"Tu vais vencer, Podes crer, Porque a nossa força é brutal. Mais de um século de histórias para contar. Sporting, tu nunca vais acabar" - osangueleonino.blogspot.com -

Sangue LEONINO

domingo, novembro 30, 2014

Sporting demolidor mas...

Para o Jogo e a Bola, interessa destacar não só os golos de Slimani e Montero mas igualmente dizer que ontem o Sporting marcou o primeiro golo de forma irregular, pois William no início da jogada marca a falta com dois toques na bola...

Mas já agora por que não darem também destaque ao lance em que Slimani é derrubado na área sadina, mas que o fiscal de linha ajuíza mal fora de jogo?

Num jogo de sentido único, brilharam os artistas de Alvalade do 1º ao último minuto e, num dia de pontaria mais afinada, o resultado podia ter sido histórico.

Oportunidades de golo foram mais que muitas:
1´ - Após bom lance de Mané, Slimani desperdiça falha do central e limita-se a bater a bola seguir na direcção da baliza com a canela.
4´ - Slimani falha de forma incrível o golo após cruzamento de Cedric.
5´ - Slimani de cabeça atira para fora em excelente posição e após mais um belo cruzamento, agora de Jefferson.
11´ - Montero pressiona o defesa e este corta a bola na direcção do poste baliza sadina, falhando William a recarga.
16´ - Bomba de Jefferson na marcação de um livre com o guardião sadino a defender com muita dificuldade.
18´- Mais uma bola no poste sadino e novamente quase autogolo.
34´- Remate de Nani em boa posição mas à figura de R. Baptista.
36´ - Montero de calcanhar não consegue surpreender o atento guardião sadino.
59´- Novamente Montero a rematar de longe mas também novamente à figura.
61´- É a vez de João Mário atirar à figura...
61´ - GOLO DE SLIMANI, após excelente cruzamento de Jefferson.
62´ - GOLO DE MONTERO, grande remate de Montero e continua a não se perceber se a bola ganhou efeito ou se bateu no defesa sadino. Pelas imagens parece ser efeito que ganhou após o remate.
86´ - Desperdício inacreditável de Capel, com a baliza a um metro e sem guarda-redes, atira à trave! Excelente jogada colectiva e excelente cruzamento de Carrillo.
93´ - GOLO DE SLIMANI e mais um excelente cruzamento de Carrillo.

Podem ver esses lances neste resumo:
http://www.sapo.pt/noticias/desporto

Sobre as críticas de Domingos e a possível reclamação do Vitória por irregularidade no golo do Sporting, sim têm razão, mas é curioso que não me lembro de o ter ouvido falar do lance em que anularam um golo ao Setúbal que daria o 1-1 frente ao Benfica.
Também pediram para repetir esse jogo?

SL
José

sábado, novembro 29, 2014

J11 - Sporting vs. Vitória

Jornada 11
Sporting-Vitória de Setúbal
Sábado, 29/11/2014, 20h15, Estádio de Alvalade

O jogo:
20 dias depois regressa o campeonato.
Um longo interregno que, acredito, tenha feito bem ao espírito do grupo.
Pelo meio, vitórias sobre o Espinho e Maribor sem margem para dúvida e com exibições positivas.

São esperados 30.000 esta noite em Alvalade que por sua vez esperam ver a terceira vitória consecutiva do Sporting, feito inédito esta época.

Do outro lado estará uma equipa abalada pela recente eliminação na Taça de Portugal aos pés do Oriental, orientada por alguém que conhece a casa (Domingos) mas que poucas saudades deixou na sua passagem pelo clube. Aliás, diga-se que Domingos coleciona insucessos atrás de insucessos desde que saiu de Braga rumo a Alvalade, tendo na lista Deportivo, Kayserispor e agora Setúbal, onde a avaliar pelos resultados não deverá demorar muito a receber nova guia de marcha.

O Sporting tem de saber capitalizar em golos o mau momento do Vitória, mas para que isso aconteça tem de cumprir aquilo que Marco Silva afirma: "Temos de retificar isso rapidamente e demonstrar em campo, nestas partidas, a mesma ambição e a mentalidade dos jogos maiores. É uma ambição que também temos e estamos a trabalhar para corrigir a situação"

Os valores individuais e o colectivo leonino superam claramente os sadinos mas a verdade é que sem ambição e garra será mais uma vez difícil somarmos os 3 pontos e foi essa a sensação que todos os sportinguistas tiveram há 20 dias atrás no final do jogo com o Paços.

Marco Silva, melhor que ninguém sabe o que o Sporting tem de fazer neste momento quando ocupa o 8º lugar na classificação a 8 pontos da liderança:
«A equipa está consciente do que tem de fazer amanhã e nos jogos seguintes. Não adianta estarmos agora a falar do que vai acontecer em Maio, agora é muito mais importante estarmos focados no jogo de amanhã e no que é a nossa missão frente ao Vitória de Setúbal. Neste momento a nossa ambição é igual à do início da temporada, pensamos jogo a jogo, queremos ganhar jogo a jogo e ambicionamos coisas importantes para nós e para o clube.»

Histórico:
67º confronto entre os dois emblemas para o campeonato e 88º jogo em Alvalade entre as duas formações no total das competições.
No que ao campeonato diz respeito, domínio óbvio dos leões com 52 vitórias, 8 empates e 6 derrotas, 172-52 em golos.

Nas últimas 5 épocas, 4 vitórias e 1 derrota.

2013-10-05   J7   Sporting4-0Setúbal  
2013-03-16 J23   Sporting2-1Setúbal 
2011-09-24 J6Sporting3-0Setúbal  
2011-05-08 J29Sporting0-1Setúbal 
2010-04-19 J27Sporting2-1Setúbal 

Convocados:
Rui Patrício e Boeck;
Maurício, Jefferson, Miguel Lopes, Paulo Oliveira, Naby Sarr e Cédric;
William, Rosell, Adrien, João Mário, André Martins, Carrillo, Nani, Mané e Capel;
Montero, Slimani e Tanaka.

Face ao jogo com o Paços apenas 1 alteração, sai Jonathan a entra Tanaka.
Face ao 11 inicial que defrontou o Maribor, algumas dúvidas, Sarr ou Maurício, Mané ou Carrillo, jogar com Montero e Slimani de início.
Boas dores de cabeça.

O árbitro:
Artur Soares Dias - AF Porto
O apelido arrepia e está ligado aos primórdios do sistema. A associação de que é oriundo é ela própria o sistema.
Este será "apenas" o 26º jogo oficial em que Soares Dias apita o nosso clube! É obra...
Esta época já esteve na 1ª jornada em Coimbra onde conseguiu expulsar William e condicionar a equipa leonina.


Risada da semana:
"Portantos", se este bronco fosse nosso treinador teria vergonha...

  

    
    SL
  José
     
        
   Queres escrever no Sangue Leonino?     
   Envia o teu texto para sangueleonino@gmail.com
 
     
       

quinta-feira, novembro 27, 2014

Ver mais à frente ainda...

O Rascord e os seus jornalistas, especialmente os seus responsáveis, são já conhecidos por terem uma forte preponderância para usar óculos vermelhos.

No caso específico, são devaneios de um tal de Bernardo Ribeiro, director adjunto daquela coisa a que chamam jornal, sobre um Vieira que vê mais à frente.

Na ânsia de mais uma lambidela de botas ao Vieira, o Bernardo até se esquece de frases como esta ditas pelo orelhas: "O Benfica não irá ser uma equipa de portugueses no futuro".
Data? Setembro de 2013

Mas o Bernardo já consegue ver a inversão de rumo na formação lampiã e promete muita coisa tal como o orelhas, espinhas dorsais de selecções, vendas "milionárias" iguais às dos toscos André Gomes ou Cancelo e proveitos, muitos proveitos desportivos e financeiros...

STOP!

Esta conversa eu já a ouvi antes. Sim, campanhas a favor do Vieira e da formação soam já a disco riscado. A verdade é que o tempo passa e é em Alvalade que se continua a apostar na formação e consequentemente no jogador português.
E é também na selecção principal que esse reflexo se demonstra onde mais de 50% dos jogadores convocados são made in Alcochete.
O facto de existirem diversos jogadores do Benfica nas selecções jovens não me surpreende pois já assim era no passado.

O Bernardo deseja ardentemente que uma utopia se transforme em realidade, mas isso teima em não acontecer porque à frente do Benfica reside gente que não sabe valorizar a formação e muito menos pensa que esta seja o futuro do futebol benfiquista.

Bernardo, lamento desiludir-te mas Alcochete vai continuar a produzir valores e a formar jogadores, ao passo que o Seixal vai continuar a criar jogadores medianos apelidados de novos Eusébios e onde os valores que lá existem (e existem alguns, poucos), servem apenas para entrar na máquina trituradora que é o actual Benfica, acabando num qualquer Mónaco, Rennes ou Belenenses...

SL
José

Champions

Pensamento 1
Acho que em termos de prestígio, o Sporting passando à fase seguinte da Liga dos Campeões, era ótimo.
Mas, se nos calhar um clube que tem um plantel superioríssimo ao nosso, como por exemplo o Real Madrid, Barcelona, Bayern de Munique... não teremos muitas esperanças de seguir em frente e aí perderemos receitas de bilheteira.
Se formos relegados para a Liga Europa, teremos mais jogos em Alvalade e mais receitas monetárias (assistências no Estádio e prémios em caso de vitória).
Que acham o que é melhor para o Sporting?
 - Fanático -
 
 
Pensamento 2
Fico curioso para ver e ouvir como vão os media tratar mais uma vergonhosa participação benfiquista na Champions, a mais vergonhosa de todas pois à 5ª jornada estão afastados até da luta pela Liga Europa.
 
Recorde-se que os vermelhos eram apenas um dos cabeça-de-série incluído no Pote 1, tendo assumido como objectivo o apuramento para os 1/8 de final.
 
O investimento feito, apenas visto ao nível dos clubes das ligas milionárias, rondou os 40M€, já não contando com prémios de assinatura e ordenados chorudos, em jogadores como Cristante (6M€), Samaris (10M€), Bebé (3M€), Eliseu (1,5M€), Benito (3M€), Victor Andrade (3,5M€), Talisca (4M€), Luís Felipe (2M€), Derley (2M€), César (3M€) e ainda os prémios de assinatura de Jonas, Julio César por valores desconhecidos.
E isto tudo sem contar com outros investimentos vindos da época passada como Pizzi (6M€) ou Lisandro (4M€), claras apostas para a presente época.
 
O massacre mediático que se tem abatido sobre o Sporting, onde cada contratação é escalpelizada ao pormenor e os valores envolvidos parecem escandalizar toda a gente, é apenas mais um indício do tratamento dado a um e a outro clube.
 
O Benfica para consumo interno é levado ao colo pelas arbitragens pela segunda época consecutiva e apaparicado pelos media.
O Benfica de Jesus na Champions é um flop, mas este parece não se importar nada por ter ficado mais uma vez pelo caminho na principal competição europeia de clubes...talvez assim se perceba porque não teve lugar nos 10 melhores treinadores do mundo em 2014.
 
SL
José
 
Queres ver um texto teu publicado? Envia mail para sangueleonino@gmail.com

quarta-feira, novembro 26, 2014

Vitória à luz das velas

Depois de mais um saboroso triunfo na Champions que nos coloca mais perto dos 1/8 de final e com mais 1 milhão de euros nos cofres de ALvalade, a pergunta é lançada pelo nosso amigo Fanático no primeiro Rugido aqui no Sangue:

- Será que esta Equipa do Sporting é o Nani e mais dez?

Aquele lance do segundo golo foi de facto fantástico e Nani produziu ainda mais algumas jogadas de grande qualidade, no entanto o momento mais tenso da noite acabou mesmo por ser a jogada em que foi ceifado por trás pelo defesa esloveno, deixando o jogador português a contorcer-se no chão com dores.
Naquele momento sentiu-se um silêncio anormal em Alvalade, receando-se o pior.
Felizmente que foi apenas um susto, mas a pergunta acima faz todo o sentido colocar-se sobre que Sporting com e sem Nani.

Os números de Nani começam certamente a fazer muita gente pensar em Manchester sobre as razões da sua dispensa.
Por mim, muito obrigado a Van Gaal!

SL
José

segunda-feira, novembro 24, 2014

Rugido de leão!

Caros amigos e visitantes,

Tendo em vista a abertura deste espaço a um cada vez maior número de leões, convidamos todos aqueles que nos visitam a partilhar connosco os seus próprios posts, crónicas, pensamentos ou confidências sobre o nosso clube, seu dia-a-dia, passado, presente e futuro.

Este espaço deve ser cada vez mais uma troca de ideias entre todos, pelo que ficamos a aguardar pelas vossas crónicas através do seguinte endereço de e-mail:

sangueleonino@gmail.com

Em véspera de jogo decisivo para a Champions e depois de um fim-de-semana de excelentes resultados, gostaria de ver as vossas crónicas chegarem a esta mailbox para as partilhar com todos os leões que nos visitam.

Não se esqueçam de assinar os vosso mails com o nome com que querem ser identificados.

SL
José

domingo, novembro 23, 2014

Sonhar não custa!

Um GRANDE FEITO, mais um, do nosso futsal que consegue apurar-se novamente para a Final Four da prova máxima europeia.

Os jogadores foram enormes e em nenhum momento sentiram ou demonstraram ser inferiores ao campeão espanhol.
Que grande garra e atitude!

Nuno Dias gritou, esbracejou, invadiu o campo, chamou os nomes todos e mais alguns aos seus pupilos e no final...chorou sozinho como um verdadeiro leão. Obrigado leões!

Quanto aos adversários na fase final:
- Barcelona/Espanha (actual campeão europeu e campeão em 2011/12)
- Kairat Almaty/Cazaquistão (campeão em 2012/13)
- ISK Dinamo Moscovo/Rússia (campeão europeu em 2006/07)

Como curiosidade, todos os clubes apurados para a final four venceram os 3 jogos que disputaram nesta fase de Grupos de Elite. Infelizmente o Sporting de Paris ficou-se pelo 2º lugar no grupo do Kairat.

No final, Miguel Albuquerque e Vicente Moura informaram que o Sporting se iria candidatar a organizar a fase final em Lisboa, no MEO Arena.

Só mesmo o Sporting não foi ainda campeão europeu entre os 4 finalistas e seremos os menos favoritos, mas não custa nada sonhar :)



Quanto ao nosso andebol, mais uma grande exibição europeia obtendo uma grande vitória por 27-25 sobre o Granollers, uma das melhores equipas espanholas.

Será difícil a segunda mão, já no próximo fim-de-semana em terras da Catalunha, mas não será impossível repetir o feito que o futsal hoje conseguiu e esta equipa também já nos habituou a grande feitos.

Obrigado aos 7 magníficos por esta bela vitória.


SL
José

Hoje e terça é Europa por todo o lado

À atenção de todos os leões, hoje e terça temos um rol de jogos europeus de grande qualidade com a presença do nosso Sporting.

No futsal, discutimos hoje o acesso à final four contra os espanhóis do Inter Movistar (17h00 em Odivelas).
Os nossos leões terão que se agigantar mais uma vez à procura de mais uma presença entre os 4 melhores da Europa.

Uma hora antes (16h00), o andebol disputa nova ronda da Taça EHF e mais espanhóis pela frente.
Será adversário o Granollers, num jogo que se espera muito difícil mas em que a vitória não é impossível.

Para terça-feira o regresso da Champions em jogo cuja vitória é o único resultado possível frente aos eslovenos do Maribor.


SL
José

O hóquei continua a brilhar

Esta época, após 8 jogos disputados no campeonato e 2 na Taça CERS, julgo ser consensual para a maioria de nós que o hóquei regressou aos lugares de destaque, dos quais nunca deveria ter saído.

Depois de duas épocas a lutar pela manutenção, o Sporting cimenta finalmente o seu lugar entre os grandes. Mesmo com menos argumentos (leia-se dinheiro) para discutir o troféu máximo, uma coisa é certa, a alegria e raça com que esta equipa enfrenta cada desafio auguram algo de muito positivo para esta época.

Há anos que o Sporting se afastou da luta pelos títulos remontando a 1991 a nossa última grande conquista, a Taça das Taças na saudosa Nave de Alvalade à qual tive a sorte de poder assistir a vivo.
Durante muitos anos também foi uma das modalidades sacrificadas em nome do futebol e do lucro que ia faltando nos cofres de Alvalade.

Felizmente que este clube ainda tem os seus carolas, no bom sentido, fanáticos deste desporto e do leão rampante, que criaram a ideia do hóquei voltar ao Sporting, que ergueram essa ideia do nada e que hoje vêem a sua criação ganhar asas e trazer atrás de si os mais fieis dos adeptos portugueses por esses país fora.

A eles e principalmente ao Eng.º Gilberto Borges o meu muito obrigado por me darem a alegria de voltar a vibrar com uma das modalidades mais lindas que conheço.
Para eles os louros de trazer o Sporting de volta ao lugar de onde nunca deveria ter saído.



SL
José

sexta-feira, novembro 21, 2014

Superioridade natural leonina vale passagem aos "oitavos"

Obtivemos hoje uma goleada sobre a digna equipa do Espinho, conseguindo a nossa equipa um resultado satisfatório numa exibição mediana. Creio que acabou por ser um jogo de festa, onde a nossa massa adepta encheu o estádio em Santa Maria da Feira, sendo este um sinal muito importante de crença no trabalho que está a ser feito e algo que tem que continuar na próxima terça-feira e daí em diante!

Em relação ao futsal a decisão sobre a passagem à final-four será no próximo domingo frente ao Inter Movistar, onde a nossa equipa entrará certamente sedenta de conseguir mais um triunfo!


Lion King

quinta-feira, novembro 20, 2014

E agora o Futsal!

Este ano não há Deo nem Divanei, mas volta a haver aquilo que mais é necessário, fé!
 
A mesma fé com que nos apresentámos há 1 ano atrás em Almada, onde esta mesma ronda de elite foi organizada pelo Sporting, uma ronda marcada pela amarga derrota no jogo decisivo frente aos azeris do Araz Naxçivan.
Demorou algum tempo a digerir mas já faz parte do passado e depois disso já voltámos a erguer o caneco de campeão nacional que faz com que aqui estejamos novamente, no mesmo ponto de há 1 ano atrás.
 
Este ano o Sporting tem pela frente como principal adversário, nada mais que o campeão espanhol  e grande favorito.
Será?
Veremos, ao vivo e na Sporting Tv, entre 20 e 23 de Novembro se esse favoritismo espanhol se confirma:


Inter Movistar 20/11  18:00 FC Varna (6-0)
Sporting 20/11  20:30 FT Charleroi (5-3)
FT Charleroi 21/11  18:00 Inter Movistar (0-4)
Sporting 21/11  20:30 FC Varna (8-2)
FC Varna 23/11  14:30 FT Charleroi
Inter Movistar 23/11  17:00 Sporting
 

Os adversários:

Espanha Inter Movistar (Espanha)

Campeão europeu em três ocasiões, 2003/04, 2005/06 (ambas como Boomerang Interviú) e em 2008/09. Finalista vencido em 2009/10.
Esta é uma equipa recheada de vedetas, entre os quais os nosso bem conhecidos Cardinal e Ricardinho.
Ricardinho está em dúvida para esta ronda de elite tal como o brasileiro Rafael, dois jogadores chave da equipa dos arredores de Madrid.

"Para el club es el título por excelencia. Es el título que quiere por encima de todos. Para nosotros es muy importante volver a esta competición. Llevábamos cinco años o seis sin ganar la liga y sin jugar en Europa", quem o diz é Carlos Ortiz, capitão da equipa e tricampeão europeu pela Espanha, uma das principais figuras da defesa e que ilustra bem a vontade com que os espanhóis vão entrar em campo.

No plantel encontramos ainda outras estrelas como por exemplo o guarda-redes Luis Amado, 2 vezes campeão mundial e 5 vezes campeão europeu com a Espanha, a que se somam 4 títulos de campeão europeu de clubes!
Entre os alas, destaque também para Pola (bicampeão europeu com a Espanha), mas também para outros espanhóis como Rivillos e Borja.

Se Ricardinho e Rafael falharem os jogos, as hipóteses do Sporting aumentam consideravelmente, mas mesmo assim, a qualidade do plantel do campeão espanhol é de enorme respeito.

Qualificou-se para a fase de elite vencendo o seu grupo com os seguintes resultados:
5-0 frente ao Hovocubo (Holanda)
5-2 frente ao Lokomotiv Kharkov (Ucrânia)
6-2 frente ao Oplast Kobarid (Eslovénia)


Bulgária FC Grand Pro Varna (Bulgária)
 
Oriundos da ronda preliminar, são a primeira equipa búlgara a atingir esta fase da prova maior do futsal europeu. Surpreenderam ao eliminar conhecido Iberia Star Tbilisi, equipa que esteve na final four de 2012/13 e que já defrontámos nesta mesma competição.

Destaque na equipa para o brasileiro Celsinho e para o sérvio Marko Kostić, mas igualmente para a presença de 2 portugueses, Paulinho e Paulo Pinto.
 
Qualificou-se para a fase de elite ao alcançar o 2º lugar no seu grupo com os seguintes resultados:1-4 frente ao FK Nikars (Letónia)
4-0 frente ao Iberia Star Tbilisi (Geórgia)
2-0 frente ao Rekord Bielsko-Biała (Polónia)


Bélgica FT Charleroi (Bélgica)
 
Um dos países com maior tradição no futsal europeu e, no caso do Charleroi, que já foi inclusivamente campeão europeu em 2004/05.
O futsal belga perdeu entretanto o fulgor desses tempos, estando hoje uns furos abaixo do futsal português. Desde 2008/09, as equipas belgas apenas por 2 vezes se qualificaram para a ronda de elite e nessas duas épocas somaram apenas derrotas.
Especial atenção para os dois brasileiros do plantel (Liliu e Leo), sendo que o primeiro é jogador-treinador, mas também olhar atento para o italiano Cirlincione e para os belgas Lucio, Zico e Cuadron

Qualificou-se para a fase de elite ao alcançar o 2º lugar no seu grupo com os seguintes resultados:
4-2 frente ao Alumnus  (Croácia)
3-2 frente ao CIP Deva (Roménia)
1-5 frente ao MFK Dinamo Moscovo (Russia)


O Sporting participará assim pela sétima vez na prova máxima do futsal europeu, sendo de recordar o histórico das presenças leoninas:

2001/02 - Na primeira prova oficial da Uefa Futsal Cup, foi escolhida Lisboa para palco da fase final. O Sporting atingiu as 1/2 finais, onde foi derrotado pelo futuros campeões, o Playas Castellon de Espanha por 0-4.

2004/05 - No regresso à competição dos campeões, o Sporting conseguiu atingir a fase de grupos onde constavam os 8 melhores da Europa, tendo calhado em sorte disputar em solo belga a qualificação para a final a duas mãos.
Derrotas com o futuro campeão, os belgas do Action 21 por 4-7 e com os ainda campeões do Interviú por 3-4 ditaram a eliminação dos leões mesta edição.

2006/07 - Terceira participação do Sporting na estreia da decisão do troféu em sistema de final four.
Infelizmente o Sporting não conseguiria atingir esta fase decisiva ao ser eliminado na fase de grupos anterior pelo futuro campeão, Dínamo Moscovo por 0-5 em jogo disputado na Rússia.

2010/11 - Quarta presença na prova máxima, no ano seguinte ao Benfica conquistar a UEFA Futsal Cup, o que permitiu a presença de duas equipas portuguesas pela primeira vez nesta competição.
Ambas as equipas se apuraram para a final four repetindo o que apenas equipas russas tinham conseguido fazer anteriormente, um feito que também não voltou a ser repetido até agora por mais nenhum país.
Foi esta também a melhor presença do Sporting na UEFA Futsal Cup, onde atingiu a final após derrotar o Kairat do Cazaquistão, equipa organizadora da final four, por 3-2.
Na final, de má memória, o Sporting sairia derrotado por 2-5 frente ao Montesilvano de Itália, perdendo-se uma oportunidade única de vencer o troféu mais importante do futsal internacional de clubes.

2011/12 - Na quinta presença, o Sporting volta a estar na final four disputada em Espanha. O adversário das 1/2 finais era o temido e futuro campeão europeu Barcelona, que provou o seu favoritismo ao vencer os leões por 5-0. No jogo de disputa pelo 3º e 4º lugar, o Sporting empataria 3-3 com os italianos da Marca Futsal, cedendo nas grande penalidades.

2013/14 - Ficámo-nos pela fase elite num grupo em que os jogos foram disputados em Almada.
Depois das vitórias, ambas por 6-1 sobre o Rába ETO da Hungria e CF Eindhoven da Holanda, a amarga derrota frente aos azeris do Araz Naxçivan tirou-nos a hipótese de disputarmos mais uma final four.

Perante tão bela história na Europa, esperemos por mais um brilhante capítulo da parte dos pupilos de Nuno Dias

SL
José

quarta-feira, novembro 19, 2014

Já estamos vacinados...

Assiste-se hoje nas capas dos jornais Record e O Jogo, a mais uma tentativa de criar instabilidade no Sporting, desta feita usando umas declarações de Nani efectuadas ontem em Manchester.

Só faço a seguinte pergunta aos directores desses mesmos jornais: qual foi a parte da resposta de Bruno de Carvalho dada na semana passada na Sporting TV, onde referia que era surreal estarem a inventar problemas entre Bruno de Carvalho e Nani, que não perceberam?


Faço votos para que esta 'campanha negra' em que alguns pasquins que nem para limpar o dito cujo servem, teimam em persistir, sirva pura e simplesmente para motivar ainda mais o nosso plantel!


Lion King

terça-feira, novembro 18, 2014

Unidade precisa-se!

Verifiquei que no sítio do clube surge uma notícia referente ao lançamento do livro de Carlos Severino, ontem apresentado. Creio que se trata de um livro onde é relatada a experiência de Carlos Severino referente a um período da recente história do clube, com histórias desconhecidas da maioria dos sportinguistas e por isso, torna-se certamente num livro interessante.

Só lamento deste modo, que no ano passado, por esta altura, quando foi lançado o livro de Paulo Pereira Cristóvão, com um tipo de conteúdo semelhante na narrativa, não nos factos, não tenha sido dado o mesmo destaque. Creio que existe por parte desta linha actual directiva uma forma diferenciada de acolher pessoas que vão ou não de encontro às ideias que defendem para o Sporting. Quanto a mim trata-se de uma forma de discriminação que não é positiva num clube pural e democrático.

Até porque todos são precisos, será importante que a unidade leonina seja uma prioridade de Bruno de Carvalho! Porque o Sporting certamente será mais forte, se estiver unido. E também porque existe gente que esteve ligada à chamada 'linhagem Roquettista', de grande valor e grande sportinguismo!

Lion King

segunda-feira, novembro 17, 2014

A formação leonina

Algo que tem sido muito debatido nos últimos tempos são os resultados da nossa formação e as dificuldades por que passam para alcançar o apuramento para as fases seguintes das competições nacionais.
E nesta época é inegável que os resultados estão muito aquém do esperado, mas mesmo assim temos de em conta que em qualquer dos escalões, as motivações e consequentemente os resultados, podem aparecer de um momento para o outro e o que prece ser uma época má, transforma-se numa época boa.
 
Juniores
Não é novidade que há um decréscimo evidente de qualidade nesta geração dos juniores, este ano ainda mais evidente pelas suas prestações no campeonato, onde já soma 3 derrotas, mas sobretudo pela campanha muito abaixo das expectativas na UEFA Youth League onde, à 4º jornada, já ficámos afastados do acesso à fase seguinte.
De qualquer forma, o apuramento para a fase final de juniores está praticamente assegurado.
Só por curiosidade e para demonstrar que os resultados nestas categorias pouco têm de lógico, o Sporting na época passada terminou o apuramento da Zona Sul em 1º lugar com 15 pontos de avanço sobre o Benfica, e na fase final terminou em 3º, sempre distante da luta pelo título onde esteve sempre...o Benfica.
 

Juvenis
Onde o apuramento está mais complicado, curiosamente para Sporting e Benfica, é nos juvenis.
Já na última época o Sporting experimentou dificuldades acrescidas, não nesta fase mas na seguinte, para suplantar o Oeiras, conseguindo-o apenas na última jornada.
Após tantas dificuldades, acabámos por lutar pelo título até ao último jogo, perdendo-o para o Guimarães, precisamente num empate em casa frente a esse adversário.
Esta época, com 7 jornadas, seguimos em 4º lugar a 3 pontos do apuramento para a 2ª fase.
O empate hoje no Seixal, não se podendo considerar negativo, fez no entanto com que nos atrasássemos mais face a Real e Sacavenense.
Não está fácil, mas também não é impossível.
 
 
Iniciados
Também aqui o Oeiras continua a dar excelente réplica, mas a derrota deste adversário no Seixal e a nossa vitória frente ao CAC, permitem que o Sporting suba novamente aos lugares de apuramento directo para a 2ª fase quando faltam 6 jornadas para se concluir esta fase.
 
 
SL
José



sábado, novembro 15, 2014

Jéffren? De resto, excelente notícia!

O Sporting anunciou que adquiriu percentagens de passes de jogadores a um fundo. É para mim uma excelente notícia este investimento no que é nosso, pois os jogadores são um património muito importante para o clube e é no trabalho de valorização dos mesmos que estará uma saída para uma situação financeira complexa que o nosso clube atravessa.

Só não compreendo que se tenha adquirido 25% do passe de Jéffren, um jogador que já não pertence ao Sporting, pois em Janeiro deste ano o contrato que ligava Jéffren ao Sporting foi rescindido. Como é que é possível o Sporting resgatar parte do passe de um... ex-jogador?

Lion King

quinta-feira, novembro 13, 2014

E Bruno falou

Começo por dizer que a primeira parte do programa "A Hora do Presidente" esteve ao nível dos primeiros 45 minutos do jogo com o Paços Ferreira, fraquinha.

A segunda parte revelou um programa muito mais mexido, com assuntos mais interessantes que a porcaria da mensagem do facebook e com alguns golos de BdC na baliza dos três estarolas convidados.
O convite aos três responsáveis da Bola, Record e Jogo, acabou por soar a gozo pois estes foram remetidos para um papel passivo e digno de verbo de encher. Soube bem ver o desconforto demonstrado pelos três, o mesmo desconforto com que nos brindam diariamente os jornalistas das redacções destes jornais.

Nuno Graça Dias mostrou-se ainda pouco à vontade neste formato de programa, colocou algumas questões sem importância e geriu muito mal o tempo, dedicando demasiado tempo ao primeiro tema (mensagem do facebook e problemas entre BdC e a equipa).
Mesmo assim julgo que tem muito espaço para melhorar e tornar o programa mais interessante num mano a mano com Bruno de Carvalho.
Veria com interesse um único convidado para este tipo de programa em vez de três.

As principais mensagens a reter nesta Hora do Presidente:
  • Processos a jogadores: "É uma situação irreal para perpetuar algo que não existiu. É quase como passar um atestado de burrice aos jogadores. Mas alguém acredite que um jogador do Sporting ficaria amuado?"
Parece-me ser caso encerrado e nem se compreenderia que houvesse confirmação de algum caso.
  • Gastos com a formação e recrutamento: "Neste setor, foi uma das reduções mais pequenas que houve. Este foi outro dos mitos urbanos. Quando cheguei, as pessoas do recrutamento não tinham salários. Nós não temos patrões. Quando eu cheguei, diziam que o Sporting precisava de um dono. Agora o recrutamento é pago mas não podemos andar dois anos para trás. Na formação não saiu quase ninguém. Bento Valente saiu por razões pessoais. O desinvestimento não está na formação, esteve na equipa de futebol profissional e nas "gorduras", ou seja, saíram quase 200 pessoas do clube. É falso que houve um desinvestimento que tivesse implicação na qualidade. Perdemos tempo naquilo que era o recrutamento o que é uma verdade.
Fez bem BdC em relembrar o que Godinho Lopes deixou como herança, como por exemplo, salários por pagar, ou a sua célebre limpeza na formação.
Talvez assim se volte a perceber a mensagem do fazer o mesmo ou melhor com menos.
Não é fácil, mas já se provou na equipa principal que tal é possível.
  • Abel, Barão e Lima: "Abel Pereira não começou a época. Ele saiu e como pode imaginar, o Sporting tem as suas políticas financeiras. Não tenho medo de dizer como as coisas são. Com uma pessoa que já estava na Academia, prosseguiu-se com ele. A certa altura, houve a hipótese de ir buscar um treinador que já esteve numa primeira divisão e numa segunda divisão. Relativamente ao técnico Lima, recolocámo-lo noutro setor dentro da Academia e apostámos em Boa Morte. Não houve qualquer mudança de filosofia. Quem não gosta de esbanjar, gere aquilo que tem e não gasta mais do que tem. Quando Abel saiu, não tínhamos uma verba financeira para ir buscar outro treinador."
  • Não se percebeu bem que exigências fez Abel para continuar, mas percebe-se que a escolha para o substituir tenha recaído na prata da casa, sem mais acréscimo de custos.
Sobre o tema da formação sou dos que gosta de fazer as contas no final da época.
Para já os resultados preocupam. A meta mínima que se exige aos três escalões (Juniores, Juvenis e Iniciados) é sempre a qualificação para as fases finais. Os títulos, se vierem, são sempre bem-vindos, mas não são prioridade no Sporting. A prioridade sempre foi e continuará a ser a formação de jogadores e homens.
  • Missão Pavilhão: "Faltam cerca de meio milhão a 600 mil euros para termos o valor que desejamos. Houve uma afetação do Sporting de quase 9 milhões à Missão Pavilhão. Estamos na fase de concurso, crentes e a trabalhar muito para em janeiro apresentar a empresa vencedora. As pessoas estão a apresentar-nos o projeto e o valor de obra. Em cerca de cinco meses, o Sporting recolheu cerca de 500 mil euros. Nos bons e maus momentos, os sportinguistas têm dito presente. Eles merecem muito e meio milhão em cinco meses é um exemplo para todos."
Que se cumpra essa data e Janeiro nos traga novidades sobre este velho desejo de quase todos os sportinguistas e, já agora, que apareça alguém com mais meio milhão para fechar as contas.
Andebol, hóquei, futsal, basquete, entre outros, já merecem!
  • Reestruturação Financeira: "Finalmente, as isenções de o que Sporting estava á espera, vieram. Estamos à espera de fechar o acordo com as entidades bancárias e ver a fusão e reestruturação fechada até ao final do ano. É uma boa notícia para os sportinguistas."
A ver se também este tema fica encerrado de vez com a recuperação de passes de jogadores vendidos a preço de saldo pelo saudoso Godo...
  • Patrocínio da PT: "Os clubes já tinham sido alertados na época passada. A PT tinha mostrado vontade de não continuar a investir. Estamos a trabalhar e a ir à procura de um parceiro para ficar com a camisola do Sporting. É determinante, sem correr, arranjar soluções. Elas são facilitadas quando há sucesso desportivo. Temos de ser todos parte de uma solução e temos de trabalhar todos para o mesmo lado. O trabalho dos atletas é ganhar. É uma realidade factual.".
Mais uma situação preocupante e com grande grau de probabilidade de redução de receita por via dos patrocínios.
  • Shikabala: "É uma questão normalíssima de gestão desportiva. Está desaparecido mas não é o Rambo. Está desaparecido. Há-de sair um dia em condições a definir."
 É vender e rápido, enquanto alguém ainda dá dinheiro por ele.


O resto foi Bruno de Carvalho no seu desempenho habitual, quer se goste ou se não goste. E quem não gostar, tem boa solução, muda de canal.

SL
José

quarta-feira, novembro 12, 2014

Fala Bruno!

Confesso que nunca vi a Hora do Presidente, pois é o tipo de programa que não me atrai.
Nem a mim, nem a boa parte dos sportinguistas.

Parece também que se prepara um novo modelo, com a presença de três directores de jornais desportivos: António Magalhães (Record), José Manuel Delgado (Bola) e José Manuel Ribeiro (Jogo), que permitirá certamente ter um programa muito mais dinâmico e muito menos centrado na figura de Bruno de Carvalho.

Espero que Bruno de Carvalho responda a temas sensíveis, alguns dos quais sabemos não estarem a ser bem conduzidos, como por exemplo:

- As recentes convulsões verificadas na Formação e resultados obtidos até agora em todos os escalões;
- As substituições de Abel e Barão no comando da equipa B e qual o projecto que se quer para esta;
- Que fale também um pouco sobre o que se passou com Shikabala e que futuro para este flop.

Mas espero também que possa dedicar alguns minutos a explicar em que ponto estamos na reestruturação financeira ou as razões para se estar a adiar o início da construção do pavilhão.

Espero ainda que Bruno de Carvalho desminta as notícias divulgadas pelo DN e deixe uma mensagem bem clara aos seus interlocutores sobre a forma nojenta como se faz jornalismo desportivo em Portugal.

Nunca vi o programa mas amanhã acho que vale a pena o esforço.

SL
José

segunda-feira, novembro 10, 2014

Sujinho, sujinho... o habitual!



 Nuno M Almeida

domingo, novembro 09, 2014

Jornada 10
Sporting-Paços Ferreira
Domingo, 09/11/2014, 18h00, Estádio de Alvalade

O jogo:
Hora agradável para ver um jogo de futebol, sobretudo se não chover.

Do outro lado vamos ter um satélite tripeiro, o Paços, novamente treinado pelo Fonseca, personagem infeliz, mas que felizmente e em boa hora foi escolhido na última época para treinar o clube do seu coração.

E este satélite tripeiro tem sido sempre um adversário lutador quando joga com o Sporting, tendo já alcançado por 4 vezes a vitória em Alvalade para o campeonato, a que se juntam mais 5 em Paços.
São 9 derrotas e 4 empates perante este adversário em 32 jogos.

Estes números dizem tudo sobre a forma como o Sporting deve encarar o jogo, afastando os fantasmas de Guimarães e encarando o adversário com o mesmo querer e raça com que abordou o jogo com o Schalke.

Estando o Sporting no meio do pelotão classificativo onde este mesmo Paços se encontra, é vital vencermos o jogo desta noite, avançando para um lugar na classificação onde já nos devíamos encontrar há muito, aproveitando eventuais escorregadelas dos adversários na luta pelo título, especialmente dos tripeiros na visita ao Estoril.

A estes dá-me especial gosto ganhar, tal como à maioria dos sportinguistas, certo?


Histórico:
33º jogo em Alvalade entre as duas formações.
Vantagem leonina, mas com percalços significativos (4 derrotas).
Nos jogos para o campeonato, um saldo de 12V-0E-4D e 32-12 em golos.

Nas últimas 5 épocas, 3 vitórias e 2 derrotas.

2013-12-01D1J11Sporting4-0P. Ferreira Liga 2013/14
2013-01-05D1J13Sporting0-1P. Ferreira Liga ZON Sagres 12/13
2012-02-19D1J19Sporting1-0P. Ferreira Liga ZON Sagres 11/12
2011-01-15D1J16Sporting2-3P. Ferreira Liga ZON Sagres 10/11
2009-09-13D1J4Sporting1-0P. Ferreira Liga Sagres 09/10


Convocados:
Rui Patrício e Boeck;
Maurício, Jefferson, Miguel Lopes, Paulo Oliveira, Naby Sarr, Jonathan e Cédric;
William, Rosell, Adrien, João Mário, André Martins, Carrillo, Nani e Capel;
Montero, Slimani e Mané.

20 convocados e cada vez mais alternativas credíveis para os lugares dos habituais titulares, sendo que em alguns casos começa a ser muito difícil para Marco Silva decidir quem será o dono da posição, como por exemplo Jefferson ou Jonathan, ou ainda Carrillo, Mané ou Capel.


O árbitro:
Bruno Esteves - AF Porto
Pela sexta vez na sua carreira, apita um jogo do Sporting.
Nas anteriores partidas, alguns resultados negativos, mas sem influência erros de maior do árbitro.

2014-04-12D1J27Sporting2-0Gil Vicente Liga 2013/14
2013-11-02D1J9Sporting3-2Marítimo Liga 2013/14
2012-10-29D1J7Sporting0-0Académica Liga ZON Sagres 12/13
2012-02-04TLGrp.ASporting 0-1 Gil Vicente Taça da Liga 2011/12
2011-12-05TP1/8Sporting2-0Belenenses Taça Portugal 11/12
2011-02-04D1J18Sporting3-3Naval Liga ZON Sagres 10/11


Totobola1
 Tal como Marco SIlva, também nós não nos sentimos nada felizes por ver um Paços à nossa frente na classificação por isso hoje e dia de começar a inverter esta situação, demonstrando a nossa superioridade.
«É normal que num ou outro momento possam acontecer alterações, pois há desgaste nos jogadores. Mas as alterações nunca podem ser para perder qualidade. Quero os melhores e com os melhores estamos mais perto de vencer.», Marco Silva

SL
José

sábado, novembro 08, 2014

Liga da treta

De um lado temos este trabalho do Record, um trabalho que devia envergonhar qualquer jornalista isento, mas isso sabe-se que são poucos naquela redação e têm todos óculos vermelhos nas análises que fazem.

Setúbal, Moreirense, Arouca, Braga e Rio Ave já viram bem o que vale a liga da verdade...


Do outro lado, a análise do blogue Artista do Dia com factos bem mais próximos da realidade.
Não que tenhamos de concordar com a visão do Mestre de Cerimónias em todos os lances analisados, mas é sem dúvida uma análise bem mais próxima da realidade.



SL
José

quinta-feira, novembro 06, 2014

Uma grande noite europeia

A primeira coisa que ocorre dizer depois do jogo de ontem é que os 37.500 epectadores que estiveram ontem em Alvalade deram por bem empregue o seu tempo e dinheiro.

Espectáculo intenso com as equipas a entregarem-se a um futebol de ataque como manda uma grande noite de futebol europeu, sempre com sinal mais por parte dos leões que demonstraram ser claramente superiores ao Schalke cá, como já o tinham demonstrado lá.

A melhor resposta à UEFA/Gazprom veio por parte do público com a monumental vaia ao hino da Champions e mais uma vez foi esse público o 12º jogador a empurrar a equipa para a vitória, sobretudo após a imerecida desvantagem inicial.
Nota mais também para os adeptos alemães, a apoiarem do 1º ao último minuto.

Depois da chuva de críticas, merecidas na sua maioria, com que a equipa foi brindada pela apatia demonstrada em Guimarães, veio a melhor resposta possível com um futebol de excelente qualidade dos leões e uma entrega total em campo, ao nível do que já tínhamos visto antes desse jogo.

Destaques na equipa de ontem foram muitos, mas não deixa de ser curioso que foram os regressados à titularidade os que brilharam mais, como por exemplo Jefferson, decisivo no lance que dá o empate e no golo que permite a cambalhota do resultado. Slimani foi outro a demonstrar a sua importância na equipa, um monstro na luta com os possantes alemães não dando por perdido um único lance, colocando sempre em respeito a defensiva alemã.
Mané, também ele regressou para uma exibição como há muito não lhe víamos, sempre bem acompanhado por Nani e que teve em Carrillo um substituto à altura, no momento certo.
Destaque ainda para Sarr, não só pelo golo, mas sobretudo pela confiança que mostrou em todo o jogo sem inventar ou complicar.

Por último dizer que a arbitragem esteve longe de ser perfeita, sobretudo no critério disciplinar onde beneficiou claramente os alemães, tendo deixado por mostrar diversos amarelos.
Erro crasso também ao não assinalar o penalty de Jefferson por mão na bola.
No lance seguinte também muitas dúvidas na área do Schalke com um corte com o braço do defesa alemão.

Estamos na luta pelo apuramento para os 1/8 de final da Champions e essa deve ser sempre a nossa ambição.
Apuramentos para a Liga Europa são objectivos menores, pois também essa é uma competição menor para um clube da dimensão do Sporting.

SL
José

terça-feira, novembro 04, 2014

Silêncio que aqui prepara-se um futuro limpinho limpinho!

Foto da Cortina Verde tirada no Hotel EPIC SANA em Lisboa

De um lado o gordo que mamava 250.000€ ano em Alvalade e que agora abdica do ordenado na Liga.
Do outro lado uma das nádegas, homem muito dedicado à transparência no futebol português...


SL
José

segunda-feira, novembro 03, 2014

Ultras ou assassinos?

O jogo de ontem, para lá do mau resultado desportivo averbado pelo Sporting, trouxe de volta cenas violentas que há muito não víamos, todas elas nas imediações do estádio D. Afonso Henriques, que tiveram o ponto mais grave no esfaquear de dois adeptos do Sporting, um com gravidade.
E estas cenas, infelizmente, são recorrentes naquela cidade, onde já vimos problemas graves com a claque do Braga em jogo entre os B's dos dois clubes. Junte-se ainda nos últimos tempos o facto de terem deixado um adepto do Boavista quase cego, ou o ataque a um grupo de mulheres e crianças indefesas.


Para se ter noção da dimensão do que representa esta gente, deixo-vos este excelente texto tirado do Sporting Fans:

"Sempre quis fazer uma deslocação para apoiar o Sporting pois, sendo de Lisboa, tenho a vantagem de conseguir acompanhar todos os jogos em casa. Estava na hora de ter esta experiência, e após consultar o calendário decidi em conjunto com mais outros oito amigos, “invadir Guimarães”. Fiquei muito contente por esta ser a minha primeira grande aventura afinal já tinha visitado a cidade, conheço pessoas muito simpáticas de lá, e os seus adeptos e aquilo que fazem pelo seu clube, fascinavam-me. Não é qualquer clube que, ao descer de divisão, vê crescer a sua massa associativa, e foram eles os pioneiros na questão da camisola 12, ao retirá-la da opção de escolha dos jogadores, atribuindo-a exclusivamente aos adeptos. Com muitas recomendações de cautela e indicações de “não levem adereços do Sporting”, lá seguimos viagem. Tivemos algum cuidado, mas não conseguimos largar o orgulho que é envergar um cachecol do grande Sporting, e lá fomos passando por estações de serviço e até um snack bar de Guimarães onde almoçámos, com o símbolo do nosso amor bem aconchegado em volta do nosso pescoço. Já na cidade berço juntámo-nos aos nossos, e perto da hora de abertura de portas, ainda com poucas pessoas nas imediações, decidimos aproximar-nos da porta que estava destinada aos sportinguistas, e foi aí que se deu a primeira incidência. Cerca de 50 adeptos completamente identificados como sendo do Vitória, começam a caminhar pela zona onde tínhamos estado 5 minutos antes, sozinhos sem qualquer escolta policial, e com um ar de quem não ia fazer coisa boa. E não fizeram! Roubaram adeptos do Sporting! Podem ler o relato de um dos visados neste texto (ver aqui). Só vi dois polícias no trajecto que fiz do sítio onde estacionámos o carro (perto de onde ficaram os autocarros das nossas claques) até à porta que nos correspondia, e estavam do outro lado do passeio onde o furto aconteceu! Nós ao percebermos o que se passou alertámos a polícia junto da entrada, e embora eles nos estivessem a ouvir, não se mexeram (e as portas ainda estavam fechadas). O caricato foi ter encontrado uma amiga minha do Vitória a quem contei a história (já tinham passado cerca de 15 minutos). O namorado dela, trajado à Vitória, foi de imediato falar com a polícia e… para meu espanto, eles dirigiram-se logo ao local (cerca de 20 metros de onde eles estavam)!
Este era para mim um jogo muito esperado, considerava-o “o jogo” que iria demonstrar a força do leão pelo regresso a ser campeão. A equipa parecia motivada e o apoio dos sportinguistas tem sido incondicional, como já em inúmeras deslocações o provaram. Mas este pareceu um Sporting diferente do que tenho visto nos últimos jogos. Onde estava a equipa que eliminou o Porto da Taça de Portugal? Ou o Sporting que recuperou de uma desvantagem de 2 golos na Alemanha com menos um jogador? Até o Sporting que venceu goleando, na jornada anterior, o Marítimo? Não sei… Mas naquele campo não esteve! Pareciam atrapalhados ou mesmo trapalhões, houve falhas nos momentos cruciais que deram origem aos golos, em momentos pareciam perdidos no meio do campo, e embora na segunda parte tivessem entrado melhor, a nossa equipa não conseguia reagir com aquela garra e entrega que nos habituou, não se percebeu. Claro que existe desilusão e frustração, não esperava um jogo destes, muito menos com um resultado tão expressivo, mas mesmo assim um grande aplauso aos adeptos e claques que nunca desistiram de apoiar o nosso grande amor. Durante toda a partida existiu provocação entre adeptos de ambas as equipas, quem vai à bola sabe que acaba por ser normal. Por norma ignoro, e então se for de uma equipa que nunca ganhou um Campeonato Nacional, e lá porque nos ganhou festeja como se fosse um título de campeões, mais ao lado me passa. Mas na minha cabeça ecoava todos os avisos que me foram dados quando decidi embarcar nesta viagem “cuidado com o fanatismo dos adeptos do Vitória”, e decidimos retirar os cachecóis e seguir a nossa viagem sozinhos tal como a tínhamos começado. Chamo-lhe falta de experiência, mas termos seguido fora do cortejo e por caminhos que desconhecíamos, fez-me temer pela nossa integridade física. Ainda só tínhamos avançado uns metros quando perto de umas escadas vimos 2 sportinguistas que estavam à nossa frente no passeio a ser agredidos. Não houve provocação alguma! Simplesmente caminhavam, tal como nós, e ao passar por 3 indivíduos foram abordados com… murros! Com um sangue frio que ainda hoje não sei onde fomos buscar, mudamos a nossa rota, cortamos caminho e dirigimo-nos ao primeiro policia que encontrámos. Contámos o sucedido, ele calmamente dirigiu-se a um colega que tinha rádio, e no mesmo passo calmo foram ver o que se passava. A estrada estava cortada, as claques do Sporting iam ser escoltadas para os autocarros, e nós fomos obrigados pela polícia de intervenção a ficar à espera que eles passassem. Entretanto contámos o sucedido e a resposta que tivemos foi a curiosa: “vocês já sabem como isto é aqui em Guimarães, mesmo não estando identificados com nenhum clube, basta falarem que percebem logo que não são daqui”. Mas isto significa o quê? Que eu como adepta de futebol e apaixonada pelo Sporting, não posso ir assistir a um jogo do meu clube em qualquer sítio onde ele jogue? Que para ter algum tipo de protecção tenho de pertencer a uma claque?! Nós éramos um grupo de 9 elementos com idades entre os 30 e os 55 anos, 4 mulheres e 5 homens, e acabámos por ser escoltados até à rua onde tínhamos o carro, não sem antes ouvirmos mais meia dúzia de frases repreensivas pelo nosso acto de ir ver um jogo de futebol onde fomos apoiar o clube do nosso coração…. Foi uma noite de grande frustração e revolta. A noite em que o futebol passou para segundo plano pois a violência tomou conta das nossas conversas e das nossas emoções. Nunca mais volto a Guimarães, nem mesmo fora do contexto futebolístico. Sei que meia dúzia de bestas não representam todos os adeptos, mas vi e ouvi coisas que tiraram de mim o carinho que sentia por esse clube. E acho que o pior foi mesmo as autoridades saberem que isto acontecia e em vez de fazerem algo por isso simplesmente dizerem o que nos disseram! Elementos do nosso grupo já garantiram que deslocarem-se para ver jogos do Sporting fora de Alvalade, nunca mais! O futebol deve ser jogado dentro das 4 linhas, ao terminar podemos discuti-lo e debater com outros, mas quando se ultrapassa os limites e envolve violência algo tem mesmo de ser feito! E o Vitória tem de ser punido pelo que os seus adeptos fizeram a 2 adeptos do Sporting que foram esfaqueados. E se foi isto tendo ganho o jogo, nem quero imaginar se tivessem perdido! Não se esqueçam é que a vingança é um prato que se serve frio, e com a classe que nos é conhecida, a nossa “vingança” será servida em bandeja de ouro no jogo da segunda volta quando vos golearmos em Alvalade e tiverem de voltar para a terrinha a chorar! Porque somos Sporting, não vergamos, e embora se gabem de ser a cidade onde nasceu Portugal, nós é que orgulhosamente nos chamamos Sporting Clube de PORTUGAL! -

O Vitória que aprendemos a respeitar não pode acolher adeptos como estes nas suas bancadas.

Esta gente está a mais no futebol e as autoridades não podem fechar os olhos ao que acontece com uma regularidade incompreensível em Guimarães.

Alguém um dia destes vai devolver aos adeptos vimaranenses o mesmo tratamento que dão aos seus adversários e isso poderá ter resultados trágicos que as autoridades, FPF e Liga teimam em não dar a necessária relevância.

SL
José

sábado, novembro 01, 2014

Resultado falseado em Guimarães

 - 2º golo do Vitória em fora-de-jogo

- expulsão perdoada a Bouba Saré por entrada dura sobre Adrien, sem bola

- penálti inexistente que dá o 3º golo à equipa vitoriana, onde Cédric não toca em André André

Assim se fazem resultados em Portugal...


Lion King

J9: Guimarães-Sporting

Jornada 9
Guimarães-Sporting
Sábado, 01/11/2014, 18h00, Estádio D. Afonso Henriques

O jogo:
Parece que este passou a ser o horário dos jogos do Sporting, facto que me agrada bastante pois arrasta mais público para os estádios como se viu Domingo passado em Alvalade e como certamente se voltará a ver no próximo Domingo na recepção ao Paços.

Sobre o jogo de hoje, espera-se um excelente espectáculo, num momento de crescendo do Sporting mas igualmente num momento de afirmação por parte do sempre surpreendente Vitória.
Ambas as equipas vêm de vitórias na última jornada e estão separadas na classificação por apenas 1 ponto.

Depois de mais um excelente trabalho do Mota dos talhos na Luz (alguém esperava diferente?), contribuindo e muito para que o líder do campeonato se mantivesse o mesmo, cabe aos leões colocar mais uma vez em campo todas as suas armas legais para conquistar os 3 pontos e manter distância para os rivais (ou mesmo encurtar para os lopategos).

Este adversário nunca nos facilita a vida, seja no seu terreno ou em Alvalade, mas a jogar em Guimarães até temos tido melhor performance que os eternos rivais.
O regresso do argelino ao lote dos disponíveis versus o regresso aos golos de Montero é maior incógnita para o onze inicial.
Se Slimani estiver a 100%, julgo que será titular mas tem a palavra Marco Silva.

O vitória tem sido esta época a equipa revelação, somando 5 vitórias (4 delas por mais que 1 golo de diferença), 2 empates em casa (um deles com o Porto e outro com o Paços) e 1 derrota concludente por 0-4 no terreno do Marítimo.
Pode mesmo dizer-se que essa derrota no Funchal é a única mancha num excelente início de época.

Em véspera de jogo da Champions, mais um jogo de dificuldade extrema, onde não tenho qualquer dúvida que a nossa equipa vai entrar em campo faminta por conquistar os 3 pontos no terreno dos conquistadores!

Histórico:
70º confronto no terreno dos vimaranenses a contar para o campeonato (78º somando todas as competições).
Nos jogos para o campeonato, um saldo de 36V-20E-13D.
2 vitórias e 3 empates nas 5 últimas deslocações ao Afonso Henriques, tendo a última vitória sido obtida também na última época com um golo de Slimani aos 90', num jogo muito complicado e onde o nosso bem conhecido Maazou nos deu imenso trabalho.
A última derrota remonta a 2007/08 (0-2), a única nos últimos 15 confrontos em Guimarães.

Convocados:
Rui Patrício e Boeck;
Maurício, Miguel Lopes, Paulo Oliveira, Naby Sarr e Jonathan e Cédric;
William, Rosell, Adrien, João Mário, André Martins, Carrillo, Nani e Capel;
Montero, Slimani e Mané.

Uma única alteração face à última jornada com o regresso de Slimani e saída de Tanaka.
De fora ficam Jefferson, Slavchev, Héldon e Geraldes

O árbitro:
Hugo Miguel - AF Lisboa
Será a 9ª vez em 6 épocas que este árbitro apitará o Sporting.
Com Hugo Miguel apenas uma vez perdemos (1-3) no Estoril.
Esteve no derby Sporting-Benfica da época passada (1-1), com queixas de ambos os lados.
É conhecido por ser algo permissivo no jogo duro, mas também por deixar jogar.

Totobola2

As palavras de Marco Silva são o reflexo da mentalidade desta equipa. Espero que os jogadores correspondam ao desejo do nosso treinador e ao meu prognóstico de vitória.

«Tem feito um excelente início de campeonato e é uma equipa motivada. Está no lugar que está por mérito dos jogadores e da equipa técnica. Jogar no campo do Vitória nunca é tarefa fácil e temos consciência disso. Só há um resultado que nos interessa, que é a vitória», Marco Silva

SL
José