"Tu vais vencer, Podes crer, Porque a nossa força é brutal. Mais de um século de histórias para contar. Sporting, tu nunca vais acabar" - osangueleonino.blogspot.com -

Sangue LEONINO

segunda-feira, fevereiro 28, 2005

GESTÃO RACIONAL

SPORTING, 4 - Estoril, 0

Não fui a Alvalade porque estou com uma tremenda gripe mas vi pela TV uma gestão muito boa a nível do plantel, sobretudo visando a recuperação da fadiga depois do jogo bem-sucedido na Holanda.

Antes de uma partida difícil no Restelo, Peseiro tomou as decisões acertadas no que concerne a esforço de peças-chave, apenas me parecendo que quando o resultado estava 1-0, um Estoril mais forte, treinado pelos leões dos 7 costados, Litos e Carlos Xavier, podia ter feito estragos.

Depois de ter acontecido o melhor resultado ( para nós ) no Dragão, ou seja, um empate, aí estamos de novo no primeiro lugar.

Bem-vindo Niculae!

Liedson a facturar e o SPORTING de novo a liderar!

quinta-feira, fevereiro 24, 2005

EXIBIÇÃO PERSONALIZADA!



Feyenoord, 1- SPORTING, 2

Uma grande noite europeia protagonizada pelo nosso clube num jogo muito atribulado, onde ficou plenamente "demonstrado" todo o fair-play dos adeptos holandeses.

Vi os leões a jogarem muito serenamente, em todo o terreno, ocupando bem os espaços, fazendo desmarcações constantes, enfim, vi todos os ingredientes para que o SPORTING mostrasse cabalmente aquilo que realmente vale.

A jogar sempre assim, com esta lucidez, classe e garra, tanto a presença na final da UEFA estaria garantida como a vitória na Superliga.

Não querendo destacar ninguém, não posso deixar de registar a exibição muito adulta do jovem João Moutinho, o killer-instinct de Liedson e um Rochemback em grande forma ( pena que esta temporada sé se veja a sua classe a espaços... ).

Agora venham os ingleses do Middlesbrough, que esta época ainda não perdemos em terras de Sua Majestade.

Uma provocaçãozinha: será que o jogo nos correu tão bem porque o Peseiro estava proibido de dar instruções para o banco? Venham a críticas a este comentário...
E já agora outra: adeus Benfica, é a vida, até para o ano!

Uma última nota: bem-vindo aos comentários na RTP, Rui Tovar!

Ficha de jogo:

Estádio de Kuip Árbitro: Florian Meyer (Alemanha)

FEYENOORD
Lodewijks; Zuiverloon (Lazovic, 71), Saidi, Gibbs e Bruno Basto (Ono, 46); Castelen, Hofs, Paauwe e Goor; Kalou e Kuijt
Treinador: Ruud Gullit

SPORTING
Ricardo; Rogério, Enakarhire, Hugo (Miguel Garcia, 74) e Rui Jorge; Rochemback, Carlos Martins (Douala, 74), Pedro Barbosa e João Moutinho; Liedson e Sá Pinto (Hugo Viana, 87)
Treinador: José Peseiro

Cartões amarelos: Hofs (59) Golos: Liedson (61), Rochemback (82) e Hofs (88)

domingo, fevereiro 20, 2005

FRAQUINHO

União de Leiria, 0 - SPORTING, 0

Jogo muito fraquinho com a equipa da casa a dominar na primeira parte e o SPORTING na segunda.

Uma grande exibição do Ricardo na fase de maior domínio do Leiria e pouco mais.

Tudo muito pálido e um SPORTING a acusar o desgaste do jogo a meio da semana com o Feyenoord. Aliás, acredito que se houvesse maior frescura física por parte dos nossos jogadores, logo maior discernimento, a vitória estava no "papo".

Paciência. Ainda há muito para jogar nesta Superliga louca e não nos esqueçamos que o FC Porto ganhou no Restelo com a ajuda de um senhor Xistra que mostrou miopia num lance merecedor de grande penalidade por falta sobre o "nosso" Lourenço.

O "tal" sistema ainda respira...

sexta-feira, fevereiro 18, 2005

COMENTÁRIOS DE VOLTA!

Foram tantos os apelos e os pedidos para repôr os comentários, quer por e-mail, quer através de outros blogues, aos quais não podia ficar insensível, que só tenho uma coisa a dizer:

Que se danem os energúmenos que aqui insultam! Por causa deles não vou prejudicar os demais!
E que os seus insultos fiquem sem resposta!

VIVA O SPORTING!

quinta-feira, fevereiro 17, 2005

TRAPALHÃO

No JOGO:

Stefan Messner fechou os olhos a uma grande penalidade (clara) de Saidi sobre Liedson (52') e, pouco depois, em vez de exibir o cartão vermelho a Paauwe, deu carta branca ao "amarelado" médio holandês Paauwe para continuar a bater em tudo o que mexia. Não condescendeu, porém, mais tarde com Custódio (65') e até conseguiu conspirar outra expulsão - a de Peseiro, ao cair do pano.

Está tudo dito!

GRANDE PRIMEIRA PARTE!



SPORTING, 2 - Feyenoord, 1

Uma primeira parte que foi um autêntico hino ao futebol de ataque. Duas equipas voltadas para a frente a proporcionarem um jogo disputado taco-a-taco.
O Feyenoord teve a felicidade de marcar primeiro numa falha defensiva da defesa leonina mas a partir daí o SPORTING pegou no jogo e fez dos holandeses o que quis.
Não fosse Ricardo ter dado uma ou duas fífias e o Feyenoord nem mais oportunidades de golo teria tido, sem ser a do golo.
Na segunda parte a qualidade do jogo caiu e a partir da expulsão de Custódio, que tinha marcado o golo do empate, o SPORTING foi-se abaixo, ressentiu-se disso mas acabou por ter sempre o controlo da partida.
Aliás, ficou uma vez mais patente, a grande importância que Custódio tem neste SPORTING.
Inexplicável foi (?) a expulsão de Peseiro. Por quê o cartão vermelho? E para completar as asneiras do árbitro uma grande penalidade roubada ao SPORTING devido a um puxão claríssimo a Liedson. Enfim...
Gostei da primeira parte quase espectacular do SPORTING, da forma como viraram o resultado mas fica o amargo de irmos à Holanda com um resultado muito perigoso, quando podíamos ir com maior vantagem e de irmos ainda sem Custódio.
Uma nota final: este jogo merecia mais público.

Vamos acreditar!

Ficha de Jogo

Árbitro: Stefan Messner, da Áustria.

Equipas:

Sporting: Ricardo, Rogério (Paíto, 85), Polga, Enakarhire, Rui Jorge (Pedro Barbosa, 83), Custódio, Carlos Martins (João Moutinho, 61), Hugo Viana, Rochemback, Sá Pinto e Liedson.

Suplentes: Nelson, Beto, Paíto, João Moutinho, Pedro Barbosa, Niculae e Mota

Feyenoord: Lodewijks, Zuiverloon, Saidi, Gibb, Bruno Basto, Nicky Hofs, Paauwe, Castelen (Ono, 60), Bart Goor, Lazovic (Kalou, 46) e Kujit.

Suplentes: Babos, Magrão, Pardo, Ono, De Graaf, Leonardo e Kalou.

Marcadores:
0-1, Bart Goor, 07 minutos.
1-1, Custódio, 22.
2-1, Liedson, 37.

Acção disciplinar: cartão amarelo para Rogério (35), Custódio (42 e 65), Paauwe (55), Bart Goor (57), Sá Pinto (90). Cartão vermelho, por acumulação de amarelos, para Custódio (65). Treinador do Sporting, José Peseiro, expulso do banco aos 86 minutos.

Assistência: 19.091 espectadores.

quarta-feira, fevereiro 16, 2005

SPORTING-FEYENOORD

Eis o que Ruud Gullit, técnico do nosso adversário desta noite diz sobre nós:

“Julgo que o Sporting é favorito por jogar no seu campo, enquanto nós ainda estamos a construir uma equipa nova e assim é mais difícil"

“O Sporting não vive apenas de um jogador. Antes tem várias individualidades que podem fazer a diferença, como o Liedson. Depois tem um bom treinador e está a realizar um bom percurso na Taça UEFA”

terça-feira, fevereiro 15, 2005

FIM DOS COMENTÁRIOS

Por causa de vários comentários aqui deixados, de forma reiterada, em vários posts ao que eu escrevo, como os que aqui deixo a amarelo, comentários esses que são escritos mal e porcamente por alguém que ora assina Meireles, 1906 ou jpd, lamento informar que encerro a partir de hoje o sistema de opiniões neste espaço.

"Melhor blog benfiquista: O sangue leonino"

"Façam o que o leonino diz, não façam o que ele faz!"

"Sempre fiel aos seus ideais...destruir o sporting e não ignorar os seus leitores!"

"leonino, es de fraco nivel"

"este blog e de ma qualidade, mto ma...mas tem um paneleiro como editor"


"Absolutamente patético! É por isso que eu não te levo a sério Leonino...já há muito que não te levo a sério"

Não estou para ser alvo de insultos imbecis e rasteiros, antes de mais porque já não tenho idade para aturar criancices de mau-gosto e por outro, por respeito aos demais leitores e ao meu clube de sempre, que não merece ter num blogue a si dedicado, esta linguagem grosseira.

O meu objectivo ao criar este blogue passava por expressar as minhas opiniões sobre factos que respeitassem à vida do SPORTING e ter um espaço onde se pudesse discutir de forma apaixonada mas correcta, o clubismo de cada um, mas tal não é, infelizmente, possível.

Peço desculpa a todos aqueles que a partir de agora ficam privados de dar aqui a sua opinião, e ainda mais lamento que os insultos tenham vindo de supostos adeptos sportinguistas, mas têm que "agradecer" aos senhores Meireles, 1906 e jdp ( provavelmente a mesma pessoa com nick's diferentes ) a decisão tomada.

Só espero que esses energúmenos não sejam do meu SPORTING porque o nosso clube não merece gentalha dessa na sua massa adepta.

As minhas desculpas aos demais!

GRANDE PENALIDADE

Sobre a questão da grande penalidade marcada pelo Sá Pinto no passado domingo, questão essa que a comunicação social tanto tem explorado, só tenho um comentário a fazer:

A garra e o pulmão de Sá Pinto fazem dele um jogador inigualável no plantel leonino mas se estava previamente definido que quem marca as grandes penalidades é o Liedson por que raio tinha de ser o outro a marcá-lo?

Se fosse marcada uma grande penalidade contra o Sporting será que o Sá Pinto pediria ao Ricardo para ser ele a tentar defendê-la? E será que o Sá Pinto vai pedir ao Peseiro para ser ele a orientar a equipa frente ao Leiria?

É certo que o Liedson abusou no atraso que teve ao regressar do Brasil após o fim-de-ano mas isso já lá vai...

domingo, fevereiro 13, 2005

CHUVA DE GOLOS



Frente a um Rio Ave ( que para mim é das equipas, a par do Sp. Braga, que melhor futebol pratica em Portugal ) hoje muito fraquinho, se calhar porque o SPORTING também não o deixou ser melhor, uma goleada à antiga, confirmando o ataque leonino como o mais concretizador da Superliga.

Uma equipa muito certinha, a jogar q.b. mas que quando acelerava dava cabo do juízo à defesa vilacondense.

Destaco pela positiva, a exibição global da equipa, mas também a veia goleadora de Liedson que está de volta, a garra e o pulmão de Sá Pinto e hoje a segurança de Beto e de Polga, tal como a importância vital de Custódio.

Pela negativa, não entendo porque razão a ganhar por 5-0 tem Peseiro medo de jogar com dois pontas-de-lança, qual o motivo para não se saber quem marcaria o penalty ( por que ficou Peseiro especado no banco a assistir à disputa entre Sá Pinto e Liedson? ) e os assobios à equipa quando esta ganhava por 5 golos! Só mesmo em Alvalade...

Em suma: muito frio mas valeu a pena não ter ficado em casa!

Venha o Feyenoord!

segunda-feira, fevereiro 07, 2005

DIGNIDADE

Ainda existe ( ou existia ) alguém na estrutura directiva do SPORTING com dignidade:

O vice-presidente do Sporting, Miguel Ribeiro Teles, demitiu-se das suas funções. Ribeiro Teles não concordou com a forma como Dias da Cunha fez a «nova aliança» com o Benfica e decidiu abandonar o cargo.

Segundo adiantou esta tarde a Renascença, a demissão foi apresentada ainda antes do jogo com o Vitória de Setúbal na passada segunda-feira.


Os motivos ficam a dever-se à aproximação pública entre Sporting e Benfica. As reuniões entre Dias da Cunha e Filipe Vieira tiveram alegadamente lugar sem que o assunto tivesse sido discutido pela estrutura executiva do Sporting.

O dirigente, que nutre o melhor ambiente entre os sócios do Sporting, não concorda com a política seguida pelo presidente do clube, Dias da Cunha, nesta nova «colagem» ao eterno rival do clube de Alvalade.

AFIRMAÇÕES INFELIZES

José Peseiro no final do jogo:

" Com esta derrota, o Sporting ficou mais longe do título, mas não afastado. "

Mas o homem é parvo ou quê? Ele ficou mais longe do primeiro lugar.Isso sim. Ainda tem de jogar com todos os adversários que estão à frente do Sporting e já diz que estamos mais longe do título?
Se calhar, já está a pensar que vai perder com o SLB e com o FCP...

domingo, fevereiro 06, 2005

PESADELO NO FUNCHAL

Marítimo, 3 - SPORTING, 0

Em dois jogos seguidos se desperdiça a oportunidade de ficarmos isolados no 1º lugar.
NO COMMENTS!

terça-feira, fevereiro 01, 2005

ATACAR, ATACAR...E NÃO GANHAR!



SPORTING, 1 - V.Setúbal, 1

Jogo atípico com o SPORTING a dominar completamente esta partida frente a uma equipa treinada pelo próximo treinador do FCP (?) e a terminar com um empate a 1 golo.

É certo que houve muita desinspiração em peças fulcrais da nossa equipa - Rochemback, Carlos Martins e Liedson ( tantos golos desperdiçados ...), mas a exibição, pese embora alguma falta de discernimento em alguns lances e muitos passes errados, até foi agradável e a equipa merecia perfeitamente saír vitoriosa.

Aquele "tal" jogador do Sado cuja contratação andei a pedir, marcou um grande golo, com uma certa dose de colaboração do Ricardo, o qual estava um pouco adiantado ( recordei o golo sofrido na época passada na vitória por 4-2 frente ao Belenenses, em que o Sousa também meteu assim a bolinha por cima do nosso guarda-redes ).

Por outro lado, não compreendi como é que o Barbosa ficou no relvado até final da partida e o Sá Pinto foi substituído...
Enfim, vamos pensar já no jogo com o Marítimo porque está tudo em aberto e continuamos a jogar melhor que os nossos velhos rivais. Aliás, não fora aquele roubo de golo anulado ao Viana frente ao actual líder, no jogo em Alvalade, e o primeiro lugar era nosso.