SANGUE LEONINO

"O Mundo sabe que pelo teu amor, eu sou doente / Farei o meu melhor para te ver sempre na frente / Irei onde o coração me levar / E sem receio... farei...o que puder pelo meu Sporting" - osangueleonino.blogspot.com -

segunda-feira, dezembro 31, 2018

Feliz Ano Novo!

Votos de um Óptimo Ano Novo e que 2019 seja um ano repleto de alegria e sucesso para toda a nação leonina. 


Nuno M Almeida

sábado, dezembro 29, 2018

Regresso às goleadas

Feirense, 1 - Sporting, 4

Que chatice, afinal os arautos da desgraça vão voltar a meter a viola no saco já que não podem continuar a lamuriar e a anunciar a desgraça, como fizeram logo após a primeira derrota na era Keizeriana, 'né? 

O Sporting foi a Santa Maria da Feira golear e carimbar com uma exibição agradável a presença nas meias-finais da taça da liga, em Braga, frente ao Sporting local. 

Bela forma assim de acabar um ano civil terrível que poucas boas recordações deixará à nação leonina. 

Venha 2019, venha a consolidação de página virada e venham sobretudo os títulos pelos quais os adeptos e sócios sportinguistas tanto anseiam e tanto merecem! 


Nuno M Almeida 

quinta-feira, dezembro 27, 2018

Isto é o Sporting!

Treino solidário de Natal

Nuno M Almeida 

quarta-feira, dezembro 26, 2018

Capitão em discurso directo

"Não é a primeira vez que deixo muito dinheiro para trás"

Nuno M Almeida 

segunda-feira, dezembro 24, 2018

Luiz Phellype é reforço


É oficial: o Sporting contratou o melhor marcador da segunda liga e um avançado com características interessantes. Fisicamente poderoso, com boa cultura táctica e tecnicista.

Sendo o Paços um clube que por simpatia pessoal acompanho com alguma atenção, e estando habituado a ver Luiz Phellype em ação, creio que ficamos com mais uma interessante opção no nosso ataque.

Vinicius, do Rio Ave, também será um jogador interessante a ter em conta... 

Nuno M Almeida

Na mouche!

Pobre clube que tem na sua massa adepta tanta gentinha bipolar. Não podia estar mais de acordo com o autor deste belo texto lido no Facebook que abaixo reproduzo.

Pensava que o clube do qual sou adepto e sócio desde pequeno era singular porque tinha uma massa associativa diferente para melhor, mais inteligente e sobretudo mais lúcida. Pelos vistos não.

E enquanto esta gente não perceber que assim não vamos a lado nenhum, sobretudo quando a cada derrota se põe tudo em causa, antes pelo contrário, andaremos sempre demasiado entretidos em absurdos autoflagelos, a lamentar as nossas derrotas e a assistir aos triunfos dos adversários.

Não rememos todos para o mesmo lado que os rivais  agradecem...

Nota: em relação à figurinha ridícula que há meses teima em deixar aqui comentários a apelidar este blogue de brunista peço que vá dar banho ou cão. Que triste existência a dessa figurinha. 
O típico exemplo do adepto que não faz falta nenhuma ao Sporting.
E, já agora, de uma vez por todas façam lá o favor de se decidirem: sou brunista ou croquete?



Nuno M Almeida

Votos leoninos de BOAS FESTAS



Nuno M Almeida 

domingo, dezembro 23, 2018

Primeira derrota na era Keizeriana



Vitória Guimarães, 1 - Sporting, 0

Deslocação a um terreno muito difícil no último jogo do campeonato em 2018 e primeiro desaire sob o comando do técnico holandês.

O Vitória entrou mais forte, o Sporting nunca conseguiu explanar o seu jogo e a habitual pressão sobre o adversário hoje foi ineficaz porque os vitorianos trocavam muito bem a bola e fugiam à marcação. 

O Sporting nunca conseguiu fazer sequer chegar a bola a Bas Dost. Ao invés, Renan brilhou na nossa baliza. Sintomático.

No segundo tempo as coisas melhoraram ligeiramente com Raphinha no lugar de um pouco produtivo Jovane, conseguindo criar mais perigo. Tentou agitar o nosso jogo mas não chegou.

Ficou hoje evidente que o plantel precisa de ser reforçado em Janeiro, não só porque os adversários vão cada vez mais encontrar antídoto para o nosso estilo de jogo como se viu que não há alternativas no banco quando algumas pedras não rendem. Não é preciso é já começar a agoirar e a anunciar o dilúvio naquela habitual lógica bipolar leonina.

Uma palavra final de apreço para o Vitória e para os seus adeptos. Mereceram o triunfo porque foram mais fortes e ao contrário de outros do Minho não são a prostituta de ninguém!


Nuno M Almeida

Nem disfarçam...




Nuno M Almeida 

sábado, dezembro 22, 2018

O Natal só pode ser verde!

Para sportinguista que se preze o Natal só pode ter uma cor: verde!


Nuno M Almeida


Até sempre, Bruno César!

Desejo toda a sorte do mundo a um jogador que muito aprecio, sobretudo pela sua versatilidade, polivalência e profissionalismo. Um daqueles jogadores que, embora não sendo um prodígio, é daqueles elementos que qualquer treinador gosta de ter no seu plantel.



Bruno César:

Hoje termina um ciclo, uma etapa, mas não termina o amor que levarei para sempre no meu coração. Queria agradecer a todos os jogadores que, de alguma forma, me ajudaram nesses três anos de clube. 

Agradecer aos torcedores que me apoiaram e me receberam de braços abertos. 

Passei por tudo nesse clube. Acho que é um dos piores dias da minha vida profissional. É difícil deixar um clube que aprendi a amar e a respeitar. 

Obrigado por tudo Sporting, obrigado por me transformar num grande jogador e principalmente num grande homem”

Nuno M Almeida

A BOLA exulta!


Não vão para o Marquês festejar uma decisão que envergonha qualquer estado de direito que se preze?


Nuno M Almeida

Ana Peres

Fonte: Facebook 


Nuno M Almeida

sexta-feira, dezembro 21, 2018

Ceguinha...


Hoje fiquei a saber que a Justiça não é cega. A Justiça é ceguinha. Ou pior: finge ser ceguinha! 🤮

Nuno M Almeida

Taça de Portugal





Quartos-de-final:

Vitória de Guimarães-Benfica
Feirense-Sporting
Desp. Aves-Sp. Braga
Leixões-FC Porto

Alinhamento das meias-finais:

Vencedor do V. Guimarães-Benfica-Vencedor do Feirense-Sporting
Vencedor do Leixões-FC Porto-Aves-Sp. Braga


Nuno M Almeida

Como as coisas mudam (parte II)

Há pouco tempo era a bagunçada em Alvalade, anunciava-se o dilúvio, a guerra civil era inevitável e a equipa de futebol estava prestes a implodir.

Agora já vamos vendo a nação leonina mais serena, o clube tende a estabilizar depois do verão mais terrível da sua história e o nosso futebol virou página.

Ao invés, na casa das toupeiras, dos encartilhados e dos paineleiros avençados, onde antes todos andavam de peito feito, agora todos ralham e ninguém tem razão. Cereja no topo do bolo para uma cisão ainda maior? O regresso em Janeiro de um certo treinador, antes excomungado e renegado.

Arrumemos assim a casa, não desviemos as atenções e o foco para nós - como até há pouco alguém fazia - e deixemos o vizinho arder na sua anunciada autoflagelação...



Nuno M Almeida

Reforços à vista


Tudo bons nomes, tudo boas opções para ficarmos com um plantel mais forte e com melhores soluções. 

Parece-me que o lado esquerdo da defesa também necessita de ser reforçado: Jefferson não é opção e Acuña usa e abusa dos cartões.

Cereja no topo do bolo seria também o regresso de Slimani. Quem sabe...

Nuno M Almeida 

quinta-feira, dezembro 20, 2018

Transformar o negativo em positivo!



Deixem-se de tretas, deixem-se de indignações bacocas.

Este vídeo passa uma mensagem positiva e transforma um episódio negativo na história do Sporting em algo repleto de amor pelo clube, por parte daqueles que são o expoente máximo da inocência: as crianças!

Arrojado e arriscado, mas bem conseguido!

Venha daí a inevitável polémica, até porque o ataque de Alcochete continua na ordem do dia, mas mantenho: entendo a mensagem positiva que se pretende passar.

Nuno M Almeida

Como as coisas mudam



Olho para o FC Porto, e mesmo estando em primeiro lugar na liga e apurado para os oitavos da Champions, a verdade é que cada vez mais parece uma equipa espremida que lá vai ganhando também com algumas ‘ajudas’ que nos fazem lembrar os velhos tempos de apito dourado.

Atentando ao Benfica, vejo uma equipa arrastada, sem brilho, com um treinador a ser queimado em lumo brando e com triunfos arrancados a ferros, inclusivamente frente a ‘portentos’ como o digno Montalegre.

O Braga, embora com um colectivo mais consistente, vai no entanto ganhando os seus jogos com rasgos individuais dos seus melhores jogadores, como Diego Souza. Mostra algum cansaço depois de um arranque de época muito bom.

E o meu Sporting? Pois, quem diria que aquela equipa que segundo tantos iluminados estava condenada a uma época miserável depois de um verão para esquecer, estaria agora a deslumbrar sob a batuta de um desconhecido como Keizer - cuja contratação tantos como eu torceram o nariz - com o seu futebol alegre, dinâmico, solto e com forte pendor ofensivo. Que contraste em relação ao Sporting arrastado e sofrido de José Peseiro. É engraçado como em tão pouco tempo tanta coisa muda.

Haja portanto competência para contornar os adversários que a cada dia melhor conhecerão este Sporting de Keizer e que obviamente tentarão encontrar a melhor forma de travar tanta avalanche ofensiva, haja arte e engenho para cirurgicamente reforçarmos o plantel em Janeiro e poderemos vir a ter a tal alegria que há muito a nação leonina reclama. Veremos então o que o futuro próximo nos trará.

Nuno M Almeida 

quarta-feira, dezembro 19, 2018

Sete jogos, sete triunfos, trinta golos!



Sporting, 5 - Rio Ave, 2

Missão cumprida, adversário de qualidade ultrapassado, seguimos em frente na Taça. Estamos nos quartos-de-final.

Continua assim a impressionante produtividade atacante leonina na era Keizeriana, pautada por um futebol simples, solto, eficaz e atractivo:

7 jogos
7 triunfos
30 golos marcados (4.29 por encontro)
8 sofridos (1.14 por jogo)

É para isto que pagamos bilhete, é para isto que pagamos gamebox!

Segue-se agora uma deslocação difícil para o campeonato, ao terreno de uma equipa muito bem orientada, motivada pelo triunfo hoje conseguido no Bessa e competentemente orientada por Luís Castro.

Nuno M Almeida 

terça-feira, dezembro 18, 2018

O primeiro balanço da presidência



Frederico Varandas, após 100 dias na presidência:

«Foram 100 dias intensos, de muito trabalho sério e honesto, tendo em vista um Sporting saudável. Hoje, a minha equipa sente-se feliz pelo facto de o orgulho ter sido devolvido aos sportinguistas. O Sporting já não é motivo de chacota.»

«Herdámos situações difíceis, mas esta direção promete que nunca teremos a vergonha de ter a Policia Judiciaria a entrar no Sporting. Isso interessa muito aos sportinguistas. Confio na justiça e garanto que com esta equipa nunca haverá PJ dentro do estádio ou do pavilhão»

«O mercado de inverno é complicado, porque os jogadores disponíveis não estão a jogar por alguma razão. É um mercado complicado de intervir, mas vamos estar atentos. Obviamente se existirem oportunidades… 
O Sporting vai bater os seus rivais não pelo barulho, mas na competição. Agora, mais importante que os reforços é ver o grupo unido. Vimos nos últimos jogos a perder aos 34 minutos por 2-0, mas deram a volta com a alma e a força do grupo. Hoje sinto que os adeptos finalmente acreditam na equipa e têm orgulho na equipa. 
O público a puxar pela equipa quando perdiam por 2-0 e isso faz confusão ao adversário, que pensava que estávamos no tapete. Aquela confiança que vamos dar a volta afeta também o adversário. É a força do grupo e dos adeptos. Reforços? O segredo é alma do negócio. O mercado de inverno e de junho já está a ser trabalhado»

«A escolha do treinador define muito do que é esta equipa e esta administração da SAD. Ser independente dá força a quem tem que tomar decisões, e esta equipa chegou à direção sem pedir favores a ninguém. E quando se decide com esta independência, e sem preocupações em relação à duração do mandato, as coisas saem muito mais proveitosas. Eu quando acordo penso ‘o que é que eu posso fazer para melhorar a realidade do sporting?’»

 

«Keizer foi uma aposta de risco para 99 por cento das pessoas, para mim não teve risco nenhum. A escolha assenta em quatro fatores: Competência técnica, gestão do grupo, liderança de grupo e comunicação. Keizer era a opção que me dava mais tranquilidade, que é o que nós queremos para o futebol do Sporting. Muito se tem falado na escolha, e é um grande treinador e um grande senhor. Nem ele esperava que ia correr assim tao facilmente. 

Porquê Keizer? Eu gosto muito de futebol, e quando disse que sou capaz de ver jogos da segunda divisão é verdade. Uma pessoa como eu, interessada no futebol, reparava logo no Keizer. E depois, pessoalmente, tive eu próprio que sentir o Keizer»


«No dia 9 de setembro só ouvia os adeptos a dizerem que só queriam ficar em terceiro lugar e ouvi peritos a dizer que o Sporting ia precisar de meses ou até anos para estar na luta com o FC Porto e o Benfica. Independentemente do realismo ou não, hoje dá me satisfação de ouvir na rua os adeptos dizerem “eu acredito”. Isso é muito importante para mim. 

Em 100 dias e com tudo o que se está a fazer temos uma equipa contra todas as probabilidades. Se temos as mesmas condições dos outros? Não. Se temos a mesma preparação? Não temos. No fundo, eu acredito. Exigência para vencer o campeonato? Claro que não»


Nuno M Almeida

segunda-feira, dezembro 17, 2018

Muita força, Nuno Pinto!


Nestas alturas há valores supremos que se sobrepõem a toda a qualquer rivalidade ou clubismo.

Força, rapaz!


Nuno M Almeida

Vamos defrontar o submarino amarelo



O Sporting vai defrontar os espanhóis do Villarreal nos 16 avos de final da Liga Europa, segundo ditou o sorteio realizado esta segunda-feira em Nyon, Suíça.

Os espanhóis, uma das boas equipas de uma das melhores ligas do mundo, têm no seu plantel craques como Asenjo, Bacca ou Layún.


Nuno M Almeida

Vão dar uma curva!



É verdadeiramente impressionante o modo como este futebol solto, vistoso e vitorioso da era Keizer está a provocar azia em tanta gente.

Já nem sequer vou falar de alguns sportinguistas de pacotilha, daqueles que são tão fanáticos por certas ‘seitas’, que até lhes dói ver este Sporting a ganhar. Esses nem resposta merecem.

Falo sim de comentadeiros e paineleiros de vários programas, os quais após o jogo de ontem, tal como antes já tinham feito perante um Sporting altamente produtivo no ataque (25!) e apenas com 6 golos sofridos sob o comando do holandês (6 jogos), fizeram de tudo para desvalorizar o triunfo frente ao Nacional.

Desde os arautos da desgraça que afirmaram que isto  qualquer dia corre mal, que esta sequência vitoriosa é apenas um fogacho fruto da chicotada psicológica, que os treinadores portugueses é que são bons, até aos que anunciam que a veia goleadora em breve vai secar, é impressionante como se lida muito mal com a forma como o Sporting melhorou meteoricamente, sobretudo comparando com o estilo de jogo penoso e arrastado sob a batuta de Peseiro.

Por contraste, ontem cheguei inclusivamente a ouvir falar várias vezes no exemplar pragmatismo da exibição benfiquista e na excelência de Jonas... mas só se for a cavar grandes penalidades ou a deliciar-nos a todos com a elegância de belos saltos para a piscina.

De facto, se queremos manter a nossa sanidade e não nos deixarmos intoxicar por tanta parvoíce e desonestidade, o melhor mesmo a fazer após cada jogo do Sporting é evitar passar por certos canais e programas, e sobretudo evitar ver e ouvir tanto disparate.

Nuno M Almeida

domingo, dezembro 16, 2018

Grande pulmão e coração tem esta equipa!



Sporting, 5 - Nacional, 2

Perante mais de trinta mil adeptos que grande jogo de futebol houve hoje no nosso estádio!

Parabéns ao Nacional que fez um grande jogo em Alvalade e que jogou de igual para igual. Se todas as equipas jogassem desta forma seguramente que o futebol português não só veria melhores espectáculos como sairia bem mais prestigiado e valorizado.

O Sporting mostrou um enorme pulmão e muito coração ao virar um resultado adverso, nunca baixando os braços nem deixando de acreditar, mesmo quando a equipa mostrava um meio-campo inexistente, maior desacerto e demasiados erros nos passes.

Fábio Veríssimo também não facilitou, podendo mesmo ter tido influência no resultado ao anular o golo limpo que nos daria o 1-1. Felizmente a equipa foi competente e contornou esse ‘erro’ de arbitragem.

Depois de vários triunfos claros nesta nova era Keizeriana esta noite tivemos um osso bem mais duro de roer, funcionando como alerta para o que aí virá em próximos jogos porque os nossos adversários começam obviamente a conhecer melhor a filosofia de jogo do técnico holandês.

Seguimos na luta!

Nuno M Almeida

A AG decidiu...

68.55% dos sócios votaram pela manutenção da suspensão a Bruno Carvalho.

Os seus acólitos de direcção também continuam suspensos mediante as seguintes votações:

Carlos Vieira 64.03%, Alexandre Godinho, 67.08%, José Quintela, 63.09%, Luís Gestas, 64.58%, e Rui Caeiro 65.26%.

Foi também mantida a decisão de expulsão de sócios de Elsa Judas (70.03%) e de Trindade Barros (68%).

Venha agora o que interessa, venha o Sporting-Nacional, venham mais 3 pontos! 


Nuno M Almeida 

sexta-feira, dezembro 14, 2018

14 de dezembro de 1986



Sporting, 7 - Benfica, 1

Estádio de Alvalade 

Ao intervalo: 1-0.

Marcadores: 1-0, Mário Jorge (15); 2-0, Manuel Fernandes (50), 2-1, Vando (59), 3-1, Meade (65), 4-1, Mário Jorge (68), 5-1, Manuel Fernandes (71), 6-1, Manuel Fernandes (83), 7-1, Manuel Fernandes (86).

Equipas:

Sporting: Damas, Gabriel, Venâncio, Virgílio, Fernando Mendes (Duílio, 78), Oceano, Zinho, Litos (Silvinho, 78), Mário Jorge, Manuel Fernandes e Meade.

(Suplentes: Vital, Duílio, Negrete, Silvinho e Mc Donald).

Benfica: Silvino, Veloso, Dito, Oliveira, Álvaro, Shéu (Nunes, 58), Carlos Manuel, Diamantino (César Brito, 72), Vando, Chiquinho e Rui Águas.

(Suplentes: Neno, Samuel, Nunes, Zivkovic e César Brito).

Árbitro: Vítor Correia (Lisboa)


Nuno M Almeida

quinta-feira, dezembro 13, 2018

Missão cumprida!



Sporting, 3 - Vorskla, 0


Nuno M Almeida 

segunda-feira, dezembro 10, 2018

Assim não temos nada para falar...














Então não é que agora deu ao Sporting para ganhar consecutivamente uma série interessante de jogos, para fazer boas exibições e para marcar imensos golos???????

Bolas, assim é chato. É que agora não temos nada para falar nem para comentar, porque no fundo o que malta gosta é de polémica, escárnio e maledicência...


Nuno M Almeida

domingo, dezembro 09, 2018

Continua a saga goleadora



Sporting, 4 - Desp. Aves, 1

Reencontro com o adversário da final do Jamor e estreia de Keizer em Alvalade.

Apesar de termos estado em desvantagem, e com o Aves a dar boa réplica, fomos capazes de virar o jogo mediante uma boa decisão do árbitro: grande penalidade bem assinalada. Nenhuma dúvida.

O golo de Nani, misto de sorte e golaço, veio dar a justa vantagem ao intervalo, pese embora as dificuldades sentidas.

No segundo tempo a fórmula Keizeriana continuou a dar frutos: pressão sobre o adversário, recuperação de bola, transições rápidas e poucos toques até chegarmos à baliza adversária. Simples, prático e eficaz.

Mesmo com um elemento a menos - expulsão de Acuña - a equipa soube gerir bem o ritmo e os momentos de jogo, nunca permitindo ao adversário grande reação que possibilitasse encurtar distâncias.

Respira-se por estes dias um futebol positivo pelas bandas de Alvalade!

Nuno M Almeida




sexta-feira, dezembro 07, 2018

A caminho de Alvalade?



Eustáquio (Chaves), Tette (Lyon), Muriel (Belenenses) e Geraldes (Eintracht).

Creio no entanto que continuará a faltar uma opção forte para o ataque, não só porque a dependência de Bas Dost é enorme, mas também porque se fala da saída de Montero em Janeiro.

Nuno M Almeida 

Há azias incuráveis...


Nuno M Almeida

terça-feira, dezembro 04, 2018

A fórmula de Keizer



Qualidade de jogo com a posse de bola.
Rápida e agressiva reação à perda de bola.
Rápida geração de situações de vantagem numérica.
Gestão exímia dos momentos de jogo, incluindo em posse de bola ou  em lances de bola parada.
Jogo interior.
Criação constante de linhas de passe ao portador da bola.
Chegada à zona de finalização com vários jogadores.

Estes são os ingredientes da fórmula Keizer, até agora perfeitamente apreendida e assimilada pelos jogadores. 

Resta saber se a disponibilidade fisica se vai manter e se a equipa será competente a contornar as dificuldades que os adversários vão ‘inventar’ para parar esta fórmula. Esperemos que sim.

So far, so good!


Nuno M Almeida

segunda-feira, dezembro 03, 2018

Prova superada!



Rio Ave, 1 - Sporting, 3

Ao terceiro jogo de Keizer, e perante o mais difícil dos três adversários - pelo menos em teoria - aprovação colectiva com distinção.

Mais uma vez o Sporting mostrou um futebol mais vistoso, com rápidas recuperações de bola, boas combinações atacantes e maior potenciação da qualidade técnica da equipa.

Nota-se que a equipa vai tendo cada vez mais fio de jogo, maior entrosamento e uma considerável dinâmica colectiva.

Enorme aplauso para o enorme golaço de Jovane Cabral. Grande execução técnica.

Seguimos em segundo lugar, e não fora uma arbitragem habilidosa ontem no Bessa, estaríamos agora no primeiro lugar.




Uma nota de destaque para estas declarações de Fábio Coentrão após o jogo:

“Posso dizer de boca cheia, com orgulho, o meu clube é o Sporting, quando deixar o futebol vou continuar a seguir o Sporting. Sou adepto do Sporting e quero que o Sporting ganhe!”


Nuno M Almeida

Colinho azul e branco



Enquanto tantos sportinguistas andam entretidos em guerras civis e muito apostados em apontarem o dedo uns aos outros, com insultos e outros mimos, os nossos adversários lá vão fazendo pela vida, com meios mais ou menos sub-reptícios.

Antes era o andor encarnado, agora também nos temos que preocupar com o colinho azul e branco. Nem com VAR...

Quando o próprio jornal O JOGO traz na sua capa este veredicto sobre a arbitragem de ontem no Bessa, onde uma grande penalidade escamoteada aos axadrezados e um golo no último minuto dos descontos deram mais três pontos aos comandados do irado Sérgio Conceição, então estamos conversados sobre tretas de verdade desportiva e sobre benefícios de alianças a norte...

Mas o que importa mesmo é continuarmo-nos a insultar e a achincalhar uns aos outros.

Nuno M Almeida

15 de dezembro!



Nuno M Almeida

domingo, dezembro 02, 2018

Pura classe...

"A credibilidade de um drogado alcoólico..."

Aproveito esta 'imaculada' declaração para reiterar com profundo lamento que o tipo de discurso reinante na nação leonina roça um incurável e confrangedor rasteirismo, desprovido de qualquer conteúdo ou interesse.

Ainda quanto à afirmação acima mencionada, e vá-se lá saber porquê, traz-me à memória um ditado português - "diz o roto ao nú..."

E pronto, é esta a nova realidade argumentativa sportinguista: ver quem consegue ser mais néscio, rasca e trauliteiro.

Se é este o tipo de clube que querem pois que vos faça bom proveito, desfrutem desta maravilhosa guerra civil, esfolem-se, matem-se e aproveitem ainda a mesma para deitar cá para fora todas as vossas frustrações, recalcamento e ressabiamentos. É que sempre fica mais barato que uma sessão de sofá num qualquer psicanalista.

Vamos ver é que Sporting restará depois de toda esta acefalia autofágica...

Nuno M Almeida

Sejam coerentes!

Se o actual presidente é um traidor,
Se os jogadores são uns mercenários,
Se tudo isto foi uma megaconspiração para depôr o ex-presidente,
Se alguns teimam em dizer que "o Sporting acabou",

...então fico sempre na dúvida se essas viúvas saudosistas de Bruno Carvalho - algumas com elevada dose de acefalia - ainda se sentem sportinguistas e se ainda apoiam e pagam quotas.

É que qualquer pessoa de carácter, ou pelo menos com um pingo de coerência que diz que o seu clube acabou, e que o mesmo é agora um antro de traidores e conspiradores, o mínimo que faria seria ir pregar para outra freguesia...

Nota: valentões anónimos, sempre muito corajosos atrás de um teclado, e com uma incontrolável atração por este blogue, continuem lá a insultar e a debitar disparates, como escape das vossas vidinhas insignificantes e frustradas. Ficam é a falar sozinhos. É que jamais devemos discutir com um idiota porque vai arrastar-nos ao nível dele e derrotar-nos em experiência... 

Nuno M Almeida

"Como é que se pode não adorar o Sporting?"



"Não há só um momento que possa escolher. É sempre um prazer jogar pelo Sporting, seja em casa ou fora, pois muitos adeptos viajam para assistir aos jogos. É das coisas que gosto mais. 

Agora vamos a Vila do Conde, que fica a três horas de carro, e estou certo que vão estar muitos adeptos do Sporting. Quando chegamos de autocarro e vimos os adeptos ficamos orgulhosos por jogar no Sporting e o que queremos é tocar na bola.

Adoro estar aqui, a minha família também. Como é que se pode não adorar um clube como o Sporting?"

Bas Dost, prestes a completar 100 jogos pelo Sporting.


Nuno M Almeida

sábado, dezembro 01, 2018

Xô, melgas!

Mas não há forma desta gente deixar o clube em paz e perceber que a maioria da nação leonina quis virar definitivamente página? 


Nuno M Almeida