"O Mundo sabe que pelo teu amor, eu sou doente / Farei o meu melhor para te ver sempre na frente / Irei onde o coração me levar / E sem receio... farei...o que puder pelo meu Sporting" - osangueleonino.blogspot.com -

Sangue LEONINO

sábado, julho 07, 2012

O poeta Alzheimer

Todos nós Sportinguistas fomos colhidos de surpresa com as palavras de Carlos Barbosa à comunicação social. Não sendo para mim nenhuma novidade aquilo que a personagem resolveu debitar, faz me confusão que alguem integre uma lista e que seja na altura ordinário para os sócios que criticaram a linha escolhida pela sua "troika" e volvido poucos meses da sua mal explicada saida venha afinar pelo mesmo diapasão disparando a torto e a direito, tendo como alvo primordial o actual presidente Godinho Lopes.

Não conheço Godinho Lopes e desconheço se tem ou não carisma de lider ou capacidade para tal. Daquilo que vou recolhendo em conversas com Sportinguistas e lendo na comunicação social é de um homem decidido em levar avante a sua visão para o clube. Se é a mais correcta ou não...bem, posso garantir que não me revejo nesta linha seguida, mas como em tantas outras coisas prefiro ser calado pelas (boas) acções e sobretudo (apesar das criticas) não andarei a desejar derrotas apenas e só para prevalecer a minha opinião.

Carlos Barbosa falou aquilo que poderemos comentar entre nós mas nunca para a comunicação social. Faz-me bastante confusão que por aqui andem "personagens" a bater em todos os que têm opiniões contrárias (e vice versa) mas não se insurjam contra este tipo de declarações.

Tenho para mim que há criticas que são justas e opiniões com o qual comungo há já largos anos. Andamos alegremente a caminhar para o abismo. Ainda há uns dias troquei vários comentários no Blog com alguem que estava bastante bem informado com a realidade do clube. Continuo a achar que devemos parar para (re)pensar o clube pois corremos o risco de nos afundarmos irremediavelmente.

No entanto Barbosa (que detestei ao chamar burros aos sócios) vem agora fazer o papel de acusador a alguem a quem devia fidelidade. O problema de há anos é todos estes golpes palacianos que fariam inveja a um qualquer senado romano. A inveja e sobretudo a vaidade dos umbigos têm sido nefasta apenas para o clube e emblema. Presidentes e dirigentes fazem o que querem, delapidam o SCP e logo desaparecem da vida do clube, estando ou ficando completamente alheios aquilo que depois se passa.

Este Barbosa é mais um que deixará de acompanhar a vida do clube e seguirá a sua vida. Enquanto os adeptos ferrenos e socios fieis iram continuar a apoiar e suportar os erros clamorosos dos sucessivos "pavões" que por cá passam.

Ainda ontem falava com alguém que me é querido e que tem uma visão global do Sporting clube de Portugal.

Dizia-me ele que o SCP para sobreviver tem que repensar a muito médio prazo a "gerencia".

-Reduzir os sálarios para metade da maioria dos directores.
-Descentralizar a Academia ou mesmo acabar com ela para reduzir drasticamente os altos custos de transportes inerentes a centenas de míudos que lá treinam.
-Fazer o pavilhão dentro do estádio abolindo parte do parque de estacionamento.
-Acabar com gameboxes e regressar ao tempo do dia de clube, obrigando os sportinguistas a serem sócios.
-Fazer uma mescla de jogadores experientes, baratos e capazes de dar algo ao clube com jogadores da nossa formação.

Não sei até que ponto seram viaveis estas ideias adiantadas pelo meu amigo, mas que mais cedo ou mais tarde teremos que repensar o nosso presente é inequivoco e incontornavel.

SL

Miguel Damas