"O Mundo sabe que pelo teu amor, eu sou doente / Farei o meu melhor para te ver sempre na frente / Irei onde o coração me levar / E sem receio... farei...o que puder pelo meu Sporting" - osangueleonino.blogspot.com -

Sangue LEONINO

segunda-feira, fevereiro 04, 2019

É uma questão de ADN

Certa instituição desportiva nasceu a partir de um tal Belas Football Club, fundado pelos dois irmãos Gavazzo, sendo que mais tarde os sócios fundadores criaram o Campo Grande Football Club, no qual José Alvalade era o tesoureiro e um dos irmãos Gavazzo o secretário.

Em 13 de abril de 1906 zangaram-se as comadres porque não conseguiram chegar a um entendimento sobre o que pretendiam para o clube, sendo que alguns dissidentes decidiram então partir para outro projecto.

Foi aí que  José Alvalade, amuado com o que se passava, decidiu pedir apoio ao seu avô, o excelso e abonado Visconde de Alvalade, Alfredo Augusto das Neves Holtreman.

O abonado avôzinho disponibilizou nessa altura ao menino amuado terrenos da sua própria quinta para fazer o campo de jogos e deu ainda algum apoio financeiro.

Ora, tudo isto para dizer o seguinte: o que nasce torto, tarde ou nunca se endireita. Quando uma instituição nasce de uma cisão e tem no seu ADN os punhos de renda da nobreza, a tal que não gosta de ‘vergar a mola’ e que prefere andar entretida em apunhalar pelas costas em manobras palacianas e em viver em permanente conspiração, a coisa torna-se muito complicada.

É que os ‘pés descalços’, o povo que vive em permanente dificuldades, sempre teve a vantagem de ter mais talento para o trabalho, para arregaçar as mangas, para suar quando necessário, para se sacrificar em prol do bem comum e para ser incomensuravelmente bem mais solidário do que os faustosos e vistosos punhos de renda. Uns fazem das tripas coração, outros preferem andar entretidos no seu pretenso pedigree e no seu estatuto de elite...da treta!

Em suma: certas coisas nunca mudam! 

Nuno M Almeida