"O Mundo sabe que pelo teu amor, eu sou doente / Farei o meu melhor para te ver sempre na frente / Irei onde o coração me levar / E sem receio... farei...o que puder pelo meu Sporting" - osangueleonino.blogspot.com -

Sangue LEONINO

sexta-feira, junho 25, 2010

Gamebox INteractiva

Sempre gostei mais de soluções do que de problemas, ou melhor, de atentar mais na oportunidade da consequência do que na eventual depressão que esta possa gerar. É assim que se evolui desde que a roda começou a girar, provavelmente antes. O nosso clube tem problemas, crónicos até, ciclos viciosos que por falta de sorte ou arte e engenho, não são ciclos virtuosos. Porquê, caro leitor? Porque demasiadas vezes atentamos à depressão do que à oportunidade da consequência.

A Gamebox tem sido um produto vencedor mas infelizmente tem perdido demasiados compradores. Representando uma importante fonte de financiamento da SAD no início da época, todos os anos a Direcção se questiona como vender mais GB'x e, quase todos os anos, tem falhado. Como inverter o problema? À partida todos nós sabemos a resposta: investindo mais, comprando melhores jogadores e aí está o problema resolvido. Só que aqui existe um senão, o Sporting não é um clube rico. Isto para não falar da aposta de risco que a operação representa. A realidade é que o crédito bancário é cada vez mais exíguo e para investir o pouco que seja, é desejável desde logo garantir uma forte bilhética. Para garantir a forte bilhética é preciso investir e... lá estamos nós de novo no ciclo vicioso.

São várias as razões que levam à diminuição das vendas de Gamebox mas se conseguimos identificar o principal problema, a ausência de garantias (leia-se jogadores) que proporcionem bons espectáculos e vitórias, então temos meio caminho andado para apresentar uma solução, justa para o sócio, justa para o clube. Já lá iremos.

No passado apresentei soluções de GB'x que se basearam numa adequação aos sócios. Duo, Jovem, Sénior, Familiares, uns melhor aplicados que outros, todos eles concebi numa perspectiva de nicho de mercado que ajustasse o produto ao consumidor final. Esse trabalho tem ainda algumas melhorias por fazer mas está iniciado e segue o seu caminho natural. Hoje, aqui no Sangue Leonino e em 1ª mão, apresento a minha primeira solução de GB'x baseada na valorização da componente espectáculo. Passo a explicar.

O nome do produto é Gamebox INteractiva. (Gamebox IN the game, se preferirem).
Destina-se para já apenas aos Sócios e pode ou não ser activada via débito directo.
Para já vamo-nos concentrar na Gamebox normal e tomar como exemplo uma Central, uma Lateral e uma bancada Sul. Para simplificar vou também utilizar os preços da opção Adulto da bancada A (outra qualquer pode ser tomada pelo estudo que a paridade mantém-se). Assim:
Central A - 345 € /23 € jogo (15 jogos)
Lateral A - 195 € / 13 € jogo (15 jogos)
Sul A - 115 € / 7,67 € jogo (15 jogos)
Este será o preço que irão pagar os respectivos adquirentes destas opções nas GB'x deste ano, independente de verem bons ou maus espectáculos, muitas ou poucas vitórias. É uma Gamebox que não olha para a componente espectáculo e que não se preocupa em recompensar seus compradores se estes se sentirem defraudados com o decorrer da época. Um problema que convém resolver.

Até aqui a resposta encontrada tem sido baixar os preços. Solução essa que não resolve o problema em cima exposto como não é praticável ano após ano. O único efeito positivo é que atenua o investimento de risco tomado pelo comprador no momento zero. Tem como consequência óbvia a quebra de receita unitária no produto que pode não ser compensada pelo desejável aumento quantitativo das vendas.

Vamos agora activar as Gameboxes e torná-las em Gameboxes IN.
Muito simples a paridade aplicada a todas as Gameboxes:
Derrota: 0 Euros
Empate: X Euros
Vitória: 3X Euros
Sendo que X é igual a metade do preço unitário por jogo.
Traduzindo por miudos a quem não gosta de matemática, temos:
Derrota: Não paga nada.
Empate: Paga metade do bilhete.
Vitória: Paga bilhete e meio.

Simples, compreensível e justo. Vamos tomar como referência a época passada (8V,3E,4D) em que todos nos sentimos defraudados e ver o que acontecia se a mesma fosse repetida para quem comprou a Central A (pode ser utilizado qualquer outro exemplo e cada um pode fazer o seu exercício para a GB'x que desejar adquirir).
Central A com Gamebox IN
4D x 0 = 0 €
3E x 11,5 (X = metade do preço de 23€ jogo) = 34,5 €
8V x 34,5 = 276 €
Total da época = 310,50 €
O comprador teria assim direito a ser ressarcido no diferencial entre o valor de compra e o valor da GB IN (345-310,50= 34,5) tendo a receber 10% do valor investido face ao fraco retorno das expectativas depositadas. Esse valor poderia ser ressarcido de várias formas. Caso contrário e a época decorresse de feição com um elevado número de vitórias, o clube receberia um valor adicional e o comprador ficaria satisfeito por ver que estaria a pagar um extra por mais vitórias e espectáculo.

A Gamebox IN apresenta-se assim como um produto:
Fácil porque se pode activar a qualquer momento e a qualquer normal GB'x;
Simples porque mantém a relação de paridade para todas as GB'x;
Flexível em relação ao valor de paridade que se deseje atribuir em função da política do clube;
Justa porque valoriza as vitórias e compensa os maus resultados valorizando o espectáculo;
INovadora porque responde a um receio dos adeptos em pagar demasiado por maus desempenhos.

Espero que gostem.

Abraço de Leão,
Verdão.