"Tu vais vencer, Podes crer, Porque a nossa força é brutal. Mais de um século de histórias para contar. Sporting, tu nunca vais acabar" - osangueleonino.blogspot.com -

Sangue LEONINO

sexta-feira, março 30, 2012

O Reforço do Ecletismo!!!

Depois do Atletismo, Judo, Triatlo e Canoagem, agora é a vez do Remo ter representantes do SPORTING nos JOGOS OLÍMPICOS 2012 com o ingresso de Pedro Fraga e Nuno Mendes no nosso Clube. Se juntarmos ao contingente português de atletas olímpicos a presença do Futebol (Diego Capel, por Espanha) e Natação (Pedro Pinotes, por Angola), passam para já a ser "só" 7!!! as modalidades em que estaremos representados e mais uma vez somos o Clube, arrisco a dizer a nível mundial que mais modalidades e até atletas teremos em Londres 2012.Enquanto os "artistas" do costume continuam a pregoar grandeza nós respondemos com isto: TRABALHO E GRANDEZA...

Obrigado, SPORTING!!!

Juvenal Carvalho

quinta-feira, março 29, 2012

Em vantagem na eliminatória



Sporting, 2 – Metalist, 1

Estádio José Alvalade
Árbitro: Wolfgang Stark

SPORTING: Rui Patrício; João Pereira, Xandão, Polga, Insúa; Carriço (Renato Neto) e Schaars; Izmailov (Carrillo), Matías e Capel (Jeffren); Wolfswinkel.

METALIST: Goryainov; Obradovic, Papa Gueye, Torsiglieri, Villagra; Torres e Cleiton Xavier; Sosa, Blanco e Taison; Cristaldo.

Golos: 1-0 Izmailov, 2-0 Insúa, 2-1 Xavier

Nuno M Almeida

segunda-feira, março 26, 2012

Um ano de mandato!

Passado que está um ano após as concorridas eleições presidenciais do nosso Clube, num acto a que concorreram além do actual presidente Luis Godinho Lopes, ainda Bruno de Carvalho, Dias Ferreira, Pedro Baltazar e Sérgio Abrantes Mendes, eis que sendo eu avesso a avaliações a menos de meio do mandato, mas em jeito de balanço desse 365 dias, já que a avaliação final é que deverá ter sida em linha de conta, deixo aqui uma palavra de apreço aos actuais órgãos sociais. Alguma coisa já foi feita - muitas promessas eleitorais estarão para cumprir.
Das que já estão cumpridas quero elogiar o esforço feito no sentido de dotar a nossa principal equipa de futebol, embora longe de correr como o pretendido por todos nós, a verdade é que a mudança foi feita e foram contratados alguns jogadores interessantes e seguramente com mercado.
Das também prometidas estão igualmente cumpridas a questão da tão incómoda auditoria às contas que descobriram um incómodo passivo consolidado de 375 milhões de euros, a tão importante interação com os Núcleos que começam a despertar de uma enorme letargia; a revisão estatutária que fez aprovar 50 novos artigos, tornando inquestionavelmente o Clube mais moderno; a internacionalização das academias Sporting, entrando em mercados emergentes; e ainda a pintura do estádio, que foi dotado de um verde tão bonito quanto necessário.
Existem ainda algumas por cumprir. Umas que me deixam extraordinariamente preocupado e outras que são questões de pormenor para mim, mas que admito sejam fulcrais para outros.
A primordial no meu entendimento tem a ver com a questão do novo pavilhão, que vejo a arrastar-se de forma preocupante e cuja questão do financiamento não me parece que seja tão linear, bem como a questão do atingir receitas que viabilizem o Clube para que tenha um futuro mais estável.
Eu sou dos que são avessos à entrada de capital estrangeiro, talvez porque não me adapte aos tempos modernos e veja nisso o fim do Clube como o conheci; outros dirão que é a única "salvação". Estas duas tarefas serão árduas e terão que ser geridas com pinças até final do actual mandato ou mesmo a curto prazo.
Está cumprido um ano de um mandato que desde logo ficou marcado pela polémica da votação que foi discutida voto a voto com Bruno de Carvalho. Hoje este candidato veio a terrenmo fazer o balanço do ano de mandato da actual direcção. Não apreciei o modo como o fez, não que aqui ou ali não possa concordar com algumas coisas. Só porque acho que o nosso Clube só será aquilo que nós quisermos e que sem união nada será conseguido.
Estou longe de ser um seguidista e todos sabem que não votei em Luis Godinho Lopes e que sou um desalinhado de sempre ao "projecto Roquette". Não sou é favorável à crítica fora de tempo.
O mandato é de três anos... estou atento e como sempre elogiarei o que está bem e criticarei sem problemas o que me parece mal. Sempre o fiz e assim continuarei!

Juvenal Carvalho

sábado, março 24, 2012

Vitória natural e exibição q.b.

O Sporting venceu esta noite em Alvalade a equipa do Feirense por 1-0. Num jogo que começou com uma grande oportunidade desperdiçada por Van Wolfswinkel, chegaríamos ao golo num penálti indiscutível, bem convertido pela novidade na marcação de grandes penalidades: Capel.
No resto da primeira parte dominamos embora sem criar grandes oportunidades de golo. Na 2ª metade, assistiu-se a um Feirense mais atrevido a jogar no campo inteiro, mas o Sporting controlou e teve na cabeça de Capel uma grande oportunidade para ampliar o score mas a bola saíu ligeiramente por cima da trave. Vitória leonina, justa!

Futebol – I Liga – 24.ª jornada


2012-03-24 Estádio José Alvalade

29 509 espectadores

Árbitro: Vasco Santos

Árbitros assistentes: João Silva e Tomás Santos

Resultado ao intervalo: 1-0.



Sporting: (1) Rui Patrício, (47) João Pereira, (4) Polga, (93) Xandão, (48) Insúa, (77) Elias, (31) Renato Neto, (17) Jeffrén, (11) Capel, (10) Izmailov e (9) van Wolfswinkel.

Treinador: Ricardo Sá Pinto

Substituições: 45 m – Saiu Jeffrén e entrou Carrillo (18); 76 m – Saiu Renato Neto e entrou Carriço (3); 83 m – Saiu Elias e entrou André Martins (28).

Não utilizados: (12) Marcelo, (6) Evaldo, (26) André Santos e (33) Rubio.

Disciplina: cartão amarelo a João Pereira (20 m) e a Polga (59 m).

Golo: Capel (14 m, g.p.).



Feirense: (1) Paulo Lopes, (26) Siaka Bamba, (21) Varela, (4) Luciano, (13) Mika, (7) Diogo Cunha, (18) Sténio, (8) Serginho, (9) Ludovic, (29) Buval e (15) Anderson.

Treinador: Quim Machado.

Substituições: 45 m – Saiu Anderson e entrou Carlos Fonseca (30); 71 m – Saiu Mika e entrou Pedro Queirós (6); 85 m – Saiu Sténio e entrou Miguel Pedro (10).

Não utilizados: (12) Douglas, (17) Cris, (20) Hélder Castro e (27) André Fontes.

Disciplina: cartão amarelo a Mika (12 m), Ludovic (14), Diogo Cunha (19 m), Sténio (33 m), Carlos Fonseca (77 m), Serginho (82 m) e a Siaka Bamba (88 m).




Lion King

quinta-feira, março 22, 2012

Sábado: Façamos dele um dia do LEÃO!

Numa altura em que o essencial é que de uma forma ou de outra, discordemos ou não, o nosso SPORTING continua a ser alvo de uma verdadeira campanha tanto de alguns media como essencialmente através dos Paixões e outros "ões" desta vida, que mais não fazem do que demonstrar o profundo ódio que nutrem pelo nosso Clube, faço daqui um humilde apelo a todos vós:

Que no próximo sábado, com a realização do jogo dos quartos de final da Taça Challenge em Andebol (17 horas no Pavilhão do Casal Vistoso), contra os romenos do CSU Suceava, e depois, um pouco mais tarde no futebol (20,15 horas) em Alvalade contra o Feirense aproveitemos e façamos deles uma festa.

Será uma boa oportunidade para nos deslocarmos de um jogo para o outro e ainda termos tempo de comer qualquer coisa e conviver, comungando o nosso ideal... O SPORTING É O NOSSO GRANDE AMOR.

Mais do que discutirmos por vezes de forma injustificável por aqui, o importante é que marquemos presença nos eventos em que o símbolo do LEÃO esteja presente. O nosso SPORTING será tão grande quanto aquilo que nós quisermos!

PS - Hoje há Hóquei em Patins na Parede, às 21,30 horas contra o Hóquei de Sintra. Estamos a 10 "finais" do tão desejado sonho de subir à primeira divisão.

Juvenal Carvalho

segunda-feira, março 19, 2012

Paixão teima em rimar com ladrão!














Gil Vicente, 2 - Sporting, 0

Estádio Cidade de Barcelos
Árbitro: Bruno Paixão

GIL VICENTE: Adriano Facchini; Eder, Cláudio, Halisson e Júnior Caiçara; Luís Manuel e André Cunha; Rodrigo Galo, César Peixoto e Guilherme; Hugo Vieira.

Suplentes: Murta, Paulo Lima, Paulo Arantes, Luís Carlos, João Vilela, Richard e Zé Luís.

SPORTING: Rui Patrício; João Pereira, Polga (André Martins), Xandão e Insúa; Elias e Schaars; Izmailov, Matías Fernandez (Jeffren) e Capel (Carrillo); Van Wolfswinkel.

Suplentes não utilizados: Marcelo Boeck, Daniel Carriço, Evaldo e Diego Rubio.

Golos: 1-0 Galo, 2-0 Cláudio

Nuno M Almeida

No Andebol o sonho pode tornar-se realidade!!!

Depois de no ano de 2010 termos conquistado a Taça Challenge em Andebol, facto que nos tornou mais uma vez pioneiros no desporto nacional, ao sermos o primeiro clube nacional a ganhar uma prova europeia nesta modalidade, e que fez elevar para 22 o número de conquistas de competições europeias em quatro modalidades diferentes, facto só conseguido também pelo todo poderoso FC Barcelona, eis que este ano a nossa equipa de andebol se encontra mais uma vez lançada para uma grande conquista.
Ao termos vencido no passado sábado na Roménia o CSU Suceava (33-24), para os quartos de final desta competição, eis que o sonho de nova conquista se pode tornar realidade para gáudio de todos os Sportinguistas, mas essencialmente para todos aqueles que semana após semana se deslocam aos pavilhões e gritam bem alto o nome do nosso clube.
No sábado jogaremos a segunda mão às 17 horas no Pavilhão do Casal Vistoso, pelo que daqui apelo a todos os que tiverem essa possibilidade lá se façam deslocar em apoio aos nossos rapazes, eles bem o merecem...
Esta conquista é possível, tal como o serão a Liga Europa em futebol onde estamos também nos quartos de final e a UEFA Futsal Cup, onde jogaremos no próximo mês em Lleida, Espanha, a final four desta prova.
Grande é o Clube que se pode dar ao luxo deste factor... o SPORTING CLUBE DE PORTUGAL é realmente ENORME!

Juvenal Carvalho

domingo, março 18, 2012

Homenagem a Vítor Damas

No dia 20 de Março realiza-se, no Auditório Artur Agostinho, no Estádio José Alvalade, uma conferência de imprensa de apresentação do jogo de homenagem a Vítor Damas.

A «parada de estrelas» vai ter lugar no dia 24 de Março, às 14h30, no Estádio José Martins Vieira, na Cova da Piedade.

Entre muitos outros jogadores, vão participar nesta partida Manuel Fernandes, Dani, Jordão, Marinho, Leal, Lima, Oceano, Carlos Xavier, Cadete, Litos, Beto, Pedro Barbosa, João Pinto, Venâncio, Amaral e Paulo Futre. O jogo vai ser dirigido por Pedro Henriques.

Não perca este encontro e participe na homenagem a um dos maiores símbolos do
Sporting e do futebol nacional.

in www.scp.pt


Falo por mim mas também pela minha família que está muito sensibilizada com este gesto e esta homenagem como já tinha ficado aquando de um outro jogo de homenagem organizado pelo enorme Fernando Barros e o filho de Manuel Fernandes , Tiago Fernandes.

O vosso carinho pelo ídolo não o fazendo esquecer é a melhor recompensa para alguém que já partiu mas muito deu a causa Leonina.

Lá estarei para ver alguns dos nomes que com ele jogaram e com ele privaram!!


SL

Miguel Damas

sábado, março 17, 2012

Sem comentarios ;-)


SL

Miguel Damas


sexta-feira, março 16, 2012

Presente!

Milhares de adeptos a receber a equipa de madrugada, com muitos deles a poucas horas de irem para o trabalho ou para as aulas.

A conclusão é clara:

Sempre que os nossos jogadores honrarem, suarem e dignificarem a maravilhosa camisola que vestem, os inigualáveis adeptos leoninos responderão indubitavelmente PRESENTE!

É pena que nem sempre seja assim, e que esta mesma equipa que merecidamente eliminou os multimilionários do City, por vezes faça exibições medíocres e indescritíveis, como há poucas semanas se viu em Setúbal.

Faço votos para que Ricardo Sá Pinto, um treinador que (ao contrário de outros que recentemente passaram pelo nosso banco) contagia os jogadores com a sua vivacidade e entusiasmo, consiga manter esta equipa a jogar bom futebol porque está mais do que demonstrado que existe qualidade no plantel. Apenas tem que ser potenciada!

Não nos iludamos com esta vitória, porque há muito a fazer no nosso clube e muita coisa a ser rectificada, mas obviamente que não podemos deixar de saborear mais um de inúmeros belos momentos na história deste fabuloso clube centenário.

Agora venha o AZ Alkmaar ou o Hannover!

ACTUALIZAÇÃO:



Sporting-FC Metalist (Ucrânia)

Jogos a 29 de Março (Alvalade) e a 5 de Abril, na Ucrânia.


Nuno M Almeida

quinta-feira, março 15, 2012

Bravos! Corajosos! Enormes! Verdadeiros leões!

Meu Deus, tanto sofrimento... mas valeu bem a pena! Épico!
Que tal, Dzeko? Gostaste?



Manchester City, 3 – Sporting, 2

Etihad Stadium, Manchester
Árbitro: Tom Hagen

MANCHESTER CITY: Hart; Micah Richards, Savic, Kolo Touré e Kolarov; Johnson, Yaya Touré, Pizzaro e Silva; Balotelli e Aguero.

Suplentes: Pantilimon, Clichy, Roman, Milner, Samir Nasri, Nigel De Jong e Dzeko.

SPORTING: Rui Patrício; Pereirinha, Xandão, Polga e Insúa; Carriço e Schaars; Izmailov, Matías (Renato) e Capel (Jeffren); Van Wolfswinkel (Carrillo).

Suplentes não utilizados: Marcelo, Evaldo, André Santos e Rubio.

Marcadores: 0-1 Matias, 0-2 Wolfswinkel, 1-2 Aguero, 2-2 Balotelli, 3-2 Aguero





Nuno M Almeida

Sejam uns bravos leões em Manchester!



Hoje em Manchester pede-se muito ESFORÇO, DEDICAÇÃO e DEVOÇÃO...
rumo à tão desejada GLÓRIA!

Vendo desta vez Mancini e os seus comandados muito mais humildes e concentrados no jogo, sobretudo após a derrota sofrida em Lisboa e também após a perda do 1.º lugar na liga inglesa, é fundamental aguentarmos a primeira meia hora, onde seguramente vai haver uma avalanche ofensiva inglesa.

Muito rigor táctico, espírito de grupo, de sacrifício e garra, disputando cada lance como se disso dependesse a nossa vida, será meio caminho andado para eliminarmos este colosso inglês e posicionarmo-nos na Europa do futebol como um dos candidatos a ganhar a Liga Europa.

Se formos eliminados, que o sejamos de cabeça erguida e com a consciência de que tudo fizemos para ganhar a eliminatória!

Nuno M Almeida

terça-feira, março 13, 2012

Núcleos: Tão importantes que eles são!!!

Sendo os Núcleos o "coração" do Sporting Clube de Portugal, que é de longe o clube que mais os tem a nivel nacional espalhados de norte a sul do país e ainda pelas ilhas, a verdade é que depois do meritório trabalho protagonizado pela Senhora Isabel Trigo de Mira, uma leoa que nunca regateou a esforços para dar corpo aquilo que faz o Sporting enorme e que fez gerar uma enorme empatia com todos eles e até por Menezes Rodrigues, que apesar de não ser tão consensual quanto a simpatias - eu particularmente tenho até uma forte simpatia pessoal por ele - eis que pela primeira vez e através de um extraordinário trabalho pela comissão Nacional de Núcleos, liderada por José Biqueira, presidente do Núcleo Sportinguista de Castelo Branco, em conjugação com este Conselho Directivo, sinto uma enorme vontade em levantar os Núcleos de vez.
No passado sábado e numa autêntica"maratona" os órgãos sociais reuniram-se com os Núcleos em vários distritos para apresentar ideias e auscultar sensibilidades. Ouviram as queixas e as lamúrias de que as não vitórias principalmente do nosso futebol levam ao afastamento dos leões dos Núcleos e que cada vez estamos mais envelhecidos... que a realidade económica do momento também não ajuda, etc...
A verdade é que ouviram e têm a intenção, de que com um conjunto de boas iniciativas façam com que os Núcleos tenham outra vida e não parem. Eles são o "braço armado" do SCP... a direcção do nosso Clube quer levantá-los. Estão conjugadas as vontades de ambas as partes e com elas o crescimento do clube.
Nos próximos dias 26 e 27 de Maio, Alferrarede acolherá o Congresso Nacional dos Núcleos do SCP que será uma enorme festa e acima de tudo para apresentar e discutir ideias que nos façam ainda maiores.
Sinto vontade do Conselho Directivo em dar nova alma aos Núcleos... Isso é vital para o sucesso do Sporting!

Juvenal Carvalho

domingo, março 11, 2012

Ter ganho ao City motivou… e de que maneira!



Sporting, 5 – V. Guimarães, 0

Estádio José Alvalade
Árbitro: Artur Soares Dias

SPORTING: Rui Patrício; João Pereira, Xandão, Polga e Evaldo; Matías (André Martins), Elias e Schaars; Izmailov (Jeffren), Van Wolfswinkel (Ribas) e Capel

Suplentes não utilizados: Marcelo, Carriço, Pereirinha e André Santos

V. GUIMARÃES: Nilson; Alex, Defendi, NDiaye e Bruno Teles; Leonel Olímpio, João Alves e Nuno Assis; Urreta, Edgar e Toscano.

Suplentes: Douglas, Barrientos, Amorim, Soudani, Paulo Sérgio, Molina e Anderson.

Marcadores: 1-0 Wolfswinkel , 2-0 Matias, 3-0 Izmailov, 4-0 Jeffren, 5-0 Jeffren

Nuno M Almeida

sábado, março 10, 2012

Criticar? Sim quando necessário mas apoiar SEMPRE!!!

Por vezes as pessoas confundem-me. Confundem o meu sentido critico com falta de apoio. Eu consigo sempre separar as duas coisas. Por exemplo, houve quem se afasta-se com as sucessivas péssimas direcções dos últimos anos. Que levasse a peito as derrotas nas urnas com uma derrota pessoal.

Eu não consigo conceber uma vida sem o Sporting. Posso ser por vezes demasiado critico e mordaz mas o meu amor pelo Sporting é bem maior que isso. É notório que nem sempre as coisas correm como nós queremos. Acredito que todos nós queremos um Sporting melhor. Mas um Sporting melhor não existirá sem sentido critico e não podemos fechar os olhos aos erros e levar a doutrina Leonina apenas como apoio porque assim não iremos crescer como clube nem como adeptos.

Ontem vivi uma bela tertúlia Leonina num almoço no I.A.S.F.A. onde estiveram presentes a maior figura leonina viva do nosso futebol, um dos melhores capitães dos últimos 20 anos e um jogador que dentro de campo personificava o esforço, dedicação e devoção a causa Leonina.

Manuel Fernandes, Beto e Luis Vidigal fizeram as delicias de sócios e adeptos presentes com historias e vivências Leoninas. Duas horas de comunhão verde e branca sobre o signo do Leão representado numa bandeira enorme e no coração dos presentes.

Falou-se imenso de Ricardo Sá Pinto e que será uma aposta que dará frutos. Por mim terá o meu apoio desde que corrija as situações como aquelas que se passaram em Setubal. Mas falou-se também de um Sporting (no futebol) com gente que viveu por dentro, com experiência e que lutou pela causa Leonina. É sobretudo nesse campo que temos de crescer. Aproveitar o Know-how de pessoas que viveram uma vida de futebol.

Menos teoricos na Academia e mais ex-jogadores capazes de ensinar os nossos miúdos a serem jogadores mas também a manha que é necessária para deixarmos de ser "comidos".

Seria conversa para muito mais que um almoço , fica no entanto a simpatia, disponibilidade dos 3 convidados "especiais" e o denominador de todas as conversas, o SPORTING CLUBE DE PORTUGAL.

SL

Miguel Damas

quinta-feira, março 08, 2012

A tradição (de ganhar a ingleses) ainda é o que era



Sporting, 1 – Manchester City, 0

Estádio José Alvalade
Árbitro: Carlos Carballo

SPORTING: Rui Patrício; João Pereira, Xandão, Polga, Insúa; Carriço, Matías (Renato Neto) e Schaars; Izmailov (Pereirinha), Wolfswinkel e Capel (Carrillo)

Suplentes não utilizados: Marcelo, Rodríguez, Evaldo e Rubio

MAN CITY: Hart; Clichy, Kolo Touré, Kompany, Kolarov; Milner, De Jong, Barry e Silva; Aguero e Dzeko

Suplentes: Pantilimon, Lescott, Savic, Pizarro, Johnson, Nasri e Balotelli

Golo: 1-0 Xandão

Nuno M Almeida

Any Given Thursday

Vestem a camisola que nos apaixona. Carregam ao peito o símbolo que todos amamos.

On Any Given Thursday, YOU CAN , WE BELIEVE !!!

Vamos rapazes ! Todos Juntos !

SPORTING

Mário Rui Oliveira

http://www.youtube.com/watch?v=veLAoDpPbDg

quarta-feira, março 07, 2012

O Regresso de Modalidades Históricas

Ao acordar inundado de sms que me faziam pensar que já me estavam a chatear do trabalho, eis que a realidade era felizmente bem diferente e sou chamado por alguns amigos para uma entrevista do nosso vice-presidente do Conselho Directivo, Ricardo Tomás, para o regresso do Basquetebol - o meu amor de sempre e que infelizmente estive no encerramento desta secção em 1995-, do Râguebi e do Golfe ao Sporting Clube de Portugal.

Este é o futuro do Sporting, retomar projectos sustentados pela formação para irmos crescendo, como é o ADN do nosso Clube, desde sempre eminentemente formador e que nas mais diversas modalidades tem dado a conhecer ao mundo figuras emblemáticas de muitas delas.

Como o provou o projecto do Hóquei em Patins, brilhantemente liderado por uma pessoa que tenho o prazer em ter no meu lote de amigos, o Engº Gilberto Borges, é possível que um conjunto de sportinguistas que gostem das "suas" modalidades as façam regressar pela base e posteriormente constituam estruturas sólidas para arrancar com equipas competitivas.

Aos que vão fazer regressar estas três modalidades ao nosso Sporting os meus desejos do maior sucesso... ao Conselho Directivo o meu obrigado pela aceitação das mesmas.

Continuo a achar que o Futebol é a mola real e aquela modalidade que nos arrebata os corações. No entanto, ostracizar as modalidades e o nosso passado histórico do ECLETISMO poderá ser catastrófico.

É tempo da retoma!!!

Juvenal Carvalho

terça-feira, março 06, 2012

Os palhaços do apito.....



Não resisto em reproduzir a conferencia de imprensa do treinador JJ no sábado para verificar que passados 4 dias nem Apaf nem Vítor Pereira nem muito menos os Ferreiras, Proenças ou Xistras da nossa praça saíram a terreiro a mostrar a sua indignação perante as declarações do treinador do nosso rival.

Em Portugal é notório que esta classe sem classe nenhuma só se indigna com as queixas ou reclamações do Sporting Clube de Portugal e que em altura alguma fez as suas exposições acusando directamente os intervenientes de má fé.

Parece que há um peso para o que o Sporting diz e aquilo que os nossos rivais de Lisboa ou do Porto dizem. Há muito que somos demasiado benevolentes com aquilo que nos fazem em campo ou mesmo fora dele. Somos demasiado brandos e parece que para se conquistar respeito temos que entrar pelos caminhos dúbios dos túneis, das coacções ou mesmo agressões.

Ao ver também esta semana o vídeo do Armani da Damaia a ameaçar um delegado ou dirigente da liga ou verificar que a cada toque num adversário os jogadores Leoninos levam amarelos e que por exemplo os de Setubal puderam durante todo o jogo usar dureza excessiva com a completa complacência do arbitro pergunto....É preciso fazer o quê para sermos respeitados? Ao que parece as regras e leis não são iguais para todos.

Muito se fala da incapacidade Leonina em encurtar o fosso para esses dois clubes e mesmo ir na mesma pedalada de um excelente Braga mas o engraçado é que somos apelidados de fracos mas mesmo assim ainda nos empurram para baixo como alguém que não sabe nadar e que empurram a cabeça para dentro de agua.

Sabemos que temos limitações, algumas mesmo dentro do próprio clube, não queremos tratamento de excepção, queremos sim um tratamento igual e sobretudo RESPEITO!!!

O futebol nacional é cada vez mais uma brincadeira apenas para uns iluminados. Infelizmente estamos neste estado também por falha directa dos nossos dirigentes.

Ainda iremos a tempo de resgatar de novo o Respeito pela instituição?

SL

Miguel Damas

domingo, março 04, 2012

O rosto da incompetencia


Podemos procurar culpados. Os treinadores que vêm , os que não vieram , os que estão para vir , as suas opções iniciais , a falta de treino e as substituições falhadas, as arbitragens , o relvado ou mesmo a camada do ozono.

Já alguns anos que temos sempre desculpa e esquecemo-nos de olhar para dentro e fazer uma introspecção para ver o que está mal. E qual é o denominador comum do nosso futebol em ligação com as sucessivas direcções?

O director desportivo Carlos Freitas. Com passagens porbBraga e despedido na Grécia já depois de nos termos conseguido "livrar" dele e tendo a dita personagem levado todos os relatórios feitos ao serviço do clube com ele , lá houve a peregrina ideia de voltar a incorporar no Sporting este verdadeiro cancro!

Já nem pegando os péssimos trabalhos feitos no passado em que a desculpa era sempre que ia ao mercado com rebuçados este senhor conseguiu este ano ter 50M esbanjados em 19 jogadores.

Dezanove jogadores!! Escrevo em extenso para que o mais distraído possa realmente ver o quão lesa-Sporting tem sido o trabalho deste senhor. Em 19 jogadores consegue esbanjar 9M num jogador banal que a única coisa de jeito é ser internacional Brasileiro. Um jogador sem um rasgo , que não resolve e que não assume a sua condição de craque e que ao invés se esconde amiúde do jogo.

Que consegue ir buscar 2 jogadores de "vidro" que na recta final do campeonato os dois juntos não fizeram mais de 10 jogos!!!!

O rol enorme de erros do costume em que desta vez não tem o argumento da falta de dinheiro para o safar. É certo que jogadores há que serão opções de futuro no clube mas que há conta da sucessiva venda de parcelas dos passes dos jogadores pouco ou nada farão o Sporting Clube de Portugal fazer mais valias.

Um director que teve luminosa ideia de ir buscar Domingos, que o despede e faz subir um Sá Pinto que não é neste momento treinador capaz para o desafio que lhe foi proposto. Tenho pena de Ricardo Sá Pinto. É um homem que vive o clube e a quem foi-lhe dado um presente envenenado. Um homem que até tenta gerir o plantel mas que não tem jogadores para o fazer. Ontem foi confrangedor ver Ribas jogar com a camisola verde e branca!!! Já nem falando de outros mas ver jogar 90 minutos um jogador banalissimo e esperar algo dele é sintomatico da grande construção de plantel que o senhor Carlos Freitas preconizou.


Um director desportivo que foi incapaz de trazer os restantes 7 jogadores que foram promessa eleitoral deixando mesmo fugir um para o rival de Lisboa. O único contratado foi alguém que ninguém com 2 dedos de testa quer no seu plantel porque faz 1 jogo e pára 6!!!

É tempo de abrir-mos os olhos e ver que é em Alvalade que reside os nossos problemas. A incompetência deste senhor é gritante e ano após anos desperdiça-mos tempo e dinheiro na sua pouca sabedoria.

Era melhor ficar em casa e estudar melhor a sua grande base de dados na versão Football Manager. Foi com Purovic e foi desta vez com Bojinov não é?

É giro brincar aos directores, se fosse noutro clube ainda me passava ao lado. Mas enoja-me a incompetência deste senhor. São anos e anos de prejuízo que levarão muito tempo a tornear.

SL

Miguel Damas

Que a calma impere!

Se durante o jogo de ontem e passadas algumas horas do mesmo estive completamente atónito perante a manifesta incapacidade da nossa equipa principal de futebol, passadas algumas horas e mais a frio apetece-me partilhar convosco um estado de alma e um apelo.
Quanto ao estado de alma quero apenas dizer-vos que algo está mal no nosso Clube e que acredito na boa vontade de Godinho Lopes - inexplicavelmente ausente em Angola em dia de jogo - aquando da sua eleição para levar a bom porto uma nau que estava quase afundada, mas que infelizmente para si e para todos nós, as escolhas se revelaram uns indiscutíveis fracassos. Com Carlos Barbosa, Luis Duque e Paulo Pereira Cristóvão temi o pior por diferentes razões. Infelizmente o primeiro saíu, o segundo ainda lá está, - provavelmente a prazo; e o terceiro, que reprovo liminarmente o género e o estilo de actuação poderá ter mais protagonismo do que hipoteticamente deveria ter e acreditem que não me move mesmo nada de pessoal para com uma pessoa que até desconhecia da sua existência no universo sportinguista até há bem pouco tempo atrás. Este estado de alma leva-me a não ter grandes esperanças de sucesso e quis partilhá-lo. Espero estar enganado.
Quanto ao apelo, esse faço-o à calma e à contenção. O Sporting Clube de Portugal não se faz só de vitórias e infelizmente até perdemos mais do que gostariamos. No entanto, não abandonemos os nossos jogadores e continuemos a apoiar Sá Pinto. Até Maio ainda teremos algo a ganhar e refiro-me essencialmente à conquista da Taça de Portugal, a uma prestigiante presença na Liga Europa - não sou dos que tenho medo de goleadas do City - e acima de tudo pelo prestígio... somos SPORTING!
Continuemos, sem ofensas nem discussões estéreis a apoiar no essencial e a deixar de lado o acessório, que são as guerras internas que a nada levam.
Tem que ser com a ajuda de todos o reerguer do nosso Clube.

Saudações Leoninas

Juvenal Carvalho

sábado, março 03, 2012

Enfim... não dá para mais...



V. Setúbal, 1 – Sporting, 0

Estádio do Bonfim
Árbitro: André Gralha

V. SETÚBAL: Diego; Susman, Ricardo Silva, Amoreirinha e Igor; Bruno Amaro, Hugo Leal e Bruno Gallo; Targino, Rafael Lopes e Miguelito.

Suplentes: Ricardo, Tengarrinha, Zahavi, Djikiné, Bruno Severino, Gonçalo Graça e Reyes.

SPORTING: Rui Patrício; Arias, Xandão, Polga (Rubio) e Insúa; Elias, Carriço (Carrillo) e Schaars (Matias); Izmailov, Ribas e Capel.

Suplentes não utilizados: Marcelo, Evaldo, Pereirinha e André Santos.

Golo: 1-0 Bruno Amaro

Nuno M Almeida

quinta-feira, março 01, 2012

As mensagens de dentro e os papagaios de fora

Podendo eu próprio ser acusado por vezes de alguma falta de contenção quanto a temas mais sensíveis do nosso Clube, já que é esssa a minha forma de estar na vida e de não ser subserviente ou yes man, como agora está muito em voga chamar, existem coisas que compreendo e outras que tenho uma enorme dificuldade em aceitar.
Das primeiras refiro-me ao discurso agegador dos nossos jogadores do futebol principal em torno de Sá Pinto, desde os recém-entrados Marcelo Boeck e Diego Capel, ao sempre nosso Daniel Carriço, sendo esta a única forma de rumarmos ao êxito e de tentarmos inverter um ciclo altamente negativo.
Eu próprio sou dos que aqui afirmei não ser concordante com esta opção por um conjunto de factores. Isso no entanto não me poderá nunca fazer perder o raciocínio e arvorar-me em grande crâneo e quando tu está a correr bem com três vitórias consecutivas e uma crescente empatia - embora seja cedo para tirar ilações - que surja um senhor Comandante que já foi conselheiro leonino, apesar da sua muito recente filiação associativa em contraponto com a sua idade vir para a imprensa tecer afirmações pouco abonatórias como "Sá Pinto tem o coração ao pé da boca", etc...
Isso já sabemos todos... sabemos até mais. Por exemplo que este Senhor Vicente Moura deveria já estar afastado do Comité Olímpico Português por o seu desempenho no cargo estar a ser tudo menos agradável e meritório. Por isso peço a este "papagaio", a quem guardo respeito pela sua idade, que se coíba de tecer comentários numa fase em que precisamos que tudo continue a correr bem com a equipa de futebol. Não é só o Marco Fortes que deveria estar na caminha... este também poderia e deveria estar caladinho.
Isto do mediatismo tem estas coisas. Falar por falar, nem que seja banalidades! Londres 2012 é já daqui a pouco tempo. Dedique-se a isso para não falhar tanto com a representação portuguesa como falhou em Pequim 2008 com atletas uns contra os outros como então se viu com as declarações por exemplo de Vanessa Fernandes.

Juvenal Carvalho