"Tu vais vencer, Podes crer, Porque a nossa força é brutal. Mais de um século de histórias para contar. Sporting, tu nunca vais acabar" - osangueleonino.blogspot.com -

Sangue LEONINO

quarta-feira, junho 10, 2015

O regresso dos coveiros

Ontem liguei a televisão e deparei-me com...Godinho Lopes.

É neste momentos que devemos aproveitar para reflectir o que era o Sporting em 2012/13 e o que é o Sporting hoje.
A que ponto limite chegámos nessa época e como em 2 épocas apenas recuperámos tanto, começando pelo mais importante, o nosso orgulho e a capacidade de manter em actividade o centenário Sporting Clube de Portugal.

Infelizmente, esta personagem insiste em regressar de vez em quando para defender a sua "honra" e relembrar-nos como foi importante a sua presença em Alvalade, tendo evitado que o Sporting tivesse acabado...

Esta é uma das personagens que estará sob análise da auditoria e que tal como outras tem aparecido muito interventiva nos últimos dias.
Desejo sinceramente, tal como disse Dias da Cunha, que apareça o tal movimento alternativa à actual Direcção e que deixem de aparecer aqui e ali os snipers que pouco mais fazem do que defender a sua "honra"...

E que nos disse desta vez Godinho Lopes?

"O meu tempo no Sporting acabou e não quero voltar a nenhum cargo no Sporting".
Isto são boas notícias!

"Comigo no Sporting, há 2 anos que Jorge Jesus já era treinador do Sporting. O Benfica não teria vencido o bicampeonato e o Sporting possivelmente já teria sido campeão. Se eu não tenho sido interrompido no meu mandato por BdC, coadjuvado por Eduardo Barroso e Daniel Sampaio, o Sporting já teria sido campeão".
Estava eu convencido que tinha sido um conjunto de sócios, sob a liderança de Miguel Paim e André Patrão a exigir eleições...
Ora como GL não nos conseguiu "oferecer" Jorge Jesus, ofereceu-nos Domingos, Sá Pinto, Oceano, Vercauteren e Jesualdo Ferreira, tudo isto em menos de 2 épocas!
Excelente estratégia que nos conseguiu conduzir a um nunca visto 7º lugar em 2012/13.

"Fico contente que os jogadores que contratei na minha altura sejam hoje desejados por Jorge Jesus".
Referiu-se a Carrillo, Capel e Labiad e depois juntou-lhe ainda Rinaudo, Arias, Rubio e Rojo.
Para GL, vender Wolfswinkel e João Pereira para pagar dívidas e ordenados de outros jogadores, é o chamado acto de gestão útil. Para mim é um acto de gestão danosa.
Esquece-se também o Godinho que sem a estabilidade trazida pela actual Direcção, nunca uma venda como a de Rojo teria acontecido, nem jogadores como Carrillo, Capel, Labiad, Rubio, etc, poderiam ainda hoje estar ligados ao Sporting.

"Uma coisa é gestão e outra coisa é dolo".
A meu ver, gestão, e da boa, são os 22M€ de lucro nestes últimos 9 meses ou os zero de prejuízo em duas épocas de BdC, contrastando com os quase 90€ de prejuízo somados em 2 épocas de Godinho Lopes.
Ao que Godinho Lopes e os seus amigos Nobre Guedes, Luís Duque, Carlos Freitas ou Pereira Cristóvão praticaram à frente do clube, não lhe consigo chamar de má gestão, mas simplesmente de vergonha e incompetência.


Sobre Roquette, outra personagem que de repente regressou, apenas recordo as palavras do saudoso João Rocha sobre tão sinistra personagem, em Fevereiro de 2006:

RECORD – Está preocupado com o Sporting a cerca de quatro meses de eleições?
JOÃO ROCHA – O Sporting está a atravessar a pior crise dos seus 100 anos. Convinha, no entanto, esclarecer, até porque os mais jovens não o sabem, que quando veio a revolução, os clubes passaram por uma crise muito grande, concretamente na altura do PREC. Eram, no fundo ‘presas’ a tomar de assalto. Criaram-se decretos e portarias à luz dos quais os jogadores se transferiam livremente, bastando uma carta. O Sporting passou essa crise colaborando em algo que era necessário, ou seja, apostando na massificação do desporto em Portugal. Não havia ginásios nem pavilhões e o Sporting começou por ter logo 15 mil atletas, um recorde. Nenhum clube da Europa o conseguia, nem o próprio Barcelona.

RECORD – Que acções foram levadas a cabo?
JOÃO ROCHA – Fizeram-se ginásios, pavilhões e compraram-se terrenos. Dinamizámos o desporto em Portugal. A ginástica foi de Norte a Sul do País com várias equipas. Promovemos as modalidades junto de entidades como os bombeiros, diversos tipos de associações, polícia, escolas, etc. Introduzimos em Portugal as artes marciais e a dinamização junto das instituições referidas foi a mesma.

RECORD – Disse-me que o clube comprou terrenos. Isso quer dizer que o património também cresceu?
JOÃO ROCHA – Começámos a ter um património invejável. Pagámos as dívidas do passado e sempre com dirigentes que nunca ganharam nada. Foram centenas de pessoas a participar neste projecto de servir o Sporting gratuitamente. O clube tem de estar grato a esses dirigentes que pagavam, inclusivamente, hotéis, e passes dos jogadores das modalidades de forma desinteressada. Com tudo isto, o Sporting passou a ter a primazia do desporto em Portugal e a ser a maior força desportiva nacional.

RECORD – Essa força foi consubstanciada em mais títulos do que os concorrentes?
JOÃO ROCHA – De tal forma que nos primeiros 10 anos após a revolução, o Sporting tinha 22 modalidades e ganhou 1.210 títulos nacionais e 52 Taças de Portugal. Conquistámos 8 taças europeias em 7 anos, tínhamos 105 mil sócios e, no futebol, entre campeonatos, Taças e Supertaças, o Sporting conquistou 8 títulos contra 10 do Benfica, 6 do FC Porto e 3 do Boavista. Conseguimos reconquistar o estatuto vivido, por exemplo, no tempo dos cinco violinos. Finalmente, juntando provas nacionais e europeias de alta competição, ganhámos 47 títulos contra 20 do Benfica e 13 do FC Porto, ou seja, mais do que os dois rivais juntos. Acrescente-se que mandámos uma equipa de ciclismo à Volta a França. Nenhuma equipa europeia com futebol o fez por duas vezes como nós. Foi importantíssimo para o país.

RECORD – Hoje em dia o panorama é, de facto, diferente. Como sente o clube?
JOÃO ROCHA – Quando saí, deixei o clube sem dívidas, com passivo zero, jogadores valorizados zero, estádio valorizado zero, tudo a preço zero e nada reavaliado. Além disso, 300 mil metros quadrados de construção aprovada, o que em termos actuais e se o Sporting tivesse sido administrado como deve ser, faziam dele hoje um dos maiores clubes da Europa. Só nesses 300 mil metros quadrados tinha um valor de 120 milhões de contos.

RECORD – Porque é que, na sua opinião, o Sporting não seguiu esse caminho ascendente?
JOÃO ROCHA – Eu saí. Não podia ficar, porque tinha uma doença grave. Nos últimos dois anos, já assistia deitado às reuniões da direcção. Só bebia leite e um médico americano disse-me que eu tinha de decidir entre a morte e o Sporting. Eu queria viver mais alguns anos e saí. Depois, o passivo foi aumentando ao longo dos anos, até que chegou José Roquette com o seu projecto.

RECORD – Um projecto que encheu de esperança todos os sportinguistas...
JOÃO ROCHA – O Projecto Roquette liquidou o Sporting. Ninguém soube o que era o projecto, porque ele não dizia. Sabia-se, apenas, que era uma dezena de sociedades, dirigentes e funcionários superiores a ganhar centenas de milhares de contos. O projecto foi reduzir os sócios de mais de 100 mil para pouco mais de 30 mil, foi acabar com as modalidades amadoras, foi vender património, foram dezenas e dezenas de milhões de contos de prejuízo que não aparecem nos resultados, porque parte deles foram executados pelo Sporting. No caso da SAD deram-se informações falsas aos associados e à própria CMVM para a entrada na bolsa.

RECORD – Comos se explica isso?
JOÃO ROCHA – O que lhe posso dizer é que era tudo tão bom que ele próprio, José Roquette, ia subscrever capital e a primeira coisa que fez quando saiu foi vender todas as acções da SAD que tinha comprado. Isto levou os sócios a perderem quase 14 milhões de contos só na subscrição e nos resultados negativos.

RECORD – Você assistiu a isso sem nenhum tipo de reacção?
JOÃO ROCHA – Antes pelo contrário. Numa assembleia da SAD e para defender os interesses do Sporting, lembrei que ao abrigo do Artº 35, a Sociedade tinha de acabar, mas havia uma possibilidade que era a reavaliação dos jogadores, repondo capital necessário na SAD para esta não ser extinta.

RECORD – Muito objectivamente, na sua opinião, José Roquette é o responsável pelo actual passivo do Sporting?
JOÃO ROCHA – O Projecto Roquette liquidou o Sporting. Disso já não restam dúvidas. Queria gerir o clube ditatorialmente e a primeira coisa que fez foi fechar as portas aos jornalistas nas assembleias gerais. No meu tempo, havia uma bancada só para os jornalistas. Não tínhamos receio de nada.

RECORD – Recordo-lhe que na altura da entrada de José Roquette foi dito por muitos elementos do universo leonino que o clube se encontrava em falência técnica. Lembra-se?
JOÃO ROCHA – Quando José Roquette entrou, o clube estava numa situação caótica, mas ele aceitou um passivo de 4 milhões de contos e, actualmente, ascende a 60 milhões de contos. É uma diferença enorme. Mas esse não é o grande problema. É preciso ter em conta os prejuízos, os quais foram colmatados com a venda de património e a reavaliação de todo o activo, incluindo jogadores. Esses prejuízos não foram contabilizados.

RECORD – Mas o clube também se valorizou patrimonialmente. Concorda?
JOÃO ROCHA – Fez-se a Academia e o estádio, mas nada disso é do Sporting. Mesmo que se venda aquilo que se está a propor vender, ainda vamos continuar a dever o estádio, que é fruto de compromissos com a banca e do contributo de alguns sócios que ajudaram em muitos milhares de contos, comprando lugares cativos.

RECORD – Um projecto totalmente falhado, no seu ponto de vista. Porquê?
JOÃO ROCHA – É muito simples. José Roquette julgava que o Sporting era uma operação tão fácil com a do Totta, em que ele, numa operação ilegal, ganhou 20 milhões de contos sem pagar um tostão de impostos e, ainda por cima, acabou por comprometer aquele que foi recentemente eleito Presidente da República, Cavaco Silva.

RECORD – Uma forte acusação. O que sabe desse processo?
JOÃO ROCHA – Não quero falar nisso neste momento, porque me interessa mais o Sporting.

RECORD – Lembro-me que durante o mandato de José Roquette,você se revoltou com acordos que nunca ficaram esclarecidos, nomeadamente entre o Sporting e o FC Porto. Quer revelar pormenores em relação a isso?
JOÃO ROCHA – Havia um projecto com o FC Porto que era muito prejudicial para o Sporting. Era mesmo inqualificável. Insurgi-me num Conselho Leonino e numa assembleia geral. Era um projecto gravíssimo que só podia sair da cabeça de um indivíduo sem responsabilidades. José Roquette dizia que era um projecto válido, porque era a única maneira de Sporting e FC Porto estarem sempre representados na Liga dos Campeões.

RECORD – Vai concretizar ou continuar a guardar trunfos?
JOÃO ROCHA – Não digo mais nada sobre isso. Foi falado no Conselho Leonino e eu disse ao líder da AG para mandar calar sobre essa informação, que foi longe demais. Disse-lhe ainda que o resumo do acordo com o FC Porto devia ser gravado de tão grave que era, porque talvez fosse necessário que essa gravação viesse a ser pública na defesa dos interesses do Sporting e dos seus sócios. Não vejo o desporto assim.

SL
José
    Sangue LEONINO


16 comentários:

  • At 10/6/15 16:25, Anonymous Anónimo said…

    Godinho Lopes teve um projecto para o Sporting que falhou em toda a linha e deixou o clube num estado lastimável, mas Bruno de Carvalho embora tenha recuperado o clube para níveis mais consentâneos com a sua grandeza, não é perfeito.
    Só peço é que tanto Bruno de Carvalho como os ex-dirigentes pensem no Sporting, que coloquem os interesses do clube acima dos interesses pessoais, pois esta lavagem de roupa suja que se tem assistido nos últimos dias não é boa para o Sporting. E o Sporting é sempre mais importante dos que as pessoas que têm o privilégio de poder servir o clube.

    Lion King

     
  • At 10/6/15 17:10, Anonymous Anónimo said…

    Será que quando o BDC for embora e se calhar mais cedo do que pensamos o proximo presidente tambem o acusa de gestão ruinosa? Nuno A.

     
  • At 10/6/15 20:29, Blogger Sporting até morrer said…

    Nuno A.,

    Quando BdC sair do clube logo veremos.

    O facto neste momento é que gestão ruinosa só conseguimos apontar aos que o antecederam e onde se incluem Godinho Lopes, Roquette e Dias da Cunha.

    Mais uma vez os números falam por si:

    1997/98 - Negativo em -7.45M€ (José Roquette)
    1998/99 - Negativo em -2.55M€ (José Roquette)
    1999/00 - Negativo em -11.44M€ (José Roquette)
    2000/01 - Negativo em -21.45M€ (José Roquette/Dias da Cunha)
    2001/02 - Negativo em -22.72 M€ (Dias da Cunha)
    2002/03 - Negativo em -27.31 M€ (Dias da Cunha)
    2003/04 - Negativo em -9.22 M€ (Dias da Cunha)
    2004/05 - Negativo em -10.28 M€ (Dias da Cunha)
    2005/06 - Positivo em +0.31 M€ (Dias da Cunha/Soares Franco)
    2006/07 - Positivo em +14.48 M€ (Soares Franco)
    2007/08 - Positivo em +0.60 M€ (Soares Franco)
    2008/09 - Negativo em -13.35 M€ (Soares Franco)
    2009/10 - Negativo em -28.19 M€ (José Eduardo Bettencourt)
    2010/11 - Negativo em -43.99 M€ (José Eduardo Bettencourt/Godinho Lopes)
    2011/12 - Negativo em -45.95 M€ (Godinho Lopes)
    2012/13 - Negativo em -43.82 M€ (Godinho Lopes/Bruno de Carvalho)
    2013/14 - Positivo em +0.37 M€ (Bruno de Carvalho)
    2014/15 (9 meses) - Positivo em +22.12 M€ (Bruno de Carvalho)

     
  • At 10/6/15 23:47, Blogger RFM said…

    Alguém se lembra do mandato do Soares Franco quando vendeu património + onde inclusivé vendeu a ele mesmo o edificio Sede..?

    BC está a mudar o SPORTING em tudo.
    Como ele diz ..Ou ganha ..ou perde

    Não pode haver meios termos

    Aposto np Bruno Carvalho

     
  • At 11/6/15 00:48, Anonymous Anónimo said…

    Na sexta-feira, quando Luís Filipe Vieira apresentar Nani no Benfica, a excitação dos sportinguistas termina logo. Não acreditam? Esperem por sexta-feira.

     
  • At 11/6/15 01:54, Anonymous Anónimo said…

    o regresso dos coveiros...nem mais!!!

    http://www.cortinaverde.pt/ultima-hora-veja-a-resposta-do-presidente-do-sporting-bruno-de-carvalho-a-godinho-lopes/

    chega-lhe! que eles ainda andemnaí

    carlos

     
  • At 11/6/15 03:44, Anonymous Anónimo said…

    Tanta paranóia que rola por aí sobre o lã branca assinar pelo Sporting assim como das bocas foleiras do populista BdC em tudo quanto é sítio.
    Deixemo-nos de ilusões porque a verdade é só uma.
    Quando começar a doer é que veremos onde tudo isto vai dar.
    Cautelas e Caldos de Galinha é bom para a saúde e não só mas, com todo este folclore
    montado em redor do lã branca e do populista BdC não se afigura algo de bom para o Sporting devido à inconstante falta de maturidade de BdC que irá ser o coveiro desta nova era que o Sporting está a passar mas de uma forma mais subtil onde o petróleo é água sem combustão para que o avião possa ter asas para voar.
    O caminho da desgraça está aberto agora, falta ver o poço a que ele vai dar para que de lá nunca mais se possa sair.
    Assentem bem tudo isto para que a ilusão em que muitos estão embutidos venha a dar gravíssimos problemas num futuro breve para o Sporting.
    O Sporting é dos Sportinguistas e não de um populista como é o BdC.
    Sábias palavras estas que muitos irão constatar quando virem o princípio do fim.
    Fixem isto e ponham ao peito para que não caia no esquecimento.

     
  • At 11/6/15 11:37, Anonymous Anónimo said…

    "Sábias palavras estas que muitos irão constatar quando virem o princípio do fim."

    Tu cheiras à aqueles que não viam o precipício do fim quando o Sporting lá chegou a ter uma perna dentro.

     
  • At 11/6/15 14:56, Anonymous Anónimo said…

    Bruno de Carvalho está a viver o melhor momento do seu mandato. Muito marketing, muita historieta e muita contra-informação têm servido para manter alguns sócios animados com a contratação de Jorge Jesus.
    Faz bem Bruno de Carvalho em aproveitar o momento. Quando se derem as resoluções dos casos Doyen e Somague, quando começarem as competições e os sócios perceberem que um treinador, por muito bom que seja, não faz milagres. Quando Nani começar a marcar pelo Benfica e Marco Silva a obter bons resultados com o Guimarães, aí acaba-se a festa e parte dos sócios cai na real. Parte dos sócios apenas; outros continuarão a fazer de idiotas úteis na defesa acéfala deste aldrabão populista que vai conseguir o que nem a tralha roquetista conseguiu: falir o Sporting.

     
  • At 11/6/15 18:09, Anonymous Vasco said…

    ó anónimo das 14:56h: pensava que já tinhas acabado com a caixa de comprimidos. O médico já disse que isso te dá alucinações.

     
  • At 11/6/15 21:17, Anonymous Anónimo said…

    ao anónimo de 11/6/15 18:09,

    Nas próximas semanas vais ver quem é que anda a alucinar.

     
  • At 11/6/15 22:44, Anonymous Vasco said…

    ó anónimo das 21:17h eu não digo que os comprimidos te andam a fazer alucinações? Já estás a tremer todo com o JJ no grande Sporting que até lês que assino como anónimo. Deixa os comprimidos pá!

     
  • At 12/6/15 01:01, Anonymous Anónimo said…

    ao anónimo de 11/6/15 22:44,

    Para mim Vasco ou anónimo é o mesmo: um anónimo.

    Estou a tremer, aliás, todo o mundo futebolístico está a tremer. O Porto continua com o Lopatego e os lampiões contrataram o Vitória porque já dão o campeonato como entregue ao Sporting. O mesmo pensam Barça, Bayern, Real e o resto dos tubarões da Champions: todos eles comentam que este ano o troféu vai para o Sporting e nem vale a pena ter esperança.

     
  • At 12/6/15 07:09, Blogger Leone said…

    Ai esta a mentalidade combatida pelo nosso presidente..

     
  • At 12/6/15 07:17, Blogger Leone said…

    E os argumentos pour favor??? Porque eu tambem posso dizer que o fim do mundo e imminente !! Podem gravar isto tambem porque depois do fim ... Bem sera o fim sera tarde demais .. Pronto !!
    Criticar so por criticar.. Voce sao dos que querem ver o sporting no fundo so por dizer : "eu tinha razao !!! Tao a ver !!
    Mas nao da nenhum argumentos e ainda menos solucoes alternativas

     
  • At 12/6/15 07:25, Blogger Leone said…

    Isto chama se futurologia !! O sr e médium ?? Tems informacoes que nos nao temos????
    Ouça so uma pequena nota:
    Se os croquetes nao conseguiram falir o sporting foi graças ao sr BDC !! So por isto talvez que o homem merecia o vosso respeito !!! Mas nao voces por mim nao sao sportinguistas, sao anti Bruno !! E o pior, mais uma vez, e que nem argumentos tems

     

Enviar um comentário

Sangue LEONINO

<< Home