"Tu vais vencer, Podes crer, Porque a nossa força é brutal. Mais de um século de histórias para contar. Sporting, tu nunca vais acabar" - osangueleonino.blogspot.com -

Sangue LEONINO

domingo, outubro 31, 2010

A noite de Valdés



O Sporting foi hoje vencer a Leiria por 2-1, numa noite onde sobressaíu Jaime Valdés que bisou na partida. Frente a uma equipa incómoda acabamos por ter o jogo controlado, e mesmo sem conseguirmos "matar" o jogo, fica o sabor a justiça pela vitória alcançada.

Ficha de Jogo:
Jogo no Estádio Municipal de Leiria.
União de Leiria - Sporting, 1-2.
Ao intervalo: 1-2.
Marcadores:
0-1, Valdés, 14 minutos.
1-1, Carlão, 22
1-2, Valdés, 41

Equipas:
- União de Leiria: Gottardi, Panandetiguiri, Zé António, Mamadou Tall, Patrick, Diogo Amado (Leandro Lima, 46), Marco Soares, Pateiro (Ruben Brígido, 64), Silas (Zhang, 75), Carlão e N'Gal.
(Suplentes: Mika, Diego Gaúcho, Paulo Sérgio, Ruben Brígido, Marcos Paulo, Leandro Lima e Zhang).
- Sporting: Rui Patrício, Abel, Daniel Carriço, Torsiglieri, Evaldo, André Santos, Maniche, João Pereira (Carlos Saleiro, 93), Valdés (Yannick Djaló, 91), Vukcevic (Zapater, 80) e Hélder Postiga.
(Suplentes: Tiago, Carlos Saleiro, Yannick Djaló, Zapater, Diogo Salomão, Cedric e Nuno André Coelho).
Árbitro: João Ferreira (Setúbal).
Acção disciplinar: Cartão amarelo para Zé António (27), Silas (38) e André Santos (81).
Assistência: 4870 espectadores.


Lion King

Leiria vs SPORTING (20.15) - Sem Margem para errar!!


Paulo Sérgio convocou 18 jogadores para a deslocação ao terreno da União de Leiria. Carlos Saleiro e Yannick Djaló regressam à convocatória após lesão, enquanto Liedson e Matias Fernandez falham o encontro na cidade do Lis. Izmailov, Grimi, Polga e Tales, todos em recuperação, são as restantes baixas no plantel.

Lista de convocados:
Guarda-redes: Rui Patrício e Tiago;
Defesas: Torsiglieri, Daniel Carriço, Evaldo, Cédric, Nuno André Coelho, João Pereira e Abel;
Médios: Maniche, Valdes, Zapater, André Santos, Diogo Salomão e Vukcevic;
Avançados: Saleiro, Yannick e Postiga.


Links de Sites onde poderão ver o Jogo:

(Atenção que o jogo só deve ter Transmissão perto da hora)

http://tvportugalhd.com/
http://futebol365tpaonline.webnode.com/tv-online-/outros-canais/
http://www.fromsport.com/
http://tvacores.net/sport_tv_online.htm
http://www.vitibet.com/index.php?clanek=stream&lang=pt
http://www.soccertvlive.net/
http://adtvextra.blogspot.com/
http://www.myp2p.eu/competition.php?competitionid=&part=sports&discipline=football


Aos Jogadores só digo: FAÇAM-NOS ACREDITAR!!



(:ZenMan:) - Vitor Araújo

sexta-feira, outubro 29, 2010

Pelos vistos ainda há quem seja grato!



Leonino

quinta-feira, outubro 28, 2010

Que Gestão Desportiva temos nós?


Começo primeiramente por fazer um pequeno comentário de opinião pessoal e em seguida um exemplo do que por ai anda “perdido”..!

Já não é recente que andamos muito mal servidos no que respeita a politica de Gestão Desportiva, particularmente no que reforços dizem respeito Vs dinheiro gasto na aquisição dos mesmos, e por outro lado parece ser ocultado esse crasso defeito com frases como “não temos dinheiro como os outros”.

Então vejamos o que foi feito esta época:

Timo Hildebrand = Livre (Não sabemos o salário do jogador mas partimos do principio que será dos mais bem pagos do plantel, resta saber se terá qualidade e oportunidades para agarrar a titularidade)!

Tales Souza = Empréstimo (O Famoso Pinheiro (Bonzai)) que nem ”calça”!!

Alberto Zapater = €2M(Não confirmado) proveniente da Transferência de Miguel Veloso para o Génova (Já lhe vi pormenores bons, mas tem que ser mais aposta e justificar a compra).

Jaime Valdez = €2.2M (Custa a mostrar o seu valor)!

Nuno André Coelho = €1M, proveniente do negócio de Montinho (Tem margem de progressão mas não pode ser um dos Titulares).

Diogo Salomão = €100m a €300m (Um Prodígio, nada a apontar)!

Marco Torsiglieri = €3.2M (Quase em Dezembro e nem ver o investimento a jogar regularmente)!

Maniche = Livre ( Tem valor e provas dadas, como não nos custou, não vejo razão de grande critica)!

Evaldo = €3M (Boa Compra)!

Temos algo na ordem dos €11.5M gastos em novos jogadores para a época 10/11, com €3.1M de investimento que podemos dizer com clareza que foi bem feito, agora fica saber, e o resto?!

Agora um simples adepto, que apenas ama este Desporto e vê inúmeros jogos semanais de quase todos os Campeonatos Mundiais, que poderia fazer melhor? (O Ridículo estaria nesta afirmação que faço).

O que por ai anda e encanta (Abaixo menciono exemplos de jogadores que entrariam de caras neste nosso Plantel):

DEFESA (Brasil):

Dedé 22 Anos / 1.93cm (Vasco da Gama) = €3M a €4M (pelo que é noticiado) Renovou com o Vasco até 2014 mas este miúdo vai chegar ao topo, e vale bem qualquer investimento que possa ser feito nesta altura que o valor do passe “ainda cabe na nossa carteira”!

DEFESA (Argentina)

Juan Insaurralde 26 Anos / 1.88cm (Boca Juniores) = €2M, Não só é o jogador com mais minutos nesta equipa (que nem está a fazer um Campeonato por ai além) como é dos mais “rasudos” que por lá (Apertura 2010) vi jogar, não desiste de 1 lance por mais “perdido que esteja”!

TRINCO (Colômbia)

Alejandro Bernal 22 Anos / 1.87cm (Santa Fé) = (€Valor não sei) Este gajo tem Stamina que nunca mais acaba, luta imenso em campo TEM GARRA, e ainda tem óptimo toque de bola, leva 3 golos no Campeonato!

AVANÇADOS (Brasil):

Jonas 26 anos / 1.81cm (Grémio) = €0 (Prémio só de assinatura para quem se antecipar) Fim de Contrato e melhor marcador do Brasileirão.

Leonardo 28 anos / 1.78cm (Coritiba – Serie B) = Emprestado pelo Avai e está na forma que o catapultou (antes de ser crucificado por ter falhado 2/3 golos de baliza aberta num só jogo e dai o seu empréstimo), sendo um jogador que aprecio e muito, pelo que tem feito esta época, de uma mobilidade para a idade que me faz lembrar o levezinho mas com “arcaboiço” lol.

Isto é apenas um pequeno exemplo e QUANTO SE GASTARIA AQUI (façam as contas e depois tirem as vossas conclusões)?

Com tudo isto, apenas quero dizer (colocando umas perguntas também):

Muito melhor pode ser feito, e é exigido que se o faça em Alvalade, sendo este um Clube que como todos sabemos não vive uma actualidade financeira harmoniosa.

Porque não fazer uma verdadeira aposta em olheiros nos Continentes mais ricos em matéria-prima?

Porque não fazer esse investimento em vez de andar no mercado à caça de “restos” e com gente incapaz de se mover no mercado e ainda por cima sem qualificação?

Porque será assim tão impensável gastar dinheiro no que realmente dá rendimento, e aqui posso mencionar não só o investimento na gestão desportiva com relevância para os assuntos acima mencionados, mas também num treinador de valor e provas dadas no que respeita resultados desportivos e trabalho feito com jovens por onde passou (e já aqui muita vez foi falado de 2 nomes, Mano Menezes e Bielsa muito antes de terem as suas situações clarificadas)?

Eu próprio apoiei o Costinha com a sua entrada em Alvalade, porque não sou de criticar tudo que ainda não mostrou serviço, mas será ele uma mais valia como Director Desportivo, ou apenas serve para mostrar o quanto o Futebol não se insere nas prioridades desta Direcção?

Penso que quase todos que por aqui andam na Blogosfera poderão ter opiniões formadas sobre todo este Tema, e por esse motivo achei por bem fazer este Post!


(:ZenMan:) – Vítor Araújo

terça-feira, outubro 26, 2010

Que Sporting??!?!

Alguém me consegue explicar que entre jogos de preparação e oficiais já se tenha jogado cerca de 22 jogos, ou mais jogos, e não consiga perceber como joga o SPORTING CLUBE DE PORTUGAL?

Em que sistema de jogo?A falta de ideias definidas, ofensivas,defensivas?

4-4-2??4-3-3??4-2-3-1??4-1-3-2??

Gostaria muito de poder dizer que dá para perceber, mas atá agora nada, e por isso se alguém me puder ajudar, prometo ler com muita atenção.
Estou a pedir ajuda sem ironias mas para na próxima evitar o tédio e não mudar de canal, como ao fim de 20 minutos em alguns jogos que já vi esta época (e só não vi 2 por motivos profissionais).
Se alguém me explicar e eu entender prometo - mesmo nas partes mais confusas e aborrecidas - não mudar de canal ou adormecer... como já aconteceu.

ISMAS

segunda-feira, outubro 25, 2010

Taça: Sporting - P. Ferreira

Em sorteio que se realiza hoje referente à 4ª eliminatória da Taça de Portugal, o Sporting irá receber, em Alvalade, o Paços de Ferreira. Pode-se aferir ter sido um bom sorteio, pois jogando em casa temos hipóteses claras de seguir em frente nesta competição, após termos afastado o Estoril na eliminatória anterior.


É para seguir em frente !


Lion King

domingo, outubro 24, 2010

Arrancado a ferros


O Sporting venceu hoje o Rio Ave por 1-0 com o golo a ser marcado por Abel a um minuto dos 90, numa 2ª parte onde por três vezes os ferros nada quiseram connosco, mas a nossa perseverança foi premiada no remate de Abel. A primeira parte foi de uma pobreza franciscana, com o Sporting muito aquém do esperado, mas a vitória foi justa e é essa que conta.


Futebol – 8.ª jornada da Liga.
2010-10-24, Estádio José Alvalade.
Árbitro: Olegário Benquerença. Árbitros auxiliares: José Cardinal e Luís Marcelino.

SPORTING, 1
Rui Patrício; Abel, Carriço, Nuno André Coelho (Torsiglieri, 40 m) e Evaldo; João Pereira, Maniche, André Santos e Diogo Salomão (Jaime Valdes, 68 m); Liedson (Matias Fernandez, 68 m) e Postiga.
Treinador: Paulo Sérgio.
Suplentes não utilizados: Tiago, Zapater, Cedric Soares e Simon Vukcevic.
Disciplina: cartão amarelo a André Santos (36 m) e Hélder Postiga (83 m).
Golos: Abel (89 m).

RIO AVE, 0
Paulo Santos; José Gomes (Cícero, 90 m), Gaspar, Jefferson e Milhazes; Tarantini, Wires e Bruno China; Bruno Gama (Fábio Felício, 78 m), João Tomás e Yazalde (Mendes, 63 m).
Treinador: Carlos Brito.
Suplentes não utilizados: Mário Felgueiras, Ricardo Chaves, Braga, Mendes, Tiago Pinto, Cícero e Fábio Felício.
Disciplina: cartões amarelos a Bruno China (60 m), Milhazes (70 m) e Mendes (76 m).


Lion King

Um lado mais pessoal...



- Há muita gente que ainda pensa que é mais um dirigente sportinguista do eixo Estoril-Cascais...
Pensa mal. Nasci em Lisboa e continuo a viver no centro de Lisboa, por sinal numa casa de família, que foi comprada ainda pelo meu bisavô. O meu avô nasceu na cama onde durmo hoje, em 1901. É uma casa anterior ao terramoto, comprada ainda antes da República e, portanto, é uma casa pela qual temos uma certa relação afectiva.

- Em que rua de Lisboa?
Não quero tornar público.

- Qual é a origem do apelido Bettencourt?
A origem é da Normandia, de um senhor que veio para as ilhas atlânticas depois de uma guerra feudal. Esse senhor tinha 12 irmãos. Por acaso descendo do primeiro desses irmãos, que chegou a ser rei das Canárias, no mesmo tempo em que foi firmado o Tratado de Tordesilhas. Esses 12 irmãos correram o mundo. Muitos foram para o outro lado do Atlântico, outros voltaram para cá. Depois tive raízes insulares, porque este meu ramo ficou nas ilhas e, portanto, tenho uma costela insular forte.

- Madeira, Canárias e Açores?
Tudo Madeira e Açores e, também, do outro lado do Continente. Mais recentemente, uma família de médicos, todos ligados à investigação. Três deles foram directores do Instituto Câmara Pestana.

- Estamos a falar de que altura?
O meu avô foi o último, morreu por volta de 1973/74. Mas, de um lado e de outro, uma família de médicos, que, por acaso, eram amigos. Eu tive a sorte de viver muito com os meus avós. Trabalhavam muito e uma coisa importante que me transmitiram foi o valor do trabalho, independentemente de terem momentos melhores ou piores na vida.

- Vem, pois, de famílias abastadas...
Nunca houve grandes luxos em minha casa, até porque o pai do meu avô era muito velho e ele, muito jovem, teve de alimentar muita gente. Era médico, foi médico do Hospital da CUF, director da companhia de seguros Império, mas médico numa zona economicamente difícil, numa altura de muita pobreza em Portugal. Chegou a contar-me que houve dias em que não trazia dinheiro para casa. A minha avó ficava preocupada, mas ele respondia-lhe: a miséria é tanta que o pouco dinheiro que levava deixei lá.

- Era uma espécie de João Semana?
Ainda hoje encontro gente que o recorda com muita saudade. Nós vivíamos no rés-do-chão e ele no primeiro andar e isso também ajudou sempre à minha educação, a ter um espírito de família muito forte e a ter sempre grande respeito por valores. Foi uma sorte ter sido educado por pessoas mais antigas. Mantenho, hoje, hábitos que aprendi com ele, como preservar uma certa austeridade e preocupar-me com a conservação de coisas. Em minha casa nunca se desperdiçou comida, sempre se comeram os restos do dia anterior.

- Tem irmãos?
Tenho um irmão e tinha outro, que morreu. Éramos três.

- O seu irmão morreu com que idade?
Novo, muito novo. Um ano, por aí. Já não o cheguei a conhecer. Sei que se chamava Alexandre e tenho um irmão que se chama Vasco.

- Esse irmão é mais novo?
Tem menos dois anos.

- Costumavam jogar à bola?
Sim. Tínhamos uma quinta perto de Sesimbra e tínhamos uma propriedade no Alentejo, que foi sempre de família, desde o século XVI, mas que é uma propriedade pequena. Ao contrário do que chegaram a dizer, até aqui no Sporting, nunca fui um latifundiário, mas tenho grande ligação afectiva por essas terras do Alentejo.

- Em que zona é essa propriedade?
Fica no Baixo Alentejo, mas nos anos 70 não havia ainda mecanização, era um trabalho de mão-de-obra intensiva. Quando era miúdo, por essas terras jogava eu à bola e ia aos pombos e aos pardais. Tive, na juventude, uma visão socialmente importante.

- Qual foi a sua escola primária?
Lar da Criança. Era um colégio. Depois, os meus pais proibiram-me de andar em escolas privadas e, portanto, a partir da instrução primária andei sempre em escolas oficiais. Primeiro, na Escola Manuel da Maia, que era costas com costas com o Casal Ventoso. No primeiro dia de escola roubaram-me os cromos da bola, que eu estava a coleccionar com tanto entusiasmo... ia sempre de eléctrico para a escola. Depois frequentei o Pedro Nunes e, mais tarde, aluno universitário, a Universidade Nova. Toda a gente acha que sou da Católica, até o meu antigo patrão achava isso. É uma coisa que me persegue...
Um 16 a economia Marxista.

(excertos da segunda parte da entrevista a José Eduardo Bettencourt, hoje publicada na BOLA)

Leonino

sábado, outubro 23, 2010

"O futebol português tem um défice de coragem"



- Disse, durante a campanha eleitoral, que este era o desafio da sua vida. Catorze meses depois continua com a mesma ideia?
- Tenho essa consciência. Para se ganhar na vida são precisas condições e eu sabia que as condições de que disporia seriam menores relativamente às da concorrência. Sei que corro riscos, que serei julgado pelos resultados e nada mais; e sei ainda que o desafio que aceitei é muito, muito difícil. Mas também sei que há coisas que estão a ser feitas e que, se as quiserem aproveitar mais tarde, serão muito importantes.

- Conhecia os riscos que ia correr?
- Como no Sporting, por norma, não há milagres, sabia que o risco era brutal e disse-o em casa. Hoje estou à vontade para dizer que disse à minha família: a probabilidade de espetanço é de 90 por cento. E espetando-me no Sporting a 90 por cento estou morto para o resto da carreira. Mas quando percebi que ninguém queria o lugar - porque aquilo a que assisti foi a desculpas esfarrapadas - era preciso alguém que assegurasse a parte do bater no fundo para depois vir um verdadeiro Messias.

- Tem havido bastante turbulência à volta do clube, o que não ajuda...
- O clima criado em torno do Sporting transmite-se a todo o lado. Se um jogador entrar em campo a pensar que o presidente viu «um cartão amarelo» e se calhar no dia seguinte não estará cá para pagar o salário, está criado um cenário de perturbação. Tive uma expressão infeliz, aquela do terrorismo, e já pedi desculpa. Mas ninguém comenta a forma baixa e ordinária como tenho sido tratado por algumas pessoas.

- Estava habituado a ser elogiado. Desde que chegou à presidência do Sporting, tem sido alvo de inúmeros ataques. Como convive com isso?
- A vida é assim. Levo muito na cabeça mas há problemas mais graves. A fome e o desemprego são muito mais graves do que isso tudo... É isso que digo aos meus filhos: durmam descansados, façam o melhor que sabem e sujeitem-se à crítica ou ao elogio.

- Não é utópico querer ganhar quando os concorrentes directos têm orçamentos três vezes superiores?
- É o que as pessoas exigem.

- Insistimos: não é utopia?
- Utilizei uma expressão quando isso me foi perguntado na apresentação de Paulo Sérgio: temos obrigação de andar lá em cima. Claramente, temos de ficar 15 pontos à frente do Sp. Braga. Indiscutivelmente. Ainda para cima acho que não estamos no topo da tabela por um conjunto de circunstâncias e coisas

- Está arrependido do rumo que escolheu?
- O Sporting tinha de passar pela fusão da tecnocracia com a emoção, com os valores do Sporting, com a cultura do Sporting. É facílimo perceber que o Sporting criou, nestes últimos anos, algumas expectativas, mas foi sempre um projecto atormentado. Não podemos ignorar que houve divergências, saídas e entradas, e muito pouco entendimento, por vezes, sobre questões básicas.

- Admite que os adeptos possam não ter visto em si aquilo que desejariam como imagem do poder?
- Acho que têm razão, porque sempre muito humildemente disse que podia não ter perfil para isto. Mas também sabia que isso não era decisivo, porque no passado houve uns com mais e outros com menos perfil e isso não fez diferença nenhuma.

- Tem agora a ideia de que o futebol visto por dentro é bastante mais complexo do que aquilo que as pessoas possam pensar?
- É. Para já, a grande diferença é o mediatismo, que atrapalha muito. E vou dar um exemplo: não estou satisfeito com este colaborador e vai sair desta posição e vai para aquela. O assunto morre ali. Basta uma pessoa trabalhar na esfera do futebol e a probabilidade dessa pessoa falar com dez jornalistas é grande. Ainda para mais numa casa com a tradição de várias correntes, várias ondas, etc..
Depois, há componentes muito mafiosas, muito complexas. É fácil dizer que se podia ter sido feito assim ou assado, mas os agentes de jogadores, o facto de o mercado ter só dois momentos e de haver uma complexidade regulamentar e desportiva própria, tornam tudo complicado. Mas também tem coisas fascinantes e pessoas do melhor que há.

- Qual é hoje a sua visão concreta do futebol português? É a que esperava ou vai além daquilo que era a sua imaginação?
- No lado mais racional, penso que, hoje em dia, o futebol português tem um défice de coragem. Um país como Portugal não pode gastar o que gasta no futebol. Obviamente pode haver modelos de mais ou menos sucesso, mas todos os modelos são de alto risco. Penso que, se calhar, vamos ser obrigados a esse esforço mais cedo ou mais tarde. Obviamente que se a concorrência acelera muito, se não aceleramos ficamos para trás e isso pode ter várias implicações. Quanto ao resto, sinto que há um futebol que tem 95 por cento de pessoas extraordinárias. Depois acho que há uma componente de país pequeno terrível, muito baixa. Há cinco por cento de mafiosos!

- O Sporting não beneficia do ódio enorme entre as lideranças de Benfica e FC Porto?
- Temos tentado contribuir para o sucesso da indústria do futebol. Temos divergências e já engoli sapos. Mas para mim o backstage não é importante, a imagem que deve passar para a opinião pública é a das coisas boas.
(...)
A minha relação com o Costinha e o Paulo Sérgio é a melhor possível. Acredito e confio plenamente em ambos.
(...)
Temos de ser diferentes praticando. Não basta dizer que somos diferentes.
(...)
O dia mais difícil que vivi até hoje ocorreu quando foi muito empolada a questão do meu salário, que eu tinha feito questão de tratar com total transparência.
(...)
Não tenho relação fácil o com o poder. Não fui formatado para isso.
(...)
Ganhava bastante mais na banca. Mas isso está comprovado. Mostrei ao presidente do Conselho Fiscal. O dinheiro que ganhei no últmo ano não deu para pagar o IRS que tive de pagar agora, no final de Setembro.
(...)
O 'forever' foi uma maldade brutal que me fizeram porque foi dito num contexto expecial, como quem diz não me chateiem.
(...)
Nunca senti falta de apoio mas a vivência no Sporting é altamente desgastante.
(...)
Acusam-me de elitista mas eu é que sou vítima do elitismo.


(excertos da entrevista a José Eduardo Bettencourt, hoje publicada no jornal A BOLA)


Leonino

sexta-feira, outubro 22, 2010

O jornalismo da nossa praça......



Quando nos queixamos de tratamentos dúbios, normalmente somos apelidados de "calimeros" mas estes dois exemplos servem para demonstrar o tipo de erro e a mentira muitas vezes repetida que pode tornar-se verdade.

No primeiro exemplo temos um jornalista parcial. Daqueles que é como o algodão, não engana ninguém embora passe o tempo a tentar. Pode até iludir o mais distraído mas aqueles que seguem com atenção a vida do clube identificam estas omissões propositadas e com "agenda". Não tenho que fazer a defesa de Paulo Pereira Cristóvão mas faria o mesmo com José Eduardo Bettencourt se fosse necessário. Os ditos desacatos aconteceram bem antes, quase uma hora e meia antes de Paulo Cristóvão ter discursado e falado da tal lista. Uma mentira que serve o propósito de quem? Apenas para envenenar o já de si "quente" ambiente em Alvalade. Mas de Bernardo Ribeiro tudo se espera, alias bastava ter lido as defesas quase impossíveis que fez a Paulo Bento e Pedro Barbosa quando as coisas já não funcionavam.

A segunda crónica então é de uma falta de respeito gritante para com ex-treinadores e jogadores que passaram ao longo dos últimos 7 anos por Alvalade e para com o próprio Sporting, dando uma imagem de fraqueza mentirosa quando em Alvalade já se assistiu a goleadas por 5 ou mais golos. Qualquer dia apenas tinha existido os 0-5 com o Bayern Munich e estas duas recentes mãos cheias contra o Levsky de Sofia e Gent....

Nem me dei ao trabalho de procurar muito mas por exemplo lembro-me de uns 6-1 ao Boavista no ano de Peseiro para o campeonato, uns 5-0 também para o campeonato contra o Rio Ave ou uns 5-1 contra o Nacional num dos anos de Paulo Bento. Nem procurei na taça de Portugal ou da liga.
Na competições europeias julgo que sim, que nos últimos anos não marcamos mais de 4 golos a ninguém. Mas não consigo compreender esta continua necessidade de diminuir os feitos do nosso clube em detrimento das loas constantes a nossos rivais.

Para finalizar e com toda esta má comunicação social que seria de nós se em 12 jogos oficiais tivéssemos perdido 6 ??!!!! Imagino as parangonas dos jornais....Mais vale cair em graça que ser engraçado!!

SL

Miguel Damas

quinta-feira, outubro 21, 2010

Mantém-se a veia goleadora na Europa



Sporting, 5 - Gent, 1

Estádio José de Alvalade

Árbitro: Alan Kelly (Irlanda)

SPORTING: Hildebrand; Abel, Carriço, Polga (Torsiglieri), Evaldo; João Pereira, Maniche (Zapater), André Santos, Salomão; Liedson (Vukcevic) e Postiga.

Suplentes não utilizados: Tiago, Matías, Valdés e Nuno André Coelho.

GENT: Jorgacevic; Baric, Wils, Hanstveit, Skarabot; Thijs; Azofeifa, Ljubijankic, Smolders; El Ghanassy e Ibrahima. Suplentes: Bruzzese, Coulibaly, De Smet, Arbeitman, Soumahoro, Wallace e Grondin.

Golos: Salomão, Liedson (2), Maniche, Helder Postiga e Wils.

Ao intervalo: 4-1


Leonino

Tenham a GENTileza de vencer por nós.....


Hoje vou faltar mas o meu coração baterá ainda mais forte por não estar presente. É o segundo jogo que irei falhar este ano em Alvalade. Se da primeira vez a causa foram umas férias no suposto 3 mundo (já não sei se não estamos é nós nele) desta vez é por motivos profissionais.

Eu como adepto sou tipo aqueles jogadores abnegados, custa-me imenso ficar de fora. Para mim ver o SCP nunca é na televisão, isto desde que o jogo seja em Alvalade. Fora de casa já é outra louça. A não ser que todos os jogos fora fossem com os preços do jogo da taça contra o Estoril.

Ir a bola por 6 euros é coisa rara hoje em dia. Ainda mais se o jogo for fora de casa. No entanto numa tarde soalheira e perante um sol radioso, milhares de Sportinguistas e muitos em família fizeram uma procissão até ao Estoril, Amoreira para ver o seu clube de coração jogar.

Foi uma óptima comunhão leonina. Pena é que a equipa tende em não pagar da mesma moeda.
Realmente percebo as palavras do presidente quando diz que falta um clique. Mas umas quantas vitórias por si só não chega. Temos a imagem do ano passado. 5 mil em Madrid para apoiar a equipa no meio de uma época miserável.

Olhamos para a equipa e falta classe. Fulgor!! E criatividade, daquela emotiva, de jogadores que partam para cima dos adversários. Ganhamos de soluço, isto é, sempre muito em esforço, sempre sem deslumbrar. Faltam heróis ao povo leonino!! Alias no meio daquele deserto terrível que foi a primeira parte, a aparição de Liedson na segunda foi um oásis que veio mexer com a "torcida" verde e branca!! Quer queiramos quer não e mesmo em baixo de forma, Liedson é o nosso único jogador de classe!!

É necessário trazer mais e melhores jogadores para Alvalade. Mas não é neste processo actual de catálogos de jogadores apresentados por empresários. Na sua maioria das vezes jogadores no ocaso da carreira que aproveitam a falta de rumo e visão para se "colarem" em Alvalade.

Temos assistido a isso nos últimos 8-9 anos. Poderia fazer um exercício dos jogadores que em condições normais não vestiriam a linda camisola verde e branca e que por cá andaram!! Não vale a pena bater no ceguinho, não é de passado que quero falar mas sim de presente\futuro.

É necessário voltar a ter um scouting bem estruturado a nível mundial! Não teremos dinheiro para atacar jogadores de top na Europa mas teremos sem duvida capacidade para aliciar jogadores sul americanos ou da segunda divisão europeia!!

É preciso voltar a trabalhar bem nesse aspecto. Ter pessoas qualificadas a fazerem observações e atacar o mercado com decisão e celeridade!! O resto vem por acréscimo, o mais difícil é ter a visão para iniciar o investimento e trabalhar bem para haver retorno. Percebo o clique caro Presidente mas não compreendo porque nos deixamos ficar em vez de irmos a procura. Será que não chega de sermos "comidos" pelos abutres do futebol?

Ainda pegando no preço dos bilhetes, pergunto, não seria mais benéfico ter também preços mais baratos em Alvalade fazendo o mesmo lucro mas tendo o dobro dos leões? Os tempos que correm são de crise, nem todos podem pagar, nem todos podem ser sócios, mas todos querem continuar a alimentar esta paixão verde e branca.

Logo a noite espero no pouco que conseguir ver, uma vitória. A liga Europa ao contrario do campeonato nacional e tirando o susto Brondby têm sido um agradável passeio e um bom exercício para alimentar prestigio.

Somos um clube respeitado lá fora. Muito mais até que cá dentro, onde uma comunicação social não é isenta e presta vassalagem norte e a sul de Alvalade. A norte por respeitinho e a sul por uma mentira de 6 milhões a qual convêm alimentar.

Se jogarmos no nosso melhor faremos sem dúvida os 3 pontos, no entanto espero que o treinador meta na cabeça que não é com jogadores lentos e alheados ao jogo que vamos criar perigo. E sobretudo que se trabalhe mais. Os 90 minutos apresentados no Estoril foram confrangedores, não há mais de 3-4 toques seguidos entre jogadores Leoninos e normalmente sempre para trás e para o lado. A equipa não se mexe, joga estática aparentando falta de entendimento!!

É tempo de apresentar melhorias. Estamos quase em Novembro e andamos ainda a apalpar terreno e a fazer experiências.

Rui Patrício ficou de fora dos convocados, deixando a Hildebrand o caminho aberto para ser titular. Julgo que o alemão será importante no crescimento do jovem Patrício. Falta a este ter alguém com quem possa aprender e subir mais uns patamares de qualidade.
E por vezes não é só jogando que se aprende. Ver alguém mais experiente jogar é também benéfico para o crescimento de um atleta.

Não gosto de alvitrar 11 iniciais mas espero sinceramente que Paulo Sérgio não mude radicalmente a táctica apenas e só para jogarem Liedson e Postiga de inicio. E sobretudo que não jogue com aquele 4-4-2 primário com os dois médios centros lado a lado....

Aquilo que gostaria de vaticinar era uma vitória do SCP. E espero que seja alcançada!

SL

Miguel Damas

terça-feira, outubro 19, 2010

Ricardo "Coração de Leão"

Dou por mim imensas vezes a pensar:

“O que aconteceu para nos encontrarmos neste estado?”

Parece que tudo, hoje em dia, gira em volta do PODER, que uns desejam e que outros se recusam a largar, quando a finalidade ou uso desse poder devia ser orientá-lo em prol do que realmente engrandece uma instituição como o SPORTING CLUBE DE PORTUGAL!

Tento encontrar motivos, analisando tudo em que meto as mãos relacionado com o meu clube de coração, para que algum alívio seja encontrado nessa interminável busca, e digo “alivio” porque é-me por vezes impensável acreditar naquilo que mais lógico me parece, que é o da pura satisfação de certas e determinadas pessoas em engrandecer seus egos, e não os egos de adeptos e sócios que tanto sofreram e sofrem, riram e riem, choraram e choram, viveram e vivem em função de um só nome, uma só instituição e uma só potencia, o SPORTING CLUBE DE PORTUGAL!

Dei o nome deste Post de “RICARDO, Coração de Leão”, porque ele (RICARDO SÁ PINTO), não é nada mais, nada menos, que um Símbolo de Honestidade, Coragem e Dedicação pela mesma instituição que todos amamos, e que por me rever na Personalidade dele, pelo jogador que era, pela luta constante contra as injustiças perpetradas contra ele, e simplesmente porque é uma pessoa que apenas diz NÃO, NÃO brincas comigo, NÃO fazes o que queres e NÃO permito que alguém seja ou tenha poder suficiente para destabilizar um clube como o SPORTING CLUBE DE PORTUGAL, porque depois de jogadores passarem, treinadores, dirigentes, ficam sempre em TODO E QUALQUER MOMENTO os ADEPTOS, e esses são a maior força e maior Património do clube, e por esse mesmo motivo, decidi editar este Post, lembrando talvez uma ou mais pessoas, do que realmente somos feitos e do quanto NÃO DEVEMOS SER PASSIVOS, no que respeita a nossa crença e ESPERANÇA de ver o nosso grande amor erguer-se novamente, não olhando quase nunca para o que a pessoa ao nosso lado pensa, mas sim o que NÓS, como indivíduos e livres de expressar as nossas ideias achamos que seria correcto desejar, e o que alteraríamos se fosse o caso, para que a única finalidade desse sentimento, ideia, argumento e/ou desejo fosse atingido.

Não seria capaz de viver na passividade, quando essa mesma acção tivesse consequências visíveis e destrutivas para com tudo que representa um clube desta enormidade e história, tanto não seria capaz como sempre dei por mim nunca inteiramente satisfeito com algo de positivo que tenhamos feito e/ou criado na fase de crescimento deste clube até aos dias correntes, porque sempre achei, que a satisfação total é inimiga da perfeição ou um travão para o crescimento rápido e competente.

Vivemos anos difíceis, sim ANOS DIFÍCEIS e não deve existir LEÃO que não se sinta envergonhado ou alvo de chacota por parte da oposição clubista, e por isso e muito mais, que em NOSSA casa se tem passado, não feito, sido insuficiente e existido no nível do medíocre e incompetente de à 15 anos a esta data, eu quase todos os dias “DOU POR MIM A PENSAR”…

SL

(:ZenMan:) – Vítor Araújo

PS: Este Post traduz um sentimento meu, uma identificação minha e um estado de espírito meu, não desejo entrar novamente em conflitos, apenas alertar, quer sejam oposição ou não, destas sucessivas direcções, que o mais importante é, NÃO SEJAM PASSIVOS e nunca permitam que o vosso AMOR e PAIXÃO pelo clube MORRA!

Uma palavra de incentivo..

"O vice-presidente e sócio número 2 do Sporting, Mário Moniz Pereira, "continua internado" na unidade hospitalar onde deu entrada domingo, mas "encontra-se bem e revela sinais de boa disposição", revelou hoje o site do clube.

O professor Moniz Pereira, de 89 anos, figura proeminente do atletismo nacional, sentiu-se mal no domingo, o que motivou o seu internamento hospitalar, tendo hoje realizado uma bateria de exames que prosseguirão terça feira.

Alguns desses exames "requerem algum tempo de preparação" e os médicos optaram "por mantê-lo internado", acrescenta o site do clube."

O Sangue Leonino deseja umas rápidas melhoras a um dos mais ilustres Homens do desporto nacional e do Sporting em particular.

The Best One

domingo, outubro 17, 2010

E vão 3!! Andebol: FC Porto 32 - 25 SPORTING CP

Os dragões até começaram mal, mas rapidamente deram a volta à desvantagem de 5 golos que os leões tinham cavado, tendo chegado ao intervalo já na frente do marcador. Os campeões nacionais vieram mais eficientes para o segundo tempo e construíram pouco a pouco um resultado que não deixa margem para dúvidas.Esta é a terceira derrota consecutiva para os leões, que continuam na segunda metade da tabela, embora em igualdade pontual com mais quatro equipas. O F.C. Porto tem os mesmos 19 pontos do Benfica, ambos com 6 triunfos e uma derrota.

Resultados da 7ª jornada:
Benfica - São Mamede, 37-23
Belenenses - Águas Santas, 31-27
Colégio 7 Fontes - São Bernardo, 25-22
Madeira SAD - ABC, 21-20
Sporting Horta - Xico, 34-28
FC Porto - SPORTING, 32-25

Classificação: 1-Benfica, 19 pontos; 2- F.C. Porto, 19; 3- ABC, 17; 4- Belenenses, 15; 5-Sp. Horta, 15; 6- Madeira SAD, 15; 7- Sporting, 15; 8- Águas Santas, 15; 9- São Mamede, 12; 10- Xico, 9; 11-Colégio 7 Fontes, 9; 12- São Bernardo, 8.

Não vejo que o Andebol esteja mal organizado ou sem capacidade humana de travar qualquer adversário, e não sendo eu um adepto ferrenho desta Modalidade apesar de a ter praticado vários anos, fico-me com estas últimas palavras:


Não será esta a altura ideal de substituir o Treinador, antes que fiquemos definitivamente afastados do Titulo?

SL

(:ZenMan:) - Vítor Araújo

sábado, outubro 16, 2010

Um osso duro de roer... até Liedson aparecer



Estoril, 1 - Sporting, 2

Campo António Coimbra da Mota

Árbitro: Pedro Paixão

ESTORIL: Cléber; Anderson Luís, Luiz Alberto, Lameirão e Jefferson; João Coimbra: Luciano Bebé, Tiago Costa e Vinicius da Cunha; Alex Afonso, Tiago Costa e Paulo Sérgio.


Suplentes: Vagner, Tony Taylor, Tiago Bernardi, Clodoaldo, Nelsinho, Steven Vitória e Erick.

SPORTING: Tim Hildebrand; Abel, Daniel Carriço, Polga e Evaldo; André Santos e Zapater (Salomão); Vukcevic (Liedson), Matias (João Pereira) e Valdez; Postiga.


Suplentes não utilizados: Tiago, Torsiglieri, Cedric, Nuno André Coelho.

Golos: Alex Afonso, Liedson e Postiga

Ao intervalo: 1-0


Leonino

Taça de Portugal: Estoril - SPORTING (17:00h) - Campo António Coimbra da Mota

Paulo Sérgio operou várias mudanças na convocatória, tendo em vista a visita ao campo do Estoril, a contar para a terceira eliminatória da Taça de Portugal, com as principais novidades a ser a estreia de Tales e os regressos de Nuno André Coelho e Liedson, após lesão.

Quem fica de fora por motivos clínicos são: Pedro Mendes e Marat Izmailov, a recuperar das respectivas intervenções cirúrgicas, Carlos Saleiro, que realiza um trabalho individualizado de compensação muscular, Leandro Grimi, mialgia da coxa esquerda, Yannick Djaló, mialgia do adutor direito e Maniche, lombalgia de esforço.

A lista completa dos 19 convocados é a seguinte: Hildebrand e Tiago (guarda-redes); Torsiglieri, Daniel Carriço, Anderson Polga, Nuno André Coelho, João Pereira, Abel, Cedric Soares e Evaldo (defesas); Matias Fernandez, Jaime Valdes, Zapater, André Santos, Tales e Vukcevic (médios); Diogo Salomão, Liedson e Hélder Postiga (avançados).

Proença será o árbitro


Estarei lá a fazer o que sempre me tem competido, APOIAR O SPORTING CLUBE DE PORTUGAL.

E como bem foi dito por um amigo hoje logo pela manhã:

"Hoje é dia de bifana e mine!!! Amoreira é o local. E porque? Porque o SPORTING é o nosso grande AMOR!!!!"


E vocês caros Leões, que jogo esperam para logo?


SL


(:ZenMan:) - Vítor Araújo

Porque 90 por cento de quem nos critica se algum dia lhe pusessem um apito na boca borravam-se todos......


A frase lapidar foi proferida há umas quantas semanas pelo senhor da foto num curso de arbitragem ministrado a possíveis novos senhores do apito.

E acrescenta o arbitro Português, "Não tenho dúvidas de que todos vocês gostariam de ser atacados como eu e os outros colegas somos. Se pudessem não ser óptimo, mas porque significa que chegaram ao patamar mediático".

Mas que patamar mediático fala este senhor? Sinceramente e olhando para as prestações semanais deste "artista" vaidoso é de nos interrogar que caminho tem um arbitro que percorrer para chegar a internacional e que favores terá que fazer?

Sim, porque este senhor é pródigo a desvirtuar resultados e inclinar campos de jogo. Mas numa soberba sem limites ainda teve tempo para mais uma tirada, "Só os fortes sobrevivem, porque se nós não fossemos fortes, trucidavam-nos com toda a facilidade. Se não fossemos capazes de aguentar, fazíamos o que faz o comum dos mortais, que era virarmo-nos e desatarmos à bofetada. Temos de ter a capacidade e a força de espírito para resistir"

Realmente quem tem que ter força e capacidade de resistir será por exemplo o adepto Leonino que ano após ano vai assistindo a uma guerra sem cartel da parte de FCP e SLB e em que é sistematicamente empurrado para trás. Não quero com isto fazer um discurso de coitadinho mas é publico e factual que dos 3 grandes, o nosso clube é de longe o mais prejudicado e isto sem fazer metade do barulho e "banzé" que os nossos rivais de circular ou a norte fazem!!!

Quando este senhor diz que "Esta capacidade só está ao alcance de meia dúzia de predestinados, porque 90 por cento de quem nos critica se algum dia lhe pusessem um apito na boca borravam-se todos, a começar por um senhor que não digo o nome, mas tem o cabelo encaracolado" eu assim de repente só posso pensar.

Destes 90 por cento que se borravam se calhar só 10 por cento seriam parciais. Dou como exemplo um jogo da taça de Portugal em que este senhor no prolongamento e com o jogo em 0-1 a favor do Sporting em pleno estádio do Dragão conseguiu no meio de um aglomerado de jogadores dar amarelo ao único jogador que já tinha cartão expulsando-o e permitindo o FCP de chegar ao empate e eliminar-nos nas grandes penalidades.

Será esse tipo de arbitragem aquele que está apenas ao alcance dos predestinados?!!! No Sporting e por tudo aquilo que vou falando entre adeptos não queremos benefícios!!! Queremos sim isenção e transparencia!!! Todo este ruido de fundo entre os nossos rivais vem provar que o nosso clube está bem acima desse jogos de interesse mas bem abaixo nas possibilidades de poder dentro de campo bater-se de igual para igual com os nossos adversários.

Como combater este cancro? Bem, para mim que joguei a bola e andei anos e anos a competir mas sempre me guiei pelas regras do jogo e abomino mentira ou batota julgo que o único caminho a percorrer para além de termos que jogar por vezes o dobro é ter uma posição de força constante para com os organismos que regem os arbitros. Já sabemos que em Portugal não podemos descurar os organogramas das estruturas, não para podermos ser beneficiados mas apenas e só para controlar.

Até porque a classe(?) de arbitros sempre que criticada têm tendencia em ripostar, quem não se lembra da celebre época do luto? Em que cada jogo era pior que o outro, o culminar de varias "azias" e até uma falta de comparencia a um jogo em Faro?

É tempo de desmacarar este polvo e afastarmo-nos de gente que gosta de remexer e controlar o submundo do futebol nacional. Este é um problema que ultrapassa todo e qualquer presidente do SCP mas é tempo de deixarmos de ser anjinhos e impedir que sejamos batidos sem ser pelo valor do adversários.



A margem de isto, hoje é dia de Taça!!! E mesmo aqui ao lado de "mi casa".
Fiz força perante varios Sportinguistas e lá estaremos 7 para acrescentar ao mar verde e branco que espero invada a amoreira!!! Será mais uma jornada de Sportinguismo e espero eu de vitória!
Dizia o consocio 8 aqui no blogue que depois da assembleia o "ambiente" está mais salutar e calmo. Julgo que sim, tem razão, há uma vontade das pessoas em unirem-se e em vez de trocas de insultos trocar ideias e opiniões em prol do SCP. Isso é benefico!! Quanto a equipa, todos temos os nossos "amores" ou "odios" de estimação mas quando salta a redondinha queremos lá saber se A ou B joga ou se C e D estão no banco. Queremos é ver o "NOSSO GRANDE AMOR" vencer!!!

SL

Miguel Damas

sexta-feira, outubro 15, 2010

Um grande reforço de Inverno

Num dia triste onde se regista o desaparecimento do inesquecível Malcolm Allison, haja agora uma boa notícia para compensar a anterior: o Sangue LEONINO tem o prazer de anunciar a chegada à sua equipa de editores por parte do nosso amigo Vítor Araújo, também conhecido por ZenMan.

Que sejas muito bem-vindo, que nos brindes com posts pertinentes e interessantes, e sobretudo que ajudes a manter um tom de discussão de ideias e opiniões que se quer vivo e sadio, dentro do espírito de democraticidade e de abertura a varias correntes de opinião, do qual este blogue se orgulha.

IN MEMORIAM



Malcolm Allison
1927-2010

Um treinador de uma equipa que marcou a história leonina, um homem que orientou grandes craques (Jordão, Manuel Fernandes, Oliveira, Meszaros...) e um condutor de atletas que deixou uma marca única e singular na nossa história, selada com títulos nacionais (campeonato e taça): Big Mal, para sempre na memória sportinguista!




Leonino

Não há fumo sem fogo

No passado mês de Maio publiquei um post onde referia que fonte bem situada dentro do clube me dizia que Zigic estava na calha para ser contratado. Nessa altura chamaram-me especulador, um bluff, etc, etc.

Zigic é alvo pretendido

Afinal a capa de hoje do jornal O JOGO vem dar-me razão: o pinheiro sérvio sempre foi um alvo. Seria bom que certos meninos de vez em quando metessem a viola no saco.




Via VERDE

quinta-feira, outubro 14, 2010

Uma assembleia de LEÃO!!

Antes de mais faço uma ressalva. Toda a assembleia foi vista aos olhos de alguém que é critico mas que têm o Leão como símbolo. Serei por vezes incomodo mas não tenho intenções politicas nem tenho "agenda" para me chegar ao poder. Apesar de ter votado contra no relatório de contas em momento algum fiquei chateado nem sequer melindrado. Votei de consciencia naquilo que são os meus valores e ética e não fui na corrente ou a reboque de algo.

Como em todas as assembleias é um local propicio para rever sócios, meter conversas em dia ou debater civilizadamente o nosso clube. Nem todos sobem ao palanque mas todos têm uma opinião.
Uma vez mais debati o clube com pessoas que têm outro ponto de vista e que me fazem tambem elas ver por vezes as coisas de outra maneira. Apesar de tudo e mais alguma coisa a assembleia de ontem foi um momento de Sportinguismo. E apesar de por vezes ofendido o Leão mantem-se de pé mesmo para quem fala de belenização. Ter quase 800 associados a meio da semana metidos num pavilhão exiguo e abafado a "discutir" Sporting é um sinal de força associativa quer queiram quer não.

Quanto a assembleia em si digo-vos que foi bastante acalorada mas apenas manchada por essa escaramuça rapidamente sanada. Não falarei dela porque primeiro estava longe e segundo julgo que seria apenas mais uma acha para uma fogueira que já arde há muito.

Gostei que José Eduardo Bettencourt tenha dado o braço a torcer e tenha feito um mea culpa em relação a acusação de terroristas. Julgo que no seu discurso sobre o facto de tudo ser posto em causa têm alguma razão. Mas julgo tambem que esse por em causa resulta de um cansaço de anos de erros repetidos sistematicamente. Lá está, uma maior abertura para ouvir se calhar iria melhorar os canais de comunicação e baixar o nível de contestação.

Porque sejamos francos. Porque falamos do passivo? Porque a equipa de futebol profissional apresenta resultados e exibições miseraveis!! Não creio que falte apenas um clique, mas ao escolher alguem sem provas dadas como treinador ou director e a ausencia de reforços de peso ou nome levou a que tanto equipa como direcção seja semanalmente postas em causa ao sabor de um qualquer resultado menos positivo.

Da minha parte apenas quero sentar-me no meu lugar no estádio ou no pavilhão e ver equipas competitivas de leão ao peito discutir o resultado com qualquer adversario!

Falaram 32 associados!! 32!!! Uns mais acalorados que outros, outros mais a vontade outros nem tanto. Julgo que a preocupação dos Sportinguistas é real. E julgo que o resultado da votação do relatorio de contas é uma clara mensagem que nem toda a gente está satisfeita e que o Sporting tem que reagir. Não falo em vitórias nem derrotas, falo sim de um sinal que a margem de manobra ou capital de confiança da direcção decresceu imenso desde as eleições. Para mim é um sinal claro que é necessario trabalhar-se mais e melhor.

Não sei se há demasiado ruido de fundo no universo Leonino. Por vezes penso que sim. Há muita gente a opinar. Mas independentemente disso não será por ai que o futuro do SCP será inviabilizado.
Será sim se formos autistas ao ponto de não nos ouvir-mos a todos. Porque todos teremos ideias para o SCP.

Para mim que sou um novato nestas andanças vi nesta assembleia, Sportinguistas de todos os quadrantes e opiniões trocarem pontos de vista o que é sempre de salutar. Fiz varias "tertulias" durante a noite e numa coisa posso me congratular. Estive sempre entre os meus!! E os meus são os Sportinguistas!!!

SL

Miguel Damas

quarta-feira, outubro 13, 2010

AG a par e passo

Realiza-se neste preciso momento no pavilhão do Multidesportivo do Estádio José Alvalade, e desde as 20:00, uma Assembleia Geral do Sporting Clube de Portugal, que tem como único ponto da ordem de trabalhos aprovar o relatório de contas do Clube referente à época 2009/2010. Cada associado tem direito a 3 minutos para falar.

Segundo as minhas "fontes" (ou seja, o Miguel Damas), encontram-se 805 sócios na Assembleia Geral do Clube, estando o ambiente relativamente calmo. O presidente José Eduardo Bettencourt está presente, assim como o Director Desportivo José Costa. Marca igualmente presença Paulo Pereira Cristovão, candidato às últimas eleições do clube, assim como Pedro Faleiro da Silva, presidente da Associação de Adeptos Sportinguistas.

Na hora inicial da assembleia, a intervenção mais saudada da noite foi a do cantor Vítor Espadinha, que destacou a ausência de uma auditoria independente às contas do clube e da SAD, tendo sido bastante aplaudido.

O associado João Louro colocou uma série de perguntas sobre vários aspectos da restruturação e antecipação de verbas.

De seguida falou o presidente do clube, José Eduardo Bettencourt, sobre as contas e os relatórios apresentados e fazendo uma retrospectiva dos últimos 10 anos da vida do clube. Sobre a auditoria, diz não ser necessária e que "seria bom que os sportinguistas acreditassem nos relatórios de contas". Pediu igualmente que não se colocasse sempre em causa tudo o que a direcção diz ou faz.

De seguida procedeu-se à votação do relatório de contas.

Foram inscritos 32 associados para falar. O associado José Gomes falou sobre a política de contratações, perguntando pelo "pinheiro", falando de Purovic e de Pongolle. De seguida o associado Luis Magalhães Pereira perguntou pela competência (ou falta dela) provocando algum ruído entre o público, chegando mesmo a haver associados envolvidos fisicamente (ps: comentário do Miguel - com o qual concordo em absoluto - Isto não é o Sporting!). Após os ânimos acalmarem um pouco fala o popular Manuel Torneiro e depois os associados Manuel Morais, que colocou em causa a política de emprestimos e dispensas dos jogadores da formação, e Samuel Almeida, que defendeu as políticas da actual direcção, falando também sobre os divisionismos entre sportinguistas. Logo a seguir teve a palavra Nuno Manaia Costa, para falar sobre os cronistas do jornal do clube que escrevem para "falar mal" de outros associados. Este associado criticou também o facto de termos perdido e a primeira página ter sido o salto de pára-quedas de uma sócia, e também o facto de termos sido benevolentes na marcação do jogo da Luz, pedindo à direcção para "não almocar mais com aquela gente". Continuou criticando o passivo do clube. O associado António Lopes criticou a amizade com os outros dois "grandes", no que foi seguido por Luís Pereira que perguntou pelos núcleos, pelo rumo que se pretende para o clube, pela reestruturação do merchandising, pelos princípios que levaram à contratação do actual treinador, terminando falando de Rui Meireles e da suposta indemizaçãoq ue terá recebido e de um suposto convite para regressar posteriormente.
De seguida voltou a falar que começou por pedir desculpas por ter vindo de calças de ganga, dizendo que não iria falar de resultados de futebol porque "a direcçãoo percebe tanto como ele de tranplantes de coração". Depois falou dos achicalhamentos provocados pelas derrotas e de não queremos ser um satélite do fcp, seguindo para as "maçãs podres". Rematou falando dos programas de TV e dos "representantes" do scp... e que até aí perdemos, dizendo que "Queremos outra direcção!".

Entretanto foram conhecidos os resultados da votação do relatório de contas, aprovados com 59,84% dos votos a favor, 36,99% contra e 3,17% de abstenção.

Depois falou o associado Fernando Duarte, com algumas críticas e num tom muito agressivo, colocando em causa a política do futebol leonino e terminando com "só faltava apoiar Seara para presidente da Federação". E ainda Frederico Pinto Basto, que elogiou o presidente dizendo que "foi logo posto sobre brasas desde o início do mandato". Depois de um pequeno intervalo para beber água do nosso "inside man", ouviu-se o associado Paulo Assunção dissertar sobre o passivo e a política do futebol.

Entretanto chegaram a meio da sessão vários sócios com alguma visibilidade, como o ex-dirigente Miguel Ribeiro Teles ou Aguiar de Matos, conhecido contestatário da direcção actual e ex-membro do Conselho Leonino eleito pela lista Ser Sporting.

Seguiram-se mais intervenções, com destaque para Tito Fontes, com um discurso virado para a conciliação e a união dentro do clube. Começam agora os candidatos a candidatos. Primeiro falou Rogério Alves, com um discurso eminente politico, respondendo às críticas de neutralidade que lhe atribuem, acabando por elogiar Costinha e terminando em tom inflamado apesar de Dias Ferreira já o ter avisado que esgotou o seu tempo. Depois Paulo Pereira Cristóvão que, durante mais de 6 minutos de intervenção, falou dos desacatos, fazendo algumas acusações graves sobre manobras anteriores à AG. De seguida falou de direcções autistas, da política do "nós ou o caos", criticando duramente a actual direção.

Nelson Santos

Muito obrigado por me matarem esta paixão!

Hoje é dia de assembleia geral pelo que normalmente marcaria presença na mesma. Mas desta vez não!

E não, porquê?

Porque a minha paixão leonina, o meu amor pelo Sporting Clube de Portugal está a ser assassinado aos poucos, sem grande réstea de esperança ou entusiasmo.

Porque insisto em pagar quotas e comprar a cada ano a gamebox, mas cada vez menos com chama ou convicção.

Porque me entristece a rota seguida a nível estratégico pelas sucessivas direcções que têm passado pela cadeira do poder.

Porque me frustra ver que hoje se caminha para a esquerda e amanhã para a direita, um pouco ao sabor do vento e da gritaria, sem consistência lógica nem alicerçada num rumo sólido.

Porque me causa mágoa o constante clima de guerrilha instalado em Alvalade.

Porque o tom de discussão entre facções ou associados com diferentes visões sobre o que deve ser o clube se pauta pela falta de nível, educação, e em muitos pela completa ausência de dignidade e respeito.

Porque vejo que tanto dentro como fora do clube muitos apenas pretendem servir-se dele, em vez de servir o Sporting, e porque existem egos com um apetite demasiado impiedoso e voraz.

Porque a blogosfera deveria ser um espaço privilegiado de partilha e comunhão leonina, mas ao invés é o refúgio dos anónimos cobardes que insultam e caluniam sem limites ou decoro.

Porque o Sporting já não se diferencia pela positiva em relação aos demais, porque já não honra o seu glorioso passado e porque a sua massa associativa já nada mais é do que o espelho trágico da realidade social do nosso país, onde o desnorte, os ânimos exaltados e a falta de clarividência fazem lei no seio da família leonina.

Tenho mesmo muito pena mas a minha paixão leonina que em miúdo me fazia chorar a cada derrota, vibrar a cada vitória, fazer colecção de cachecóis e camisolas, forrar as paredes do quarto com posters alusivos ao Sporting, resistir a 18 anos de jejum de campeonatos com tenacidade e esperança, pensar 24 horas por dia no nosso clube, inexoravelmente já não é o que era!

Leonino

A montanha vai parir um rato.

Hoje é dia de assembleia geral no Sporting. Fazendo fé nos apelos na internet, jornais e não só, será uma das mais concorridas de sempre.
No entanto tenho para mim que vai haver muito barulho mas vai tudo continuar na mesma.

Principalmente por duas razões. Apesar de tudo nem toda a gente está insatisfeita. Depois aqueles que estão insatisfeitos não serão assim tantos para poder fazer muito mais que barulho. Há ainda mais dois factores. Olhando para as bancadas de Alvalade e as gameboxes vendidas há um total alheamento da maioria da massa associativa. Então quando se vai para longe de Alvalade (leia-se Núcleos por esse país fora) nem sequer há essa preocupação.

Por ultimo e por muito que esta direcção sinta os "calos" apertados não deixará cair o poder na rua pois a "mama" ao BES não pode acabar.

Por mim que estarei presente logo a noite julgo que seria importante fazer algumas perguntas, mas acima de tudo eu gostaria de saber se, a proxima restruturação será mesmo a ultima ou será mais uma mentira desta e de outras direcções?

Não posso precisar mas julgo que pelo menos esta é a terceira ou quarta que propoem. Em todas elas abdicamos de patrimonio ou antecipamos verbas. Para que fim?
A primeira vista apenas para "inglês ver" pois continuamos com uma politica de contratações de pobrezinhos mas o passivo não parou de aumentar.

Há muito por onde pegar. Para mim que até acreditei no projecto Roquette no seu inicio já deixei há anos de acreditar nesta linha de gerencia mas acima de tudo deixei de acreditar nas pessoas.

No entanto julgo que serão contas para serem prestadas hoje pelos verdadeiros Sportinguistas como diz o presidente do Sporting Clube de Portugal.

Gostava de saber o que quererá dizer isso mas depreendo que um verdadeiro Sportinguista deve ser aquele que come e cala. Os outros são os que auto-destroiem o clube. Como se os ultimos 15 anos não tivessem sido esses sim a destruição do clube com o delapidar do patrimonio e o aumento do passivo.
Vá lá, temos um Estadio e mesmo assim não completo e uma academia. E atendendo a mais uma entrevista polemica de um ex-coloborador da Academia, temos a nossa "fonte de riqueza" enquinada.

O tempo dirá quem tem razão. Eu há muito que não tenho duvidas, só espero que no dia que estes senhores abandonarem o SCP ainda seja possivel ir a tempo de o reerguer.

SL

Miguel Damas

terça-feira, outubro 12, 2010

Os Negocios da nossa Direcção.

Segundo a Impressa Italiana Miguel Veloso pode estar a caminho da Juventos num negócio onde entra o jogador Sissoko.

"Recorde-se que o Génova pagou nove milhões de euros ao Sporting pela contratação de Miguel Veloso – o negócio incluiria também a venda de Alberto Zapater ao clube de Alvalade por dois milhões –, enquanto a Juventus acordou com o Liverpool o montante de 11 milhões de euros pelo passe de Sissoko, em 2008.

O interesse da Juventus em Miguel Veloso não é de agora. Com efeito, desde 2008 que o histórico emblema italiano tem sido associado ao internacional português. Resta saber se será desta que Veloso vai rumar ao Olímpico."

The Best One

domingo, outubro 10, 2010

Andebol Sporting CP 22 Madeira Sad 23 em imagens




















SL

Miguel Damas

sexta-feira, outubro 08, 2010

Parabens CAMPEÃO!!!


Olá Campeão!
Se estivesses por cá farias 63 anos.
E digo por cá porque passado 7 anos continuas bem vivo no coração dos Sportinguistas e não só.

Aquilo que sempre recusas-te assumir. És uma lenda. Mas para mim eras a minha orientação e uma das fontes do meu Sportinguismo.

Acima de tudo as nossas conversas interminaveis sobre Sporting e o futebol em geral.

É triste mas passado 7 anos estamos pior do que estavamos.

Demasiada guerra interna, muito barulho de fundo, muito logro e incapacidade mas sobretudo muita gente sem escrupulos que vive estendendo a passadeira vermelha dos serviçais.

É pena. Sempre achamos que o SCP é a maior força desportiva nacional e que a sua massa associativa apesar de volatil a mais apaixonada do mundo.

Volvidos estes anos todos. O estádio que tanto quises-te conhecer e que na inauguração fez-te parecer eu proprio naquelas noites europeias quando ainda jogavas. Aquele frenesim e ansiedade.

Mas julgo que cada vez menos gente sente isso. O estádio hoje em dia nem a meia casa chega. Há um crescente alhear do clube por parte da massa associativa.

Qualquer dia há mais gente nas zonas vip que propriamente nas bancadas. É assim o nosso clube! Nem tudo foi mau nesta quase decada desde a tua partida. Tivemos ali um "momento" em que quase fomos campeões com Paulo Bento e ganhamos 2 taças e 2 supertaças.
Isto para além do ano da final da taça uefa. No nosso estádio!! Como tu dizias. O eterno fado Leonino!!

Tivemos tudo para crescer. Mas desinvestimento, más decisões e estagnação do treinador foram avolumando um crescente mau estar por maus jogos e maus resultados levando a uma instabilidade quase sem precedentes no nosso Sporting.

Vivemos tempos dificeis. De insulto fácil mas tambem de muito autismo.
Apesar de tudo temos sempre a esperança. Aquele amor incodicional que sempre reconheces-te nos adeptos Leoninos.

Quando cada vez mais nos viramos para as lendas e não para os vivos é porque algo vai mal.
És grande!!!

Um abraço e até sempre!

SL

Miguel Damas

quinta-feira, outubro 07, 2010

Algumas considerações

Convém elucidar os Sportinguistas em relacão aos hórarios e dia dos jogos de futsal e andebol. Originalmente o andebol jogaria sábado e o futsal domingo. Mas por força da transmissão televisiva do jogo de andebol, o mesmo teve que passar para domingo onde será transmitido na rtp2, já não tendo sido possível mudar o jogo de futsal. É o preço a pagar por andarmos com a casa as costas.
Duvido que esta situação acontece-se no caso de já termos um pavilhão junto ao estádio.

Depois gostaria de pedir a todos os leitores que recuperassem o post do Gabriel.
Ele lançou um debate pertinente sobre um problema que afecta Alvalade há anos.
O meu anterior post destruiu esse debate e eu gostaria que voltássemos a pegar nele.
Que tipo de relva para Alvalade?

Por ultimo gostaria de perguntar a todos os leitores que expectativa têm da entrevista de José Eduardo Bettencourt logo a noite na RTP1?

Ps-Tenho sido demasiado agressivo em certos comentários e faço aqui um mea culpa
Toda esta situação do nosso SCP esta me a toldar o discernimento. As minhas desculpas.


SL

Miguel Damas