"O Mundo sabe que pelo teu amor, eu sou doente / Farei o meu melhor para te ver sempre na frente / Irei onde o coração me levar / E sem receio... farei...o que puder pelo meu Sporting" - osangueleonino.blogspot.com -

Sangue LEONINO

quarta-feira, setembro 14, 2016

Cruel!

Noite de regresso leonino à Champions, com estreia na edição 2016-17, e logo no reduto do campeão europeu em título. 

Jesus trocou os laterais para o jogo de hoje, apostando em João Pereira e Marvin, tal como havia feito com o FC Porto. Bryan Ruiz também voltou à equipa em apoio direto a Bas Dost. 
 
Com Rui Patrício; João Pereira, Coates, Rúben Semedo e Marvin Zeegelaar; Adrien, William Carvalho e Bruno César; Gelson, Bas Dost e Bryan Ruiz, entrámos bem no jogo, serenos, com boa ligação entre os sectores, e pese embora algum domínio madridista a irreverência de Gelson destacou-se. Um dos melhores da noite. 

Nulo ao intervalo perfeitamente justo. No segundo tempo o golo de Bruno César coroou a personalidade leonina, jogando com muita tranquilidade defensiva, um meio campo eficaz, sobretudo a manietar as peças mais importantes dos blancos, e Gelson na frente a dar cartas, com um sacrificado Bas Dost a segurar os avanços dos defesas da casa. Patrício confiante sempre que foi chamado, Coates e Semedo seguríssimos, mandões no nosso sector defensivo, perfeitos nos timings de intervenção, e William e Adrien em grande plano a travarem a construção ofensiva do Real, constituída 'apenas' por uns tais de Ronaldo, Bale e Benzema. 

Um Sporting muito bem armado tacticamente e psicologicamente perfeitamente apto para um duelo duríssimo e de grande grau de exigência com campeões europeus que valem milhões. Exibição a roçar a perfeição no mítico Bernabeu. Solidariedade, abnegação, sofrimento e muito, muito suor!
Palavra também de enorme apreço e agradecimento aos milhares de consócios que invadiram Madrid e que foram simplesmente cinco estrelas no apoio à equipa. Calarem o templo do maior clube do século XX, vencedor de duas Champions nas últimas três edições e fazerem-se ouvir de modo impressionante e vibrante, é digno dos maiores adeptos do mundo! Muito obrigado, grandes leões! 

Quem joga como nós jogámos esta noite pode ganhar em qualquer campo, e olhando olhos nos olhos, lutar sempre pela vitória. Perante tudo isto teve que ser o actual melhor jogador do mundo - e melhor futebolista português de sempre - bem como a maior frescura física do Real no final do jogo, a serem determinantes no igualar e virar do marcador. Só mesmo assim... 

Muito orgulho perante a exibição de classe, astúcia e categoria deixada pelos nossos jogadores e treinador esta noite em Madrid. Bravo!


Nuno M Almeida
    Sangue LEONINO


8 comentários:

  • At 14/9/16 21:58, Anonymous Anónimo said…

    Orgulho!

     
  • At 14/9/16 22:15, Blogger Gabriel said…

    Muito orgulhoso nesta GRANDE EQUIPA.
    SL
    Gabriel Almeida

     
  • At 14/9/16 22:40, Anonymous Hugo said…

    Custa perder assim...mas os nossos rapazes bateram-se como verdadeiros leões!
    Levantar cabeça que vem aí o Rio Ave!!!
    SL

     
  • At 14/9/16 22:43, Anonymous Anónimo said…

    Estou muito orgulhoso!

    JL

     
  • At 14/9/16 22:51, Blogger fanático said…

    Quem não marca...
    "Levantar a cabeça"?.
    Deixa te disso.

    fanático

     
  • At 14/9/16 23:12, Blogger Helder V. said…

    Porra estou farto de ver o SCP perder assim e esta' tudo Orgulhosos....porra que falta de estofo de clube,,,,estou farto de vitorias morais e esta e' mais uma,,,,para se ser grande tem que se ter outyra mentalidade.

    Helder

     
  • At 15/9/16 00:08, Blogger Vera Fonseca said…

    É o caminho, meu caro amigo. O futuro que já avistamos. Orgulho e trabalho!!!!

     
  • At 15/9/16 00:27, Blogger Sporting até morrer said…

    Orgulhoso por 80 minutos brilhantes, e lixado pelos 10 minutos finais.
    Mostrámos que temos equipa para lutar pelo acesso aos 1/8.
    Agora concentremo-nos no Rio Ave que este jogo de Madrid já é passado.

    SL

     

Enviar um comentário

Sangue LEONINO

<< Home