"O Mundo sabe que pelo teu amor, eu sou doente / Farei o meu melhor para te ver sempre na frente / Irei onde o coração me levar / E sem receio... farei...o que puder pelo meu Sporting" - osangueleonino.blogspot.com -

Sangue LEONINO

sexta-feira, outubro 30, 2020

Cheira a apito dourado...

O jogo desta noite, em Paços de Ferreira, fez-me recuar na memória umas décadas e soar demasiado a outros tempos, em que se inclinava o campo sempre a favor dos mesmos...

Justiça demasiado “meiguinha””...



quinta-feira, outubro 29, 2020

Fiquei a saber...

Num país que é um verdadeiro estado lampiânico a nível desportivo, fiquei agora a saber que também há um outro campeonato - de sócios votantes - entre clubes.

É emocionante ver o estado vibrante - quase orgásmico - com que alguns comentadores desportivos destes país exultam, quando se referem à afluência às urnas da colectividade do bairro de Carnide.

É por subserviências destas que este país definitivamente não evolui no plano desportivo.

quarta-feira, outubro 28, 2020

Resultado bem melhor que a exibição



Sporting, 3 - Gil Vicente, 1

Em noite de jogos de Champions, a seguir o contraste e uma verdadeira sonolência em Alvalade. As bancadas vazias também não ajudam ao entusiasmo.

Exibição pálida, desgarrada, sem ideias, pouca objectividade, com um Sporting incapaz de abrir espaços e de criar ocasiões de golo. Uma noite tranquila para o guarda-redes gilista.

Mas quando o Gil segurava a vantagem entretanto conseguida, fechando-se bem e queimando tempo, eis que primeiro Sporar e a seguir os miúdos Bragança e Tomás fabricaram a reviravolta. 

A partir daí, gestão leonina da vantagem, com Pote a confirmar a vantagem para assegurar três pontos que garantem mais um triunfo e nos colocam no segundo lugar.

Vitória do pragmatismo e das mexidas na equipa operadas ao longo do jogo, em noite de exibição muito fraquinha.

Verdadeiramente enternecedor...

Foi enternecedor e comovente ver um tal de “cérebro”, o mesmo que treinou a nossa equipa principal há umas épocas, a votar nas eleições do SLB e a assumir as dores do patrão contra um rapaz - esse sim, benfiquista - que joga em Manchester.

Um sabujo será sempre um sabujo, esteja ele mais ou menos coberto por milhões de euros.

É que a rectidão, a coluna vertebral e o carácter não se compram! 

sábado, outubro 24, 2020

Dois pesos, duas medidas

Será que a malta do futebol é que continua a ser a única ameaça de propagação do vírus? Quando vejo estas imagens do autódromo do Algarve fico na dúvida...

Espectáculos no Campo Pequeno, santuário de Fátima cheio, hipódromos com público, corridas de touros com bancadas repletas, F1 com milhares de espectadores, festa do Avante em grande... mas o futebol é que é um perigo.

Não contesto as medidas impostas ao futebol, contesto o estigma lançado sobre os adeptos do desporto-rei, sobretudo quando há evidentemente dois pesos e duas medidas.

Fico portanto a saber que posso ir ao Algarve ver a F1, e praticamente sentar-me ao colo do tipo do lado. Mas ver o meu Sporting em Alvalade...




Temos aqui jogador!



Manuel Mota bem tentou...



Santa Clara, 1 - Sporting, 2

Nesta autêntica maratona que é um campeonato, mais um triunfo valioso e mais três pontos. Pragmatismo acima de tudo.

O Sporting entrou melhor e chegou com justiça à vantagem, numa bela iniciativa de Pedro Gonçalves.

Como Manuel Mota será sempre Manuel Mota, a seguir, para contrariar o domínio leonino, o artista do apito - coadjuvado pelo VAR - decidiu fazer o espectáculo do costume: fechar os olhos a duas grandes penalidades a nosso favor.

Para complicar, em mais um desacerto de Coates - não há forma deste uruguaio me convencer - o Santa Clara chegou ao empate, resultado quanto a mim demasiado penalizador para o Sporting, ao intervalo.

No segundo tempo, mesmo sem grande futebol, chegámos à vantagem em mais uma jogada de Pedro Gonçalves, a beneficiar do desacerto do guarda-redes açoreano.

Resultado justo que premeia o esforço da equipa, ainda por cima jogando contra mais do que onze elementos, e que mantém a nossa tradição de conquista de triunfos no belíssimo arquipélago dos Açores. 

Depois da fantochada vista no passado fim-de-semana, e de mais uma habilidade dos tipos do apito no jogo com o Porto, neste fim-de-semana o regresso às vitórias.

Habilidades

É impressão minha, e nos Açores só ainda vamos na primeira parte, já vimos duas grandes penalidades escamoteadas pelo artista do costume?




Até que enfim!

Tendo o merchandising e as receitas inerentes ao mesmo um impacto cada vez maior numa indústria cada vez mais globalizada, não é de somenos importância a marca que nos equipa.

Depois da saga de Reebok’s e Macron’s, parece que é desta que vamos voltar a ter uma marca ao nível da dimensão do nosso clube e do seu historial.

Se se confirmar a opção pela multinacional norte-americana Nike, a minha vénia, porque a um clube com ADN ganhador juntar-se-á - na minha opinião - a melhor marca desportiva do planeta.




sexta-feira, outubro 23, 2020

O nível habitual...

Independentemente de quem provocou e de quem foi provocado - e respondeu bem à letra! - voltou ao futebol português o nível rasteiro a que estávamos habituados.

Numa altura em que vivemos uma pandemia com um impacto brutal também a nível económico e social, em vez de vermos os líderes dos principais clubes a remarem juntos para o mesmo lado, visando defender uma indústria com tanto peso na nossa sociedade, voltamos às “estórias” do costume de faca e alguidar.

Tristes protagonistas tem o futebol português...




Subscrevo!

Ainda hoje ouvi da boca de um sportinguista algo que espelha na perfeição o meu estado de alma leonino relativamente à nossa realidade:

Não gosto de Frederico Varandas, mas gosto muito mais do Sporting”

Nada tenho contra a pessoa Frederico Varandas, nem sequer o conheço, mas não gosto do presidente Varandas, até porque não creio que tenha perfil ou vocação para ser líder de tão grande instituição.

No entanto, a tudo isso se sobrepõe o amor pelo Sporting e a importância que desde sempre tem tido na minha vida.

Por isso mesmo, quero que o meu clube ganhe sempre, seja em que modalidade for, contra quem for. Seja presidente o Varandas, o Carvalho, o Godinho, o Bettencourt, o Franco, o Roquette ou qualquer outro!

Menos um

Vietto está de saída para as arábias a troco de oito milhões.

Não sendo um jogador cujo futebol me entusiasme, no entanto sempre me pareceu ter mais potencial do que a qualidade e produção que demonstrou. Bons pormenores mas pouca constância.

O problema é que ficamos com menos uma opção no plantel e menos recursos, nomeadamente com menos jogadores capazes de terem aqueles rasgos que definem e decidem jogos.




segunda-feira, outubro 19, 2020

O habitual...

Mas alguém duvida que uma grande penalidade assinalada a favor de Benfica e Porto jamais seria revertida? E que pelos vistos teve mesmo na sua origem uma ação faltosa do jogador portista...






sábado, outubro 17, 2020

Clássico de luta



Sporting, 2 - FC Porto, 2

Mais um clássico sem ganharmos, nós que há quatro anos não vencemos um clássico com o Porto ou um dérbi com o Benfica.

Esta noite uma partida de luta, garra, suor, mas com pouco talento e qualidade. Bancadas despidas de público também não ajudam a grande empolgamento.

O Sporting até entrou melhor, a chegar à vantagem, com um belo golo de Nuno Santos, mas a seguir, muitas facilidades concedidas pelo nosso sector defensivo permitiram ao Porto a reviravolta.

No segundo tempo valeu o facto do Sporting não ter desistido, de ter continuado a lutar e de aproveitar com mérito alguma apatia do adversário para conseguir chegar ao empate por Vietto. Um resultado justo.

Nota final para a arbitragem: muitas dúvidas no penálti não concedido ao Sporting mesmo a acabar a primeira parte, e um critério muito duvidoso a nível disciplinar, ao expulsar Amorim após reverter a decisão, quando antes tínhamos visto Sérgio Conceição a espernear e a bracejar no banco portista.

sexta-feira, outubro 09, 2020

Lapidar!

“O Sporting está dividido porque o primeiro a não unir é o conselho directivo. Quem é eleito sem a maioria dos votantes, precisa de todos os sportinguistas!”

José Dias Ferreira

Sporting “Processos” de Portugal





quinta-feira, outubro 08, 2020

A Taça de Portugal é nossa!



Depois de termos regressarmos a competir no basquetebol - desporto do qual nunca deveríamos ter saído - voltámos também às grandes conquistas.

O Sporting bateu hoje o FC Porto por 87-78, ganhando a Taça de Portugal quarenta anos depois.

Com a bela equipa que temos estou mesmo convicto de que apenas não fomos campeões nacionais na época do regresso - 2019/2020 - porque a pandemia não deixou. 

Ao se ter terminado prematuramente a competição foi-nos tirada a possibilidade de sermos campeões, já que a nossa equipa dava mostras de grande qualidade e de supremacia.

Sexta Taça para o nosso currículo! Parabéns aos nossos bravos leões!

quarta-feira, outubro 07, 2020

A academia está viva!



Enquanto a propaganda do costume vai passando a ideia de que o Seixal é a melhor academia do mundo, a verdade é que paralelamente Jorge Jesus volta a fazer aquilo que é seu hábito e a que os presidentes costumam dar o beneplácito  (como foi também o caso de Bruno Carvalho no Sporting) - rebentar com a formação e desperdiçar jovens talentos formados nos clubes que treina.

Paradigmático que dos 13 jovens made in Seixal que na época passada jogaram na equipa principal do nosso rival, apenas só já restem 5. É que só não vê quem não quer. Mas os problemas do outro lado da Segunda Circular são peditório para o qual obviamente não dou.

O que verdadeiramente me importa, e de facto quero relevar, é que a nossa academia volta a estar pujante. Como sempre foi. A par das de Barcelona e Ajax.

Depois de todas as diatribes à sua volta, da debandada de dirigentes e técnicos, das maldades que lhe foram feitas, inclusivamente por Jorge Jesus, Alcochete volta a ser a fábrica de futuros craques que sempre a caracterizou.

Nuno Mendes - que jogador! -, Eduardo Quaresma, Max, Matheus Nunes, Gonçalo Inácio, Tiago Tomás e Jovane, entre outros, são a evidência de que voltámos a estar no bom caminho. O caminho do aproveitamento de jovens, da sua valorização e da potenciação do seu enorme talento.

Como referi numa publicação anterior, enquanto adepto e sócio, não abdico do direito de criticar quando acho que o devo fazer, mas também não deixo de elogiar quando reconheço haver mérito.

E, no meio de tanto disparate do consulado de Varandas, merece naturalmente relevo a revalorização da nossa academia e o aproveitamento que se voltou a fazer da mesma!

Saldo positivo



terça-feira, outubro 06, 2020

Um plantel (quase) equilibrado



Critico quando acho que devo criticar. Elogio quando tal para mim faz sentido. 

Ao contrário do desastre de há ano, nesta temporada parece ter havido um pouco mais de critério e de rigor nas escolhas para o reforço do plantel.

Ao contrário de Fernandos, Jesés e Bolasies, esta época houve maior lógica na contratação de reforços. Adan, Pedro Porro, Feddal, Pedro Gonçalves, Antunes, Nuno Santos, Tabata, Palhinha e João Mário, sobretudo este, parecem-me evidentes mais-valias para uma temporada onde se exige, no mínimo, o terceiro lugar.

Há várias opções para vários sectores, há belíssimos jovens a despontar - Nuno Mendes é um diamante em estado bruto - haja agora competência e sagacidade da parte de Rúben Amorim na gestão de todos estes recursos. Para os potenciar e para os pôr a ganhar jogos.

Qual é então a lacuna? Obviamente o sector atacante.

Sporar, Luiz Phellype e Tiago Tomás - puto que promete muito! - são curtos, sobretudo a nível de qualidade para um clube com a ambição do Sporting. 

Não sei se Slimani ou Paulinho ainda virão, mas seriam sem dúvida reforços de peso para o ataque. No caso do segundo apenas torço o nariz a rechearmos uma vez mais os cofres de António Salvador. Qualquer um dos dois encaixaria na perfeição na equipa e ajudaria Tiago Tomás a crescer. Sobretudo Slimani.

Veremos então se será possível a chegada do desejado atacante. Se tal não acontecer, na minha opinião ficaremos obviamente com um plantel desequilibrado. 

Nota: vender Wendel ao Zenit por 20 milhões, enquanto Alex Telles foi contratado pelo Manchester United ao Porto por 14 milhões, é digno de registo. Não sei como se conseguiu, mas sim senhor, tiro o chapéu a esta venda!

segunda-feira, outubro 05, 2020

Venha ele!

Tal como São Tomé, “ver para crer”, mas a ser verdade, pois venha ele. Um jogador experiente e de grande qualidade que poderá acrescentar bastante ao Sporting.




domingo, outubro 04, 2020

Pragmatismo garante mais três pontos



Portimonense, 0 - Sporting, 2

Pode-se dizer que jogámos na retranca, que o Portimonense teve mais posse de bola, mas a verdade é que hoje fomos pragmáticos e sacámos três pontos.

Depois de conseguirmos dois golos jogámos com alguma cautela, concedemos a iniciativa de jogo ao adversário e passámos a gerir a vantagem.

Sendo o campeonato uma prova de regularidade o mais importante foi conseguido, voltámos a ganhar fora após o triunfo em Paços de Ferreira e regressámos aos triunfos em jogos oficiais depois do balde água fria de quinta-feira passada.

sábado, outubro 03, 2020

Política de contratações errática

Consta que o Sporting não desiste de contratar Paulinho ao Braga, o tal clube ao qual nem ainda sequer pagámos o Amorim.

A última vez que tinha lido sobre o tema, dizia-se que Salvador não abdicava de 30 milhões pelo avançado.

Ora, mesmo sabendo que estamos carenciados de avançados - Tomás, muito verde, Sporar, erro de casting, e Luiz Phellype, bom mas para um Paços - não entendo como muito provavelmente vamos vender o actual patrão do nosso meio-campo - Wendel - para comprar um avançado por um balúrdio. 

Em pouco tempo serão mais de 40 milhões para os cofres de um concorrente directo (o Braga). Salvador agradece esta brilhante gestão por parte de Varandas.

E pensar que um tal de Bas Dost foi “despachado” por 7 milhões...




sexta-feira, outubro 02, 2020

Não há volta a dar



Não há volta a dar: é impossível não rotular Frederico Varandas e os seus pares de incompetentes, tanto na forma como têm dirigido o rumo do clube como a nível da política desportiva, com um inenarrável Hugo Viana a brincar aos directores desportivos. Vão sair-nos caras as brincadeiras deste menino...

Deve-se pedir eleições e queda de uma direção a cada derrota no relvado? Obviamente que não. Mas o problema é que a sucessão de asneiras e de inépcias desta direção são contínuas, praticamente desde que tomou posse. O problema não está na derrota de ontem, o problema reside numa gestão errática e feita ao sabor do vento.

É que quanto mais tempo passar, mais cúmplices seremos de todo o rol de asneiras que têm pautado a gestão de Varandas.

Não é com homenagens que se maquilham os actos de incompetência que vão lesando o clube. Não é atribuindo a portas do estádio ou à academia, nomes de glórias do clube que se atira areia para os olhos dos adeptos.

Não é aludindo ao ataque à academia que se vai passando pelos intervalos da chuva e alijando responsabilidades.

Quanto mais tempo passar, mais complicado vai ser corrigir todas as “borradas” que esta direção vai deixar como legado a quem lhe suceder.

quinta-feira, outubro 01, 2020

Mistérios de uma certa política desportiva

Enquanto em Alvalade se vive uma tragédia austríaca, Dala e Francisco Geraldes - rejeitados em Alvalade - marcam golos em Vila do Conde e batem o pé ao AC Milan, realizando exibições bem interessantes. Boa Varandas, boa Viana! 

De regresso à realidade



Sporting, 1 - LASK, 4

Quando a coisa aperta e quando o opositor tem mais qualidade e maior grau de dificuldade, sentimos o inevitável banho frio de realidade....

Cedo se viu que estes austríacos não vinham para brincar e que a pressão alta contínua denunciava uma vontade clara de passarem à fase de grupos.

Tal como no ano passado, estes austríacos foram sempre superiores ao Sporting. A diferença é que há um ano um tal de Bruno Fernandes ainda disfarçava as nossas debilidades, este ano não há ninguém.

De regresso à nossa triste realidade - a mesma de há uns anos - e à incompetência que grassa na direção do clube e na política desportiva.

No estádio ou em casa...



O amigo do Vieira nunca falha...

O amigo do Vieira, treine a equipa que treinar, jamais falha no seu apoio ao líder de Carnide.

Apenas continuo a estranhar que os proprietários dos clubes que Mourinho vai treinando - cada vez com menos sucesso - embarquem na conversa de gastar milhões para que este ajude o amigo Vieira a encaixar mais uns milhões  e que continuem a enfiar barretes.

Problema deles...




domingo, setembro 27, 2020

Exibição agradável garante triunfo confortável



FC Paços de Ferreira, 0 - Sporting, 2


Deslocação a um terreno tradicionalmente difícil e mais uma agradável exibição do Sporting.


Gostei de ver os nossos jogadores a disputarem todas as jogadas com empenho, a criarem espaços para os passes e a desdobrarem-se em rápidas jogadas de ataque.


Exibição bem conseguida, domínio absoluto do jogo e pormenores que mostram uma consolidação crescente de processos.


Nota de destaque para os reforços, nomeadamente Adan, Pedro Porro e Nuno Santos, e ainda para os miúdos Tomás Tiago, Nuno Mendes e Matheus Nunes, claramente a agarrarem as oportunidades que lhes estão a ser dadas.



Eis o actual Sporting...



sábado, setembro 26, 2020

Tabata vai ser leão



Tabata, 23 anos, extremo internacional brasileiro olímpico, vem a caminho do Sporting.

Parecendo-me um reforço interessante, jogador que sempre gostei de ver jogar ao serviço do Portimonense, creio no entanto que 5 milhões por 50% do passe, é exagerado.

Veremos como se vai ele adaptar à exigência e à pressão de um grande clube como o nosso.

sexta-feira, setembro 25, 2020

Liga Revelação: “o que passou-se?”



O puto faz-se!



Tiago Tomás marcou ontem o golo da vitória e voltou a demonstrar que é um interessante projecto de jogador.

Bom conceito posicional, sentido de oportunidade, disciplina táctica e muita personalidade, são predicados que vai deixando em campo, mostrando ter todas as condições para se afirmar na equipa.

Continue a ser aposta de Rúben Amorim e continue a corresponder, que seguramente será mais um valor seguro made in Alcochete.

Ainda por cima, e tendo falado com quem o conhece bem dos tempos de Liceu de Oeiras, o miúdo é dos que tem a cabeça no lugar.

quinta-feira, setembro 24, 2020

Liga Europa: em frente!



Sporting, 1 - Aberdeen, 0

Com um golo solitário de Tiago Tomás, e embora desfalcado de vários jogadores - e de treinador - por causa do malfadado coronavírus, foi um Sporting competente a gerir a vantagem aquele que nos leva agora a um play-off com os austríacos do LASK Linz. 

Os miúdos deram conta do recado, mesmo que o Aberdeen poucos predicados futebolísticos tenha demonstrado.

Resultado merecido! 

terça-feira, setembro 22, 2020

Incompetentes

O Sporting anunciou ontem que pretende alterar o nome da academia de Alcochete para Academia Cristiano Ronaldo.

Concordando-se ou não, e eu não concordo, importa também antes fazer o trabalho de casa.

É que o Nacional da Madeira já tinha registado em 2007 o nome da sua academia como Cristiano Ronaldo Campus Futebol. 

Nas pequenas coisas se vê o amadorismo e a incompetência de quem actualmente dirige o Sporting Clube de Portugal.

https://www.cdnacional.pt/cidade-desportiva/

sábado, setembro 19, 2020

Homenagem aos históricos

Num clube onde se impõe competência na sua gestão, no entanto não deixo de relevar (algumas) boas iniciativas desta direção.

Uma delas passa por homenagear grandes figuras da riquíssima história leonina, atribuindo o seu nome às várias portas do estádio e do pavilhão.

Vitor Damas, eterno rei das nossas balizas, é um deles.

Veremos quem se segue. Espero que nomes como Peyroteo, Travassos, Jordão, Manuel Fernandes, Carlos Lopes ou Joaquim Agostinho tenham igual e merecido reconhecimento. Ou Livramento, Naide Gomes, Fernando Mamede e Cristiano Ronaldo.




quarta-feira, setembro 16, 2020

Em tempos de pandemia...

Diria que em tempos de pandemia não podemos aspirar a ter público de regresso aos estádios enquanto houver crescimento do número de infectados nos profissionais de futebol dos clubes.

Se uma instituição não consegue garantir que os seus atletas, treinadores ou directores não sejam infectados, muito menos conseguirá salvaguardar a não existência de surtos nas bancadas.

Por muito que goste de ver jogos no estádio e esteja há demasiado tempo privado de ir ao mesmo, por muito que ache incrível que se permita que outros eventos desportivos, culturais, políticos ou religiosos possam ter público e o futebol não, nesta fase não posso advogar a abertura das bancadas aos adeptos, quando vejo infectados a crescerem exponencialmente em Alvalade.

terça-feira, setembro 15, 2020

Parabéns!



domingo, setembro 13, 2020

Uma saída inevitável

Vai-se embora um jogador de qualidade, internacional pela Argentina, raçudo, e que deu sempre o litro pela camisola leonina.

Se me perguntarem é óbvio que acho que o valor é abaixo daquilo que ele vale e sobretudo bastante inferior a ofertas antes chegadas a Alvalade - Zenit, Inter... - mas estes dez milhões e meio são reflexo da forma como a sua situação foi gerida.

Pelo que consta, um jogador em rota de colisão com o treinador e com a direção, e colocado a treinar à parte. É óbvio que o Sevilha se aproveitou disso e claramente percebeu que Acuña seria vendido por um preço abaixo do seu verdadeiro valor de mercado. Monchi, para muitos o melhor director desportivo do futebol europeu, não brinca em serviço.

Que triunfe na competitiva liga espanhola porque tem perfil para chegar, ver e vencer.