"O Mundo sabe que pelo teu amor, eu sou doente / Farei o meu melhor para te ver sempre na frente / Irei onde o coração me levar / E sem receio... farei...o que puder pelo meu Sporting" - osangueleonino.blogspot.com -

Sangue LEONINO

sexta-feira, março 04, 2011

Tertúlia com Bruno de Carvalho: as perguntas e as respostas



18h00, Alvaláxia em dia de derby.
Dia do último jogo que ainda nos pode levar a conquistar algo esta época.
Podia ir para casa mas em vez disso estou junto à nossa segunda casa a poucos instantes de falar com Bruno de Carvalho.
E o que me move para estar aqui?
A curiosidade acima de tudo, curiosidade em saber que candidato é este, que ideias tem para o clube e se é realmente um dos nossos ou apenas mais um dos que têm passado por Alvalade, apelidados de grandes gestores, grandes sportinguistas, remunerados, de sangue azul mas…que de futebol nada percebem e de gestão de um clube muito menos.

Vamos então a isto.
Quem se junta a esta conversa? O nosso caro amigo Juvenal Carvalho, que ainda não conhecia e que finalmente pude cumprimentar e confirmar que estamos na presença de um grande sportinguista.

Entramos na sede da candidatura e o homem com quem queremos falar anda de um lado para o outro, de telemóvel na mão.
Alguém do staff nos questiona ao que vimos.
Somos hoje os representantes do Sangue Leonino.
Reconhecimento imediato do nome (Nuno, regista o nome, direitos de autor!)
BC aproxima-se, cumprimenta-nos e põe-nos à vontade num espaço agradável
Parece-me uma pessoa afável, bem disposta e altamente dinâmica.
Fala a nossa língua, a do adepto, com aquelas asneiras pelo meio, e com vigor, muito vigor e muito sportinguismo.

Aquilo que vou escrever é apenas uma pequena parte de uma grande conversa que se alongou por 2 horas e que mostra um candidato que acredita que ainda é possível dar a volta ao actual estado do clube, que acredita fielmente em arranjar o dinheiro que falta ao clube, que está bem suportado por investidores credíveis nas suas palavras e que não vai vender o clube.
E o Inácio, muitas vezes o Inácio vem à conversa, há ali uma grande amizade e base para um Sporting de que temos saudades, o de 99/00.

Muitos episódios off the record só possíveis de ouvir e de contar quando reconhecemos que estamos entre sportinguistas puros.

Gostava de vos contar muito mais mas um sportinguista mantém sempre a sua palavra.

Vamos lá começar Bruno!

Situação financeira do clube / Fundo para aquisição de jogadores

SL: Como espera encontrar o Sporting financeiramente?
BC: “ Espero encontrar um passivo a rondar os 300M de euros. No Sporting tem havido dinheiro a mais, usado em contratações de jogadores e treinadores mal feitas. Há dinheiro a mais.
Financeiramente, o clube tem todas as condições para ter uma vida normal, desde que se pare com a subserviência aos bancos.
O fundo é fechado.
Os activos são os jogadores.
Queremos jogadores experientes e com carreira junto com jogadores jovens, jogadores que sejam mais-valias.
É um músculo financeiro com garantias.
51% detidos pelo Sporting, sempre!
Mas se os sportinguistas não quiserem este modelo e quiserem antes um Abramovich, também se arranja :)

(foi-nos dita a origem dos investidores mas mais uma vez o off the record, esperem por novidades nos próximos dias).

BC:” Tem-se dito que o Sporting tem um problema gravíssimo de Tesouraria até final da época. Vocês acreditam nisso? Então esse problema existe, e os seus responsáveis estão na lista de Godinho Lopes como candidatos? Acreditam mesmo que esse problema existe?

SL: Rescisões contratuais estão previstas?
BC: Aquilo que irei fazer é resolver todos os problemas sem rescindir com ninguém. Todos os jogadores do plantel têm o seu valor.
O Sporting é reconhecido em todo o lado e toda a gente sabe quem é o Nani, o Ronaldo ou o Figo, e de onde vêm. Somos reconhecidos como uma das melhores escolas de formação do mundo.
Falo aos investidores deste nomes e reconhecem-nos de imediato, ligando-os ao Sporting mas também reconhecem os jovens do actual plantel
Sabem que são, e que são bons, temos o Salomão, o Patrício e outros, esta imagem é apelativa para os investidores.

SL: Foi recebido pelos bancos?
BC: Temos pessoas atentas às movimentações dos bancos.
Sou um “putativo candidato”, e os bancos querem falar com os “putativos candidatos”.
Comigo os bancos vão receber o que têm para receber, no momento certo mas deixando o Sporting crescer.
As relações onde pessoas dos próprios bancos estão de um lado e do outro têm de terminar para bem de ambas as partes

SL: Por que não transformar a dívida ao BCP no naming do estádio?
BC: Olhem que é uma bela ideia! :), é coisa que já foi lembrada.

SL: Como suportará o Sporting o acréscimo de remunerações com o acréscimo da qualidade dos jogadores sem aumentar o buraco da Tesouraria?
BC: Deixando de gastar mal o dinheiro, renegociando a sério o custo da dívida e não a dívida. Reestruturar!

Auditoria às contas do clube.

SL: Sim ou não?
BC: Sim!

SL: Espera que no âmbito de uma auditoria se encontrem motivos para proceder judicialmente contra alguém?
BC: Não espero e não deixo de esperar. Quero apenas um diagnóstico, uma auditoria financeira e de gestão.

Formação

SL: Prevê mudanças de nomes tanto na componente directiva como técnica?
BC: A Academia tem de ser potencializada e mais não posso dizer neste momento.

SL: Para dar mais sportinguismo aos jovens, que se mantêm afastados da casa mãe ao longo do ano, vai realizar mais amiúde jogos das nossas equipas jovens em Alvalade, alargando isso dos juniores aos outros escalões?
BC: Eu gostava, vamos ver. Há quem queira olhar para o estádio e ver como rentabilizá-lo, diariamente.
Ver outras questões como a relva.
Ter concertos em Alvalade se ajuda a rentabilizar o estádio.

SL: Cadeiras? Verde e brancas?
BC: Desde o primeiro dia que o estádio devia ter essas cores, mas atenção aos direitos do autor do projecto (Tomás Taveira).

SL: Fosso. Sim ou não?
BC: Depende se conseguimos rentabilizar o estádio tem de ser com fosso. Se não conseguimos, então sem fosso.
Mas temos de ter atenção à forma como o vamos fazer pois temos problemas agravados de ventilação da relva se rebaixarmos o relvado, problemas de visão do campo em alguns pontos do estádio.
Entroncamos novamente em Tomás Taveira nestas situações.

Modalidades

SL: Pretende retomar modalidades extintas como o basquetebol, o voleibol e colocar o Hóquei como modalidade oficial?
BC: Fazem-me muitas vezes essa pergunta e aquilo que digo é que há condições para criar sinergias entre o futebol e as restantes modalidades, auxiliando nas reuniões com patrocinadores.
É diferente reunirmos com patrocinadores me Alvalade ou reunir com estes no Tojal.
O futuro pavilhão tem de gerar receitas fruto da publicidade para ajudar as modalidades.
As modalidades extintas, conforme consta do meu programa, serão analisadas e verificada a sua viabilidade, apoiadas sempre na formação.
Qualquer modalidade apoiada nas sinergias e formação terá bases para regressar.
Se apresentam capacidade para se sustentarem, com valias e independência financeira temos que as apoiar.

Pavilhão

SL: Qual o seu projecto para o novo pavilhão?
BC: O que tenho dito, e o que prometo, é que não é só fazer um projecto de arquitectura, este projecto tem de ser a casa das modalidades e dos sócios mas que se rentabilize para não ser um fardo futuro e não tenhamos de chegar ao limite de dizer daqui a uns anos que afinal temos de vender o espaço pois não conseguimos manter.
Será que não há possibilidade de criar uma estrutura que seja rentável?
Quero um pavilhão que não só se pague, mas que seja benéfico para o clube.

Inácio

SL: Inácio vai ser director desportivo ou vice-presidente com a pasta do futebol?
BC: Vice-presidente com a pasta do futebol.
Inácio tem sido uma pessoa extraordinária, trabalhador incansável. Eu e ele temos estado em diversos locais juntos, trabalhando em conjunto para o futuro do Sporting.
É um grande sportinguista.
Tenho o curso de treinador de futebol (2º grau), e por vezes discuto com o Inácio quem devem ser os futuros jogadores, e digo-lhe que precisamos deste, deste e deste, e ele olha para mim e diz: É a primeira vez que um presidente me diz o que devo comprar e gastar. Normalmente apenas me perguntam onde é que posso poupar :)

SL: Se for vice-presidente será um lugar remunerado?
BC: Os órgãos sociais serão a full time, e esses serão remunerados.

SL: Augusto Inácio será mais uma figura próxima da equipa, ou por sua vez trabalhará mais no gabinete?
BC: Trabalhará com a equipa directiva que vai controlar o futebol.

(a partir desta fase, e pelo tempo que já tinha passado, o Bruno de Carvalho escreveu as respostas às questões a seguir colocadas)

Couceiro

SL: Abordou José Couceiro no sentido de integrá-lo no seu projecto?
BC: Eu não.

Futuro treinador

SL: Português ou estrangeiro?
BC: BOM.

SL: Já se iniciaram contactos ou aguarda pelos resultados das eleições?
BC: Sim, aguardem pelas novidades.

SL: Treinador será uma pessoa próxima do sector de formação, adaptando-se então um estilo de jogo comum a todo o futebol leonino?
BC: O futebol terá de ter uma visão, desde a formação à equipa principal, conjunta.

Claques:

SL: Como vê o papel das claques? Conta dar-lhes apoio material? Gostaria de ver as 3 juntas na mesma bancada?
BC: Manter os acordos existentes.

Estatutos do Sporting

SL: Esta é uma questão colocada pelo Paulo Alves (Austrália):
Estimado Bruno de Carvalho, desde já lhe desejo as melhores felicidades nesta cruzada em restabelecer o nosso Sporting como a maior potência desportiva nacional.
Gostava de lhe deixar uma questão sobre os estatutos do clube.
Eu resido na Austrália mas sou sócio efectivo com plenos direitos de voto.
Logicamente que não me posso deslocar a Lisboa no próximo acto eleitoral.
O seu programa prevê a revisão desta situação de forma a proporcionar o voto, a todos sem excepção, que tenham esses plenos direitos?
BC: Quero a alteração dos estatutos para poder de facto aproximar o clube dos sócios!

Relações com o Porto e Benfica

SL: Como vê as relações actuais?
BC: Não estou de acordo com relações de subserviência.

SL: Como prevê que venha a ser o seu relacionamento com estes dois clubes rivais?
BC: De respeito, desde que percebam que o Sporting está aqui para ganhar.

Sporting e os órgãos de decisão do desporto Português

SL: Qual a postura que pretende incutir no relacionamento com os principais órgão decisores do futebol português?
BC: Sempre presente e activo.

SL: Apoia a actual postura de afastamento dos centros de decisão, de não apresentar candidatos próprios para esses lugares como tem sido feito até aqui?
BC: Não! Nunca

Sondagens

SL: Por último, as sondagens.
Nos programas de televisão como o Dia Seguinte, o Bruno aparece com 5% de intenções votos. Como analisa estas sondagens?
BC: Não temos nenhuma equipa a fazer telefonemas para esses programas.
Há sondagens dentro do Sporting que me dão a vitória.


Epílogo:
É um Bruno de Carvalho confiante aquele com que nos deparámos e a prometer muitas novidades para os próximos dias.
Desistir não está nos planos deste “putativo candidato” e o Sporting agradece a existência de mais uma alternativa para dia 26 de Março de 2011

SL
José António Vieira da Silva
Sporting até Morrer