"O Mundo sabe que pelo teu amor, eu sou doente / Farei o meu melhor para te ver sempre na frente / Irei onde o coração me levar / E sem receio... farei...o que puder pelo meu Sporting" - osangueleonino.blogspot.com -

Sangue LEONINO

terça-feira, maio 17, 2011

Força Campeão!

Alberto "Beto" Acosta revelou hoje na televisão chilena que luta contra um cancro da tiróide, e disse que o momento em que recebeu o diagnóstico foi"o pior" da sua vida.

"Eu fui ao médico há seis meses e ele disse-me que eu tinha Cancro, Foi o pior momento da minha vida eu não podia acreditar,eu deixei cair os braços e perguntei:..?» O que é isso", disse Acosta.

O ex-atacante foi operado ao Cancro da tiróide e sofre de tratamento desde então
.



Peço desculpa pelo atrevimento mas existem comentários que devem passar para alem disso e serem colocados onde merecem estar, na pagina principal. Parabéns a MM por estas palavras.

"Para se morrer só é preciso estar vivo."
A primeira e derradeira verdade, e uma que vale para todas as criaturas e tecidos vivos. Desejo as rápidas melhoras ao Alberto Acosta, e que recupere totalmente da condição que o afecta.
O cancro é, também ele, um organismo vivo: nasce, vive mais ou menos escondido, mas desenvolve-se (ainda que escondido), espalha-se, e anuncia-se ao mundo. As "boas" notícias são estas, justamente, a aparição (porque torna-o conhecido): com a ajuda da família, médicos, tratamentos e fármacos, pode agora o Alberto Acosta combater o cancro.
E os cancros também morrem, porque "para se morrer só e preciso estar-se vivo". Tenhamos esperança. Não porque a vida do Alberto Acosta valha mais do que a do João Duarte ou do que qualquer outra, mas porque conhecemos (minimamente) o Alberto Acosta:
Homem bom, sério, da velha guarda, dotado de princípios, nobre, sóbrio e muito competente. Homem de família, e homem que cultiva sentimentos, sentimentos esses que - para nossa, Sportinguista, globalizada benção - tiveram-nos como alvo, e deles pudemos usufruir.

O Acosta esteve apenas 2 anos e 5 meses no Sporting, mas esteve o tempo suficiente para que seja património do Sporting Clube de Portugal, para toda a eternidade. Mais do que isso, o Sporting é (eu pelo menos sou) património do Acosta. E isso é muito importante, porque significa que é amado.

Um abraço muito forte para o Acosta.
Outro para o Miguel Damas e demais presentes.
E last but not forgotten, um beijinho muito especial para a Ana.
Porque a Ana gosta muito do Acosta. Apenas por isso.