"O Mundo sabe que pelo teu amor, eu sou doente / Farei o meu melhor para te ver sempre na frente / Irei onde o coração me levar / E sem receio... farei...o que puder pelo meu Sporting" - osangueleonino.blogspot.com -

Sangue LEONINO

quarta-feira, janeiro 27, 2016

Slimani, o céu é o limite!

Além do fantástico avançado em que se está a tornar ao fim de 3 épocas a jogar no futebol europeu, o melhor elogio que posso deixar a Slimani é reconhecer nele um trabalhador nato, mas sobretudo constatar que a mesma humildade que o trouxe até Alvalade, ainda hoje se mantém.

Não há ali toques de vedeta, apenas trabalho, muito trabalho.

Jorge Jesus apenas aproveitou estas características para transformá-lo numa arma letal para as balizas adversárias, um constante estorvo para as defesas contrárias.

É nele que reside boa parte do sucesso do Sporting até ao momento e é nele que depositamos também boa parte das nossas esperanças em conquistar o título.

E a menos que a joint venture entre a APAF e o Benfica produza efeitos, Slimani estará em todos os campos com esse objectivo, sagrar-se campeão com a camisola do Sporting.

Mas há outro aliciante para esta época, a luta pela bota de ouro (melhor marcador europeu), título que agora se coloca ao alcance do argelino, não só pela fantástica forma que vem demonstrando, mas sobretudo pelo pé quente que tem demonstrado nos últimos jogos, levando já 8 golos nos últimos jogos para o campeonato (os que contam para a bota de ouro).

Se recordarmos a entrevista que deu ao "Le Buteur", em Agosto passado, Slimani apontava a marca de 15 golos como objectivo para uma excelente época.


Pois bem, com os 2 golos apontados em Paços Ferreira, Super Slim leva já 16 golos no campeonato, aos quais se devem ainda somar 2 na Taça de Portugal e outros 2 nas competições europeias.
Números ao nível dos melhores do mundo e com muito ainda por jogar nesta época.

Tal cadência goleadora permite já a Slimani igualar Cristiano Ronaldo na lista dos melhores marcadores e colocar-se apenas a 5 golos da liderança da classificação, para já, por conta de Higuain do Nápoles.

Jonas surge também na lista com a excelente performance de 19 golos, mas a vantagem do benfiquista explica-se pelo facto de Jonas ser o habitual marcador de penalties do Benfica (5 golos apontados), e no Sporting ser Adrien quem bate da marca dos 11 metros.

Em épocas recentes, o objectivo de vencer a bota de ouro era algo utópico para os avançados em Portugal pelo simples facto de cada golo apontado nas 5 principais ligas europeias ser multiplicado por dois. Portugal passou esta época a estar nesse lote das 5 principais ligas europeias, substituindo a França, e só por esse facto é possível ver os avançados dos clubes portugueses surgirem na luta pelo melhor marcador.

Este é mais um aliciante para as próximas 15 jornadas, ver até que nível consegue Slimani quebrar todos os seus records e objectivos pessoais e, quem sabe, sonhar com uma conquista que apenas está ao alcance dos melhores do mundo.

SL
José