"O Mundo sabe que pelo teu amor, eu sou doente / Farei o meu melhor para te ver sempre na frente / Irei onde o coração me levar / E sem receio... farei...o que puder pelo meu Sporting" - osangueleonino.blogspot.com -

Sangue LEONINO

domingo, dezembro 20, 2015

Displicência, mas não só

Constatação n.º 1
O Sporting foi hoje uma equipa displicente na Madeira.
Jogou pouco, muito pouco nos primeiros 40 minutos.
A partir daí cresceu, dominou por completo com excepção de um único lance que se revelou fatal.
As falhas na finalização foram tantas que é difícil enumerá-las todas.
Tivemos sorte em alguns dos jogos anteriormente ganhos.
Hoje, essa mesma sorte não nos acompanhou.

Constatação n.º 2
Temos que fazer muito mais contra adversários fracos e defensivos.
Jesus tem que encontrar o antídoto contra autocarros e não o está a encontrar como já vimos com Boavista, Arouca, União, Nacional, etc.

Constatação n.º 3
O plantel é curto.
A falta de frescura física é evidente (William, Ruiz, Jefferson e até mesmo Slimani hoje).
Esta paragem vem no momento certo para colocarmos ordem na casa depois do louco ciclo de jogos que enfrentámos e que nos desgastaram imenso.
A sensação com que fico depois do final deste ciclo é que estamos já claramente a pagar pela nossa aposta em todas as frentes.
Não dá, estamos a cometer o mesmo erro do ano passado e a hipotecar as nossas hipóteses naquele que tem de ser o objectivo principal, o campeonato!

Nada está perdido mas claramente soou o alarme após duas derrotas que nos colocam fora da Taça e que deixam à disposição dos tripeiros uma liderança de mão beijada entre arbitragens amigas e a já falada falta de jeito do Sporting para o golo.

A tripla jornada do início de Janeiro ganha contornos ainda mais importantes, sobretudo o jogo de dia 2 janeiro, onde só a vitória nos pode voltar a fazer sorrir.

SL
José