"O Mundo sabe que pelo teu amor, eu sou doente / Farei o meu melhor para te ver sempre na frente / Irei onde o coração me levar / E sem receio... farei...o que puder pelo meu Sporting" - osangueleonino.blogspot.com -

Sangue LEONINO

sábado, setembro 12, 2009

Ler Sporting

Ler uma ampla maioria dos textos que os bloggers/comentadores leoninos escrevem sobre o seu clube assemelha-se, actualmente, a um acto de masoquismo similar à leitura de uma crónica de Carlos Castro ou de um romance de Margarida Rebelo Pinto. O conteúdo resume-se a que o nosso clube está falido, podre, decadente, e uma série de outros adjectivos capazes de fazer corar de inveja o mais inveterado dos pessimistas.

Basicamente no nosso clube tudo está mal, tudo vai piorar, tudo está prestes a ruir... só mudando os alvos, se para uns a razão de tal se limita ao treinador (vermelho, teimoso, limitado...) para outros estende-se aos jogadores (chulos, coxos, vaidosos, acomodados...) e para outros ainda aos dirigentes actuais ou passados (betos, chupistas, traidores...). É a teoria do caos, versão XXL.
E ai de quem disser que se está a exagerar, que mesmo com alguns defeitos que a estrutura do clube tem (e isso é, penso eu, inquestionável), há pessoas a trabalhar para que isso mude, para que se diminuam os erros, para que se mudem as mentalidades e para se construa um clube melhor e, se possível, ainda maior. Porque esses sportinguistas são bananas, trouxas, teimosos e tudo aquilo que se consiga imaginar. São, no fundo, os responsáveis pelo "estado a que o clube chegou".

A opinião (aparentemente) maioritária, pelo menos na blogosfera leonina, pode resumir-se facilmente olhando para a posição nº. 1 da equipa de futebol, aliás tão bem ilustrada nas caixas de comentários dos últimos posts do Miguel.

Na minha opinião apesar de ainda ter muita margem de manobra, nomeadamente ao nível dos cruzamentos e de aprender a usar o seu corpanzil para intimidar nas saídas de postes, parece-me que o Rui Patrício actual não é o Rui Patrício que chegou à titularidade, e que acumulou, nesses 2 terços de época mais erros (nomeadamente daqueles que custam pontos) do que desde então até à data. E no entanto há quem prefira fazer crer que o nosso jovem guarda-redes continua a ser um frangueiro imberbe que nos tira não sei quantos pontos por época. Mas esses adeptos nunca são teimosos, nunca são adeptos do mal-dizer porque sim, são apenas convictos. Já um guarda-redes que fez uma dezena de jogos no nosso clube, com problemas disciplinares coleccionados por onde passa, que desrespeitou os colegas de posição no clube, que não consegue arranjar uma colocação num outro clube mesmo tratando-se do melhor guarda-redes do mundo e arredores...esse é tratado por alguns como se se tratasse da reencarnação de Lev Yashin. Tudo em nome da convicção e no melhor interesse das nossas cores.

Ora se há coisa com que não concordo em absoluto é que o pior defeito do plantel do Sporting 2009-2010 seja a baliza. Mas, e como por trás das convicções está sempre a vontade de bater à paulada no teimoso do treinador, o actual plantel do Sporting resume-se a isto:

- no Sporting actual quem joga é uma merda;
- quem estiver no banco é bom (ou pelo menos melhor que os titulares);
- quem ficar na bancada é ainda melhor que esses;
- melhor ainda, só os que tiverem sido dispensados ou não contratados.

Má-língua? Não...visão e lucidez!

PS: Amanhã estreio-me em Alvalade este ano, as saudades são muitas e espero que a equipa corresponda com um futebol mais atraente do que tem demonstrado na grande maioria dos jogos já efectuados. É necessário dar um salto qualitativo nos resultados e nas exibições (por esta ordem) o mais depressa possível, e espero que treinador e jogadores entendam isso, porque os primeiros (se calhar únicos) a poder calar as vozes críticas são eles. Que deixem tudo dentro do campo e no final cá estaremos para avaliar, como sempre.

Nelson Santos