"Tu vais vencer, Podes crer, Porque a nossa força é brutal. Mais de um século de histórias para contar. Sporting, tu nunca vais acabar" - osangueleonino.blogspot.com -

Sangue LEONINO

quinta-feira, março 31, 2016

Fernando Mendes, uma figura incontornável que nos deixa

Hoje é um dia muito triste pelo falecimento de Fernando Mendes, um grande leão, um grande campeão, uma figura que deixará certamente muita saudade.

É mais uma estrela que estará no céu a brilhar, tal como brilhou nos relvados, para iluminar o seu Sporting. Até sempre!


Lion King

segunda-feira, março 28, 2016

Final four da Taça CERS será em Barcelos

Foi uma notícia que passou quase de forma despercebida entre os sportinguistas, pelo menos foi o meu caso, e que, infelizmente, entendo ser mais um revés para uma modalidade tão necessitada de grandes palcos e de grandes audiências para ser reconhecida como grande modalidade que é.

Acredito que o Sporting terá feito o seu trabalho e terá proposto a MEO Arena como local para organizar a final four e, se assim foi, um pavilhão com a grandeza deste e com uma assistência aproximada à que foi verificada na recente final da UEFA Futsal Cup (12.076 espectadores no Sporting-Barcelona), seriam razões mais que óbvias para se pensar que o CERH atribuiria a organização ao Sporting.

Não tenho nada contra Barcelos, cidade desde sempre associada ao hóquei em patins, mas seria sem dúvida um grande impulso para a modalidade ver atribuída a organização da final four ao Sporting em Lisboa.

Resta assim saber se o Sporting propôs o MEO Arena como pavilhão para receber esta competição e saber quais as razões que estiveram na base do CERH.

Será que teve medo de ter a segunda competição europeia com maior assistência que a primeira?

Estas decisões causam-me sempre, no mínimo, estranheza...

SL
José

sábado, março 26, 2016

Meia-final do play-off de andebol empatada

O ABC veio hoje a Lisboa "retribuír" a vitória que tínhamos alcançado a meio da semana em Braga.

Apesar do ABC ter uma equipa com valor, acredito que o Sporting tem todas as condições para chegar à final pois temos jogadores com qualidade e capacidade mais que suficientes para discutirmos o título que nos foge à uma série de anos.

Temos um lote de jogadores internacionais que têm que ganhar mais confiança, pois se eles a nível da Selecção conseguem exprimir o seu valor também o têm que fazer no Sporting, necessitando para isso de acreditarem nas suas capacidades e as colocarem em cima do piso de jogo!

Não é por acaso que eles foram contratados pelo Sporting, se não tivessem capacidade nunca vestiriam a nossa camisola.Acreditem em vocês, tanto o quanto nós acreditamos, bravos leões!


Lion King

Regressos no futsal?

Fresquinho e acabadinho de ser revelado pelo jornalista Pedro Martins da RTP, que acompanhou o jogo Burinhosa-Sporting com vitória leonina por 5-1 e que garante a manutenção da liderança isolada!

Na próxima época é muito provável que venhamos a ter o reforço de dois nossos velhos conhecidos:
- Divanei (31 anos, jogador do Kairat Almati do Cazaquistão) e Deo (33 anos, actualmente a alinhar no KPRF Moscovo).

Em fase adiantada de negociações estão também:
Fernandinho (internacional brasileiro de 32 anos que alinha no Dínamo Moscovo) e Léo (também ele brasileiro do Karaty Almati, com 28 anos, mas neste caso, fruto da dupla nacionalidade, é internacional pelo Cazaquistão).

Depois das notícias de reforços sonantes no hóquei, eis que se preparam aquisições sonantes também no futsal, cumprindo com o desejo da Direcção em ter equipas nas modalidades à altura da grandeza do Pavilhão João Rocha.

SL
José





Força Slavchev!

Do jogo particular entre as selecções de Portugal e da Bulgária fica o lamento pela situação de Slavchev que no final do jogo foi transportado para o hospital após choque de cabeça com Cristiano Ronaldo durante a partida.

Desejo naturalmente que este jogador búlgaro cujo passe pertence ao Sporting, se consiga restabelecer o mais rápido possível e estou seguro que isso irá acontecer.

As melhoras, leão Slavchev!


Lion King

sexta-feira, março 25, 2016

O que Bruno de Carvalho prometeu em 2013

São 3 anos de Bruno de Carvalho à frente do Sporting, tempo suficiente para colocar aqui a minha  avaliação ao trabalho feito com base no programa apresentado em 2013.

Muitos objectivos importantes foram atingidos, muitos essenciais para o futuro do clube, para o regresso a um patamar do qual nos afastámos depois de inúmeras Direcções de gente incompetente.

O caminho é longo mas até agora o saldo só pode mesmo ser positivo, muito positivo e isso só nos pode deixar orgulhosos.

SL
José
 


 






 

quarta-feira, março 23, 2016

Será possível?

Depois das enchentes verificadas no Estoril e em casa com o Arouca, eis que o jogo com o Belenenses no Restelo é agendado para uma segunda-feira, dia 4 de Abril.

Mesmo tendo diversos jogadores ao serviço das selecções de diferentes países por esse mundo fora, não consigo entender este agendamento para um dia de semana, quebrando por completo a onda verde que vem acompanhando a equipa.

Alguém que explique porque não pode por exemplo jogar-se este jogo a um Domingo quando já sabemos que o nosso rival vai receber o Braga numa sexta-feira...

Ainda vamos a tempo de corrigir...

SL
José

domingo, março 20, 2016

Em dia dedicado aos leõezinhos, regresso ao lugar que é nosso!

Dia do Pai e dia de Sporting, uma ocasião rara nas nossas vidas.
Rumemos então a Alvalade acompanhado de dois pequenos leões para vermos, pela primeira vez nas nossas vidas, um jogo de futebol juntos na NOSSA casa.
E que belo dia escolhi (escolhemos todos) para o fazer.

Nas bancadas, uma enorme festa, com inúmeras crianças de todas as idades, e pais felizes, muito felizes e ainda mais dispostos a cantar "O mundo sabe que", a bater palmas a todas as jogadas e a incentivarem toda a equipa, até os mais mal amados com Téo à cabeça (bem-vindo de volta Téo!).

As crianças, essas, sempre prontas a puxar pelo clube do coração, mesmo que não conheçam as músicas, mesmo que não conheçam os nomes dos jogadores (e ontem o Sporting criou uma rábula engraçada com este tema ao trocar os nomes nos primeiros 45 minutos) e sem se incomodarem com alguns calafrios iniciais provocados pelo submarino amarelo.

E eis que a festa rebenta aos 15 minutos! Antes já Ruiz ameaçara duas vezes, mas é na cabeça de Coates que surge a primeira explosão de alegria da maioria dos mais de 46.000 adeptos em Alvalade, em canto preparado pelo inesperado lateral esquerdo Bruno César (excelente exibição numa posição que não é sua), e terminada com o susto que Téo provoca em Bracalli. Diria que o golo é de Coates, mas há grandes responsabilidades do colombiano na forma como Bracalli não consegue de fender o lance.
Logo de seguida, a última agitação arouquense na 1ª parte, com Patrício a dizer Presente! e todos nós nas bancadas a gritar "RUUUUI!".

Aos 18 minutos nova explosão de alegria, é Téo quem se responsabiliza por desorganizar a defesa amarela e colocar de forma impecável a bola em João Mário e este fazer um golo de belo efeito.
"Pai já estamos a ganhar?" pergunta o mais novo enquanto o "obrigo" a gritar: SPORTING, DOIS! AROUCA ZERO!
E olho para o Lito Vidigal e digo que os mereces mais que qualquer outro em campo, e espero que ainda vejas mais alguns.
Nem os treinos no Seixal te deram sorte.
Se tivessem ordenados em atraso diria que era uma boa ocasião para saldarem dívidas aos vossos jogadores com a ajuda de um mecenas vermelho...

Desejo pedido, desejo realizado!
Antes de nova festa ainda há tempo para mais uma assistência de calcanhar de Slimani para Super Mário falhar um golo bem mais simples que aqueles que marcou :)
Regressemos ao desejo pedido, 31 minutos, triangulação de Slimani com Adrien, e este a furar pela defesa adversária numa jogada espectacular, servindo João Mário para golo de belo efeito, anichando a bola nas redes de um Bracalli sem hipóteses.
SPORTING, TRÊS! AROUCA ZERO!

"Pai, já acabou"? Não filho, parece que hoje o Sporting não quer parar, quer elevar isto ao nível que todos desejamos e que sabem que o conseguem fazer! Sobretudo quando o adversário não se remete à defesa, com tácticas de perda de tempo e com árbitros mandatados pela APAF.
O Lito Vidigal quis jogar olhos nos olhos com este Sporting e vai ter de se aguentar.
Então vamos ao quarto, 44 minutos, novo canto de Bruno "Cézar", cabeça de "Brian" e finalização a papel químico do 1º golo por quem? "Guterres" pois claro!
O colombiano regressou da praia finalmente!

Intervalo, vamos lá gastar uns cobres em comida e bebida. Que bela receita devem ter ontem feito os bares do estádio e que belo rombo na minha carteira esta ida a Alvalade com bilhetes, comes e bebes, e uma ida à Loja Verde para adquirir mais umas coisitas :)

Recomeça a segunda parte e sente-se a descompressão na bancada, mas nem por isso no relvado.
Afinal já só temos esta competição para jogar, porque raio deveríamos desacelerar?
Slimani ameaça aos 53', responde o Arouca para mais um "RUUUUI!" bem audível.
E chegam os 59 minutos, com Slimani a descobrir Ruiz solto para este acabar com a sua mala pata.
Um jogador com esta qualidade não merece passar tanto tempo sem celebrar.
SPORTING, CINCO! AROUCA ZERO!

Chegam as substituições, com Slimani a sair de campo fod#$%$#.
Por muito que goste de ver em campo um Slimani sedento por golos e por jogar mais minutos, as substituições, a sua e a de Adrien, são perfeitamente compreensíveis.
Jesus protegeu ambos, pois continuam à beira do castigo e são peças essenciais para o assalto ao Restelo. Mas se reprovo a atitude de Slimani, ainda mais reprovo a atitude prepotente de JJ nas declarações finais...hoje já são capa de jornal e primeiro ponto de análise televisiva, totalmente escusadas pois foi uma situação claramente para se resolver a nível interno.

Deixemos então o Arouca respirar, colocando novamente Patrício à prova (65') e marcando o seu tento de honra por Gégé.
E lá ficamos nós com as habituais razões de queixa sobre a arbitragem com golo marcado em fora de jogo...tal como na última jogada de perigo dos de Arouca em que inventou livre para nova defesa de Patrício.
Até final, oportunidade para se confirmar a falta de qualidade na finalização de Gelson e William (treino rapazes, muito treino, ponham os olhos em João Mário sff!).

Final da partida, regresso ao primeiro lugar, tal como já acontecera no futsal.
A esperança, essa mantém-se viva e à espera de uma escorregadela.

Ganhámos Pai? Ganhámos filho!
Podemos voltar? Sim filho, voltaremos com certeza!
Não tantas vezes quantas as que eu gostava, mas até final da época temos mais oportunidades para vir ver o Sporting jogar em dia e hora como a do jogo de ontem.
Afinal, jogos num Sábado ou Domingo à tarde contam-se pelos dedos de uma mão (Paços, Moreirense, Braga e Arouca).

SL
José




Afinal

sábado, março 19, 2016

Vitória no futsal!

Num jogo em que se encontraram as duas melhores equipas portuguesas desta modalidade, o Sporting recebeu e venceu o Benfica por 2-1 em Odivelas, dando passo decisivo para garantir o 1º lugar na fase regular do campeonato.

À vantagem leonina, atingida de forma merecida aos 11 minutos por Cavinato, respondeu um Benfica forte e uns bons furos acima de muitas outras exibições que fez contra o Sporting.

Ao intervalo a vantagem era leonina, mas o Benfica justificava o empate, algo que alcançaria já no segundo tempo (28 minutos), por Henmi.
Mas quando se poderia pensar que o Sporting poderia acusar o empate, aconteceu precisamente o contrário, voltando o Sporting a revelar-se mais perigoso e atingir a vitória num raro golo de cabeça obtido por Fortino.

Este Sporting destaca-se mais uma vez pelo colectivo forte que apresenta mas não há como fugir ao à capacidade finalizadora dos dois ítalo-brasileiros com que nos reforçamos esta época e que fizeram mais uma vez gosto ao pé.
Cavinato é o líder dos melhores marcadores com 19 golos.
Fortino apontou o 16º e pelo meio ainda aparece Diogo com 17.
Um trio de respeito!

Ao contrário de muitos outros jogos em que a sorte não nos acompanhou e que imerecidamente perdemos frente a este mesmo adversário, hoje pode falar-se de um jogo equilibrado, com subida de de nível por parte do nosso adversário.

Grande espectáculo e um jogo a confirmar que o Sporting tem este ano fortes argumentos para reconquistar o título que nos fugiu de forma inesperada na época passada.

SL
José

terça-feira, março 15, 2016

Adivinhem quem voltou!

Para quem já não se lembrar de quem são os apitadores da próxima jornada, aqui vão os respectivos CVs.

Sporting-Arouca
Nome do bicho: Manuel Oliveira

Teremos homem para animar Alvalade contra o Arouca?
Claro que sim!

Curriculum APAF:
2ª jornada: Sporting-Paços Ferreira 1-1
Primeiro boi preto a roubar pontos ao Sporting este ano assinalando um penalty que só ele viu e que deu o 1-1 ao Paços.




Boavista-Benfica
Nome do bicho: Fábio Veríssimo

Não tenho qualquer dúvida que temos também aqui homem para dar mais um empurrãozinho aos lampiões!

Este é o nosso grande "amigo" Veríssimo, o tal que nos expulsou da Taça de Portugal, que nos tentou lixar com o Nacional à 5ª jornada (mas que o Montero não permitiu, marcando o golo da vitória aos 86 minutos).

Curriculum APAF:
Comentário da Bola à arbitragem do jogo Sporting-Nacional:
"Na primeira parte, ainda antes da expulsão de Sequeira, Gelson Martins, aos 15 minutos, e Jefferson, aos 23, tiveram nos pés as melhores oportunidades para adiantar os leões no marcador, com o primeiro remate a sair muito perto da baliza, e o segundo, travado em dificuldades pelo guarda-redes do Nacional. O primeiro tempo ficou ainda marcado por duas grandes penalidades (6 e 36 minutos) que terão passado despercebidas ao árbitro Fábio Veríssimo. ".

Comentário do site zerozero à arbitragem do jogo Braga-Sporting:
"Arbitragem que não poderá ser positiva por um pecado capital. No prolongamento, com 3x3 no marcador, Slimani marca em posição regular, só que o lance foi invalidado."

O zerozero foi simpático e nem quis falar do lance que dá o 1-1 ao Braga e que nasce de falta sobre William.
Esqueceu-se também de referir que no último lance da partida o Sporting faz o 4-4, sendo o golo anulado por suposta falta de William...

O circo continua assim montado para facilitar a vida à lampionagem .
Todo o apoio é pouco no próximo Sábado!

SL
José

segunda-feira, março 14, 2016

Estratégia errada

Inácio revelou ontem no programa Play-off que os comentadores afectos ao Sporting deveriam começar a defender o Sporting Clube de Portugal ao invés da sua imagem, a propósito do ambiente nauseabundo que reina actualmente no futebol português provocado por pessoas que pululam na ETAR a céu aberto.

Não poderia estar mais em desacordo com essa missiva de Inácio. O Sporting é um clube centenário que tem um prestígio a defender e o que se passa nestes programas de comentário desportivo é nada mais, nada menos, que uma tentativa de assalto ao futebol português e ao poder que existe no país, seja a nível político ou noutras vertentes sociais.

Na minha opinião, o que deveria ser feito por parte do nosso clube é ninguém a ele afecto participar nestes programas que só estão a contribuír para a morte do futebol em Portugal. Saibamos defender o que é o nosso ADN... por isso, deixemos esses enegúmenos a falarem sozinhos!
Até porque, mais tarde ou mais cedo isso acabará por virar-se contra eles próprios, porque o povo português não é burro nem gosta de ambientes ditatoriais.

Lion King

sexta-feira, março 11, 2016

Ainda estamos a 1 ano das eleições

Dentro de 1 ano há eleições no Sporting.

Sabendo-se que Bruno de Carvalho será candidato, a única forma de oposição que vejo à actual Direcção é feita na forma de:
  • Uns almoços entre ex-dirigentes leoninos e actuais dirigentes do Benfica;
  • Umas quantas bocas na comunicação social de um tal de Rui Barreiro (mas que escusa a marcar presença numa AG);
  • Colagem de cartazes na 2ª Circular em véspera de jogo decisivo;
  • E agora também, distribuição de panfletos, novamente em véspera de mais um jogo decisivo
Será que esta gente espera obter outra reacção dos sócios e adeptos com este tipo de acções, que não seja a repulsa da maioria dos sportinguistas?

Estamos a falar de alguém que não dá a cara versus alguém que sempre deu a cara em defesa das suas ideias e do seu modo de estar.

Assim foi em 2011 quando se candidatou a presidente.
Assim foi no período entre 2011 e 2013, em que se identificou como oposição contra Godinho Lopes, mas colocando o clube à frente da sua vontade de chegar a presidente.
Assim é hoje no seu dia-a-dia em defesa do Sporting.

Concorde-se ou não com Bruno de Carvalho, todos sabem que ele é.
Relativamente aos que colam cartazes ou distribuem panfletos, ninguém sabe quem são.

Apelidá-los de sportinguistas é algo que tenho dificuldade em fazer, pois nem o método, nem a escrita convencem, e muito menos o timing escolhido se pode considerar benéfico para o clube quando estamos em véspera de jogar um decisivo jogo na Amoreira.

SL
José

Panfletos? É simples: recandidatura já!

A melhor resposta que poderia ser dada a todas as forças maliciosas deste país que querem afastar Bruno de Carvalho da presidência do Sporting é só uma: a recandidatura às eleições do próximo ano!

Podem vir com outdoors ou panfletos com o timing escolhido de forma maliciosa, que o trabalho efectuado em quase 3 anos de presidência fala por si.

A melhor resposta que podemos dar a quem nos quer mal é mostrar que o Sporting que voltou a ser fortemente invejado e temido, está para ficar! Por isso, recandidatura já!!!


Lion King

quarta-feira, março 09, 2016

Surpreende alguém?

Quando até já a "famosa" Liga da Verdade do Record nos diz quem devia ser o verdadeiro líder...

SL
José

terça-feira, março 08, 2016

Discordo, presidente

Refere Bruno de Carvalho no seu mais recente post no facebook que:

"Mas até confesso que ambos tivémos realmente uma longa conversa após o jogo, que se fez ouvir de certeza, onde questionávamos como era possível no jogo mais fácil que tivemos com o benfica termos perdido. Que no único remate que fizeram marcaram um golo. Que podiamos ter perdido o Bryan Ruiz para o resto da época devido à agressão de que foi alvo. Que se passou mais uma jornada sem uma expulsão de um jogador do benfica nem um penalti contra. Que infelizmente o futebol era isso."

Este não foi o jogo mais fácil que tivemos contra os lampiões, antes pelo contrário foi o mais difícil. E foi o mais difícil porque eles montaram duas linhas defensivas muito próximas na segunda parte onde nos reduziram o espaço, estudaram bem aquilo que o Rio Ave fez em Alvalade. A questão é que a nossa equipa tem que ter soluções quando o nosso adversário nos reduz o espaço. Isso pode ser feito com um jogador que jogue entre linhas, nunca colocando o Gelson com tão pouco tempo pela frente e sem espaço pois o adversário colocou vários jogadores na dobra ao seu lateral-esquerdo. A ter entrado o Gelson devia ser uns 15 minutos mais cedo quando o jogo ainda se encontrava partido podendo aproveitar o espaço que ainda aí existia para embalar para a área adversária.

Esta é a minha visão do jogo, até porque não devemos cometer o erro de pensar em facilidades neste jogo. Nem antes, nem durante, nem depois do mesmo. Quando se facilita o insucesso aparece sempre ao virar da esquina.

Lion King

Temos de voltar a ter influência nos órgãos decisórios!

O principal problema do futebol português é a corrupção. Como ficou demonstrado por exemplo nas transcrições das escutas do processo Apito Dourado, toda a gente ficou a perceber como se cozinhavam os resultados fora de campo.


É este o quadro que temos no futebol português.


Posto isto, em relação à actuação do Sporting nos órgãos decisórios do futebol português é necessário mudar de estratégia. Foi por pensarmos - erradamente - que as pessoas que nos últimos anos tiveram nesses cargos decisórios eram imparciais, que fomos sistematicamente 'comidos'. Se quisermos voltar a ser respeitados, temos que voltar a ter gente na FPF e na Liga para que a nossa visão sobre o futebol tenha peso nas horas das decisões. Não para sermos beneficiados, mas para que eles pensem duas vezes antes de nos prejudicarem!

Aproveite-se agora as próximas eleições na FPF para alterarmos esta situação, porque se não o fizermos os outros continuarão a fazê-lo e a tirarem benefícios disso. Estou certo que no universo sportinguista existem dirigentes com conhecimento e capacidade para poderem fazer esse trabalho, pois já vários dirigentes com capacidade passaram pelo Sporting ou estiveram ligados ao clube durante o passado.

Lion King

Manuel Mota na Amoreira, Luís Ferreira na Luz

Foram hoje conhecidas as nomeações para a próxima jornada do Campeonato, o que têm em comum Manuel Mota e Luís Ferreira é a pergunta que se coloca. E outra pergunta que se coloca é se desta vez Lucílio Baptista também se absteve. Não há vergonha em quem toma estas decisões!

Lion King

Não podemos caír no jogo sujo deles!

Desde o início da época que temos assistido ao jogo psicológico sujo efectuado por parte do nosso rival da 2ª circular para com o nosso clube. Esta táctica psicológica é algo usado em cenários de guerra e devemos ser inteligentes para quem tem este tipo de postura. O pior que podemos fazer é andar sempre a responder a esse jogo sujo pois é isso que eles querem para nos cansarem psicologicamente. Foi essa postura que se assistiu em programas televisivos e que culminou com o afastamento de Dias Ferreira e Eduardo Barroso.

Já toda a gente percebeu que está a ser feito bullying psicológico pelos invejosos do outro lado da 2ª circular e isso começará a jogar contra eles pois é sinal de desespero. Sinto que o Sporting enquanto instituição, está tranquilo e ciente do seu caminho, sendo isto um dado muito importante.

Deixe-mo-los a falar sozinhos, pois eles vão provar da pior maneira o caminho em que entraram, A pressão é grande para aquelas bandas... saibamos jogar com isso.

Não seria importante uma figura como José Manuel Torcato ser integrada na estrutura do futebol profissional? Trata-se de uma pessoa habituada a lidar com este tipo de jogo sujo efectuado nos bastidores, algo que é prática no futebol português.
Saibamos aproveitar o know-how de quem tem o saber de experiência feito.


Lion King

segunda-feira, março 07, 2016

Não tenhamos memória curta!



Um pouco mais a frio, dois dias após o desaire do passado sábado, gostaria de tecer alguns comentários face ao que tenho lido e ouvido.

É certo que foi uma profunda decepção a derrota caseira, seguramente que o resultado foi injusto, sobretudo atendendo às oportunidades criadas pela equipa adversária, mas no futebol a eficácia conta, e muito. E como se costuma dizer, quem não marca, sofre!

Temos sido muito perdulários, nos últimos jogos desperdiçámos várias oportunidades para fazer golo, sobretudo frente a Guimarães e Benfica, e quando isso se reflecte na perda de pontos, coisas más acontecem... na tabela classificativa.

Sabe a pouco chegarmos a Março e apenas estarmos na luta pelo título de campeões nacionais, sobretudo agora que caímos para segundo lugar? Claro que sim!

Há críticas a apontar às mexidas feitas no plantel em Janeiro? Diria que sim, sobretudo se falarmos da saída de Montero, da permanência de Teo e da entrada de Barcos. Mas também não sabemos tudo...

O discurso da bazófia era recomendado quando nada ainda estava ganho? Obviamente que não! Nunca desvalorizando o próprio talento, a verdade é que grandes campeões sempre alicerçaram o seu sucesso na humildade. Deitar foguetes antes de tempo sempre deu mau resultado!

Revejo-me em alguns estilos de liderança técnica e directiva? Claro que não! Mas também não me revejo nada no discurso do coitadinho. De todo!

No entanto, devo recordar que há poucas épocas andávamos ao sabor de sétimos, oitavos lugares, com treinadores como Vercauteren ou Oceano no comando técnico, e um homem como Godinho Lopes na presidência. As bancadas andavam semi-nuas, os adeptos descrentes, os rivais não nos respeitavam, o crédito que nos davam era zero, ambicionar lutar pelo título era coisa de gente alucinada ou mera memória do passado!

Algumas épocas depois somos os detentores da Taça de Portugal, da Supertaça, estivemos na pré-eliminatória da Champions, estamos a lutar pelo título, o estádio regista assistências elevadas, os rivais temem-nos, a comunicação social procura desestabilizar-nos, a construção do pavilhão está em marcha, temos um plantel valorizado com jogadores de grande qualidade (Patrício, Adrien, William, Slimani, Ruiz...), temos um treinador com o seu estilo 'sui generis' mas um homem habituado a ganhar, a massa adepta e associativa está de novo com a equipa e a sentir novamente com vibração e entusiasmo o clube. Como se viu no passado sábado.

Podíamos ainda ambicionar mais? Evidentemente que sim, até porque o óptimo é inimigo do bom, mas caramba, sejamos justos e honestos nas nossas análises e considerações: muito foi feito em pouquíssimo tempo!

Não caiamos em estados de depressão colectiva, não nos deixemos intoxicar nas nossas opiniões por quem quer mal ao nosso clube, e por último, como ontem escrevi no facebook, não nos esqueçamos do seguinte:

Andavam caladinhos e metidos na toca. Ninguém os ouvia. Era um sossego. Domingo já andavam todos inchados. Até de camisola do clube, fato de treino ou cachecol saíram para a rua. Mas compreende-se: as manhãs dominicais são geralmente temperadas com o aroma da naftalina, sobretudo em igrejas... ou catedrais. Só têm orgulho de serem benfiquistas quando ganham. Adeptos da treta. Ao contrário de nós, incondicionalmente orgulhosos de sermos SPORTINGUISTAS!

Não percamos esse orgulho! Jamais! 
Somos únicos porque somos simplesmente os melhores adeptos do mundo! E os grandes clubes só sobrevivem e atingem o sucesso com grandes e entusiásticos adeptos!

Nuno M Almeida


domingo, março 06, 2016

A bazófia...

Bazófia é um termo que não relaciono com o Sporting, clube que aprendi a amar nos anos 70 e 80, onde dirigentes e atletas nos representavam sempre com uma elevação ímpar, respeitando os adversários todos, sem excepção.

Muito menos entendo o uso de palavras bazofas no discurso de quem nos treina ou de quem nos dirige, sobretudo à luz do nosso reduzido sucesso desportivo nas últimas três décadas.

Infelizmente, o discurso da bazófia regressou este ano em força e até já entra em campo nas conferências do treinador num jogo em que sai com um empate (Guimarães) e noutro em que sai derrotado (ontem).

Também já entrou vezes demais, e de forma incompreensível, no discurso de quem nos dirige, sobretudo por BdC, mas também por Marta Soares.

A bazófia é algo muito comum do outro lado da 2ª circular, mas é algo que não se enquadra nem deve ser admissível no nosso clube, sobretudo por parte dos adeptos que aprenderam a admirar o lema leonino: "Esforço, Dedicação, Devoção e Glória".

Em nenhuma parte do nosso lema se lê a palavra bazófia, ou alguma outra palavra que se possa relacionar com o discurso de superioridade, discurso esse que depois nos sai pela culatra como ontem ficou bem visível, e onde até o Rui Vitória parece dar a JJ um banho de humildade.

Perante a situação a que chegámos na classificação e estando ainda 27 pontos em disputa até final do campeonato, agradeço que quem nos representa aprenda a interpretar os desejos dos adeptos sportinguistas que são simplesmente estes:

Menos bazófia! Mais trabalho!
Menos conversa! Mais trabalho!
Menos arrogância! Mais trabalho!
Menos prosa! Mais trabalho!
Menos prepotência! Mais trabalho!
Menos fanfarronice! Mais trabalho!

SL
José

O exemplo do que é o futebol português hoje em dia

Um clube que é ajudado pelos árbitros a torto e a direito, como ainda ontem se viu na primeira parte quando Mitroglou atinge Adrien com o cotovelo dentro da área e na segunda parte quando Lindelof comete penalty sobre Slimani. E ainda esta entrada de Renato Sanches sobre Ruiz que era para expulsão, onde a imagem do post vale mais que mil palavras!

Quando se comparam estes lances com os protestos de Adrien que foi expulso no banco, verifica-se uma desigualdade de tratamento gritante. Como diria o outro, não há jantares grátis!

Lion King

Tudo em aberto!


As equilibradas contas do campeonato mostram que o mesmo será disputado até ao final no que concerne à atribuição do título. Analisando o que resta até à última jornada, não me acredito que a equipa que está na frente consiga ganhar os 9 jogos restantes. Mas de uma coisa tenho a certeza: se o Sporting ganhar os 9 jogos que faltam vai ser campeão.

Está tudo nas nossas mãos!


Lion King

sábado, março 05, 2016

Comece-se a oferecer o kit Peyroteo!

Lion King

1 no Totobola!

Hoje vamos jogar no Totobola através de um único jogo que, ao contrário do que se diz é mesmo decisivo, pelo menos para as nossas cores.

1 no Totobola - Vitória do Sporting

Em caso de vitória, o Sporting lança-se em definitivo para a conquista do título com apenas 9 jogos por disputar (27 pontos), ficando com:
- Avanço de 4 pontos sobre o Benfica (na prática serão 5 pela vantagem nos confrontos directos com o Benfica);
- Avanço mínimo de 4 pontos sobre o Porto (que poderão ser mais pois os portistas visitam Braga amanhã).
Nos jogos imediatos ao derby, o Sporting tem deslocações ao Estoril, Belenenses e Moreirense, intervalados pela recepção ao Arouca e Marítimo. Jogos em terrenos complicados mas certamente resultarão em...jogos em casa!, tal será o apoio que teremos nesses campos com uma brutal onda verde a varrer a zona de Lisboa e Moreira de Cónegos.
A vitória do Sporting significará uma injecção de moral extra na equipa, e um esvaziamento de esperança nos nossos rivais.
É por isso um jogo decisivo se o Sporting vencer.

X no Totobola - Empate

Um empate deixará Sporting e Benfica à mesma distância, mas será um resultado com maior significado moral para os lampiões do que para sportinguistas.
Para os benfiquistas, sobretudo porque depois de 3 derrotas esta época, será um alívio não perder novamente, fazendo aumentar a esperança por via de calendário teoricamente mais fácil para os de vermelho que para os de verde e branco.
Mas poderão ter também um Porto em cima deles amanhã se este vencer em Braga e com vantagem no confronto directo.
Para os sportinguistas poderá ser um resultado difícil de engolir pelo facto de ser mais uma cedência de pontos em casa, fazendo crescer dúvidas sobre as nossas reais possibilidades de nos tornarmos campeões.
Ficará tudo em aberto até final do campeonato e caberá aos adeptos sportinguistas responder se continuam a acreditar na equipa, respondendo com apoio maciço nos jogos seguintes.
Este é o único resultado que acredito possa levar o porto a entrar na corrida pelo título.

2 no Totobola - Vitória do Benfica

Tal como acredito que uma vitória do Sporting nos lançará em definitivo no caminho da conquista do título, o mesmo acontecerá em caso de vitória do Benfica.
A vantagem dos benfiquistas será de 2 pontos para o Sporting e eventualmente 3 pontos para os portistas, beneficiando de um calendário bem mais simpático que os seus rivais.
A desvantagem no confronto directo será sempre uma realidade mas acredito que a onda vermelha e o colinho fariam a diferença no que resta de campeonato.

A moral com que sairá o vencedor deste jogo para o que resta do campeonato, é algo que ambos os treinadores sabem ser evidente, mesmo que o sue discurso vá no sentido contrário.

Um derby é sempre um resultado de tripla (que o diga o resultado da 1ª volta na Luz), mas cabe-nos a nós reforçar a tendência do 1 no Totobola.

Como?

Afinando as gargantas e apoiando do 1º ao último minuto.

Não é só cantar a "Marcha do Sporting" e "O mundo sabe que" no início do jogo, é cantar, apoiar e aplaudir sempre, como o fizemos nos jogos com Porto e Braga.
Nós somos os melhores adeptos do mundo e vamos voltar a demonstrá-lo hoje em Alvalade!

O nosso apoio tem que estar presente em todos os momentos neste jogo!

SL
José

Sporting... até morrer!


Sportinguista há mais de quarenta anos - praticamente desde que nasci - sócio há trinta e dois anos, filho de sportinguistas, irmão de sportinguista, pai de três sócios sportinguistas, tio de sportinguistas, sobrinho de sportinguistas, primo de sportinguistas, accionista da SAD, detentor de lugar cativo no estádio, doador para a missão pavilhão, por tudo isto, mas não só, a minha religião foi, é e sempre será o Sporting Clube de Portugal.

Em tantas décadas de militância leonina houve sempre um jogo que procurei nunca falhar em Alvalade, e mesmo algumas vezes na Luz, o dérbi dos dérbis, o clássico dos clássicos... o SPORTING-Benfica. Até porque nenhum destes dois emblemas centenários seria o mesmo sem a existência do outro!

É o jogo da mais antiga e exacerbada rivalidade de Lisboa, de Portugal, da diáspora lusitana. E como gosto da picardia saudável, da rivalidade sã, de quem toma partido, de quem assume a sua opção, e não de meias-tintas, este será sempre o embate que mais mexe comigo, porque seja em que modalidade for, estejamos em termos classificativos no lugar que estivermos, se há adversário a quem quererei vencer, seja em Alvalade, na Luz ou em Marte, será sempre o Benfica!

Podemos ganhar, podemos empatar, podemos perder, o futuro a Deus pertence, mas uma coisa seguramente sei: nasci LEÃO... e LEÃO morrerei.

É que não é do Sporting quem quer, mas sim quem pode! 

 Nuno M Almeida

Será só no ciclismo que existe doping mecânico?

http://foradejogo08.blogspot.pt/2014/11/cubo-magico-para-revolucionar-treinos.html

http://expresso.sapo.pt/desporto/2015-08-25-A-historia-desconhecida-da-ida-de-Jesus-para-Alvalade-

http://www.record.xl.pt/futebol/futebol-nacional/liga-nos/benfica/detalhe/jesus-acusado-de-levar-segredos-para-o-sporting-em-304-artigos-986886.html


Seria muito interessante perceber porque o treinador do nosso adversário revelou que a sua equipa chega a esta altura da época em condições físicas para desejar jogar de 3 em 3 dias. Comparem este aspecto com as outras equipas europeias...

Eles montaram esta fraude muito bem, mas o Jorge Jesus vai comê-los de cebolada!

Lion King

quinta-feira, março 03, 2016

E que tal outra homenagem?

Homenageiam-se no intervalo do dérbi de sábado os Magriços numa iniciativa muito justa por parte do Sporting pelo facto de se comemorarem 50 anos sobre a melhor classificação de sempre da Selecção num Mundial, onde estiveram a representá-la 8 jogadores leoninos.

No entanto, neste ano de 2016 também se comemora 30 anos sobre um acontecimento que ficou na história dos derbies, o célebre 7-1. Seria interessante e merecido que se homenageassem antes do jogo começar os jogadores ainda vivos que estiveram nessa partida pela nossa equipa. Até porque pode dar-se o caso deste ser o último dérbi de 2016 em Alvalade e passar-se um pouco o efeito da data pois uma homenagem em pleno relvado tem outro impacto do que fazê-lo, como já aconteceu anteriormente, num jantar sobre a efeméride.

Lion King

1, 2, para quando o 3?

Dos últimos quatro presidentes do Benfica:
- Um está preso;
- Outro está em vias de ser preso;
- E o actual só não foi preso porque foi incriminado o seu motorista em negócios de cocaína celebrados com colombianos na Porta 18 do estádio.

É este o clube cujo actual presidente ainda recentemente reclamou em discurso perante os seus lacaios que "a justiça deve ser célere", que exigiu "comportamentos orientados pela ética e pela responsabilidade" e que rematou com a frase "somos admirados a nível internacional".

A mim o que me admira mesmo muito é como, sabendo-se o seu passado e presente, ainda consegue andar em liberdade.

Mas também já todos percebemos que só após sair do pedestal (presidência do clube), a justiça o incriminará.

A comunicação social vai cobrindo o Orelhas, mas nós, sportinguistas, sabemos bem a merda que para ali vai, pois também nós cá tivemos muita...infelizmente.

O relógio faz tic-tac Vieira, é só uma questão de tempo até  passares a ser o terceiro da lista a seguir para a Carregueira.

SL
José





Alguém explica?

Como é possível a pérola de 900 milhões de euros da maior academia do Mundo e arredores, ter apenas meia dúzia de meses de futebol de alta competição e chegar aos 70 minutos de jogo como aconteceu no Restelo, quase sem suor na cabeça?

Normalmente o corpo de um jogador só se habitua ao esforço ao fim de alguns anos de carreira, já se viram grandes jogadores que quase não suavam por já estarem habituados ao esforço aos 26/27 anos. Gostava de perceber como é que um jovem com 18 anos consegue.

Lion King

quarta-feira, março 02, 2016

Desespero

Segundo o site do gilinho, lançou-se uma insinuação grave que espero que tenha actuação de quem de direito e consequências na Justiça!

Aqui fica a transcrição.


Lion King


terça-feira, março 01, 2016

Quem diria... a voz do dono!



"Já várias vezes disse, desde que começou este romance, que gostava que Slimani jogasse contra o Benfica. Ele tem de ser castigado, mas a decisão não pode demorar tanto. E o que o presidente Luís Filipe Vieira disse é o mesmo", argumenta. 

"Slimani é uma espécie de Messi para os sportinguistas, que vêem pouco futebol" 

«Que o Slimani, o célebre Messi de Alvalade, jogue contra o Benfica. Se isso não acontecesse teríamos romance e o campeonato seria apelidado de Slimani»

Lion King

Vale tudo!



Que país cinzentão seria o nosso sem a nossa querida comunicação social... militantemente parcial e tendenciosa...

Rui Vitória, o homem que conseguiu fazer do benfica uma equipa de guerreiros, os tais que jogam de olhos fechados, solidários, coesos e unidos.

Jorge Jesus, o treinador egocêntrico e narcisista que chama apenas para si os méritos dos triunfos e que ontem não soube vencer um adversário que acabou com 10, adversário esse que derrotou o FC Porto e que apenas perdeu com os encarnados da forma que todos vimos.

Luís Filipe Vieira, um estadista, um homem responsável, um presidente de tribuna, a voz silenciosa, o líder carismático, responsável e gregário. O homem que fez uma obra de excelência! Longe vão assim os tempos do Kadhafi dos pneus...

Bruno Carvalho, o presidente truculento, arruaceiro, aquele que vê inimigos em todo o lado. O divisionista, o presidente do banco, jamais ao nível de um líder de tribuna. O homem que ainda não fez obra, apenas colhe os frutos de quem o antecedeu. O perseguidor de inimigos internos, o alucinado.

Jonas, o atacante por excelência. O goleador-mor da Europa, o artilheiro que todos veneram e que até consegue fazer Suarez e Lewandowski parecerem uns meros futebolistas amadores.

Slimani, o ponta-de-lança polémico, o homem que apenas joga sujo e agride adversários. O instigador, o atacante subversivo!

Benfica, o clube da formação de excelência, da academia do Seixal, verdadeiro viveiro de craques mundiais - Gonçalo Guedes, João Teixeira, Vitor Andrade. Renato Sanches, o jogador 900 milhões de euros, a sombra de Messi e Ronaldo. Benfica, a máquina de futebol, o clube que na época passada via sempre os adversários acabarem com 10 jogadores; a equipa à qual nesta época nem um penaltizinho é assinalado contra. SLB, o clube a quem Sturgeon (Belenenses) e Élio Martins (União) de modo autofágico pedem desculpa por sofrerem falta de jogadores encarnados. Anedótico, no mínimo...

Eu sei que tudo isto faz parte de uma campanha bem pensada e orquestrada - "ó Sousa Martins, ó Sousa Martins" - mas caramba, haja um mínimo de decoro, alguma isenção. Sabemos como isso é difícil, sobretudo num país onde por tradição os encarnados são levados ao colo e onde o andor está em constante actividade, mas apelo aos sportinguistas - sobretudo em semana de derby quase decisivo - que não se deixem influenciar, intoxicar, que saibam ser coesos e unidos na defesa do nosso clube, e que mesmo lutando com armas desiguais, juntos conseguiremos aquilo a que nos propusemos!

Também sei que dava jeito a muita gente deste país um Sporting fraco, anémico, um leão desmotivado, mas habituem-se, estamos na luta e nela continuaremos! Contra tudo e contra todos!


Nuno M Almeida

As bizarrias do costume


Finda mais uma jornada, tivemos ainda mais um episódio insólito, daqueles que costumam caracterizar o futebol português... e quase sempre com os mesmos do costume. Coincidência, decerto.

Posto isto, serei o único a achar estranho, bizarro e suspeito que um clube vá treinar ao centro de treinos do emblema que vai defrontar?

Como à mulher de César, não basta ser sério, também é preciso parecer. Mas é normal, porque se há coisa que falta em Lisboa são relvados para treinar (ironia).

Faz -me  recordar um célebre Estoril-Benfica marcado para o... Algarve, oferta de caixas, jantares... enfim... tudo normal. No pasa nada!

Nuno M Almeida