"O Mundo sabe que pelo teu amor, eu sou doente / Farei o meu melhor para te ver sempre na frente / Irei onde o coração me levar / E sem receio... farei...o que puder pelo meu Sporting" - osangueleonino.blogspot.com -

Sangue LEONINO

domingo, janeiro 19, 2020

Negócios da treta



O brasileiro Fernando é mais um exemplo flagrante do amadorismo, da incompetência e da ausência de planeamento que grassa em Alvalade.

O brasileiro vai agora voltar ao seu Shakhtar, antecipando-se assim o final do empréstimo ao Sporting. 

O tal puto-maravilha e grande revelação do campeonato brasileiro, pelo menos segundo o guru do dirigismo desportivo Frederico Varandas, veio para o Sporting afectado por uma descompensação muscular, nunca conseguindo dar o seu contributo a Silas.

Seria interessante ouvir agora algum esclarecimento aos sócios por parte de um dos dois iluminados, Varandas ou Viana, sobre este empréstimo e sobre este negócio.

Para reflexão...

Para reflexão e auto-avaliação daqueles garotos que andam a brincar aos “futebóis” pela presidência do clube, pela gestão financeira e pela direção desportiva do Sporting Clube de Portugal:



Fácil, fácil!

sábado, janeiro 18, 2020

As marionetas do polvo

Hoje tivemos mais um exemplo de como a comunicação social desportiva portuguesa está transformada numa marioneta do polvo encarnado.

Divulga-se que o Manchester United não oferece mais do que 50 milhões de euros pelo melhor jogador da nossa liga - Bruno Fernandes - enquanto o Sporting insiste em 65.

Ao mesmo tempo propagandeia-se que o Benfica já recebeu propostas na casa dos 60 milhões por Carlos Vinicius, um jogador que há uma época jogava no Rio Ave e que até há poucas jornadas era habitual suplente. Claro que também se noticia que o Benfica rejeitou de imediato essa ‘modesta’ proposta.

Portanto, a estratégia agora vigente é esta: para se valorizar no mercado determinados jogadores pede-se aos jornaleiros deste país que divulguem propostas fictícias de elevados montantes para que o mercado acredite numa intensa cobiça que pura e simplesmente não existe.

A m@@@@ do costume.


sexta-feira, janeiro 17, 2020

Com um pouco mais de qualidade...



Sporting, 0 - Benfica, 2

Notas que tiro ou que retenho do jogo de hoje:

Uma partida copy/paste do último Sporting-Porto, sendo que em vários momentos fomos claramente superiores, mas pecando na finalização, sujeitámo-nos uma vez mais a sofrer golos e a perder.

Não vi esta noite no campo a diferença pontual que a tabela classificativa espelha. Diria que se não fosse o cinismo encarnado a gerir o jogo e o défice de qualidade do nosso plantel, até teríamos ganho. Faltam-nos claramente jogadores que nos momentos decisivos não falham. Mathieu, Acuña e Bruno Fernandes não chegam.

Não podemos ter grandes veleidades quando Luiz Phellype, até há pouco tempo a referência do ataque de um Paços de Ferreira de segunda liga, é agora a nossa referência lá na frente. Anedótico.

Hugo Miguel sabia ao que vinha e deixou patente para quem quis ver, a incrível dualidade de critérios, sobretudo na gestão disciplinar do jogo. Uma vergonha!

Mais uma vez as nossas claques deixaram que durante a primeira parte a falange de apoio adversária se fizesse ouvir. A juntar a isso estão a conseguir que a grande maioria dos adeptos se vire contra eles, ao adoptarem comportamentos como os que se viram esta noite. Diria que nesta fase estão mesmo ao (péssimo) nível dos grupos organizados de adeptos do outro lado da segunda circular. Comportamentos como o desta noite são abjectos e ao nível da escumalha que estraga o futebol português.

Imenso orgulho nos adeptos leoninos anónimos que esta noite não viraram costas à equipa, que estiveram presentes na bancada e que em momento algum se pouparam no apoio ao Sporting. Somos mesmo únicos. 

Nunca há favoritos!

Hoje é dia do maior dérbi e do mais mágico clássico do futebol português, dia de se vivenciar a mais antiga rivalidade nacional.

Um jogo que há várias gerações faz palpitar os corações de adeptos de ambos os clubes e um duelo que, independentemente dos momentos de ambas as equipas, faz sempre parar o país desportivo.

O dérbi de hoje não será excepção, mesmo numa temporada em que se verifica uma das maiores distâncias pontuais de sempre entre ambos ainda na primeira volta.

Mas isso hoje não interessa nada. Nem toupeiras, nem polvos encarnados. E muito menos climas de divisão entre adeptos e direção, no caso do Sporting.

Costumo também dar o exemplo da singularidade destes dérbis ao falar da época 1986/87: o Benfica apenas perdeu um jogo em toda a temporada, sagrando-se mesmo campeão nacional. Veio a Alvalade com sete pontos de vantagem. Mas em que partida foi precisamente essa derrota? No Sporting-Benfica. E pelos memoráveis e eternos 7-1!

Portanto, hoje apenas interessa uma coisa à nação leonina: apoiarmos a equipa com todas as nossas forças, desde o apito inicial até ao apito final, e ganharmos! Com ou sem Bruno Fernandes!


terça-feira, janeiro 14, 2020

Há amigos assim

José Mourinho, independentemente do clube que treine, jamais deixa de ajudar o emblema do coração.

Ao invés, não perde a oportunidade de “lixar” o Sporting, como ainda recentemente se viu. Azias antigas de quem foi um dia rejeitado pelos sócios leoninos.

Assim que foi nomeado treinador do Tottenham, clube há vários meses interessado em Bruno Fernandes, fez logo questão de afirmar o seu desinteresse no nosso capitão.

Agora contrata o portento Gedson, com dispêndio imediato de 4,5 milhões e opção de compra de - pasme-se! - 50 milhões.

O triângulo Vieira/Mourinho/Mendes continua assim a carburar em pleno.




domingo, janeiro 12, 2020

Boa gente...



sábado, janeiro 11, 2020

Missão cumprida!



Vitória Setúbal, 1 - Sporting, 3

 

Depois de tanta polémica exageradamente empolada - ou não envolvesse o Sporting - acabou por haver jogo. Sem dramas.

 

Dominámos toda a primeira parte, fomos superiores ao adversário, pelo que a vantagem de dois golos era perfeitamente justificada.

 

No segundo tempo, estranhamente, começámos a ter menos concentração, a permitir mais espaço e atrevimento ao Vitória, acabando este por reduzir a desvantagem, com um golaço.

 

Tiago Martins, em preparação do próximo clássico, também fez o seu trabalho, conseguindo mostrar um amarelo descabido a Coates, o qual retira o uruguaio do embate com o Benfica.

 

Num jogo no qual podíamos e devíamos ter ganho de forma cabal, acabámos por sofrer de forma desnecessária.

 

Nota para a estreia de Pedro Mendes - finalmente! - para a ausência de Acuña e para a lesão de Vietto, a qual poderá também tirar o argentino do grande dérbi.

A “novela” gripal...



Basquetebol: mais um grande triunfo!



Sporting, 108 - Ovarense, 56

Mais uma excelente exibição e um esmagador triunfo sobre um bom adversário que ainda na última jornada havia ganho ao FC Porto.
Seguimos na liderança, a par do rival da Segunda Circular.

A caminho do United?



A habitual autofagia leonina



E quando tudo parecia estar a entrar em relativa acalmia eis que inevitavelmente aparece a tendência autofágica do Sporting.

Hoje fala-se do mal-estar de Acuña - o melhor jogador em campo no último clássico - e da sua recusa em ir a jogo em Setúbal, porque alegadamente nem o deixam sair (para o Inter?) nem lhe melhoram o contrato, tal como supostamente lhe havia sido prometido.

A ser verdade, e reitero este ponto, dado que é a comunicação social que sabemos a noticiá-lo, estamos na presença de mais um caso de indisciplina no Sporting e mais uma gestão de recursos humanos muito desastrada.

sexta-feira, janeiro 10, 2020

A vergonha do costume!



Pedido de adiamento

Estranho que Frederico Varandas - que inclusivamente já foi colaborador do Vitória - não tenha acedido ao pedido de adiamento do jogo por parte dos setubalenses, devido ao surto gripal que assola o seu plantel. A menos que o Vitória tenha sido inflexível na data alternativa que propunha e que colidia com os nossos interesses.

Mas também ainda me recordo que o Vitória já negou semelhante pedido feito pelo Sporting, que na altura se deparava com sobrecarga de jogos. Portanto, quem semeia ventos colhe tempestades.

Por último, para se evitarem estas situações seria bom que a liga de clubes regulasse cabal e indubitavelmente  sobre as mesmas, para que não sejam os clubes a decidir em função dos seus ‘estados de alma’.

quarta-feira, janeiro 08, 2020

A caminho de Alvalade?



Andraz Sporar, atacante esloveno do Slovan Bratislava.

terça-feira, janeiro 07, 2020

Eterno!



segunda-feira, janeiro 06, 2020

Nomes que eu escolheria

Na sequência do artigo anterior, e dado que a curto prazo não me parece possível a mudança que mais se impõe em Alvalade - a do presidente, um tipo sem perfil e competência para o cargo - eu optaria por contratar um treinador de qualidade, com o quarto nível e com a experiência e competência necessárias para preparar já a próxima época.

Por muito respeito que Silas e o seu sportinguismo me mereçam, a verdade é que não é treinador para um clube como o nosso e com as ambições que deveremos ter. Nem mesmo a fraca qualidade do plantel à sua disposição podem servir de atenuante.

Eu optaria por Leonardo Jardim, um treinador competente, com passagem bem sucedida por Alvalade, valorizando o argumento de que poderia relançar a sua carreira apostando no regresso ao seu clube do coração.

Ou então, Ivo Vieira, treinador com experiência de primeira liga, com passagens interessantes por Marítimo, Estoril, Moreirense, e agora Guimarães. Um técnico de grande qualidade e potencial, ao qual se auguram voos mais altos.

Não creio fazer grande sentido apostar as fichas todas em Jorge Silas visando preparar um Sporting mais forte para o médio prazo, ou então optar por deixá-lo terminar esta temporada para depois se contratar outro técnico. Eu apostaria já numa mudança porque para mim a pré-temporada 2020/21 começa agora!




Pouco nos resta esta época

Completamente hipotecadas as hipóteses de chegarmos ao título, se alguma vez as tivemos esta época, é altura de prepararmos o futuro próximo.

Sabendo que em 2021/22 voltaremos a ter três equipas na Champions está na altura de se planear e preparar convenientemente a próxima temporada. Não se podem voltar a cometer os erros crassos que se fizeram esta época. Demasiado amadorismo.

Equilibrar o plantel, referenciar e contratar jogadores e arranjar um treinador mais bem preparado e experiente, é quanto a mim o caminho para o sucesso a médio prazo. 

Aproveitar o resto da época para preparar esse futuro próximo é o único caminho que nos resta, bem como tentar ainda fazer o melhor possível este ano na Taça da Liga, na Liga Europa e obviamente no campeonato.

Eu até seria mais ambicioso e para além de desejar melhores jogadores e melhor treinador, pediria também um melhor presidente e melhor direção desportiva. Isso seria o ideal.

Temos um potencial tremendo, ainda ontem testemunhei nas bancadas o fervor e a paixão leonina, pelo que é com imensa pena que vejo a nossa realidade actual.

domingo, janeiro 05, 2020

Quem não mata o jogo...



Sporting, 1 - FC Porto, 2

Numa época em que registamos um défice de qualidade no plantel como há muito não se via, a verdade é que por pouco não ganhámos ao Porto.

Após uma primeira parte na qual pouco jogámos e na qual mesmo assim ainda conseguimos chegar ao empate, no segundo tempo tivemos a vitória à nossa mercê.

Fomos mais organizados do que no primeiro tempo, mais acutilantes, mais pressionantes, e estivemos sempre mais perto do segundo golo. Com Vietto a desperdiçar boas oportunidades para matar o jogo a verdade é que por azar ou inabilidade a bola não entrou, pelo que o Porto acabou por ser mais feliz e eficaz.

Quebraram o enguiço de uma década sem ganhar em Alvalade, são uma das duas equipas que continuam na luta pelo título e nós voltamos a disputar o terceiro lugar. É o que se pode arranjar...

Uma nota para as claques: independentemente de qualquer razão que lhes assista, de protestos que legitimamente queiram levar a cabo, não é nestes jogos que o devem fazer. Escolham outros. Ouvir a claque do Porto a gritar durante toda a primeira parte sem ser abafada, não só é constrangedor como deprimente.

A história nos julgará!



sábado, janeiro 04, 2020

Ficas bem de leão ao peito, pá!



sexta-feira, janeiro 03, 2020

É certo e sabido

Tenho respeito pela organização, mas não tenho qualquer ligação ao Opus Dei. Não têm influência nenhuma. Não tem mais do que o Benfica. Não sou benfiquista, mas acho que o Benfica tem mais influência do que a maçonaria".

Estas palavras são de Miguel Pinto Luz, candidato a líder do PSD.

Acrescentaria que o Benfica tem mais influência na sociedade do que a Maçonaria porque a colectividade de Carnide é transversal a tudo o que são organizações, mais ou menos secretas.

Aliás, tal como no Sporting por estes dias também abundam nos seus órgãos sociais uns senhores que gostam de usar aventais maçónicos, no Benfica não é diferente. 

O que pelos vistos faz a diferença a favor dos encarnados é a quantidade de “irmãos” e a sua influência e poder nas várias esferas da nossa sociedade.

Pelos vistos os maçons sportinguistas pouco ou nada pesam...

Lá estarei, caro Max!



segunda-feira, dezembro 30, 2019

Feliz ano novo!



Enquanto adepto e sócio sportinguista, em vésperas de entrada num novo ano, não quero deixar de registar aqui os meus votos.

Que a nação leonina ganhe alguma paz, que volte a serenidade ao clube e que haja alguma estabilidade directiva aliada a competência na gestão empresarial e desportiva do clube. Com esta direção ou com outra qualquer.

Espero sinceramente que o Sporting encontre definitivamente o rumo certo para o sucesso e que saiba consolidar esse caminho. Não sei se o futuro passará pela abertura da maioria do capital da SAD a investidores externos ou pela manutenção dessa maioria nas mãos do clube. Creio que será um debate que urge fomentar-se.

Sabendo que o sucesso só será possível se todos remarmos para o mesmo lado, faço votos para que as clivagens se atenuem, que as divisões internas acalmem, porque só assim conseguiremos fazer frente a quem tanto mal nos quer e tão pouco nos respeita, como ainda hoje se viu numas parangonas nojentas da servil comunicação social.

Que as modalidades continuem pujantes, tanto interna quanto internacionalmente, reforçando assim o prestígio do clube, e que o futebol volte a ter a montante uma formação pujante e a jusante equipas profissionais altamente competitivas, exemplarmente dirigidas e lideradas.

Janeiro poderá ser um bom mês para se dar o mote rumo a um ano menos mau, compondo-se devidamente o plantel e corrigindo-se erros crassos na sua constituição, para que tenhamos a competência e as condições necessárias para conquistarmos pelo terceiro ano consecutivo a taça da liga.

Bom ano a todos os sportinguistas!


Nota: faço ainda votos para que volte a haver algum equilíbrio, decência e bom senso na troca de argumentos no seio da nação leonina, para que este blogue volte a ter condições para reabrir o seu espaço de comentários a todos. 


Era o mínimo que podiam fazer



O Conselho de Disciplina despenalizou esta segunda-feira Bolasie do jogo de suspensão que lhe tinha sido aplicado pelos castigos automáticos, pelo que poderá defrontar o FC Porto no clássico de 5 de janeiro.

Dois pesos e duas medidas



A constante lógica de dois pesos e duas medidas de uma comunicação social que presta vassalagem ao polvo que controla o futebol português.

Sempre prontos a enaltecerem e a colocarem nos píncaros da excelência de gestão desportiva os de Carnide, numa cumplicidade que visa a pura propaganda de valorização de uma marca e de um clube.

Por outro lado, sempre disponíveis para achincalharem e desvalorizarem o Sporting, passando constantemente a imagem de um clube na penúria com jogadores em saldo, visando dificultar, limitar e condicionar a nossa ação no mercado, quando está prestes a iniciar-se mais uma janela de transferências.

domingo, dezembro 29, 2019

Equipa da década!



A equipa de futsal do Sporting foi considerada a equipa da década por parte da UEFA.

Felicitando o trabalho de excelência realizado por dirigentes, técnicos e jogadores que ao longo desse tempo passaram pelo clube, gostaria também de ver essa qualidade transposta para o nosso futebol profissional.

Talvez um dia...

sábado, dezembro 28, 2019

Esmagadores!



As polémicas do costume

Leio no JOGO de hoje que o brasileiro Renan está revoltado com a estrutura leonina porque acredita que esta o deveria ter defendido, salvaguardando a sua titularidade.

Se calhar esse rapaz deve começar a entender que ninguém é titular por decreto e que é com base no mérito que os lugares no onze titular são assegurados.

Considerando Renan um guarda-redes de qualidade média/alta, espero sinceramente que Luís Maximiano agarre esta oportunidade e que potencie ao máximo as suas capacidades porque acredito que poderemos estar na presença de mais um valor seguro das balizas e com a chancela made in Alvalade.




sábado, dezembro 21, 2019

Reviravolta épica garante Final Four!



Portimonense, 2 - Sporting, 4

Quem diria que aquele Sporting que perdeu em Alvalade na primeira jornada da Taça da Liga, com o Rio Ave, e que hoje estava a perder 2-0 em Portimão, a jogar com dez elementos - fruto de uma expulsão injusta - iria operar uma reviravolta épica. Hoje foram verdadeiros leões!

Estamos na Final Four e em Janeiro estaremos em Braga a defender o título conquistado este ano.

Esperemos ver a partir do próximo mês um Sporting mais forte, com o plantel reforçado e mais equilibrado, e bons resultados aliados a exibições que empolguem os adeptos. Podemos começar já no dia 5, frente ao FC Porto.

Boas festas para todos e viva o Sporting!




Basquetebol: sempre a somar!



O polvo encarnado



segunda-feira, dezembro 16, 2019

Triunfo categórico e terceiro lugar



Santa Clara, 0 - Sporting, 4

Triunfo categórico do Sporting nos Açores, com uma bela goleada num terreno onde tradicionalmente enfrentamos dificuldades.

Depois de tanta polémica e de uma exibição inenarrável na Austria, uma exibição mais sólida e bem conseguida, com os jogadores leoninos a demonstrarem maior entrosamento e empenhamento.

Resta saber se haverá uma linha consistente de continuidade desta exibição ou se será um fogacho na série de exibições cinzentas que infelizmente tanto temos visto esta temporada.

Famalicão ultrapassado, terceiro lugar atingido e a seguir - em Janeiro - FC Porto em Alvalade.

Liga Europa: segue-se o Istanbul Basaksehir

No sorteio há pouco realizado na Suíça, calhou-nos em sorte os turcos do Istanbul Basaksehir, nos dezasseis avos de final da Liga Europa.

Primeiro jogo em Alvalade, a 20 de Fevereiro.

Grande Silas. É um verdadeiro visionário. Conseguiu que calhasse ao Sporting o mais fraco dos adversários que calharam em sorte aos portugueses. 

Isto estava tudo pensado e antecipadamente planeado... (ironia)



Para onde caminhas, Sporting?

Um clube balcanizado, dividido, em constantes tumultos entre facões e sensibilidades, e com sucessões constantes de direções e órgãos sociais, com estratégias e políticas ziguezagueantes, à deriva, sem um rumo concreto e definido.

domingo, dezembro 15, 2019

Vergonha!



Num mundo cada vez mais perigoso e desprovido de sensatez e equilíbrio, estes comportamentos são reflexo da insanidade que grassa em tantas cabeças e em gente que perdeu a noção da decência!

Esta gentalha não pode ser sportinguista, ou se são, não me revejo minimamente nestes comportamentos e lamento partilhar com esta escumalha a mesma simpatia clubística.

Nenhuma presidência incompetente, nenhuma direção desportiva néscia e nenhum plantel desprovido de qualidade pode justificar ou legitimar este culto da violência!

sábado, dezembro 14, 2019

Basquetebol soma e segue!



O Sporting recebeu em Alvalade o CAB Madeira, tendo ido para intervalo a perder por 32-31.

Na segunda metade da partida os leões jogaram com maior acerto, ao nível daquilo que têm feito no campeonato, e arrancaram para um triunfo por 76-62.

Realizadas 12 jornadas, o Sporting divide o primeiro lugar com Porto e Benfica, cada um com 11 vitórias e 1 derrota.

sexta-feira, dezembro 13, 2019

Abram a pestana!



É certo que sem um plantel composto por jogadores competentes e sem uma estrutura profissional decente a montante nenhum treinador faz milagres.

Apesar de tudo sugiro aos que por estes dias mandam em Alvalade, que abram a pestana!

Antes que Benfica ou Porto o façam, tratem de contratar um treinador competentíssimo que por aí anda e que a cada jogo vai dando provas do seu enorme potencial.

Se há coisa que o outro gajo que queimou os fusíveis sabia fazer era escolher bons treinadores. Façam o mesmo. Deixem-se de experimentalismos com Keizer, Silas e afins. Não inventem mais! 

Em poupança

Também vamos poupar titulares no jogo do campeonato, nos Açores, para estarmos em força na Taça da Liga? Ou será para estarmos em força na Consoada?

Continuem assim que vão bem...

Andam para aí uns pardalitos que continuam a achar que a situação do actual Sporting é culpa dos adeptos que não se resignam nem aceitam tanta derrota, tanta asneira e tanta exibição cinzenta.

Continuem assim a errar no alvo que daqui a pouco tempo não restará nada.

Uns dos grandes problemas do Sporting é que ainda há uma grande cisão entre sportinguistas inconformados e sportinguistas resignados, aqueles para os quais ser goleado na Aústria é normal, bem como atirar pela janela o prestígio internacional do clube, um milhão de euros e a possibilidade de acabarmos líderes de um grupo da Liga Europa.

Mas também qual é o problema? Apenas encaixámos três. O PSV tinha encaixado quatro. Não é Silas?