"Tu vais vencer, Podes crer, Porque a nossa força é brutal. Mais de um século de histórias para contar. Sporting, tu nunca vais acabar" - osangueleonino.blogspot.com -

Sangue LEONINO

sábado, fevereiro 25, 2017

É esta a realidade

Sempre defendi que para se tratar um mal é imperioso fazer antes um diagnóstico e assumir o que não está bem. Só havendo coragem para se reconhecer o que de errado se fez se poderá definir de modo correcto e lúcido a melhor rota para se voltar a ser o que era.

Estou-me nas tintas para nomes, candidatos ou listas, já que aquilo que quero enquanto adepto e sócio é que qualquer candidato a presidente do Sporting deseje realmente o melhor para o clube se se saiba rodear dos melhores elementos para voltar a colocar o clube nos patamares nacional e internacional que a sua História merece.

Se o eleito for Bruno Carvalho que saiba manter a consistência em tudo aquilo que neste seu primeiro mandato foi bem feito e que tenha a lucidez e a humildade de arrepiar caminho nas opções que se revelaram erradas. Só os burros é que nada aprendem com os erros cometidos.

Se a maioria dos sócios der a vitória eleitoral a Madeira Rodrigues que este saiba aproveitar as coisas boas que Bruno Carvalho e a sua equipa realizaram, trazendo em simultâneo ideias e propostas novas que sejam uma mais-valia para a instituição.

Só que nada disto poderá ser realidade se persistirmos em viver no passado e em viver em negação no presente, porque a verdade é que há muito deixámos (infelizmente) que os nossos principais rivais descolassem. E só poderemos voltar ao grupo dos mais poderosos do desporto nacional, com particular foco no futebol, se houver competência, honestidade e união. E sobretudo assumindo que já não somos tão grandes como antigamente. 

A triste realidade é que, apesar de nestas últimas temporadas nos termos reaproximado dos lugares cimeiros e de termos voltado a lutar pelo primeiro lugar na maioria das várias modalidades, estamos ainda longe da reafirmação do clube, tanto nacional como internacionalmente.

Tenho tido a nível profissional o privilégio de há muitos anos trabalhar e me cruzar com pessoas de vários países - espanhóis, italianos, franceses, alemães, ingleses... - e a triste constatação é que quando a conversa vai para o futebol, quando revelo ser adepto do Sporting Clube de Portugal, poucos o admitem conhecer. Invariavelmente Benfica e Porto são os mais conhecidos. Com algum custo lá se vão lembrando que foi o clube que formou talentos como Ronaldo ou Figo,  mas pouco mais. Muito pouco mais...

Também dói muito quando oiço constantemente o meu filho de doze anos, adepto e sócio desde que nasceu, perguntar: quando é que vejo o Sporting ser campeão? É que se torna mesmo muito dificil alimentar o sportinguismo sem títulos e glória!

A propósito de tudo isto, e descontando alguns exageros e outras imprecisões nos números mencionados, aconselho a leitura deste texto publicado no Visão de Mercado, da autoria de um adepto brasileiro de futebol:

Nos últimos 30 anos, o Sporting ganhou somente 2 vezes a liga, nesse mesmo período Porto venceu 19 vezes e o Benfica 9. Sendo que 12 dos 18 títulos portugueses do Sporting, foram antes dos anos 70.

Quando se fala em nível internacional, as coisas ficam ainda mais abismais. Enquanto que o Porto tem 2 Taças Intercontinentais, 2 Liga dos Campeões, 2 Liga Europa, alem de uma Supercopa (sem contar as, quase sempre, boas prestações no principal torneio de clubes do mundo), e o Benfica não fica atrás, tendo já conquistado 2 Ligas dos Campeões, além de varias finais nos principais torneios europeus, já o Sporting tem somente o título da Recopa Europeia e várias humilhações internacionais.

No número de torcedores (algo que ainda pode ser um argumento para a grandeza do clube), o Sporting também vem-se apequenando. Nos anos 50 perdeu o posto de maior torcida de Portugal para o Benfica, e viu nos anos 2000 a torcida do Porto se torna a segunda maior do país. Para se ter uma ideia, em 1996, as pesquisas apontavam o Sporting como a segunda maior torcida de Portugal com 23%, seguido pelo Porto com 17%. 

Já em 2012, as pesquisas apontavam Benfica com 39%, Porto 20% e Sporting 18%. Nesse caminhar, não ficaremos surpresos se em 20 anos, o Sporting estiver perto de somente 10% da preferência dos portugueses. 

 Para concluir, entendo que o Sporting é um clube tradicional e mediático em Portugal, porem é necessário entender seu real tamanho para que assim possa voltar a se aproximar dos seus rivais. Pois se os próximos 30 anos forem como os últimos 30, não será necessário que um estrangeiro mostre que o Sporting já não faz mais parte dos grandes de Portugal. 

A realidade dói, mas é a realidade. A esperança é que, tal como tudo na vida, também tudo isto pode ainda ser revertido. Haja vontade e competência! 

Basta olhar para o exemplo do Atlético Madrid, o qual compete na sua liga nacional com dois colossos do desporto mundial, mas que após um período tenebroso em que quase fechou portas, conseguiu reerguer-se e voltar aos títulos e a grandes eventos internacionais (presença em duas finais da Champions, em 2014 e 2016).

Não chega continuarmos a fingir que somos grandes. Temos mesmo que querer muito voltar a ser grandes! 

Nuno M Almeida
    Sangue LEONINO


18 comentários:

  • At 25/2/17 16:03, Anonymous Anónimo said…

    Concordo contigo Leonino. Às vezes parecemos uns nobres a viver da riqueza do passado mas continuamos a ter um ecletismo único!

    ML Esteves

     
  • At 25/2/17 16:12, Anonymous rumirama said…

    Epa, que desilusão. Já leio este blogue há muitos anos mas também há muitos anos que nele não comento. Nuno, estares a citar esse texto da visão de mercado deixa-me sobejamente triste. Não por o que lá está escrito mas por ver que adeptos informados e até com com alguma cabeça como é o teu caso, lhe dão crédito.

    A sério? Se esse mesmo texto fosse escrito há três anos sobre o Benfica fazia sentido? Também tinham tido dois títulos em 20 anos. Dizem que a maioria das conquistas do Sporting aconteceram antes dos anos 70 mas depois referem as taças europeias ganhas por eles no início dos anos 60. Fala de números de adeptos completamente atirados ao ar (há algum estudo? como é que é feita esta estatística?) e curiosamente é em 2012 depois da pior época de sempre do clube. Nem vale a pena falar na taxa de ocupação do estádio nos últimos anos que tem sido superior à do Benfica ou do número de adeptos no estádio que é muito superior à do Porto [http://ligaportugal.pt/pt/liga/estatisticas/espectadores/clube/20162017]. Não interessa para o plot. Realidade? Qual realidade?

    O que me chateia mais são adeptos que como tu, papam essas merdas. De um blogue como a Visão de Mercado, eu espero este lixo. De um blogue como O Sangue Leonino, não. Mas pronto, cada um é livre de pensar como quer e a tua opinião é tão válida como a minha, a de um zuca ressabiado qualquer (a foto desse post também é qualquer coisa) ou de qualquer outra pessoa. Mas volto a afirmar, valendo o que vale, que fico triste com adeptos como tu, especialmente contigo.

    "clube que formou talentos como Ronaldo ou Figo, mas pouco mais." Epa, só formou 10/14 que jogaram a final do Euro 2016 e no qual foram campeões.

    Se algum dia deixarmos de ser grandes, não vai ser por causa do Porto ou do Benfica. Vai ser por causa deste tipo de adeptos. Oxalá sejas um caso isolado.

     
  • At 25/2/17 16:17, Blogger Nuno M. Almeida said…

    É isso, a culpa é minha. Socio ha 33 snos, quotas em dia, gamebox comprada todos os anos, tres filhos socios desde que nasceram, gamebox comprada para os miudos, accionista da SAD, doador missão pavilhão... mas sim, a culpa de yermos quatro campeonatos ganhos desde 1980 é minha e de socios como eu. Ok... É por causa de raciocinios desses que estamos como estamos. Com magoas de grandeza...

     
  • At 25/2/17 16:19, Blogger Nuno M. Almeida said…

    Para terminar, acho um piadão a este tipo de socios que têm a soberba de se acharem a fina flor do entulho e que eles é que sao sportinguistas, eles é que fazem tudo pelo clube, blah blah blah, e que quem critica ou que acha que o optimo é inimigo do bom é mau spprtinguista. Tá bem, abelha.

     
  • At 25/2/17 16:22, Anonymous Anónimo said…

    NUNO, TENS RAZÃO. TAMBÉM EU ACHO UMA VERGONHA 2 TÍTULOS EM TRINTA ANOS.
    ESTOU TALVEZ MAIS OTIMISTA EM RELAÇÃO AO FUTURO DO QUE TU!

    JL76

     
  • At 25/2/17 16:30, Anonymous Anónimo said…

    Rumirama, eu não quero ser campeão das frequências no estádio. Eu quero ser campeâo e ganhar títulos. Foda-se!!

    ML Esteves

     
  • At 25/2/17 16:57, Anonymous rumirama said…

    Eu não me acho a fina flor de nada. Não sou sócio há tantos anos como tu mas sou desde que tive disponibilidade financeira para o ser (o meu pai era da Académica e não me fez sócio em pequeno) e ainda assim já levo muitos anos de sócio sempre com as quotas em dia, missão pavilhão e gamebox (jogos em Alvalade e fora e até de várias modalidade). Fui atleta durante 7 anos e meio tendo sido capitão de equipa e hoje faço parte da estrutura de uma modalidade completamente pro-bono.

    Mas este medir de pilas faz-te sentido? A mim não faz. O Vieira deve ter mais anos de sócio do Sporting (e, ja agora, porto) que eu e não é por aí que é "melhor sportinguista". Sou mais ou melhor sportinguista que tu? Duvido muito. O que está aqui em causa não é o sportinguismo, é algo diferente. É essa perpetuação de ideias falaciosas e enviesadas como é o caso do post da Visão de Mercado. É essa ideia que se contagia que somos piores que os outros. É essa merda que não nos deixa ser maiores do que somos e que nos puxa para baixo.

    Dou-te o exemplo deste ano. Ganhamos ao Porto, dominamos o Real durante 70 minutos no Barnabéu, vamos à luz ser roubados num jogo em que fomos superiores... Mas agora está tudo mal e somos uma merda (mas a equipa é a mesma). O ano passado ficamos em segundo num campeonato de escândalos a um empate do primeiro, num recorde de pontos, a jogar o melhor futebol que me lembro desde o tempo do Jardel mas já não somos grandes. Continuamos a formar paletes de jogadores talentosos mas a nossa academia é merda. Os outros gastam 7M e 10M em flops que saem a custo zero, mas nós é que somos os burros por contratar um sérvio de 1M (mais novo e com o dobro das internacionalizções do Fesja) para ser suplente do melhor jogador do plantel, titular da selecção campeã europeia. Mas não joga? Flop máximo. Que gestão horrível! Vem um gajo emprestado à experiência porque é craque na america do sul mas não sabemos como se vai adaptar ao futebol europeu. Não se adapta e volta para casa! Que barrete gigante e gestão danosa... e posso continuar a enumerar a merda que ouvi da boca de vários sportinguistas.

    Orgulho no leão que trazemos ao peito, é só isso que peço. Não ajudar a arrastar o nosso nome na lama como especialmente os encarnados o têm tentado fazer nos últimos tempos.

     
  • At 25/2/17 17:03, Blogger Nuno M. Almeida said…

    Rui orgulho infinito e incomensurável no Sporting tenho e terei. Em alguns pseudo-sportinguistas que se serviram do clube em vez de o servir é que não. E para alguém que cresceu na década de 70 ver agora o nosso Sporting a ganhar tão pouco enquanto os nossos rivais, que tanto detesto festejam, custa e muito. E nada me dói mais do que ver todos os anos o meu filho defraudado na sua legitima expectativa de ver o Sporting ser campeão! Assumamos que estamos atrás que só assim poderemos voltar a ser vitoriosos. É que caír todos caem mas só os verdadeiros campeões se reerguem!

     
  • At 25/2/17 23:47, Blogger Sporting até morrer said…

    Como diz, e bem, o Rumirama, transcrever um texto do Visão do Mercado é o mesmo que dar palavra a lampiões.

    O Sporting é só futebol?
    Se olharmos só para esse modalidade, somos definitivamente o terceiro grande.

    Mas o Sporting felizmente não é só futebol e eu, felizmente, não sou do Sporting só pelo futebol.

     
  • At 26/2/17 01:18, Blogger Relva said…

    Bem haja Nuno M Alm. Eu sinto exactamente o mesmo. A soberba do presidente e do treinador estão a afectar as mentes. Creio que a travessia ainda vai durar. Também gosto de ler o visão de m. É o futebol que faz andar a máquina.

     
  • At 26/2/17 10:08, Blogger Jasil said…

    rumirama: totalmente ou quase de acordo com o teor do seu texto. Quanto ao NMAlmeida, por quem tenho a máxima estima e consideração, independentemente de não o conhecer e de globalmente apreciar os seus post. Todavia, creio que ambos são grandes e verdadeiros sportinguistas, disso não há dúvida. O NMAlmeida mais redutor, extremista expressa a sua desilusão em dados que podem ser questionáveis. O rumirama mais crente, mais otimista quanto ao presente e futuro do n/ SCP. Ambos têm razão na análise feita. as visões é que diferem. Mais naif e real o NMAlmeida. Mais racional e otimista o rumirama. Creio que no meio está a virtude, ou seja o pensamento do rumirama está efetivamente correto pelo otimismo e crença face ao futuro, todavia não podemos descurar alguns, pertinente alertas do NMAlmeida. Penso estarmos perante dois pensadores com ideias divergentes mas que, por ideias diferentes expressam o seu sportinguismo. São quanto a mim, pela visão contraditória, mas ambos muito importantes na discussão do n/ clube. SL

     
  • At 26/2/17 10:16, Blogger Nuno M. Almeida said…

    Caro Jasil. Agradeço as suas palavras.
    Efectivamente sempre pautei o meu sportinguismo de quase 5 decadas por grande optimismo no futuro mas chega a um momento em que mesmo os mais optimistas quebram. Sobretudo após temporadas consecutivas de jejum de vitorias. E vivendo numa cidade onde temos que aturar diariamente a gabarolice e a fanfarronice de carnide, ainda mais desiludido fico. É que temos tudo para sermos um clube de enormes sucessos - massa adepta excelente, uma historia centenaria, ecletismo unico... - mas depois algo sempre acaba por falhar. Vou continuar a ser sportinguista ate morrer, pagar quotas e gameboxes da familia e minhas, mas a crença ja nao é o que era! Infelizmente.

     
  • At 26/2/17 23:51, Blogger Jasil said…

    Amigo Nuno M. Almeida, permita-me que o trate assim: Todos nós sportinguistas somos autênticos sofredores. Somos sofredores por razões internas e factores externos. Os factores internos têm a ver com os erros frequentes, constantes que os nossos dirigentes têm cometido num passado não muito distante. Mesmo os atuais, independentemente, de alguns aspetos positivos têm tido comportamentos criticáveis. Estes factores levam à descrença, ao desânimo, ao desalento, à revolta. Eu pessoalmente não sou diferente, sinto tudo isto...Os factores externos provêm de um sistema, de um polvo de influências, nos últimos anos, ora norte , ora sul, que minam a verdade desportiva. todos estes factores estão a minar os princípios e valores pelos os cidadãos, e já não falo só nos sportinguistas, se deveriam guiar. Infelizmente não. Estas subversões estão instituídas, enraizadas na sociedade portuguesa e transversal a todos os quadrantes, inclusive políticos. Por outro aldo, estes vícios instituídos geram poder e dinheiros a quem controla o sistema. Por isso, procuremos atenuar os problemas internos e assim minorar os efeitos de um polvo consolidado, logo difícil de vencer.
    Acreditemos que um dia seja possível, acreditemos nos nossos princípios e valores que nos dêm força e energia para superarmos as consequências do polvo instalado numa sociedade corrupta. Mas não nos aliemos direta ou indiretamente a essas forças ocultas reforçando-as com a nossa revolta interna e contra ao nosso clube. Talvez um dia seja possível que a verdade vença...
    Um abraço de um sofredor permanente e SL

     
  • At 27/2/17 00:01, Anonymous Anónimo said…

    Estas eleições serviram apenas para uma coisa: dar a conhecer um imbecil que é sócio do Sporting. Por muito mau que BdC seja (e não é grande coisa), este PMR está para lá de qualquer análise racional e séria. Não conseguiu apresentar uma única ideia válida sobre o clube. Aguardemos por um comunicado do Vaticano a dizer que houve um sujeito que passou o dia a tentar convidar o Papa Francisco para assumir o cargo de treinador do Sporting Clube de Portugal mas que o convite foi recusado por julgar que se tratava de uma brincadeira de carnaval.

     
  • At 27/2/17 09:51, Anonymous Anónimo said…

    E o Ricciardi quer ser o dono do Sporting e para o conseguir serve-se do BdC como lacaio.

    Algumas frases da sua conversa grava no vídeo mais abaixo:

    "Queremos uma liderança que seja independente da irracionalidade dos adeptos." "O Sporting não é salvável a não ser com estabilidade que retire aos sócios a possibilidade de mandarem o jogo abaixo", acrescentou Ricciardi.

    "O investidor nomeia dois ou três executivos. O pagamento de qualquer despesa não pode ser feito pelo presidente. Será sempre necessário outra assinatura de um dos executivos. O presidente do Sporting não manda, é apenas mais um", disse Sikander Satter, apoiado por Ricciardi, que afirmou: "O presidente era uma representação simbólica."

    Pode ouvir-se aqui:

    https://youtu.be/yJAzaP_NeMg


     
  • At 27/2/17 10:33, Anonymous Anónimo said…

    "At 27/2/17 00:01, Anonymous Anónimo said…


    Estas eleições serviram apenas para uma coisa: dar a conhecer um imbecil que é sócio do Sporting. Por muito mau que BdC seja (e não é grande coisa), este PMR está para lá de qualquer análise racional e séria"

    Tu é que fazes o papel de imbecil.Insulta-lo, porque não és capaz de o atacar doutra maneira!
    O teu querido líder para ti, não é um imbecil, não é um mentiroso, não é um falido, um caloteiro e que está também a fazer do Sporting um Clube caloteiro! Revês-te nele, como se ele fosse o teu duplo!

    Não conseguiu apresentar um ideia válida? Não sabes ler um texto e por isso mesmo, repetes o que te disseram.
    Vens tu e mais uns tantos comparsas teus insultar o PMR, para tentarem desviar as propostas do teu messias, que ao que parece são 111 e que no caso de ganhar, serão aplicadas da mesma maneira que foram aplicadas as oitenta e tal de há 4 anos.ZERO!!!

    O grande líder, o grande comunicador foi arrasado no debate, onde a única coisa que foi capaz foi demonstrar o seu desdém pelo adversário, o seu ar presidencial arrogante, tudo fachada, porque na próxima vez voltará a tratar-vos de CARNEIRADA e aos seus opositores de reles, cobardes e ratos, esquecendo-se onde estava antes de chegar à cadeira do poder, arruinado e cheio de calotes.

     
  • At 27/2/17 19:59, Anonymous Anónimo said…

    Mas há mais:
    "Ter a maioria da SAD para o presidente não ter poder e não poder mandar no Sporting. Deixa de se governar para a populaça."

    "Reduzir o papel do Presidente a figura de corpo presente."

    "O investidor será vice-presidente da SAD e mandará na SAD. A SAD define o futuro do Sporting. Temos de ter uma gestão profissional."

    "Queremos uma liderança independente da irracionalidade dos adeptos."

    "Os sócios não são mais que instrumentos nas mãos de certas figuras."

    "Não podemos entregar o centro da decisão a BC."

    "Nunca mais a malta quer ouvir falar em eleições e em presidente do Sporting. É que nunca mais!"

    "Eu e os investidores vamos ter de ficar com a maioria do capital da SAD. Façam o que quiseram mas quem manda somos nós! "

    E esta então é de arrepiar: - "Não podemos entregar o centro da decisão a BC."

    https://youtu.be/yJAzaP_NeMg

    E é para este lado que os lacaios do brunismo mais o seu chefe, querem levar o SPORTING!

     
  • At 27/2/17 20:11, Anonymous Anónimo said…

    Ao autor do comentário das 10:33: volta a tomar os comprimidos!

     

Enviar um comentário

Sangue LEONINO

<< Home