"O Mundo sabe que pelo teu amor, eu sou doente / Farei o meu melhor para te ver sempre na frente / Irei onde o coração me levar / E sem receio... farei...o que puder pelo meu Sporting" - osangueleonino.blogspot.com -

Sangue LEONINO

sábado, novembro 16, 2019

Judo: bicampeões europeus!



A equipa masculina do Sporting revalidou hoje o título de campeão europeu de judo, ao bater por 3-2 os russos do Yawara Neva na final, que decorreu em Odivelas.

Parabéns aos responsáveis da secção e aos nossos bravos atletas, incluindo o campeão do mundo Jorge Fonseca, injustamente ostracizado pela actual direção do clube!

sexta-feira, novembro 15, 2019

Derrota em jogo-treino



O Sporting recebeu hoje em Alcochete o Estoril Praia de Tiago Fernandes, forte candidato à subida à primeira liga, perdendo por 3-1.

Silas utilizou os seguintes jogadores: Diogo Sousa, Valentin Rosier (João Oliveira ao intervalo), Luís Neto, Tiago Ilori, Cristian Borja, Eduardo, Matheus Nunes, Matheus Oliveira, Rafael Camacho (Diogo Brás), Luciano Vietto (Tomás Silva ao intervalo) e Luiz Phellype.

Nota de destaque para Tiago Tomás, que marcou o golo leonino, e para Ilori, que marcou na própria baliza.

terça-feira, novembro 12, 2019

Pôr os pontos nos i’s

Andam para aí uns artistas a ‘mandar’ umas bocas sobre as minhas alegadas intenções menos claras ao publicar certos textos.

Vamos lá então esclarecer essas cabeças mais inquietas.

É para mim princípio fundamental dar o benefício da dúvida a toda e qualquer direção. Mesmo não tendo votado em Varandas, assim o fiz. Dei-lhe o benefício. Até ao momento em que começaram a suceder-se erros atrás de erros, asneiras atrás de asneiras.

Não, não critico o facto de Varandas ter colocado algumas claques na ordem. Critico ele não ter sabido parar com a polémica e o próprio continuar a alimentar o conflito, algo pouco consentâneo com a sua posição institucional e com alguma maturidade e bom senso que se exigiam.

Critico, e muito, a sua incapacidade em conseguir unir a família leonina. A cada dia que passa aumentam as clivagens no seio dos adeptos sportinguistas, em vez de ser o contrário.

A cereja no topo do bolo da incompetência de Varandas, para mim, foi e é a gestão do futebol. Um perfeito desastre e um amadorismo de bradar aos céus, muito longe daquilo que se pede na gestão de uma equipa altamente profissional.

Portanto, esqueçam lá essas teorias de que há aqui agendas escondidas ou o que quer que seja. É apenas a opinião de um sócio e de um pequeno accionista da SAD. Nada mais.

Apoiei Benedito nas últimas eleições, aceitei obviamente a vontade da maioria dos votos - não de votantes - pelo que muito menos ando por aqui a fazer qualquer joguinho ou campanha que estenda a passadeira para que Benedito chegue à presidência. Nem sequer sei se o voltarei a apoiar. Dependerá do universo de candidatos e do seu programa eleitoral. Nada devo a Benedito. Nada Benedito me deve!

segunda-feira, novembro 11, 2019

Continua a garotice

Repito o que aqui há uns dias escrevi - quem semeia ventos colhe tempestades.

Varandas insiste em enveredar pela provocação às claques que o desafiam, mostrando não estar à altura do lugar institucional que ocupa, antes denotando um ressabiamento inaceitável e inqualificável. 

Em vez de deixar a polémica e o conflito morrerem, prefere continuar a deitar gasolina para a fogueira.

Ver-se agora nas redes sociais um elogio oficial do clube à  Torcida Verde, não só é uma garotice pegada e absurda, como uma forma abjecta de tentar virar as claques umas contra as outras.

Inaceitável!




Domingos Duarte na seleção

Domingos Duarte, jovem da formação leonina que andou a penar por clubes menores em empréstimos sucessivos acaba de ser chamado à seleção principal portuguesa. É simplesmente um dos melhores centrais da liga espanhola, jogando no Granada, uma das equipas-revelação da temporada. É também apontado como alvo de emblemas mais poderosos de Espanha.

Demiral, jovem defesa turco que nunca foi aproveitado em Alvalade, é considerado um dos jogadores de futuro da Juventus, colosso europeu e mundial.

Pergunto: quem é responsável pela dispensa destes atletas? Não pode isso ser considerado gestão danosa? Não é assim o Sporting severamente prejudicado, sobretudo quando não se aproveita um Domingos Duarte e se pagam milhões pelo regresso de Ilori? Ou quando se decide contratar Neto? 

Responda quem souber!




domingo, novembro 10, 2019

Dois de Vietto resolveram



Sporting, 2 - Belenenses, 0

Péssima entrada em jogo por parte do Sporting, a ver o Belenenses jogar, não conseguindo construir uma jogada decente e muitas vezes nem sequer conseguindo passar de meio-campo.

Após Silas ter percebido que a estratégia de três centrais não resultava, porque os laterais não conseguiam subir devido à ação de tampão dos homens do Belenenses, logo à saída da nossa área, decidiu então tirar Neto e colocar Camacho em campo.

A equipa passou a jogar um pouco melhor, a criar mais perigo e a chegar finalmente à área de André Moreira.

No segundo tempo vieram os golos, ambos de Vietto, e fruto da melhoria que a nova estratégia trouxe.

Mais uma exibição fraquinha do Sporting, mas também mais três pontos. Continuamos assim a ver pouco Sporting e exibições demasiado cinzentas.

sábado, novembro 09, 2019

Gasolina para a fogueira

Numa altura em que se pretende e exige alguma pacificação na família leonina, quem escreveu o discurso que Varandas leu, prefere claramente continuar a deitar gasolina para a fogueira e a criar focos de conflito.

Quem semeia ventos colhe tempestades, pelo que esta direção não poderá mais tarde queixar-se do que quer que seja.

Eu sou dos primeiros a condenar certos privilégios das claques, a existência de guardas pretorianas e grupos de crime organizado no seio dessas mesmas claques, mas continuar a bater na tecla parece-me já demasiado ressabiamento e recalcamento por parte de Varandas. Ou de quem lhe escreveu o discurso.




quinta-feira, novembro 07, 2019

Quem diria...



Rosenborg, 0 - Sporting, 2

Quem diria há uns tempos que, à quarta jornada, o Sporting seria líder no grupo D da Liga Europa, grupo no qual também compete o ex-campeão europeu PSV.

No terreno de um ex-competidor regular da Champions e crónico campeão norueguês, o Sporting foi quase sempre mais forte, apenas sofrendo alguns calafrios na segunda parte, quando começou a gerir a vantagem, dando assim mais espaço e iniciativa ao adversário.

Terceira vitória consecutiva obtida com inteiro mérito, num jogo decidido na primeira parte e no qual o Rosenborg nunca mostrou ter argumentos para ameaçar ou beliscar o nosso maior poderio.

Na próxima jornada teremos um duelo em Alvalade, com o PSV, hoje surpreendentemente goleado no terreno do LASK.

Com amigos destes...



quarta-feira, novembro 06, 2019

Vira o disco e toca o mesmo

Sinceramente gostaria que as sucessivas direções do Sporting - ou quem para elas trabalha - tivessem um bocadinho mais de imaginação.

É que começa a ser recorrente ver as várias agências de comunicação que são contratadas - LPM, Wisdom, YoungNetwork - enveredarem  sempre pela mesma estratégia.

Policiamento nas redes sociais, criação de páginas de apoio a quem lidera o clube e encharcamento do espaço de comentários, quer no Facebook quer nos blogues, numa tentativa de neutralização das críticas.

Cada um acredita na verdade que quer, muitos acreditam na verdade que lhes é imposta.

É que toda esta recorrente estratégia me faz recordar alguém que ficou para sempre negativamente imortalizado na história universal:

Uma mentira repetida mil vezes torna-se verdade“ —  Joseph Goebbels

Ainda vêm a tempo...



Cinco reforços em agenda para contratar em Janeiro deve ser para atacarmos a Taça da Liga, Taça de Portugal e Campeonato.

Então se forem do calibre dos que vieram em Agosto vai ser uma maravilha, até porque se fala da saída de um dos melhores do plantel (Acuña).

Que garotada. Até quando vão continuar Varandas e Viana a brincar aos futebóis?

segunda-feira, novembro 04, 2019

É uma questão de prioridades...

O Sporting passa por uma fase muito difícil da sua vida, esta direção está - na minha modesta opinião - por um fio, sendo uma questão de mais uns dias ou mais umas derrotas a sua iminente queda.

Por tudo isso ainda mais estranho que o que importa agora para a actual direção seja mudar de agência de comunicação, substituindo a LPM pela Wisdom Consulting.

Caro Varandas, não há embalagem que resista a um mau conteúdo. Por mais atraente que ela seja...

Pobre Sporting...

Mantenho aquilo que aqui tenho escrito. Por muito que queira respeitar a vontade da maioria dos sócios no último acto eleitoral e por muito que não queira que o clube embarque em eleições sucessivas, a verdade é que nos debatemos com vários problemas.

E um dos principais desses tais problemas é que uma instituição com a nossa grandeza não se pode coadunar com tamanho amadorismo e garotada na sua liderança. Necessitamos de competência, garra e experiência. Não de miudagem a brincar aos presidentes e aos directores desportivos, cometendo erros sucessivos na vã esperança de que, com isso, ganhem alguma competência.

Também não sou daqueles que suspiram por Bruno Carvalho porque não me esqueço que este tinha o clube na mão, a massa associativa maioritariamente consigo, mas mesmo assim decidiu dar verdadeiros tiros no pé e com isso abrir a porta ao regresso de velhas dinastias.

Por último, não é difícil ver como certos abutres se movimentam e se posicionam em face de todas as asneiras que a actual direção vem cometendo.

Por isso digo que, entre garotada incompetente, velhas dinastias, brunismo que teima em dar prova de vida e velhos abutres... meu pobre Sporting!




domingo, novembro 03, 2019

Uma maravilha!

Continuem a dizer que a nossa formação está uma maravilha, que seguimos produzindo talentos em barda e que não se passa nada...

Como já dizia o outro: e o burro sou eu???!!

Mais cego do que aquele que não pode ver é mesmo o que não quer ver!




Quando não se joga um caracol...



Tondela, 1 - Sporting, 0

sábado, novembro 02, 2019

Basquetebol: na Luz a primeira derrota

Benfica, 85 - Sporting, 79

Quase vinte e cinco anos depois, o regresso do velho dérbi de basquetebol aos palcos nacionais.

Pese embora a derrota desta tarde na Luz - a primeira da temporada - demos excelente réplica frente a uma equipa mais consolidada e trabalhada, e sobretudo bem mais experiente, com vários jogadores na casa dos trinta anos.

Últimos segundos emocionantes em que chegámos a ameaçar ultrapassar o Benfica no marcador, o qual chegou a ter ao longo do jogo mais de doze pontos de vantagem.

Temos equipa!






quinta-feira, outubro 31, 2019

Sofrimento desnecessário



Paços de Ferreira, 1 - Sporting, 2

O Paços, presidido pelo meu amigo Paulo Meneses - clube de gente boa - que me perdoe mas hoje era jogo para ganharmos sem dificuldades. Aliás, diria que este Paços e o Aves são as equipas mais fracas desta liga.

Entrámos bem no jogo, com boas dinâmicas, lances rápidos com interessantes trocas de bola, mas quando nos vimos em vantagem demos espaço ao adversário. Em vez de matarmos o jogo.

E foi um Paços mais ousado e perigoso que se viu na segunda parte. Em grande medida porque lhes demos demasiadas facilidades. Mesmo com a atenuante de um terreno complicado devido à chuva não havia necessidade de tanta dificuldade.

O brinde de Luiz Carlos acabou por nos permitir chegar à vantagem mas não percebo porque quebrámos tanto a nível físico na segunda parte. Não fora esse deslize do veterano brasileiro pacense e não sei se teríamos estofo para sacar a vitória.

Para a história e para as estatísticas ficam mais três pontos e a seguir nova deslocação a mais um terreno tradicionalmente complicado: Tondela.

domingo, outubro 27, 2019

No aproveitar é que está o ganho!



Sporting, 3 - Vitória SC, 1

Perante 28.000 adeptos numa noite de domingo pouco propícia e convidativa para ir ao futebol, o Sporting arrancou um triunfo perante um belo adversário, que ainda na passada quinta-feira tinha feito um jogão no Emirates Stadium.

Com Silas a estrear-se em Alvalade em jogos para o campeonato, e com Jesé no onze inicial, a vantagem ao intervalo aceitava-se. Golos de Jesé e Acuña.

No segundo tempo o Vitória reequilibrou, a defesa leonina entrou numa certa passividade, pelo que o golo vimaranense, assinado por Bonatini, não surpreendeu. Defesas do Sporting em maioria numérica a verem navios na área...

O nosso terceiro golo sentenciou o jogo, graças a um brinde de Miguel Silva, que Coates aproveitou.

Registamos agora quatro triunfos no campeonato, estando no quarto lugar, com duas deslocações consecutivas, uma na quinta (Paços) e outra no domingo (Tondela).

Uma exibição sofrível, a espaços agradável, com bom aproveitamento dos erros do adversário, e mais três pontos.

sábado, outubro 26, 2019

Triunfo difícil e suado!



sexta-feira, outubro 25, 2019

Quo vadis, Sporting?

Um presidente sem perfil de liderança e com incapacidade para comunicar.

Erros estruturais na construção do plantel.

Política errática de contratações e vendas.

Sucessão de treinadores despedidos.

Projecto desportivo desconhecido.

Fraco desempenho exibicional da equipa principal.

Em Outubro já arredados da luta pelo campeonato, Taça da Liga e Taça de Portugal.

Fosso a aumentar em relação aos principais rivais, quer a nível financeiro, quer a nível estrutural (formação), quer a nível de estrutura profissional.

Cada vez mais longe de regressarmos à competição europeia que gradualmente mais receitas gere.

Já batemos no fundo? 

É com eleições que vamos resolver isto? 

Com os mesmos candidatos a avançarem? 

Com mais assembleias destitutivas? 

Com mais contestação?

Para onde caminhamos?

quinta-feira, outubro 24, 2019

Ganhámos!



Sporting, 1 - Rosenborg, 0

Entrada positiva em jogo por parte do Sporting, a jogar pressionante, rápido a recuperar a bola e com dinâmica entre sectores.

A primeira parte mostrou uma equipa relativamente dominadora, empenhada em deixar boa imagem, mas pouco eficaz na finalização. Uma vez mais. Nota ainda para uma grande penalidade a nosso favor, mas que não foi assinalada.

No segundo tempo o Rosenborg veio melhor do balneário, aproveitou algum desacerto defensivo leonino e a espaços mandou no jogo.

Com a entrada de Pedro Mendes para o lugar de Luiz Phellype, o Sporting voltou a incutir um pouco mais de velocidade no jogo, a ser mais pressionante, tendo o golo de Bolasie coroado essa ligeira melhoria exibicional.

Resultado claramente melhor que a exibição - a espaços agradável mas longe de ser convincente - e segundo triunfo consecutivo na Liga Europa.


Craque para a eternidade




Sintomático

O nível e o carácter da discussão entre sportinguistas, seja aqui ou seja na blogosfera e nas redes sociais, explica bem o estado a que chegou o nosso clube.

Com adeptos que não conseguem argumentar com um mínimo de clarividência, objectividade e educação, é perfeitamente natural que reine a agressividade e a berraria no seio de uma instituição que merecia melhores dirigentes e melhores adeptos.

Pobre Sporting...

segunda-feira, outubro 21, 2019

Uma direção a prazo

Qualquer sócio no seu perfeito juízo será levado a concordar que, infelizmente, hoje em dia existem nas claques pessoas menos escrupulosas e alguns criminosos que se aproveitam disso para fazer ‘negócios’ menos lícitos e deturpar o propósito que esteve na criação das mesmas. É assim no Sporting, é assim noutros clubes.

Mas também podemos concordar que as claques na sua essência dão colorido aos jogos e transmitem um apoio inexcedível, seja em casa, seja fora.

Posto isto, alguém acredita que a contestação a Varandas e aos seus pares de direção, se circunscreve às claques? Acreditar nisso é negar a realidade.

Alguém acredita que o timing desta direção em avançar com a decisão de rescindir unilateralmente protocolos antes assumidos, é inocente e não tem carácter revanchista?

O problema não está nas claques, o problema não está na contestação a Varandas. Isso são consequências.

Consequências de uma gestão desportiva amadora, feita em cima do joelho por garotada e sem qualquer lógica ou sustentação estratégica. Hugo Viana? Beto? 

Mas está tudo doido? Queremos um clube futebolisticamente competitivo e entregamos os destinos do nosso futebol profissional a garotada sem provas dadas? Ou a um tipo mais habituado a debelar lesões do que a gerir desportivamente o que quer que seja?

A realidade é dura mas é esta: apenas um milagre que nos trouxesse vitórias consecutivas poderia acalmar a contestação e salvar esta direção. E com um plantel mal construído, remendado e sem qualidade suficiente é pouco crível. Muito pouco crível.

Temos assim uma direção datada. E datada única e exclusivamente devido à sua incompetência e inépcia. De mais ninguém. O cardeal falhou. As suas marionetas falharam. É uma questão de tempo até caírem.

domingo, outubro 20, 2019

O silêncio de Benedito


É cada vez mais inegável que o Sporting está a entrar em estado de sítio e a viver um clima de quase completa ruptura entre a actual direção e grande parte da sua massa adepta.

Posto isto pergunto se não está na altura do candidato com mais votantes nas últimas eleições vir a terreiro falar sobre este estado de coisas?

Apoiei João Benedito nas últimas eleições, estando assim perfeitamente à vontade para perguntar ao ex-candidato - que ficou em segundo lugar no último acto eleitoral - se não será sua obrigação neste momento tão difícil e tortuoso vir dar uma palavra aos adeptos e sócios.

Não a certos ‘meninos’ das claques que ficaram sem os seus privilégios, e que por isso agora esperneiam e gritam, mas sim aos adeptos e sócios que genuinamente estão preocupados com tudo isto. É que certos silêncios começam a ser ensurdecedores.

Já Winston Churchill dizia: A nação vai achar que é muito difícil olhar para os líderes que estão mantendo os ouvidos no chão” 

Cobardes!

Não gosto de gente forte com os fracos e fraca com os fortes.

Não gosto de quem não faz tudo para ganharmos na justiça o campeonato de 2015/2016, um campeonato que tresanda a trafulhice.

Não gosto de quem tenta ganhar na secretaria a um clube pequeno uma eliminatória da Taça em que este ganhou com todo o merecimento e justiça.

Não me revejo nestes comportamentos, não me revejo neste Sporting!

Tenham sim muita vergonha na cara, uns pela forma inepta como estão a gerir os destinos do clube, outros pelo modo como se arrastam em campo e sujam a cada jogo o nome do Sporting Clube de Portugal!

sexta-feira, outubro 18, 2019

As más notícias não acabam...



Morreu Rui Jordão, o meu maior ídolo de sempre do universo leonino, um homem e um jogador de uma elegância ímpar.

Com ele aprendi a vivenciar de uma forma única o meu Sportinguismo. Uma pessoa que tive o grato prazer de conhecer. De uma simpatia e de uma humildade exemplares.

Até sempre, grande ídolo. Que descanses em paz naquele sítio especial onde os deuses do futebol ficam para toda a eternidade.

Nota: não tolerarei qualquer comentário alheio ao tema, por respeito a Rui Jordão!

Um clube em caos!



Um plantel de fraca qualidade, uma direção contestada a cada assembleia geral e a cada derrota, uma massa associativa desunida e claques em estado de sítio por perda de privilégios.

Senhoras e senhores, bem-vindos ao estado actual do Sporting Clube de Portugal! 

domingo, outubro 13, 2019

Já enjoa!

Já enjoa - para não dizer que já mete nojo - a conversa de que as vitórias nas modalidades são do presidente A ou do presidente B.

As vitórias são dos atletas que as conquistam - e pelas quais trabalham e lutam - das equipas técnicas e dos dirigentes das respectivas secções.

E obviamente também dos adeptos que estão presentes a apoiar!

Tanta conversa de chacha. Enxerguem-se, pá. Deixem de dizer baboseiras. Uma coisa é defenderem o Carvalho ou o Varandas, outra bem diferente é desligarem-se da realidade, tamanha é a cegueira em defenderem os vossos adorados líderes!

Não desrespeitem todos aqueles que a cada dia de treino ou de jogo dão o seu máximo em prol do clube!

Basquetebol: segundo triunfo consecutivo



Sporting, 91 - Galitos, 69

Em jogo da segunda jornada da liga Placard, e naquele que foi o primeiro jogo oficial no nosso Pavilhão João Rocha, o Sporting obteve há pouco o segundo triunfo consecutivo, batendo o Galitos com um diferença de 22 pontos, perante quase dois mil espectadores.

sábado, outubro 12, 2019

Era o que faltava!

Consta que Frederico Varandas colocou a hipótese do nosso estádio se passar a chamar Cristiano Ronaldo.

Era o que faltava!

Pese embora todo o respeito e admiração que tenho pelo maior jogador português de todos os tempos, recordo que apenas fez uma época de sénior no Sporting.

A haver algum nome alternativo ao do nosso fundador, José Alvalade, mas não vendo motivos para alteração do mesmo, só equacionaria mesmo um nome: Fernando Peyroteo

sexta-feira, outubro 11, 2019

Desenganem-se!

Independentemente dos disparates e erros de palmatória que a actual gestão de Varandas e da garotada que o acompanha ande a fazer, mas ainda alguém acredita que o ruído e as movimentações de contestação cada vez maiores são orquestradas por Bruno Carvalho e pelos seus acólitos? Desenganem-se!

Aposto as fichas todas que quem está por trás de tudo isto é o “tio”, aquele candidato cuja postura de soberba e de arrogância foi rotundamente derrotada nas últimas eleições.

Nem ele nem todos aqueles que com ele querem voltar para o poleiro de Alvalade vão desistir, nomeadamente alguns que perderam privilégios de vários milhões, fruto dos negócios que por lá faziam. Enquanto não ocuparem os gabinetes presidenciais não vão dar tréguas.

E o Sporting será sempre isto. Um clube em permanente convulsão e em constantes guerras intestinas, com as várias tendências a degladiarem-se entre si, levando a instituição a alternar entre a incompetência e os abutres!




E é isto o Sporting...



quinta-feira, outubro 10, 2019

Berraria

Não é aos berros e a ver quem mais grita que se decide o futuro do Sporting. Ou de qualquer outro clube!

Boas notícias!

A SAD do Sporting emitiu um comunicado oficial informando ter chegado a acordo com BCP e Novo Banco, conseguindo-se - entre outros pontos - a alteração dos termos da opção de compra dos Valores Mobiliários Obrigatoriamente Convertíveis (VMOC), fixando-se um preço unitário fixo correspondente a 0,30 euros por VMOC. 

Foi assim estabelecido  um valor de recompra de 40,5 milhões de euros para 135 milhões de euros VMOC, o que representará um perdão na ordem dos 94,5 milhões de euros.

quarta-feira, outubro 09, 2019

Isto é o Sporting!

Sete títulos europeus brilhantemente conquistados na última temporada

Judo, atletismo, goalball, futsal e hóquei em patins representaram na Europa desportiva - de forma absolutamente exemplar - aquilo que torna o Sporting um clube singular a nível internacional.

Deste modo vitorioso e competente se continua a honrar o ecletismo, uma faceta distintiva na vitoriosa e centenária história leonina!




terça-feira, outubro 08, 2019

Futsal: rumo à renovação do título europeu



Transmissão em directo no CANAL 11.

Execrável

Seja A, B ou C, ou seja alguém que em determinado momento exagerou na exposição da sua vida pessoal, a verdade é que é simplesmente execrável e abjecto fazer reportagens sobre a vida pessoal de ex-dirigentes desportivos.

Há limites para tudo pelo que é verdadeiramente inaceitável esta devassa e que continuemos a pactuar com jornalismo de sarjeta.

Não há justificação, mesmo que seja alguém, repito, que em determinada altura exagerou na exposição da sua família. Se esse personagem não teve bom senso e em muitos momentos roçou a patetice, haja pelo menos sensatez da parte de quem supostamente informa e constrói opiniões.

segunda-feira, outubro 07, 2019

Agradeço a preocupação, mas...

Tenho lido alguns comentários deixados neste espaço, através dos quais alguns manifestam desconforto perante comentários de demais adeptos e subsequente rumo do blogue.

Pois bem, parece-me inegável que hoje, mais do que nunca, há uma grande divisão no seio da família leonina. E pelos motivos que todos conhecemos.

Uns, porque são saudosistas da liderança de Bruno Carvalho, outros porque apoiam a presidência de Varandas, havendo ainda aqueles que não se revêem nem numa nem noutra liderança. Não há como negar essa realidade.

Ora, neste espaço, independentemente das minhas convicções, opiniões e ideias para o clube, impõe-se-me saber conviver com pontos de vista divergentes do meu. É assim a democracia, deve ser assim o Sporting.

No meu caso concreto, creio ser sabido que nunca votei em Carvalho, que era crítico da sua postura e do seu estilo de liderança, mas que também nunca deixei de sublinhar os aspectos positivos da sua presidência.

Também não votei em Varandas - creio ser sabido que apoiei Benedito - não lhe reconheço grande capacidade e competência para ser presidente do Sporting, mas também não deixarei de o elogiar, quando achar que for caso disso.

Peço portanto algum sentido democrático nesta coabitação entre sportinguistas com opiniões diversas, e por vezes extremadas, porque, exceptuando comentários injuriosos, provocadores e/ou com linguagem imprópria, em momento algum deixarei de publicar opiniões de sportinguistas, mesmo que não me reveja minimamente naquilo que escrevem.

domingo, outubro 06, 2019

Se fosse no Sporting...

Se isto acontecesse no Sporting não tenho dúvida que seriam alguns sportinguistas os primeiros a desancar em tudo e todos, a pedir a queda dos actuais corpos sociais, a berrar pela demissão do treinador e a exigir a reintegração do futebolista.