"O Mundo sabe que pelo teu amor, eu sou doente / Farei o meu melhor para te ver sempre na frente / Irei onde o coração me levar / E sem receio... farei...o que puder pelo meu Sporting" - osangueleonino.blogspot.com -

Sangue LEONINO

quarta-feira, dezembro 16, 2015

O apito manhoso

Começa a ser uma constante nestes últimos tempos, falar da arbitragem antes de falar do que mais interessa, do futebol praticado.

O jogo desta noite merecia esse devido destaque, pelas excelentes equipas que jogaram na Pedreira, pelo futebol ofensivo praticado por ambas, pelos golos, muitos, que são o melhor que o futebol tem, mas...infelizmente não conseguimos dissociar o resultado final da péssima exibição da equipa de arbitragem liderada por Fábio Veríssimo, anulando um golo limpo a Slimani com o resultado em 3-3 e um outro por falta inexistente de William na última jogada do encontro e que daria o 4-4.
Se o jogo já era difícil, assim é impossível...

Não admira que a arbitragem não venha a ter ninguém no próximo Europeu, é sintomático da falta de qualidade que cada vez mais se nota na arbitragem portuguesa.
Basta olhar para os exemplos deste fim-de-semana, do fim-de-semana passado e por aí fora...

Uma nota de destaque para a nossa equipa pelo esforço que tiveram em mais 120 minutos de jogo intenso, e numa altura em que é evidente que começamos a pagar caro esse esforço.

Nota negativa para a nossa defesa que hoje facilitou demais, com destaque mesmo muito negativo para os laterais que mais uma vez revelaram ser o verdadeiro calcanhar de Aquiles da equipa neste momento.

Negativo também o facto de continuarmos muito verdinhos na gestão do resultado, algo que temos obrigatoriamente de melhorar e que já no passado nos custou a vitória em jogos decisivos (Sporting-Benfica da época passada é o maior exemplo).
Após o 2-3 era obrigatório controlar o jogo, pará-lo, perder tempo. O que o Sporting fez foi continuar a atacar e a permitir ao adversário jogar em contra golpe. Expusemo-nos ao risco e pagámos com o 3-3.

Agora, é centrar atenções no campeonato, o jogo na Madeira será muto difícil depois da desilusão desta noite e do esforço extra a que temos sido obrigados nas últimas semanas.
Esperemos que Jorge Jesus tenha o antídoto para contrariar este revés.

SL
José