SANGUE LEONINO

"O Mundo sabe que pelo teu amor, eu sou doente / Farei o meu melhor para te ver sempre na frente / Irei onde o coração me levar / E sem receio... farei...o que puder pelo meu Sporting" - osangueleonino.blogspot.com -

sexta-feira, maio 07, 2010

15 anos



Hoje que passam 15 anos sobre o fatídico acontecimento que levou dois adeptos Sportinguistas, permitam-me a mim, que vivi demasiado perto este drama, fazer uma homenagem aos que partiram e os que sofreram na pele o amor pelo Sporting.


Escrevi este texto há 4 anos, mas hoje penso o mesmo. Nestes 15 anos, tivemos frustrações, momentos de glória, épocas decepcionantes e outras entusiasmantes. Indignámo-nos, festejámos, vociferámos ou rejubilámos. Porque estamos vivos, porque continuamos a poder fazer isto tudo ! o Zé e o Paulo não. Até sempre rapazes !

"7 de maio de 1995

como me lembro deste dia. foi nos meus tempos de juve leo. como sempre chegámos cedo ao estádio após mais uma das nossas concentrações. estavamos já nas bancadas na cantoria quando resolvemos vir beber um café e visitar as edificantes instalações sanitárias junto à porta 16. estavamos quase despachados, quando vemos que o Porto estava a chegar e a policia n estava a cobrir a varanda. corremos logo para lá ... fui o primeiro a não cair, mas por muita, muita sorte pois sendo um dos primeiros a chegar à grade, estou provavelmente vivo só por acaso, porque me afastei um pouco para trás ( sendo a frente ocupada logo por outros .. ) ao ver um policia a correr e ter pensado que este ia chamar reforços para nos tirar dali, e queria estar bem posicionado para n ficar entalado se fossemos alvo de uma investida. de repente ouvi gritar " cuidado !!! isto está a cair ! " e quando olhei para a frente já não estavam lá metade das pessoas e ouvia os gritos , o som da grade a cair cá em baixo, e de repente o silêncio, assustador, a cara das pessoas que olhavam incrédulas e horrorizadas e o conseguir equilibrar-me á ultima hora ao atirar-me para trás, ficando a 50 cm de cair. ainda hoje me lembro de tudo, quase em pormenor ! horrível. e embora tenha esta memória em termos de imagens e sons relativamente ao que pensei só me lembro de estar meio para fora do estádio e pensar " onde é que me posso agarrar !??!". Sentei-me no chão a chorar, um amigo meu caiu, n sabia se algo lhe tinha acontecido e nem tinha coragem de ir ver, pois para me ajudar a equilibar empurrei-o. quando espreitei ele estava encostado a uma árvore com o pulso aberto, mas vivo. ao mesmo tempo aquela enorme poça de sangue que saia das cabeças dos que naquele dia nos deixaram. uma coisa tenho certeza. ninguém mandou pedras ao Dr Domingos Gomes. em cima não estavam mais de 3\4 pessoas, os que não caímos, a policia fechou logo o espaço e apenas nos deixou a nós porque compreenderam que n estávamos em condiçoes de termos toda a gente a fazer-nos perguntas e cá em baixo ainda menos . nesse dia a música: " A namorada eu deixei e o trabalho abandonei, para te dizer que até morrer Sporting te amarei " teve um novo sentido. dolorosamente real. foi o nosso ( do grupo que fundou o núcleo de VII Rius ) último ano de JUVE LEO. podia ali ter ficado com 19 anos. e isso n fazia sentido. quando jogamos com o porto, penso sempre nos dois que se foram nessa tarde e sei que poderia ser eu que n estaria a ver as vitórias e mesmo as derrotas. por isso amanhã estarei contente só por poder estar no estádio, agora no meu sector A3, a vibrar com o jogo, a sofrer com as bolas que passam a rasar o poste, a indignar-me quando somos prejudicados, a festejar os golos, a carpir as mágoas das derrotas, no fundo a viver. sabendo que "SPORTING TE AMAREI ATÉ MORRER", sempre ... "

Mário Rui Oliveira

39 comentários:

  • 7/5/10 11:30, Blogger Riga/V-1-Boy escreveu…

    segundo o que li, na altura da chegada do porto os batedores tinham as sirenes ligadas, o que chamou mais a atenção

     
  • 7/5/10 11:56, Blogger PTM escreveu…

    de quem é o post?

     
  • 7/5/10 12:01, Anonymous Anónimo escreveu…

    Eu era puto e não fui á bola nesse jogo. Mas lembro-me da aflição da minha Mãe a saber que o meu Irmão podia ser um dos que tinham caido...

    E a faixa no Jamor "Zé e Paulo a taça é vossa"



    Davidinho

     
  • 7/5/10 12:40, Anonymous marco escreveu…

    eu tinha na altura 10 anos, não estive no estádio, mas ja acompanhava o sporting com regularidade. foi mais ou menos a partir da época anterior que o comecei a fazer, portanto em 93/94.

    lembro-me bem deste jogo, lembro-me de ver na TV o aparato antes do jogo, lembro-me dos cachecois no minuto de silencio antes de começar, lembro-me do iordanov a jogar a central, lembro-me que se ganhassemos esse jogo ou ficávamos á frente do porto, ou muito perto, lembro-me de 1 golo mal anulado ao domingos nesse jogo...enfim....

    Que os que partiram nesse dia descansem em paz.

     
  • 7/5/10 12:47, Anonymous Juvenal Carvalho escreveu…

    Como o tempo passa. A queda do varandim foi quase coincidente com a minha chegada ao estádio. Estava perto e esse dia não se apagará da minha memória.

    Descansem em paz, LEÕES!!!

     
  • 7/5/10 13:03, Anonymous Felizberto escreveu…

    Também não vi ninguém mandar pedras, e estive durante largos minutos naquela zona na altura do trágico acidente, que aliás presenciei porque tinha acabado de chegar ao estádio.

    A visão de uma cascata de pessoas a tombar lá de cima ainda está bem presente, assim como a sensação de "sorte" e de imponderável da vida, porque era apoiado naqueles varandins onde habitualmente bebia a bica antes de entrar para a bancada.

    Que quem partiu descanse em paz!

     
  • 7/5/10 13:12, Anonymous Anónimo escreveu…

    Se não está assinado é pq o autor não se quer identificar.

    Abraço Zeist

    JD

     
  • 7/5/10 13:46, Anonymous Anónimo escreveu…

    Se ha pessoas que devemos lembrar é o médico do Porto que foi o primeiro a prestar os primeiros socorros.Heitor

     
  • 7/5/10 13:58, Anonymous Anónimo escreveu…

    Ainda não me habituei a assinar os posts ...

     
  • 7/5/10 14:34, Anonymous Veloso escreveu…

    Tarde muito triste que vivemos naquele dia...
    Lembro-me perfeitamente desse dia. Já a Superior Sul estava cheia em festa com cânticos e organizações de coreografias quando se houve "o porto está a chegar..." e de repente a bancada ficou vazia com o pessoal a preparar-se para brindar a equipa adversária com os nossos cânticos "em cada tripeiro há 1 *********" e outros...
    Como eu e o meu grupo ficavamos mais cá para cima só conseguimos chegar ao varandim do lado e mal lá chegamos o que vimos foi o que infelizmente todos já conhecemos. Muita confusão, muitos gritos, muito sangue mas o que nos ficou a todos aqueles que passamos de perto por aquilo foi a rápida ajuda que a comitiva do porto (não só o Dr. Domingos Gomes mas também outros elementos) deram aos feridos.
    A confusão passou e eu com os meus 16 anos(na altura não eramos tão "vivos" como os putos de agora) não sabia o que fazer e não consegui avisar a familia.Lembro-me que na altura não havia os telemoveis que há hoje e a única solução era sair do Estádio e ir ao Centro Comercial em frente ao Estádio e tentar ligar de uma cabine telefónica mas a fila como é normal estava ja fora do Centro Comercial e não foi possivel.
    A minha mãe, namorada e restante familia mais próxima sabiam que eu estava no estádio e também sabiam que o meu sector era aquele e com as noticias que iam aparecendo com os nomes dos rapazes que tinham ido para os Hospital e com a morte do Paulo (meu nome também) a minha mãe saiu disparada de casa e andou pelos hospitais a saber das noticias. Conseguiu falar com o Presidente do SPORTING na altura (Santana Lopes) a porta do Hospital de Santa Maria para tentar saber alguma coisa do seu filho. O Presidente que teve sempre junto das familias disse a minha mãe que o meu nome não constava nos feridos e nos falecidos e aí a minha mãe ficou mais calma mas não descansou até estar comigo. Saiu do Hospital e foi para o Estádio para ver se me conseguia encontrar e no meio daquela não é que me encontrou mesmo no final...

    Deixo aqui a minha versão de um dia bastante triste para todos os SPORTINGUISTAS...

     
  • 7/5/10 15:06, Anonymous renato escreveu…

    Também lá estava mas cá em baixo e presenciei tudo pois foi a poucos metros de mim.Nunca mais vou esquecer esse dia..Vi tudo desde a vinda do autocarro do porto que nesse dia entrou pela parte de baixo..Era tanto o ódio a esses cabrões que todos nós quisemos mostrar.Infelizmente mais dois dos nossos partiram com amor ao clube..

     
  • 7/5/10 15:57, Blogger bruno escreveu…

    Também eu estava presente, estava na parte de baixo, vi em panico aqueda daqueles por quem nada podia fazer...
    lembro-me ainda hoje da rapidez com que o Dr. Domingos Gomes se acercou dos que mais necessitavam de ajuda, lembro-me da selvageria com que foi brindado, como se fosse o culpado da situação, lembro-me de ficar sem reacção à queda, à movimentação das pessoas que em panico tentavam sair de onde caíam mais pessoas em cima, lembro-me do horror do policia que se encontrava junto ao autocarro do porto que tentava retirar as pessoas, lembro-me da reacção do meu pai aquando do jogo terminar, da reacção da minha mãe quando a casa chegamos...

    lembro-me de desejar nunca ter visto ninguém perder a vida num jogo de futebol...

    apenas para anos depois ver a 4 metros de mim mais um Sportinguista a tombar, este vitima de assassinato com um very-light

     
  • 7/5/10 16:18, Blogger Prpmotor Imobiliàrio escreveu…

    Tb estive presente.

     
  • 7/5/10 16:20, Anonymous scpmemoria escreveu…

    Também lá estive nesse fatídico dia, cheguei minutos depois do varandim cair... Lembro-me bem da filas intermináveis nos cafés para avisar em casa que estava tudo bem... Nessa altura não havia telemóveis e tinha sido noticiado na TV que avia mortos e feridos, mas não sabiam ainda os nomes...

    Podem recordar aqui em http://www.sporting.footballhome.net/index.php?option=com_seyret&task=videodirectlink&Itemid=29&id=642

     
  • 7/5/10 16:45, Anonymous Anónimo escreveu…

    Já agora nesse dia sabem quem marcou o golo que nos derrotou? Foi o mesmo que 4ª feira foi aplaudido estrodosamente dando vivas ao seu sucesso.
    Brilhante homenagem aos grandes Sportinguistas que nos deixaram nesse dia, eles onde estão devem ter ficado muito contentes.

     
  • 7/5/10 17:01, Anonymous Anónimo escreveu…

    Pois continuamos a aplaudir jogadores formados na nossa cantera que depois desejam ver as galinhas campeões pois o pais fica mais alegre. Nem quero acreditar que futre tivesse dito isso. Mas como futre está a uma porrada de anos fora do país dou-lhe o desconto e mais ainda depois do luisão capitão das galinhas ter dito que é tudo contra as galinhas só posso dizer que afinal o futre ou estava b~ebado ou está maluco.Um deles está a mentir e como acredito mais em quem está cá ha mais de oito anos vou pelo luisão..Acho que o país anda muito triste por ver as galinhas campeões..O futre tém primeiro que viver no país e depois falar..assim dou-lhe o desconto por causa da bebida..

     
  • 7/5/10 17:50, Blogger HOMO SAPIENS SAPIENS escreveu…

    Estava lá nesse triste dia . Acompanhado de 2 filhos de 7 e 11 anos estavamos encostados ao muro do antigo campo de treinos em frente à mítica 10-A.Éramos sócios da superior sul e ali aguardavamos sempre antes de entrar para o estádio.Era um lugar privilegiado para observar tudo o que era noticia antes do jogo e a chegada da equipa adversária (quem não se lembra) era sempre um momento empolgante.Era o momento de o "inimigo" sentir o rugido do leão.Sempre que ia com os meus filhos era ali que eu ficava porque a parede do campo (houve lá bilheteiras também) oferecia segurança para quem ia com miúdos.
    E lembro-me muito bem de tudo o que vi. Como em outras situações de tragédia dizemos sempre - foi tudo muito rápido.
    E foi mesmo. O autocarro do fcp fez a curva para a esquerda vindo da cipriano dourado onde aceleravam sempre um pouco e houve-se na bancada por cima o rumor caracteristico de multidões em movimento. E de repente uma varanda com gente á frente e gente atrás que se precipita no chão.É a imagem mais forte que guardo , as pessoas caindo junto com a barreira.Uma amálgama de gente no chão , um silêncio inicial muito grande , como se até as próprias vitimas não percebessem o que tinha acontecido, o domingos gomes (honra lhe seja feita) sai do autocarro e precipita-se para o grupo de corpos no chão com um voluntarismo de realçar.Começam então os gritos de dor e desespero , o meu filho mais novo irrompe num choro assustado e venho para casa perturbado , muito perturbado.
    Mesmo sem saber se o jogo se realizava , deixo os meus filhos e volto para o estádio , mas do jogo nem o resultado me lembro.Foi a primeira e unica vez que questionei a justeza desta paixão louca mas claramente irracional que é para mim o Sporting.
    Nunca percebi , nem sei de quem foi a responsabilidade mas aquele jogo , naquele dia nunca se devia ter realizado.
    Até sempre Zé e Paulo.
    Sporting Amo-te!

     
  • 7/5/10 18:26, Blogger João Pedro Silva escreveu…

    Mário:

    Eu estava a poucos metros de ti, mas do lado de fora. Ia a passar no momento em que se deu. Os primeiros minutos foram de pânico total. Lembro-me de pessoas a correr, polícias desorientados, sirenes e muita confusão. Não consegui sequer ajudar porque um polícia mais lúcido percebeu o que se tinha passado e afastou-nos com delicadeza, para que o auxílio pudesse chegar. Mas as imagens do monte de corpos empilhados no chão e as poças de sangue nunca me sairão da cabeça.

    Nesse dia chorei, e não foi por causa do resultado.

    É nossa obrigação, enquanto formos vivos, honrarmos e dignificarmos esta paixão louca que se chama Sporting. Porque mesmo que porventura nos esqueçamos dos nossos valores e ideais, nunca nos poderemos esquecer dos que tombaram antes de nós.

    Um abraço,

     
  • 7/5/10 18:43, Blogger Virgílio escreveu…

    MRO:

    Vi acontecer a tragédia à minha frente... Ainda hoje, olhando para trás, me arrepio. No ‘velhinho’ Alvalade tentava sempre arranjar bilhete na superior sul, de modo que tendo conseguido o papelinho mágico nessa bancada, vagueava por ali à espera que chegassem os nossos heróis. Aqueles momentos seguintes à queda colectiva foram terríveis. Nunca mais vivi tal aparato, uma loucura de tv's, correrias, ambulâncias... o som de fundo das ambulâncias a aproximarem-se, foi o q mais me marcou a par do infeliz bombardeamento de objectos enquanto o Dr. Domingos tentava socorrer alguns dos acidentados (desculpa, mas vi variadíssimas pessoas q arremessavam td o que apanhassem à mão, até cachecóis do Sporting atiraram, qd os objectos mais contundentes desapareceram...). Afastei-me com o absurdo da situação e andei o resto do dia todo ‘apanhado’… Foi a partir daí que me inteirei da cegueira que o ódio pode causar às pessoas e da forma mais cruel, qd são os ‘nossos’ a perpetra-lo... Mais tarde e reflectindo sobre esse episódio, jurei a mim próprio que o meu amor ao SCP seria não só o sentimento dominante mas o único que deixaria consumir-me no futebol e tb na vida... Até hoje tenho-o conseguido.

    O resultado foi o menos importante, e a derrota dentro das quatro linhas por um golo a zero, foi o que menos doeu num dos piores dias da minha vida... golo esse marcado por um gajo que, ironicamente, foi incentivado por sportinguistas em pleno Alvalade, durante um jogo de homenagem de um atleta carismático daqueles tempos, na antevéspera de se completarem 15 anos que o Zé e o Paulo nos deixaram...

    Jamais esquecerei. Hoje, dia 7 de Maio de 2010, comemora-se o 'dia do Leão' e homenageiam-se os nossos companheiros 'caídos' à 15 anos.

    SL

     
  • 7/5/10 19:26, Anonymous Anónimo escreveu…

    Estava lá Mário e apesar de não poder precisar, creio ter estado uns 10, 15 minutos antes nesse varandim. Era comum ir espreitar, especialmente em jogos grandes para ver o ambiente e a malta a entrar. Era sempre algo mágico. Tinha acabado de me sentar na superior sul junto do meu amigo Francisco quando vimos um grande frenesim de gente a subir as escadas do estádio e outros a correr para as portas... tinha acabado de ocorrer a tragédia. Também eu fui dos que fui ver o que se passava e o varandim onde tinha estado havia desaparecido. A confusão era total. Rostos incrédulos, choro, gemidos, tudo o que não se deve presenciar quando se vai para um espectáculo desportivo estava presente. Queria ajudar e não sabia como. Naquela hora lembro de me perguntar porque não tinha escolhido medicina e de alguma forma ajudar aqueles que lá embaixo se contorciam. Voltei para a superior, resignado e a tremer. Questionei a realização do jogo, rezei pelos feridos e procurei encontrar forma de avisar a família. Naquela época quase que não haviam telemóveis, era ainda um luxo. Lembro-me do meu amigo Francisco conseguir encontrar um Sr. que o deixou avisar a sua mãe e que por sua vez avisou a minha. Voltei para casa sem antes assistir ao jogo e ao mais belo desfraldar de cachecóis leoninos em puro silêncio, mostrando ao mundo o respeito por aqueles que nos haviam abandonado.

    Foi uma tarde que jamais irei esquecer em memória dos dois familiares leoninos que partiram. 7 de Maio, para mim será sempre o dia do Sportinguista.

    Abraço de Leão,
    Verdão.

     
  • 7/5/10 20:08, Anonymous nelson_cunha escreveu…

    nessse dia nao estava..!! mas tive no jamor kuando faleceu um dos nossos!!!! esse dia foi triste,foi mesmo ha minha frente...!! mas nesse dia foi um assasinato!! mas ninguem se lembra disso... um pai k deixou 2 hiños!!! e triste!! como os jornais abafa tudo!!!

     
  • 7/5/10 22:15, Anonymous simaptizante escreveu…

    Belo texto. Cheio de sentimento/realidade.
    Parabéns.

     
  • 7/5/10 23:28, Blogger Antonio America escreveu…

    QUERIA APENAS COMO SPORTINGUISTA HÁ 63 ANOS APESAR DE SER NORTENHO

    QUE O CLUB DO DR. DOMINGOS GOMES É O SPORTING TENDO SIDO ELE MESMO

    QUE ME CONFIDENCIOU.

    SAUDAÇÕES LEONINAS

    ANTONIO AMERICA

     
  • 8/5/10 10:44, Blogger Mike Blitz escreveu…

    Estava de frente para o varadim , cá em baixo juntamente com o Felizberto. Nem eramos de ficar a ver a chegada dos autocarros mas por ser um jogo importante e por estarmos por ali quando chegou o Bus do fcp ficamos a ver até pk o ambiente era infernal. De um momento para o outro só vejo malta a cair. Aquele baque seco dos ossos e corpos a cair na calçada não me saiu da cabeça durante dias a fio. Para mim o jogo "morreu" naquele momento e não estive mais lá até ao fim do dia. Assisti depois o minuto de silencio na terça feira seguinte (julgo eu) na meia final da taça com o V.Setubal. Paz as almas que partiram. Jovens como eu que estavam ali por amor comum. O Sporting.

    SL

    Miguel Damas

     
  • 8/5/10 11:29, Anonymous Nuno Rodrigues (19802) escreveu…

    Porque a memória parece ser um bem escasso:

    8 de Novembro de 2009

    Post: Futre e outros nomes para o futuro do Sporting

    "Tanto Paulo Futre como Ricardo Sá Pinto, em outro contexto, já foram apontados aqui como nomes para um grande Sporting. E com Manuel Fernandes como treinador, teríamos o futebol leonino entregue a sportinguistas competentes"

    17 de Março de 2009

    POST: Nomes para um grande Sporting

    PRESIDENTE DA SPORTING SAD: Paulo Futre (o primeiro futebolista de dimensão internacional formado no Sporting, antigo campeão do futebol juvenil leonino, figura conhecida e respeitada no futebol internacional, em particular no futebol espanhol, que deveria ser estratégico para a política de expansão do futebol leonino).

    O mesmo blogue tem a lata de vir fazer um post sobre as declarações recentes de Futre chamando-lhe melancia, como se nunca tivesse falado dele noutros termos. E é esta gente que depois é citada na imprensa e que fala sempre com muitas certezas.

     
  • 8/5/10 18:23, Anonymous Leão Portimonense escreveu…

    Wilson Eduardooooooo. GOOLOOOOOO PORTIMONEEEEENNSEEEEE :D

     
  • 8/5/10 18:29, Blogger King Lion escreveu…

    Este comentário foi removido pelo autor.

     
  • 8/5/10 18:35, Anonymous King Lion escreveu…

    Os lampiões levaram no pêlo em voleibol.Mais uma festa que tiveram de cancelar.Parabéns ao Miguel Maia que é um grande sportinguista e desportista.

    Mais uma que tiveram de engolir e na Bola a noticia vem no fundo,bem escondidinha para ninguém ver.

     
  • 8/5/10 18:49, Anonymous Nelson Santos escreveu…

    O Portimonense do grande Litos a subir de divisão e logo com um golo do nosso Wilson Eduardo. Bravo!!!!

     
  • 8/5/10 18:52, Anonymous Leão Portimonense escreveu…

    AHAHHHHHHAHHAAAAAAAAAAAAAAAAAHHHHAHAHHAHAH CARALHOOOOOOO PORTIMAAAAAOOOOO NA PRIMEIRA LA LALA LA PORTIMAO NA PRIMEIRA LALA LALA LA

     
  • 8/5/10 18:58, Anonymous Leão Portimonense escreveu…

    PORTIMMMAAAAAAOOOO.....LA LAAALLALA... PORTIMAAAOO... E HOJE VO UMA GARRAFA DE GAZELA E 3000 MINIS ATÉ...FICAR BEBADO POIS TA CLARO :D

     
  • 8/5/10 19:25, Anonymous simpatizante escreveu…

    "PRESIDENTE DA SPORTING SAD: Paulo Futre (o primeiro futebolista de dimensão internacional formado no Sporting, antigo campeão do futebol juvenil leonino, figura conhecida e respeitada no futebol internacional, em particular no futebol espanhol, que deveria ser estratégico para a política de expansão do futebol leonino)."

    SEM COMENTÁRIOS.

    Meu amigo, o Futre é persona não grata em Alvalade, na minha opinião, por motivos que já referi anteriormente diversas vezes...

    Acho até, que se ele continua sócio do Sporting, deveria ser irradiado...

    Futres, Figos, Simões enrolados numa mortalha, davam uma overdose...

    TEM JUÍZO

     
  • 8/5/10 19:26, Anonymous The LC escreveu…

    parabéns, Leão Portimonense :)

    sai mais uma mini!

     
  • 8/5/10 20:13, Anonymous Nelson Santos escreveu…

    belo fim de semana vermelho até já!!! Belenenses ganha a final da taça de futsal!!!

     
  • 8/5/10 20:48, Blogger ana escreveu…

    Parabéns, leao portimonense! Espero que tenhas onde festejar, porque parece que ultimamente andam para aí uns malucos a reservar tudo...

    Não me "batam" muito, mas só há dias soube que a Olhanense era nossa filial. Ora, Farense filial, Olhanense filial, por acaso o Portimonense não é também?...

     
  • 8/5/10 23:13, Anonymous King Lion escreveu…

    Finalmente acabou esta época miserável.Infelizmente e pelo que vejo acho que para ano as perpectivas não são as melhores.O JEB que tenha aprendido com erros e que dê a urgente vassourada.

    Todos nós sabemos que não é só com 4 reforços que a equipa vai melhorar nem com aquela mania de dizer que todos juntinhos vamos fazer um grande grupo.

    O Sporting precisa de grandes jogadores,de grandes profissionais e acima de tudo de grande espírito de sacrificio e de amor ao clube.Sem isto é escusado dizer que para o ano será mais do mesmo mas sem o Bettencourt...que irá de férias mais cedo...

    Queria também lembrar que o Belenenses cancelou mais uma festa do Benfica.

     
  • 8/5/10 23:21, Blogger ana escreveu…

    E pronto, acabou o sofrimento. Venha a nova época, que esta não deixa saudades nenhumas. Boa sorte para o Paulo Sérgio, a partir de hoje, o nosso treinador.

     
  • 8/5/10 23:48, Anonymous King Lion escreveu…

    Hoje a transmissão da SportTV está um desastre.Pelos vistos o André Lima fez umas declarações aziadas,isto é,à porco.Quando perdem são sempre as arbitragens até possivelmente em Xadrez.

     
  • 8/5/10 23:48, Anonymous Anónimo escreveu…

    A partir de amanhã, sff, Ana.

    O gajo tem que fazer o último jogo pelo Vitória...

    Ah, afinal a tal cena das SMS da TMN para irem à lixeira, amanhã, foi disparada para malta que é anti-lamps...

    ...nem se preocuparam com o aspecto comercial.

    PaiDaLeoa

     

Enviar um comentário

Sangue LEONINO

<< Home