"O Mundo sabe que pelo teu amor, eu sou doente / Farei o meu melhor para te ver sempre na frente / Irei onde o coração me levar / E sem receio... farei...o que puder pelo meu Sporting" - osangueleonino.blogspot.com -

Sangue LEONINO

sábado, setembro 20, 2008

Mas estará tudo doido?



Acabo de chegar de Alvalade, ligo o computador com o intuito de aqui escrever algo sobre o autêntico jogo-treino a que acabo de assistir no estádio frente a um paupérrimo Belenenses, quando pasmo ao ler estas declarações de Vukcevic, logo após o jogo, no qual participou nos últimos 45 minutos:

«Decidi que vou sair em Dezembro. Hoje joguei mais do que quatro minutinhos. Joguei mais do que em toda a temporada, mas não estou aqui para falar do jogo.

Eu só queria jogar e ajudar a equipa, mas isso pelos vistos é mau aqui. É uma situação muito difícil para mim, mas vou dizer ao clube que decidi sair em Dezembro. É difícil para mim, mas vou sair.

Muito obrigado aos adeptos pelo apoio que me deram sempre, mas assim não podia continuar. Que esta seja a melhor solução para o Sporting, ao qual desejo tudo de bom.

Ainda não tenho clube, mas tenho três meses para o encontrar. Não quero é estar mais tempo sem jogar»

Pergunto agora eu:

Mas será que existe algum vírus em Alvalade que predisponha as pessoas para dizerem disparates cada vez que lhes põem um microfone na frente, após os jogos? Será que está no destino do nosso clube que tenha de haver sempre alguém a desestabilizar e a afirmar que quer saír?

Começo sinceramente a achar que antes de se contratar alguém se deve realizar uma bateria de testes psicotécnicos para se constatar se à capacidade técnico-futebolística se alia algum pingo de bom-senso e de inteligência. Assim é difícil...

Nem mesmo quando ficamos - pelo menos para já - isolados na liderança as pessoas defendem os interesses do clube e se recolhem num cuidado silêncio. Preferem sempre partir a loiça.

Se calhar, ao contrário de alguns que o vão prontamente defender e crucificar o treinador, devo 'agradecer' ao senhor Simon o magnífico sentido de oportunidade que revela em vésperas de um ciclo de jogos 'apenas' com Benfica e Porto.

No que a mim diz respeito, sinto-me atraiçoado e muito arrependido das palmas que hoje lhe destinei. Pelos vistos este fulano apenas esperava pela aclamação do público de Alvalade para aquilatar se tinha algum apoio, para então poder proferir estes disparates.

Boa viagem e que seja muito feliz... fora de Alvalade! Palermas destes, dispenso-os!

Leonino