"O Mundo sabe que pelo teu amor, eu sou doente / Farei o meu melhor para te ver sempre na frente / Irei onde o coração me levar / E sem receio... farei...o que puder pelo meu Sporting" - osangueleonino.blogspot.com -

Sangue LEONINO

segunda-feira, março 01, 2021

O sucesso não é um acaso

Reforço em qualidade do plantel

+

Contratações cirúrgicas

 +

 Planeamento atempado

 +

 Gestão orçamental rigorosa

 + 

 Treinador competente

 + 

 Política de comunicação equilibrada

 =

 Época de sucesso 

    Sangue LEONINO


6 comentários:

  • At 1/3/21 16:20, Anonymous Anónimo said…

    ahahahahahh...só faltou acrescentar o ELO mais importante, o ANTERO!!!!não esquecer de agradecer.

     
  • At 1/3/21 16:31, Anonymous Anónimo said…

    Claro que sim, sem o Antero nada disto seria possível. Enfim...

    Nuno M Almeida

     
  • At 1/3/21 16:45, Anonymous Anónimo said…

    Nuno, acrescentaria também a "sorte", que efetivamente dá muito trabalho, no "NOSSO" caso além de trabalho também diria "MUITOS EUROS" (haverá alguns que não iram entender a questão dos euros, mas a breve trecho isso virá a lume)!!!

     
  • At 1/3/21 17:09, Anonymous Anónimo said…

    Falando em euros, e reproduzindo notícia do Expresso:

    A SAD do Futebol Clube do Porto terá, nos próximos seis meses, de devolver mais de 100 milhões de euros não só a bancos, entre os quais o Novo Banco, mas também a investidores, entre os quais adeptos.

    Com o adiamento por um ano do vencimento da emissão obrigacionista que terminava em 2020, dá-se, no próximo mês de junho, o vencimento em simultâneo de duas emissões de obrigações colocadas em investidores (a de 2017 e a de 2018). São 70 milhões de euros que o Porto tem de devolver ao mesmo tempo. Deveria ser só de 35 milhões, mas o reembolso dos títulos que deveria ocorrer no ano passado foi empurrado para este mês de junho.

    A SAD presidida por Pinto da Costa não respondeu à Tribuna Expresso sobre se prevê reembolsar os titulares das duas séries de obrigações ao mesmo tempo ou se, como aconteceu no ano passado, vai proceder a algum adiamento. O objetivo, em 2020, era a realização de uma nova emissão de obrigações, que financiasse o pagamento das que chegariam ao fim nesse ano, mas a pandemia impediu a intenção. Não se sabe qual o plano para 2021.

    Além da devolução das obrigações colocadas nos investidores em 2017 e em 2018, há mais dívida da SAD do Porto a chegar ao seu vencimento. Neste caso, é dívida bancária. E já este mês.

    Em março, chega ao fim o empréstimo de 8,5 milhões de euros concedido pelo Novo Banco em 2013. Não é o único; em setembro, dá-se o vencimento do empréstimo de 5 milhões de euros, concedido em 2010, em que a garantia passava pelas "receitas relativas a bilhetes de época, bilheteira e quotas dos associados". São créditos antigos, do tempo do BES. Mas há um mais recente, de janeiro de 2019: foram emprestados cerca de 10 milhões de euros, prevendo-se amortizações do capital emprestado ao longo do tempo (os valores a receber da Super Bock são a garantia deste crédito). No final de julho, devem ser amortizados 1,45 milhões de euros pela SAD.


    Nuno M Almeida

     
  • At 2/3/21 14:14, Blogger fanático said…

    Calma ainda falta muito

     
  • At 3/3/21 21:29, Blogger Unknown said…

    Boa noite,

    Quais as nossas necessidades? de tesouraria claro...

     

Publicar um comentário

Sangue LEONINO

<< Home