"O Mundo sabe que pelo teu amor, eu sou doente / Farei o meu melhor para te ver sempre na frente / Irei onde o coração me levar / E sem receio... farei...o que puder pelo meu Sporting" - osangueleonino.blogspot.com -

Sangue LEONINO

segunda-feira, janeiro 07, 2019

Pouca eficácia e pouco futebol


Tondela, 2 - Sporting, 1

 

O Sporting entrou praticamente a perder no jogo e isso criou alguma ansiedade, originando que raramente conseguisse explanar o seu jogo na primeira parte, mesmo com algumas trocas interessantes de bola. Sobretudo frente a um Tondela que apostou em anular as nossas pedras principais - Bruno Fernandes e Nani - demasiadas vezes recorrendo à falta e a marcações mais durinhas.

 

Sem Bast Dost e sem um avançado fixo, Keizer apostou tudo na velocidade de Raphinha e em Diaby, que pouco ou nada fizeram nesse período. Excepção para um cabeceamento do brasileiro, superiormente travado por Cláudio Ramos.

 

No segundo tempo a aposta de Keizer passou por colocar Montero mais fixo na frente, prescindindo de Gudelj. O Tondela continuou a fazer marcações bem durinhas, o que lhes valeu uma expulsão, mas mesmo assim foi sempre travando o futebol leonino.

 

O golaço de Tomané, seguramente o melhor da jornada, ainda mais complicou a vida ao Sporting, tendo o golo de Mathieu logo a seguir dado alguma esperança, voltando à discussão do resultado.

 

Com poucos lances de perigo e poucas opções no banco, mesmo assim Montero ainda teve o empate à sua mercê, não aproveitando. Bruno Fernandes também ia tentando a sua meia-distância mas sem grande eficácia. O Tondela fechava bem.

 

Mau ensaio para o clássico de sábado, no qual uma vitória passa a ser agora fundamental se ainda quisermos sonhar com alguma coisa. Será difícil o que resta da nossa época se não houver um reforço urgente do plantel. Não se pode depender tanto de dois ou três jogadores.

 

Pese embora os meses atribulados que o clube viveu, o que pode justificar alguma coisa, não justifica certamente tudo, nomeadamente termos a esta altura o Moreirense apenas a seis pontos!


Nuno M Almeida