"O Mundo sabe que pelo teu amor, eu sou doente / Farei o meu melhor para te ver sempre na frente / Irei onde o coração me levar / E sem receio... farei...o que puder pelo meu Sporting" - osangueleonino.blogspot.com -

Sangue LEONINO

segunda-feira, abril 09, 2018

Vou ali beber um cafézinho e já volto...





Sócio do Sporting há mais de 34 anos, adepto há mais de 4 décadas, gamebox comprada todas as épocas, já devia estar vacinado e já devia ter percebido que sou adepto de um clube muito sui generis.

O Sporting tem indelevelmente marcado no seu código genético a autoflagelação, a autofagia, o masoquismo e uma incompreensível tendência suicida. Quando tudo parece estar no caminho certo e a casa arrumada, como foi feito nestes últimos cinco anos, toca a estragar e a baralhar de novo. Os nossos rivais nem precisam de mexer uma palha.

Enquanto este clube viver em constante clima de divisão, de guerra civil e de lideranças titubeantes com tendência patológica para darem tiros no pé, mais vale habituarmo-nos a um quotidiano de bagunça e de dois títulos a cada vinte ou trinta anos.

Entre a inenarrável ala abutre (c)roquetista e este actual líder, diria que estaremos sempre em ‘boas mãos’. Valha-nos Deus!

Tudo isto é triste, tudo isto é Sporting!

Tenho é mais que fazer e mais com que me preocupar! 

(Já não tenho pingo de pachorra para os abutres croquetes, para toda aquela betaria insuportável que agora sai dos seus buracos, nem para os adeptos do Bruno Carvalho Futebol Clube!)


Viva o Sporting! Hoje e sempre!


Nuno M Almeida