"O Mundo sabe que pelo teu amor, eu sou doente / Farei o meu melhor para te ver sempre na frente / Irei onde o coração me levar / E sem receio... farei...o que puder pelo meu Sporting" - osangueleonino.blogspot.com -

Sangue LEONINO

terça-feira, fevereiro 08, 2011

Para Costinha o tempo no Sporting terminou!

Não alteraria uma vírgula que fosse a este texto de Luís Sobral, já que o subscrevo na totalidade, porque reflecte na perfeição o meu estado de espírito após assistir à desastrosa entrevista dada por Costinha à SPORT TV.



A entrevista de Costinha à «SportTV» demonstra, antes de tudo o mais, que não nasceu para o lugar de director desportivo do Sporting. Ou, arrisco, de qualquer outro clube de razoável dimensão.

Percebo que Costinha esteja triste. Tudo o que fez deu errado. O treinador, as contratações, as vendas, as conferências de imprensa, os resultados.

Mesmo o que não dependia de Costinha correu mal. O presidente que o contratou vai embora. Antes de dizer que ia, levou para Alvalade um director-geral, esvaziando o lugar de director desportivo.

Percebo isto tudo.

Também percebo que em Alvalade tenha começado o tempo em que cada um procura salvar a sua pele. Percebo, mas acho que há limites. Ou pelo menos devia haver.

Se não concordava com a chegada de Couceiro, Costinha deveria ter ido embora, de forma digna. Se não concordava com a transferência de Liedson, tinha apenas dois caminhos: aceitar e calar ou não aceitar e sair.

O que Costinha fez é inaceitável e lesa o clube que lhe paga: discordou, mesmo assim ficou. Na primeira oportunidade veio manifestar publicamente a sua opinião, procurando assim empurrar as culpas para outros.

Para Costinha, o tempo no Sporting terminou. Resta saber se depois de uma atitude como esta haverá alguém que lhe confie semelhante cargo.

(maisfutebol.iol.pt)

Nuno M Almeida