"Tu vais vencer, Podes crer, Porque a nossa força é brutal. Mais de um século de histórias para contar. Sporting, tu nunca vais acabar" - osangueleonino.blogspot.com -

Sangue LEONINO

terça-feira, maio 31, 2016

Goebbels comparado com eles é um menino...

Nuno Lapa, Forum Sporting (http://www.forumscp.com)

 Neste mundo global, massificado pelas redes sociais, caixas de comentários, blogs, tweets, canais de notícias em contínuo onde o escrutínio do real ou fictício é cada vez menor, o desígnio de podermos controlar a mensagem passou a ser real. Nada disto é obrigatoriamente negativo, qualquer empresa/indivíduo tem o direito de querer transmitir o que pretende sem ruído, para que chegue ao público alvo de forma eficaz e sem interferências. 

 Porém a central de comunicação do benfica está no outro espectro da barricada. O objectivo não é comunicar de forma limpa, mas antes condicionar a acção da comunicação social criando verdades paralelas que subvertem a realidade dos acontecimentos. Este é lado negro que eles exploram, com eficácia, até ao tutano. 

 Encarregue desta tarefa está João Gabriel o homem que passou de responsável pelos discursos do presidente a chefe do departamento de propaganda. Ele guia-se por três grandes desígnios 
(1) silenciar a oposição, 
(2) doutrinar os adeptos na arte do pensamento único, 
(3) dominar o circuito da comunicação. 

 Uma-a-uma as peças foram sendo encaixadas no puzzle. Rui Gomes da Silva, vice-presidente do clube, ganhou o cargo de comentador na SIC Notícias e cronista semanal n’ Abola, acumulando com Fernando Guerra a missão de educar as massas. No Record, do Grupo Cofina que também controla o Correio da Manhã, João Querido Manha teve uma ascensão meteórica passando de colaborador a Director. Foram os famosos anos da tentativa de reconversão deste jornal à causa vermelha. Esta inflexão promovida por JQM teve como consequência a descaracterização da linha editorial desta publicação levando à quebra nas vendas. 

Afastado do jornal é substituído por António Magalhães, afecto ao Sporting, mas a máquina tinha na reserva Nuno Farinha promovido a sub-Director. Um tipo que não se inibe de aparecer no facebook a festejar os golos do benfica. 

 Outra estrela da companhia chama-se Octávio Ribeiro. Director do Correio da Manhã, o jornal mais vendido e lido no país, é amigo do peito de João Gabriel e como os amigos são para as ocasiões colocou a redação e a CM-TV ao serviço da “causa”. Não é por isso de estranhar que as notícias que podem prejudicar LFV ou o benfica são publicadas de fininho e sempre que necessário o jornal está disponível para desestabilizar o adversário do momento. 

 Chegamos a Eduardo Moniz. Um dia teve o sonho de ser vice-presidente do Benfica, aliou-se ao Juiz Rui Rangel e foi chocar de frente contra o grande líder. Resultado desta empreitada, o Juiz entrou para a categoria dos ostracizados, já o Moniz converteu-se e pode realizar o seu sonho, pagando o favor com o cargo de administrador do Grupo Média Capital, fazendo da TVI outro veículo dedicado a transmitir sem ruído a mensagem da propaganda. 

 Em suma, SIC do Grupo Impresa, CM e Record do Grupo Cofina, TVI do Grupo Media Capital. A central de comunicação consegue o feito de ter pontas de lança nos três maiores grupos de comunicação em Portugal. E como bónus contam com a Abola que nunca escondeu ser um jornal nascido para espalhar a palavra benfiquista. 

 O fenómeno Pedro Guerra não nasce do acaso. Fez o mestrado na CM-TV para em seguida entrar com estrondo na TVI24, afastando Fernando Seara que, por razões não totalmente esclarecidas deixou de estar nas boas graças de LFV. Outro produto deste canal é a mais recente “estrela” da propaganda o inenarrável Rui Pedro Brás. A jogar a suplentes estão Diamantino, António Simões e Carlos Janela, acólitos avulso da doutrina vermelha. 

 Colocada esta tropa no terreno, LFV remeteu-se ao silêncio, ficando a assistir de camarote, não se escaldando nem desgastando a imagem. No meio deste silêncio conveniente, aproveita-se para reescrever a história lavando a imagem de Vieira, elevando-o à condição de homem impoluto e sério que está no futebol português para contribuir para a sua pacificação. O seu último discurso na CML era tão previsível, que vem no manual “A arte de comunicar para totós”. Eis o resumo da mensagem subentendida desse discurso, eu sou o pacificador, os outros (BdC + JJ) os incendiários e maus perdedores. 

 Um exercício deveras divertido, mas que não recomendo em excesso devido aos efeitos secundários, é fazer “zapping” nos serões de segunda feira à noite, entre o Dia Seguinte (SIC) e Prolongamento (TVI). Não são raras as vezes que Gomes da Silva e Pedro Guerra debitam exactamente as mesmas frases, tal e qual dois macaquinhos amestrados que levam a lição bem estudada para o circo. Porém o benfica e João Gabriel não inventaram nada, tudo isto já foi feito. Nos regimes onde a democracia e a liberdade de expressão ficam à porta, o culto da personalidade e o pensamento único é praticado todos os dias. 

 Qualquer curso de comunicação social estuda este fenómeno que teve em Joseph Goebbels o grande mestre na arte de condicionar e subverter a verdade, criando factos paralelos com o intuito de confundir e fazer prevalecer a “verdade” que queremos vender, na maioria das vezes distante do que realmente aconteceu. 

Sem querer de forma alguma comparar as duas figuras, vejam a actuação de Pedro Guerra na TVI e está lá tudo. O condicionamento da verdade com a criação de factos paralelos, por vezes usando a mentira sustentada em supostos dados que não existem ou estão distorcidos. Mas há mais e pior, temos jornalistas encartados que aceitam serem embaixadores da máquina benfiquista. Homens que juraram defender um código deontológico no qual está inscrito que devem ser isentos, independentes, com a obrigação noticiarem factos e não estados de alma, afectos ou preferencias pessoais, recusando estar ao serviço de corporações. Com a ajuda destas personagens este é o resultado do trabalho realizado pela “máquina” ao longo desta temporada e como ela subverteu a verdade dos acontecimentos, lavando o cérebro do colectivo, inclusive de algum sportinguistas, o que não deixa de ser extraordinário.

 A verdade da propaganda. Jorge Jesus ofendeu e tentou humilhar o Rui Vitória chamou-o de mau treinador. A realidade dos factos. Jorge Jesus tem sido sucessivamente mal-tratado pelo benfica desde que assinou pelo nosso clube. Foi acusado de enviar sms a ex-jogadores e de ter roubado documentos e software do Seixal. Negaram-lhe o ultimo salário colocando-o em tribunal acusado de ter assinado pelo Sporting quando ainda era treinador do Benfica, exigindo-lhe por isso uma indemnização de 14 Milhões de Euros (1 euro por cada adepto). Ao longo desta temporada foram várias as tentativas de desvalorizar o trabalho que realizou no clube. 

O ultimo acto chega em forma de livro, escrito pelo “insuspeito” Pedro Guerra. Já sobre a história do mau treinador, tudo se resume a uma pergunta intencionalmente mal feita por um jornalista da RTP, que curiosamente nunca mais voltou a colocar os pés na sala de imprensa do estádio José Alvalade. A verdade da propaganda. As bocas do JJ uniram a equipa do benfica e ajudaram a que ganhassem o campeonato. 

 A realidade dos factos. O campeonato foi ganho com a ajuda da APAF e do Vitória Pereira. Em 34 jornadas um único cartão vermelho e um pénalti contra, quando a equipa já ganhava por 4-0, marcado nos descontos. A verdade da propaganda. O BdC fala muito, abusa do FB e isso prejudica a equipa.” (esta até alguns Sportinguistas comem…). A realidade dos factos. O Sporting fez a melhor temporada da sua história conquistando 86 pontos igualando a marca de José Mourinho no Porto, vencendo na Luz e no Dragão. Em 6 derbies/clássicos ganhou 5, praticando o melhor futebol da história recente do clube. Obteve a melhor média de assistências em Alvalade desde a inauguração do novo José Alvalade (40.000 espectadores) e conquistou o recorde absoluto de taxa de ocupação dos estádios em Portugal com uma marca a decimas dos 80%. (dados oficiais da Liga de Clubes e que estão no site oficial desta entidade). 

 A verdade da propaganda. O JJ não aposta na formação. A verdade dos factos. Com RV o único jogador que realmente foi aposta chamou-se Renato Sanchez e ultimamente Elderson fruto da lesão de Julio César. Os outros não passaram de fogachos. No onze do Benfica a base mantém-se à volta dos consagrados que transitaram da época passada. Curiosamente no Sporting, Jorge Jesus, ajudou a crescer João Mário, William e Ruben Semedo. Apostou em Gelson e Matheus que estão a ser preparados para ter outro destaque na próxima época. E na fila estão Podence, Iuri, Wallyson, jogadores mencionados pelo treinador no ultimo Tempo Extra. O que importa aqui ressalvar é o poder desta máquina. 

Hoje a verdade da propaganda é verdade reconhecida nos cafés e nas conversas de amigos. Excepto alguns sportinguistas zelosos que lutam para impôr a verdade dos factos à propaganda, nas ruas impera a verdade da central de comunicação do Gabriel, Octávio, Guerra & Guerra Associados. É difícil, extenuante, e quase inglório batalhar contra isto. Mas é imperativo que se faça. No futebol jogado, as forças estão agora mais niveladas, falta dotar a estrutura do Sporting de capacidade para impôr a verdade dos factos. Não se entenda que temos de combater a máquina de propaganda do benfica, criando a máquina de propaganda do Sporting, porque seria algo que bateria de frente contra os valores e princípios do nosso grande clube. Pretende-se sim, criar condições para denunciar a distorção dos factos, impondo a verdade tal qual ela é, sem duplos sentidos. E isto meus senhores, é muito, muito difícil. 

 Eu não tenho dúvidas absolutamente nenhumas que Bruno de Carvalho sabe como tem sido condicionada a mensagem do clube, pelo ruído que é criado à sua volta distorcendo e adulterando o que diz. E não, não é estando calado, fingindo-se de morto, como alguns acham que devia ser, que este combate se ganha. Jorge Jesus relembrou-o na ultima entrevista no Tempo Extra, mais que arbitragem, controlar a comunicação ajuda a ganhar campeonatos. E porquê? Porque as tropelias dentro de campo são “lavadas” pelas vuvuzelas, ora negando as evidencias, ora pegando em lances de favorecimento aos clubes rivais (que inevitavelmente acabam sempre por acontecer), dando-lhes um destaque e importância que não têm, conseguindo a tal subversão dos factos. 

 Aconteceu isto no golo do Slimani contra o Moreirense. Está ainda hoje por provar que o argelino estava fora de jogo, mas nas ruas ninguém se esquece do golo em fora de jogo “escandaloso” que ele marcou. E com isto branqueou-se dezenas de lances duvidosos que favoreceram o benfica. É assim que trabalha a propaganda. E é esta montanha que BdC tem escalar quase todos os dias para ser ouvido e levado a sério. 

Acaba por ser preocupante existirem Sportinguistas que se deixam levar na propaganda e dão mais importância ao que dali saí que ao que diz e escreve o nosso Presidente. A Central de Comunicação existe e está a funcionar a todo o vapor, como aliás já se começou a ver com os valores astronómicos que vão fazer em vendas, sendo o Carrillo uma belíssimo exemplo. Cabe aos Sportinguistas aprenderem a separar o trigo do joio, e nunca esqueceram uma máxima que Bruno de Carvalho já mencionou mais que uma vez. 

Quando lerem noticias sobre o Sporting, verifiquem quem a publica, quem a escreve e quem pode ganhar com ela. Termino com uma ultima mensagem em forma de grito. 

Abram os olhos, e não se deixem condicionar pela propaganda. 


 Nuno M Almeida
    Sangue LEONINO


6 comentários:

  • At 31/5/16 17:06, Anonymous Anónimo said…

    Grande post!

     
  • At 31/5/16 19:58, Blogger Maria said…

    Subscrevo integralmente.
    Muito bem escrito: claro,objectivo, assente na realidade.
    Foi um ano entoxicante em termos de media.
    Mas é uma técnica, que se está a aplicar noutros campos, para além do desportivo: todos os dias uma notícia a denegrir o "inimigo" e a obrigá-lo a defender-se- CORROSIVO!
    Quantos renas sanches temos no Sporting? Dezenas!
    Há que lutar: deixar de comprar pasquins, não ver os programas dos badamecos,não ligar!
    Lamento que muitos sportinguistas dêem ouvidos aos tenebrosos orelhudos.
    Neste momento, já venderam os nossos melhores jogadores e o mundo inteiro oferece os seu melhores craques ,para virem jogar em carnide - não sei que nome vai ter ..
    Espero sinceramente que o Sol aqueça os neurónios e o mar lave a porcaria ,
    que vai em muitas "almas".
    Há anos que não nos sentíamos tão BEM ,como no ano que passou e em que nos roubaram o prémio!
    Queremos o SPORTING CAMPEÃO dentro das 4 linhas,como o vimos ser!
    SL

     
  • At 31/5/16 21:15, Anonymous Anónimo said…

    Este Postvem ao encontro daquilo que ja penso ha muito tempo.Infelismente alguns sportinguistas deixam-se levar nas conversas da lampionagem ordinaria.Sporting sempre..........

     
  • At 31/5/16 21:50, Anonymous Anónimo said…

    Fantastico texto a ser lido e re-lido por todos os Sportinguitas

     
  • At 1/6/16 13:27, Blogger José Gomes said…

    "Acaba por ser preocupante existirem Sportinguistas que se deixam levar na propaganda e dão mais importância ao que dali saí que ao que diz e escreve o nosso Presidente." É exactamente essa a minha maior preocupação. Mas, eu diria que esses são aqueles que perderam tacho e croquetes, no Sporting.

     
  • At 6/6/16 19:33, Blogger LF said…

    Vocês estão doentes.
    Estão na Lua.
    Têm visões.
    O que faz o Gabriel e o Guerra que não faça o Inácio ou o Pina?
    A Sic é benfiquista? O Record é benfiquista?
    Francamente...
    Tratem-se, e tentem ganhar campeonatos - que é o que não fazem há décadas.

     

Enviar um comentário

Sangue LEONINO

<< Home