"O Mundo sabe que pelo teu amor, eu sou doente / Farei o meu melhor para te ver sempre na frente / Irei onde o coração me levar / E sem receio... farei...o que puder pelo meu Sporting" - osangueleonino.blogspot.com -

Sangue LEONINO

quarta-feira, agosto 16, 2017

Estamos esclarecidos...


... e ainda: "o Steaua tem muito mais história que nós nesta competição!"

Nuno M Almeida

terça-feira, agosto 15, 2017

Falta de ideias na frente


Sporting, 0 - Steaua, 0

Com a surpresa guardada por Jesus de apresentar Coentrão no onze inicial, dada a não presença na convocatória inicial, começámos o jogo com aquele que talvez seja o nosso melhor onze.

Primeiros 45 minutos muito parecidos com aqueles de sexta-feira passada. Muita toada ofensiva leonina, pressão alta, trabalho muito activo de Gelson na direita, Acuña na esquerda e um codicioso Podence a tentarem assistir Bas Dost, muito marcado pelos defesas romenos. Mas pouca eficácia na hora da finalização. 

Quanto aos visitantes, muitos  homens a defender, e sob a batuta de Filipe Teixeira, algumas tentativas infrutíferas de lançar o ataque.

Na segunda parte a mesma tónica. Mesmo com Doumbia e Fernandes em campo, outra dinâmica, incursões pela direita, pela esquerda, cruzamentos para Dost e pouco mais. Começa a ser assustador ver que há défice de ideias no que toca a atacar. Tanto com o Setúbal como hoje bastou 'secar' Dost para ter controlado o nosso ataque por parte do adversário. Quanto a jogo interior, fraco, muito fraco. A ausência de William não explica tudo.

Esperemos agora que na Roménia, perante um Steaua que vai ter que assumir a iniciativa de jogo, consigamos o apuramento para a fase de grupos. É que se não eliminarmos este adversário, de facto, não merecemos mais!

Nuno M Almeida 

segunda-feira, agosto 14, 2017

Coentrão de fora...



Nuno M Almeida

domingo, agosto 13, 2017

William a caminho dos Hammers


William Carvalho perto de saír para a liga mais competitiva do mundo. Apenas 3 milhões a separarem ambos os clubes.

Por muito que nos custe ver saír bons jogadores é legítimo que queiram jogar em campeonatos mais competitivos e auferirem mais euros ou libras.

Por outro lado, e pelo que sei, já estava prometido há um ano a William que o deixariam saír esta época mediante uma boa proposta para o Sporting.

Um jogador correcto e profissional que nunca criou problemas nem levantou 'ondas'. 

Nuno M Almeida

sábado, agosto 12, 2017

Limpinho, limpinho!


Nuno M Almeida

sexta-feira, agosto 11, 2017

De sofrimento se fazem campeões




Sporting, 1 -  Vitória Setúbal, 0

Sem William, Coentrão e Bruno Fernandes de início, primeira parte de total domínio leonino, a qual no entanto se resumiu a grande velocidade de Gelson, habilidade de Podence, pormenores interessantes de Acuña e muito labor de Adrien. Mas também eficácia zero.

No segundo tempo a mesma toada, pouca eficácia, já em campo um Doumbia demasiado perdulário, mas com Bruno Fernandes a dar outra dinâmica apareceu o penalti e o justo golo da vitória que derrotou o autocarro setubalense.

Boa exibição em geral, jogo imperial de Mathieu na defesa, boas indicações de Acuña, mas há que melhorar a eficácia contra equipas que jogam assim fechado porque muito disto veremos ainda no campeonato.

Palavra final para os adeptos presentes no estádio: merecem tudo! São inexcedíveis no apoio!

Nuno M Almeida


quarta-feira, agosto 09, 2017

Muitos parabéns, grande Rui Jordão!

Hoje faz anos (65) o meu grande ídolo de infância, o goleador que brilhou na primeira festa do título que vi ao vivo em Alvalade, frente à União de Leiria (3-0), no mítico dia 1 de Junho de 1980, o craque que também brilhou na seleção nacional de 1984, em França.

Muitos parabéns, Rui Manuel Trindade Jordão!

Um homem, um goleador, uma lenda!  


Nuno M Almeida

terça-feira, agosto 08, 2017

Um bom balneário


Nuno M Almeida

segunda-feira, agosto 07, 2017

Talento puro!


Nuno M Almeida 

domingo, agosto 06, 2017

Começar a ganhar!
















Desportivo Aves, 0 - Sporting, 2

Pontapé de saída na Vila das Aves da época que queremos seja a da felicidade suprema para a família leonina. A primeira de várias etapas rumo à consagração em Maio.

Com quatro reforços no onze titular (Piccini, Mathieu, Bruno Fernandes e Acuña) boa entrada em jogo, Sporting a dominar as operações a meio-campo, domínio esse coroado com o golo de Gelson a passe de Acuña. A partir daí o Aves equilibrou, passou a chegar mais vezes à nossa área, mas sem grandes lances de perigo. Nota mais nos primeiros quarenta e cinco minutos para Bruno Fernandes, Acuña, Gelson e Dost.

No segundo tempo toada muito morna, com o jogo muito disputado a meio-campo e sem grandes oportunidades. Jesus colocou Podence, que rendeu Bruno Fernandes, e Battaglia, a render Adrien. O segundo golo, aos 75 minutos, coroou a boa exibição leonina num bis competente de Gelson. Justíssima vantagem.

Arranque perfeito na Vila das Aves e ainda uma palavra de enorme elogio para a onda verde que invadiu o reduto adversário. Que façamos de cada jogo, seja onde for, um imenso apoio aos nossos rapazes!

Sexta há mais: em Alvalade, frente ao Vitória de Setúbal.

Nuno M Almeida

sexta-feira, agosto 04, 2017

Façam-nos felizes!

   No próximo fim-de-semana inicia-se mais uma época oficial e com ela se renovam as inevitáveis esperanças, ambições e motivações, rumo a uma temporada que se deseja entusiasmante até ao fim e de enorme sucesso para o nosso emblema de eleição, sempre em clima de plena comunhão leonina.

Temos agora uma direcção plebiscitada e reforçada nas urnas. Reitero que não fui um apoiante nem um entusiasta desde a primeira hora de Bruno Carvalho e seus pares, mas como acima de tudo amo o meu Sporting - há mais de quatro décadas - continuo a não ter qualquer problema, preconceito ou prurido em reconhecer os méritos da gestão empresarial e desportiva desta direcção. Como aliás há poucos dias aqui mencionei. Uma coisa é o estilo, que nada aprecio, outra é a análise fria e racional dos resultados.

Depois de várias presidências repletas de erros de gestão que iam hipotecando o futuro do clube, pese embora todos os talentosos pseudoiluminados que fizeram parte das várias direções e órgãos sociais que antecederam Carvalho, a verdade é que desde 2013 se tem feito o que na realidade se impunha. Por muito que essa conclusão custe, doa e cause azia a todos os saudosistas do roquettismo.

Fortalecimento da marca Sporting, reestruturação financeira, racionalização económica injectada na gestão do clube, maior aposta e valorização da figura do sócio, mais apelo à massa adepta e associativa, evidente sucesso na venda de merchandising e bilhética, traduzido na crescente afluência aos jogos, com mais e melhor apoio à equipa, maior dinâmica e proximidade aos inúmeros núcleos, reforço do ecletismo, finalização da construção do pavilhão e uma voz mais forte e ruidosa junto dos órgãos decisórios do futebol português e internacional. Melhor e mais cuidada política de comunicação do clube. Factos!

Aliado a tudo isto uma política desportiva mais lógica e correcta, somando esta época à tradicional excelência dos frutos da nossa formação (Podence, Gelson...), a contratação de jogadores mais experientes (Mathieu, Doumbia, Acuña...), não esquecendo ainda a aposta dos últimos anos em futebolistas desconhecidos com posterior valorização de todo o seu potencial, tendo sido Slimani o caso mais paradigmático. Excepção: os tiros ao lado da época passada.

Terminada a pré-época registámos algumas derrotas e saborosos triunfos (Mónaco e Fiorentina), sendo esse registo relativo e valendo aquilo que quisermos que valha, sobretudo porque não podemos esquecer que defrontámos várias equipas que estarão nas competições europeias e, last but not the least, é precisamente nestes jogos que se testam jogadores, modelos de jogo e dinâmicas sectoriais. O plantel está a estruturar-se, os desafios são enormes, a temporada será longa, sendo também que os novos reforços estão ainda a ambientar-se à cultura do clube, aos colegas e à equipa técnica.

Quanto a novos reforços aposto muito em Bruno Fernandes e Acuña como elementos que maior valia poderão trazer ao grupo, enquanto Podence será seguramente a grande revelação de 2017-2018. E que o Steaua seja também uma mera escala rumo à fase de grupos da Champions. Temos que consolidar definitvamente a nossa presença entre os maiores da Europa!

Por tudo isto: quotas em dia, gamebox renovada, fé leonina em alta, fervor clubístico inabalável e a certeza de que "onde tu fores jogar, eu vou lá estar"... começando já na Vila das Aves porque este tem mesmo que ser o ano do título!

Nuno M Almeida

Escala em Bucareste rumo à fase de grupos

O Sporting vai defrontar o Steaua Bucareste (Roménia) no play-off de acesso à UEFA Champions League. A primeira mão será jogada, em Alvalade, a 15 de Agosto e a segunda mão, uma semana depois, a 22 de Agosto.

Nuno M Almeida

Coentrão quer ser campeão




















Fábio Coentrão: o paradigma perfeito da teoria de evolução das espécies. Boa, rapaz! Andaste iludido, mas agora abriste a pestana!

"Sempre tive o sonho de poder jogar neste grande clube, o Sporting. Felizmente surgiu essa oportunidade e nem olhei para trás"

"(nasci sportinguista) Sim, disse isso à chegada e disse-o em 2007, salvo erro. São coisas que me saíram do coração"

"(só jogaria no Benfica) Digo o mesmo a toda a gente que me fala sobre esse episódio: todos nós erramos na vida. Não há nenhum ser humano que não erre. No meu caso, já errei muitas vezes e esse foi um erro que cometi no passado. É com os erros que aprendemos: esse ficou para trás, bem para trás"

"O que quero agora - e estou concentrado nisso - é focar-me no Sporting e em ajudar o clube a conseguir os seus objetivos. Estou feliz aqui e quanto às polémicas... deixo-as bem para trás"

"Nesta altura só penso no jogo de domingo, a nossa visita à Vila das Aves. Quando chegar o momento de ir jogar ao Estádio da Luz, irei lá com esta camisola e irei fazer o que sempre fiz: respeitar toda a gente. Fui criado assim e vou continuar a ser assim"

"(sobre o dérbi da segunda volta do campeonato, marcado para a penúltima jornada) Espero já ir de cabeça pintada. Espero estar logo em abril! Quanto mais cedo, melhor"

"Estou a caminho dos 30 anos, ainda tenho uns aninhos pela frente e gostaria que as coisas corressem bem aqui, que pudesse ganhar o título, que as pessoas me acarinhassem, para que possa, quem sabe, acabar a minha carreira aqui"

"Vou dar tudo para que este clube seja campeão, porque já chega!" 

"Como toda a gente sabe, tenho uma grande admiração pelo mister Jorge Jesus. Quem trabalha com Jorge Jesus está mais perto do sucesso, da evolução. É como digo: podemos ter 25, 30 ou 35 anos. Nesta profissão, estamos sempre a aprender e não há ninguém melhor que Jesus para que possamos crescer enquanto jogadores". 

 "(sobre Cristiano Ronaldo) Ele apoiou-me imenso. Sabe que é um grande clube, pois também cresceu aqui. Sabe que este clube, com este presidente e este treinador, seria bom para mim"

Nuno M Almeida

quarta-feira, agosto 02, 2017

Adversários possíveis na Champions

Finalizada a 3.ª pré-eliminatória, o Sporting será cabeça-de-série na Champions, podendo assim vir a defrontar uma das seguintes equipas: Nice (França), Young Boys (Suíça), Steaua Bucareste (Roménia), Basaksehir (Turquia) e Hoffenheim (Alemanha).

Nuno M Almeida

Uma instituição global


Nuno M Almeida

terça-feira, agosto 01, 2017

Calem-se!

 

Não votei em Bruno Carvalho, não sou admirador do seu perfil, do seu estilo  e da sua personalidade, mas causa-me alguma repulsa que haja uma certa oposição a revelar uma tremenda falta de memória.

Durante os mandatos de Carvalho tenho visto entusiasmo na massa adepta, aumento do número de filiações, sócios de novo a comparecerem em peso a Alvalade, mais e maior orgulho na assunção do sportinguismo, estratégias de marketing e comunicação mais profissionais e agressivas, títulos nos escalões jovens do nosso futebol, títulos nas modalidades amadoras, espinha dorsal da seleção campeão europeia com base na nossa formação, apuramentos para a Champions, aumento das receitas, patrocínios mais valiosos, equipa profissional altamente competitiva a lutar pelo título, inauguração do pavilhão - símbolo maior do nosso ecletismo, reequilíbrio da situação económico-financeira, jogadores vendidos por valores históricos, uma voz mais sonante e quiçá mais influente nos orgãos de decisão do futebol português, e sobretudo menos subserviência face aos principais rivais. Nem tudo tem sido bom, é certo, até porque o óptimo é inimigo do bom, mas quanto a mim é inegável e notório que tem sido um saldo francamente positivo. Só não vê quem não quer ou quem usa e abusa da má-fé.

Por tudo isto custa-me muito ver gente que quase atirou o clube para o abismo a tentar desestabilizar e descredibilizar o bom trabalho que tem sido feito. Ainda por cima aliados a todos aqueles que muito mal nos querem fazer. Será porventura aquela gentinha que gostava de sentir e vivenciar o seu estatuto elevado no clube e que ao longo de muitos anos se pavoneou com os amigos por Alvalade, deixando nos corredores do estádio e dos camarotes - sim, porque bancadas é coisa de 'povão' - muita vaidade mas também muito pouco suor!

Se todos esses supostos sportinguistas não têm memória e se não têm vergonha pelo mal que fizeram ao clube, ao menos deixem-se estar no seu canto, não desestabilizando nem criando problemas a quem tudo está a fazer para recuperar e voltar a credibilizar o clube! Em suma: calem-se!

Nuno M Almeida