"O Mundo sabe que pelo teu amor, eu sou doente / Farei o meu melhor para te ver sempre na frente / Irei onde o coração me levar / E sem receio... farei...o que puder pelo meu Sporting" - osangueleonino.blogspot.com -

Sangue LEONINO

domingo, dezembro 20, 2009

Até sempre senhor Manuel!



Saudações Leoninas, Sr Manuel Ferrão.

Faz amanhã (dia 21 de Dezembro) um ano que morreu o Sr Gonzaga da Silva, e um ano depois de ter partido um Sr da Formação Leonina eis que tivemos que penosamente estar em mais um funeral e ver partir mais um dos nossos


O dia frio e agreste de 19 de Dezembro de 2009 será sempre de triste memória para todos aqueles que sentem um carinho especial pela formação do nosso Sporting Clube de Portugal, pois foi nesse dia que dissemos o adeus final ao Sr Manuel Estevão Ferrão, sócio nº 443 da ainda maior potência desportiva deste nosso Portugal.

Costuma dizer-se que a riqueza de um homem poderá ser medida pela qualidade e quantidade dos seus amigos e no seu funeral foi possível ver a riqueza de Manuel Ferrão, pois presentes estiveram tantos ilustres; Tamagnini Nené, o Sr Vítor Cacito (Presidente do CAC), Emílio Peixe, o Mister João Couto, o Presidente da Casa do FC Porto em Lisboa (mandatado pelo próprio J.N. Pinto da Costa para marcar presença no funeral) bem como uma miríade de treinadores, delegados e dirigentes da formação do Sporting, e de realçar ainda a presença dos atletas Sub-16 Tobias Figueiredo e Alexandre Guedes que apesar da sua ainda tenra idade demonstraram todo o seu carácter ao insistirem em marcar presença nesta última homenagem e despedida ao Sr Ferrão.

Recordo-me como se fosse ontem de ver o Sr Ferrão celebrar um título (mais um) no relvado do Campo Nº1 da Academia de Alcochete, na sua companhia estava um outro enorme Sr da nossa formação, o Sr Delegado António Atanásio, um então ainda mais jovem Mister Vitor Silvestre, e tantas jovens caras conhecidas que tropeçavam sobre si a tentar celebrar mais um título da primeira "Geração Academia", a Classe de 89; Rui Figueiredo, Bruno Matias, Jorge Abreu, Rui Lopes, Adrien, André Santos, Tiago Pedrosa, André Cacito, etc.

Tantas vezes Manuel Ferrão me confidenciou sobre os atletas, "este é bom, mas tem que ser muito bem domesticado", assim falava de Mateus Fonseca, de Antoninho Silva, de Rui Coentrão, e de tantos, mas tantos outros. Tantas foram as vezes em que ele via os miúdos mal arranjados e lhes dizia para se comportarem, eram ralhetes atrás de ralhetes mas tinha sempre em mente o bem estar dos seus meninos.

Nunca me esquecerei dos nossos passeios pelo Largo do Rato, pela Rua do Passadiço, ou pela Avenida da Liberdade abaixo, à medida que conversávamos sobre as suas duas grandes paixões; o Sporting e a Fotografia. Algumas foram as vezes em que entrei com ele em lojas de fotografia e discutimos sobre fotografia, encadernações, grafismo, impressões, e era um homem que tinha sempre inúmeras estórias para contar sobre o Sr Presidente João Rocha, sobre fotógrafos, sobre jornalistas, sobre o seu amigo Jorge Nuno Pinto da Costa, sobre os seus ex-jogadores, sobre a sua mulher, sobre as artes (sobretudo pintura), era um homem que mesmo numa idade avançada continuava a reter uma enorme e contagiante "joie de vivre". Certo dia ia com ele a passear pela Rua do Passadiço e sem que nada o fizesse prever "interpelou" um desprevenido lojista e começou a conversar com ele sobre o quanto Lisboa tinha mudado e recordaram outros tempos de quando o Sporting marcava presença por aquelas bandas na sua velhinha Sede.

O Sr Ferrão, era um homem possuidor de conhecimentos quase enciclopédicos sobre a formação verde-e-branca e lembro-me perfeitamente de alguns anos atrás o apresentar ao meu pai com quem falou sobre Mário Lino, sobre Juca, sobre "Manecas" e sobre a Dobradinha de 1973/74. Apesar de só terem conversado nessa ocasião, até ao meu pai o Sr Manuel Ferrão deixou uma forte e boa impressão pois raras foram as vezes em que desde esse dia o "meu velho" não me perguntou "como andava o velhote?

O Sr Ferrão não pensava só no trabalho, pois tinha sempre tempo para "brincar" e aligeirar o ambiente com o seu incisivo sentido de humor, mesmo com 76 anos de idade continuava a reter uma certa "meninice" que agora que desapareceu começa a deixar-me tantas saudades pela forma senhorial mas "traquina" com que lidava com os seus amigos, pois eu não me esquecerei da forma "impiedosa" como carinhosamente me criticava sempre que eu não fazia a barba, advertindo-me à frente de outras pessoas em inúmeras ocasiões que da próxima vez eu ficaria à porta se não viesse de cara lavada. Dizia-me para cortar o cabelo, para perder peso, para me pentear, corrigia-me a postura se estivesse mal sentado, dizia-me para meter a fralda para dentro, queria saber se eu me alimentava bem e como andava a minha família. O Sr Ferrão nunca, mas nunca facilitava e com ele não podíamos "adormecer na neve" pois ele aquecia-nos logo as orelhas com umas quantas chamadas de atenção e correctivos verbais os quais agora deixam tantas saudades, especialmente aquele seu sorriso e eterna boa disposição.

Recordar-me-ei com carinho de todas as vezes que trocámos impressões sobre o nosso Sporting na sala de espera na Sede da Federação Portuguesa de Futebol antes dos sorteios dos campeonatos nacionais de Iniciados, Juvenis e Juniores. Sempre teve uma palavra amiga, um comentário humorístico e um grande sentido do que é fair-play e cavalheirismo no futebol, mas sem alguma vez esquecer os superiores interesses do Sporting. Tratava todos de forma calorosa, o Sr Tamagnini Nené, o Sr Manuel Ribeiro, os dignatários do FC Porto, Vitória Sport Clube, Braga, Boavista, etc, para ele fora dos relvados só havia lugar para o respeito e correcção, era a sua forma de estar no futebol e era algo que granjeava-lhe a amizade e o respeito dos adversários do seu Sporting.

Lembro-me de celebrar na pista de tartan a conquista da 14ª Taça de Portugal por parte do nosso Sporting no estádio do Jamor em Maio de 2007 frente ao CF Belenenses comandado pelo também "Leão" Jorge Jesus da Caparica. Uma tarde maravilhosa, em que o Sr Ferrão tirou fotografias na companhia de André Santos "Pini", Carlos Saleiro "Saladas", Sebastião Nogueira "Seba", e onde tantos outros marcaram presença, "Janu", Renato Santos, "Ribas", Ruben, Nuno Reis, Bruno Matias, e um então desconhecido Rabiu. No final foi uma sessão de abraços, o Sr Ferrão, delegados das escolinhas, a caça ao autografo do Nani, do Veloso, do Djaló, etc.

Manuel Ferrão era querido e respeitado universalmente, quer no Benfica quer no FC Porto era um homem que contava com inúmeros amigos e pessoas que admiravam a sua fleuma e cavalheirismo. Muitas saudades deixará certamente do outro lado da barricada, pois com a presença de Manuel Ferrão na Academia a "arte de saber receber" tinha sido aperfeiçoada até ao limite, pois ele era alguém que nunca descansava até se certificar que todos estavam confortáveis e agradados com as condições que o Sporting lhes proporcionava.

Podia ser fanático pelo Sporting mas tinha sempre uma palavra amiga e de carinho para dizer sobre os adversários. Recordo-me como se fosse hoje de ver os Juniores leoninos vencerem o Benfica inapelavelmente por 3-0 na Academia em 2008 e antes do jogo Manuel Ferrão contou-me que sempre tinha tido em grande conta o Sr António Carraça (na altura dirigente máximo da formação vermelha-e-branca), elogiando os seus dotes futebolísticos enquanto jovem e lamentando que uma lesão e outros azares o tivessem impedido de singrar enquanto jogador a quem ele tinha reconhecido um bom potencial.

Falava sempre carinhosamente dos jogadores. Dizia-me que tinha sido o responsável pela vinda de João Couras (e tantos outros) para o Sporting, elogiava a qualidade técnica de Antoninho Silva então apenas um Infantil A mas já a jogar na equipa do Mister Tiago Capaz (Iniciados C) e muitas vezes falava da necessidade de "domesticar" os meninos aos quais não admitia tropelias nem excessos, chegando mesmo a enviar um promissor lateral esquerdo para as funções de apanha-bolas quando achava que o jovem começava a exteriorizar "moral a mais".

Quando conversei com Emílio Peixe, perguntei-lhe quem tinham sido os seus maiores apoios no centro de estágio no velhinho Alvalade, o actual seleccionador Sub-16 mencionou vários nomes e concluiu com "e é claro, o Sr Ferrão!!!" pontuando a afirmação com um grande sorriso saudosista por tempos mais simples da sua vida. Poucos dias depois cruzavam-se os dois no Campo Nº2 do Estoril Praia e Ferrão fazia sempre uma festa quando via um dos "seus meninos", chegando alguém a afirmar que Emílio Peixe tinha sido "dos que tinha dado mais trabalho" mas o Sr Ferrão depressa retorquiu que Peixe era dos que mais saudades tinha, Peixe, Jorge Cadete, Luís Figo e tantos, mas tantos outros que agora lamentam a sua despedida.

Grandeza social e desportiva será sempre importante, mas com o adeus a Manuel Ferrão o Sporting ficou irreparavelmente mais pobre em termos de grandeza humana.

Um abraço e até sempre, Sr Manuel Ferrão.


André Carreira de Figueiredo

(A pedido do nosso amigo André publico aqui um texto cheio de emoção e uma singela homenagem ao senhor Manuel Ferrão)


SL
Miguel Damas
    Sangue LEONINO


34 comentários:

  • At 20/12/09 22:40, Anonymous Juvenal Carvalho said…

    Miguel Damas,

    Grande post!
    Homenageaste um grande SENHOR com quem tive o prazer de trabalhar lado a lado e em secções diferentes e que me habituei a aprender com ele lições de vida ouvindo-o como um pai.
    Esteja onde estiver o Sr.Ferrão, que durante três décadas foi um diplomata e um homem de uma nobreza de carácter sem paralelo ao serviço do seu SPORTING.

    Dele recordo grandes momentos.

    Até sempre meu grande amigo!

     
  • At 20/12/09 22:50, Blogger Pai da Leoa said…

    Vou continuar a crer, que por cada um que cair...


    Um dia em que deixar de acreditar nisto, ai ai....

    Até sempre, Leão!!!

     
  • At 20/12/09 22:51, Anonymous renato said…

    Os meus sentimentos a um grande homem

     
  • At 20/12/09 22:56, Blogger Nelson Santos said…

    Só os grandes homens merecem ser recordados desta forma. Mais um leão que vai estar lá em cima a torcer pelo jersey mais lindo do mundo. Pêsames à sua (outra) família e parabéns o André Carreira de Figueiredo pelo grande comentário.

     
  • At 20/12/09 23:05, Anonymous Anónimo said…

    Peço desculpa ao André Figueiredo por não me ter apercebido que o texto era dele.

     
  • At 20/12/09 23:07, Blogger Mike Blitz said…

    Eu é que omiti sem querer o nome dele da 1 vez! Mas logo corrigi!!

    O seu a seu dono e um texto tão sentido merece ser conhecido!!

    SL

    Miguel Damas

     
  • At 20/12/09 23:09, Anonymous PauloLionheart said…

    Nunca ouvi falar neste senhor, apos ler este texto, nao posso deixar de exeteriorizar tristeza por um Sportinguista deste calibre ter falecido!!!!

    Paz a sua alma e nunca os esquecam!!!
    o Sporting agradece.

     
  • At 20/12/09 23:19, Anonymous Lion King said…

    As minhas condolências à família e amigos de Manuel Ferrão, um dos obreiros da grande formação leonina. Até sempre!

     
  • At 20/12/09 23:27, Blogger Nuno Freitas said…

    Isto está esquisito

     
  • At 20/12/09 23:31, Blogger Nuno Freitas said…

    Este comentário foi removido pelo autor.

     
  • At 20/12/09 23:32, Anonymous Anónimo said…

    estão-se a descobrir as carecas
    :-)

     
  • At 20/12/09 23:33, Blogger Pai da Leoa said…

    Pois...


    ...o Sr Ferrão partiu...

    ...mas tb já partiu aquele aspecto "a maior potência desportiva nacional"...

    ...hoje, para corolário, até os homens da natação, desceram de divisão!!!

    A capa de ontem do Jornal "O Jogo" já é de deixar a malta apreensiva...

    ...tudo isto também somado...

    ...quo vadis, clube do Visconde?!?!?!?

     
  • At 20/12/09 23:39, Anonymous Juvenal Carvalho said…

    Pai da Leoa,

    Pois é amigo. Até na natação masculina descemos de divisão.
    Aquele Clube que nos habitámos a conhecer grandioso está a definhar perigosamente.
    Não me conformo com tanta mediania, se calhar estou a ficar velho para isto e um bocado resingão.
    Não sei se é Quo Vadis Sporting. Sei sim que este não é mais o grandioso SPORTING CLUBE DE PORTUGAL. E para isso muito contribuiu o sobrinho-neto do Visconde que queria um Sporting tão grande como os maiores da Europa. Têm sido 14 anos de tormento eclético e com o futebol a ganhar algumas coisas em contraponto com outros tempos recentes mas em que a componente paixão acabou. Ontem na Figueira quantos éramos na bancada?
    Estou deprimido com tudo isto!

     
  • At 20/12/09 23:45, Blogger Nuno Freitas said…

    Sou o Adepto do Sporting-ex Fanático pelo SPORTING.

    Alô alô, 1,2,3 experiência.

    ISTO FUNCIONA?

     
  • At 20/12/09 23:47, Blogger Nuno Freitas said…

    Um Clube como o Sporting não tem uma piscina, um pavilhão...
    Vá lá temos um Estádio, por enquanto...

    Adepto do Sporting

     
  • At 20/12/09 23:47, Blogger Pai da Leoa said…

    Vou contar um pouco do que foi a bancada Sul, do curro figueirense:

    entrei às 20h50m, mais ou menos na bancada (jogo começaria menos de meia hora depois!) e contei cerca de 40 tiffosi leoninos... até me pareceu que faltava, pelo menos, uma claque!


    Quando o prélio se iniciou, aponto para (no máximo) 150 bravos leões, pois o calor... era nórdico!!!

    E não faltavam claques... o que faltava era povo sportinguista!!!
    Mas num Sábado de Dezº, com tantos jantares de empresas, mau futebol e má classificação verde e branca, jogo em canal aberto, estádio sem condições, cidade oceânica com o respectivo mau tempo, prélio às 21h15m... não convidava nada!!!

     
  • At 20/12/09 23:49, Anonymous Juvenal Carvalho said…

    Nuno Freitas,

    Estamos mal mas temos piscina.

     
  • At 20/12/09 23:51, Blogger Pai da Leoa said…

    Amigos, muitas vezes olhamos a concorrência e tal não é mau, pois a boa gestão tb manda que se ande em cima de quem está do outro lado da barricada...

    ...exigência, mesmo quando se ostenta títulos...

    ...é um hábito da malta do clube do Dragão... nesse aspecto, minha nossa... reparem neste texto, ainda quente

    in Que desilusão, que tristeza.

    Tanta ansiedade, tanta confiança, para este burro nos dar esta horripilante exibição.

    O Cagão começou por prescindir de 2 jogadores que tinham de ser titulares, Belluschi e Varela, tendo colocado Guarín e Hulk que foram 2 anedotas, 2 nulidades absolutas. Mais 2 exemplos de incompetência.

    O Porto não sabia o que estava a fazer em campo. Atitude zero, estratégia zero, organização zero, parecia uma equipa vinda da terceira divisão.

    O recreativo, com o seu parolo treinador, deu uma lição a este Cagão.

    O FC Porto vinha de uma série de jogos muito bons, chega ao Circo e parece que nem jogar futebol sabem, o culpado é o cagão.

    Este homem pode ter muitas qualidades, mas não é homem para este leme, falta-lhe muita coisa. Estou cansado de o repetir.

    Ele não sabe gerir o balneário, não consegue motivar uma mosca, não sabe dar um berro. Para ele é um problema ter jogadores como Hulk e Belluschi, se pudesse dispensava-os, já vimos o mesmo filme com Quaresma.

    Ele não os sabe trabalhar, para ele só servem Marianos e Guaríns, é o nível dele.

    Estou revoltadíssimo com o que vi hoje. É inqualificável, imperdoável, injustificável.



    Ao contrário de outros, não vou esquecer isto daqui a 15 minutos, nem acordarei amanhã como se nada se tivesse passado. Quem sofre o castigo desta miséria somos nós, os que sofrem verdadeiramente, enquanto os culpados entram automaticamente de férias sem remorsos.

    O FC Porto não vai lá com este nabo, não este ano, que tem verdadeira concorrência.



    Se já tinha uma enorme dificuldade em olhar para este espécimen e digerir o facto de ser nosso treinador...



    Poderia tentar falar sobre o jogo, mas que jogo?, não existiu nenhum jogo do FC Porto. Nulidade absoluta resume tudo, o resto anteriormente falado remata o assunto.


    in
    http://legionofdragons.blogspot.com/

     
  • At 20/12/09 23:54, Blogger Pai da Leoa said…

    Bem, quem se habitua a ganhar, não admite fiascos... mesmo estando a 4 pontos do topo (representando 5, em face das desvantagens directas!)...

    ...e estando em todas as competições...

    ...e já tendo ganho uma!!!

    Lideram andebol e hóquei...

    ..apenas no basket, estão em 3º...

    ...ah, foram campeões na natação feminina!

    Porra, estamos mal, mas quando vemos a concorrência nestes patamares, quase que dá vontade... de ir costurar... ou coser meias!!!!

     
  • At 20/12/09 23:59, Anonymous Juvenal Carvalho said…

    Pai da Leoa,

    Contra isto só podemos combater com: Conhecimento e exigência.

    Falta conhecimento a muitos dirigentes actuais e a exigência é nula.

    Dirigentes como João Rocha, Emídio Pinheiro, José Dias, Manolo Vidal, etc... eram o paradigma daquilo que mencionei.

    Hoje é só tecnocratas sem fervor leonino e que mais não são do que um grupo de pessoas que vai para Alvalade como poderia ir para um escritório de uma qualquer empresa.

    Bem, acho que estou muito azedo. terá sido da vitória do Carnide?

     
  • At 21/12/09 00:05, Blogger Pai da Leoa said…

    Com a não-goleada dos andrades, eu não estou azedo... estou com azia até aos Reis!!!!!

    E atenção:

    a brincar a brincar, o FCP já tem 3 derrotas (Braga, Marítimo, carnide) e Braga e lamps, apenas uma.
    Ora, exceptuando 2 campeonatos, nos últimos muitos muitos anos (25, pelo menos!), em Portugal, ninguém vence o título com mais de 3 derrotas.

    Excepções: 1997/1998, FCP vence com 5 derrotas, mas quando se tornou matematicamente vencedor, apenas tinha 3... as derotas em carnide e Barreiros, já foram em descompressão!
    2004/2005, época da farsa, foram todos tão mauzinhos... um dia destes fui ver, pois já nem tinha a certeza... os lamps e os andrades ficaram, um com 6 e o outro com 7... já nem me recordo qual deles teve mais!!!

     
  • At 21/12/09 00:09, Blogger Pai da Leoa said…

    Bem, lá porque escrevi aquilo em cima, não estou a querer dizer que Sporting CP e Rio Ave FC, ainda poderão almejar o título... é que tb estes dois simpáticos clubes, apenas perderam 3 vezes nesta Liga.

     
  • At 21/12/09 00:10, Anonymous king Lion said…

    Não conhecia este senhor do Sporting.Hoje depois do Benfica-Porto o que mais me custou é ver o Jesus com a camisola do Benfica.Ver um dos nossos com a camisola deles é o que mais me incomoda.

     
  • At 21/12/09 00:12, Blogger Pai da Leoa said…

    Oh King Lion;

    tb ver lamps com a nossa, é tramado... e estou a lembrar-me dos Moutinhos, dos Pereiras (que são inhas!), dos Velosos... etc etc etc!!!!

    Isto está tudo muito globalizado...


    Valha-nos o Saleiro, que esse, pode ser um pouco tosco... mas pelo menos, é nosso, desde que nasceu!!!

     
  • At 21/12/09 01:07, Anonymous 8 said…

    Ao Sr Manuel Ferrão, um gentleman

    A minha mais profunda e sentida homenagem

     
  • At 21/12/09 01:16, Anonymous Anónimo said…

    Parabéns Miguel, parabéns André e acima de tudo mais, parabéns Sr. Ferrão pelo espólio de sportinguismo que nos deixou com a sua partida. Espero e desejo que os nossos dirigentes não se esqueçam de si e encontrem a melhor forma de o perdurar na nossa colectiva memória. Bem-haja onde quer que esteja.

    Abraço de Leão,
    Verdão.

     
  • At 21/12/09 01:19, Blogger Nelson Santos said…

    Hulk e Sapunaru expulsos pelo artista do apito no cada vez mais célebre túnel da Luz. Agressões entre seguranças e jogadores, botas atiradas à cabeça de stewards, deve ter sido um espectáculo bonito.

    http://www.abola.pt/nnh/ver.aspx?id=187097

     
  • At 21/12/09 03:13, Anonymous Anónimo said…

    Conhecia de vista o Sr. Manuel Ferrão, mas não sabia de quem se tratava.

    Em todo o caso, e de forma eloquente e profundamente sentida o "Leão" André "Lusofoot" Figueiredo apresentou-o a quem não o conhecia e devia (e queria certamente) tê-lo conhecido!

    Só posso dizer que com a morte deste Sr. um bocadinho mais do "nosso" Sporting desaparece e pela amostra dos últimos 14 anos, já não volta mais.

    Sr. Manuel Ferrão: Descanse em paz.

    Viva o Sporting!

     
  • At 21/12/09 03:14, Blogger Gouveia said…

    O ultimo comentário é meu!

    Luis MP

     
  • At 21/12/09 12:11, Anonymous JG said…

    Um post que se le até ao fim com atenção e sem olharmos para o relógio e que nos vai fazendo ler mais e com mais atenção. E nos deixa um nó na garganta no final...

    A vida não é feita só de guerras. Também é feita de coisas e pessoas bonitas!

     
  • At 21/12/09 12:53, Anonymous Anónimo said…

    "Com a não-goleada dos andrades, eu não estou azedo... estou com azia até aos Reis!!!!!

    E atenção:

    a brincar a brincar, o FCP já tem 3 derrotas (Braga, Marítimo, carnide) e Braga e lamps, apenas uma.
    Ora, exceptuando 2 campeonatos, nos últimos muitos muitos anos (25, pelo menos!), em Portugal, ninguém vence o título com mais de 3 derrotas.

    Excepções: 1997/1998, FCP vence com 5 derrotas, mas quando se tornou matematicamente vencedor, apenas tinha 3... as derotas em carnide e Barreiros, já foram em descompressão!
    2004/2005, época da farsa, foram todos tão mauzinhos... um dia destes fui ver, pois já nem tinha a certeza... os lamps e os andrades ficaram, um com 6 e o outro com 7... já nem me recordo qual deles teve mais!!!" PaiDaLeoa

    PaiDaLeoa, não te esqueças da situação dos empates, pois por valerem apenas um ponto funcionam quase como uma derrota.

    http://www.zerozero.pt/edicao.php?id_edicao=8838

    no canto superior direito tens a opção de escolha da época que queiras pesquisar e vais reparar na importência que os empates têm para o desenvolvimento dos campeonatos.
    SL
    SCP-Crescimento Construtivo

     
  • At 21/12/09 13:27, Anonymous renato said…

    Em primeiro lugar dizer paz a sua alma por um senhor que tanto fez pelo Sporting. Em segundo lugar criticar mais uma vez a confusão no túnel da luz pois enquanto esse rui túnel andar por perto como se viu ontem no final do jogo haverá sempre confusão

     
  • At 21/12/09 13:41, Blogger Adepto do Sporting said…

    Os lampiões e as confusões andam sempre de mãos dadas.

     
  • At 22/12/09 07:57, Anonymous Anónimo said…

    Não conhecia esse senhor. Mas é dessas pessoas que precisamos como de pão para a boca. Infelizmente cada vez mais raros. Paz à sua alma e um muito obrigado por tudo o que fez em prol do nosso amado clube. Os meus sentimentos à família e amigos.

    "Por cada Leão que caír, outro se levantará"

    Tenho andado arredado de colocar comentários por aqui. Em grande falta por falta de paciência, em parte devido ao nascimento do meu filhote Francisco, que eu tudo farei para que seja um novo "Leão". Tenho tido menos disponibilidade mental, mas venho aqui ver as notícias quase todos os dias. É um bom vício que se entranhou. Mas ando muito desgostoso com o meu clube, que parece que anda a ser gerido por loucos ou pior. Os adeptos da continuidade espero que estejam satisfeitos. Fui ver o jogo com o Herenveen e saí de lá realmente chateado. Não há garra, não há vontade, não há nada. Representar o Sporting, parece que é o mesmo que representar o Alcochetense para estes "jogadores"

    Saudações Leoninas

    Joey

     

Enviar um comentário

Sangue LEONINO

<< Home