"O Mundo sabe que pelo teu amor, eu sou doente / Farei o meu melhor para te ver sempre na frente / Irei onde o coração me levar / E sem receio... farei...o que puder pelo meu Sporting" - osangueleonino.blogspot.com -

Sangue LEONINO

sábado, outubro 01, 2011

Falemos de contas

Nos termos e para efeitos do cumprimento da obrigação de informação que decorre do disposto no artigo 248.º, nº1, al. a) do Código dos Valores Mobiliários, a Sporting Clube de Portugal - Futebol, SAD, vem informar o mercado:

1. De acordo com o expresso no Relatório e Contas do Exercício 2010/11, foi contratualizado o plano de pagamento da dívida líquida entre o Grupo Sporting e esta Sociedade.

A regularização desta dívida prevê a sua remuneração a uma taxa variável, correspondente à soma da taxa Euribor e de um spread de 2,35%, e o seu reembolso integral em prazo não superior a 30 anos.

2. Também no seguimento do que foi referido no mesmo Relatório e Contas, confirma-se que está a ser estudada, com a colaboração de especialistas dos Bancos financiadores e acompanhamento dos Auditores da Sociedade, a implementação de um plano financeiro que permite restabelecer os Capitais Próprios da Sociedade dentro dos limites fixados pelo art. 35 do Código das Sociedades Comerciais, plano este que será submetido oportunamente à aprovação da Assembleia Geral de accionistas


_______________________________________________________________________________________

Jornal Record:

Os acionistas da SAD do Sporting aprovaram esta sexta-feira o Relatório de Gestão e as Contas de 2010/2011, que teve prejuízo na ordem de 43,991 milhões de euros, ficando em aberto a possibilidade de recorrer à banca para recapitalização.

Para José Filipe Nobre Guedes, Administrador da SAD do Sporting, na reunião magna, que decorreu no Auditório Artur Agostinho, no Estádio José de Alvalade, por trás destes números está a "fraca época desportiva da equipa" bem como "a reestruturação de 2005", com as contas a serem aprovadas com 348.224 votos a favor, 12 contra e 26 abstenções.

"A SAD teve um ano mau, que era expetável, coerente com a fraca época desportiva da equipa. Estes resultados são um pouco penalizados por fatores puramente contabilísticos.
Consequência da reestruturação de 2005, que influenciou negativamente os resultados, mas que não se voltará a repetir. Mesmo descontando isso, há que considerar que o prejuízo é avultado", afirmou o responsável.

Na reunião de acionistas, ficou aberta a possibilidade de os "leões" voltarem a recorrer à banca para garantirem liquidez financeira, contudo o responsável não quis adiantar nem quando, nem em que moldes.

"A situação dos capitais próprios do Sporting está em estudo com a banca, os auditores e será feita através de um programa que está em composição. Só pode ser anunciado oportunamente, após a sua conclusão", admitiu.

Nobre Guedes mostrou confiança no trabalho de Luís Duque, que não esteve presente na reunião magna, reiterando que o sucesso desportivo da equipa será sempre sinónimo de aumento de proveitos.
"O sucesso financeiro tem sempre de ter como base o sucesso desportivo. A remodelação que está a ser feita na equipa visa isso mesmo", concluiu.

Para além da aprovação dos resultados, foi ainda aprovado nesta reunião a "política adotada acerca da fixação das remunerações dos Órgãos Sociais da Sociedade para o exercício de 2011/12", a transferência para "resultados transitados" dos 43,991 milhões de euros de prejuízo, um voto de confiança à SAD, Conselho Fiscal e Sociedade de Revisores Oficiais de Contas, e a nomeação de Rui Jorge Rego para secretário da Mesa da assembleia geral.


Nuno M Almeida