"O Mundo sabe que pelo teu amor, eu sou doente / Farei o meu melhor para te ver sempre na frente / Irei onde o coração me levar / E sem receio... farei...o que puder pelo meu Sporting" - osangueleonino.blogspot.com -

Sangue LEONINO

sábado, agosto 08, 2009

Esperança

Sou Sportinguista desde que me conheço. Cresci a admirar um tio que jogava no clube que fui aprendendo a amar. O futebol e o Sporting sempre foram a minha doença. Jogava alguma coisa para esta ou aquela razão não fui profissional mas sempre fui o adepto ferveroso e aprendi muito cedo o caminho de Cascais a Alvalade.

Eramos 2 primos que vivam intensamente o Sporting e fim de semana que se joga-se em casa lá ia eu para casa dos meus avós para juntamente com o Felizberto irmos ao santuario. As noites anteriores e principalmente nas que antecediam as noites europeias eram de um frenesim e dificuldade em adormecer. Imaginava o estadio , os holofotes , os golos do Jordão e Manuel Fernandes (por um ano tambem as fintas do Futre) , aprendi a ver jovens jogadores serem lançados pelo nosso clube , Litos , Mario Jorge , Morato , Fernando Mendes entre outros.

O Sporting sempre teve essa mistica de ter jogadores vindos da cantera. Podia depois não os tratar da melhor maneira possivel. Mas sempre foi dado a ver aos jovens que ali teriam a sua hipotese se o fizessem por merecer. Sempre tive orgulho em ser Leonino. Mesmo na travessia do deserto nunca perdi a minha fé e a verticalidade de ser do Sporting. Cheguei a levar a camisola vestida para a escola depois de derrotas. Sabia que me iam tentar gozar mas o meu orgulho pelo clube e pela camisola seriam sempre mais fortes que qualquer piada jocosa.

Nunca me vergaram e penso olhando para trás que muito do meu sentido critico actual é porque naquela altura nunca me entreguei nem virei as costas. Vejo hoje em dia muita passividade. Muita gente que encolhe os ombros e diz que é assim o Sporting que temos. Não me conformo. Quero mais. Sempre mais. O exagero das criticas por vezes têm origem nesse espirito que me acompanhou naqueles anos que pareciam uma eternidade.

Olho para o actual estado da nação leonina e vejo as coisas com muita preocupação. Mas sempre com a esperança que as coisas podem mudar. Mas para isso é necessario manter um espirito critico. Manter a pressão e a exigencia para quem está na liderança dos destinos do clube veja que o caminho é para a frente. O certo é que o espaço de manobra é curto. A onda de contestação ao treinador e ao qual eu me incluo sobe de tom. Ao contrario de muitos não ponho em causa o seu profissionalismo e a maneira como tem vivido o clube e o defendido. Critico sim a sua visão parca nas opções tacticas e no futebol apresentado. Por esta ou aquela razão salta a vista que as coisas não são trabalhadas até a exastão. As bolas paradas serão talvez o expoente maximo daquilo que aponto. O treinador está numa posição difiçil. Tal o clube está. Não há dinheiro para reforços e a linha defendida é controle de custos e não fuga para a frente como o nosso rival "circular".

Aplaudo isso. Mas aponto muito mau trabalho de prospecção. Acho claramente que é possivel fazer muito mais e melhor. Se a culpa é de Pedro Barbosa ou de Ribeiro Telles não sei. Agora aquilo que sei é que somos um clube demasiado reactivo....quando se esperava que fossemos proactivos até pelas condicionantes que vivemos.

O treinador é e será sempre o elo mais fraco. Independentemente de "forevers" se a contestação continuar a subir de tom será sempre mais facil trocar um lugar que 24. Acho que o seu principal obice é a teimosia. E essa teimosia está a toldar-lhe as decisões e capacidade para dar a volta ao texto e apresentar melhor e maior qualidade de trabalho.

Tenho esperança. Sempre tive. Que as coisas podem e devem mudar. Ao contrario de outros que já se sentem derrotados por ter-nos calhado em sortes a Fiorentina eu acho que é possivel passar. Somos Sporting Clube de Portugal! Agora se continuarmos a abordar os jogos europeus como temos feito nestes 2 jogos com o Tweente e nos 2 jogos contra o Bayern as possibilidades de passarmos serão praticamente nulas.

É tempo de se aprender com os erros. De haver realmente uma introspecção ao nosso futebol e apurar o que está mal. Se houver ervas daninhas é erradicar-las! É mais realista entregar o passe na mão a uma erva daninha que a um dispensado.....E que haja uma evolução tactica. Que por uma vez por todas o treinador meta na cabeça que não é possivel jogar-se sempre da mesma maneira quer seja com o Paços de Ferreira quer com o Bayern. Que se jogue sempre com os 2 avançados em qualquer campo. É tempo de ser inteligente senhor treinador. É tempo de arrepiar caminho. É tempo de mostrar muito mais do que aquilo que mostramos.

Veja o caso do Andebol. De um marasmo total até quase meio da época a troca de treinador permitiu com a mesma equipa que se arrastava quase chegar a final para discutir com o Porto o titulo. Ali sim houve falta de sorte. Que nos faltou por um segundo e num ambiente mais que hostil. Pense um bocado. Não há nenhum Sportinguista que não lhe esteja agradecido pelas taças. Mas tambem já se questionam o porquê de tão mal futebol! E a falta de reforços não pode ser causa de gritante falta de trabalho. Nem que seja preciso treinar duas vezes ao dia. Meta essa malta a jogar a bola. Depois vai ver que mesmo que as coisas por vezes não corram bem a contestação vai ser bem menor porque sabemos as armas que temos. Mas ao menos vemos trabalho. Percebe aquilo que os adeptos pretendem?

Tenho esperança. Até porque a esperança é verde. E verde é a cor da minha paixão.
Indefectivel no amor mas não cego por ele. Alimentem a nossa esperança. Vençam por nós. Com algum futebol. Mas sejam dignos . Aprendam com os erros e não se enganem a si proprios. Não foi apenas anarquia tactica. Foi falta de capacidade. E principalmente de liderança dentro do campo onde falta uma voz de comando.

Sejam unos. Sejam onze irmãos dentro do campo. E lutem pela vitoria como pela propria vida. É tudo aquilo que pedimos juntamente com futebol. Alimentem a nossa esperança.

SL

Miguel Damas