"O Mundo sabe que pelo teu amor, eu sou doente / Farei o meu melhor para te ver sempre na frente / Irei onde o coração me levar / E sem receio... farei...o que puder pelo meu Sporting" - osangueleonino.blogspot.com -

Sangue LEONINO

quarta-feira, outubro 21, 2015

O derby eterno



O derby não pode ser uma guerra entre inimigos; antes uma infindável picardia entre irmãos separados por uma rivalidade. André Pipa

Não posso estar mais de acordo com o jornalista da BOLA. Sportinguista desde que nasci, sempre vibrei com as vitórias do meu clube, sobretudo sobre o eterno rival da mesma cidade. E se há jogo que raramente perco em Alvalade é o derby!

Não só mas também por isso não concebo  competição onde não haja rivalidade saudável entre ambos os clubes, os maiores símbolos desportivos do país, e por coincidência os dois nascidos na capital, vivendo a poucos quilómetros de distância.

Mesmo em modalidades que pouco ou nada me dizem sou capaz de parar tudo para ver um Sporting-Benfica porque tem sempre um sabor especial, porque é diferente... e porque é eterno!

Por tudo isto lamento o clima de crispação e demasiada acrimónia que se vive entre os dois emblemas, o baixo nível na troca de piropos, não só porque em quase todas as famílias há adeptos de ambos os clubes, mas também porque prezo ter muitos amigos benfiquistas e sobretudo porque, quer Sporting quer Benfica, estão muito, mas mesmo muito, acima dos Vieiras ou Carvalhos desta vida, ou até mesmo de departamentos de propaganda (não confundir com Comunicação) que apenas intoxicam, envenenam e incendeiam o ambiente.

Haja civismo, haja rivalidade saudável e haja - hoje e sempre - Benfica's-Sporting's e Sporting's-Benfica's!

Nuno M. Almeida