta alteração o Sporting passa a ter como potencias opositores:

- LAZIO, isento nesta fase (caso o Shakhtar seja eliminado, a Lazio sobe também a cabeça-de-série)
- MONACO (vencedor no duplo confronto com o Young Boys por 3-1 (F) e 4-0 (C)
- SPARTA PRAGA ou CSKA MOSCOVO (empate em Moscovo 2-2 na 1ª mão)
- CLUB BRUGGES ou PANATHINAIKOS (vitória dos gregos na 1ª mão por 2-1)
- E o já referido RAPID VIENA

Não há adversários fáceis, mas sem dúvida que este lote é muito mais apetecível este novo estatuto em que se evita defrontar os já referidos cabeças-de-série em confronto de vida ou morte.

Esta nossa subida a cabeça-de-série significa também que a 2ª mão será jogada em Alvalade, com perspectiva de estádio cheio e público a apoiar do primeiro ao último minuto.

Estar na alta roda do futebol faz-nos imensa falta!

É lá que teremos de estar todos os anos.

SL
José

domingo, agosto 02, 2015

Troféu Cinco Violinos fica pela quarta vez em Alvalade

O Sporting demonstrou neste jogo frente à Roma uma mentalidade e atitude competitiva, o que é revelador de que a equipa está a assimilar bem aquilo que Jorge Jesus pretende em relação ao estado de forma actual do Sporting, constituindo um sinal positivo quando falta uma semana para o início da época. A vitória sobre a Roma foi do ponto de vista motivacional um tónico importante para a Supertaça, coroando um ambiente festivo e esperançoso em Alvalade. No próximo dia 9, há que continuar este hábito saudável de ganhar a exemplo do que temos feito nesta época nos jogos de preparação, pois o vício da vitória faz parte do ADN deste clube.

Lion King

sábado, agosto 01, 2015

Rola a bola em Alvalade

Como já vem sendo hábito, a estreia em Alvalade faz-se com o Troféu 5 Violinos, troféu esse que vai para a sua quarta edição e que, até hoje, com maior ou menor dificuldade, ficou sempre no nosso Museu.

Como já vem sendo hábito também, o adversário vem de Itália.
Depois de nos últimos dois anos termos defrontado Fiorentina e Lazio, eis que o convidado deste ano é o já crónico vice-campeão italiano, a AS Roma, equipa que conta com nomes sonantes no seu plantel como os consagrados Totti e De Rossi, que alinham ao lado de outros nomes bem conhecidos como Maicon, Gervinho, Iturbe, Manolas, Torosidis ou Ashley Cole.

A Roma leva esta época dois jogos disputados, ambos na edição australiana da International Cup, onde defrontou o Manchester City (2-2 e 4-5 em g.p.) e o Real Madrid (0-0 e 7-6 em g.p.).
Face a adversários de elevado gabarito, aparentemente os romanos souberam dar boa resposta. No jogo com o City recuperaram mesmo de duas desvantagens no marcador.

A última vez que defrontámos os romanos foi na fase de grupos da Liga dos Campeões de 2007/08, tendo o Sporting perdido 1-2 em Itália e empatado 2-2 em casa, todos os golos da autoria de Liedson. Infelizmente, em Alvalade, o golo do empate da Roma chegou aos 89 minutos por Pizarro e seria decisivo para relegar os leões para o 3º lugar do grupo e consequente passagem para a Liga Europa.

Curiosamente, do duplo confronto com os romanos, há ainda dois jogadores do nosso plantel que certamente se recordam bem dessas partidas, mesmo que não tenham jogado um único minuto em ambas as partidas.
Sabem quais?

Do lado italiano, os crónicos Totti e De Rossi alinharam no jogo de Roma, mas só o último jogou em Alvalade.

O histórico do Troféu 5 Violinos é o seguinte:
2014 - Sporting-Lazio 2-2 (4-2 g.p.) (André Martins; Adrien Silva)
2013 - Sporting-Fiorentina 3-0 (Montero; Carrillo; Ruben Semedo)
2012 - Sporting-Olympiakos 1-0 (Elias)


Rui Patrício, André Martins, Carrillo e Capel são os jogadores leoninos que participaram em todas as edições já disputadas deste troféu e que se preparam para amanhã cumprirem mais uma presença de leão ao peito.


Mais dados sobre o jogo de apresentação segundo o Mais Futebol:

"O Sporting realiza este sábado a festa de apresentação da equipa, englobada no Troféu Cinco Violinos.
Trata-se do primeiro jogo de Jorge Jesus em casa e que, por isso, está a causar grande entusiasmo: são esperados cerca de 40 mil espetadores em Alvalade.
Ora as portas do estádio abrem às 17.45 horas, altura em que as bancadas começarão a receber os primeiros adeptos.
Quinze minutos depois, pelas 18 horas, dar-se-á início à cerimónia de apresentação da equipa.
Está previsto que o primeiro jogador - previsivelmente Rui Patrício - suba ao relvado pelas 18.15 horas, mas pode acontecer que seja mais perto das 18.30 horas.
Depois de apresentado o plantel e as equipas técnica e médica, acontecerá então o jogo.
O desafio com a Roma, que vale a conquista do Troféu Cinco Violinos, está agendado para as 19.45 horas.
Refira-se que pelo meio haverá ainda espaço a uma surpresa, mas que não terá a ver com o futebol: será uma surpresa institucional, num momento de simbolismo leonino."

SL
José