"O Mundo sabe que pelo teu amor, eu sou doente / Farei o meu melhor para te ver sempre na frente / Irei onde o coração me levar / E sem receio... farei...o que puder pelo meu Sporting" - osangueleonino.blogspot.com -

Sangue LEONINO

quarta-feira, julho 01, 2020

Quarto triunfo consecutivo!



Sporting, 2 - Gil Vicente, 1

 

Jogo em dia de 114.º aniversário de uma instituição centenária que tanto tem dado ao desporto nacional.


Uma palavra também de elogio a esta bela iniciativa de se ter hoje nas costas das novas camisolas nomes de figuras míticas que tanto enobreceram a nossa história: Peyroteo, Jordão, Damas, Manuel Fernandes, Jesus Correia e tantos outros.

 

O Sporting começou mal, dando algum espaço ao adversário, fazendo com que este chegasse com bastante perigo à baliza de Max.

 

Após conseguir organizar o seu jogo, assentar e criar ligação entre os sectores, o Sporting começou a gerir melhor o processo ofensivo e a criar lances para um perdulário Sporar.

 

O golo chegou por Wendel, numa jogada que premiou a persistência leonina e a nossa superioridade nessa fase de jogo.

 

No segundo tempo voltámos a entrar bem na partida, com maior domínio sobre o Gil, com Plata a dilatar merecidamente a nossa vantagem. Boa exibição do equatoriano.

 

Mais uma noite de boas apostas por parte de Rúben Amorim, com a miudagem a dar boa resposta e a corresponder à aposta. Nota para a estreia de mais um miúdo, desta vez Tiago Tomás.

 

Facto negativo da noite: um pénalti concedido sem necessidade absolutamente nenhuma e ainda por cima concretizado por um “desertor” chamado Rúben Ribeiro.