"O Mundo sabe que pelo teu amor, eu sou doente / Farei o meu melhor para te ver sempre na frente / Irei onde o coração me levar / E sem receio... farei...o que puder pelo meu Sporting" - osangueleonino.blogspot.com -

Sangue LEONINO

quarta-feira, outubro 21, 2009

Pormenores que nos fazem amar.....


Tinha os meus 7-8 anos. O sábado era como outro dia qualquer. Um pouco antes das 21 lá iniciava o caminho da cama. Não havia excepções e a minha mãe era rigorosa nessa lei quase espartana. Mas era ao contrario dos outros dias sem qualquer tipo de magoa ou contrariado que eu me deslocava para o ringue do morfeu para as escondidas e com um radio dessimulado debaixo da almofada , ouvir os relatos do hoquei em patins e daquela fabulosa equipa leonina que nunca tinha visto jogar mas que espalhava classe e vitorias pelos ringues nacionais e internacionais.

O som do publico enchendo os pavilhões , a bola a bater nas tabelas com violencia e o som dos patins nas mudanças de direcção em conjunto com relatos apaixonados faziam me ver e imaginar tudo aquilo que nunca vira. Era o Ramalhete que defendia , o Sobrinho que cortava , o Rendeiro que partia para o ataque.....e o ataque!! Que ataque!!! Os golos marcados e gritados freneticamente pelo locutor radiofonico deixando me em transe e quase aos pulos na cama.

Livramento ou Chana! Um deles marcaria! Sempre! O show de bola era com eles. E os adversarios vergados perante tamanha capacidade e classe envolviam-me nas noites de sabado. Na escuridão do quarto era iluminado pelas estrelas leoninas. A europa vergava-se perante aquele poderio! A primeira equipa nacional a passear e conquistar com classe a famosa Taça dos Campeões Europeus! E eu aos saltos na cama dessimuladamente. E não dormia!

Eram noites de fervor leonino. Uma verdadeira passadeira verde em direcção as vitorias. Diz quem viu que foi a mais magnifica maquina de jogar Hoquei em Patins. Nunca se viu ninguem igual! Os cinco violinos sobre rodas poderiam ser apelidados. Para mim Campeões Leoninos que me enchiam a alma verde e branca de orgulho e preenchiam me as noites de sabado adormecendo então com um sorriso nos labios , sonhando com mais uma duzia de golos bem freneticamente gritados pelo locutor da radio.

Era um miudo mas não me esqueço. É historia leonina , espólio nacional. Conquistas e vitorias que fazem nos crescer como adeptos e vibrar com este grande clube.
É a modalidade que mais quero que regresse. Não para voltar a ouvir num radio mas sim para acompanhar ao vivo toda aquela velocidade estonteante , o baque das tabelas e o som da bola na rede. Parte do leão que vive dentro de mim cresceu com aquelas noites. Mais tarde assisti a outras vitorias , tanto ao vivo como na televisão.

Mas aquelas noites de comunhão leonina nunca serão esquecidas nem apagadas da minha memoria. A lenda vive e a nossa memoria perpetua-a. Viva o Sporting!

SL

Miguel Damas