"O Mundo sabe que pelo teu amor, eu sou doente / Farei o meu melhor para te ver sempre na frente / Irei onde o coração me levar / E sem receio... farei...o que puder pelo meu Sporting" - osangueleonino.blogspot.com -

Sangue LEONINO

segunda-feira, março 07, 2016

Não tenhamos memória curta!



Um pouco mais a frio, dois dias após o desaire do passado sábado, gostaria de tecer alguns comentários face ao que tenho lido e ouvido.

É certo que foi uma profunda decepção a derrota caseira, seguramente que o resultado foi injusto, sobretudo atendendo às oportunidades criadas pela equipa adversária, mas no futebol a eficácia conta, e muito. E como se costuma dizer, quem não marca, sofre!

Temos sido muito perdulários, nos últimos jogos desperdiçámos várias oportunidades para fazer golo, sobretudo frente a Guimarães e Benfica, e quando isso se reflecte na perda de pontos, coisas más acontecem... na tabela classificativa.

Sabe a pouco chegarmos a Março e apenas estarmos na luta pelo título de campeões nacionais, sobretudo agora que caímos para segundo lugar? Claro que sim!

Há críticas a apontar às mexidas feitas no plantel em Janeiro? Diria que sim, sobretudo se falarmos da saída de Montero, da permanência de Teo e da entrada de Barcos. Mas também não sabemos tudo...

O discurso da bazófia era recomendado quando nada ainda estava ganho? Obviamente que não! Nunca desvalorizando o próprio talento, a verdade é que grandes campeões sempre alicerçaram o seu sucesso na humildade. Deitar foguetes antes de tempo sempre deu mau resultado!

Revejo-me em alguns estilos de liderança técnica e directiva? Claro que não! Mas também não me revejo nada no discurso do coitadinho. De todo!

No entanto, devo recordar que há poucas épocas andávamos ao sabor de sétimos, oitavos lugares, com treinadores como Vercauteren ou Oceano no comando técnico, e um homem como Godinho Lopes na presidência. As bancadas andavam semi-nuas, os adeptos descrentes, os rivais não nos respeitavam, o crédito que nos davam era zero, ambicionar lutar pelo título era coisa de gente alucinada ou mera memória do passado!

Algumas épocas depois somos os detentores da Taça de Portugal, da Supertaça, estivemos na pré-eliminatória da Champions, estamos a lutar pelo título, o estádio regista assistências elevadas, os rivais temem-nos, a comunicação social procura desestabilizar-nos, a construção do pavilhão está em marcha, temos um plantel valorizado com jogadores de grande qualidade (Patrício, Adrien, William, Slimani, Ruiz...), temos um treinador com o seu estilo 'sui generis' mas um homem habituado a ganhar, a massa adepta e associativa está de novo com a equipa e a sentir novamente com vibração e entusiasmo o clube. Como se viu no passado sábado.

Podíamos ainda ambicionar mais? Evidentemente que sim, até porque o óptimo é inimigo do bom, mas caramba, sejamos justos e honestos nas nossas análises e considerações: muito foi feito em pouquíssimo tempo!

Não caiamos em estados de depressão colectiva, não nos deixemos intoxicar nas nossas opiniões por quem quer mal ao nosso clube, e por último, como ontem escrevi no facebook, não nos esqueçamos do seguinte:

Andavam caladinhos e metidos na toca. Ninguém os ouvia. Era um sossego. Domingo já andavam todos inchados. Até de camisola do clube, fato de treino ou cachecol saíram para a rua. Mas compreende-se: as manhãs dominicais são geralmente temperadas com o aroma da naftalina, sobretudo em igrejas... ou catedrais. Só têm orgulho de serem benfiquistas quando ganham. Adeptos da treta. Ao contrário de nós, incondicionalmente orgulhosos de sermos SPORTINGUISTAS!

Não percamos esse orgulho! Jamais! 
Somos únicos porque somos simplesmente os melhores adeptos do mundo! E os grandes clubes só sobrevivem e atingem o sucesso com grandes e entusiásticos adeptos!

Nuno M Almeida


    Sangue LEONINO


11 comentários:

  • At 7/3/16 17:41, Anonymous Seara said…

    Concordo. Até porque ainda podemos ser cammpeões!

     
  • At 7/3/16 18:01, Anonymous Anónimo said…

    Excelente post, Nuno!

     
  • At 7/3/16 18:27, Anonymous Anónimo said…

    Há coisas, muitas, em que me revejo neste post. Mas outras com as quais não estou de acordo. Por exemplo: Jorge Jesus, um homem habituado a ganhar". Com 6o anos, três títulos, isto é habituado a ganhar? Habituado, sim, à fanfarronice que só tem prejudicado o clube. E porque a arrogância e os festejos que se viram quando ainda nada estava ganho? Jesus e Bruno perderam tudo até agora: taça de Portugal, taça da Liga, Liga dos campeões e Liga Europa. E quanto dinheiro voou de Alvalade? 14 milhões da Champions, 14 milhões da Doyen, ??? milhões da transferência pacífica do Carrillo. Vamos esquecer tudo isto. Não, porque é por isto que o sr. Bruno continua agarrado ao facebook a tentar iludir sócios e adeptos, na esperança de que ninguém lhe vai pedir contas. Quando assentar a poeira se calhar as coisas vão complicar-se.

     
  • At 7/3/16 19:02, OpenID noureddine04 said…

    Ele há coisas que eu ainda não entendi, ou não vejo o que outros viram decerto.

    Fanfarronice antes do derby? Festejos? Onde? Digam-me uma ocasião, uma frase. Arrogância sim, é verdade. Mas também já estou como o outro. A partir do momento em que se fala de gente dessa, havia ser como? "Oh Pedro Guerra, importa-se de baixar o tom de voz e de não interromper as intervenções dos colegas de painel, se faz favor?" "Oh Dr. Rui Gomes da Silva, importa-se de incrementar o acerto das suas afirmações?"

    O Presidente não se cala. É verdade. Só vejo mal na inconveniência de certa truculência exagerada e até malcriadez. Quanto ao que é objectivo, o conteúdo, em geral estou de acordo, e muitas situações têm que de facto ser comentadas sem pudor.

    O que não deixa de ser engraçado é que ele é o comunicados, o tolinho das aldrabices, sai comunicado... Diga o que disser, salta logo uma chusma de comentadores, dos profissionais e dos anónimos a dizer que fala muito, que é isto e que é aquilo, que no Benfica é que fazem bem, porque não falam.

    Coitados. Nem se dão conta da contradição. Aqui estamos nós a falar de forma insultuosa só para criticar o facto do outro falar demais e muitas vezes de forma que nós consideramos insultuosa. Porque a Direcção do Benfica, ninguém a bate em cortesia e boa educação.

    Adiante. Ainda a conversa da Doyen? A sério? Ainda não perceberam? O que o Sporting tem que pagar é o que tinha que pagar antes de levantar o conflito. Se não o tivesse levantado, não sabemos se não se tinha intensificado o cerco às máquinas de lavar e fazer sumir dinheiro que são as Doyen. Ou seja, mesmo perdendo o objectivo principal, não foi o mesmo que estar quieto.

    Agarrado ao facebook? Se o fizesse um pouco menos ou noutros termos não se perdia nada. Ah, as saudades que eu já tinha de um presidente caladinho, submisso, bem-educado, que nada tem a dizer aos sócios e adeptos, e que aparece em amena cavaqueira com o corrupto-mor depois de o clube deste ter ganho em Alvalade... Isso sim, eram tempos.

    Transparência e contas? De que se podem queixar os sócios? Faz-se uma AG para dar a palavra a uma aventesma qualquer a quem deram microfone para falar mal da direcção do clube, e o homem não põe lá os pés... Ah, que saudades dos tempos em que a Direcção e a Mesa da AG andavam publicamente às turras para marcar uma Assembleia Geral! Isso é que eram tempos!

    Bruno e Jesus já perderam tudo! A sério? Pronto, são opiniões. Mesmo que se confirme, já nos esquecemos de como não entrámos na Champions ou saímos da Taça?

    Amigos, querem um clube para quê? Para apoiar e puxar para a vitória, ou para mandarem umas bocas à segunda-feira aos vossos colegas de trabalho?

     
  • At 7/3/16 19:18, Blogger Sporting até morrer said…

    Anónimo das 18h27,

    Respeitando o ponto de vista, há por aí algumas incongruências:

    - "Jesus e Bruno perderam tudo até agora"
    Errado, já ganharam a supertaça e continuam na luta pelo título até ver.

    - "E quanto dinheiro voou de Alvalade? 14 milhões da Champions, 14 milhões da Doyen"

    Os milhões da Champions todos vimos como voaram fruto de duas arbitragens a prejudicar o nosso clube.

    Os milhões da Doyen seriam sempre pagos pelo acordo feito pela anterior Direcção.
    Veja pela positiva, serviram para o arranque das obras do pavilhão João Rocha, algo com que sonhamos há anos.

    Portanto esse verbo voar tem uma interpretação muito própria e que me parece incorrecta.

    Quanto às contas, sejam elas desportivas ou financeiras, essas pedem-se no fim da época.
    Até lá vamos apoiar a equipa e quem a dirige, pois ela bem vai precisar que nós continuemos a creditar nela.

    SL

     
  • At 7/3/16 19:21, Blogger Sporting até morrer said…

    Excelente post Nuno!

     
  • At 7/3/16 19:34, Anonymous Anónimo said…

    Há 3 anos atrás recebíamos o Porto em Alvalade em 11º lugar. Nesse jogo que terminou empatado estiveram na tribuna presidencial Godinho Lopes, Paulo de Abreu, Joaquim Oliveira e Pinto da Costa, ou seja também aí se verificou um empate. Compara-se essa situação degradante com a actual, e verifica-se que o Sporting recuperou a sua identidade pelo menos nestes aspectos da dignidade e amor-próprio. O caminho de competência que está a ser trilhado já nos deu alguns frutos nestes 3 anos e certamente dará no futuro, é essa tranquilidade que nos é passada que devemos absorver pois é importante para quem está a trabalhar no clube sentir estabilidade.

    Lion King

     
  • At 7/3/16 19:53, Blogger Tim said…

    "Mas compreende-se: as manhãs dominicais são geralmente temperadas com o aroma da naftalina, sobretudo em igrejas" É verdade, naftalina de 14 anos!

     
  • At 7/3/16 19:58, Anonymous Anónimo said…

    1993 - 2005
    Penaste 12 anos até o Veiga comprar o título do célebre jogo do Algarve, com o Estoril.

     
  • At 7/3/16 23:17, Anonymous Nélson said…

    Que discurso tão incoerente... Pois, os outros andam contentes por chegarem ao primeiro lugar, mas só aparecem quando ganham. Já os sportinguistas não, enchem sempre o estádio e andam sempre a proclamar o seu amor ao clube. Por isso é que você afirma "As bancadas andavam semi-nuas, os adeptos descrentes...".

     
  • At 8/3/16 00:31, Blogger Nuno M. Almeida said…

    Uma época de descrença numa história centenaria, como foi o desastre no tempo de Godinho Lopes, nao faz a primavera...

     

Enviar um comentário

Sangue LEONINO

<< Home