"Tu vais vencer, Podes crer, Porque a nossa força é brutal. Mais de um século de histórias para contar. Sporting, tu nunca vais acabar" - osangueleonino.blogspot.com -

Sangue LEONINO

segunda-feira, janeiro 31, 2011

Não há razão para optimismos

A demissão do Presidente do Conselho Directivo permitiu que soprasse uma brisa de esperança no retorno do Sporting aos trilhos da sua grandeza histórica e tradicional.
Bettencourt não tinha conseguido travar o ciclo catastrófico acelerado por F. S. Franco, que já seguia uma cartilha "roquetistta" a caminho do abismo. Em conclusão, o Dr. JEB foi um desastre total adivinhado por muitos, eu incluído.
E agora? Agora não vejo motivos para optimismos. Como doutras vezes antevejo o ressurgimento dum candidato de continuidade, mas reciclado. Este "candidato" hoje, mas logo amanhã Presidente, vai usar das demagogias do costume, e que são: um Plano de reestruturação (outro plano) que se for aprovado vai permitir todas as quimeras, sonhos ou deslumbres; mas que se não for aprovado vai ser o caos. Pelo meio agita-se a cenoura: vai haver milhões para reforçar a equipa de futebol.
E qualquer candidato opositor vai ser considerado "aventureiro".
Com este "cocktail", por um lado a bandeira da abundância, por outro o espectro da miséria. Com esta argumentação, esse candidato da "continuidade"será eleito facilmente. Vai ser limpinho. Foi assim que FSF e JEB foram eleitos e fizeram passar as suas propostas. E os sócios vão atrás que nem "carneirinhos".
Porque meus amigos o Sporting está neste estado desastroso, "em cacos", por culpa única e exclusiva dos Sportinguistas. Foram e são os Sportinguistas que apoiam, elegem e suportam este tipo de irresponsáveis que estão a acabar com o Sporting.
Fico até abismado como agora vêm muitos tecer críticas a quem sempre apoiaram. Os Sportinguistas não só elegem mal, como, pior, apoiam os Projectos desastrosos que os incompetentes dos Presidentes lhes apresentam. Não houve influências de árbitros ou rivais. Fomos nós que quisemos dar com a "cabeça na parede". Várias vezes.
Na "gestão"(?) destes últimos anos há tudo menos imprevisibilidade: ESTAVA À VISTA!
E repito, gostava de acreditar que o rumo vai mudar....
Estou destroçado.

    Gabriel Almeida

    Rumo ao abismo... e sem travões



    No último dia de transferências do mercado de Janeiro perdemos o nosso melhor jogador dos últimos anos, e um verdadeiro símbolo para os adeptos.

    Tentou-se contratar o angolano Djalma, tendo-se sabido há pouco que este recusou vir para Alvalade.

    Fez-se uma proposta por Kléber e o presidente do Atlético Mineiro - quiçá com uma mãozinha do norte do nosso país - considerou a mesma 'ridícula'.

    É este o Sporting Clube de Portugal dos dias de hoje: um clube pouco aliciante para jogadores que militam em equipas medianas, sem nenhum peso negocial no mercado, alvo de chacota e um clube que ainda se dá ao luxo de perder quem - apesar de tudo - será capaz de fazer a diferença.

    Resta um reforço - Cristiano - vindo do mercado no qual ultimamente nos movemos com grande competência: o dos jogadores desempregados. Veja-se o belo exemplo chamado Hildebrand.

    Ficamos dotados na frente de ataque do nosso plantel com um trio de luxo capaz de fazer inveja aos maiores da Europa futebolística: Postiga, Djaló e Saleiro. Verdadeiros herdeiros de Manuel Fernandes, Oliveira e Jordão.

    Quero dar os meus parabéns a todos os brilhantes dirigentes que nos últimos anos têm passado por Alvalade e a quem tão competentemente está a dirigir o nosso futebol.

    Rumo ao abismo... e sem travões.

    Nuno M Almeida

    (As propostas de José Eduardo…)

    Valeu, Levezinho!



    Está confirmado: Liedson da Silva Muniz vai deixar o Sporting Clube de Portugal!
    A transferência é consumada para o Corinthians a 7 de Fevereiro, o que permitirá uma despedida frente à Naval, na próxima sexta-feira.
    Os valores do negócio não são revelados.

    «Nos termos e para efeitos do cumprimento da obrigação de informação que decorre do disposto no artigo 248º, nº1 al. a) do Código dos Valores Mobiliários, a Sporting Clube de Portugal ¿ Futebol, SAD, vem informar ter chegado a acordo com o Sport Club Corinthians Paulista para a cedência definitiva dos direitos desportivos do jogador Liedson da Silva Muniz, com efeitos a partir do próximo dia 7 Fevereiro.»

    Muito obrigado por estes sete anos e meio, e pela magia que nos proporcionaste nos relvados.
    Momentos mágicos como estes:



    Nuno M Almeida

    domingo, janeiro 30, 2011

    Negocios...(?)

    Marat Izmailov poderá transferir-se nos próximas dias para a equipa do Spartak de Moscovo, informa o jornal eletrónico Life.ru, citando fontes próximas do jogador.

    Segundo esse jornal, "as conversações entre o jogador e os clubes começaram na semana passada".

    As mesmas fontes revelam que o Sporting espera receber 7 milhões de dólares, preço que o clube de Alvalade pagou ao Lokomotiv de Moscovo para adquirir o jogador em 2008.

    A direção do Spartak de Moscovo remete-se ao silêncio e não confirma, nem desmente o interesse do clube pelo médio russo do Sporting.

    in Record

    Quanto iremos receber?

    O antigo guardião do Sporting Vladimir Stojkovic assinou um contrato de três anos pelo Partizan de Belgrado. Um acordo que vai de encontro às intenções do guarda-redes sérvio.

    "É isto que eu queria. A minha ambição era assinar um contrato definitivo com o Partizan depois de ter sido emprestado pelo Sporting", afirmou, reiterando a vontade de revalidar o título.

    "Estou pronto para a segunda metade da época e o objetivo é conquistar a Liga sérvia e também a Taça", rematou.

    in Record

    Quanto recebemos?

    Cristiano vai ser jogador do Sporting, tornando-se no primeiro reforço dos leões no mercado de inverno. O extremo de 27 anos, que se notabilizou em Portugal ao serviço do Paços de Ferreira - tendo sido treinado por Paulo Sérgio -, estava sem clube depois de ter rescindido recentemente com o PAOK, para onde se transferiu há precisamente um ano. O esquerdino deve ser apresentado segunda-feira em Alvalade.

    in Record

    Tiui, Koke, voltem!!! Estão perdoados......

    Consumada a aquisição de Cristiano e a poucas horas do fecho do mercado, o Sporting está ainda a tentar um avançado.

    Record sabe que nos últimos dias, os leões tentaram a aquisição de Djalma, que está em final de contrato com o Marítimo.

    Carlos Pereira recusa ceder o jogador sem contrapartidas financeiras e continuam as negociações entre os clubes.

    in Record

    Que função vem desempenhar? De pinheiro ou paralelipípedo?

    Falta o Sporting tomar uma decisão para Liedson rumar ao Corinthians. Em declarações a Record, o empresário que gere a carreira do Levezinho, Marcelo Robalinho, garantiu não existir nada a acrescentar em relação aquilo que já foi tornado público, colocado a decisão do processo do lado leonino.

    “Não existe nada de novo neste momento. Aquilo que posso dizer é que estamos à espera de uma decisão do Sporting”, explicou o agente sobre as negociações com vista ao regresso do atacante leonino ao emblema paulista.

    in Record

    O ultimo jogador de classe que temos, sinceramente custa-me despedir dele assim, a meio da época. Os valores envolvidos serão assim tão "apetitosos"? Teremos depois que levar com o resto da época com Postiga e Saleiro? Deus nos livre.....


    SL


    Miguel Damas


    sábado, janeiro 29, 2011

    Fraquinho... mesmo cumprindo apenas calendário



    Estoril, 2 – Sporting, 1

    Campo António Coimbra da Mota

    ESTORIL: Vagner; Andreson Luís, Steven Vitória, Erick, Lameirão e Jefferson; João Coimbra, Luciano Bebé e Vinicius Reche; Luís Leal e Alex Afonso.

    Suplentes: Mário Matos, Bruno Nascimento, Tony Taylor, Clodoaldo, Nelsinho, Murilo Ceará e Carlos Eduardo.

    SPORTING: Tiago (expulso); Abel (Vukcevic), Torsiglieri, Nuno André Coelho e Grimi; Pedro Mendes; João Pereira, Matías (Postiga) e Zapater e Salomão (Rui Patrício); Saleiro.

    Suplentes não utilizados: Carriço, André Santos, Cedric e Tales.

    Golos: 0-1 Abel, 1-1 Alex Afonso, 2-1 Vinicius Reche




    Estamos nas meias-finais desta competição, onde provavelmente defrontaremos o Benfica (em início de Março).


    Nuno M Almeida

    Ciclos que se iniciam? Ciclos que terminam?



    Hoje é o dia em que se discute a possível entrada em cena do empresário Braz da Silva, num movimento que poderá ser o grande abanão no estado de marasmo e letargia que o clube vive - contrariando possíveis candidaturas pouco mais que 'mornas' - e que poderá baralhar as contas de quem já contava sentar-se na cadeira do poder de Alvalade num cenário eleitoral de 'favas contadas'.

    No Diário de Notícias refere-se mais sobre o tema:

    José Braz da Silva está a criar um projecto para o Sporting que consiste na criação de um fundo de investimento privado de 100 milhões de euros para "salvar o clube da agonia" e contratar jogadores. Agostinho Abade, actual presidente do Conselho Fiscal dos leões, faz parte do projecto, como o próprio o confirmou ao DN.

    O projecto passa por duas fases. Na primeira, uma emissão privada de 50 milhões de euros, cada investidor terá de entrar com pelo menos um milhão. Depois, para atingir o dobro desse valor, os 100 milhões finais, haverá uma segunda emissão de participação mais baixas.

    As declarações do empresário:

    "Para ser competitivo é preciso ter activos de qualidade. Por isso estamos a pesar um projecto credível e transparente que consiste em criar um fundo de 50 milhões, numa primeira fase, e mais 50 milhões já com o projecto em andamento a ser aberto a todos os sócios"

    "Obter liquidez para investir em jogadores. Tenho todas as condições para ser candidato. Sou sócio, adoro o Sporting e tenho uma vida profissional que me permite assumir um compromisso dessa natureza, mas ainda não é a altura certa para revelar isso. O que importa é o projecto, que pode ser a última ou uma das últimas oportunidades de devolver o equilíbrio financeiro ao clube"

    "O presidente deve servir o clube, por amor, não pode é servir-se do clube e ser remunerado por algo que devia fazer por gosto. Assim não faz sentido pedir alguma coisa aos sócios sem oferecer algo primeiro. O presidente deve ser um subscritor do fundo. Além de contactos em Portugal e Angola, existem abordagens a empresários noutros países."

    "O futebol é uma indústria e nós temos de o considerar como tal, só assim é possível potenciar um dos melhores e mais rentáveis produtos do País. Portugal faz mais dinheiro com a venda de jogadores do que com outro produto. Ganham os clubes, ganham os jogadores e ganha o Estado, com o pagamento de IVA e outros impostos"

    "O clube entrou com 50 milhões provenientes das receitas e um grupo de 40 associados contribuiu com 1,2 milhões e ainda serviram de avaliadores para mais 50 milhões que o clube pediu aos bancos, e assim se fez o estádio."




    Hoje noticia-se também a possível saída de Liedson, rumo ao Corinthians por 2 milhões de euros.

    Será o fim de um ciclo de 8 anos de um grande goleador, mas que claramente está na curva descendente da sua carreira. Terei saudades do Levezinho dos grandes tempos, mas como em tudo na vida há ciclos que se fecham.

    Apenas espero que seja acautelada a sua substituição no plantel com alguém de idêntica qualidade.


    Leonino

    Angolanos ponderam entrar no Sporting



    Este sábado fará notícia de primeira página no semanário Expresso a possível entrada de capital angolano no Sporting.

    José Braz da Silva - presidente do Grupo Finertec - quer criar um fundo de 50 milhões de euros destinado à compra de jogadores, avançando também com uma candidatura à presidência do Sporting.

    Segundo noticia também o Económico a operação está a ser preparada por um grupo de accionistas liderado por Agostinho da Silva, líder do grupo turístico Oásis Atlântico, com interesses no Brasil e em Cabo Verde.

    A FINERTEC tem interesses em Angola, Cabo Verde e Portugal na área da energia, além de ter o controlo da Construtora do Tâmega.

    Este fundo é a forma encontrada para reforçar a equipa de futebol, dado que as receitas do clube estão cativadas para pagar as dívidas de 140 milhões de euros ao Millennium BCP e de 100 milhões ao Banco Espírito Santo.

    Angola paira sobre a Segunda Circular: depois da Luz... chegou a vez de Alvalade?


    Nuno M Almeida

    quarta-feira, janeiro 26, 2011

    Movimento Sporting Sempre

    Procurando responder à questão lançada pelo Nuno no post anterior, informo que o Movimento Sporting Sempre poderá ou não constituir-se numa candidatura nas próximas eleições, no que toca ao Conselho Directivo, Assembleia Geral e Conselho Fiscal. Para já é um Projecto destinado a Pensar o Sporting. Que é constituído por pessoas com muitos anos de sócio, com Experiencias e Formações académicas e Profissionais muito diversas. Como intenção consolidada para já, existe apenas a determinação em apresentar listas para o Conselho Leonino.

    Idealmente gostaríamos que este Movimento venha a ser um polo aglutinador de ideias que possa ser incorporado num Projecto mais vasto e unificador, que incorpore as ideias que nós achamos que melhor servem o Sporting e pelas quais estamos dispostos a lutar. Se tal não vier a acontecer, então poderemos ir até ao fim, lutando por aquilo em que acreditamos, sendo que, em qualquer cenário, este Movimento tem a intenção de continuar activo para lá do acto eleitoral!

    Saliento apenas a frase final do primeiro post colocado no Blog do Movimento, que sintetiza as nossas intenções:

    "Mais do que criticar o passado preocupa-nos o presente e queremos dar o nosso contributo para um melhor futuro.

    VIVA O SPORTING!"

    Fica aqui o convite para visitarem o nosso Blog!

    JG

    P.S.: Nuno, tu és uma das pessoas que seriam sempre bem vindas, porque há por aqui quem goste muito das coisas que escreves (e não estou sequer a falar de mim) e também porque há uma altura em que temos obrigação de dar a peito às balas!

    terça-feira, janeiro 25, 2011

    Começam a movimentações...

    Será este Movimento Sporting Sempre mais uma candidatura em embrião?

    Nuno M Almeida

    segunda-feira, janeiro 24, 2011

    A noite de Rui Patrício e Zapater



    Marítimo, 0 – Sporting, 3

    Estádio dos Barreiros (Funchal)

    Árbitro: Artur Soares Dias


    MARÍTIMO: Marcelo Boeck; Roberto Sousa, João Guilherme, Roberge e Luciano Amaral; Rafael Miranda, Sidnei e Alonso; Marquinho, Baba e Djalma.

    Suplentes: Marafona, Robson, Kléber, Briguel, Tchô, Heldon e Danilo Dias.

    SPORTING: Rui Patricio; João Pereira, Carriço, Polga e Evaldo; André Santos (Maniche), Pedro Mendes e Zapater; Valdés (Saleiro) Liedson e Vukcevic (Torsiglieri).

    Suplentes não utilizados: Tiago, Salomão, Zezinho e Nuno André Coelho.

    Golos: 0-1 Zapater, 0-2 Zapater, 0-3 Liedson

    Nuno M Almeida

    domingo, janeiro 23, 2011

    O Sporting será aquilo que nós quisermos

    Os tempos são uma vez mais conturbados – algo que parece ser já crónico - a emoção continua teimosamente a sobrepôr-se exagerada e perigosamente à razão (Bettencourt deu há poucos dias um péssimo exemplo disso mesmo) e como há muito constato, e tenho escrito, ano após ano, época futebolística após época futebolística, voltamos a assistir no Sporting a discussões da mais variada natureza: modelos de financiamento, de gestão, reestruturações de dívida, treinadores, jogadores, presidentes… quase sempre inexplicavelmente temperadas com ignóbeis insultos entre sportinguistas.

    Há muito alerto que há décadas se ignora ou desleixa procurar dentro da nossa casa um aparentemente inatingível consenso que nos leve ao lugar de topo que de pleno direito já nos pertenceu no desporto português – e mais concretamente, no futebol – mas entretanto, época após época, o FC Porto vai cimentando a sua liderança nacional: já nos ultrapassou em número de campeonatos conquistados, já foi duas vezes campeão europeu, vencedor da taça UEFA, detém uma invejável cultura de exigência, de ambição e de vitória, numa casa onde ninguém ousa pôr o pé em ramo verde. E nós? Nós continuamos a procurar um caminho. Aquele caminho. O tal que pelos vistos não conseguimos vislumbrar, distraídos que andamos com disputas e querelas entre facções.

    É já angustiante e aflitivo testemunhar e assistir a uma constante tradição tacanha e serôdia de se discutir nomes, vias, culturas, enquanto o fosso face ao rival do norte se vai alargando, intervalado por uns títulos que de vez em quando vão sendo ganhos pelo vizinho da segunda circular.

    Para quando o murro na mesa que vise finalmente colocar-se o supremo interesse da nossa instituição acima de querelas pessoais, de vaidades egocêntricas e de disputas entre ‘quintinhas’? Estou farto de condes, viscondes, traidores, notáveis, punhais espetados nas costas, ziguezagues, conspirações…

    Mais do que nunca, estamos num momento decisivo da vida do nosso clube em que talvez tenha definitivamente chegado a altura de se cimentar um pacto de regime no qual a prioridade seja a suprema agregação da vontade das várias tendências existentes no seio da família leonina.
    Ao próximo presidente peço que seja uma figura aglutinadora, um verdadeiro líder e que não descure aquilo que tantos têm descurado, e com consequências tão nefastas: o futebol.

    Há muito escrevo que como coração do nosso clube, o futebol merecia outro profissionalismo, outra abordagem, outra ambição, assentes numa noção clara para onde se quer ir e a definição de uma política desportiva sólida que traçasse o caminho até essa meta. Maniche renova automaticamente? Empresta-se Adrien à Académica que nos havia recusado Villas-Boas? Emperra-se a renovação de Carriço? Exemplos de estranhos ziguezagues.

    Enquanto não se perceber que é o futebol que mexe verdadeiramente com a paixão dos adeptos, que é o bom futebol e que são os sucessos desportivos que levam as pessoas ao estádio, que as fazem comprar bilhetes de época e merchandising, que atraem os jovens para o clube, que os fazem querer ser sportinguistas, em suma tudo aquilo que faz valorizar o clube e a publicidade ao seu redor, elevando também o seu estatuto… continuaremos num caminho penoso de comodismo e de acomodamento.

    De uma vez por todas tem que se entender que o futebol não pode ser subalternizado por serviços de dívida e por estrangulamentos bancários. Ao próximo presidente peço que tenha arte e engenho, que saiba ser criativo para se libertar desse ‘espartilho’ e desse alibi, porque o futebol não pode ser uma consequência, mas sim a causa, a verdadeira causa do clube.

    Não investir em prospecção competente, numa formação e numa academia que ainda são de excelência, em corpos técnicos do melhor que há no mercado, continuaremos na senda da mediocridade e do ‘quanto baste’, ambicionando apenas segundos lugares, optando por treinadores de segunda e gastando dinheiro em contratações falhadas que pouco ou nada nos têm dado, tanto desportiva como financeiramente (Pongolle, Koke, Purovic, Tiuí, Marion Had, Nalitsis, Motta, Alecsandro, Ramires, Torsiglieri, Kmet, Grimi, Kutuzov, Deivid, Pedro Silva… e por ai fora).

    Não aplaudo, nunca aplaudi nem aplaudirei presidentes sem qualquer sensibilidade para o futebol (como Soares Franco), treinadores que dizem que quando querem ver um espectáculo vão ao teatro, ou outros ‘opinadeiros’ que se contentam com segundos lugares. O Sporting é grande, demasiado grande para pensar tão pequeno!

    Dia 26 de Março de 2011 ficará indelevelmente na História do Sporting Clube de Portugal como um momento altamente marcante, do qual o futuro sentenciará se foi o tão ansiado ponto de ruptura e de viragem, ou a consolidação do caminho há muito trilhado rumo ao abismo.

    O fogo do leão só se apagará se nós quisermos!



    Nuno M. Almeida

    sábado, janeiro 22, 2011

    Boa ou má noticia?

    Leão resiste e segura Izmailov até 2013

    "Administração do clube de Alvalade não vai deixar sair Marat Izmailov. Contrato é para cumprir, preferencialmente a jogar.

    Mudou a estrutura do futebol do Sporting, com a entrada de José Couceiro para director-geral, e mudou também a forma de olhar para o caso Izmailov. E nesta altura os leões olham para o médio como um activo a ter em conta, para segurar até ao final do contrato, que termina em 2013."

    In A Bola 22-01-2011

    The Best One

    sexta-feira, janeiro 21, 2011

    Aguiar de Matos à Antena 1














    Aguiar de Matos diz que o candidato da nova geração ainda não apareceu:



    Aguiar de Matos critica José Eduardo Bettencourt:



    SPORTING SOMOS NÓS

    ZenMan - Vítor Araújo

    quinta-feira, janeiro 20, 2011

    Na noite de serviços mínimos, um golão de Zapater



    Sporting, 4 - Penafiel, 0

    Estádio José de Alvalade

    Árbitro: Duarte Gomes

    SPORTING: Tiago; João Pereira, Carriço, Polga e Grimi (Evaldo); André Santos e Pedro Mendes; Vukcevic (Zapater), Valdés (Cedric) e Salomão; Liedson.

    Suplentes não utilizados: Rui Patrício, Torsiglieri, Saleiro e Abel.

    PENAFIEL: William; Dias, Sandro, Vagner e Ginho; Hugo Soares e Bruno Madeira; Coronas, Michel e Stephane; Wesliem.

    Suplentes: Márcio Ramos, Ferreira, Vítor, Kanu, Jardel, Elízio e Cascavel

    Golos: 1-0 João Pereira, 2-0 Valdés, 3-0 Zapater,
    4-0 Zapater

    GRUPO D

    Estoril-Penafiel, 0-1
    Sporting-Naval, 2-0
    Naval-Estoril, 2-2
    Sporting-Penafiel, 4-0


    Classificação: Sporting, 6 pontos; Penafiel, 3 pontos; Estoril e Naval, 1 ponto.


    Nuno M. Almeida

    quarta-feira, janeiro 19, 2011

    E o povo, pá?



    A nossa 'querida' comunicação social, a tal que agora não tem mãos a medir com notícias sobre o actual momento do Sporting Clube de Portugal, começa a fazer constar - I wonder why... - que o senhor 'cardeal' Ricciardi, um todo-poderoso do BES, já confidenciou aprovar a candidatura do senhor Alves, visando ser este o sucessor de Bettencourt.

    Aposto que agora se vai assistir a um estranho consenso em torno do 'aprovado' e que muitas das candidaturas, supostamente alternativas, vão arrepiar caminho. O poder da banca em todo o seu esplendor...

    Sendo assim, constato com uma certa amargura que a figura do sócio é despicienda e como verdadeiras marionetas apenas servimos para plebiscitar em urna aquilo que à partida está decidido por meia dúzia (ou nem isso) de eminências pardas.

    É curioso como benfica e porto estão tão ou mais endividados que nós, dependem igualmente da banca, mas a comunicação social teima em comunicar num tom que faz crer que apenas o nosso Sporting está nas mãos dos insignes banqueiros e 'amarrado' aos seus compromissos de dívida.

    (será que eventuais candidatos que pudessem ser alternativa ao actual de estado de coisas, mas que na sua vida profissional têm também compromissos com a banca - nomeadamente com BES e BCP - ou dependem desta para contraír empréstimos para os seus projectos profissionais, terão algum espaço de manobra?)


    Nuno M. Almeida

    terça-feira, janeiro 18, 2011

    Eleições a 26 de Março

    Também Paulo Pereira Cristóvão, candidato derrotado nas últimas eleições, deverá fazer parte do lote de apoiantes de Rogério Alves. Apesar de muito crítico da gestão do homem que o bateu nas urnas, Bettencourt, Cristóvão tem-se aproximado das posições do ainda presidente da Mesa da Assembleia Geral da SAD, com o qual pode unir forças nesta corrida para a presidência.

    In OJOGO

    A ser verdade o que se escreve no JOGO, e não uma manobra de diversão utilizando os jornais, que venha uma terceira via séria, credível e coerente... e muito rapidamente!
    _________________________________________________________________________________________

    ACTUALIZAÇÃO:
    - SPORTING VAI A ELEIÇÕES - acto marcado para 26 de MARÇO (TVI24)
    - Os orgãos sociais leoninos decidiram demitir-se em bloco no próximo dia 14 de fevereiro. (Record)
    _________________________________________________________________________________________

    Comunicado oficial:

    «Os titulares dos Órgãos Sociais do Sporting Clube de Portugal - Mesa da Assembleia Geral, Conselho Directivo e Conselho Fiscal e Disciplinar -, reunidos em plenário no dia 18 de Janeiro de 2011, assumiram o compromisso de renunciar ao mandato, no dia 14 de Fevereiro de 2011.

    Nesta conformidade e nos termos Estatutários o Presidente da Mesa da Assembleia Geral irá convocar a Assembleia Geral Eleitoral para Sábado, dia 26 de Março de 2011.

    Os Órgãos Sociais apelam a todos os Sportinguistas que apoiem incondicionalmente todos atletas das diversas modalidades neste período da vida do Clube.

    Os titulares dos Órgãos Sociais do Sporting Clube de Portugal»



    Nuno M. Almeida

    segunda-feira, janeiro 17, 2011

    O transversal



    Anuncia-se hoje aquilo que o senhor Alves e os seus acólitos há muito queriam: rogério alves é mencionado na imprensa como um candidato transversal desejado por muitos.

    Com o apoio daqueles que o levam aos ombros, na ânsia do tal estatuto de poder em Alvalade que há muito ambicionam e que através dele poderão finamente alcançar, com a ajuda inestimável da comunicação social - onde o senhor Alves tão bem se move - e talvez com a mãozinha de outros 'irmãos' e de outras 'fraternidades', aí está uma vez mais - em todo o seu esplendor - uma campanha para entronizar a chegada ao poder do arrivismo sem limites.

    É curioso que para os jornais, antes de cada acto eleitoral, e antes do anúncio definitivo dos candidatos oficiais, o senhor Alves seja sempre o mais bem colocado.

    Veremos essa campanha para levar o cujo dito ao poder de Alvalade também nos blogues. Aliás, creio que já começou...

    Eles já salivam alarvemente, eles já salivam alarvemente...

    ACTUALIZAÇÃO: Em entrevista à TSF, Sousa Cintra, o antigo presidente dos "leões" considerou que Rogério Alves era o homem certo para a presidência do clube, por ser credível e responsável.

    Tenho muito pena que Sousa Cintra - sportinguista que muito estimo e a quem agradeço tudo o que fez pelo clube - 'alinhe' nesta operação...


    Nuno M. Almeida

    domingo, janeiro 16, 2011

    Vai começar a dança dos nomes

    Podendo ser um pouco descabido estar já a falar de nomes de putativos candidatos ao lugar que Bettencourt em breve deixará vago, diria no entanto que alguns nomes poderão ser interessantes, e outros nem por isso.

    Obviamente que qualquer consideração é prematura e superficial, já que apenas se baseia na percepção que tenho da vivência do sportinguismo de cada um dos nomes, do seu percurso pessoal e profissional, bem como da sua personalidade, atendendo ao que vejo e oiço.



    CARLOS BARBOSA (presidente do ACP): porque não? Tem um percurso empresarial de sucesso, gosta muito do clube e move-se bem em certos 'meandros'.

    JOÃO ROCHA JÚNIOR: se apresentar algo mais que apenas o seu apelido e um certo saudosismo dos tempos em que o seu pai liderou o clube, diria que com uma boa equipa e um programa sólido poderá ser um bom candidato.

    MIGUEL RIBEIRO TELLES: credível, sereno, mas arrisca-se a ser mais do mesmo, dentro da tal linhagem de que muitos falam.

    ROGÉRIO ALVES: nunca! Sempre ouvi dizer que Roma não paga aos seus traidores, com ou sem centuriões. Dizer apenas aquilo que os sócios querem ouvir, em função das conveniências do momento, não faz de alguém um bom candidato.

    PAULO PEREIRA CRISTOVÃO: não me parece, já que não identifico nele as características que necessitamos para um líder. Boa vontade e uns nomes de treinadores não chegam.

    SÉRGIO ABRANTES MENDES: um ferrenho sportinguista, de uma família com profunda vivência leonina, mas tem o estigma da ligação ao período negro do 'gonçalvismo'.

    PEDRO SOUTO: tentou avançar antes, foi ludibriado por Bettencourt, talvez mereça o benefício da dúvida de pelo menos constituír uma nova candidatura.

    Veremos quais os próximos capítulos de uma novela que está apenas no seu início...

    Nuno M. Almeida

    A falência de algo que nunca chegou a ser um projecto



    Em Maio de 2009 escrevi aqui que José Eduardo Bettencourt era o 'meu' candidato porque eu não era apologista da característica tão portuguesa do culto do Sebastianismo e da constante espera pelo homem providencial.

    Via nele uma terceira via, que podia ter finalmente um rosto. Via nele uma vasta experiência de gestão, um profissional competente, com ligação à banca, para além de credível, quer no meio desportivo, quer no empresarial, e estruturalmente sério e honesto.

    Aliado a tudo isso, um homem com sensibilidade para o futebol, que entendia perfeitamente o fenómeno desportivo e revelava uma indispensável facilidade em comunicar e criar empatia com a massa associativa.

    Menos de dois anos depois, pouco ou nada das minhas expectativas se confirmaram. Bettencourt nunca conseguiu criar empatia com a massa adepta, enredou-se em afirmações feitas a quente - o célebre 'forever', hezbollah, cagança, maçã podre, clique... - pouco ponderadas e muitas vezes infelizes.

    Erros atrás de erros, sobretudo no que ao futebol profissional respeitava, foram corroendo a sua liderança, criando divisões no seio da massa associativa, desmobilizando os adeptos e arrefecendo a paixão leonina.

    Opções mal ponderadas, um projecto desportivo débil, mal alicerçado, directores desportivos atrás de directores desportivos, escolha de treinadores medianos, a fuga de Moutinho para um rival directo, exibições péssimas da equipa de futebol, demasiada influência dada à Juventude Leonina, e alguma ingenuidade ao deixar que alguns 'bons samaritanos' lhe espetassem facas nas costas - não é sr. Alves? - levaram à única saída possível: a sua demissão!

    Apenas estranho que o faça após o 'calor' de uma derrota - mais uma - da nossa equipa de futebol profissional, e sobretudo após ter escolhido tão recentemente José Couceiro para repensar e reestruturar o futebol do clube. Desconcertante até no timing da demissão.

    Nuno M. Almeida
    sócio 12.908

    sábado, janeiro 15, 2011

    Bettencourt demitiu-se!



    José Eduardo Bettencourt acabou de anunciar a sua demissão do cargo de presidente do Sporting. Sem qualquer outra justificação.

    "Apenas uma curtíssima declaração.Por diversas circunstâncias entendo que a minha saída é o melhor para a vida do Sporting Clube de Portugal. Acabei de anunciar essa decisão ao presidente da mesa da AG, Dr. Dias Ferreira. Não tenho muito mais a dizer. Apenas viva o Sporting."

    Parece-me uma decisão lógica, dada a evidente falência do projecto que supostamente teria para o clube. Apenas me parece pouco avisado que o faça no calor de uma derrota da equipa de futebol.

    Nuno M. Almeida

    Uma exibição muito pouco "catita"…

    … e um treinador que evidentemente não tem pedalada para isto!



    Sporting, 2 – Paços Ferreira, 3

    Estádio José de Alvalade (17.643 espectadores)

    Árbitro: Luís Catita (Évora)

    SPORTING: Rui Patrício; João Pereira, Carriço, Polga e Evaldo Grimi); Vukcevic, Maniche (Saleiro), André Santos e Valdés; Liedson e Salomão.

    Suplentes não utilizados: Tiago, Torsiglieri, Pedro Mendes, Zapater e Abel

    P. FERREIRA: Cássio; Baiano, Cohene, Samuel e Maykon; Leonel Olímpio, André Leão e David Simão; Manuel José, Rondon e Pizzi.

    Suplentes: Coelho, Ozeia, Nuno Santos, Amond, Nelson Oliveira, Bruno de Paula e Filipe Anunciação

    Golos: 0-1 Samuel, 1-1 Liedson, 1-2 Manuel José, 2-2 Diogo Salomão, 2-3 Pizzi

    Antes de mais os meus parabéns aos bravos 17.000 leões que enfrentaram a noite fria e se dispuseram a estar em Alvalade para assistirem a mais um sofrível jogo de futebol.

    Primeira parte onde poucas oportunidades criámos, Rui Vitória claramente fez bem o seu trabalho de casa sabendo manietar a nossa equipa, trocando as voltas a Paulo Sérgio, lançando o Paços rápidos lances de contra-ataque que nos causaram sobressaltos na defesa.

    Com um golão os pacenses fizeram o primeiro, Liedson numa recarga do inconformado Valdés empatou e pouco antes do intervalo o senhor Catita viu uma grande penalidade que não existiu mas que voltou a colocar-nos em desvantagem. Duvido que no dragão ou na luz, com 1-1, tal acontecesse. Como se não chegasse a nossa equipa jogar um futebol pouco mais que paupérrimo os árbitros ainda ajudam mais à 'festa'. O habitual...

    Nestes primeiros 45 minutos, Diogo Salomão foi inexistente, não deu continuidade àquilo que havia feito frente ao Braga e tirando remates de meia distância – sobretudo de Valdés – pouco perigo conseguimos criar, apesar de termos mais posse de bola.

    No segundo tempo o Sporting não melhorou muito, mas o Paços adormeceu à sombra da vantagem, deu espaços, revelou menos frescura física e Salomão apareceu aos 62 minutos, fazendo o empate.

    Até final tentámos chegar à vitória, mas só se viu um futebol aos repelões, sem pingo de classe e qualidade, pouco objectivo, tendo também o Paços alguns fogachos de perigo na nossa área. E num desses fogachos, a 10 minutos do final, apareceu o terceiro golo pacense.

    Se ainda ambicionamos um lugar na Champions para a próxima época que VENHAM REFORÇOS DE QUALIDADE E UM TREINADOR A SÉRIO... urgentemente!

    Basta de tanta mediocridade!

    Nuno M. Almeida

    Rumo a mais 3 pontos!



    SPORTING CP - FC PAÇOS DE FERREIRA

    16ª jornada: hoje, às 21h15, no Estádio José de Alvalade
    Árbitro: Luís Catita

    Equipas prováveis:

    SPORTING

    Rui Patrício; Abel, Carriço, Polga e Evaldo; Maniche e André Santos; João Pereira, Valdés e Vukcevic; Liedson

    P. FERREIRA


    Cássio; Baiano, Cohene, Samuel e Maykon; Leonel Olímpio, Filipe Anunciação e André Leão; Manuel José, Rondon e Pizzi

    Nuno M. Almeida

    quinta-feira, janeiro 13, 2011

    Os rumores do mercado

    Possíveis entradas e saídas recentemente divulgadas pela comunicação social desportiva nacional e estrangeira. Estas notícias valem o que valem, pelo que só no final da reabertura de mercado se saberá qual o seu fundo de verdade.

    POSSÍVEIS ENTRADAS:



    Paulo Sérgio (Olhanense)
    Bruno Gama (Rio Ave)
    Chico (Atlético Paranaense)


    POSSÍVEIS SAÍDAS:



    Pedro Mendes (Nápoles ou Bolonha)
    Nuno André Coelho (West Brom, Trabzonspor ou Palermo)

    José Carlos Morales, 17 anos, avançado paraguaio do Victoria 2001, estará a treinar à experiência, devendo chegar em final de Janeiro.

    Nuno M. Almeida

    terça-feira, janeiro 11, 2011

    Sporting vence em jogo-treino



    Sporting, 3 - Recreativo Caála, 1

    Jogo-treino hoje realizado em Alcochete com o Recreativo Caála, vice-campeão de Angola.

    Golos: João Mário, Torsiglieri e Tales.

    Onzes do Sporting:

    1.ª parte: Hildebrand, Abel, Ilori, Torsiglieri, Rodolfo, Pedro Mendes, João Carlos, Matías Fernandez, David Guerreiro, João Mário e Kléber.

    2.ª parte: Tiago, João Freitas, Nuno André Coelho, Juary, Grimi, Cédric, José Lopes, Maniche, Micael, Tales e Saleiro.

    Nuno M. Almeida

    domingo, janeiro 09, 2011

    André Santos, um valor seguro!



    Já o tinha anteriormente escrito e reitero: André Santos é a grande contratação da época - mesmo tendo sido um regresso a casa de um produto da nossa Academia - e que a cada jogo vai dando provas do seu grande valor, como foi ontem o caso.

    Um jogador consistente, raçudo, pendular, boa visão de jogo, tecnicamente interessante e tacticamente muito aplicado e inteligente.

    Espero que Paulo Sérgio tenha arte e engenho para manter a confiança em André Santos - o qual faz bem mais falta à equipa que o veterano Maniche - que potencie as imensas qualidades deste jogador, fazendo ainda votos para que não venha a ser mais um craque a acabar no plantel dos nossos rivais.

    Por último, embora numa fase de maturidade e de desenvolvimento diferentes, o mesmo se aplica a Diogo Salomão. Merece que cada vez mais se aposte nele e se demonstre confiança no seu potencial.

    Leonino

    sábado, janeiro 08, 2011

    Vitória sofrida mas já cá cantam 3 pontinhos



    Sporting, 2 - Sp. Braga, 1

    Estádio José de Alvalade

    Árbitro: Bruno Paixão

    SPORTING: Rui Patrício; João Pereira, Carriço, Polga e Evaldo; Vukcevic (Saleiro), André Santos, Zapater e Valdés; Postiga (Salomão) (Nuno André Coelho) e Liedson.

    Suplentes não utilizados: Hildebrand, Torsiglieri, Saleiro, Cédric e Abel.

    SP. BRAGA: Artur Moraes; Miguel Garcia, Paulão, Moisés e Sílvio; Mossoró, Vandinho e Hugo Viana; Alan, Lima e Paulo César.

    Suplentes: Marcos, Hélder Barbosa, Keita, Meyong, Salino, Custódio e Aníbal.

    Golos: Salomão, Valdés, Paulo César

    Leonino

    Estaremos Preparados? FORÇA SPORTING!!


    O treinador Paulo Sérgio esteve na Sala de Imprensa «António Capela», na Academia Sporting/Puma, para realizar a antevisão da partida com o Sp. Braga, marcada para as 21h15 de sábado, 8 de Janeiro.

    “É um jogo difícil, frente a uma belíssima equipa, com excelentes jogadores e bem organizada, e sabemos que amanhã vamos ter um adversário que nos vai obrigar a estar a um nível muito elevado para atingirmos os nossos objectivos. Esperamos ter muitos adeptos para nos ajudar a vencer. Estão três pontos em disputa – este jogo não vale mais do que os outros - e queremos andar no grupo da frente o mais possível. É preciso criar uma onda positiva de resultados e dar seguimento a estas duas vitórias para termos os nossos adeptos connosco”.

    O mercado de inverno mereceu o seguinte comentário de Paulo Sérgio: “as notícias são cerca de 90 por cento de especulação. Tenho um grupo e é neles que confio. Já falei aqui várias vezes que não vou pronunciar-me rigorosamente nada acerca do mercado. Tenho um grupo a trabalhar todos os dias e o meu respeito para com eles é esse mesmo. Não vou andar aqui a especular sobre o mercado até 31 de Janeiro A renovação de Diogo Salomão? É justo ele ver reconhecido o trabalho que vem desenvolvendo. Tem futuro e, se mantiver a atitude, tem potencial para crescer diariamente. Izmailov? Qualquer que seja a decisão, estarei cá para aceitá-la”.


    O treinador «leonino» convocou 20 jogadores para a recepção ao Sporting de Braga em partida que marca o regresso do campeonato nacional.

    Os 20 convocados são os seguintes:

    GR: Rui Patrício e Hildebrand;

    Defesas: Torsiglieri, Daniel Carriço, Polga, Evaldo, Cedric Soares, João Pereira, Nuno André Coelho e Abel;

    Médios: Pedro Mendes, Zapater, Jaime Valdes, André Santos, Diogo Salomão, Simon Vukcevic e Tales;

    Avançados: Carlos Saleiro, Hélder Postiga e Liedson (avançados).


    SPORTING CLUBE DE PORTUGAL Vs Sporting de Braga (Estádio Alvalade XXI)

    (21:15h com transmissão em Directo na TVI)


    Alguns Links onde poderão ver o Jogo:

    (Atenção que os Links poderão só estar activos perto da hora do jogo)

    http://tvportugalhd.com/

    http://futebol365tpaonline.webnode.com/tv-online-/outros-canais/

    http://www.fromsport.com/

    http://tvacores.net/sport_tv_online.htm

    http://www.vitibet.com/index.php?clanek=stream&lang=pt

    http://www.soccertvlive.net/

    http://www.futebolive.tv/2008/01/sport-tv.html

    http://www.myp2p.eu/competition.php?competitionid=&part=sports&discipline=football

    http://athe-net-sports.blogspot.com/


    Espero que Liedson volte a Resolver!




    SPORTING SOMOS NÓS

    ZenMan - Vítor Araújo

    sexta-feira, janeiro 07, 2011

    Aplicação MySporting



    Não havendo grandes notícias ou movimentações no mercado relativas ao nosso clube, para além dos rumores do costume, deixo aqui o link para quem quiser acompanhar a vida do Sporting no seu telemóvel:

  • Aplicação MySporting para iPhone.



    Leonino
  • terça-feira, janeiro 04, 2011

    Sporting 2 Naval 0



    Tirando as 2 bolas no ferro e mais uma ou duas boas jogadas , os golos foram mesmo o melhor do jogo, sobretudo o golo de Liedson.

    SL

    Miguel Damas

    segunda-feira, janeiro 03, 2011

    Começar o ano com o pé direito

    Estadio José Alvalade

    19.15

    Sporting Clube de Portugal-Naval 1 de maio

    Paulo Sérgio chamou 19 jogadores para o jogo frente à Naval, a contar para a Taça da Liga, marcado para esta segunda-feira no Estádio José Alvalade.

    Lista de convocados
    Guarda-redes: Rui Patrício e Tiago.
    Defesas: Carriço, Torsiglieri, Polga, Nuno André Coelho, João Pereira, Abel e Evaldo.
    Médios: Zapater, Vukcevic, Maniche, André Santos, Valdes e Diogo Salomão.
    Avançados: Saleiro, Yannick Djaló, Hélder Postiga e Liedson.


    Paulo Sérgio garante que a equipa vai dar uma boa resposta no arranque do novo ano. Frente à Naval, a contar para a Taça da Liga, o treinador dos «leões» pede seriedade.

    “Temos de ser sérios e bastante coesos, ter uma alma enorme. É isso que vamos procurar fazer. Temos de olhar para estes jogos como uma final, seja a Taça da Liga ou o campeonato. Tem de ser uma final e temos de conseguir bons resultados para as nossas cores e para os nossos adeptos. Analisámos o que fizemos até aqui, estamos cada vez mais certos do que fazemos melhor e é isso que vamos agarrar para conseguir os resultados que interessam ao Sporting”, afirmou na conferência de antevisão ao encontro com os figueirenses.

    Paulo Sérgio revelou, por outro lado, que não há espaço para "poupanças" e irá apresentar a melhor equipa frente à Naval. “Todos os jogadores têm de estar prontos para jogar quando forem chamados. Decidimos adoptar um sistema ou um modelo e fazê-lo variar muito menos do que tínhamos feito até aqui. Isso já foi revelado ao grupo e todos sabem qual a reposta que têm de dar daqui para a frente", indicou. Quanto ao jogo com a Naval, o técnico verde e branco sabe que vai encontrar um adversário motivado. “Vamos ter um jogo difícil, frente a uma equipa que tem o tónico de contar com o novo treinador, que vai observar da tribuna o trabalho dos seus novos atletas. Isso pode motivar os jogadores, que são grandes profissionais e que vão querer mostrar e dar tudo numa competição diferente da Liga. Por isso, vamos ter muito trabalho e só com muita alma vamos conseguir. Vamos relembrar o que fizemos antes do Natal para não cairmos numa onda negativa e todos temos de estar atentos a isso”, vincou.

    O treinador dos «leões» disse ainda que não está preparado para perder Simon Vukcevic. “Não equaciono a saída dele de forma alguma. Se cada vez que um jogador não corresponde aquilo que desejo sair, então trabalhava com dois ou três jogadores. O Vukcevic é um elemento que não tem tido prestações negativas. Se calhar até tenho culpa desse momento dele, já que faço muitas mudanças na equipa devido à constante competição”, revelou, não preferindo contudo falar de entradas no plantel. “Não falo do que não tenho. Analiso o que tenho e é com os jogadores que tenho que vamos trabalhar e moralizar. Não especulo sobre o resto”, disse.

    In Sporting.pt


    Por mais discussões que tenhamos sobre o rumo, ideias, jogadores ou treinadores que queremos para o nosso SCP, uma coisa é certa, ninguem gosta de perder!!! Por isso não espero outro resultado que não seja a vitoria logo a noite!!


    SL


    Miguel Damas


    domingo, janeiro 02, 2011

    Venha o homem!!!

    SAMARAS








    Estes foram os 2 golos que Samaras brindou hoje o Glasgow Rangers no seu proprio estádio. Para alem disso demonstrou pormenores bastante interessantes. Sendo um jogador alto no entanto engana pela boa rapidez que tem e pela boa tecnica que detem. Não se coibindo de ajudar na defesa nas bolas paradas. Para mim e depois de ter assistido aos 90 minutos de hoje , julgo que seria uma adição ao plantel bastante boa. Um OTIMO reforço!! Venha ele!!!

    SL

    Miguel Damas

    sábado, janeiro 01, 2011

    Pereirinha a caminho da Grécia


    Bruno Pereirinha vai jogar até ao final da temporada no Kavala, equipa da primeira divisão grega. Empréstimo do Sporting, com opção de compra no final da temporada.

    Cedido no início da temporada pelo Sporting aos vimaranenses, Pereirinha nunca conseguiu entrar de forma regular no onze de Manuel Machado, que manteve aposta certa em Alex para o lado direito da defesa.

    Sem espaço no Vitória, o jogador deu conta ao Sporting da sua intenção de jogar com maior regularidade e a saída para a Grécia, mais proporiamente para o Kavala, foi a solução encontrada. O novo clube de Pereirinha está no quinto lugar da Superliga grega e fica com opção de compra do passe do futebolista.

    in A Bola Online

    Sinceramente não consigo compreender os contornos deste empréstimo mas acima de tudo a permissão de haver opção de compra. E passo a explicar.

    Fui grande critico de Pereirinha por achar que um jogador com a velocidade dele tinha que assumir o jogo. Não sei se por constragimento ou por ordem dos treinadores sempre o achei demasiado comedido nos aspectos ofensivos. Julguei que este novo emprestimo em Guimarães o fizesse crescer e libertar-se desses medos tornando-se num extremo direito que tinha tudo para ser um bom jogador na nossa equipa. Aparentemente os nossos responsaveis não pensam da mesma maneira....

    SL

    Miguel Damas